Você está na página 1de 24

LINKS DE ATIVIDADES DESTE PROJETO :

http://aninhaeducadorainfantil.blogspot.com.br/2015/05/projeto-
bichonario.html

http://educarparaavida-
educadoras.blogspot.com.br/2014/03/bichonario_24.html

Projeto de leitura: Bichodário


Apoiados em livro recheado de figuras de animais, crianças conhecem as letras do
alfabeto e descobrem seu som e traçado.

Objetivos:
★ Apresentar as letras do alfabeto às crianças
★ Ensinar a elas o movimento correto para grafar as letras
★ Abordar o nome e o som de cada uma
★ Introduzir a ideia da formação de sílabas
★ Estimular a criatividade com base na discussão sobre nomes de animais
E toda vez que trabalhamos com o Bichodário é uma novidade, porque a cada semana
descobrimos mais nomes, vemos o que o livro traz e ampliamos esse universo", diz a
professora Valéria Conti Vicente, responsável pelo projeto e pela disciplina de
Comunicação e Expressão ministrada aos alunos do pré do Colégio Albert Sabin. "O
texto é muito gostoso e divertido porque brinca com os animais, como o 'macaco
macaqueando' e a 'aranha assanhada', e aguça a curiosidade das crianças. É um
trabalho extenso, mas que consegue prender o interesse dos alunos durante meses. Eles
chegam a ficar ansiosos pelo dia do trabalho com o Bichodário." A seguir, conheça as
principais linhas de ação do projeto e veja como desenvolvê-lo com seus alunos.
Aranha, macaco, rinoceronte e diversos outros animais são os astros do projeto criado
pelo Colégio Albert Sabin, de São Paulo, para apresentar aos pequenos as letras do
alfabeto. O trabalho toma por base o livro Bichodário (editora Larousse Júnior), com
texto de Telma Guimarães e ilustrações de Sami & Bill, e a cada semana uma de suas
páginas serve como ponto de partida para o aprendizado de uma letra. "Quando
falamos sobre animais com crianças dessa idade, elas demonstram uma curiosidade
muito grande.

Com uma fauna colorida e animada, o livro de Telma Guimarães brinca com as palavras
e os animais, tornando o aprendizado das letras do alfabeto uma atividade prazerosa
para os pequenos.

Apoiados em livro recheado de figuras de animais, crianças conhecem as letras do


alfabeto e descobrem seu som e traçado

Leitura e construção de listas


O Colégio Albert Sabin solicita, por meio da lista de materiais, que cada aluno tenha seu
próprio exemplar do livro Bichodário. A partir disso, tem início o projeto.

★ Apresente o livro aos alunos e explore a capa, a autora, a editora e os ilustradores. Só


depois passe para o conteúdo do livro.
★ A cada semana, faça a leitura de uma página, que trata de um animal. Procure
aproveitar tudo o que já tiver sido desenvolvido em estudos anteriores, como conteúdos
de ciências naturais sobre os animais.
★ Depois da leitura, converse com os alunos, estimulando-os a citar outros bichos cujo
nome comece com a mesma letra trabalhada na leitura.
★ Em seguida, incentive-os a citar nomes de pessoas, objetos, alimentos e personagens
também começados com a letra. As palavras citadas deverão ser reunidas, formando
listas para consultas posteriores.

As letras e os sons
O professor deve explicar aos alunos que as letras possuem um nome, mas não
necessariamente um som diferente. "Por exemplo, a letra 'p': o nome dela é 'pê', mas o
som que ela produz sozinha é diferente. Nesse momento, reproduzo para as crianças o
som da letra quando está desacompanhada de vogal", orienta Valéria. Sem usar o termo
"sílaba", a professora procura mostrar que, ao juntar duas letras, o som torna-se
diferente, como no caso de "p" mais "a", que é igual a "pa". "A ideia dessa etapa de
sonorização é que eles já comecem a compreender, nas séries do pré, que, de modo
geral, quando vamos escrever uma sílaba, precisamos juntar letras. E, em seguida,
levantamos hipóteses sobre quais letras precisamos colocar em determinada posição
para formar palavras."

A cada semana, os alunos leem uma página do livro, ponto de partida para as atividades
do projeto. O aprendizado da grafia se dá por meio de grandes letras adesivadas no
chão, enquanto a formação das palavras é ensinada com o uso das letras móveis. 

Letras móveis
A professora Valéria conta com uma caixa das chamadas letras móveis, ou seja, uma
caixa com 26 divisões, cada qual com várias unidades de determinada letra. Assim, uma
divisória abriga um montinho da letra "a", a outra abriga um montinho da letra "b", e
assim por diante. Além dessa, há também as caixas temáticas, como uma caixa só com
figuras de animais, uma só com figuras de alimentos e outra só com figuras de
personagens folclóricos. Com esses materiais, comece a atividade.

