Você está na página 1de 5

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PLANO DE ESTUDO TUTORADO


Componente Curricular: Língua Portuguesa
Ano de escolaridade: 5º ANO – EF
Pet Volume: 03/2021

Semana 1: Desafio ortográfico: criando as regras


TEMA: Desafio ortográfico: criando as regras
Caro (a) estudante, nesta semana, iremos nos dedicar a pensar sobre a importância de
escrevermos corretamente as palavras e como algumas regras ortográficas podem nos
ajudar nessa tarefa.
BREVE APRESENTAÇÃO:
A ortografia é o conjunto de regras que normatiza a escrita das palavras, promovendo a
preservação do código, que é a nossa língua portuguesa.
Ortografia é o sistema no qual a escrita das palavras está convencionalizada. Graças a ela,
a grafia das palavras é preservada e sistematizada. A ortografia é importante porque
prescreve regras e usos, sendo que não há identidade perfeita entre os fonemas, pois
fonemassemelhantes podem ser representados por grafemas diferentes. Já pensou se não
tivéssemos esse importantíssimo recurso para responder às nossas dúvidas?
Estaríamos perdidos na complexidade de nossa língua portuguesa, especialmente em sua
modalidade escrita.
Fonte: <https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/portugues/o-que-e-ortografia.htm>. Acesso em: 09 de junho
de 2021.
A ortografia é uma convenção social criada para facilitar a comunicação escrita: dominando-
a, temos uma forma comum de escrever cada palavra - incluindo as que têm mais de uma
opção de letra correspondente a determinado som. No caso dessas últimas, a grafia pode
ser dividida entre palavras que obedecem a regularidades (em que o conhecimento de uma
regra permite antecipar como a palavra deve ser escrita, até mesmo sem conhecê-la) e as
irregularidades (que não seguem qualquer princípio explicativo que justifique sua notação).
GURGEL, THAIS. As duas faces da ortografia. Revista Nova Escola. Disponível em:<https://novaescola.org.
br/conteudo/2579/as-duas-faces-da-ortografia>. Acesso em: 09 de junho de 2021.
Nesta semana, trabalharemos com uma regularidade de nossa ortografia. Ao final de
nossa atividade, será possível formular uma regra para o uso de determinadas letras.
Vamos lá? Quero ver se você irá descobrir essa regra ortográfica!

‘ 5
5
ATIVIDADES

1 – Leia o poema com atenção:


O baú de brinquedos
Graça Batituci

O Humbertinho decidiu
fazer logo uma limpeza
no seu baú de brinquedos
no seu quarto, com certeza.

Ao derrubar tudo no chão,


ele pode selecionar
seus brinquedos quebrados,
que não serviam para brincar.

Ambulâncias sem rodinhas,


tambor todo amassado.
Álbum sem figurinhas
e um trombone quebrado.

Qual não foi sua surpresa


ao ver dentro da tampinha
aquele tão procurado
carimbo de pombinha.
Imagem disponível em: <https://image.freepik.com/vetores-gratis/caixa-com-brinquedos-retro_98292-
4116.jpg> Acesso em: 14jun. 2021

2 – Transcreva do texto, todas as palavras que tenham a letra M ou N em final de sílaba


e registre, no quadro abaixo.
Ah! Não vale escrever palavras que terminem com a letra M!!!!

PALAVRAS COM M EM FINAL DE SÍLABA PALAVRAS COM N EM FINAL DE SÍLABA

3 – Agora circule, nos dois quadros, a letra que vem logo após o M ou o N.

‘ 6
6
4–O que você percebeu? Registre, com suas palavras, no espaço abaixo:

5 – Separe novamente as palavras do quadro abaixo que tenham a letra M ou N em final


de sílaba e observe se, também com esse bloco maior de palavras, a mesma regra
acontece. Não se esqueça de grifar sempre a letra do alfabeto que vem depois do M ou do
N.

