Você está na página 1de 15

FACULDADE ALFA DE ALMENARA

7º Período de Enfermagem

ACADÊMICO(A)S:
ADRIANA SILVA LÚCIO
PABLO ALVES MOREIRA
O impacto benéfico da
atividade física sobre a
saude.
Aspectos históricos

O período pré-histórico: o homem com suas constantes migrações


em busca de moradia fazia com que realizasse Longas caminhadas ao
longo das quais lutava, corria e saltava.

Antiga Grécia: a atividade física era desenvolvida na forma de


ginástica que significava “a arte do corpo nu”.

Europa sec. XIX: surge atividade física escolar na forma de jogos,


danças e ginástica.

Estado novo: surge a tendência esportiva na educação Física.


Conceito

 Atividade física é qualquer movimento corporal,


produzido pelos músculos esqueléticos, que resulte em
um gasto energético maior que os níveis de repouso,
Caspersen (1985).

 Qualquer movimento corporal produzido pelos


músculos esqueléticos que resulta em gasto
energético, não se preocupando com a magnitude desse
gasto de energia, Shephard e Balady (1999).
Exercício Físico = Atividade Física ?

É qualquer atividade física que mantém ou aumenta a


aptidão física em geral e tem objetivo de alcançar a
saúde e também a recreação.
Tipos de Atividades Físicas

1) Exercícios aeróbios:


É um exercício de longa duração, contínuo e de baixa e moderada
intensidade, havendo o uso de oxigênio. São exemplos: caminhar
correr, andar, pedalar,nadar (não competitivo), dançar.

 2) Exercícios anaeróbios:
Utiliza uma forma de energia que independe do uso do oxigênio, é
de alta intensidade e curta duração, envolvendo um esforço
intenso. São exemplos: a corrida de 100 metros rasos, os saltos, o
arremesso de peso, exercícios resistidos (musculação).
Componentes da Atividades Físicas

Condição cardiorrespiratória:
Representa a capacidade de continuar ou persistir em
tarefas moderadas que envolvem grandes grupos musculares
por períodos de tempo prolongados.

Componente corporal:
Representa a quantidade relativa de gordura corpórea e
tecido corpóreo.

Condição músculo esquelética:


Flexibilidade;
Força muscular;
Resistência muscular;
Benefícios da atividade física

- Segundo Fletcher, os benefícios da atividade física não se


restringem apenas à prevenção primária, alcançando também a
secundária.

Prevenção primária x Prevenção Secundária

- A atividade física deve ser praticada na maioria dos dias da


semana, senão em todos os dias, por pelo menos 30 minutos, de
uma vez ou dividindo a sua realização em diferentes momentos.
Benefícios da atividade física

Prática Regular de Atividade Física

Prevenção e tratamento de Manutenção da saude


doenças

Aumento da Aptidão Física e Melhora da Qualidade de Vida

Redução da Morbidade e da
Mortalidade
Figura 1 – Desenho esquemático sobre os benefícios da atividade física para saude.
Fonte: Acervo próprio
Benefícios da atividade física

Os benefícios do condicionamento físico apropriado são enormes,


como descritos por Fletcher:

a) melhora a densidade mineral óssea,


b) melhora o controle da glicemia,
c) reduz o peso corporal,
d) melhora o controle da pressão arterial,
e) melhora a função pulmonar,
f) melhora a auto-estima e a autoconfiança,
g) ajuda a prevenir doença coronária.
Barreiras à prática de atividade física

A sociedade moderna tende a ser privada veladamente do seu


direito de ir e vir, de seu tempo ativo de lazer, etc., seja por falta
de segurança pública, de informação adequada, e de educação, ou
ainda por responsabilidade da família e/ou da escola, contribuindo
para que se acabe com o hábito natural das pessoas: “exercitar-
se”. (ARAÚJO; ARAÚJO, 2000)

O progresso tecnológico
x
Inatividade crônica das pessoas
Atuação profissional para incentivo à
prática de atividade física
- Políticas públicas que criem programas de incentivo à prática de
atividade física.

- Planejamento público e o privado da sociedade incorporando


condições tais como segurança pública, parques e jardins, centros
comunitários que proporcionem diferentes atividades físicas, etc

Figura 2 - Praça Hamilton Gonçalves


Fonte: Acervo Próprio
Atuação profissional para incentivo à
prática de atividade física

- O ato de exercitar-se precisa estar incorporado não


somente ao cotidiano das pessoas, mas também à cultura
popular, aos tratamentos médicos, ao planejamento da família
e à educação infantil. (ARAÚJO; ARAÚJO, 2000)

“A escola não é um espaço apenas para transmitir conteúdos, mas


também para criar hábitos e desenvolver atitudes”. (Ferreira,
1992)
Conclusão

A atividade física promove diversos benefícios na


saude do homem, melhorando significativamente a
qualidade de vida, porém existem várias barreiras que
devem ser quebradas.
Referências Bibliográficas

ARAÚJO, Denise Sardinha Mendes Soares de; ARAÚJO, Claudio Gil Soares de.
Aptidão física, saúde e qualidade de vida relacionada à saúde em adultos. Revista
Brasileira Medicina Esporte. Vol. 6, Nº 5 – Set/Out, 2000.

ASSUMPÇÃO, Luís Otávio Teles; MORAIS, Pedro Paulo de; FONTOURA,


Humberto. Relação entre atividade física, saúde e qualidade de vida. Uma nota
introdutória. Universidade Católica de Brasília.

GOMES, Carolina Vimieiro; MOREIRA, Christiano Antônio Machado. Atividade


Física e benefícios para a saude. Jornal Mundo Jovem. Porto Alegre, nº 330. Set
2002 p. 4.

SHEPHARD, R.J. Absolute versus relative intensity of physical activity in a dose


response context. Medicine and Science in Sports and Exercise. 2001. 33, 400-
418.

BARRETO, M.L. A epidemiologia, sua história e crises. Notas para pensar o futuro.
In: Costa D.C. (Org.) Epidemiologia, Teoria e Objeto. Hucitec-Abrasco: São Paulo,
1990.