★ Separe os alunos em duplas.


★ Peça a cada dupla que pegue uma figura da caixa temática.
★ A partir da figura, eles deverão identificar o nome do elemento retratado (animal,
alimento etc.) e as letras necessárias para formar essa palavra.
★ Peça às crianças para pegar as letras e, com elas, construir a palavra correspondente
à figura. "Nem sempre essas letras estarão vinculadas à letra estudada no livro.
Fazemos um paralelo, para dar continuidade ao projeto, mas em outros momentos essa
atividade é livre. A letra vai aparecer, com certeza, mas os animais da letra 'a', por
exemplo, não aparecerão apenas durante o estudo do 'a'", explica Valéria.
Apoiados em livro recheado de figuras de animais, crianças conhecem as letras do
alfabeto e descobrem seu som e traçado.

Como escrever cada letra


Para que as crianças aprendam como grafar cada letra estudada com o livro, Valéria
utiliza o método a seguir.

★ Com fita adesiva, escreva a letra no chão.


★ Coloque setas em cada trecho da letra, indicando o sentido em que o movimento
deve ser feito.
★ Ande sobre a letra, acompanhando o sentido indicado pelas setas, para demonstrar
aos alunos o caminho a ser percorrido.
★ Peça aos alunos que, um por vez, andem sobre a letra, de forma que entendam como
grafá-la. Verifique se o movimento está sendo feito corretamente e oriente o aluno se
for necessário.
★ Para finalizar, leve os alunos até a lousa e peça a eles para escrever a letra.
★ A cada letra estudada, relembre-os de como devem ser escritas as letras estudadas
anteriormente.
Seu próprio livrinho
O projeto do Bichodário parte da leitura de uma página do livro, passa por construção
de lista, sonorização, traçado e leitura, usando textos como parlendas, adivinhas e
músicas. Esses textos são trabalhados também na forma de "palavras fatiadas", ou seja,
palavra por palavra. Depois que cada conteúdo é explorado, os alunos "alimentam" seu
próprio livro. Para isso, cada criança recebe um livro em branco, que pode ser
preparado pela própria escola, com cerca de 30 páginas e espiral. O texto desenvolvido
naquela semana, depois de explorado, deve ser colado nesse livro, utilizando-se frente e
verso de cada folha. Assim, ao final do projeto, cada aluno terá seu próprio livro.

"Uma atividade ajuda a outra: descobrimos as palavras, as construímos com letras


móveis, lemos textos ou cantamos músicas e, por último, fazemos a colagem no livro.
Costumamos dizer que esses são textos que os alunos sabem de cor, pois eles observam
cada um e já sabem exatamente o que há ali, já que propomos ao aluno acompanhar a
leitura apontando as palavras com o dedo", resume a professora. Para aprofundar o
trabalho e finalizá-lo, Valéria propõe a divisão dos alunos em duplas produtivas. Com o
livro Bichodário, um lê para o outro o texto referente a determinada letra. "O
Bichodário proporciona textos curtos a cada letra, e eles conseguem fazer a leitura com
o amigo."

Fonte: http://revistaguiainfantil.uol.com.br/professores-atividades/92/artigo189605-
1.asp
SEQUÊNCIA BICHIONÁRIO
Sequência Didática: Conhecendo os animais LIVRO BICHIONÁRIO

Objetivos:

         Avançar sobre o funcionamento do sistema de escrita e da aquisição da leitura;


         Despertar o gosto pela leitura;
         Possibilitar a linguagem oral;
         Refletir sobre a linguagem oral e escrita;
         Fazer parte de situações de leitura e escrita, mesmo que ainda não saiba ler convencionalmente;
         Fazer leitura de imagens;

Conteúdos:
         Práticas de leitura e escrita;
         Apropriação do sistema de escrita;

Tempo estimado:
         Quatro dias
Material necessário:
         Quadro, caderno, lápis grafite, alfabeto móvel, tesoura...
Livro:
         Bichionário (Autor: Nílson José Machado, Ilustrações: Dulce Osinski)

Momentos planejados

1º momento
         Dispor as crianças em círculo no chão da sala e explicar para elas que durante alguns dias
estaremos estudando o livro Bichionário;
         Apresentar o livro: capa, autor, ilustrador, editora;
         Realizar a leitura do livro;
         No meio do círculo formado pelos alunos, espalhar fichas com os nomes dos animais do livro
seguido de imagens, cada aluno pega uma ficha e faz a leitura do nome do animal que está escrito;
         Escolher junto com os alunos alguns nomes de animais para a realização da análise estrutural e
fonológica das mesmas;
         Retornar com os alunos às carteiras e realizar a análise no quadro. Coletivamente, as palavras das
fichas serão lidas e escritas no quadro pela professora com a ajuda dos alunos;
         Depois da análise realizada, retornar com os alunos ao chão formando duplas de acordo com os
níveis de escrita para formar com o alfabeto móvel as palavras estudadas;
         Atividade escrita contemplando:
            *Identificação das palavras seguida de desenhos, letra inicial, letra final, quantidade de
letras, sílabas e escrita das palavras com os alunos formando duplas por níveis de escrita.
         Corrigir a atividade à medida que os alunos forem respondendo.

