Você está na página 1de 66

REDAÇÃO DISCURSIVA

COMO ESTRUTURAR SUA REDAÇÃO – PARTE I

Livro Eletrônico
Dedicação Motivação Persistência Equilíbrio Aprovação

CONCURSO BRAZILIAN
CONCURSOS
BANCO DO
BRASIL Edital previsto até Março 2020
VALIDO ATÉ 29.02

COMBO R$
35,00
APENAS
GRANCURSOS + ESTRATÉGIA ESCRITUÁRIO
PRÉ-EDITAL
COM DIREITO A ATUALIZAÇÃO PÓS-EDITAL

Vídeo Aulas - PDF’s


Trilhas e Passo Estratégico
Reta Final / Rota Final
Maratonas / Treinamento Intensivo
Simulados
* alguns só estarão disponíveis no pós-edital

adquira seu material pré-edital

clique aqui para mais informações


TEREZA CAVALCANTI

Professora de Língua Portuguesa desde 1984.


Formada pela Universidade de Brasília em 1986
(Letras – Português), com especialização em Lite-
ratura Brasileira pela mesma instituição e em Do-
cência para Ensino Superior pelo IESB. Trabalhou
em educação regular (ensino médio e superior) e
em cursos preparatórios para vestibular durante
vinte e cinco anos. Há vinte anos, dedica-se à pre-
paração para concurso público, ministrando aulas
de Gramática, Interpretação de Texto, Redação
Oficial e Redação Discursiva. Aprovada em diver-
sos concursos (Secretaria de Educação, Tribunal
de Justiça do Distrito Federal, Colégio Militar, Cor-
reios, IF-DF, Supremo Tribunal Federal, Superior
Tribunal Militar), encontrou nas aulas para concur-
so sua verdadeira vocação e tem se dedicado ex-
clusivamente a essa área há dez anos.

ELIAS SANTANA

Licenciado em Letras – Língua Portuguesa e


Respectiva Literatura – pela Universidade de
Brasília. Possui mestrado pela mesma instituição,
na área de concentração “Gramática – Teoria e
Análise”, com enfoque em ensino de gramática.
Foi servidor da Secretaria de Educação do DF,
além de pro­fessor em vários colégios e cursos
preparatórios. Ministra aulas de gramá­
tica,
redação discursiva e interpretação de textos.
Ademais, é escritor, com uma obra literária já
publicada. Por essa razão, recebeu Moção de
Louvor da Câmara Legislativa do Distrito Federal.
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

SUMÁRIO
Como Estruturar a sua Redação ....................................................................5
Temas sem Tópicos .....................................................................................7
1. Planejamento .........................................................................................7
2. Introdução .............................................................................................9

3. Desenvolvimento.....................................................................................9
4. Conclusão ..............................................................................................9

www.grancursosonline.com.br 3 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Olá, querido(a) amigo(a)! É com muita satisfação que apresentamos a você


este primeiro PDF acerca de redação discursiva. Teremos muito o que estudar,
mas, principalmente, teremos de praticar muito! Você sabe que, hoje em dia, não
é possível escolher um determinado concurso por ter ou não redação, pois essa
etapa está presente em praticamente todos os concursos. A saída agora é uma só:
aprender a escrever. Temos um plano para isso. Vamos juntos?

Quem é Elias Santana?


Sou licenciado em Letras – Língua Portuguesa e Respectiva Literatura – pela
Universidade de Brasília. Possuo mestrado pela mesma instituição, na área de con-
centração “Gramática – Teoria e Análise”, com enfoque em ensino de gramática. Fui
servidor da Secretaria de Educação do DF, além de professor em vários colégios e
cursos preparatórios para concursos, vestibulares e ENEM. Ministro aulas de gra-
mática, redação discursiva e interpretação de textos. Ademais, sou escritor, com
uma obra literária já publicada. Por esta razão, recebi Moção de Louvor da Câmara
Legislativa do Distrito Federal.
Tenho uma grande paixão: a língua portuguesa. Desde os 11 anos, escrevo
rotineiramente poesias. Aos 17 – idade em que publiquei minha primeira obra –,
decidi que trilharia meu futuro profissional como professor de português. Pela mi-
nha grande facilidade com a língua, aos 19 tive minha primeira sala de aula, em
um curso preparatório para vestibulares. De lá para cá, nunca mais parei. Minha
orientadora do mestrado me definiu, no dia da defesa da minha dissertação, como
“um caso raro de professor por vocação”.

Quem é Tereza Cavalcanti?


Sou professora de língua portuguesa desde 1984. Formada pela Universidade
de Brasília em 1986 (Letras – Português), com especialização em Literatura Bra-
sileira pela mesma instituição e em Docência para Ensino Superior pelo IESB. Tra-
balhei em educação regular (ensino médio e superior) e em cursos preparatórios

www.grancursosonline.com.br 4 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

para vestibular durante vinte e cinco anos. Há vinte anos, dedico-me à preparação
para concurso público, ministrando aulas de gramática, interpretação de texto,
redação oficial e redação discursiva. Aprovada em diversos concursos (Secretaria
de Educação, Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Colégio Militar, Correios, IFB,
Supremo Tribunal Federal, Superior Tribunal Militar), encontrei nas aulas para con-
curso minha verdadeira vocação e tenho-me dedicado exclusivamente a essa área
há dez anos.

COMO ESTRUTURAR A SUA REDAÇÃO

Produzir uma redação discursiva excelente para uma prova de concurso públi-
co não exige do candidato talento acerca da arte das letras. Há talentosos poetas,
romancistas e contistas que não teriam a menor condição de serem aprovados em
concursos públicos. Assim como também existem pessoas sem qualquer propensão
à literatura, mas que conseguem produzir textos de ótima avaliação para diversos
certames. No primeiro cenário, o indivíduo deve ter dom. No segundo, muito treino!
O seu objetivo, a partir de agora, é produzir um texto cartesiano, objetivo e
aprovável. Temos dois objetivos traçados:

1. Produzir uma redação que seja avaliada em, pelo menos, 50% da nota dis-

ponibilizada (a fim de evitar a eliminação);

2. Galgar notas acima dos 50%, objetivando o 100% (fazer da redação um po-

deroso instrumento classificatório).

Muitas pessoas só conseguem ver diante dos seus olhos os extremos: 0% e


100%. Isso faz com que o candidato sempre opte por um modelo redacional ousa-
do, que lhe traga a sensação de que, dessa vez, tudo vai dar certo. Essas expec-
tativas, todavia, acabam frustradas, visto que não houve qualquer estratégia na
elaboração do texto. Por isso, peço a você paciência; primeiramente, vamos enten-

www.grancursosonline.com.br 5 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

der como estruturar um texto de segurança, que irá garantir sua permanência no
certame. Em seguida, adotaremos percursos mais densos, para levar sua redação
ao nível máximo.
Temos alguns pilares para alcançar esses objetivos: TREINO DISCIPLINADO e
REESCRITURA.
A disciplina em um treino de redação discursiva é fundamental para que você
se adeque às condições de prova. Seguiremos um passo a passo: planejamento,

introdução, desenvolvimento e conclusão. Além disso, o treino deve ser CRONOME-

TRADO. Para a redação inédita, você deve gastar, no máximo, 1 HORA; para a rees-

critura, 30 MINUTOS. Atenção: é um exercício de adaptação, e não de velocidade!

Nosso objetivo não é produzir um texto o mais rápido possível, mas se balizar no

tempo disponível no dia da prova.

Existe, no mundo, alguém imune a enxergar os erros do texto que você produz:

VOCÊ MESMO! Ninguém produz um texto ciente de que está errando. Por essa

razão, o seu cérebro te torna incapaz de detectar, em tempo hábil, os seus desli-

zes redacionais (até porque, se fosse o contrário, qualquer ser humano só erraria

propositalmente, concorda?). Por isso, a reescritura, após a correção, é essencial.

