Você está na página 1de 24

Igreja em missão: 7ª Jornada do

Assembleia Eclesial Jovem Missionário

Serviço de Informação Missionária


Ano 49 - N°2 maio a agosto de 2021

Campanha
Missionária 2021
Editorial

Índice
Editorial............................................. 2
Serviço de Informação Missionária
Ano 49 - N°2 maio a agosto de 2021
Rápidas.............................................. 4

Destaque........................................... 5
O Dia Mundial das Missões e o Mês Missionário
Pe. Maurício da Silva Jardim

POM................................................... 8
Materiais de animação da Campanha Missionária
Fabrício Preto O SIM é uma publicação quadrimestral das POM,
organismo oficial de animação, formação e coope-
ração missionária universal da Igreja Católica, em
quatro ramos específicos:
Nossos Missionários...................... 10 • Pontifícia Obra da Propagação da Fé
Mianmar • Pontifícia Obra da Infância e
Pe. José Estêvão Magro Adolescência Missionária
• Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo
• Pontifícia União Missionária
Testemunhos.................................. 12
Uma experiência impactante
Breno César Carvalho de Souza
Expediente
Direção:
Pe. Maurício da Silva Jardim
(diretor nacional das POM)
Propagação da Fé........................... 14
7ª Jornada do Jovem Missionário Conselho Editorial:
Pe. Genilson Sousa da Silva Pe. Genilson Sousa (secretário nacional da Obra
da Propagação da Fé)
Ir. Antonia Vania Sousa (secretária nacional da

Missão em Contexto...................... 16
Obra da Infância e Adolescência Missionária)
Pe. Antônio Niemiec (secretário nacional da
Igreja em Missão Pontifícia União Missionária)
Dom Luiz Fernando Lisboa, cp Jornalista: Fabrício Preto (Mtb 15907)
Revisão: Cecília Soares de Paiva
(Jornalista DRT/MS 280)

IAM................................................... 18 Projeto Gráfico e diagramação: Wesley T. Gomes


Impressão: Cidade Gráfica e Editora Ltda.
IAM: Espírito Missionário Universal
Tiragem: 2 mil exemplares.
Ir. Antonia Vania Sousa
SGAN 905 - Conjunto B
70790-050 Brasília - DF
Pontifícia União Missionária........ 20 Caixa Postal: 3.670 - 70089-970 Brasília-DF
Tel.: (61) 3340-4494
Plano Trienal de Animação e Ação dos COMISEs
Fax: (61) 3340-8660
Pe. Antônio Niemiec CSsR Site: www.pom.org.br
E-mail: imprensa@pom.org.br

Para pedidos de material, entre em contato pelo


e-mail: material@pom.org.br

2 maio - agosto 2021


Editorial

Missionários da
compaixão e da
esperança
O contexto social vivenciado por todos nós nestes últimos tempos está
marcado pela complexidade. No Brasil, a crise sanitária em decorrência do
coronavírus trouxe fome, desemprego, inflação e um alto número de mortes,
vítimas da pandemia. No mundo, assistimos a crise humanitária de migrantes
e refugiados, desastres naturais, conflitos no oriente médio e a intervenção
humana causando mudanças climáticas.
Faz-se necessário ficarmos atentos ao convite

Reprodução vídeo CM21


do Papa Francisco para sermos missionários
da compaixão e da esperança. “Neste tempo
de pandemia, perante a tentação de mascarar
e justificar a indiferença e a apatia em nome de
um distanciamento social saudável, a missão
de compaixão é urgentemente necessária por
sua capacidade de fazer desse distanciamento
recomendável uma oportunidade de encontro,
cuidado e promoção.”
Por isso, a Campanha Missionária de 2021
destaca o testemunho de missionários e mis-
sionárias que têm feito a diferença no mundo. Pessoas anônimas que estão
na linha de frente neste contexto de pandemia. Elas nos inspiram a viver o
mês missionário e a colaborar com a missão além-fronteiras.
Nesta edição do SIM, trazemos como destaque o Dia Mundial das
Missões e o Mês Missionário, com uma reflexão sobre a história desta data
instituída em 1926 pelo Papa Pio XI, celebrada anualmente no penúltimo
domingo do mês de outubro.
Também apresentamos os materiais que colaboram com a animação da
Campanha Missionária 2021. Celebrar esse dia, segundo o Papa, “significa
reafirmar que a oração, a reflexão e a ajuda material são oportunidades para
participar ativamente da missão de Jesus em sua Igreja”.
Ao final da revista, está publicada a tabela com dados que apresentam uma
prestação de contas da Campanha Missionária de 2020. O Fundo Mundial
de Solidariedade ajudou na formação, animação e cooperação missionária
em diferentes projetos pelos cinco continentes. O Brasil contribuiu para esse
fundo com o valor de R$ 6.209.279,91.
Nesta missão que é permanente, desejamos a todos e todas uma ótima
leitura, na perspectiva de que esta publicação colabore para a animação
missionária chegar ainda mais longe.

2021 maio - agosto 3


Rápidas

Assembleia Anual das POM


Entre os dias 1º a 3 de junho aconteceu a Assembleia

Arquivo POM
Anual das Pontifícias Obras Missionárias (POM), que neste
ano foi realizada de forma virtual. Durante a abertura
do encontro, o Cardeal Luis Antonio Tagle, Prefeito da
Congregação para a Evangelização dos Povos, sublinhou
que as POM não são apenas “um organismo de anga-
riação de fundos”, mas que têm a missão de “despertar
o espírito missionário que está no coração do batismo,
portanto típico de todo batizado”. Observando que,
muitas vezes, o compromisso missionário é relegado a
um grupo de pessoas ou apenas durante o Dia Mundial
das Missões, com a coleta relativa, o cardeal disse que,
com a pandemia, “voltamos ao cerne da missão, des-
pertando participação missionária nas famílias, lares,
escolas, paróquias e locais de trabalho”. Recuperar esta
vocação missionária de todos os batizados, “isso se traduz
em atos de caridade missionária e de solidariedade para
com os pobres e os que sofrem: a coleta é alimentada por
esta caridade missionária”, explicou o Cardeal Tagle.

POM do Brasil realiza


Assembleia Geral
No dia 19 de abril foi realizada a Assembleia
Geral das Pontifícias Obras Missionárias (POM), no
formato virtual. Participaram os membros do Conselho
Nacional das POM, formado por representantes da
Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária
da CNBB, da Equipe Executiva das POM, dos mem-
bros da Conferência dos Religiosos do Brasil, do
Centro Cultural Missionário (CCM), da REPAM e
do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH).

