Legislação de Segurança e Saúde

Legislação do Segurança e Saúde
• • • • • • • • • Convenções OIT Decretos Instruções Normativas Normas Regulamentadoras Portarias Leis Constituição Estadual Lei Orgânica do Município de Candeias Convenção Coletiva

Hierarquia na Legislação
Constituição Normas Constitucionais • Leis • Princípios • Regulamentos

Normas Complementares

Normas Ordinárias (Leis)

Normas Regulamentadoras

. regem a produção do direito • Lei suprema. base da ordem jurídica e a fonte de sua validade • Todas as leis a ela se subordinam e nenhuma pode contra ela dispor. que através de um conjunto de normas.Constituição • Organização jurídica fundamental.

Regulamentos. Princípios.Normas Constitucionais Leis. etc • Grau mais elevado na hierarquia das Normas Jurídicas • Todas as demais devem subordinar-se às normas presentes na Constituição • A inconstitucionalidade ocorre quando uma norma inferior contraria a constituição .

Normas Complementares • Leis que complementam o texto constitucional • Previstas na Constituição – Art. estados e municípios. – O próprio texto constitucional é o bastante . 169 trata das despesas com pessoal da união. Requer lei complementar • Nem toda matéria requer lei complementar.

– Estadual • Votadas na Assembléia Legislativa e sancionadas pelo Governador. – Municipal • Votadas na Câmara Municipal e sancionadas pelo Prefeito . Código Civil.Normas Ordinárias Leis. Estatuto da Criança • Leis elaboradas pelo Poder Legislativo – Federal • Votadas no Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal) e sancionadas pelo Presidente da República.

Normas Regulamentares • Regulamentos estabelecidos pelas Autoridades Administrativas em desenvolvimento da lei. – Decretos. Portarias e Resoluções .

– Sendo aprovada se transforma em lei. . • Deve ser submetida ao Congresso Nacional.Medida Provisória • Medida tomada pelo Presidente. com força de lei. em regime de emergência.

Convenções da OIT • • • • • • • • • • 012 – Agricultura 016 – Exame Médico dos Menores (Trabalho Marítimo) 103 – Proteção da Maternidade 045 – Trabalho Subterrâneo 081 – Fiscalização do Trabalho 042 – Doenças Profissionais 113 – Exame Médico dos Pescadores 115 – Proteção Contra Radiações Ionizantes 120 – Higiene (Comércio e Escritórios) 124 – Exame Médico dos Menores (Trabalho Subterrâneo) • 127 – Peso Máximo .

Ruído e Vibrações) 152 – Segurança e Higiene (Trabalho Portuário) 155 – Segurança e Saúde dos Trabalhadores 161 – Serviços de Saúde no Trabalho 162 – Asbesto / Amianto 167 – Segurança e Saúde na Construção 170 – Produtos Químicos 174 – Prevenção de Acidentes Industriais Maiores 176 – Segurança e Saúde nas Minas 184 – Segurança e Saúde na Agricultura .Convenções da OIT • • • • • • • • • • • • 136 – Benzenos 139 – Câncer Profissional 148 – Meio Ambiente de Trabalho (Contaminação do Ar.

de 15 de Janeiro de 2002 – Promulga a Convenção n.252.º 174 da OIT e a Recomendação n. adotada em Genebra. assinada em Genebra. de 27 de Setembro de 1994 – Promulga a Conversão nº 136.º 181 sobre a Prevenção de Acidentes Industriais Maiores. da Organização Internacional do Trabalho. sobre a segurança e saúde dos trabalhadores e o meio ambiente de trabalho. . durante a 67ª Seção da Conferência Internacional do Trabalho. • Decreto Nº 02. de 17 de Março de 1992 – Aprova o texto da Convenção nº 155. em 1981. em 30 de junho de 1971. • Decreto Nº 1. sobre a Proteção contra os Ri scos de Intoxicação Provocados pelo Benzeno.Decretos • Decreto Nº 4.085. da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

equipamentos e assemelhados por Auditor-Fiscal do Trabalho e aprova modelos de Auto de Apreensão. Termo de Guarda e Termo de Devolução de objetos.Instruções Normativas • Instrução Normativa Nº 7 – Exigência e Informação sobre a existência e o uso de tecnologia de proteção individual em laudo técnico de condições ambientais expedido por médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho. • Instrução Normativa Nº 28 – Estabelece procedimentos para apreensão e guarda de documentos. livros. materiais. . • Instrução Normativa Nº 27 – Estabelece procedimentos para expedição de certidões e prestação de informações sobre processos administrativos originários de ação fiscal e aprova modelos de certidões.

