Você está na página 1de 61

CURSO OPERAÇÃO PARA CONDUTORES

ONIBUS 17 230 EOD E 17 260 EOT – V TRONIC

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ONIBUS ENCARROÇADO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CHASSI 17 230 EOD

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CAIXA DE TRANSMISSÃO ZF AS TRONIC LITE

MODELOS

6 AS 1010 BO – ÔNIBUS MOTOR TRASEIRO 17-260 EOT


E 17-230 EOT

DIFERENTES SOFTWARES

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


AUSÊNCIA DO PEDAL DA EMBREAGEM E ALAVANCA DE CÂMBIO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL VEICULO

LUZES INDICADORAS E INSTRUMENTOS

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NOVA GRAFIA DO MOSTRADOR ( CONTA GIROS )

FAIXA DE TORQUE MÁXIMO NO MOTOR


( ECM MOTOR + ECM CAIXA MODULAM ROTAÇÕES DE TROCAS )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


LUZES INDICADORAS DO PAINEL PARA 17-230 EOD

NOVA LUZ INDICADORA DE FALHA GRAVE DO SISTEMA DA CAIXA


AUTOMATIZADA
ACENDE JUNTO COM ALARME SONORO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


RELE SONORIZADOR DE FALHA DO SISTEMA DA CAIXA

RELE SONORO EXCLUSIVO PARA FALHAS DO SISTEMA ELETRÔNICO ZF

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PARTIDA

Ao ligar a chave de ignição a sigla


“CH” e “N” aparecerão no Display da
seletora da transmissão, piscando
As lâmpadas de falha grave e falha leve
(Motor) e falha da transmissão deverão
ascender por 3 segundos.

Falha grave

Falha leve

Falha da transmissão

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PARTIDA

Isto significa que a transmissão está efetuando um


“CHeck” no sistema.

O motorista pode dar a partida normalmente após as


luzes do painel se apagarem.

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL DE COMANDO OPERACIONAL
DO VEICULO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL SELETOR E DISPLAY

DISPLAY
INFORMA CONDIÇÕES DE
OPERAÇÃO
E CÓDIGOS DE FALHAS

OPERAÇÃO NORMAL
MARCHAS FICAM POR
CONTA DO SISTEMA
AUTOMATIZADO

OPERAÇÃO DE EMERGÊNCIA
MARCHAS FICAM POR CONTA
DO CONDUTOR
FUNÇÃO MANUAL
DESABILITADA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NOVO SISTEMA DE ACIONAMENTO PARA
O INTERRUPTOR FREIO MOTOR PARA A ECM DO MOTOR

ECM MOTOR + ECM CAIXA

FREIO MOTOR PELA EMBREAGEM E ACELERADOR SOLTO – 17-230 EOD


FREIO MOTOR PELA EMBREAGEM , ACELERADOR SOLTO E PEDAL FREIO ATIVADO – 17-260 EOT

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


SOLENÓIDE DO FREIO MOTOR ( ACIONADO PELA ECM MOTOR)

P/ 17-230 EOD SOMENTE FREIO MOTOR PELA EMBREAGEM E ACELERADOR


P/ 17-260 EOT FREIO MOTOR PELA EMBREAGEM, ACELERADOR , E FREIO DE SERVIÇO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


OPERAÇÃO VEICULO

Após o início do funcionamento do motor,


todas as luzes do painel permanecerão
apagadas e a indicação “N” aparecerá no
display da seletora.

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL DE COMANDO OPERACIONAL

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


FREIO DE ESTACIONAMENTO

PRESSÃO SISTEMA 9 BAR

MÍNIMO PARA SAIR COM VEICULO 7,5 BAR

LIBERAR FREIO DE ESTACIONAMENTO SOMENTE APÓS PRESSÃO MÍNIMA

RISCO DE DANIFICAR A EMBREAGEM SE SAIR ANTES

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ECU WABCO COMANDA O FREIO DIANTEIRO DO VEÍCULO

MANTEM FRENAGEM DE 0,8 S , APÓS SOLTURA DO PEDAL DE FREIO


DE SERVIÇO

PERMITE MODULAÇÃO SUAVE DA EMBREAGEM AO SAIR


COM O VEÍCULO EM UM ACLIVE

EVITA QUE O VEÍCULO VOLTE PARA TRÁS

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


SAIDA FÁCIL EM SUBIDA

TIRAR O PÉ DO FREIO
ACIONAR SUAVE E LEVEMENTE O ACELERADOR ATÉ O FIM DO CURSO
VEÍCULO FICARÁ IMÓVEL POR 0,8 S, PELO FREIO DE SERVIÇO DIANTEIRO