Aplicativo Ad Gentes
Arquivo POM

está entre os finalistas


dos Prêmios de
Comunicação da CNBB
Lançado pelas Pontifícias Obras Missionárias, o
Aplicativo Ad Gentes foi escolhido para estar entre os fina-
listas da categoria Aplicativos, do Prêmio Dom Luciano,
que compõem os Prêmios de Comunicação da CNBB.
O Aplicativo Missionário Ad Gentes está disponível no
Google Play e App Store.
4 maio - agosto 2021
Destaque

O Dia Mundial
das Missões e o
Mês Missionário
Desde 1972, as Pontifícias
Obras Missionárias
organizam a Campanha
Missionária no Brasil,
realizada sempre no
mês de outubro

E
m 1926, o Papa Pio XI instituiu O nome Campanha não se reduz oração dos fiéis nas missas do final de
o Dia Mundial das Missões, a coleta do penúltimo final de semana semana e do santinho com a oração
celebrado anualmente no pe- de outubro. Campanha diz respeito missionária.
núltimo domingo do mês de outubro. animação do mês missionário, através Os Papas, desde 1963, escrevem
Quarenta e seis anos após, em 1972, da oração, testemunho de missionários uma mensagem que motiva o Dia
o Brasil começa celebrar não apenas (as) ad gentes e da ajuda material para Mundial das Missões e dá um norte
um dia, mas um mês para despertar despertar a consciência da missão para a produção de subsídios que
em medida maior a consciência da universal. A oração, primeira obra animam a Campanha Missionária.
missão ad gentes através da Campanha missionária é intensificada no mês de De acordo com São João Paulo II:
Missionária Nacional. outubro através da novena missionária, “O Dia Mundial das Missões, orien-
2021 maio - agosto 5
Destaque

tado à sensibilização para a questão


missionária, mas também para a
coleta de fundos, constitui momento
importante na vida da Igreja, porque
ensina como dar a contribuição: na
celebração eucarística, ou seja, como O Dia visa, sobretudo, a formação da
oferta a Deus, e para todas as missões
do mundo” (Redemptoris Missio, 81). consciência missionária no seio de todo
“O Dia visa, sobretudo, a formação o Povo de Deus, tanto dos indivíduos
da consciência missionária no seio
de todo o Povo de Deus, tanto dos
quanto das comunidades, o cultivo das
indivíduos quanto das comunidades, vocações missionárias, o progressivo
o cultivo das vocações missionárias, o
progressivo crescimento da coopera-
crescimento da cooperação, espiritual
ção, espiritual e material, a atividade e material, a atividade missionária em
missionária em toda a sua dimensão
eclesial. [...] Foi precisamente a difusão toda a sua dimensão eclesial.”
no seio do Povo de Deus da doutrina
sobre o universalismo missionário
a primeira e mais importante fina-
lidade dada a esse Dia” (Paulo VI,
Mensagem para o Dia Mundial das espirituais e materiais dos povos e das em Macapá-AP e depois de um tempo
Missões, 1976). Igrejas de todo o mundo para a salvação na Itália, regressou ao Brasil em 1972,
de todos” (Francisco, Mensagem para onde ficou até 1984. Trabalhou nas
“Celebrar o Dia Mundial das
o Dia Mundial das Missões, 2020). Pontifícias Obras Missionárias, primeiro
Missões significa também reiterar que
a oração, a reflexão e a ajuda material como secretário (1973-1976) e depois,
No Brasil, o idealizador do Mês
das vossas ofertas são oportunidades Missionário foi o Pe. Gaetano Maiello, como primeiro Diretor Nacional (1976-
para participar ativamente na missão PIME. Ele nasceu em Bolzano (Itália), 1983), quando as quatro Obras foram
de Jesus na sua Igreja. A caridade em 6 de fevereiro de 1929. Foi ordenado unificadas em uma única instituição
manifestada nas coletas das celebra- sacerdote em Nápoles, em 1951. De e a sede nacional foi transferida para
ções litúrgicas do terceiro domingo de 1951 a 1959 atuou como secretário de Brasília-DF (1978).
outubro tem por objetivo sustentar o Pe. Paulo Manna (hoje, bem aventu- Recordo que 1972 foi um ano
trabalho missionário, realizado em rado e fundador da Pontifícia União marcadamente missionário no Brasil.
meu nome pelas Obras Missionárias Missionária). Durante 25 anos atuou Neste ano foi aprovada a ideia de um
Pontifícias, que acodem às necessidades no Brasil e por 14 anos foi missionário mês missionário, a criação do Conselho
Missionário Nacional (COMINA) e
a criação do projeto Igreja Irmãs da
CNBB. Numa reunião na CNBB, em
07 de agosto de 1972, presente o cardeal
Agnelo Rossi, Prefeito da Congregação
para a Evangelização dos Povos, Pe.
Maiello apresentou uma proposta
detalhada de renovação da pastoral mis-
sionária na Igreja no Brasil. A primeira
iniciativa concreta foi a organização de
um novo programa de celebração do
Dia Mundial das Missões, que estaria
inserido dentro da celebração do Mês
Missionário, com materiais audiovisuais
e outros subsídios que favoreceram a
Animação Missionária.
Desde então, as Pontifícias Obras
Missionárias organizam a Campanha
Missionária, realizada sempre no mês de
6 maio - agosto 2021
Destaque

outubro. Colaboram nesta ação a Conferência Nacional


dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão
Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação
Intereclesial, e outros organismos que compõem o
Conselho Missionário Nacional (COMINA).
Neste ano, o tema do Mês Missionário é Jesus
Cristo é missão, inspirado no lema do Dia Mundial
das Missões “Não podemos deixar de falar sobre o
que vimos e ouvimos” (At 4,20). Na animação da
Campanha Missionária deste ano evidenciamos o
testemunho de missionários e missionárias da com-
paixão e da esperança. São pessoas anônimas que
estão na linha de frente no combate da pandemia:
profissionais da saúde, famílias enlutadas com tes-
temunho de esperança, educadores e tantos agentes
de pastoral que não ficaram indiferentes diante dos
gritos por compaixão.
Como gesto concreto, em todas as Igrejas do
mundo realiza-se nos dias 23 e 24 de outubro a
coleta destinada de forma integral para a missão
da compaixão. Oitenta por cento dos recursos são
enviados à Congregação para Evangelização dos
Povos que faz circular um fundo universal de cari-
dade, mantendo 1050 dioceses nas periferias mais
necessitadas do mundo e os vinte por cento que
ficam no Brasil mantêm os trabalhos das Pontifícias
Obras Missionárias que são uma rede mundial de
oração e caridade a serviço do Papa e da Missão
da Igreja locais.
Recordo ainda que é a articulação da Campanha
Missionária nas Igrejas locais e nas paróquias sejam
realizadas por meio dos Conselhos Missionários
Diocesanos e Paroquiais (COMIDIs e COMIPAs),
envolvendo todas as forças vivas da Igreja. O
COMIDI que tem a responsabilidade de animar
o mês de outubro na Arqui (diocese) ou prelazia,
recebe os materiais e faz chegar em todas as
paróquias o cartaz, os santinho, os envelopes,