2º momento

         Leitura do livro “Bichionário”;


         Apresentação de um cartaz com os desenhos e os nomes dos animais do livro.
         Leitura do cartaz com os alunos;
         Dinâmica: Saco-musical;
            *Com os alunos sentados no chão em círculo, entregar para um dos alunos um saco
contendo fichas com os nomes dos animais do livro;
            *Os alunos deverão passar o saco de mão em mão enquanto escutam uma música, de
preferencia que fale de animais;
            *Quando a música parar, o aluno que estiver com o saco na mão deverá pegar uma das
palavras e realizar a leitura. Se o aluno não conseguir ler a palavra pedir para algum colega ajudar;
            *A dinâmica acaba quando todos os alunos tiverem pegado uma palavra para ler.
         Depois da dinâmica, escolher mais algumas palavras do livro para fazer a análise estrutural e
fonológica;
         Formar frases coletivas com as palavras estudadas;
         Anotar as frases no quadro, sempre com a ajuda dos alunos;
         Em seguida, os alunos irão anotar as frases no caderno (aproveitar para ensinar os alunos a
usarem o caderno);
         Entregar para os alunos uma folha contendo as figuras e os nomes dos animais que estão no
livro;
         Pedir que os alunos recortem as fichas ;
         Atividade escrita contemplando:
            *Correspondência entre letra e palavra, letra inicial, ditado visual com os alunos divididos
por níveis de escrita, formação de frase coletiva.
         Corrigir a atividade à medida que os alunos forem respondendo;
         Jogo da memória, utilizando as fichas recortadas pelos alunos.

3º momento

         Leitura do livro “Bichionário”;


         Leitura coletiva do cartaz com os nomes dos animais;
         A professora irá colar previamente nas carteiras dos alunos, fichas com os nomes dos animais do
livro;
         Depois da leitura do cartaz, pedir que cada aluno que leia a palavra que está em sua carteira.
Aquele que não conseguir ler receberá ajuda dos colegas;
         Entregar para os alunos as fichas com os nomes dos animais que foram recortadas por eles no 2º
momento;
         Pedir que separem as fichas dos animais: xuê-guaçu, elefante, dinossauro, onça, bem-te-vi, porco-
espinho e hipopótamo;
         A professora vai dizer o nome do animal e o aluno deverá levantar a ficha;
         Realizar o estudo estrutural e fonológico das palavras das fichas;
         Dividir os alunos em grupos por níveis de escrita, entregar para cada grupo uma ficha com uma
palavra. O grupo deverá ler a palavra e escrever uma frase com ela do jeito que souberem;
         Em seguida, os grupos realizarão a leitura das frases e a professora anotará no quadro para fazer
junto com a turma a análise das frases formadas e realizar as correções necessárias;
         Cada grupo vai reescrever a frase na ficha, para que possam perceber as correções feitas;
         Colar os trabalhos dos grupos no mural da sala;
         Atividade escrita contemplando:
                        *Análise estrutural e fonológica das palavras;
                        *Separação de sílabas e quantidade de sílabas;
                        *Adivinhas;
                        *Formação de frases;

                        *Ilustração
Aprendendo com os animais.
20/06/2013
Autor e Coautor(es)

Autor: PAMELA FARIA OLIVEIRA

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA


Estrutura Curricular

MODALIDADE / NÍVEL DE
COMPONENTE CURRICULAR TEMA
ENSINO

Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de leitura

Educação Infantil Arte Visual O fazer artístico

Educação Infantil Linguagem oral e escrita Falar e escutar

Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de escrita

Dados da Aula

O que o aluno poderá aprender com esta aula

 Desenvolver a escuta, a comunicação oral e ampliar o universo discursivo das crianças.


 Trabalhar o processo de alfabetização e letramento.
 Vivenciar jogos, experimentar desafios, explorar materiais com variadas possibilidades e confeccionar
um jogo da memória.
 Conhecer um gênero musical.  

Duração das atividades

05 aulas de 50 minutos cada uma.

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não é necessário conhecimentos prévios para essa aula.