FREIO ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ACIONAMENTO DO ACELERADOR NO PLANO

TIRAR O PÉ DO FREIO
ACIONAR ACELERADOR SUAVE E LEVEMENTE
VEÍCULO FICARÁ IMÓVEL POR 0,8 S PELO FREIO DE SERVIÇO DIANTEIRO

ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ACIONAMENTO DO ACELERADOR EM SUBIDA LEVE

TIRAR O PÉ DO FREIO
ACIONAR SUAVE E LEVEMENTE O ACELERADOR
VEÍCULO FICARÁ IMÓVEL POR 0,8 S PELO FREIO DE SERVIÇO DIANTEIRO

ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ACIONAMENTO DO ACELADOR EM SUBIDA FORTE

TIRAR O PÉ DO FREIO
ACIONAR SUAVE E LEVEMENTE O ACELERADOR ATÉ O FIM DO CURSO
VEÍCULO FICARÁ IMÓVEL POR 0,8 S PELO FREIO DE SERVIÇO DIANTEIRO

ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NA RAMPA – SAÍDA EM SUBIDA

Não segurar o
ônibus na
rampa usando
Falha da transmissão
oAlarme
acelerador
sonoro !!!
(mamar na embreagem)
ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


VOLTANDO NA RAMPA EM MARCHA RÉ

NÃO ENGATAR A RÉ COM VEÍCULO EM MOVIMENTO

PARA ENGATAR RÉ

PARAR VEÍCULO
ENGATAR D N R

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


INVERTENDO SENTIDO DE TRAJETO

R  N  D ou D N  R


NEUTRO
DIRIGINDO

FREIO

PARAR VEICULO PARA INVERTER SENTIDO


PÉ NO FREIO SEMPRE

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NEUTRO AUTOMÁTICO APÓS 5 MINUTOS ENGATADO

ALARME SONORO MAIS  N ou R  N

A1
N

ACELERADOR

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ESTACIONANDO E DESLIGANDO O VEÍCULO

ACIONAR FREIO DE ESTACIONAMENTO SEMPRE

AO PARAR O VEICULO, E DESLIGAR A CHAVE ,


CÂMBIO VOLTA EM NEUTRO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


VALORES DE ROTAÇÕES DE MUDANÇAS DE ACORDO
COM A POSIÇÃO DO ACELERADOR

( VALORES PRÁTICOS ENCONTRADOS COM VEICULO EM MOVIMENTO )

POSIÇÃO DO PEDAL ACELERADOR EM ~ 10%


1500 rpm – passa as marchas superiores
1000rpm – passa as marchas inferiores

POSIÇÃO DO PEDAL ACELERADOR EM ~ 50%


1750 rpm – passa as marchas superiores
1250 rpm – passa as marchas inferiores

POSIÇÃO DO PEDAL ACELERADOR EM PLENA CARGA – 100%


2300 rpm – passa as superiores
1250 rpm – passa as inferiores

Na condição de plena carga IMEDIATA o sistema antecipa uma marcha ANTERIOR


para resposta istantânea de aceleração .

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CONHECENDO A CAIXA ZF AUTOMATIZADA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DA TRANSMISSÃO

ELEMENTOS OPERANTES

TUBOS HIDRÁULICOS
ATUADOR DA CAIXA

CHICOTE ELÉTRICO
MANCAL

POWERPACK ( PACOTE DE POTÊNCIA )

RESERVATÓRIO, BOMBA ELÉTRICA, VÁLVULAS


CAPA SECA INTEGRADA ATUADOR DA EMBREAGEM DE CONTROLE, E UNIDADE DE CONTROLE
ELETRÔNICA ( ECU )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


SISTEMA MODULAR ELETRO-HIDRÁULICO

SENSOR DE ROTAÇÃO DE ENTRADA ( INDUTIVO)

PLATÔ E DISCO DE EMBREAGEM ATUADOR SELETIVO E DE ENGATE


CHICOTE
CENTRAL ZF

TUBOS
ALTA PRESSÃO
80 BAR

ACUMULADOR
HIDRÁULICO
( MEMBRANA)