as novenas e as mensagens do Papa. Sugerimos
ainda um lançamento da Campanha Missionária
no âmbito diocesano fazendo uma reflexão sobre
a temática com uma missa de abertura do Mês
Missionário. Outra iniciativa importante é a pu-
blicação de notícias nas redes sociais e divulgação
dos testemunhos missionários. No âmbito nacional
no santuário nacional de Aparecida é realizada a
abertura da Campanha Missionária.
Não podemos deixar de
Que São Francisco Xavier e Santa Teresinha, falar sobre o que vimos
padroeiros da missão, nos inspirem a sermos missio-
nários e missionárias da compaixão e da esperança. e ouvimos”
(At 4,20)
Pe. Maurício da Silva Jardim,
diretor das POM no Brasil
2021 maio - agosto 7
POM

Conheça os subsídios que colaboram com a realização da Campanha


Missionária nas Arquidioceses, Dioceses e Prelazias de todo o Brasil.

A
s Pontifícias Obras Missionárias (POM) têm a responsabilidade de organizar a Campanha Missionária,
realizada sempre no mês de outubro desde 1972. Colaboram nesta ação a Conferência Nacional dos Bispos
do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, e
outros organismos que compõem o Conselho Missionário Nacional (COMINA).
Como gesto concreto, em todas as Igrejas do mundo, realiza-se nos dias 23 e 24 de outubro a coleta missionária,
destinada de forma integral para a missão da compaixão. Oitenta por cento dos recursos são enviados à Congregação
para Evangelização dos Povos que faz circular um fundo universal de solidariedade, mantendo 1.050 dioceses nas peri-
ferias mais necessitadas do mundo. Os vinte por cento restantes ficam no Brasil e mantêm os trabalhos das Pontifícias
Obras Missionárias, compondo uma rede mundial de oração e caridade a serviço do Papa e da Missão da Igreja.

A construção da arte da Campanha Missionária 2021 seguiu a intuição


da janela que se abre para o mundo e está conectada com a realidade da
pandemia em que vivemos. Dentro da janela apresenta-se a centralidade da
pessoa de Jesus na cena da cura do cego de Jericó que grita por compaixão.
Este é o Evangelho do Dia Mundial das Missões (24 de outubro 2021).
Além do tema “Jesus Cristo é missão”, a arte contempla o lema “Não
podemos deixar de falar sobre o que vimos e ouvimos” que remete aos mis-
sionários da compaixão e da esperança, linha de frente diante dos desafios
da pandemia. O destaque das imagens valoriza os profissionais de saúde e a
proteção dos povos originários, bem como um gesto concreto de solidarie-
dade vivido com a campanha “A Amazônia precisa de você”.
Como pano de fundo desta arte, a Campanha Missionária 2021 está
projetada neste fundo branco, como uma tela de pintura, que tem a intenção
de mostrar a centralidade desta vida que ganha sentido e cor somente na
medida em que é vivida como missão, como doação e entrega aos irmãos.
Nesta tela em branco, todos são chamados a deixar a própria marca
nos horizontes desta vida em missão. O gesto de compaixão de Jesus é
atualizado todos os dias pelas mãos dos missionários e missionárias envia-
dos além-fronteiras.

A novena missionária deste ano destaca o testemunho de missionários e


missionárias da compaixão e da esperança. São pessoas anônimas que estão
na linha de frente da pandemia: profissionais da saúde; famílias enlutadas
com testemunho de esperança; pessoas em situação de rua e de abandono;
migrantes indígenas; educadores; trabalhadores; e a solidariedade local e
universal, entre missionários e missionárias.

8 maio - agosto 2021


POM

Os vídeos da Campanha Missionária 2021


colaboram com a animação da novena missionária e
estão disponíveis nas plataformas sociais das POM.
Foram produzidos em parceria com a TV Aparecida,
que terá uma programação especial durante o mês de
outubro. Acesse os vídeos usando o QR Code ao lado

O envelope deve ser utilizado exclusivamente para a Coleta do


Dia Mundial das Missões, feita nas celebrações do penúltimo final
de semana de outubro (este ano, dias 23 e 24). As ofertas devem ser
integralmente enviadas às Pontifícias Obras Missionárias (POM) que
as repassam ao Fundo Universal de Solidariedade para apoiar projetos
em todo o mundo.

Neste ano, além da Mensagem do Papa Francisco para o Dia


Mundial das Missões, apresentamos o detalhamento dos valores des-
tinados pela Pontifícia Obra da Propagação da Fé, Pontifícia Obra da
Infância e Adolescência Missionária e Pontifícia Obra de São Pedro
Apóstolo, através do Fundo Mundial de Solidariedade.

A beata Paulina Jaricot foi escolhida para estar no santinho que anima
a Campanha Missionária em 2021.
O Vaticano anunciou em 26 de maio de 2020 o reconhecimento de um
milagre atribuído a Pauline Jaricot (1799-1862), abrindo caminho para sua
beatificação. Leiga, esta figura de Lyon (França), do século XIX, está na
origem das Pontifícias Obras Missionárias.
Em 1822, para apoiar os missionários, ela lançou as bases da Obra da
Propagação da Fé, cujo objetivo é simples: cada doador se compromete a
convencer outros dez doadores a apoiar financeiramente os missionários e
assim por diante.
O movimento assumiu uma dimensão internacional. Pauline também
criou o Rosário Vivo. Através dessa iniciativa, ela convidou os cristãos a
recitar o rosário, em pequenos grupos.

Todos os materiais de animação da Campanha Missionária 2021 estão disponíveis para


baixar e reproduzir livremente. Acesse o site www.pom.org.br/campanha-missionaria-2021

2021 maio - agosto 9


Nossos Missionários

Mianmar
Com a maioria da população vivendo seu contexto
de fé da Religião Budista, a experiência missionária
ad gentes é um mergulho na realidade local.