Sempre dizemos aos nossos alunos: “se você me apresenta, de uma única vez,

cinco redações de cinco temas diferentes, em TODAS elas haverá OS MESMOS ER-

ROS”. Se você não tomar consciência das mudanças necessárias, o seu texto não

evoluirá. A reescritura é princípio da maturidade textual. E, mesmo quando sua

redação estiver boa, a reescritura ainda será indispensável, a fim de te tornar po-
livalente em norma culta escrita da língua portuguesa. Em outras palavras, o meu

desejo é que você tenha diversas formas de expor um mesmo conhecimento. Isso

te trará a segurança necessária para alcançar a aprovação.

Professores, mas quem vai ler minhas redações? Precisamos confessar algo:

é humanamente impossível que nós leiamos as redações de todos os alunos que

temos. Mas temos certeza de que você, na sua trajetória como concurseiro, fez ao

www.grancursosonline.com.br 6 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

menos um amigo. É com ele que, a partir de hoje, você vai treinar redações. Ele

vai ler as suas, e você vai ler as dele. Talvez, nenhum dos dois tenha conhecimento

gramatical suficiente para apontar, com precisão, diversos erros. Todavia, cada um

sabe dizer quando um texto “está estranho”. Estudem este PDF e, a partir dele, se

corrijam. A falta de um professor presencial não pode te impedir de alcançar o seu

objetivo!

Agora que explicamos toda a metodologia que seguiremos, vamos detalhar o

princípio dos seus treinos: COMO ESTRUTURAR A REDAÇÃO.

Essa estrutura depende, hoje em dia, MUITO do modelo adotado pela Banca.

Basicamente, há dois: dissertação sem roteiro (casos em que a banca apenas dis-

ponibiliza o tema, sem indicar os aspectos que devem ser abordados) e dissertação

com roteiro (casos em que a banca, além do tema, fornece uma série de tópicos de

ideias a serem abordadas). O primeiro modelo é o mais tradicional. Vamos começar

por ele. No próximo módulo, falaremos do segundo modelo.

TEMAS SEM TÓPICOS

1. Planejamento

Seremos extremamente objetivos daqui em diante, como (aliás) temos sido

até aqui! Primeiramente, LEIA O TEMA (frase em negrito ao fim da proposta de

redação); em seguida, LEIA OS TEXTOS MOTIVADORES (são inspirações para a

compreensão e delimitação do tema). Agora, sim, delimitaremos o tema e plane-

jaremos o texto. Aqui, vale uma observação: algumas bancas não esclarecem qual

é o tema, apenas dão um texto de apoio e é você que deve deduzir o tema, um

exercício de interpretação.

www.grancursosonline.com.br 7 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Para melhor explicar, usaremos a prova aplicada em 2014 pela IDECAN, em

concurso destinado à Câmara Municipal de Nanuque/MG. O tema é:

Investimentos na educação, uma necessidade

para o futuro que começa no presente

Para delimitar o que abordaremos no tema em questão, faremos a nós o se-


guinte questionamento: POR QUE investir na educação? Diante dessa pergunta,
precisamos obter entre DUAS e QUATRO respostas (que serão chamadas aqui de
BASES DE DEFESA – BD).
Nós elaboramos as seguintes respostas:
BD1: Indivíduos com melhor educação formal tendem a alcançar melhores
oportunidades na vida.
BD2: É possível a redução nos níveis de criminalidade por meio da educação.
BD3: O Brasil terá maior reconhecimento geopolítico.

Assim, já sabemos como será a nossa distribuição textual:


INTRODUÇÃO: exposição do TEMA e citação das BASES DE DEFESA.
DESENVOLVIMENTO 1: detalhamento da BD1.
DESENVOLVIMENTO 2: detalhamento da BD2.
DESENVOLVIMENTO 3: detalhamento da BD3.
CONCLUSÃO: reafirmação do TEMA APRESENTADO NA INTRODUÇÃO e PRO-
POSIÇÃO DE SOLUÇÃO.

Perceba: a quantidade de bases de defesa também é quantidade de parágrafos


de desenvolvimento. Por isso, falamos que você deve selecionar entre duas e qua-
tro. O ideal é que, para uma proposta em, no máximo, 30 linhas, você componha

www.grancursosonline.com.br 8 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

um texto entre 4 e 6 parágrafos.

2. Introdução

Para compor a introdução, você deve:

2.1. Falar sobre o tema;


2.2. Delimitar a tese apenas ou citar as bases de defesa
Para cumprir o 2.1. a nossa sugestão é: escolha PALAVRAS-CHAVE no tema,
que devem ser citadas na introdução. Além disso, você pode PARAFRASEAR (e não
copiar) ideias apresentadas no texto motivador.

 Obs.: é importante que 2.1. e 2.2. sejam, necessariamente, dois períodos.

3. Desenvolvimento

No desenvolvimento, a sua missão é fundamentar a tese apresentada na in-


trodução ou detalhar cada uma das bases de defesa apresentadas na introdução.
Para tanto, baseie-se em descrições, relações de causa e consequência e exemplos
(desde que sejam de domínio público e representem a regra – não a exceção).

4. Conclusão

A conclusão é o fechamento do texto. Você pode elaborar o parágrafo de duas


maneiras: apenas retomando a sua tese OU retomando a sua tese e apresentando
uma proposta de solução (algumas bancas, como o IADES e a FUNIVERSA, querem
sempre essa intervenção).

www.grancursosonline.com.br 9 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Esse aqui é um modelo simples, para que você inicie seus treinamentos. As
bases de defesa aqui citadas são, claro, considerações pessoais. Você não precisa
concordar com elas e tem total liberdade para desenvolver outras melhores! O que
quisemos apresentar foi só um exemplo!
Agora, mostraremos um exemplo de dissertação dessa modalidade (sem ro-
teiro) e a analisaremos. Tomaremos como base um texto avaliado no concurso da
PMDF (2013), para o cargo de soldado combatente (concurso realizado pela Fun-
dação Universa).

Proposta de redação:

A vida, a liberdade, a igualdade, a segurança e a propriedade são direitos funda-

mentais do cidadão, na forma do art. 5º, caput, da Constituição Federal. O Estado é

o responsável pela preservação desses direitos e o faz por meio das forças policiais

em atendimento ao art. 144 do texto constitucional. As corporações policiais têm

como missão proteger o livre exercício dos direitos e das liberdades e garantir a

segurança do cidadão.

O art. 144, § 5º, da Constituição Federal disciplina que “Às polícias militares

cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública; aos corpos de bom-

beiros militares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a execução de ati-

vidades de defesa civil”. Com fundamento no texto constitucional, fica evidenciado

que a polícia militar exerce a função de polícia administrativa, sendo responsável

pelo policiamento ostensivo e preventivo e pela manutenção da ordem pública nos

diversos estados da Federação.


Internet: (com adaptações).

O termo cidadania tem origem etimológica no latim civitas, que significa cida-

de. Estabelece um estatuto de pertencimento de um indivíduo a uma comunidade

politicamente articulada — um país — e que lhe atribui um conjunto de direitos e

www.grancursosonline.com.br 10 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

obrigações, sob vigência de uma constituição. Ao contrário dos direitos humanos

— que tendem à universalidade dos direitos do ser humano na sua dignidade —,

a cidadania moderna, embora influenciada por aquelas concepções mais antigas,

dispõe de um caráter próprio e de duas categorias: formal e substantiva.

A cidadania formal é, conforme o direito internacional, indicativo de nacionali-

dade, de pertencimento a um Estado-nação. Em segundo lugar, na Ciência Política

e na Sociologia, o termo adquire sentido mais amplo, a cidadania substantiva é

definida como a posse de direitos civis, políticos e sociais.


A compreensão e ampliação da cidadania substantiva ocorrem a partir do es-
tudo clássico de T. H. Marshall — Cidadania e classe social, de 1950 —, que
descreve a extensão dos direitos civis, políticos e sociais para toda a população
de uma nação. Esses direitos tomaram corpo com o fim da Segunda Guerra Mun-
dial, após 1945, com aumento substancial dos direitos sociais — com a criação
do Estado de Bem-Estar Social —, estabelecendo princípios mais coletivistas e
igualitários. Os movimentos sociais e a efetiva participação da população em geral
foram fundamentais para que houvesse uma ampliação significativa dos direitos
políticos, sociais e civis e se alcançasse um nível geral suficiente de lazer, educação
e bem-estar econômico e político.
Internet: (com adaptações).