CONECTOR ALIMENTAÇÃO
DA BOMBA ELÉTRICA

POWERPACK
CONECTOR VOLKSWAGEN INCLUI BOMBA ELÉTRICA
ROLAMENTO DA EMBREAGEM ATUADOR DA EMBREAGEM

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CONJUNTO POWER PACK ( PACOTE DE POTÊNCIA )

RESERVATÓRIO FLUIDO DEFLETOR COM ALETAS E MÓDULO ECU DE CONTROLE


RESFRIAMENTO MÓDULO E PROCESSAMENTO ENGATES ACUMULADOR
FLUIDO PENTOSIN CHF 11 S
EVITA BOMBA ELÉTRICA
1,15 LITROS COM SISTEMA TRABALHAR DIRETO
DESPRESSURIZADO
( PERMITE ATÉ 3 ENGATES )

CONECTOR VOLKSWAGEN
CHICOTE VW

CONECTOR VOLKSWAGEN (CHICOTE VW)


BOMBA ELÉTRICA ( ELETRO-HIDRÁULICA)
CONECTOR ZF ALIMENTAÇÃO BOMBA ELÉTRICA
GARANTE PRESSÃO DE 80 BAR PARA O SISTEMA
CHICOTE ZF PROTEÇÃO FUSÍVEL DE 30 A , LOCALIZADO
TEM AUXÍLIO DO ACUMULADOR PERTO DO MOTOR ARRANQUE

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ATUADOR DA CAIXA

SENSOR DE SELEÇÃO
DE MARCHAS

SENSOR DE
MARCHA
ENGATADA

CILINDRO DE ENGATE

CILINDRO DE SELEÇÃO
PEÇA DE BLOQUEIO DE MARCHA

PIVOT DE ENGATE

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


GERENCIAMENTO PELO ECU / E- MODUL2

MODULAR ACIONAMENTO DA EMBREAGEM

-AO SAIR COM O VEICULO ( MOVIMENTO INICIAL )

- AO TROCAR AS MARCHAS COM VEÍCULO EM MOVIMENTO


( SINCRONIZAR RPM MOTOR COM A RPM DA EIXO DE ENTRADA DA CAIXA)

PARA MODULAÇÃO SERÃO USADOS

- POSIÇÃO DO ACELERADOR ( REDE CAN- VIA ECM MOTOR)

- RPM MOTOR ( REDE CAN- VIA ECM MOTOR)

- APLICAÇÃO DO PEDAL DO FREIO ( INTERRUPTOR FREIO- PRESSOSTATO- ECU CAIXA)

- VELOCIDADE DO VEICULO ( REDE CAN VIA TACÓGRAFO + SINAL ANÁLÓGICO )

- TEMPO DE LIBERAÇAO DO PEDAL DO FREIO ( VIA TACÓGRAFO – REDE CAN )

- TEMPERATURA DO FLUIDO DAS ELETRO-VÁLVULAS ( SENSOR INTERNO )

- PRESSÃO DO FLUIDO DAS ELETRO-VÁLVULAS ( SENSOR INTERNO )

- COMANDO DO TECLADO DO PAINEL ( D , R , N FUNÇÃO AUTOMATICA, E OU FUNÇÃO MANUAL )

- PROGRAMAS OPERACIONAIS INSTALADOS NOS MÓDULOS ( PROGRAMAS ZF E WABCO )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


DADOS CONSTRUTIVO DO SISTEMA

ACESSO DE CÓDIGOS DE FALHAS DE FORMA CONTINUA PELO PAINEL DO TECLADO E OU VCO 950
( FALHAS ATIVAS E INATIVAS )

TESTES DE ENGATE DAS MARCHAS E DE ATUADORES ( LAP TOP – ZF ) E OU VCO 950

TROCA DO ÓLEO SINTÉTICO DA CAIXA COM 120 000 KMS ( SE ÓLEO ORIGINAL ZF ECO FLUID M )
( SE ÓLEO DO MERCADO NACIONAL 60 000 Kms )

FLUIDO DO CIRCUÍTO HIDRÁULICO DE MUDANÇAS DE MARCHAS ESPECÍFICO

ABASTECIMENTO ÓLEO SINTÉTICO 9 LITROS SE JÁ RODOU , ABASTECIMENTO 9,3 LITROS SE SECA

SANGRIA DO CIRCUITO HIDRÁULICO E ATUADOR DA EMBREAGEM , SOMENTE FEITO COM PROGRAMA ZF E


OU VCO 950 POR ATUADORES ( NÃO É POSSIVEL SANGRAR POR TAMPÕES ) .