C
omo sabemos, a missão nasce 1868, a chegada dos primeiros missio- de drogas e álcool e reabilitação de
no coração, mas precisa ser nários que formaram a Comunidade pessoas com dependência; é feito
expressa com gestos concretos, do PIME, dedicada ao anúncio do o acompanhamento e formação de
junto a um povo, a uma comunidade. Evangelho àqueles e àquelas que não pessoas com necessidades especiais;
Alguns encontram a comunidade tiveram oportunidade de conhecer a atuamos na educação de adolescen-
dentro de casa, outros no próprio Cristo. E isso se realiza de diferen- tes e jovens presentes no centro de
quarteirão e, ainda, há quem expresse tes formas: nos primeiros tempos, detenção para menores; somos ativos
esse sentido indo longe, para diferentes pela catequese e formação de co- no desenvolvimento da agricultura
países e continentes. O importante é munidades eclesiais; após formada familiar e no acesso à água potável;
ter o coração conduzido pelo mesmo a Igreja Local, com um número damos apoio formativo e econômico
desejo de servir a Cristo nos irmãos. crescente de vocações religiosas e a iniciativas locais, em escolas infantis
Comigo foi assim, só precisei viajar sacerdotais, a dedicação prosseguiu e casas para estudantes em vilarejos.
um pouco! Logo após a Celebração de por outros diferentes seguimentos, Ao chegar, logo após o meu desem-
Envio, realizada no dia 16 de fevereiro junto à sociedade. Atualmente, por barque em Yangom, onde atualmente
de 2020, na Catedral de Caratinga/ exemplo, por meio da New Humanity moro, iniciei o aprendizado da língua
MG, iniciei minha aventura missio- International – uma organização não birmanesa. De fato, um dos primeiros
nária rumo ao Sudeste da Ásia, mais
governamental pertencente ao nosso passos de um missionário em terra
especificamente, rumo ao Mianmar.
Instituto – realizamos atividades no estrangeira é conhecer a língua e
Na história desse país consta, em âmbito da prevenção do consumo a cultura local. Assim, apesar das
10 maio - agosto 2021
Nossos Missionários

Fotos: Pe. José Estêvão Magro

adversidades (pandemia e Golpe de lhor, denominado Dayamit Communit cebo melhor a importância do trabalho
Estado) que estamos enfrentando, fui College. Além de oferecer aos jovens, de tantos missionários e missionárias,
incluído em um novo projeto, relacio- entre homens e mulheres, cursos de e também me sinto profundamente
nado à realidade de alguns jovens. Informática, Inglês, Contabilidade, grato por tudo que nos é concedido
Ao vermos que a maioria dos jovens Life Skill, Corte e Costura, o ambiente diariamente, e mais ainda por viver essa
encarcerados eram provenientes de propicia a descoberta das potenciali- experiência e a compartilhar com outros
uma área específica da periferia de dades de cada um, para que as utilize irmãos e irmãs.
Yangon, decidimos oferecer, naquela na realização dos próprios sonhos.
realidade, um espaço de formação Hoje, vivendo em um contexto ad Pe. José Estêvão Magro
qualificada em vista de um futuro me- gentes (89% da população é budista), per- PIME
2021 maio - agosto 11
Testemunhos

Fotos: Breno César Carvalho


Uma experiência
impactante
“Uma realidade de desigualdade social que foge do que acreditamos ser espaço do outro,
pois nega o direito e as condições necessárias à vida.” Conheça o testemunho do teólogo
Breno Souza, que viveu uma experiência missionária na cidade de Pemba, Moçambique.

E
m plena pandemia, numa Pemba, Província de Cabo Delgado. Há um dito popular: “este lugar
região marcada pela guerra, Fui acolhido de forma calorosa e é esquecido por Deus”, quando se
aceitei o convite de estar, por fraterna pelas missionárias e missio- refere a um lugar muito pobre, sofrido
três meses, na missão assumida pelos nários que lá estavam. Na casa onde e abandonado. Mas Cabo Delgado
missionários Saletinos na Diocese de fiquei hospedado, havia um cartaz e o povo moçambicano, certamente,
Pemba. Esta não foi a primeira vez escrito assim: “Bem-vindo à Diocese não foram esquecidos por Deus, pois
que estive em Moçambique, pois já de Pemba, Terra de Missão”! a realidade, quando é muito dura,
havia ido em 2014, a convite de Dom é originada pelo esquecimento das
A língua oficial de Moçambique autoridades e de grande parte da
Luiz Fernando Lisboa, então bispo de
é o português. Contudo, há outras humanidade, com uma desigualdade
Pemba. Desta vez, posso afirmar que
línguas predominantes nas ruas e social que foge do que acreditamos
o curso de teologia embasou ainda
aldeias da região de Cabo Delgado. A ser espaço do outro, pois nega o
mais minha inserção missionária.
melhor maneira de se fazer entender é direito e as condições necessárias à
Cheguei em Moçambique dia 8 de o respeito às pessoas e à cultura local, vida. Este é, por si só, um desafio
março de 2021. De Maputo segui para assim como ter boa vontade. propriamente dito.
12 maio - agosto 2021
Testemunhos

Entre os trabalhos que realizei


na missão, destaco dois: o trabalho
com fantoches junto às crianças nos
reassentamentos, e o atendimento
aos deslocados do ataque ocorrido
na região de Palma, no dia 24 de
março. A tarefa é preparar e servir as
refeições para 300 pessoas abrigadas
num simples ginásio de esporte.
Nessa experiência missionária,
chamou-me muito a atenção “o olhar
das pessoas”. O olhar das crianças
expressa muita alegria, um brilho sem
igual! Basta sorrir e elas sorriem de
volta. Já no olhar dos adolescentes
há uma mudança - sobretudo no
olhar das meninas - marcado pela
tristeza, pois estão compreendendo
a realidade em que vivem e o futuro
que as (os) espera. O olhar da pessoa
adulta é um olhar profundo, expressa
um grito silenciado pelas dificuldades
enfrentadas: expressa dor. Não há
vocabulário para explicar tamanho
realidade dessas pessoas. Atualmente, Foi marcante ouvir de uma pes-
sofrimento.
a guerra na região Norte de Cabo soa que, para o povo moçambicano,
A região de Cabo Delgado, além Delgado tem ceifado vidas e deixado “não há tempo para lamentação”,
dos grandes problemas históricos de milhares de pessoas desabrigadas porque, mesmo que aconteça algo
fome e pobreza, traz as marcas do desde outubro de 2017. Pessoas que ruim (tragédia etc.), a pessoa tem que
ciclone de 2019, da malária, da febre perderam o pouco que tinham. Por se erguer e enfrentar a vida e, mesmo
tifoide, da cólera, da AIDS e outras isso, o COVID-19 não está no topo na dificuldade e na dor, precisa viver
tantas doenças que fazem parte da das preocupações. um dia de cada vez.
Aprendi com o povo moçambicano
“a teimosia de viver frente aos desafios
mais diversos possíveis, enfrentando
dia após dia a dura realidade”. Nesta
“terra de missão”, nosso Deus soli-
dário também sofre cotidianamente
as dores do povo. Por isso, a missão
tem o rosto contínuo e cotidiano da
solidariedade!
É difícil definir minha experiência
em Moçambique. Depois de tantas
vivências e convivências, ficaram
marcas profundas que levarei para a
vida toda. Mas, com uma definição
provisória, eu diria que foi impactante.
Sim, impactante, no sentido de que
tudo internamente fica suspenso, fora
de lugar, e sujeito a uma reavaliação
profunda e ressignificante da vida!

