Você está na página 1de 4

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL

Das partes contratantes


Os signatários deste instrumento, qualificados como locador(a) e locatário(a) o primeiro neste ato : abaixo
Identificada tem justo e contratado o quando segue, que mutuamente aceitam e outorgam a saber.

LOCADOR(A) CAMPO
-1.0
NOME MARIA DULCIMAR DA SILVA NASCIMENTO NAC/BRAS. CPF/MF: 248.374.311-00
RG 33.628.852-9 UF/SSP/SP PROF: APOSENTADA
EST.CIVIL VIUVA

LOCATARIO CAMPO -2.0


NOME FRANCISCO DAS CHARGAS LIMA RODRIGUES NAC/BRAS. CPF/MF: 220.684.678-01
RG 27.586.813 UF/. PROF:
EST. CIVIL
ENDEREÇO RUA DR. AUGUSTO CESAR TARDELLI, N 101
BAIRRO JOSE SAMPAIO JUNIOR
CIDADE RIBEIRAO PRETO

FIADOR CAMPO -3.0


NOME LIBERADO PELA LOCADORA.
RG CPF/MF:
ESTADO CIVIL PROF: P

OBJ. LOCAÇÃO CASA CAMPO -4.0


ENDEREÇO RUA DR. AUGUSTO CESAR TARDELLI, N 101
BAIRRO JOSE SAMPAIO JUNIOR
CIDADE RIBEIRAO PRETO SP CEP: 14065-280

DESTINAÇÃO/USO RESIDENCIAL CAMPO -5.0


INICIO : DIA 16/08/2021 TÉRMINO: 16/08/2022
O aluguel mensal livremente estipulado neste ato é de: R$ 650,00 (SEISCENTOS E CINQUENTA REAIS), por mês,
para o período de 16/08/2021 à 16/08/2022. O não pagamento no vencimento, será cobrado 10% (dez) por cento ao
mês e , ficam automaticamente sujeitos ao pagamento de juros de 1% (hum por cento) ao mês, contados a partir do dia
seguinte do vencimento do aluguel e sobre a importância total devida e a correção monetária. Em decorrido o prazo
pactuado e havendo prorrogação, o aluguel será reajustado anualmente nas mesmas condições acima
estabelecidas continuando todas as demais cláusulas do presente.
VENCIMENTO: 17 (DEZESSETE), de cada mês vencido.
Reajuste: o aluguel sofrera reajuste imediatos e automáticos legais, ora a cada período de 12 (Doze) meses, sendo que
qualquer mudança que vier ocorrer na Legislação pertinente, fica convencionado para o reajuste o índice IGPM, ou outro
índice que o Governo Federal fixar, para as locações residenciais e comercias.

Regulamento Geral
Do Reconhecimento Do Compromisso
I- Art. 1º - O presente contrato é o instrumento pelo qual o (a) formaliza o seu ingresso no imóvel e passará a titular dos direitos e
obrigações estabelecidas neste regulamento. Parágrafo Único- O relatório de vistoria assinado pelas partes, passa a fazer parte
integrante do regulamento como, se nele transcrito fosse, denominando-se “ADJETO DE CONTRATO DE LOCAÇÃO’
II- DO OBJETO E PRAZO DA DURAÇÃO
Art. 2.º O(a)LOCADOR(A), na qualidade de proprietário(a) do imóvel descrito e caracterizado no campo (4.0) do quadro
resumo,o cede em locação a(o) LOCATÁRIO(a)pelo prazo certo de ajustado, consignado no campo (5.0) do quadro resumo
respectivamente.
III- DO ALUGUEL, LOCAL E FORMA DE PAGAMENTO
Art.3.º O aluguel deverá sempre ser pago rigorosamente na data estabelecida no campo (5.0)do quadro resumo, em dinheiro,
depósito bancário ou por transferência, pôr excesso no primeiro dia útil imediatamente após nos casos de vencimentos coincidentes
com domingos e feriados.
Art. 4.º Sendo os alugueis pagos após a data do vencimento, o(a) LOCATÁRIO(A), perderá automaticamente a bonificação
descrita no campo(5.0) do quadro resumo e, persistindo a pendência, após o quinto(5.º) dia da data do vencimento do aluguel,
incidirá sobre o valor devido uma multa de 10%(dez por cento), além dos encargos previstos em Lei, os quais serão cumpridas
sempre, quer seja no plano amigável, como na esfera judicial.
IV- DA DURAÇÃO DO CONTRATO E SEUS REAJUSTES
Art. 5.º Ao término deste contrato, o imóvel será restituído a(o) LOCADOR (A) ou a sua administradora , livre
e desocupado de pessoas e objetos ,exonerando assim o(a)LOCADOR (A) de qualquer necessidade de aviso, notificação
ou interpelação judicial extrajudicial(A)LOCATÁRIO(A) deverá procurar o setor de renovação de contratos da Administradora
até o último dia do término deste instrumento , para manifestar o interesse ou não pela renovação contratual . Não
havendo renovação contratual o(a) LOCATÁRIO(A) estará sujeito as penas disciplinares estabelecidas neste instrumento,além
da obrigação dos pagamentos dos alugueis nos termos legais até que o(a) LOCADOR(A) ou a sua Administradora se
pronuncie a respeito , ressalvado o direito a retomada do imóvel . Art. 6º Os reajustes do valor do aluguel para o presente
contrato serão aplicados de acordo com o campo (5º) conforme descrito no quadro resumo, e ocorrera sucessivamente até o
seu vencimento final salvo medida legal contraria. Art. 7º O valor do aluguel , será sempre atualizado pelos índices
legais vigentes em suas respectivas datas.
V- DOS ENGARGOS
Art. 8º Será de integral responsabilidade do (a) LOCATÁRIO(A) , além do aluguel , os débitos de consumo de água , energia
elétrica, seguro contra incêndio, despesas e taxas de condomínio e demais atinências , os quais deverão ser pago nos vencimentos
diretamente as Cias. Concessionárias, seja qual for o sistema de cobrança ,mesmo que estejam em nome de outras pessoas , bem
como deverá ser pago o Imposto Predial e Territorial Urbano do imóvel em suas devidas épocas , este na forma reembolso ,
uma vez que serão pagos através do (a) LOCADOR (A): Parágrafo Único - Existirá a incidência de multa que serão suportados
pelo(a)LOCATÁRIO (A),se ocorrer a retenção ou extravios de avisos e recibos ,dentro das cominações estabelecidas no
documento.
Art. 9º Em se tratando de imóvel com diversas unidades ,constituído ou não por condomínio , todos os encargos serão cobrados
pelo sistema de rateio,recaindo sobre o(a) LOCATÁRIO (A) , a respectiva proporção dos valores apurados .
Art. 10 º Ao término da locação ou quando for solicitado ,o (a) LOCATÁRIO(A) deverá fazer prova da inteira e plena quitação
de todos os encargos pôr ele devidos , perante a(o) LOCADOR (A) ou sua Administradora .
VI- DA CONSERVAÇÃO DO IMÓVEL
Art. 11º . O(A) LOCATÁRIO(A) declara que o estado de conservação do imóvel é constante da descrição do relatório de
vistorias , o qual após conferido e assinado , passa a fazer parte integrante do presente instrumento .Parágrafo 1º.O(A)
LOCATÁRIO(A) dispõe do prazo de (10) dez dias contados do inicio desta locação para denunciar e ou reclamar qualquer
problema e/ ou anomalia , que se constate em divergência ao relatório de vistorias. Parágrafo 2º- Após decorrido o prazo e não
tendo o imóvel apresentado qualquer problema,fica o(a)LOCATÁRIO(A) com a responsabilidade de mantê-lo em ordem e em
funcionamento , sendo seu os respectivos custos de manutenção: exceto obras que importem na segurança do imóvel e
não imputável a(o) LOCATÁRIO(A) .Parágrafo 3º . No ato da desocupação do imóvel , o mesmo deverá estar estritamente
condicionado ao mesmo estado de conservação descrito no relatório de vistorias de entrada.
Art. 12º A pintura do imóvel será devida pelo(a) LOCATÁRIO(A), independentemente do estado de conservação
devendo ser executado quando da desistência da locação , nos mesmos padrões existentes e relatados idêntica qualidade
quando ao produto utilizado.
Art. 13º.Os danos eventualmente constatados na entrega do imóvel, deverão ser reparados pelo(a) LOCATÁRIO(A )dentro dos
Padrões existentes ,o qual responderá também o fiador solidariamente pelo valor do conserto e alugueis até a entrega
definitiva do imóvel .Parágrafo -1º. Não cumprida essa obrigação pintar o imóvel, serão os serviços executados pelo (a)
LOCADOR(A) ou sua administradora ,cobrando do(a) LOCATÁRIO(A) o valor gasto pelo meio mais adequado.
Para fixação do valor dos danos, bastarão dois orçamentos de profissionais idôneos ,constituídos ou não juridicamente. Parágrafo-
2º.Não ocorrendo a reposição do imóvel nas condições apontadas pelo relatório de vistoria de entrega, mesmo quando houver
a restituição provisória das chaves,a responsabilidade dos alugueis e encargos persistirá, até a conclusão dos reparos
,ocasião em que a entrega das chaves se tornarão final e definitiva. Parágrafo-3.º Sobre o valor despendido com reparos, incidirá a
correção monetária, a data do efetivo pagamento.
VII- DO USO E DESTINAÇAO DO IMÓVEL
Art. 14º - Havendo regulamento especial para o imóvel, a(a) LOCATÁRIO(A) se obriga a observá-lo e cumpri-lo
integralmente(a)(s) locatário deverá fornecer a imobiliária quantas pessoas vão residir no imóvel, como sendo mais uma cláusula
deste contrato, o qual passará a fazer parte integrante. Parágrafo Único- Da mesma deverá ser cumprido o que se
estabelece no caput de deste artigo, em se tratando de prédios de apartamentos, habitação coletiva ou prédio de
condomínios, qual fica fazendo parte do regulamento interno do prédio.
Art. 15.º O(A)LOCATÁRIO(a) ,a qualquer tempo se obriga a comunicar pôr escrito ao(a)LOCADOR(A)ou a sua
Administradora,qualquer anormalidade ocorrida no imóvel quanto a sua solidez para que o mesmo seja mantido em perfeito
estado físico e estrutural.
Art. 16.º Não poderá o(a) LOCATÁRIO(a), sem autorização expressa do(a) LOCADOR(a), fazer modificações,
introduzir benfeitorias no imóvel e/ou ainda dar lhe destino diferente a finalidade da locação.
Art. 17.º Quaisquer benfeitorias introduzidas no imóvel,mesmo com o consentimento expresso do(a)LOCADOR(A), ficarão
incorporadas ao imóvel ,sem qualquer direito a(o) LOCATÁRIO(A) de retenção ou indenização ao término da locação.
Art. 18.º O imóvel objeto deste instrumento, destina-se exclusivamente para fins estabelecidos no campo(5.0) do quadro resumo,
sendo que qualquer divergência a essa destinação,ocasionará a rescisão automática do contrato.
Art. 19.º O(A)LOCATÁRIO(A) terá obrigação de fornecer os nomes que compõem a família a residir no imóvel para
com a Administradora .Caso ocorra qualquer constatação de divergência com a número a maior de pessoas (a)
LOCATÁRIO(a) na primeira infração estará sujeito ao pagamento de um mês de aluguel a título de multa, havendo a
reincidência e/ou a persistência, o contrato sofrerá rescisão automática. Parágrafo 1.º - Terá o(a)LOCATÁRIO(a) obrigatoriedade
ao cumprimento das sanções previstas no caput deste parágrafo, mesmo nos casos em que houver a locação,sob locação ,
transferências empréstimos total ou parcial a terceiros sem qualquer exceção. Parágrafo 2.º O(A) LOCATÁRIO(A), também
infringirá o presente instrumento ,nos casos de manter nas dependências do imóvel interna ou externamente, qualquer espécie
de animal.
VIII- DAS INFRAÇÃO CONTRATUAL
Art. 20.º Fica estabelecido entre as partes contratantes, multa correspondente à 90(Noventa)dias proporcionais ao valor do
aluguel vigente na data da incidência,cabendo o devido pagamento pela parte que infringir qualquer das cláusulas deste
instrumento. Parágrafo Único. A multa não exime o(a) LOCATÁRIO(a) da obrigação de pagar outros débitos e danos constatados
no imóvel.
IX- DA FIANÇA
Art. 21.º Vinculam-se a esse instrumento as pessoas tituladas “Fiadores”, conforme identificados no campo (3.0) do quadro
resumo, Devendo a responsabilidade, que se estende à majoração de impostos, taxas alugueis e demais encargos e
quantias aqui estabelecidas ir até a entrega das chaves enquanto perdurar a locação, mesmo depois de findo o prazo
contratual. Declaram, outrossim , os fiadores, que desistem expressamente da faculdade de exoneração prevista no artigo n.º 835
do Código Civil.
Art. 22.º Os fiadores se obrigam ao integral cumprimento De todas as obrigações decorrentes deste instrumento, estendendo-se
desde o pagamento das locações até a restauração dos danos ocorridos no imóvel.
Art. 23.º Os fiadores outorgam neste instrumento, poderes de representação para que o(a) LOCATÁRIO(A) seu afiançado,
assinar a vistoria de entrada, vinculando assim as partes no que se refere ao estado do imóvel, das elevações de alugueis a
qualquer índice, podendo assinar documentos, firmar o que for necessário, o qual subsistirá sempre, independentemente de
qualquer aviso ou notificações judiciais e/ou extrajudiciais.
Art. 24.º A fiança vigora mesmo no caso de falecimento de qualquer das partes contratantes, declarando os fiadores que
renunciam a faculdade de pedir exoneração na hipótese do artigo n° 835 e os benefícios dos artigos.
Art. 25º A garantia fidejussória abrange inclusive aumentos decorrentes de ação de revisão prevista nos Artigos :1º e 2º da Lei
6698, datado de 15.10.78 com a decorrência do arbitramento previsto no Artigo do Código Civil.
Art. 26º .Se decorrer o falecimento de um dos fiadores , responderá pelo espolio o fiador sobrevivente bem como nos
casos de falência ou insolvência dos fiadores , ficará o(a)LOCATÁRIO(A) obrigado(a)a dar substituto idôneo, a qualquer
uma das ocorrência neste parágrafo previsto, dentro 30(Trinta)dias , sob pena de não o fazendo, além da rescisão contratual
incorrer em multa contratual.
Art. 27.º No presente ato, expressamente renunciam tanto o(a) LOCATÁRIO(a), com o fiadores e faculdade contida no
Artigo 924 do Código Civil, na hipótese de aplicação da cláusula penal ,não podendo ser reduzida em hipótese nenhum.
X- RECIPROCIDADE - CONSTITUIÇÃO PODERES LOCATÁRIO(A) / FIADOR(A(S)
Art. 28º O(A)LOCATÁRIO(A) nomeia e constituem como bastante procurador(es) em caráter irrevogável ,o(s)fiador(es)
deste compromisso, o qual conferem poderes especiais para receber citação inicial em qualquer processo
judicial relacionado com a locação , bem como notificações e intimações judiciais ou extra – judiciais assim como
também assinar recibo de entrega de chaves ,devolução da posse do imóvel .Da mesma forma , o(s)
fiador(es)retro referido(s) nomeia(m) constitue(m)seu bastante procurador(a)LOCATÁRIO(A),a quem confere poderes
especiais para receber citações judiciais ou extrajudiciais , em qualquer processo relacionado com a locação, objeto deste
instrumento
XI- DESAPROPRIAÇÃO
Art. 29º. Ficam exonerados LOCADOR(A) e Administradora ,de todas e quaisquer responsabilidade decorrentes este
contrato ,sem que tenham que prestar qualquer indenização ,ressalvado a(o) LOCATÁRIO(A)o direito de pleitear do poder
expropriaste , o que achar devido.
XII- VENDA
Art. 30º. Se o imóvel objeto do presente instrumento, for posto a venda , terá o(a)LOCATÁRIO(A) preferência sob terceiros ,
desde que manifeste seu interesse e cubra a oferta existente no prazo de 30 (trinta) dias , contados do conhecimento ,
conforme Artigo 3º ., Parágrafo 6º. da Lei 1.198 de 13 OUT 1979 .Parágrafo 1º . Essa condição não se aplica nos casos de doação
ou permuta .Parágrafo 2º Somente nos casos de sub locação expressamente consentida ,terá o(a)LOCATÁRIO(A)idêntico direito.
VISITA AO IMÓVEL
Art. 31º O(A) LOCATÁRIO(A) se obriga a facilitar visitas de interessados, se o imóvel for posto a venda , sendo delas avisado
com antecedência de 12 (doze) horas.
Art. 32º.O(A)LOCATÁRIO(A) se obriga a permitir o(a) LOCADOR(A)ou sua administradora ,examinar ou vistoriar o imóvel
objeto deste instrumento ,sempre que entenderem conveniente, inclusive a fiscalização e execução de obras e consertos
necessários pôr representantes ou profissionais do ramo.
XIV- INTIMAÇÕES PODERES PUBLICOS
Art. 33º Havendo vistoria judicial que prove estar o imóvel objeto deste instrumento ,com a construção ameaçada de ruir,
deverá o(a)LOCATÁRIO(A)cumprir as determinações legais e bem assim levar ao conhecimento do(a) LOCADOR(A) ,ou sua
administradora, bem como turbações de terceiros , intimações, correspondências, impostos e taxas, dentro de 24(vinte e
quatro)horas , sob pena de responder por acréscimos ou multas devidos pelo(a) LOCADOR(A).
XV- PENDENCIAS LOCATIVAS
Art. 34º . Tudo o que for devido por esta locação , obstruirá o encerramento do presente contrato.
Art. 35º.Somente após concretizado e comprovado o pagamento dos alugueis, energia consumo d’água impostos, bem como
executado a restauração do imóvel e estando livre de pessoas e objetos será considerado pelo(a) LOCADOR(A) ou
administradora , vencido e finalizado.
Art. 36º Não será considerado como término de locação , o ato de abandono imóvel , ou a entrega das chaves a quem quer que
seja, inclusive a(o) LOCADOR(A) ou Administradora.
XVI- RETOMADA DO IMÓVEL
Art. 37º. O(A) LOCADOR(A) ou Administradora ficam autorizados a ocupar o imóvel , independentemente de ação de
emissão de posse , sem qualquer prejuízo das demais cláusulas ou disposições legais.Caso o mesmo venha a ser abandonado
pelo(a)LOCATÁRIO(A) , estando este em mora com os alugueis .Não havendo acordo para renovação deste instrumento por
outro período contratual e, ocorrendo a permanência do(a) LOCATÁRIO(A)na imóvel, bastará que o(a)LOCADOR(A) ou
Administradora encaminhe notificação extrajudicial a(o)LOCATÁRIO(A) fato que da data de acusação do recebimento, o
mesmo se obriga com a sua família,
a desocupar o imóvel dentro do prazo de 90 (noventa ) dias improrrogáveis , o qual desde já se aceitam e estão de pleno
acordo.
XVII- COMPORTAMENTO NO IMÓVEL
Art. 38º. O(A) LOCATÁRIO(A) se obriga pelo presente instrumento , a respeitar os direitos da vizinhança , a moral e os bons
costumes , bem como o horário noturno, sem qualquer exceção .
XVIII- MANUTENÇÃO NO IMÓVEL
Imóvel.