TAMPÃO PARA ALÍVIO DA PRESSÃO PARA MANUTENÇÃO ( ALÍVIO DO ACUMULADOR DE PRESSÃO )

TEMPERATURA DO FLUÍDO DAS ELETRO-VÁLVULAS PASSAR DE 130° C , CAIXA VOLTA EM NEUTRO


( SISTEMA DE SEGURANÇA E PROTEÇÃO DOS COMPONENTES DA CAIXA)

TROCAR GARFO TODA VEZ QUE SUBSTITUIR , EMBREAGEM E ROLAMENTO DE EMBREAGEM

EASY START ( PARTIDA SUAVE ) – FREIO DIANTEIRO FICA ACIONADO POR 0,8 SEGUNDOS APÓS SOLTURA DO
PEDAL DE FREIO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


DADOS CONSTRUTIVO DO SISTEMA

ACIONAMENTO DA EMBREAGEM AO LIGAR CHAVE ( NÃO DEPENDE DO CONDUTOR )

RESERVATÓRIO DE FLUIDO DE COMANDO DE MARCHAS INTEGRADO

LINHA CAN DE COMUNICAÇÃO INTERNA DOS MÓDULOS

FUNCIONAMENTO DO SISTEMA INDEPENDE DA LINHA DE AR DO VEICULO

MUDANÇAS DE MARCHAS AUTOMÁTICAS INDEPENDENTE DO CONDUTOR

MUDANÇA DE MARCHAS NA FUNÇÃO MANUAL SOMENTE EM EMERGÊNCIA

PARA ÔNIBUS CAIXA COM OVER DRIVE

SOFTWARE DA CAIXA , DIFERENTE PARA 17-230 E 17-260


( DIFERENÇAS DE TRANSMISSÕES – PROJETO)

ENGATE DA MARCHA RÉ COM VEÍCULO PARADO


( MARCHA A RÉ NÃO É SINCRONIZADA )

SE DESLIGAR O MOTOR COM CÂMBIO ENGATADO , O SISTEMA VOLTA AUTOMATICAMENTE A


POSIÇÃO DE NEUTRO

DESGASTE DO DISCO DA EMBREAGEM MONITORADO PELO SISTEMA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


FUSÍVEL DE PROTEÇÃO DA BOMBA
ELÉTRICA HIDRÁULICA
DO SISTEMA DE MUDANÇAS DA CAIXA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


FUSÍVEL DE PROTEÇÃO DA BOMBA HIDRÁULICA
LOCALIZADO AO LADO DO MOTOR DE ARRANQUE

30 A

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CONECTOR DA ECM DE ALIMENTAÇÃO DA BOMBA ELÉTRICA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


SISTEMA DE EMBREAGEM PELO
MÓDULO ECM WABCO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


EMBREAGEM ISOLADA (ABERTA ) DO MOTOR PELA ECM WABCO
( VEÍCULO PARADO)

• AO LIGAR A CHAVE ( LINHA 15 PARA O MÓDULOS )

• SE VEICULO EM NEUTRO

• SE FREIO DE ESTACIONAMENTO APLICADO OU NÃO

• SE PARAR O VEICULO

• SE FREIO DE SERVIÇO NÃO APLICADO E OU APLICADO

• SE SELEÇÃO PAINEL EM N

• SE SELEÇÃO PAINEL EM D ( A1 )

• SE SELEÇÃO PAINEL EM R

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


EMBREAGEM SACHS DE 395 MM – 17 230 EOD e 17 260 EOT

DESGASTE SERÁ MONITORADO PELO MÓDULO DA CAIXA

( MEDIDA INICIAL DE DISCO NOVO COMO REFERÊNCIA P/ ECM )

SINAL DE ALERTA NO TECLADO CW ( CLUTCH WEAR – EMBREAGEM GASTA )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ATUADOR E SENSOR DA EMBREAGEM