Breno César Carvalho de Souza


Teólogo pela PUCPR, Curitiba
2021 maio - agosto 13
Propagação da Fé

7ª JORNADA DO
JOVEM MISSIONÁRIO
O tema “Juventudes: Serviço e Testemunho”
anima a Juventude Missionária de todo o Brasil.
14 maio - agosto 2021
Propagação da Fé

A
obra da propagação da De fato, diante dessa pandemia, universal. Todos podemos colaborar,
fé, por meio da atividade descobrimos e vimos que existem como instrumentos de Deus, no cui-
da Juventude missionária pessoas solidárias e fraternas, com dado da criação, cada um a partir da
(JM), lança a 7ª Jornada do Jovem quem podemos e devemos apren- sua cultura, experiência, iniciativas
Missionário (JJM). O material prepa- der a caminhar juntos, mesmo no e capacidades” (LS,17). Une-se ao
rado faz parte de plano trienal, o qual distanciamento social. São diversas carisma das Obras pontifícias da
tem por objetivo fortalecer a atuação testemunhas, até mesmo invisíveis, Propagação da Fé: a oração, o sacri-
da Juventude Missionária no Brasil, na doação e no cuidado com a vida, fício e a solidariedade inspirada em
materializado por atividades voltadas inclusive entre nossas juventudes. prol da missão universal por Paulina
à formação integral, à articulação, Como diz o Papa Francisco: os “que Jaricot, no século XIX. Como gesto
ao acompanhamento e à animação não aparecem nas manchetes dos concreto, a Obra da propagação da Fé
missionária com as juventudes or- jornais e revistas, nem nos palcos do junto aos jovens da JM, em parceria
ganizadas nas dioceses e paróquias. último espetáculo, mas que estão, sem com as Famílias Missionárias (FM)
Para essa caminhada, as perspectivas dúvida, escrevendo os acontecimen- e Idosos e Enfermos Missionários
estão pautadas no estilo de vida que tos decisivos da nossa história (Papa (IEM), irá realizar a 6ª Corrente
se afirma pela espiritualidade do Francisco, 2020). Que o tempo presente Solidária na oração e partilha por
seguimento a Jesus. Desse modo, nos conduza a continuar em nossa uma realidade Ad Gentes, voltada a
este ano temos o tema: Juventudes: missão com mais ousadia, a serviço projeto missionário de formação de
Serviço e Testemunho. e sendo testemunhos d’Aquele que jovens pelos padres do PIME, no país
nos chamou e é fiel a nós (1Ts 5,24). do Mianmar - Ásia. A nossa partilha
Com o GT da JM, em sintonia
com a Pontifícia Obra da Propagação Inspirados por essa caminha- será entre os dias 30 de julho a 30
da Fé (POPF) e com os coordenadores da, lançamos a Jornada do Jovem de agosto, como período de envio
estaduais, foi produzido um material Missionário - JJM- 2021 no site das das POM. Em 1º de outubro será o
para os grupos de base, propício a nos Pontifícias Obras Missionárias - POM. envio das partilhas para Mianmar.
fazer mergulhar nas inspirações das Seguimos os passos da Jornada, onde Contamos com todos e, desde já,
juventudes, no chamado ao serviço e cada grupo de base organiza os encon- somos gratos pelas orações, partilha
no testemunho que nos propõe, firme- tros em suas realidades. O material e apoio à missão Além-Fronteira das
mente, à espiritualidade missionária está dividido em três grandes temas atividades: Juventude Missionária,
nos passos do seguimento a Jesus, a partir da metodologia da JM: VER, Famílias Missionárias e Idosos e
adequado ao contexto pandêmico ILUMINAR, AGIR e AVALIAR/ Enfermos Missionários.
que assolou nosso planeta e foi, e está CELEBRAR. No atual contexto mar-
Jovens Missionários,
sendo, um tempo de redescobertas, de cado por tantos desafios, buscamos
sempre solidários!!!
revisão de vida, de novas perspectivas ter maior consciência das palavras
para a nossa missão em tempos difíceis do Papa Francisco na Laudato SI: Pe. Genilson Sousa da Silva
e diferentes. “Precisamos de uma nova solidariedade Secretário da POPF

As doações arrecadadas pelos grupos, bem como outras


doações, devem ser enviadas para a conta:

Pontifícias Obras Missionárias

Banco do Brasil
Agência: 3413-4
Conta corrente: 170703-5
PIX 61 999792022
CNPJ: 50668441000134

Enviar os comprovantes para o e-mail:


administrativo@pom.org.br

2021 maio - agosto 15


Missão em Contexto

Igreja em Missão
Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe acontecerá
de 21 a 28 de novembro de 2021, na cidade do México.

A
Conferência de Aparecida O número 353 do Documento inclui a todos: come e bebe com os
(2007) foi a quinta do de Aparecida mostra Jesus, modelo pecadores (cf. Mc 2,16), sem se im-
Episcopado Latino-americano e razão de nosso seguimento: “Jesus, portar que o tratem como comilão e
e caribenho, depois das Conferências o Bom Pastor, quer comunicar-nos bêbado (cf. Mt 11,19); toca com as
do Rio de Janeiro (1955), de Medellin a sua vida e colocar-se a serviço da mãos os leprosos (cf. Lc 5,13), deixa
(1968), de Puebla (1979) e de Santo vida. Vemos como ele se aproxima do que uma prostituta lhe unja os pés
cego no caminho (cf. Mc 10,46-52), (cf. Lc 7,36-50) e, de noite, recebe
Domingo (1992). A temática de
quando dignifica a samaritana (cf. Jo Nicodemos para convidá-lo a nascer
Aparecida girou em torno desse
4,7-26), quando cura os enfermos (cf. de novo (cf. Jo 3,1-15). Igualmente,
grande desafio “discípulos e missio- Mt 11,2-6), quando alimenta o povo convida seus discípulos à reconciliação
nários de Cristo, Caminho, Verdade e faminto (cf. Mc 6,30-44), quando (cf. Mt 5,24), ao amor pelos inimigos
Vida, para que nossos povos tenham liberta os endemoninhados (cf. Mc (cf. Mt 5,44) e a optarem pelos mais
vida nEle”. 5,1-20). Em seu Reino de vida, Jesus pobres (cf. Lc 14,15-24).”
16 maio - agosto 2021
Missão em Contexto