Estratégias e recursos da aula

Atividade 1– Roda de Conversa


1- Para iniciar a discussão com as crianças, é interessante, através de uma roda de conversa, fazer
questionamentos prévios para aguçar a curiosidade das crianças em relação à temática, bem como identificar
os conhecimentos já adquiridos por elas. Sugerem-se para isso, as seguintes questões:
 

 Quais são os animais que conhecemos?


 Quais são os animais que podemos ter em nossa casa?
 Quais animais vivem na fazenda?
 Quais animais vivem na água?
 Quais animais são perigosos?
 Quais animais são bonzinhos?

 
Atividade 2 – Lista dos animais.
1- Após realizar a roda de conversa com os conhecimentos prévios das crianças, trabalhe com o livro
“Bichodário”. Este livro contempla a sequência alfabética, exemplificando com nome de animais que começam
com as determinadas letras sugeridas.  Logo após terminar a leitura do livro convide as crianças para elaborar
um cartaz com o nome dos animais, relembre com elas os animais que foram citados na roda de conversa e os
que apareceram no livro. Proponha a construção deste cartaz organizado em sequência alfabética.  O professor
deve ser escriba das crianças. Este deve escrever os nomes dos animais em fichas em logo depois deve pedir
ajuda das crianças para colar essas fichas no cartaz em sequência alfabética.  

Livro: Bichodário Autora: Telma Guimarães Fonte: Imagens da própria autora. 


2- Após construir o cartaz com a lista dos animais, discuta as características de cada um, seu habitat, faça
comparações, trabalhe os sons que esses animais fazem. Solicite às crianças que observem as letras que são
necessárias utilizar para a escrita dessas palavras. Depois deixe o cartaz afixado na sala e peça que as
crianças façam a tentativa de escrita livre do seu animal preferido.   
Atividade3– Construindo o jogo da memória.
1- Utilizando os nomes dos animais escritos na atividade anterior, faça tiras com os nomes desses animais e
sorteie entre as crianças. 
2- Peça que cada criança desenhe em dois quadrados de papel cartão de (10cmx10cm) o animal sorteado para
construir junto o jogo da memória.  Cada criança deverá ficar com o nome de um animal e deve desenhá-lo nos
dois cartões. 
3- Após terminar a confecção trabalhe com as crianças as regras do jogo da memória. Exemplo: Embaralhe os
cartões com os desenhos e coloque estes sobre o chão com os desenhos para baixo. As crianças ficam em
volta do jogo e cada uma deve virar na sua vez, dois cartões se encontrar o par, retira os cartões do jogo. Ao
final ganha quem tiver mais pares em sua mão.  

 
Brincando com o Jogo da Memória – Turma 1º período "B" - 2012 - ESEBA/UFU. Fonte: Imagem da própria
autora. 
 
Atividade 4 – Trabalhando com a Música- A dança dos bichos
1- Após fazer o jogo da memória o professor pode trabalhar com a música: “A dança dos bichos”. É importante
disponibilizar a letra da música para todas as crianças para que elas possam observar a estrutura da música
bem como acompanhar a letra.
A Dança dos Bichos
Eliana
Essa é a dança dos bichos
Palma, pata, pé, pé, pé
Essa é a dança dos bichos
E aí, que bicho você é?
Dança passarinho
Dança perereca
Dança peru
Dança canguru
Dança bicho-grilo
Dança jacaré
Dança urubu
Dança chipanzé
Essa é a dança dos bichos
Palma, pata, pé, pé, pé
Essa é a dança dos bichos
E aí, que bicho você é?

É gato ou cachorro
Rato ou leão
Coelho ou tartaruga
Porquinho ou lobão
Perua ou barata
Pavão ou tubarão
É bicho da seda
Ou é bicho papão
Cama, cama, camaleão
Essa é a dança dos bichos
Palma, pata, pé, pé, pé
Essa é a dança dos bichos
E aí, que bicho você é?
É gato ou cachorro
Rato ou leão
Coelho ou tartaruga
Porquinho ou lobão
Perua ou barata
Pavão ou tubarão
É bicho da seda
Ou é bicho papão
Cama, cama, camaleão
Essa é a dança dos bichos
Palma, pata, pé, pé, pé
Essa é a dança dos bichos
E aí, que bicho você é?
Fonte: http://letras.mus.br/eliana/298089/. Acesso em 16 de junho de 2013.
2- Trabalhar com a música permite ao professor desenvolver atitudes e disposições favoráveis a leitura, por
isso, é importante explorar a sua estrutura, ou seja, suas estrofes, quantidade de frases e possíveis rimas que
apareçam. O professor deve trabalhar com musicalização, com o objetivo de compreender a música como
linguagem que se exprime em formas sonoras, que nos oferece sensações, sentimentos e pensamentos por
meio de relações significativas com o som. Entender a música como processo contínuo de construção, que
envolve perceber, sentir, experimentar, imitar, criar e refletir. Através da música podemos ouvir perceber e
discriminar diferentes sons.  Estimular, a capacidade de execução das crianças, envolvendo a discriminação
auditiva. Trabalhar a concentração, a atenção e a percepção do som.
3- Após explorar a música solicite que as crianças identifiquem o nome dos animais existentes na letra e circule-
as.   
4- Professor, no sítio acima, você encontrará também o vídeo desta música para reproduzi-la para os alunos.
Você pode convida-los a ir ao laboratório de informática da escola para assistir o vídeo.
Atividade 5 – Apresentando a Música – A dança dos bichos
1- Professor para finalizar, você pode, juntamente com o professor de Educação Física da sua escola, trabalhar
os movimentos dos animais que aparecem na música com os alunos e montar uma pequena apresentação para
ser realizada na escola para as outras crianças e para os pais. Você pode fantasiar as crianças, para que a
apresentação fique mais interessante.  
 