ORIFÍCIO DE ENTRADA DE
FLUÍDO PARA ACIONAR
EMBREAGEM

SENSOR DE POSIÇÃO DO
CURSO DO PISTÃO HIDRÁULICO
DA EMBREAGEM PINO DE ACIONAMENTO DA
EMBREAGEM

Kupplungssteller

SANGRIA DO CILINDRO
SOMENTE COM PROGRAMA ZF, E OU VCO 950
PARAFUSOS ANTI-MAGNÉTICOS DE FIXAÇÃO DO SENSOR ( NÃO PODE SER USADO PARAFUSO COMUM )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


ATUADOR DE EMBREAGEM

PINO DE ACIONAMENTO
DA EMBREAGEM

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


MENSAGENS E SIMBOLOGIA
DO PAINEL DE COMANDO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL SELETOR E DISPLAY- LINHA CAN

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL SELETOR E DISPLAY- LINHA CAN SINAIS DE ALERTA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL SELETOR E DISPLAY- LINHA CAN
SINAIS DE ALERTA

NS – VEICULO PARADO COM SELETOR NA POSIÇÃO DRIVE POR TEMPO LONGO


( muito tempo em farol vermelho, ou muito transito local por exemplo )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PAINEL SELETOR E DISPLAY - LINHA CAN
CÓDIGO DE FALHAS NO SISTEMA

1- ACESSO FALHAS ATIVAS PRESSIONANDO SETA FLEXA CRESCENTE SELETORA


( FORMAR NUMERO MILHAR - JUNTAR NUMEROS QUE APARECEM NA FLEXA CRESCENTE E DECRESCENTE)

2- ACESSO FALHAS ATIVAS E INATIVAS PRESSIONANDO PEDAL DE FREIO + TECLA FLEXA SELETORA

3 – ACESSO PELO LAP TOP COM PROGRAMA ZF + WABCO

4- ACESSO PELA FERRAMENTA VCO 950 VW

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CUIDADOS OPERACIONAIS COM A
CAIXA DE MUDANÇAS

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CUIDADOS OPERACIONAIS COM O VEICULO

PERIGOS AO MEIO AMBIENTE

ÓLEOS E FLUIDOS , FILTROS SUJOS DEVEM SER ELIMINADOS CONFORME REGULAMENTAÇÕES RELATIVAS
A PROTEÇÃO MEIO AMBIENTE ( NÃO DEVEM SER JOGADOS AO SOLO E OU RIOS )

PERIGOS OPERACIONAIS

1- EVITE MOVIMENTO INVOLUNTÁRIO DO VEÍCULO MANTENHA O PÉ NO FREIO

2- VEICULO SE LOCOMOVE MESMO SEM O PEDAL DO ACELERADOR ( MARCHA LENTA ENGATADO)

3- COM VEICULO EM ACLIVE ENGATAR MARCHA, E SOLTAR ESTACIONAMENTO SOMENTE


APÓS ACIONAR O PEDAL DO ACELERADOR

4- COMPATIBILIDAE ELETROMAGNÉTICA – RISCOS DE DISTÚRBIOS NO SISTEMA ELETRÔNICO


ECU , POR INTERFERÊNCIAS DE ANTENAS , CELULARES , E RADIO TRANSMISSORES
( DISTANCIA MINIMA DE 50 CM , DESTES COMPONENTES DO TECLADO E ECU )

5- ENGATE DE MARCHA RÉ , SOMENTE COM VEÍCULO PARADO . NÃO ENGATAR RÉ COM VEICULO
EM MOVIMENTO ( SISTEMA CANCELA ENGATE – MARCHA RÉ NÃO SINCRONIZADA )

6- SE CONDUTOR DEIXAR O VEÍCULO DESCER SEM MARCHA ENGATADA ( POSIÇÃO N ), O MOTOR NÃO
POSSUI CAPACIDADE DE FRENAGEM

7- NUNCA DEIXAR O VEICULO DESCER SENTIDO CONTRÁRIO A MARCHA ENGATADA

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CUIDADOS OPERACIONAIS COM O VEICULO

PERIGOS OPERACIONAIS

08- POTÊNCIA DE FRENAGEM DO MOTOR É INTERROMPIDA NAS TROCAS DE MARCHAS , POIS A EMBREAGEM
É MECANICA ( EM DECLIVES E ACLIVES NA CONDIÇÃO MANUAL DEVE-SE TOMAR CUIDADO )