Considerando que os textos apresentados têm caráter unicamente motivador,


redija um texto dissertativo a respeito do seguinte tema:
O policial militar como agente estatal e cidadão subordinado ao cumprimento
da lei.

Vejamos o texto que foi produzido:

www.grancursosonline.com.br 11 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Agora, vejamos as notas obtidas.


Tema/Texto: 1,00
Argumentação: 1,00
Coerência argumentativa: 1.00
Elaboração crítica: 0,63
Nota relativa ao domínio de conteúdo: 9.08
Número de erros: 4
Número total de linhas: 23
Nota da prova discursiva: 9.03

www.grancursosonline.com.br 12 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

E por que esse candidato alcançou essa nota?


Na introdução, houve uma apresentação do tema, na qual o candidato fez uma
breve exposição (a relação entre a Constituição Federal, cidadãos e policiais, que
está no primeiro período) e delimitou o que seria apresentado no desenvolvimen-
to (segundo e terceiro períodos). Note que as bases de defesa foram retiradas do
próprio tema.
Nos parágrafos de desenvolvimento, houve o adequado detalhamento das ba-
ses de defesa, na ordem em que elas foram apresentadas na introdução.
Na conclusão, houve uma retomada da introdução. Foi aqui que o candidato
perdeu pontos de elaboração crítica. Esse tipo de redação exige uma proposta de
intervenção por parte do candidato, ou seja, seria recomendado que, no último
parágrafo, o candidato apresentasse uma forma para que o policial possa ser en-
tendido pela sociedade tanto como um agente estatal bem como um cidadão.
Assim, a partir de agora, você já entende como montar um primeiro modelo de
redação! Com base nisso, escolha um dos temas a seguir e TREINE MUITO! Até o
próximo!

www.grancursosonline.com.br 13 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRT24/AN. JUD./ADMINISTRATIVA)

DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10: 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá de-
senvolver texto dissertativo a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral. 10.5 Será
atribuída nota ZERO à Prova Discursiva-Redação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada e/ou
ao tema proposto; b) não atender aos critérios dispostos nos quesitos 10.3.1 – Conteúdo, 10.3.2 –
Estrutura e 10.3.3 – Expressão. c) apresentar texto sob forma não articulada verbalmente (ape-
nas com desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento de texto escrito
fora do local apropriado; d) for assinada fora do local apropriado; e) apresentar qualquer sinal que,
de alguma forma, possibilite a identificação do candidato; f) for escrita a lápis, em parte ou em sua
totalidade; g) estiver em branco; h) apresentar letra ilegível e/ou incompreensível. 10.7 Na Prova
Discursiva-Redação deverão ser rigorosamente observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas
e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos a serem atribuídos à Redação. 10.8 A
Prova Discursiva-Redação terá caráter eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0
(zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se habilitado o candidato que nela obtiver nota igual ou
superior a 50 (cinquenta) pontos.

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

O populismo não é uma ideologia. É uma estratégia para alcançar e conservar o poder. E é sur-
preendente a popularidade de governos populistas num mundo onde se esperava que democra-
cia, educação, tecnologia, comunicações e progresso social dificultariam seu êxito.
Os populistas costumam desprezar a ciência, os especialistas e os jornalistas, que, em alguns
países, chegam a ser presos, uma vez que, tanto os cientistas quanto os jornalistas, produzem
dados e documentam situações que costumam contrariar a narrativa que mais convém aos po-
pulistas. E, quando isso ocorre, nada melhor do que desqualificar o mensageiro.
Adaptado de: NAÍM, Moisés. http://internacional.estadao.com.br

A partir do comentário acima, escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o papel da


livre circulação do conhecimento nos dias atuais.

www.grancursosonline.com.br 14 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 15 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRESP/TÉC. JUD./ADMINISTRATIVA)

DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10. 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá
desenvolver um texto dissertativo a partir de uma única proposta, sobre tema atual e poderá
versar sobre tema relacionado a área de atividade ou a especialidade do cargo. 10.5 Será atribuída
nota ZERO à Prova Discursiva Redação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada e/ou ao
tema proposto; b) apresentar textos sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos,
números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento do texto escrito fora do local
apropriado; c) for assinada fora do local apropriado; d) apresentar qualquer sinal que, de alguma
forma, possibilite a identificação do candidato; e) estiver em branco; f) apresentar letra ilegível e/
ou incompreensível. 10.7 Na Prova Discursiva-Redação, deverão ser rigorosamente observados os
limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos
a serem atribuídos à Prova Discursiva-Redação. 10.8 A Prova Discursiva-Redação terá caráter
eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, considerando-
se habilitado o candidato que nela obtiver nota igual ou superior a 6 (seis) pontos.

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

O equilíbrio entre os corpos sociais é bastante difícil e exige que não se simplifiquem ou
meramente se oponham campos como religiosidade, direitos humanos e diferentes culturas.
Frente a tamanha complexidade, se as leis não abarcam todos os casos sem incorrer em
injustiça, resta-nos talvez o princípio da equidade.

Com base no texto acima, redija um texto dissertativo-argumentativo defendendo seu ponto
de vista.

www.grancursosonline.com.br 16 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 17 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRESP/AN. JUD./JUDICIÁRIA)

DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10. 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá
desenvolver um texto dissertativo a partir de uma única proposta, sobre tema atual e poderá
versar sobre tema relacionado a área de atividade ou a especialidade do cargo. 10.5 Será atribuída
nota ZERO à Prova DiscursivaRedação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada e/ou ao tema
proposto; b) apresentar textos sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos,
números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento do texto escrito fora do local
apropriado; c) for assinada fora do local apropriado; d) apresentar qualquer sinal que, de alguma
forma, possibilite a identificação do candidato; e) estiver em branco; f) apresentar letra ilegível e/
ou incompreensível. 10.7 Na Prova Discursiva-Redação, deverão ser rigorosamente observados os
limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos
a serem atribuídos à Prova Discursiva-Redação. 10.8 A Prova Discursiva-Redação terá caráter
eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, considerando-
se habilitado o candidato que nela obtiver nota igual ou superior a 6 (seis) pontos.

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

O humor, hoje e sempre, em qualquer situação, deve gozar de liberdade absoluta. Nada lhe deve
ser proibido ou controlado: sem a livre expressão, o humor não existe. Sem humor, não será
plena a livre expressão.

www.grancursosonline.com.br 18 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 19 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRESP/AN. JUD./ADMINISTRATIVA)
DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10. 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá
desenvolver um texto dissertativo a partir de uma única proposta, sobre tema atual e poderá
versar sobre tema relacionado a área de atividade ou a especialidade do cargo. 10.5 Será
atribuída nota ZERO à Prova Discursiva Redação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada
e/ou ao tema proposto; b) apresentar textos sob forma não articulada verbalmente (apenas com
desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento do texto escrito fora
do local apropriado; c) for assinada fora do local apropriado; d) apresentar qualquer sinal que, de
alguma forma, possibilite a identificação do candidato; e) estiver em branco; f) apresentar letra
ilegível e/ou incompreensível. 10.7 Na Prova Discursiva-Redação, deverão ser rigorosamente
observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena
de perda de pontos a serem atribuídos à Prova Discursiva-Redação. 10.8 A Prova Discursiva-
Redação terá caráter eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0 (zero) a 10
(dez) pontos, considerando-se habilitado o candidato que nela obtiver nota igual ou superior a
6 (seis) pontos.

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

O utilitarismo, iniciado por Jeremy Bentham, concentra-se na felicidade individual como a melhor
forma de avaliar o grau de desenvolvimento humano. Outra abordagem avalia tal desenvolvimento
de acordo com a renda, a riqueza e os recursos dos indivíduos.