Apresentação a Dança dos Bichos – Turma 1º período "B" - 2012 - ESEBA/UFU. Fonte: Imagem da própria
autora. 
Recursos Complementares

Sugestões de leitura para professores:


 WAJSKOP, Gisela. Brincar na pré-escola. 5ª Ed. São Paulo: Cortez, 2004.
Links do Portal que podem ser consultados pelo professor no planejamento de sua aula:
 SOUSA, Rones Aureliano de. Animais de estimação x aprendizagem. Disponível
em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=48965. Acesso em: 16 de junho de 2013. 
Avaliação

A avaliação será feita ao longo de todo o processo tendo como norteador as observações feitas durante todas
as atividades e a percepção do envolvimento significativo das crianças nas atividades desenvolvidas. As
observações podem ser anotadas em uma prancheta disponível com o professor no momento da realização das
atividades, com observações individuas de cada criança e do grupo, tendo como norteadoras algumas
perguntas:
 

 Trouxeram questionamentos, indagações e contribuições para as rodas de conversa?


 Avançaram no processo de alfabetização e letramento através da tentativa de escrita do animal que
mais gosta?
 Ampliaram o seu conhecimento sobre os animais?  
 Identificaram e ampliaram o conhecimento sobre a sequência alfabética?
 Compreenderam as regras do jogo da memória?
 Identificaram e ampliaram o conhecimento sobre os gêneros textuais: música e lista?
 Conseguiram identificar o nome dos animais na música?

 
Observação: Professor, a atividade de identificação do nome dos animais na música, poderá ser utilizada como
forma de avaliação individual, percebendo se a criança consegue identificar essas palavras, ampliando assim,
seu conhecimento.  
Projeto: Bichonário
Justificativa:
O Projeto surgiu após uma roda da conversa, onde os alunos contaram o que
gostavam de fazer, alguns citaram brincar com seu animal de estimação e
outros só para entrar na conversa começaram a dizer o que gostariam de ter,
mas que as famílias não deixavam. Durante a conversa também surgiu
comentário sobre alimentação e cuidados. Alguns citaram que gostariam de ter
bichos do zoológico. Sendo assim, resolvi realizar este projeto visando ampliar
as informações que eles possuem, aproveitando o interesse pelo assunto.
Objetivos:
Possibilitar as crianças identificar as características de cada animal, seus
habitats, sua alimentação, seus cuidados e sua importância para o equilíbrio do
ecossistema e sua preservação.
O que se espera que o aluno aprenda:
Definir de diversos animais suas próprias características;
Conhecer os diversos animais apontando para sua diversidade ( locais onde
vivem, sua alimentação, sua utilidade para o homem, e outras peculiaridades
relativas a cada espécie).
Utilize todo o conteúdo do estudo em prol da sua alfabetização, do
conhecimento científico e raciocínio matemático.
Objetivos específicos:
Língua portuguesa:
 Saber participar, ouvir com atenção, intervir sem sair do assunto,
desenvolvendo assim sua oralidade e seu senso crítico;
 Aprender os conteúdos conceituais (alfabeto,ordem alfabética,uso de
letras maiúsculas e minúsculas,vogais e consoantes,segmentação de escrita,
separação de sílabas, pontuação, substantivos) dentro do contexto;
 Participar das produções coletivas com mais informações;
 Identificar diferentes tipos de textos ( textos informativos, fichas, poesias,
música, fábulas, listas, textos coletivos);
 Resolver cruzadinhas, caça-palavras;
 Produzir diferentes gêneros textuais ( listas, descrições, textos coletivos
e frases).
Matemática:
 Quantidade
 Numerais ( leitura e escrita)
 Interpretação de gráficos ou tabelas
 Adição
 Subtração
 Formas geométricas
 Situações problemas
 Ordem crescente, decrescente
 Sucessor e antecessor
 Maior e menor
 Conjunto