TEMPO - VENTO - POMBO - BOMBEIRO - PINTA - TAMBOR - BONDE - ANJO - BOMBOM


- TINTA - LIMPO - UMBIGO - MUNDO - COMPUTAÇÃO - CINTO - MENTIRA - CAMPO -
TOMBO – BRINCADEIRA - COMPRAR - IMPORTÂNCIA - VENTO - MANGA - RAMPA -
VENTO - QUENTE

PALAVRAS COM M EM FINAL DE SÍLABA PALAVRAS COM N EM FINAL DE SÍLABA

Logo, podemos concluir que:

6 – Complete o quadro a seguir, seguindo as seguintes instruções:

A) Complete a palavra com a letra correta M ou N;

B) Assinale com um X a opção correta da letra usada por você (M ou N) para completar a
escrita da palavra;

‘ 7
7
C) Reescreva a palavra no último quadrinho;

D) Forme uma frase usando duas palavras que você irá escolher do quadro. São duas
palavras na mesma frase! Lembre-se de que sua frase precisa fazer sentido!!!
PALAVRA M N REESCRITA DA PALAVRA

ca sado

ave tura

bri quedo

lâ pada

o bro

co binado

li po

PALAVRAS SELECIONADAS
FRASE

7 – Faça uma pesquisa, selecione e registre, aqui, outras 10 palavras que sejam escritas
com o M (antes do P e do B) e 10 palavras em que o N seja a letra do final da sílaba.
Mãos à obra!!!

‘ 8
8
Semana 2: Polissemia
TEMA: Polissemia
Caro (a) estudante, nesta semana, você vai aprender sobre polissemia. Compreender o
significado das palavras é indispensável para entender o funcionamento da língua
portuguesa. Em nosso idioma, a ciência que se ocupa em desvendar significados e
interpretar palavras e expressões é a Semântica. Quando conhecemos bem as palavras e
temos um vocabulário razoável, escrever um texto fica muito mais fácil, pois temos à nossa
disposição uma variedade de vocábulos que podem ser selecionados, de acordo com a
pertinência do momento.
Fonte: <https://escolakids.uol.com.br/portugues/polissemia.htm>. Acesso em: 08 de junho de 2021.
BREVE APRESENTAÇÃO:
A palavra “polissemia”, do grego polysemos (poli = muitos, sema = significados), significa
“algo que tem muitos significados”
Polissemia é um fenômeno linguístico caracterizado pela existência de um termo que
apresenta mais de um significado. A palavra “língua”, por exemplo, pode significar um
órgão ou um idioma, de acordo com o contexto em que é empregada. Se não forem bem
contextualizadas, algumas palavras polissêmicas podem gerar a ambiguidade, que é o
duplo sentido do enunciado.
As palavras polissêmicas apresentam sentidos distintos, mas preservam relação entre si,
fazendo parte de um mesmo campo semântico.
Alguns exemplos para ilustrar situações de polissemia:
1- A mãe vela pelo sono do filho doente.
2- O barco à vela foi movido pelo vento.
3- Quando acabou a luz, a menina acendeu uma vela.
A palavra “vela” é polissêmica porque pode apresentar vários sentidos, de acordo com o
contexto em que é empregada. Na primeira oração, a palavra vela é uma conjugação do
verbo velar, ou seja, ficar em vigília ou sentinela; na segunda oração, vela refere-se ao pano
resistente que é preso aos mastros das embarcações para fazê-las andar; e, na terceira
oração, vela refere-se à peça de cera com um pavio no centro que serve para dar luz.
Fonte: <https://escolakids.uol.com.br/portugues/polissemia.htm>. Acesso em: 08 de junho de 2021.
Fonte: <https://www.significados.com.br/polissemia/#:~:text=Uma%20palavra%20poliss%C3%AAmica%20%
C3%A9%20 uma,velar%2C%20que%20significa%20estar%20vigilante>. Acesso em: 10 de junho de 2021.
Ainda outro exemplo:
1 - Ele sempre traz um boné na cabeça. (parte do corpo humano).
2 - Ele é o cabeça da equipe (líder).
3 - Acertou o dedo e não a cabeça do prego. (parte superior do prego).

‘ 9
9