Essas alternativas ilustram o contraste entre as abordagens baseadas na utilidade e nos recursos,
em contraste com a abordagem das capacidades baseada na liberdade

SEN, Amartya. A ideia de justiça. São Paulo, Companhia das Letras, 2009, p. 265)

A partir do que se afirma acima, desenvolva um texto dissertativo-argumentativo sobre a relação


entre Felicidade e Recursos Materiais.

www.grancursosonline.com.br 20 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 21 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRESP/AN. JUD./ADMINISTRATIVA)

DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10: 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá de-
senvolver texto dissertativo a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral. 10.5 Será
atribuída nota ZERO à Prova Discursiva-Redação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada e/ou
ao tema proposto; b) não atender aos critérios dispostos nos quesitos 10.3.1 – Conteúdo, 10.3.2 –
Estrutura e 10.3.3 – Expressão. c) apresentar texto sob forma não articulada verbalmente (apenas
com desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento de texto escrito
fora do local apropriado; d) for assinada fora do local apropriado; e) apresentar qualquer sinal que,
de alguma forma, possibilite a identificação do candidato; f) for escrita a lápis, em parte ou em sua
totalidade; g) estiver em branco;
h) apresentar letra ilegível e/ou incompreensível. 10.7 Na Prova Discursiva-Redação deverão ser
rigorosamente observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e
máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos a serem atribuídos à Redação. 10.8 A
Prova Discursiva-Redação terá caráter eliminatório e classificatório e
será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se habilitado o candidato que
nela obtiver nota igual ou superior a 50 (cinquenta).

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

Segundo uma revista internacional, vários cientistas dedicam-se, atualmente, à missão de


prolongar ao máximo a vida humana (até 120 anos no mínimo). Investigam se a imortalidade
não estaria de fato ao alcance do homem.

A revista concede o benefício da dúvida a todas as utopias da ciência, mas alerta para diversos
problemas, como os demográficos, econômicos e de ordem social.

Adaptado de: joaopereiracoutinho. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/colunas

Desenvolva um texto dissertativo-argumentativo a respeito das questões levantadas no texto


acima.

www.grancursosonline.com.br 22 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 23 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(TRT20/ANAL. JUD./ADMINISTRATIVA)
DISCURSIVA-REDAÇÃO

Instruções Gerais:
Conforme Edital publicado, capítulo 10: 10.3 Na Prova Discursiva-Redação, o candidato deverá de-
senvolver texto dissertativo a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral. 10.5 Será
atribuída nota ZERO à Prova Discursiva-Redação que: a) fugir à modalidade de texto solicitada e/ou
ao tema proposto; b) não atender aos critérios dispostos nos quesitos 10.3.1 – Conteúdo, 10.3.2 –
Estrutura e 10.3.3 – Expressão. c) apresentar texto sob forma não articulada verbalmente (apenas
com desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento de texto escrito
fora do local apropriado; d) for assinada fora do local apropriado; e) apresentar qualquer sinal que,
de alguma forma, possibilite a identificação do candidato; f) for escrita a lápis, em parte ou em sua
totalidade; g) estiver em branco;
h) apresentar letra ilegível e/ou incompreensível. 10.7 Na Prova Discursiva-Redação deverão ser
rigorosamente observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas,
sob pena de perda de pontos a serem atribuídos à Redação. 10.8 A Prova Discursiva-Redação terá
caráter eliminatório e classificatório e
será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se habilitado o candidato que
nela obtiver nota igual ou superior a 50 (cinquenta).

Observação: NÃO é necessária e/ou obrigatória a colocação de título na sua Redação.

O direito à cidade não pode ser concebido como um simples direito de visita ou de retorno; só
pode ser formulado como direito à vida urbana.

Adaptado de: LEVEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo, Centauro, 2011)

Entende-se por gentrificação do inglês gentrification , “tornar nobre”) o fenômeno que afeta
uma região ou bairro pela alteração das dinâmicas da composição do local, tais como novos
pontos comerciais ou construção de novos edifícios, valorizando a região e afetando a população
de baixa renda local. Tal valorização é seguida de um aumento de custos de bens e serviços,
dificultando a permanência de antigos moradores de renda insuficiente para sua manutenção no
local cuja realidade foi alterada.

http://www.pbs.org/pov/flagwars/what-is-gentrification/

A partir dos excertos acima, elabore um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema:
Direito à cidade

www.grancursosonline.com.br 24 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 25 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(IDECAN) CONCURSO PÚBLICO – CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE MI-

NAS GERAIS (CBMMG)

PROVA DE REDAÇÃO

ORIENTAÇÕES GERAIS

• A Prova de Redação (Prova II) versará sobre tema da atualidade, no valor de

10 (dez) pontos distribuídos de acordo com os critérios de correção contidos

na tabela a seguir, sendo eliminados deste concurso público os candidatos

que não obtiverem o mínimo de 50% (cinquenta por cento) no total de pontos

distribuídos.

VALOR TOTAL
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO
DA REDAÇÃO
Pertinência ao tema proposto 3,00
Argumentação coerente das ideias e informatividade 3,00
Adequação no uso de articuladores 1,00
Propriedade vocabular 1,00

Correção linguística (morfossintaxe), pontuação, ortografia e acentuação 2,00

TOTAL 10,00

• A Redação deve conter, no mínimo, 10 (dez) e, no máximo, 30 (trinta) linhas.

• Será penalizado o candidato que não obedecer aos limites de números de li-

nhas definidos, de acordo com os seguintes critérios:

a) desconto de 0,05 (cinco centésimos) por linha aquém do mínimo estipulado;

b) desconto de 0,05 (cinco centésimos) por linha além do máximo estipulado.

• Será atribuída nota zero à Prova de Redação (Prova II): cujo conteúdo ver-

sar sobre tema diverso do estabelecido; que fuja da tipologia e proposta da

www.grancursosonline.com.br 26 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

prova; que seja considerada ilegível ou desenvolvida em forma de desenhos,

números, versos, espaçamento excessivo entre letras, palavras e parágrafos,

bem como em códigos alheios à Língua Portuguesa escrita ou em idioma di-

verso da Língua Portuguesa; que não for redigida com caneta de tinta azul

ou preta; cujo texto presente seja, no todo ou em parte, cópia, transcrição

ou plágio de outro autor; que for escrita fora do espaço definido; em que se

constatar o uso de corretivo; que estiver toda em branco ou com identificação

em local devido.

Texto I

A febre do eu

Foi em novembro de 2013 que o Dicionário Oxford nomeou selfie a palavra do ano,

após um aumento do uso do termo em 17 mil por cento. A palavra terá sido usa-

da a primeira vez em 2002, para definir os autorretratos tirados com telemóveis e

publicados nas redes sociais, e disparou rumo à notoriedade no ano passado, de-

mocraticamente partilhada por jovens, adultos e celebridades diversas. Em março

deste ano, a apresentadora Ellen DeGeneres fotografou-se rodeada de estrelas de

Hollywood, na cerimônia dos Óscares, e a selfie entrou para a história como a mais

partilhada no Twitter em menos de uma hora, ao superar um milhão de tweets; o

cantor canadiano Justin Bieber publica fotos suas para cumprimentar os fãs (qua-

se sempre em tronco nu) e até o Papa Francisco e o presidente dos EUA, Barack

Obama, deram que falar ao participarem em selfies. Em Portugal, um autorretrato

que tinha tudo para ser um êxito nas redes sociais – o de um casal polaco atraente

e bem-sucedido a passear em família, com o mar enfurecido do cabo da Roca em

pano de fundo – acabou em tragédia quando Michal e Hania Mackowiak passa-

ram as barreiras de segurança que os separavam do precipício e caíram no vazio,

www.grancursosonline.com.br 27 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

deixando dois filhos de 5 e 6 anos em choque diante da morte dos pais. Breanna

Mitchell, do Alabama, protagonizou outra selfie infeliz ao fotografar-se a rir no an-

tigo campo de concentração de Auschwitz (a jovem estava simplesmente feliz por

visitar o local que tinha estudado com o falecido pai, mas desde aí que é insultada

e ameaçada de morte). O mexicano Óscar Otero, estudante de Medicina Veterinária

de 21 anos, matou-se com um tiro na cabeça sem querer ao tentar fazer, bêbedo,

uma selfie com uma arma apontada à cabeça.