Ciências Naturais e os temas transversais (natureza e


sociedade, meio ambiente, ética e cidadania.
 Moradia (habitat)
 Órgãos do sentido
 Alimentação
 Conservação
 A proteção da fauna
 Animais em extinção
 Partes do corpo e cobertura
 O dia e a noite ( hábitos noturnos ou diurnos)
 Diferenças entre os animais selvagens e domésticos
 A família e os bichos de estimação
 Locomoção dos animais ( Aquáticos, aéreos ou terrestres)
 Classificação dos animais: Répteis, Anfíbios, mamíferos, aves , peixes e
insetos.
 Espécies extintas
 Higiene e saúde (doenças transmitidas por animais)
História e Geografia:
 Relacionar o presente, passado e futuro ( animais extintos e em
extinção)
 Exercer sua cidadania, preservando o meio ambiente
 Localização do País de origem dos animais estudados e do seu
País,Estado, cidade e bairro.
 Animais da cidade e do campo, localizando-se no contexto.

Atividades:
 Leitura de Textos  Recorte e colagem
Informativos
 Caça-palavras
 Pesquisa na internet
 Pinturas
 Jogos diversos
 Listagens
 Quebra-cabeça
 Mímicas
 Cruzadinha
 Dobraduras
 Ligue-pontos
 Máscaras
 Escrita espontânea  Situações problemas

 Filmes  Teatro de fantoches

 Ditado diagnóstico  Animais com sucata

 Painéis  Tangran

 Gráficos

Material didático/ recursos:

 Livros didáticos e para didáticos;


 CDs/ som
 Televisão/filmes/DVD
 Papéis diversos ( cartolina, crepom,laminado, papel cartão, sulfite, papel
dobradura)
 Internet/computador/softwares
 Folhas xerocadas
 Folhas mimeografadas
 Tintas e pincéis
 Lápis coloridos e giz de cera
 Hidrocor
 Máquina fotográfica
 Painéis
 Revista/ jornais
 Livros de literatura infantil
 Textos informativos
 Cola branca
 Cola quente
 Tesoura de picotar
 Tesouras
 Fichas, figuras
 Tecidos
 E.V.A
 Material dourado
 Alfabeto móvel
 Fantoches

 Jogos diversos

 Sucatas

Passeios:
 Zoológico Municipal de Bauru
 Jardim Botânico de Bauru

 Duratex - Agudos

Filmes:
Filme Animal estudado Letra
estudada
Bolt – O super cão Cachorro- gato C, G
Horton e o Mundo dos quem! Elefante E
Garfield Gato- cachorro G ,C
Madagascar Hipopótamo-girafa-leão- HZ
zebra
Rei leão Leão e hienas L
Tarzan Macaco M
Happy Feet - Pinguim P
O Cão e a raposa Raposa R
Procurando Nemo Tartaruga T
O Bicho Vai Pegar Urso U
O segredo dos animais Vaca V
Madagascar 2 Zebra-leão-hipopótamo- Z
girafa

Produto final: Álbum dos animais e Portfólio Digital (relatos, atividades e


fotos).
Bichonário: Trabalhando o alfabeto utilizando o nome de animais (bichos +
dicionário)

 Compartilhar por E-mail




 Compartailhar no Orkut

 
20/10/2009
Autor e Coautor(es)

Autor: Mariane Patrícia Madeira Lopes 

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO


PEDAGOGICO
Coautor(es): 

Tânia Aretuza Ambrizi Gebara


Estrutura Curricular

MODALIDADE / NÍVEL DE ENSINO COMPONENTE CURRICULAR TEMA

Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Processos de leitura

Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Evolução da escrita alfabética

Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Concepção de alfabetização

Dados da Aula

O que o aluno poderá aprender com esta aula

Auxiliar o aprendizado das letras que compõe o alfabeto e nomes de animais através da construção de um
Bichonário (nome dos animais iniciados com cada letra do alfabeto) e apropriação da base alfabética.
Duração das atividades

8 horas/aula.

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Crianças na fase inicial do processo de alfabetização.