09- SENTIDO DE CONDUÇÃO DEVE SER INVERTIDO SOMENTE COM VEÍCULO PARADO , CASO CONTRÁRIO A
TRANSMISSÃO MUDA PARA POSIÇÃO NEUTRO ( N ) – ( LUZ DO PAINEL PISCANDO A TROCA AINDA NÃO SERÁ
CONCLUIDA )

10- PROTEÇÃO DOS COMPONENTES MECÂNICOS DA EMBREAGEM . ACIMA DE 5 MINUTOS COM CÂMBIO ENGATADO
A EMBREAGEM DEVE SER DESACIONADA, E A TRANSMISSÃO DEVERÁ SER COLOCADA EM NEUTRO

( CASOS DE CONGESTIONAMENTOS LONGOS , E OU OUTRA CONDIÇÃO EM QUE O VEÍCULO FIQUE MUITO TEMPO
PARADO COM MARCHA ENGATADA ) – APARECE CL( CLUTCH LOAD – EMBREAGEM CARREGADA) JUNTO A LUZ
DE FALHA, ALARME , E O ECM WABCO COLOCA O CAMBIO EM NEUTRO.

11 -ANTES DO OPERADOR SAIR DO VEÍCULO – COLOCAR NA POSIÇÃO N ( NEUTRO) E APLICAR O FREIO DE


ESTACIONAMENTO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CUIDADOS OPERACIONAIS COM O VEICULO

PERIGOS OPERACIONAIS

12 - ACIONAMENTO DO ESTACIONAMENTO COM VEÍCULO EM MOVIMENTO , O VEICULO REDUZIRÁ TODAS


AS MARCHAS ATÉ PARAR , MOTOR SEGUE TRABALHANDO EM MARCHA LENTA E EMBREAGEM É ACIONADA

13- CASO SE DESLIGAR O MOTOR COM VEICULO EM MOVIMENTO COM MARCHA ENGATADA . O VEICULO PODERÁ
SE LOCOMOVER ATÉ FICAR EM NEUTRO SE O PEDAL DE FREIO NÃO ESTIVER ACIONADO .
( ACIONAR O FREIO DE ESTACIONAMENTO ) ENTRA FALHA SM NO TECLADO

14- NÃO É POSSIVEL VEÍCULO PEGAR NO TRANCO – SISTEMA VOLTA NA POSIÇÃO NEUTRO AO SE PARAR
O VEICULO ENGATADO EM QUALQUER MARCHA .

15 – NA FUNÇÃO CONDUÇÃO DE TROCAS DE MARCHAS MANUAIS , AS ROTAÇÕES DE TROCAS, E OU MOMENTO


DA TROCA, FICA SOBRE RESPONSABILIDADE DO CONDUTOR – CASO A OPERAÇÃO SEJA INCORRETA
( TROCAS DE MARCHAS FORA DE TEMPO E DAS ROTAÇÕES) , PODERÁ OCORRER DANOS A EMBREAGEM E OU
A CAIXA DE CÂMBIO . NESTE CASO NÃO É DE RESPONSABILIDADE DO PRODUTO ESTE TIPO DE FALHA .

CONDUTOR DEVERÁ TER TREINAMENTO, E EXPERIÊNCIA PARA MANUSEIO NA CONDIÇÃO FUNÇÃO MANUAL
SE HABILITADO NA ECM .

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


SISTEMA DE FREIOS

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


POSICIONAMENTO DOS RESERVATÓRIO DE AR NO CHASSI 17 230 EOD

RESERVATÓRIO
ÚMIDO
( NÃO USADO QUANDO
COM CONSEP ) RESERVATÓRIO
REGENERATIVO
DO FILTRO SECADOR

RESERVATÓRIO
DE AR PRIMARIO
( FREIO TRASEIRO )

RESERVATÓRIO
DE AR SECUNDÁRIO
( FREIO DIANTEIRO )

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NOVA VÁLVULA DE RETENÇÃO DUPLA DE PROTEÇÃO DA EMBREAGEM
FREIO DIANTEIRO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