(Disponível em: http://www.noticiasmagazine.pt. Texto com adaptações.


Acesso em: dezembro de 2014.)

Texto II

O ano em que o selfie “ficou mal na foto”

Também em agosto, a jovem Xenia Ignatyeva, de 17 anos, morreu ao cair de uma

ponte em São Petersburgo, na Rússia, enquanto tirava uma foto sua com o celular.

A lição não foi bem compreendida. Menos de três meses depois, a estudante de

enfermagem Sylwia Rajchel, de 23 anos, despencou de uma ponte sobre o rio Gua-

dalquivir, em Sevilha, na Espanha, na mesma situação. Para Trzan, é o estímulo

ininterrupto e em tempo real que tem feito as pessoas perderem a percepção sobre

o que é aceito socialmente ou mesmo perigoso.

– Por sua agilidade, as redes sociais fazem com que as pessoas não meçam as suas

atitudes e palavras – afirma.

(Disponível em: http://oglobo.globo.com/. Texto com adaptações.


Acesso em: dezembro de 2014.)

Com base nos textos motivadores, produza um texto dissertativo-argumentativo

tendo como tema:

“Os limites da tecnologia diante dos fatores de risco e segurança”.

www.grancursosonline.com.br 28 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

(IDECAN) CONCURSO PÚBLICO – CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM

DO ESTADO DO MARANHÃO (COREN/MA)

PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES GERAIS

• A Prova Discursiva é de caráter eliminatório e classificatório, constituída de

uma redação.

• Para a redação da Prova Discursiva, o candidato deverá formular texto com

extensão máxima de 30 (trinta) linhas, em que conste resposta concisa, aten-

do-se ao tema proposto.

• A Prova Discursiva deverá ser manuscrita, em letra legível, com caneta esfe-

rográfica de corpo transparente e de tinta azul ou preta, não sendo permitida

a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de can-

didato inscrito na condição de pessoa com deficiência que o impossibilite de

redigir textos, como também no caso de candidato que solicitou atendimento

especial para este fim, nos termos do Edital n. 001/2012. Nesse caso, o can-

didato será acompanhado por um fiscal do IDECAN devidamente treinado,

para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das pala-

vras e os sinais gráficos de pontuação.

• O candidato receberá nota zero na Prova Discursiva em casos de fuga ao

tema, de não haver texto, de manuscrever em letra ilegível ou grafar por

outro meio que não o determinado no item anterior, bem como no caso de

identificação em local indevido.

• Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto

que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima

permitida.

www.grancursosonline.com.br 29 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

• A Prova Discursiva terá o valor de 40 (quarenta) pontos. Para efeito de ava-

liação serão considerados os seguintes elementos:

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DISCURSIVA (REDAÇÃO)


Total de pontos
Critérios Elementos de Avaliação
por critério
Aspectos
Observância das normas de ortografia, pontuação, con-
Formais
cordância, regência e flexão, paragrafação, estruturação 25 pontos
e Aspectos
de períodos, coerência e lógica na exposição das ideias.
Textuais
Aspectos Pertinência da exposição relativa ao tema, à ordem do
15 pontos
Técnicos desenvolvimento e conteúdo programático propostos.
TOTAL DE PONTOS 40 pontos

Texto I

Na contemporaneidade, o fenômeno da violência parece cada vez mais assolar

a existência do ser humano, pois alcança progressivamente proporções maiores

em todo o mundo, afetando as diferentes culturas, religiões e classes sociais, as-

sumindo um papel de destaque nas estatísticas de morbimortalidade. A violência

pode ser compreendida como um fenômeno construído socialmente e influenciado

pelas transformações políticas, sociais, educacionais e culturais. Compreende-se,

contudo, que a violência tem suas raízes na estrutura e no modo de viver de cada

sociedade, por isso ganha novas formas e conotações em cada momento da his-

tória. Apesar de atos violentos serem praticados desde os primórdios da humani-

dade, somente no século XX foram identificados como obstáculo para a saúde das

crianças e adolescentes, passando a chamar a atenção da sociedade. Entende-se,

portanto, que a violência que acomete essa faixa etária é atravessada por relações

de poder, historicamente construídas e que se perpetuam no contexto atual.

(Zanatta E.A., Pal D.D., Resta D.G., Argenta C., Motta M.G.C. Caracterização das notificações de
violência contra adolescentes.Revista Oficial do Conselho Federal de Enfermagem. Vol. 3, nº 4.
Novembro/2012.)

www.grancursosonline.com.br 30 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto II

Crescer sem violência

A violência contra crianças e adolescentes se manifesta em todos os lugares.

Pode ser na comunidade onde moram, na escola, nas instituições sócio-educativas

e na família. Para dar uma resposta positiva ao problema, há que se considerar

uma faceta cruel dessas agressões: a invisibilidade. Muitos dos casos de violência,

seja ela física, sexual ou psicológica, não são notificados e, muito menos, investi-

gados. A vulnerabilidade é ainda maior quando se fala em pessoas com deficiência,

negros, adolescentes em conflito com a lei, moradores de rua e de meninas e me-

ninos que vivem em comunidades populares dos grandes centros urbanos.

As prioridades do UNICEF no enfrentamento da violência contra crianças e ado-

lescentes são:

• combater o abuso físico e sexual de crianças em casa;

• prevenir a violência contra adolescentes, em especial, homicídios e explora-

ção sexual, considerando as questões de raça e gênero;

• promover reformas na justiça juvenil e nas políticas e práticas de proteção à

criança, com finalidade de reduzir a institucionalização e a violência contra a

infância e a adolescência.

(Disponível em: <http://www.unicef.org/brazil/pt/activities_9410.htm>.)

www.grancursosonline.com.br 31 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto III

(Disponível em: <http://blog.opovo.com.br/propares/abuso-e-violencia-sexual-contra-crianca-e-


-adolescente-denuncie-faca-a-sua-parte- ajude-a-mudar-essa-realidade/18-de-maio-exploracao-
-sexual-da-pena/>.)

De acordo com documento do Ministério da Saúde – Violência contra a criança e

o adolescente: proposta preliminar de prevenção e assistência à violência domésti-

ca (Brasília: MS, SASA, 1997), a violência que atinge crianças e adolescentes tem

tamanha importância que “mobiliza todos os setores da sociedade, sendo reconhe-

cida como problema de saúde pública”. Considerando-se os textos anteriores como

motivadores, redija um texto dissertativo-argumentativo a respeito do seguinte

tema:

“O papel da sociedade na proteção de crianças e adolescentes”.

www.grancursosonline.com.br 32 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES GERAIS

• A Prova Discursiva é de caráter eliminatório e classificatório, constituída de

uma redação.

• Para a redação da Prova Discursiva, o candidato deverá formular texto com

extensão máxima de 30 (trinta) linhas, em que conste resposta concisa, aten-

do-se ao tema proposto.

• A Prova Discursiva deverá ser manuscrita, em letra legível, com caneta esfe-

rográfica de corpo transparente e de tinta azul ou preta, não sendo permitida

a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de can-

didato inscrito na condição de pessoa com deficiência que o impossibilite de

redigir textos, como também no caso de candidato que solicitou atendimento

especial para este fim, nos termos do Edital n. 001/2012. Nesse caso, o can-

didato será acompanhado por um fiscal do IDECAN devidamente treinado,

para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das pala-

vras e os sinais gráficos de pontuação.

• O candidato receberá nota zero na Prova Discursiva em casos de fuga ao

tema, de não haver texto, de manuscrever em letra ilegível ou grafar por

outro meio que não o determinado no item anterior, bem como no caso de

identificação em local indevido.

• Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto

que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima

permitida.