Portarias • 2006 2005 2004 2003 2002 2001 2000 1999 1998 1997 1996 1995 1994 • 1993 1992 1991 1990 1989 1988 1987 1985 1983 1982 1980 1979 1978 .

Arquivo PDF (33 kb) Portaria nº 165 de 30 de maio de 2006 .Portarias de 2006 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Portaria nº 169 de 14 de julho de 2006 .Arquivo PDF (268 kb) Portaria nº 157 de 10 de abril de 2006 .Arquivo PDF (38 kb) Portaria nº 151 de 08 de março de 2006 .Arquivo PDF (7 kb) Portaria nº 153 de 14 de março de 2006 .Arquivo PDF (14 kb) Portaria nº 166 de 30 de maio de 2006 .Arquivo PDF (25 kb) Portaria nº 62 de 05 de maio de 2006 .Arquivo PDF (7 kb) .Arquivo PDF (23 kb) Portaria nº 162 de 12 de maio de 2006 .Arquivo PDF (93 kb) Portaria nº 147de 09 de fevereiro de 2006 .Arquivo PDF (7 kb) Portaria nº 158 de 10 de abril de 2006 .Arquivo PDF (37 kb) Portaria nº 152 de 14 de março de 2006 .Arquivo PDF (19 kb) Portaria nº 154 de 14 de março de 2006 .

410. de 22 de Dezembro de 1977 Lei Nº 6. de 14 de Abril de 1976 Lei Nº 7.889.719.Leis • • • • • Lei Nº 9. de 27 de Novembro de 1998 Lei Nº 6.321. de 27 de Novembro de 1985 Lei Nº 8.514. de 08 de Junho de 1973 .

.a cidadania.a dignidade da pessoa humana. III .Constituição • • • • • Fundamentos: I . • V .o pluralismo político.a soberania.os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa. II . IV .

por meio de normas de saúde. . • Direitos sociais – redução dos riscos inerentes ao trabalho. assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação.Constituição • Direitos individuais e coletivos – são invioláveis a intimidade. higiene e segurança. a vida privada. a honra e a imagem das pessoas.

com prioridade para as atividades preventivas. • III . sem prejuízo dos serviços assistenciais. com direção única em cada esfera de governo. .descentralização.Constituição • Ordem social – Saúde .participação da comunidade.atendimento integral. • II .diretrizes: • I .

– IV . as práticas que coloquem em risco sua função ecológica. vedada qualquer utilização que comprometa a integridade dos atributos que justifiquem sua proteção. . espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos. provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade. para instalação de obra ou atividade potencialmente causadora de significativa degradação do meio ambiente.exigir. – II . estudo prévio de impacto ambiental. – III .proteger a fauna e a flora. a que se dará publicidade. a qualidade de vida e o meio ambiente. na forma da lei. – VI . vedadas. a comercialização e o emprego de técnicas. sendo a alteração e a supressão permitidas somente através de lei. – VII . na forma da lei.preservar a diversidade e a integridade do patrimônio genético do País e fiscalizar as entidades dedicadas à pesquisa e manipulação de material genético.controlar a produção. – V . métodos e substâncias que comportem risco para a vida.promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente.Constituição • Meio ambiente – I .definir. em todas as unidades da Federação.preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e ecossistemas.

adotar as medidas que lhes sejam determinadas pelo órgão regional competente.452 . – II .DECRETO-LEI Nº 5.LEI Nº 6.Cabe às empresas: – I .514 . – IV .DOU DE 23/12/77 – DA SEGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO • Art 157 . quanto às precauções a tomar no sentido de evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais. – III .DE 1º DE MAIO DE 1943 DOU DE 09/08/1943 – CLT • CAPíTULO V .cumprir e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho.instruir os empregados.facilitar o exercício da fiscalização pela autoridade competente. através de ordens de serviço. .DE 22 DE DEZEMBRO DE 1977 .