PRESSOSTATO PARA INFORMAÇÃO AO E MODUL 2 ZF , DO FREIO
DIANTEIRO APLICADO

CALIBRAÇÃO
0,2 + _ 0,01 BAR

SEM AR CIRCUÍTO FECHADO


COM AR CIRCUÍTO ABERTO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NOVA VÁLVULA UNIDIRECIONAL DO FREIO DIANTEIRO

EVITA RETORNO DO AR PARA VÁLVULA PEDAL , MANTENDO O


SISTEMA DE FREIO DIANTEIRO ACIONADO POR MAIS 0,8 S APÓS RETIRADA DO PÉ DA PEDAL

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


NOVA VÁLVULA ELETRO PNEUMÁTICA ( SOLENÓLIDE ) COMANDADA PELA
ECM WABCO

ECU, MANTEM FREIO DIANTEIRO ACIONADO MANTENDO


SOLENÓIDE ENERGIZADA POR MAIS 0,8 S

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO


CIRCUITO DE FREIO A AR DO ÔNIBUS 17 260 EOT V-Tronic - COM CAIXA AUTOMATIZADA ZF – AS TRONIC lite
( VÁLIDO SOMENTE PARA ONIBUS COM SUSPENSÃO A AR, COM CONTROLE PNEUMÁTICO DA ALTURA DA SUSPENSÃO )

SECADOR DE AR C/ REGULADOR DE PRESSÃO VÁLVULA REDUTORA DE PRESSÃO BOLSA DE AR DA SUSPENSÃO


BOLSA DE AR DA SUSPENSÃO
9 + - 0,2 BAR REDUZ PARA 8,5 BAR TRASEIRA DIREITA
LADO DIREITO
CONDENSADOR 1 2 ECM DO MOTOR
CILINDRO FREIO COMBINADO
SEPARADOR MWM SÉRIE 12

HALDEX. 2 ESTACIONAMENTO
4 3 SERVIÇO
21 22
1 VÁLVULA
PROTEÇÃO 4 RESERVATÓRIO AR
RESERVATÓRIO
RESERVATÓRIO AR CIRCUITO PINO 4 PINO 11 PRIMÁRIO
AUXILIAR
SECUNDÁRIO 3 1 22 23 21

VÁLVULA
NIVELADORA
TRASEIRA DIREITA
3 1 2 RESERVATÓRIO
REGENERATIVO
VÁLV. MODULADORA 2
FREIO MOTOR
ESTACIONAMENTO E
EMERGENCIA 1 2 1
1 3 3
SOLENÓIDE
21 FREIO MOTOR COMPRESSORDE AR

SERVO
EMBREAGEM
2
VÁLVULA
DESCARGA
RÁPIDA 2
1 1
3 1 VALV. UNIDIRECIONAL SOLENÓIDE ECU CAIXA 2
T
VÁLVULA INTERR. 1 3 2 2 2
1 1 3 VÁLVULA
MODULADORA PRESSOSTATO RELE 2 VÁLVULA
SERVIÇO 0,2 + - 0,01 VÁLVULA 3 VÁLVULA
DESCARGA
(PEDAL) BAR 2 NIVELADORA RÁPIDA 2 NIVELADORA
LINHA 15 TRASEIRA ESQUERDA
11 12 ( + PÓS CHAVE )
DIANTEIRA
T T 1
( CENTRO
VALV.DUPLA 1 1
EIXO DIANTEIRO)
21 2 RETENÇÃO 4
11 2
PINO 17

3 3 2
22
EMODUL 2 ZF ECU DA CAIXA 3
SINAL DE CÂMBIO ZF
DA CAIXA
12 PINO 2 DE CÂMBIO ZF
12
3

VALVULA 2 SERVIÇO ESTACIONAMENTO


IDENTIFICAÇÃO DOS PÓRTICOS DE DUPLA
1 ENTRADA RETENÇÃO
11 ENTRADA 1
12 ENTRADA 2 COR DAS MANGUEIRAS 11
2 SAÍDA
ACESSÓRIOS
21 SAIDA 1 FREIO TRASEIRO - PRIMÁRIO BOLSA
BOLSA
22 SAIDA 2 FREIO DIANTEIRO - SECUNDÁRIO DE AR DA SUSPENSÃO
DE AR DA SUSPENSÃO 3 DESCARGA FREIO ESTACIONAMENTO E EMERGÊNCIA TRASEIRA ESQUERDA
CILINDRO
LADO ESQUERDO 4 SINAL CILINDROFREIO COMBINADO
FREIO SERVIÇO ( 2X )
DIANTEIRO

DESENVOLVIMENTO DA REDE E TREINAMENTO

Você também pode gostar