• A Prova Discursiva terá o valor de 40 (quarenta) pontos. Para efeito de ava-

liação serão considerados os seguintes elementos:

www.grancursosonline.com.br 33 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DISCURSIVA (REDAÇÃO)


Total de pontos
Critérios Elementos de Avaliação
por critério
Aspectos
Observância das normas de ortografia, pontuação, con-
Formais
cordância, regência e flexão, paragrafação, estruturação 25 pontos
e Aspectos
de períodos, coerência e lógica na exposição das ideias.
Textuais
Aspectos Pertinência da exposição relativa ao tema, à ordem do
15 pontos
Técnicos desenvolvimento e conteúdo programático propostos.
TOTAL DE PONTOS 40 pontos

Texto I

STF anuncia audiências públicas sobre temas

polêmicos que serão julgados em 2013

O STF (Supremo Tribunal Federal) anunciou a realização de três audiências pú-

blicas para discutir temas polêmicos que estão em pauta este ano na corte. Entre

os temas que já têm data para serem discutidos estão a nova regulamentação da

TV por assinatura, o potencial cancerígeno dos campos eletromagnéticos e as nor-

mas para a queimada em canaviais. Com essas audiências, os ministros tentam

buscar embasamento técnico-científico para julgar assuntos controversos. (...)

A audiência sobre campos eletromagnéticos de linhas de transmissão de energia,

convocada pelo Ministro Dias Toffoli, está marcada para os dias 7, 8 e 9 de março. A

questão será julgada pelos ministros em uma ação interposta pela Eletropaulo, que

questiona a imposição da Justiça de São Paulo que determinou a redução do campo

eletromagnético em linhas de transmissão de energia elétrica próximas a dois bair-

ros paulistanos, em razão de alegado potencial cancerígeno da radiação produzida.

O encontro discutirá os efeitos da radiação eletromagnética de baixa frequência

sobre o meio ambiente e a saúde pública, entre outros fatores. (...)

www.grancursosonline.com.br 34 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

A convocação de especialistas da sociedade civil antes de julgamentos é permiti-

da pelo regimento interno da corte. Os ministros já se reuniram em audiências com

especialistas antes de votarem sobre a proibição da comercialização do amianto,

sobre a lei de biossegurança, o aborto de fetos anencéfalos e a constitucionalidade

da lei de cotas, por exemplo.

(Disponível em: <http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2013/01/11/stf-anuncia-audiencias-publi-


cas-sobre-temas-polemicos-que-serao- julgados-em-2013.jhtm>. Adaptado.)

Texto II

Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990

Art. 2º A saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as


condições indispensáveis ao seu pleno exercício.
§ 1º O dever do Estado de garantir a saúde consiste na formulação e execução de polí-
ticas econômicas e sociais que visem à redução de riscos de doenças e de outros agra-
vos e no estabelecimento de condições que assegurem acesso universal e igualitário às
ações e aos serviços para a sua promoção, proteção e recuperação.
§ 2º O dever do Estado não exclui o das pessoas, da família, das empresas e da socie-
dade.
Art. 3º A saúde tem como fatores determinantes e condicionantes, entre outros, a ali-
mentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a
educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais; os níveis de
saúde da população expressam a organização social e econômica do País.
Parágrafo único. Dizem respeito também à saúde as ações que, por força do disposto
no artigo anterior, se destinam a garantir às pessoas e à coletividade condições de bem-
-estar físico, mental e social.

(Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm>.)

A fiscalização para que haja o cumprimento da lei na manutenção da saúde da

população é de extrema importância.

Considerando os textos anteriores como motivadores, redija um texto disserta-

tivo-argumentativo a respeito do seguinte tema:

“O indivíduo no exercício da cidadania como agente de fiscalização re-

ferente à saúde”.

www.grancursosonline.com.br 35 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES GERAIS

• A Prova Discursiva é de caráter eliminatório e classificatório, constituída de

uma redação.

• Para a redação da Prova Discursiva, o candidato deverá formular texto com

extensão máxima de 30 (trinta) linhas, em que conste resposta concisa, aten-

do-se ao tema proposto.

• A Prova Discursiva deverá ser manuscrita, em letra legível, com caneta esfe-

rográfica de corpo transparente e de tinta azul ou preta, não sendo permitida

a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de can-

didato inscrito na condição de pessoa com deficiência que o impossibilite de

redigir textos, como também no caso de candidato que solicitou atendimento

especial para este fim, nos termos do Edital n. 001/2012. Nesse caso, o can-

didato será acompanhado por um fiscal do IDECAN devidamente treinado,

para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das pala-

vras e os sinais gráficos de pontuação.

• O candidato receberá nota zero na Prova Discursiva em casos de fuga ao

tema, de não haver texto, de manuscrever em letra ilegível ou grafar por

outro meio que não o determinado no item anterior, bem como no caso de

identificação em local indevido.

• Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto

que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima

permitida.

• A Prova Discursiva terá o valor de 40 (quarenta) pontos. Para efeito de ava-

liação serão considerados os seguintes elementos:

www.grancursosonline.com.br 36 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DISCURSIVA (REDAÇÃO)


Total de pontos
Critérios Elementos de Avaliação
por critério
Aspectos
Observância das normas de ortografia, pontuação, con-
Formais
cordância, regência e flexão, paragrafação, estruturação 25 pontos
e Aspectos
de períodos, coerência e lógica na exposição das ideias.
Textuais
Aspectos Pertinência da exposição relativa ao tema, à ordem do
15 pontos
Técnicos desenvolvimento e conteúdo programático propostos.
TOTAL DE PONTOS 40 pontos

Texto I

Quero ser mais feliz

Em 2013, tão importante quanto o que quero é o que não quero. Não preten-

do mais me envolver em situações que desgastam minha saúde e cansam minha

paciência. Não quero lidar com intriga e picuinha. Não me interessa perder tempo.

Pretendo trabalhar mais e melhor do que antes. Desejo amar mais, cuidar de minha

família, curtir minha mulher, brincar com meus filhos pequenos e curtir os adultos.

Planejo viajar bastante e visitar lugares interessantes, novos e antigos. Quero tra-

balhar com alegria. Quero pouco estresse e muita paz. Para resumir em cinco pala-

vras: quero ser ainda mais feliz. Se você puder escolher uma coisa na vida, escolha

ser feliz e renove esse voto a cada ano.

(Abílio Diniz, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açucar.


Superinteressante. Dezembro/2012.)

www.grancursosonline.com.br 37 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto II

Mais tempo para correr

Meu desafio pessoal para 2013 é tão importante quanto meu trabalho na Se-

gurança: arrumar mais tempo para minha família. Também espero encontrar mais

tempo para correr, um exercício que pratico desde minha adolescência e é ótimo

para saúde. Os benefícios de um boa corrida regular são excelentes tanto para o

corpo quanto para a mente.

(José Mariano Beltrame, Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro.


Superinteressante. Dezembro/2012.)

Texto III

(Disponível em: <http://www.mundosebrae.com.br/2009/07/qualidade-de-vida-na-pequena-


-empresa-e-desenvolvimento>.)

Diante da busca desenfreada pelo sucesso profissional, torna-se cada vez mais

comum o alto índice de estresse na vida das pessoas deixando de lado valores im-

portantes. Considerando os textos anteriores como motivadores, redija um texto

dissertativo-argumentativo a respeito do seguinte tema:

“A possibilidade de uma vida saudável e feliz associada à realização

profissional.”

www.grancursosonline.com.br 38 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES GERAIS

• A Prova Discursiva é de caráter eliminatório e classificatório, constituída de

uma redação.

• Para a redação da Prova Discursiva, o candidato deverá formular texto com

extensão máxima de 30 (trinta) linhas, em que conste resposta concisa, aten-

do-se ao tema proposto.

• A Prova Discursiva deverá ser manuscrita, em letra legível, com caneta esfe-

rográfica de corpo transparente e de tinta azul ou preta, não sendo permitida

a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de can-

didato inscrito na condição de pessoa com deficiência que o impossibilite de

redigir textos, como também no caso de candidato que solicitou atendimento

especial para este fim, nos termos do Edital n. 001/2012. Nesse caso, o can-

didato será acompanhado por um fiscal do IDECAN devidamente treinado,

para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das pala-

vras e os sinais gráficos de pontuação.