Este é um programa de vida para nos, traduziram o Concílio Vaticano


todo cristão e cristã que deseje seguir II para o nosso subcontinente. Porém,
Seus passos. Não seguimos doutrinas, o Papa Francisco, de forma corajosa
mas seguimos uma pessoa concreta que e serena, tem realizado algumas das
é Jesus de Nazaré, o Cristo. A Igreja balizas máximas do Concílio, ou seja,
é chamada e desafiada a ser discípula a colegialidade e a sinodalidade para Jesus, o Bom
missionária de Jesus. Quão difícil e
desafiador é colocar este programa
todo o mundo. Colegialidade se refere
ao conceito de “comunhão e partici-
Pastor, quer
em prática! Exige de nós, ser uma pação” e Sinodalidade, que provém comunicar-nos
pessoa, um grupo, uma comunidade, de Sínodo, quer dizer maior abertura
uma paróquia, uma congregação, uma ao diálogo, com ampla e diversificada a sua vida e
diocese... em saída! participação, nas discussões de temas
que são importantes para toda a Igreja.
colocar-se
O Papa Francisco, eleito aos 13
de Março de 2013, foi presidente da
O Papa Francisco tem afirmado que a serviço
“o caminho da sinodalidade é preci-
Comissão dos redatores de Aparecida. samente o caminho que Deus espera da vida”
Na época da V Conferência, ele era o da Igreja do terceiro milênio”.
Cardeal Bergoglio, de Buenos Aires.
Por isso, conhece muito bem tudo o O que é que o Papa Francisco
quer ensinar com essa afirmação? sobre a viabilidade de realizar a VI
que o Espírito Santo, através dos parti-
Se a colegialidade é episcopal, isto é, Conferência, já que Aparecida com-
cipantes, trouxe ao subcontinente e ao
os bispos unidos ao Papa procuram, pletou 14 anos, o Santo Padre propôs
mundo por meio dessa Conferência.
juntos, conduzir o rebanho de Cristo a realização da Primeira Assembleia
Nesses oito anos e sete meses de que lhes foi confiado, a sinodalidade, Eclesial da América Latina e Caribe.
pontificado, Francisco, por seus ges- por sua vez, não se reduz aos bispos, Para quê? Para rever o caminho,
tos, iniciativas, visitas, proximidade, já que, como afirmou o Papa, ela é “o aprofundar Aparecida e torná-la mais
provocações, Cartas, Encíclicas e caminho que Deus espera da Igreja conhecida e aplicável. Não será uma
outros documentos, tem desafiado a do terceiro milênio”. Por isso, a Igreja Conferência de bispos, mas de todo o
Igreja a ser “em saída”, acolhedora, não se compõe somente pelos bispos, Povo de Deus: mais aberta, inclusiva,
pobre para os pobres, samaritana, ou seja, somente na hierarquia, mas é participativa. Está marcada entre os
dialogante, profética. Muito do que formada por todo o povo de Deus. Todos dias 21 e 28 de Novembro de 2021, na
foi proposto em Aparecida para a os batizados são membros efetivos do cidade do México, com representantes
América Latina e Caribe, ele propôs povo de Deus, com igual dignidade. de todos os países (presencial), mas
para a Igreja em todo o mundo, bas- também com centenas de represen-
As nossas cinco Conferências tantes de toda a América Latina e
ta ler em suas Homilias, Discursos,
foram realizadas num espaço entre Caribe (online), o que tem ocorrido,
Cartas e Encíclicas.
11 a 15 anos, entre uma e outra. com participação de todos e todas a
Podemos dizer que as nossas cinco Quando o Episcopado latino-ame- partir de contribuições enviadas.
Conferências, umas mais e outras me- ricano perguntou ao Papa Francisco
O Santo Padre, desde o início de
seu pontificado, já realizou quatro
Sínodos (dois da Família, um da
Juventude e outro da Amazônia). O
próximo Sínodo, já convocado por ele,
será em 2023, mas o seu início, com
o caminho da sinodalidade ampla participação das Dioceses de
todo o mundo, começa neste mês de
é precisamente o caminho Outubro de 2021. E qual será o tema
do Sínodo? – Sinodalidade!

que Deus espera da Igreja A Missão é de Deus, mas Ele


convida a participarmos de Sua mis-
do terceiro milênio” são, convida a sermos missão. Com
o Papa Francisco, Avante!

Dom Luiz Fernando Lisboa, cp


Bispo de Cachoeiro de
Itapemirim – ES
2021 maio - agosto 17
IAM

Ilustração: Wesley Gomes

IAM: Espírito
Missionário Universal
A
Obra da Infância e Adolescência uma única certeza: a de que somente do amor, a impulsionar milhares de
Missionária (IAM) é um estilo as crianças, com sua vivacidade, crianças e adolescentes no mundo
de vida que impele milhares simplicidade e determinação, po- inteiro, numa rede de animação e
de crianças e adolescentes no mundo deriam mudar a realidade de outras cooperação missionária por meio
inteiro a assumir, de forma concreta, crianças a sua volta e das crianças da vivência concreta do carisma da
sua fé, suscitando o espírito missionário na China. De fato, isso aconteceu. Obra. Diante disso, esta edição traz
universal entre as crianças e adolescentes. Elas começaram um movimento de o testemunho de crianças e adoles-
Dom Carlos de Forbin Janson, oração, sacrifício e solidariedade que, centes que, com ardor missionário,
ao confiar a Obra da Santa Infância até os dias de hoje, aos 178 anos de dão continuidade ao sonho do nosso
às crianças, tinha em seu coração história, ainda mantém acesa a chama fundador Dom Carlos.
18 maio - agosto 2021
IAM