Estratégias e recursos da aula

Caro professor (a), esta aula está organizada em tópicos para facilitar sua visualização e escolha de etapas, é
interessante você analisar e, se necessário ou desejar fazer adaptações à sua realidade de trabalho. 
Esta é uma aula proposta para que as crianças conheçam um pouco melhor o alfabeto. Uma dica é você colocar
letras do alfabeto na sala de aula ordenadamente, assim você estimulará as crianças a visualizarem e
memorizarem o alfabeto. ( abaixo coloquei uma foto de minha sala de aula onde aparece parte do alfabeto
sobre o quadro).
Uma boa forma de começar o trabalho, é conversar com seus alunos sobre a proposta a ser realizada, diga às
crianças que vocês farão juntos um painel com imagens de animais organizados em ordem alfabética que eles
mesmos farão uma pesquisa em casa junto com suas famílias.
Apresento a você professor, o Dever de Casa que passei aos meus alunos, se preferir você pode fazer a
atividade em sala. Antes de entregar o Dever de Casa, faça um sorteio das letras que cada um irá pesquisar,
sugiro duas letras por aluno pois assim caso alguém não consiga achar, outro aluno poderá trazer a

letra. 
Dê um prazo para que as crianças auxiliadas pelas famílias possam fazer a pesquisa e encontrar as imagens.
Sugiro que você dê uma semana para a realização da atividade.
Durante a semana, você pode fazer uma brincadeira  simples com as crianças para que elas escrevam o nome
dos animais da melhor forma que puderem. Solicite que as crianças realizaem a escrita no quadro um de cada
vez. .
Combine com as crianças para que elas respeitem a vez dos colegas escreverem no quadro o nome do animal.
Abaixo estão as gravuras que sugiro que você coloque os quatro desenhos em uma folha de tamanho A4 ou
ofício, você pode pregar no quadro com fita crepe e pedir que cada criança escrevesse o nome do animal do
quadro.

Essa estratégia é interessante, pois permite que os alunos discutam a escrita das palavras (nomes dos bichos),
refletindo sobre ela e produzam as correções necessárias para a produção de uma escrita alfabética sem
incorreções ortográficas.
Quando o Dever de Casa retornar, construa junto com as crianças o painel do Bichonário. É importante que
todos ajudem recortando, colando as fotografias, organizando alfabeticamente as pesquisas e fotos, assim
todos sentirão importantes atores do processo e aprenderão sempre um pouco mais!
As pesquisas repetidas podem ser colocadas juntas, assim as crianças terão uma visão ampliada de
possibilidades do alfabeto.

Atividade avaliativa: 
Professor(a), você poderá aplicar uma atividade avaliativa para verificar em qual fase da alfabetização a criança
está. Retire o Bichionário da parede, para que a criança nesse momento não faça consultas e solicite que as
crianças façam individualmente a atividade.
Recursos Complementares

 Impressão em tamanho grande das imagens dos animais (para fazer o jogo da escrita do nome dos animais
no quadro).
 Folhas de papel colorset para construção do painel.
Avaliação

Avaliação coletiva: 
 Observar como as crianças interagem para a construção do painel do Bichonário. 
Avaliação individual:
 Observar o avanço que as crianças farão em relação ao aprendizado do alfabeto
 Durante o jogo com o nome dos animais, observar as estratégias de escrita das crianças, você poderá
perceber os avanços no processo de apropriação da base alfabetica. 
 Em outro momento, faça a avaliação da escrita do nome dos animais, de preferência depois que o painel do
Bichonário for desmontado, assim você perceberá se as crianças aprenderam a escrever (mesmo que através
da memorização) do nome dos animais.
PROJETO ALFABETO - LIVRO BRICHODÁRIO

Aranha, macaco, rinoceronte, elefante... Muitos animais fofos e divertidos soltos pela
sala de aula!!! Eles são os personagens deste lindo projeto que vai trabalhar o livro
'Bichodário' da Editora Larousse Júnior, com texto de Telma Guimarães e ilustrações
de Sami & Bill. 

O LIVRO- A cada semana uma das páginas do livro serve como ponto de partida para
o aprendizado de uma letra. Quando falamos sobre animais com as criança, elas
demonstram uma curiosidade muito grande, o que facilita o aprendizado de cada uma!!!
A cada semana descobre-se mais nomes e mais animais, O texto é muito gostoso e
divertido porque brinca com os animais, como o 'macaco macaqueando' e a 'aranha
assanhada', e aguça a curiosidade das crianças. 

DURAÇÃO- Este é um projeto não muito curto, mas que consegue prender a atenção e
interesse dos alunos durante meses. Eles chegam a ficar ansiosos pelo dia do trabalho
com o Bichodário.

Leitura e construção de listas- Solicite, por meio da lista de materiais, que cada aluno
tenha seu próprio exemplar do livro Bichodário. A partir disso, tem início o projeto.
Imprima vários exemplares, baixe aqui no blog. Temos também os moldes dos bichos
para imprimir aqui, caso queira trabalhar com desenhos para colorir, fantoches dos
personagens e outras atividades.