• O candidato receberá nota zero na Prova Discursiva em casos de fuga ao

tema, de não haver texto, de manuscrever em letra ilegível ou grafar por

outro meio que não o determinado no item anterior, bem como no caso de

identificação em local indevido.

• Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto

que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima

permitida.

• A Prova Discursiva terá o valor de 40 (quarenta) pontos. Para efeito de ava-

liação serão considerados os seguintes elementos:

www.grancursosonline.com.br 39 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DISCURSIVA (REDAÇÃO)


Total de pontos
Critérios Elementos de Avaliação
por critério
Aspectos
Observância das normas de ortografia, pontuação, con-
Formais
cordância, regência e flexão, paragrafação, estruturação 25 pontos
e Aspectos
de períodos, coerência e lógica na exposição das ideias.
Textuais
Aspectos Pertinência da exposição relativa ao tema, à ordem do
15 pontos
Técnicos desenvolvimento e conteúdo programático propostos.
TOTAL DE PONTOS 40 pontos

Texto I

Tecnologia e saúde: saiba como será o futuro da medicina

A evolução tecnológica sempre busca melhorar a vida dos seres humanos, seja

com um computador mais inteligente ou novas funções no automóvel. Já quan-

do o assunto é medicina, sempre pensamos em novos medicamentos ou estudos

científicos. No entanto, este é um tema que pode ir mais longe. Atualmente, exis-

tem tecnologias que estão revolucionando a medicina e podem se tornar bastante

comuns em um futuro bem próximo. São desde exames feitos remotamente com

toda eficiência de um laboratório até aparelhos que monitoram uma gravidez de

alto risco mesmo longe do hospital. Outra tendência para o setor de saúde é o

gerenciamento de todos os processos hospitalares de forma integrada, desde a

admissão do paciente até sua saída. A ideia é que os dados dos pacientes, como

resultados de exames, medicamentos receitados e qualquer outra informação re-

levante, sejam armazenados em um banco de dados e acessível, inclusive, pelos

próprios doentes. Uma solução desenvolvida pela T-Systems na Áustria e imple-

mentada em 270 clínicas na Europa possibilitam que médicos e pacientes vejam

seu prontuário atualizado em iPhones, iPads e iPods. Imagine que uma pessoa

está internada tomando penicilina e uma enfermeira chega no quarto do paciente

www.grancursosonline.com.br 40 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

com uma ampola de bezetacil. Automaticamente um alarme soaria, avisando que

aquele remédio não corresponde ao prontuário daquele paciente. Estas soluções

evitariam até erro humano, comenta Luiz Carlos Hirayama, responsável pelo de-

senvolvimento de negócios da T-Systems.

(Disponível em: <http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/a-evolucao-da-


-telemedicina>. Adaptado.)

Texto II

O lado negro dos gadgets

É difícil imaginar a vida sem eles. Mas computadores, smartphones, tablets e

demais eletrônicos também têm um lado ruim: sua produção polui, esgota os re-

cursos naturais e, em alguns casos, envolve até trabalho infantil.

www.grancursosonline.com.br 41 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto III

“Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos

correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.”

(Bíblia Sagrada. Daniel 12:4.)

O avanço da tecnologia trouxe, e ainda trará, muitos avanços, especialmente na

área da saúde. Entretanto, não há como negar que junto com todos esses bene-

fícios, grandes problemas de ordem ambiental e até social compõem o pacote do

avanço científico. Considerando os textos anteriores como motivadores, redija um

texto dissertativo-argumentativo a respeito do seguinte tema:

“A tecnologia a serviço da saúde: equilíbrio entre os benefícios e impac-

tos negativos do avanço tecnológico na sociedade”.

PROVA ESCRITA DISCURSIVA (REDAÇÃO)

Texto I

Ela só queria ir para a escola

Baleada por defender o direito feminino à educação, Malala foi a mais jovem

indicada a um Prêmio Nobel da Paz.

Há poucos meses, uma garota discursou na Assembleia Geral da ONU. Ela é

Malala Yousafzai, paquistanesa que foi baleada no rosto por militantes do Taleban

por defender o direito de as meninas do seu país frequentarem a escola. “Queri-

dos amigos”, ela disse, “em outubro de 2012, o Taleban atirou no lado esquerdo

da minha testa, pensando que as balas iriam me silenciar. Mas eles falharam”. Seu

www.grancursosonline.com.br 42 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

crime? Estudar, algo que, segundo a rígida interpretação do grupo radical islâmico,

é uma prerrogativa masculina. Malala, para quem os extremistas “têm medo de

mulheres instruídas”, foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz, tornando-se sua mais

jovem concorrente. [...]

Se aos 10 anos a pequena Malala combinava o sonho de se tornar médica com

certa dose de conformismo, aos 12 a garota já demonstrava eloquência incomum.

“Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo. Educa-

ção é a única solução”, disse a jovem naquele 12 de julho, pelo que foi aplaudida à

exaustão. A propósito, a data do já histórico discurso foi eternizada pela ONU como

o Malala Day.

(Carta na Escola, número 81, novembro de 2013. Fragmento.)

Texto II

Carta na Escola: O senhor defende que, mais do que conteúdos básicos, a es-

cola deve ensinar o aluno a aprender. Como isso pode ser feito?

*Richard Murnane: Isso é essencial e é resultado das mudanças em nossa

economia. Eu conheço mais da economia americana do que da brasileira, mas acre-

dito que o que está acontecendo hoje nos EUA também ocorrerá no Brasil, na me-

dida em que o País se desenvolver e os salários aumentarem. Como resultado dos

avanços das tecnologias, especialmente as ligadas à computação, empregos que

exijam seguir procedimentos e realizar uma tarefa várias vezes, mecanicamente,

como, por exemplo, arquivar ou datilografar, serão feitos por máquinas. Qualquer

tarefa que possa ser definida como seguir um procedimento de maneira rotineira

poderá ser realizada por um computador.

*Richard Murnane é economista e professor da Faculdade de Educação de Har-

vard.
(Carta na Escola, número 82, dezembro de 2013. Fragmento.)

www.grancursosonline.com.br 43 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto III

Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transfor-

mam o mundo.
(Paulo Freire.)

Considerando os textos anteriores como motivadores, redija um texto disserta-

tivo-argumentativo, posicionando-se acerca do seguinte tema:

“A educação como agente de transformações sociais”.

www.grancursosonline.com.br 44 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 45 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

TEMA DE REDAÇÃO

Polícia de SP investiga morte de paratleta na São Silvestre como homi-

cídio culposo

Ele morreu na última segunda-feira depois de perder o controle da cadeira de

rodas e se chocar contra um muro. A polícia de São Paulo investiga a morte do

paratleta Israel Cruz Jackson como homicídio culposo. Ele morreu na última se-

gunda-feira depois de perder o controle da cadeira de rodas e se chocar contra um

muro na corrida de São Silvestre. A intenção da polícia é apurar se houve respon-

sabilidade da organização da prova. Entre as hipóteses para o acidente estão erros

na escolha do trajeto ou falha da cadeira usada por Israel.

(Disponível em: http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/policia/2013/01/02/POLICIA-DE-SP-


-INVESTIGA-MORTE-DE-PARATLETA-NA- SAO-SILVESTRE-COMO-HOMICIDIO-CULPOSO.htm#ix-
zz2IG22BK2L – 02/01/2013.)

