Você está na página 1de 11

Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.

200-91

DIFICULDADES DE
APRENDIZAGEM
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

APRENDIZAGEM
“Aprender é um ato cerebral de plasticidade cerebral,
modulado por fatores Intrínsecos (genéticos) e Extrínsecos
(Experiências)”. Relvas, 2011.

APRENDER = MUDAR

EMOCIONAL
CÉREBRO / MENTE HISTÓRIA DE VIDA
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

CONDIÇÕES PARA A APRENDIZAGEM


Fonseca, 2016. Vygotsky, 1962. Feuerstein

• Compreender que o aprendizado escolar não é inato


• Otimizar o potencial de aprendizagem da criança.
• Experiência Multissensorial desde o Ensino Infantil.
• MEDIAÇÃO no processo de estimulação Cognitiva estruturada.
• Planejamentos e estratégias de ensino estruturados,
estimulantes e desafiadores.

APRENDIZAGEM PRECIA ENVOLVER


EMOÇÕES + PRAZER
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM
Relvas 2011; Weiss 2012.

“São resultados de algumas falhas


Intrínsecas e Extrínsecas deste processo”

“Resposta insuficiente do aluno a uma exigência


ou demanda da escola (...) analisada por
diferentes perspectivas”.
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM

• Alteram a possibilidade de aprender, independente das condições


neurológicas.

• É percebido de forma mais genérica

• Os erros são passageiros


• Demonstram boa evolução com intervenção
escolar
• Mais evidente quando há um desequilíbrio
escolar
• Vem relacionada com aspectos externos ao indivíduo que afetam
internamente.

• Nível de ocorrência maior em sala de aula


Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM
Weiss 2012.

• Qualidade da escola
• Ideologias dominantes
• Desqualificação
• Relações políticas
profissional
• Condições socioculturais • Descomprometimento com
(Privação Cultural)
o ensino-aprendizagem
• Condições econômicas • Falta de atualização
tecnológica
• Metodologia ou a falta de
• Aspectos Orgânicos uma
• Aspectos Cognitivos • Nível de exigência baixo
• Aspectos Emocionais ou alto demais

Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

TRANSTORNO OU DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM



DIS + TURBARE =
Alteração violenta da ordem natural da
aprendizagem
Transtorno de aprendizagem podem ser considerados como uma inabilidade
específica que esteja ligada às habilidades de leitura, escrita, matemática, em
crianças que apresentam resultados abaixo do esperado para a escolaridade.

Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91


TRANSTORNO OU DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM


Presente em 3 a 5 % da população
• CID 10
• DSM 5

Conjunto de sintomas reconhecíveis que causam:


• Sofrimento
• Descontinuidade na aprendizagem

Requer um ensino específico

Variam segundo grau, tipo e características


• Leitura, escrita, matemática.
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

O QUE FAZER QUANDO SURGE A SUSPEITA


DE UM TRANSTORNO DE APRENDIZAGEM?

• Os professores, pais e a coordenação da escola devem


conversar abertamente sobre as suspeitas;
• Encaminhar para avaliação com profissionais capacitados por
meio de anamnese e relatório da criança;
• Avaliar o desempenho da criança;
• Promover uma avaliação global, levantando as áreas mais
deficitárias e as de melhor desempenho;
• Assim que finalizada a avaliação, todos os envolvidos, pais,
professores e a criança devem estar a par do assunto e
diagnóstico, compromissando-se com a terapêutica a ser
adotada;
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

COMO OS PAIS/PROFESSORES
PODEM AJUDAR?
• Diminuir a ansiedade;
• Procurar mais informação e atualização em fontes confiáveis;
• Reforçar e manter a autoestima da criança e de si próprios;
• Eliminar a hostilidade com a incompreensão do meio;
• Colaborar no tratamento, sob orientação;
• Concentrar esforços numa tarefa de cada vez;
• Reavaliar gradativamente com a criança, os profissionais envolvidos
e a escola, os seus progressos;
• Respeitar o tempo de aprendizagem da criança, aumentando
gradativamente o grau de exigência para que cresça sempre;
• AVALIAR QUALITATIVAMENTE
• ADAPTAR o que for necessário de modo que a criança SEJA
ALCANÇADA.
Licensed to Fabiana Palomeque de Paula - fabianadepaula12@hotmail.com - 780.764.200-91

O SER HUMANO É
MODIFICÁVEL! Reuven Feuerstein

Você também pode gostar