Solidariedade: atitude que desperta um olhar misericordioso com o próximo


Eu venho contar como viven- as pessoas, ser solidários com a vida,

Arquivo Pessoal
ciamos a solidariedade em nossa onde a gente estiver.
vida missionária. É muito bonito
Como missionária, junto ao gru-
participar, porque, ajudar as pessoas
po a que pertenço, visitamos muito
é uma atitude que devemos praticar.
as pessoas, antes presencialmente, e
Desde cedo eu sempre quis ajudar,
agora, visitamos on-line. Visitando nós
mas não sabia como. Até que, em
um determinado dia, eu estava na rezamos juntos uma dezena do terço
missa com a minha avó e era o dia missionário, ajudando-as, ouvindo,
da Consagração da IAM. Quando lendo a Bíblia e conversando. Cada
vi aquelas crianças e adolescentes visita missionária é uma experiência
missionários, eu tinha 7 anos, e de muito boa. Eu sempre me emociono
cara... Me apaixonei! com os rostos felizes e a animação do
pessoal com a nossa visita!
Nós ajudamos todas as crianças
e adolescentes do mundo que estão Pelos encontros aprendemos
passando por dificuldades ou necessi- como ser missionários, para os que
dades. Rezamos uma Ave Maria todo estão perto e para os que estão longe,
dia, e com o sacrifício do cofrinho além-fronteiras.
missionário, enviamos ajuda material Eu sou muito grata por tudo o que
para socorrer os que mais precisam, essa Obra fez e faz por mim. Ajuda Maria Heloísa
em todos os continentes. É bonito o a seguir o caminho maravilhoso de
meu tempo de IAM, e eu digo que que: “Criança e adolescente ajudam 12 anos
não me arrependo um só segundo. A crianças e adolescentes”. Vivendo
IAM é uma obra incrível! como missionária na IAM eu pude
Grupo Ardor Missionário
Eu sinto que viver na IAM é tam- ajudar bastantes crianças e adolescentes Alagoa Grande (PB)
bém criar laços, é fazer amizades, e que nunca achei que poderia ajudar,
perceber o quanto devemos valorizar e isso é incrível!

Sacrifício: dom do amor de um coração generoso que impele à fraternidade universal


A necessidade de um olhar terno IAM, que posteriormente será enviado
Arquivo Pessoal

e carinhoso para as realidades do para um continente.


mundo, em todas as épocas, sempre
Participar da Infância e Adoles-
foi muito grande. Dom Carlos Forbin
cência Missionária é muito mais que
Janson tinha esse olhar e ajudava das
ir a encontros, ou vestir camisetas.
mais diversas formas as crianças e
adolescentes da China. E seu amor Participar da Infância e Adolescência
era tão grande que ele não guardou Missionária é assumir um estilo de vida
só para si, e por meio de sua palavra que parte dos princípios da oração,
e exemplo foi preenchendo o coração sacrifício e solidariedade, pois mesmo
de outras milhares de crianças e ado- que em determinado momento você
lescentes. Com esse olhar amoroso não possa doar uma moedinha, você
e de compaixão, foi tocando seus pode rezar pelas crianças e adolescentes
corações para também realizarem que sofrem, ou estar sempre no seu
sacrifícios em prol de outras crianças dia a dia disposto a estender a mão a
e adolescentes. quem precisa.
Lorena Malacarne
O sacrifício da Infância e Adoles- Portanto, participar da infância
14 anos cência Missionária é ter um coração e adolescência missionária é sempre
generoso e transbordante de amor pelo estar disposto a ajudar aqueles que
Grupo São Daniel Comboni próximo, é o deixar de fazer ou comprar precisam, levar Jesus no coração e
algo para si mesmo, como um doce, na boca, estando sempre pronto para
São Mateus (ES) bala ou brinquedo para colocar uma anunciá-Lo e sensibilizar-se diante das
moedinha no cofrinho do grupo da mais diversas realidades do mundo.
2021 maio - agosto 19
Pontifícia União Missionária

Plano Trienal de Animação e


Ação dos COMISEs
2021 - 2023
OBJETIVO GERAL
Despertar, nos futuros presbíteros, o ardor missionário por meio da consciência de que a missão é um
transbordar da experiência pessoal com Jesus.
Iluminação bíblica: “Não podemos deixar de falar sobre o que vimos e ouvimos” (At 4,20)
Os Conselhos Missionários de regionais dos COMISEs, realizada nos missionária, práxis missionária e
Seminaristas (COMISEs) são organismos dias 16-18 de abril 2021, aprovaram ambiente digital - devem orientar e
encarregados de animação, formação, o presente Plano Trienal de Animação e impulsionar a caminhada missionária
articulação e cooperação missionária Ação dos COMISEs (2021-2023). dos seminaristas do Brasil, especifica-
de seminaristas diocesanos e alunos As prioridades e os projetos cor- mente, a caminhada pelos COMISEs,
das casas de formação religiosa. Para respondentes são frutos de extenso ao longo dos próximos três anos.
isso, visam fomentar a consciência da processo de construção desse Plano,
missão como identidade do cristão, e Convidamos os Senhores bispos,
o qual envolveu seminaristas de todos
favorecer sólida espiritualidade e forma- reitores, formadores e os seminaristas
os Regionais da Igreja no Brasil, com
ção missionária aos seminaristas, que (diocesanos e religiosos), de modo es-
coleta de respostas a Questionário,
os torne capaz de enfrentar os desafios contemplando: opiniões sobre a im- pecial os coordenadores dos COMISEs
da ação evangelizadora da Igreja: na portância do Plano no triênio passado; para conhecer, acolher e divulgar este
pastoral, na nova evangelização e na contribuições acerca da construção Plano e contribuir para concretizá-lo
missão ad gentes (aos povos). de um novo Plano; e sugestões sobre nas respectivas realidades eclesiais.
Para ajudar na efetivação dessas prioridades e como concretizá-las. Pe. Antônio Niemiec CSsR
responsabilidades, os participantes da 2ª As prioridades aprovadas - animação Secretário nacional da
Assembleia Nacional dos coordenadores e cooperação missionária, articulação Pontifícia União Missionária
20 maio - agosto 2021
Pontifícia União Missionária

PRIORIDADES E PROJETOS
PRIORIDADE 1ª: Animação e cooperação missionária
Objetivo específico: Ajudar a despertar, nos seminaristas, a consciência sobre a dimensão local e universal da missão,
promovendo eventos de sensibilização missionária e motivação ao processo de amadurecimento na fé, por meio da
cooperação missionária (cf. RMi, 77).

Projeto Quais ações? Quando?


Encontros de formação missionária de seminaristas (FORMISEs) Anualmente

Encontros de formação para coordenadores de COMISEs Anualmente


1. Sensibilização
4º Congresso Missionário Nacional de Seminaristas Julho 2023
missionária
Rodas de conversa missionária
Ao longo do ano
Comunhão com os projetos missionários

Momentos de oração pela obra evangelizadora da Igreja


2. Mística Ao longo do triênio,
Retiros e celebrações missionárias
missionária a adequar
Leitura Orante da Palavra

3. Campanha Uso e divulgação dos materiais da Campanha


Missionária Mês de outubro
nos seminários Encontros de Novena Missionária
e casas de
formação Cofrinho Missionário 1º semestre de 2022
A partir do 1º
Grupo de Trabalho “Reflexão e subsídios missionários”
semestre de 2022
4. Subsídios
Aplicativos missionários 2º semestre de 2022
missionários
A partir do 2º
Subsídios em versão digital
semestre de 2022

PRIORIDADE 2ª: Articulação missionária


Objetivo específico: Dar passos na expansão dos COMISEs e crescer na comunhão missionária com outros organismos.