Constitui ato faltoso do empregado a recusa injustificada: – a) à observância das instruções expedidas pelo empregador na forma do item II do artigo anterior. • Art 159 – Mediante convênio autorizado pelo Ministro do Trabalho.Cabe aos empregados: – I .colaborar com a empresa na aplicação dos dispositivos deste Capítulo. estaduais ou municipais atribuições de fiscalização ou orientação às empresas quanto ao cumprimento das disposições constantes deste Capítulo.observar as normas de segurança e medicina do trabalho. • Parágrafo único .CLT • Art 158 . . – Il . – b) ao uso dos equipamentos de proteção individual fornecidos pela empresa. inclusive as instruções de que trata o item II do artigo anterior. poderão ser delegadas a outros órgãos federais.

452 . Armazenagem e Manuseio de Materiais • Das Máquinas e Equipamentos • Das Caldeiras. Fornos e Recipientes sob Pressão • Das Atividades Insalubres ou Perigosas • Da Prevenção da Fadiga • Das Outras Medidas Especiais de Proteção • Das Penalidades .LEI Nº 6. • Dos Orgãos de Segurança e de Medicina do Trabalho nas Empresas • Do Equipamento de Proteção Individual • Das Medidas Preventivas de Medicina do Trabalho • Das Edificações • Da Iluminação • Do Conforto Térmico • Das Instalações Elétricas • Da Movimentação.DOU DE 09/08/1943 – CLT CAPíTULO V .DECRETO-LEI Nº 5.DE 1º DE MAIO DE 1943 .DE 22 DE DEZEMBRO DE 1977 .DOU DE 23/12/77 – DA SEGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO • Da Inspeção Prévia e do Embargo ou Interdição.514 .

de Segurança e em Medicina do Trabalho • Proposta para modificação da NR 4 • Sistematização Final NR 4 • Grupo de Trabalho Tripartite .CIPA – Manual Cipa .Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • NR1 – Disposições Gerais NR2 – Inspeção Prévia NR3 – Embargo ou Interdição NR4 – Serviços Especializados em Eng.NR4 • NR5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes .

de 11/04/1994 NR7 – Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional NR 7 Despacho de 01/10/96 (PCMSO) - NR8 – Edificações NR9 – Programas de Prevenção de Riscos Ambientais - NR10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade NR11 – Transporte.Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • • • NR6 – Equipamentos de Proteção Individual .EPI . Armazenagem e Manuseio de Materiais .Instrução Normativa n. Movimentação.º 01.

Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • • • • NR12 – Máquinas e Equipamentos NR13 – Caldeiras e Vasos de Pressão NR14 – Fornos NR15 – Atividades e Operações Insalubres NR16 – Atividades e Operações Perigosas NR17 – Ergonomia NR18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção .

Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • • • • NR19 – Explosivos NR20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis NR21 – Trabalho a Céu Aberto NR22 – Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração NR23 – Proteção Contra Incêndios NR24 – Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho NR25 – Resíduos Industriais .

Exploração Florestal e Aquicultura - .Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • • • NR26 – Sinalização de Segurança NR27 – Registro Profissional do Técnico de Segurança do Trabalho no MTB NR28 – Fiscalização e Penalidades NR29 – Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário NR30 – Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Aquaviário NR31 – Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura. Pecuária Silvicultura.

Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • NR32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde NR33 – Segurança e Saúde no Trabalho em Espaço Confinado .

EPI NRR5 – Produtos Químicos .Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho • • • • • NRR1 – Disposições Gerais NRR2 – Serviço Especializado em Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural – SEPATR NRR3 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural – CIPATR NRR4 – Equipamento de Proteção Individual .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful