Você está na página 1de 4

1

DESAFIOS DA IMPLANTAÇÃO BIM E BENEFÍCIOS DE SUA ADOÇÃO

Luisa dos Santos Britske1


Gilmar Luis Britske2
Paula Cristina Pereira Aranttes3
Vinícius Augusto Santos4
Luiz Fernando Coelho5

2021

Resumo

Bim é um abreviação de ´´Building Information Model“ podendo ser traduzido como ´´Modelagem da
Informação da Construção“, Bim não é um programa computacional (software) e sim uma metodologia
avançada de agregar todas as informações do projeto em um modelo virtual aprofundado 3D, onde
encontramos uma representação digital das características físicas e funcionais de uma edificação, nesta
representação são fornecidas dados detalhados sobre equipamentos, materiais, dimensões de parede,
canos hidráulicos , tubos de gás, custos etc., dados que podem ser utilizados por todos os envolvidos,
desde do engenheiro e arquitetos até planejadores e responsáveis pela compra dos materiais. Também é
proporcionado uma interação real neste tipo de modelagem em Bim.

Palavras-chave: BIM. Tecnologia. Metodologia.

Abstract

Bim is an abbreviation of Building Information Model” and can be translated as´´Modeling the Information
of the Building”, Bim is not a computational program (software) but an advanced methodology of
aggregating all the project information in a deep 3D virtual model, where we find a digital representation
of the physical and functional characteristics of a building, in this representation detailed data about
equipment are provided , materials, wall dimensions, hydraulic pipes, gas pipes, costs etc., data that can
be ultilized by everyone involved, from the engineer and architects to planners and those responsible for
purchasing the materials. A real interaction is also provided in this type of bim modeling. keywords: BIM.
Technology. Methodology.

1 Nome do departamento – Nome da Instituição – luisabritske@gmail.com


2 gilmarbritske@hotmail.com
3 paula.aranttes@gmail.com
4 contato@obrasprime.com
5 intradigital7@gmail.com
2

1 Introdução

Bim é um recurso da área da Engenharia Civil e Arquitetura que integra variadas


informações em um projeto modelado virtualmente, Bim é um novo conceito para a área, que
agrega empoderamento do projeto e facilita todo o fluxo de execução e gestão de obra, é um
recurso tecnológico novo, porém vem sendo trabalhado há mais de 30 anos; no Brasil o cenário
Bim ganhou força em 2010, já existiam software específicos para projetos que estavam alinhados
a necessidade de agregar informações as linhas do CAD, a AltoQi através de seus softwares
Eberick, Hidros e Lumine, já trabalhavam em sintonia com a essência em Bim, diferentemente
dos softwares específicos oferecidos nacionalmente, onde as linhas representavam as paredes,
as tubulações, fios etc., todos os elementos constituintes da construção. o uso dessa tecnologia
vai beneficiar a construção civil, os projetos serão melhores desenvolvidos e as construções terão
mais qualidade, diminuição do custo do projeto, aumento de produtividade, redução do tempo
de entrega, redução de retrabalhos e evitar desperdícios, o que vai fazer com que o uso do
recurso público envolvido seja melhor aproveitado, com essa ação a expectativa de redução de
custo chega a 20% de acordo com os estudos contratados pela Agência Brasileira de
Desenvolvimento Industrial (ABDI) , umas das peças que foram vistas como fundamentais para o
sucesso do empreendimento são as construtoras.

O mesmo aconteceu quando a tecnologia CAD (Computer Aided Desing) em 1980 inseriu
essa inovação no Brasil, momento de transição da prancheta para modelo computacional, não foi
fácil, hoje conseguimos ver que o CAD ganhou força no mercado depois que os profissionais
foram capacitados, e mais uma vez vamos passar por uma capacitação dessa nova tecnologia
Bim, o CAD nos trazia uma representação de linhas de todos elementos construtivos agora com
BIM temos uma simulação virtual, com uma visão mais real, e mais completa da obra, o CAD não
vai sumir mas terá um papel secundário para agregar todas as funcionalidades do BIM. E muitas
empresas que vendem software estão ganhando muito dinheiro com esse alvoroço BIM.

2 Objetivo

As Organizações Internacionais tem investido em pesquisas em BIM e Órgãos


Governamentais de vários países tem incentivado bastante o uso do BIM, mas muitas empresas
estão em estado inicial, Reino Unido em 2012 estabeleceu 4 anos para que todas as construtoras
adotassem BIM, final de 2016 todas as obras públicas seriam projetadas por meio desta
tecnologia; Na África Moses Itanola, diretor executivo do Bim apontou uma demanda crescente
do continente africano por infraestrutura enquanto pesquisas mostram que 80% da indústria do
continente ainda não usa BIM, por falta de apoio governamental e até mesmo um capital inicial
de investimento no modelo ´´ Objetivo do BIM na África é de até 2025 e educar mais de 500 mil
entidades africanas por meios de eventos e treinamentos“, ´´Nossa prioridade é trazer para a
3

África a possibilidade de entregar projetos de qualidade, eficientes e com rapidez“ explicou o


nigeriano; já no Brasil a tecnologia BIM está a pouco tempo, vários motivos acarretam essa
adoção, uma delas é que a tecnologia é cara, muitas das construtoras enfrenta ainda outros
desafios:

• Capacitação da equipe: onde todos precisam aprender a lidar com a nova ferramenta
ainda mais aqueles que estão acostumados com o 2D, valerá a pena investir em
treinamento pois terá retorno a médio longo prazo.

• Infraestrutura tecnológica: precisa de computadores, servidores e aparelhos móveis


capazes de acompanhar todo projeto com mais facilidade, investir primeiro na
infraestrutura e depois implementa a metodologia que será mais eficaz.

• Mudança da cultura organizacional: A equipe pode não se adaptar a nova cultura, tentar
mudar por ações sutis do dia a dia, até mesmo palestras, isso vai fazer com que os
profissionais adotem essa nova ferramenta nas suas rotinas de trabalho e gerem melhores
resultados.

• Atendimento das normas da construção: independentemente de qualquer mudança a


norma de segurança e qualidade precisam ser respeitadas, pois o Bim contribui para isso,
aumenta o controle dos engenheiros sobres os projetos e sobre a equipe do canteiro de
obra.

3 Materiais e Métodos

O objetivo da pesquisa elaborada para este artigo, teve a intenção de estudar um caso
onde exploramos situações da vida real, a parti desta análise temos uma prévia proposição
teórica. Questões levantadas para a realização deste artigo:

3.1 Materiais

• Decreto nº 10.306 de abril de 2020, sendo obrigatório seu uso a parti de 1 de janeiro de
2021, que concede a primeira fase de sua implantação em órgãos públicos.

3.2 Método

• Porque para o Brasil o BIM é algo tão atual enquanto para outros países já se usam a
tempos, qual a dificuldade enfrentada?

• Falta capital para investimento desse novo recurso?


4

• Qual projeto esteve com bons resultados em BIM?

4 Resultados

Empresas que já usam o BIM em seus projetos e outras que vão ainda começar implantar,
vão enfrentar dificuldades de iniciativa, porém terão menos surpresas, menos inconsistências, e
menos retrabalhos, o custo é altamente alto, mas quem opta por BIM terá mais espaço e
relevância no mercado.

5 Conclusão

O estudo de caso buscou entender o histórico da implantação do BIM, as principais


dificuldades, desafios enfrentados, cada vez é necessário de soluções mais cabíveis para
problemas de engenharia, sendo necessário engenheiros com conhecimentos e habilidades da
construção civil, e também recursos de mais qualidades que trazem mais soluções precisas.

Você também pode gostar