DESENVOLVIMENTO
1. Em primeiro lugar, apresente o livro aos alunos e explore a capa, a autora, a
editora e os ilustradores. Só depois passe para o conteúdo do livro.
2. A cada semana, faça a leitura de uma página, que trata de um bichinho.
Aproveite tudo o que já tiver sido desenvolvido em estudos anteriores, como
conteúdos de ciências naturais sobre os animais.
3. Após a leitura do livro, converse com os alunos, estimulando-os a citar outros
animais cujo nome comece com a mesma letra trabalhada.
4. Incentive-os a citar nomes de pessoas, objetos, alimentos e personagens também
começados com a letra. As palavras citadas deverão ser reunidas, formando
listas para consultas posteriores.

As letras e os sons
Explique aos alunos que as letras possuem um nome, mas não necessariamente um som
diferente. Por exemplo, a letra 'p': o nome dela é 'pê', mas o som que ela produz sozinha
é diferente. Nesse momento, reproduza para as crianças o som da letra quando está
desacompanhada de vogal. Sem usar o termo "sílaba", procure mostrar que, ao juntar
duas letras, o som torna-se diferente, como no caso de "p" mais "a", que é igual a "pa".
A ideia dessa etapa de sonorização é que eles comecem a compreender, nas séries do
pré, que quando vamos escrever uma sílaba, precisamos juntar letras. E, em seguida,
levantamos hipóteses sobre quais letras precisamos colocar em determinada posição
para formar palavras.

A cada semana, os alunos leem uma página do livro, ponto de partida para as atividades
do projeto. O aprendizado da grafia se dá por meio de grandes letras adesivadas no
chão, enquanto a formação das palavras é ensinada com o uso das letras móveis. Temos
vários alfabetos móveis aqui no blog.

Letras móveis -Faça um alfabeto móvel. Use uma caixa das chamadas letras
móveis, com 26 divisões, cada qual com várias unidades de determinada letra. Assim,
uma divisória abriga um montinho da letra "a", a outra abriga um montinho da letra "b",
e assim por diante. Além dessa, há também as caixas temáticas, como uma caixa só com
figuras de animais, uma só com figuras de alimentos e outra só com figuras de
personagens folclóricos. Com esses materiais, comece a atividade.

1. Separe os alunos em duplas. 


2. Peça a cada dupla que pegue uma figura da caixa temática. 
3. A partir da figura, eles deverão identificar o nome do elemento retratado
(animal, alimento etc.) e as letras necessárias para formar essa palavra. 
4. Peça às crianças para pegar as letras e, com elas, construir a palavra
correspondente à figura. "Nem sempre essas letras estarão vinculadas à letra
estudada no livro. Fazemos um paralelo, para dar continuidade ao projeto, mas
em outros momentos essa atividade é livre. A letra vai aparecer, com certeza,
mas os animais da letra 'a', por exemplo, não aparecerão apenas durante o estudo
do 'a'", explica Valéria.

Como escrever cada letra - Para que as crianças aprendam como grafar
cada letra estudada com o livro, utilize o método a seguir.
Alfabeto de pezinhos, aprenda a fazer AQUI.

1. Com fita adesiva, escreva a letra no chão. 


2. Coloque setas em cada trecho da letra, indicando o sentido em que o movimento
deve ser feito.
3. Ande sobre a letra, acompanhando o sentido indicado pelas setas, para
demonstrar aos alunos o caminho a ser percorrido. 
4. Peça aos alunos que, um por vez, andem sobre a letra, de forma que entendam
como grafá-la. Verifique se o movimento está sendo feito corretamente e oriente
o aluno se for necessário. 
5. Para finalizar, leve os alunos até a lousa e peça a eles para escrever a letra. 
6. A cada letra estudada, relembre-os de como devem ser escritas as letras
estudadas anteriormente.

Vamos fazer um livrinho? - O projeto parte da leitura de uma página do


livro, passa por construção de lista, sonorização, traçado e leitura, usando textos como
parlendas, adivinhas e músicas. Trabalhe também na forma de "palavras fatiadas", ou
seja, palavra por palavra. Depois de explorar o conteúdo, os alunos vão fazer seu
próprio livro. Para isso, cada criança recebe um livro em branco, que pode ser preparado
pela própria escola, com cerca de 30 páginas e espiral. O texto desenvolvido naquela
semana, depois de explorado, deve ser colado nesse livro, utilizando-se frente e verso de
cada folha. Assim, ao final do projeto, cada aluno terá seu próprio livro.

Conclusão - Uma atividade ajuda a outra: descobrimos as palavras, as


construímos com letras móveis, lemos textos ou cantamos músicas e, por último,
fazemos a colagem no livro. Costumamos dizer que esses são textos que os alunos
sabem de cor, pois eles observam cada um e já sabem exatamente o que há ali, já que
propomos ao aluno acompanhar a leitura apontando as palavras com o dedo. Para
aprofundar o trabalho e finalizá-lo, proponha a divisão dos alunos em duplas produtivas.
Com o livro Bichodário, um lê para o outro o texto referente a determinada letra. 

Você também pode gostar