XXI - DISPOSIÇÕES GERAIS


Art. 42º Para conhecer e dirimir qualquer pendência relativa a aplicação deste contrato , fica eleito o Foro da Comarca
no qual está constituído o imóvel, que os locatários e fiadores poderão ser citados por carta AR.
Art. 43º .Qualquer fato de necessidade que ocorrer, além da multa contratual ,será devido pela parte que der causa , todas as
despesas judiciais e extrajudiciais que se verificarem .
Art. 44º. As partes , declaram-se de plano acordo com as normas estabelecidas neste contrato , do qual recebem copia do
interior.

XXII - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS


A locatária deverá entregar o imóvel com pintura nova, conforme auto de vistoria.
E pôr estarem assim assim juntos e contratados, assinam e rubricam o presente instrumento em 03(três) vias de igual
teor, na presença de duas testemunhas que a tudo presenciam.
Fica acertado entre ambas as partes que não haverá multa contratual .

RIBEIRÃO PRETO, 16 DE AGOSTO DE 2021.

.............................................................................
LOCADOR(A): CPF/MF: 248.374.311-00
MARIA DULCIMAR DA SILVA NASCIMENTO

.................................................................................
LOCATARIO(A): CPF/MF: 220.684.678-01
FRANCISCO DAS CHARGAS LIMA RODRIGUES

.....................................................................
Testemunha - (1)

......................................................................
Testemunha - (2)