Projeto Quais ações? Quando?


Levantamento dos COMISEs existentes 2º semestre de 2021
1. Implantação
Sensibilização sobre a importância dos COMISEs.
dos COMISEs
Ao longo de 2022
Implantação

1º semestre de 2022
2. Comunhão com
Reuniões dos responsáveis pelos organismos
a OSIB e a CRB
2º semestre de 2022

3. Envolvimento Encontro Nacional de Formadores Julho 2022


dos formadores
com os COMISEs FORMISEs nacionais e regionais Anualmente

4. Parceria entre a Encontros de seminaristas Sempre que possível


Vida Consagrada
e os COMISEs Rearticulação dos COMISEs Ao longo do triênio.

2021 maio - agosto 21


Pontifícia União Missionária

PRIORIDADE 3ª: Práxis missionária


Objetivo específico: Buscar novos caminhos da prática missionária, aproximando-se das novas realidades que nos
interpelam, e fortalecimento do ardor missionário.

Projeto Quais ações? Quando?


Presença, apoio, acompanhamento Ao longo do triênio
1. Experiências
Ao longo do triênio;
e ações Atividades específicas
e em outubro
missionárias
Projetos nacionais: Porto Velho, Santarém, Ilha de Marajó Anualmente

Processo de preparação Ao longo de 2022


2. Missão
Nacional Pós-pandemia:
Semana Missionária
janeiro 2023

Atuação em áreas mais pobres, desafiadoras


3. Estágios
pastorais
Projeto das Igrejas-irmãs Ao longo do triênio.
em regiões
missionárias
Projetos da missão ad gentes além-fronteiras dos Regionais

PRIORIDADE 4ª: Ambiente digital


Objetivo específico: Implementar a identidade virtual do COMISE e desenvolver ações práticas para a realização
da missão no ambiente digital.

Projeto Quais ações? Quando?


1. Formação e
comunhão dos Workshops de formação sobre Instagram, YouTube, Facebook etc.
assessores de 2º semestre de 2021
comunicação dos Encontros de intercâmbio conhecimento, integração
COMISEs

Desenvolvimento de uma identidade digital do COMISE 2º semestre de 2021


2. Identidade
digital
Realização do 1º FORMISE Digital dos COMISEs Outubro de 2022

Transmissão de LIVEs, encontros, partilhas, FORMISEs,


celebrações e atividades missionárias
Permanente
3. Conteúdo para
as mídias sociais. Produção e socialização de conteúdos informativos e formativos,
em formato digital

Implantação da revista digital 2º semestre de 2022

Você pode acessar o conteúdo completo no site:


pom.org.br/comise/

22 maio - agosto 2021


I. Valor integral da Coleta Missionária, Dia Mundial das Missões
A colaboração das Circunscrições Eclesiásticas do Brasil, em 2020 (até dia 31 de maio de 2021), foi de: R$ 6.209.279,91

Coleta do Dia Mundial das Missões (2016 a 2020), por Regional da CNBB – Valores em moeda nacional: R$
REGIONAL CM/2016 CM/2017 CM/2018 CM/2019 CM/2020
Norte 1 157.527,51 174.920,84 154.728,04 141.277,63 132.051,54
Norte 2 244.617,70 225.469,04 177.230,95 217.870,31 190.833,68
Norte 3 55.868,10 68.021,17 59.630,02 62.619,84 50.706,00
Nordeste 1 290.323,20 280.796,94 293.493,92 335.159,37 212.737,78
Nordeste 2 485.285,78 551.436,50 521.956,33 608.564,98 329.424,80
Nordeste 3 476.175,64 490.457,52 466.843,04 495.250,40 289.182,05
Nordeste 4 155.748,79 165.618,83 145.526,39 156.692,74 109.514,70
Nordeste 5 152.474,64 134.650,34 144.006,52 160.622,36 141.782,33
Leste 1 463.158,09 536.535,68 561.140,65 555.787,08 296.867,00
Leste 2 1.776.782,06 1.714.778,04 1.744.087,06 1.739.587,01 958.942,29
Sul 1 2.751.621,24 2.829.155,51 2.849.732,93 2.843.478,57 1.367.484,70
Sul 2 1.260.050,11 1.293.900,51 1.349.937,73 1.364.508,90 987.971,92
Sul 3 453.628,23 477.857,93 475.282,78 499.443,02 51.645,04
Sul 4 576.106,71 602.740,59 615.938,20 648.348,14 360.647,94
Centro-Oeste 693.311,58 613.017,69 570.456,72 580.960,76 306.150,55
Oeste 1 167.011,26 164.950,21 199.235,57 198.895,89 133.468,84
Oeste 2 179.736,13 264.532,29 301.181,40 260.190,26 190.782,17
Noroeste 181.436,08 181.586,69 187.336,57 153.803,90 99.086,58
TOTAL 10.520.860,85 10.770.416,32 10.817.234,82 11.043.061,16 6.209.279,91
II. Destinação dos recursos
1. Obra da Propagação da Fé (Roma): Para projetos de catequese, evangelização,
estruturas diocesanas, comunidades religiosas, obras apostólicas e sociais, meios de R$ 2.833.758,32
comunicação social, veículos

2. Obra de São Pedro Apóstolo (Roma): Para projetos de formação e manutenção de


seminaristas, construção, reforma de seminários (maiores e menores) e casas de formação R$ 687.603,12
para a vida Religiosa, masculina e feminina
3. Obra da Infância e Adolescência Missionária (Roma): Para projetos materiais e de
formação catequética, manutenção de creches, alimentação, educação e saúde de crianças de R$ 733.734,19
zero a quatorze anos
4. Campanha Missionária: Para reembolso de despesas com os impressos gráficos, logística
R$ 372.556,79
em transporte e mão de obra
5. Sede Nacional das POM, em Brasília, DF: Para manutenção com móveis e imóveis,
côngruas, salários, encargos sociais e obrigações tributárias, serviços de animação missionária,
R$ 620.927,99
doações, viagens, serviços e taxas bancárias, alimentação, limpeza, água, luz, telefone, internet,
publicações das Obras Missionárias e outros materiais de animação.
7. Animação Missionária, no Brasil:
Aos cursos de Formação Missionária no Centro Cultural Missionário – CCM/CNBB R$ 124.185,60
Aos projetos missionários do COMINA e COMIRES, via CNBB – Brasília/DF R$ 124.185,60
8. Encargos Financeiros no repasse
Imposto de Renda (17,64%) R$ 692.640,39
IOF (0,38%) R$ 14.914,86
Obs.: No valor repassado à Obra da Santa Infância, há um acréscimo de R$108.636,57, referente ao valor dos cofrinhos da IAM, enviado às POM em 2019.

Você também pode gostar