Esporte paraolímpico

Com o fim da 2ª Guerra Mundial, o grande número de combatentes que sofreu

graves lesões corporais tomou conta dos países europeus que participaram do con-

flito. Essa nova realidade influenciou o início de um trabalho de reabilitação médica

e social de veteranos de guerra. São essas as raízes dos esportes paraolímpicos,

que por meio da prática de atividade esportiva, é possível restabelecer a saúde

física e mental do indivíduo. No Brasil, o esporte paraolímpico começou a ser pra-

ticado pelo cadeirante Robson Sampaio de Almeida, em parceria com seu amigo

Aldo Miccolis. Os dois fundaram o Clube do Otimismo no Rio de Janeiro e, meses

depois, Sergio Seraphin Del Grande fundou o Clube dos Paraplégicos de São Pau-

www.grancursosonline.com.br 46 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

lo. Almeida e Del Grande, depois de tratarem-se em hospitais norte-americanos e

presenciarem pessoas em cadeira de rodas praticando esporte, trouxeram a ideia

para o Brasil.
(Disponível em: http://www.brasil.gov.br/sobre/esporte/esporte-paralimpico)

Em 2016, o maior evento esportivo do planeta terá lugar na América do Sul pela

primeira vez na história. A cidade do Rio de Janeiro terá o orgulho de sediar os

Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A vitória do Rio foi a coroação maior de uma tra-

jetória de conquistas, mas, acima de tudo, o início de uma caminhada de grandes

oportunidades e desafios. A infraestrutura necessária para a realização dos Jogos

impressiona em cada detalhe. Serão mais de 100 mil pessoas envolvidas direta-

mente na organização, incluindo 70 mil voluntários, e milhões impactados na cida-

de, no país e no continente. São esperados mais de 4.200 atletas paraolímpicos de

cerca de 150 nações ao redor do mundo, além de milhares de profissionais de im-

prensa, de apoio, apaixonados pelo esporte e turistas de todos os cantos do globo.

Além de toda a estrutura envolvida, os Jogos Paralímpicos deixarão um legado de

acessibilidade, mudança de mentalidade e novas escolas de esportes paralímpicos.

(Disponível em: http://www.rio2016.org/os-jogos/paralimpicos/evento)

Com base nos textos motivadores, produza um texto dissertativo-argumentati-

vo tendo como tema:

“Esporte paraolímpico: segurança e responsabilidade na superação de

obstáculos”.

www.grancursosonline.com.br 47 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 48 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

PROVA DISCURSIVA

• Nesta prova, faça o que se pede, usando o espaço para rascunho indicado no

presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para a FOLHA DE TEXTO

DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão ava-

liados fragmentos de texto escritos em locais indevidos. Será desconsiderado,

também, qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de

linhas disponibilizadas.

• Na FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, único documento

que servirá de base para a avaliação da Prova Discursiva, escreva com letra

legível e respeite rigorosamente as margens. No caso de erro, risque, com

um traço simples, a palavra, a frase, o trecho ou o sinal gráfico e escreva em

seguida o respectivo substituto. Atenção: parênteses não podem ser usados

para tal finalidade.

Os atrasos na criação e na aprovação de projetos de infraestrutura e a falta de

planejamento para a Copa do Mundo de 2014 estão preocupando os membros do

Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva. Segundo

um dos representantes regionais dessa organização, esses atrasos podem gerar

prejuízos de tempo e de dinheiro, visto que as obras e os serviços tenderão a ficar

mais caros.
Internet:<www.atarde.com.br> (com adaptações).

Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motiva-

dor, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

A importância do planejamento (estratégico, tático e operacional) para

o sucesso da realização da Copa do Mundo de 2014 No Brasil

www.grancursosonline.com.br 49 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 50 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

TEMA

O Fórum Mundial da Água, encerrado no último fim de semana em Istambul,

com a presença de 28 mil delegados de 182 países, trouxe à tona informações dra-

máticas acerca desse setor no mundo, bem como recomendações para a Conven-

ção do Clima, reuniões do G-8, governos e outras instâncias de decisão. A começar

pelo fato de mais de 1 bilhão de pessoas já não terem acesso à água de boa quali-

dade e 2,5 bilhões não disporem de redes de coleta de esgotos. Como a população

mundial continua crescendo à razão de 80 milhões de pessoas por ano, são mais 64

bilhões de metros cúbicos anuais no consumo global de água, diz o relatório Water

in a Changing World, de 26 agências da ONU.

Além disso, acentua o documento, as pressões continuam crescendo: as hi-

drelétricas, que respondem por perto de 20% da energia no mundo, são cada vez

mais solicitadas para reduzir as fontes poluidoras derivadas do carvão, do gás e do

petróleo ― e isso significa mais barragens quando, segundo a Comissão Mundial

de Barragens, já existem 45 mil no mundo (só as com pelo menos 15 metros de

altura), mais de 80% do fluxo dos rios é interrompido e vários dos grandes rios

não chegam mais aos oceanos (Colorado, Amarelo e outros). A agropecuária, que

usa cerca de 70% da água, aumenta seu consumo com a demanda de alimentos (1

quilo de trigo exige de 400 litros a 1 mil litros para ser produzido, diz o documento;

1 quilo de carne, entre 1 mil e 20 mil litros; 1 litro de combustível “verde”, cerca

de 2,5 mil litros). Não é só. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e

Alimentação (FAO) lembra que, se um ser humano precisa de apenas 3 litros diários

para beber, precisará de cerca de 3 mil litros por dia para produzir sua alimentação

― o que pode elevar o consumo total, em casa e fora dela, para 4 mil litros por dia

por pessoa.

www.grancursosonline.com.br 51 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Tem mais. Doenças veiculadas pela água são a segunda causa de morte de crian-

ças com menos de 5 anos: 4,2 mil por dia. Dessas crianças, 125 milhões vivem em

casas sem água potável de boa qualidade; 23% da população mundial defeca ao ar

livre, porque não dispõe de instalações sanitárias nem de redes de esgoto ― o que

leva a ONU a concluir que, se o saneamento fosse universalizado, seriam reduzidas

em 32% as doenças diarreicas, que matam, junto com outras veiculadas pela água,

1,7 milhão de pessoas por ano (no Brasil, perto de 80% das internações pediátricas

e das consultas na rede pública devem-se a essas doenças).

Internet: <http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/ambiente/conteudo_431317.shtml>
(com adaptações).

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um

texto dissertativo que aborde a importância da água para a vida na Terra e a ur-

gência que há na preservação desse recurso.

www.grancursosonline.com.br 52 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Folha de Rascunho

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 53 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Leia atentamente os textos a seguir:

Texto I

Vou contar uma história: uma senhora ficou presa na porta giratória do banco
e fez um boletim de ocorrência de constrangimento ilegal. O banco mandou uma
estagiária à delegacia para verificar. Tempos depois, ela foi convocada para ir ao
tribunal como se fosse autora do fato! Amedrontada, ela aceitou imposição de pa-
gamento de cestas básicas e a proibição de sair da cidade por determinado prazo!
O promotor mal leu os autos: pegou o primeiro nome que viu e convocou para
tentar um acordo, para terminar logo o processo e esvaziar a prateleira! Em geral,
essa rapidez tem significado injustiça, não justiça. O problema não é só acelerar os
processos de que m tem acesso à justiça, é levar a Justiça à maioria da população

que não tem acesso a ela.

LOYOLA, Leandro. Juízes sobre controle. Época, 2 fev. 2004, p. 27. Entrevista de Miguel Reale Júnior.

Texto II

www.grancursosonline.com.br 54 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto III

A justiça está em crise? Sim, a justiça escrita está em crise. Os papéis avolu-

maram-se, os registros acumularam-se, as decisões de tantos legisladores e intér-

pretes foram formando uma montanha densa de enigmas e impossibilidades, até o

ponto em que os tribunais inferiores, não sabendo o que fazer, têm de chutar cada

vez mais os problemas para os escalões superiores e estes, como se fossem deu-

ses, têm de arbitrar o inarbitrável, inteligir o ininteligível e produzir justiça desde o

acúmulo de injustiças. A última coisa que eu desejaria ser, hoje, é ministro do Su-

premo Tribunal Federal. Contaram-me que cada uma dessas criaturas tem de exa-

minar, em média, oito processos por dia. Algum de vocês já teve de tomar na vida

uma decisão forçada pela urgência das circunstâncias? Pois esses senhores tomam

uma atrás da outra, incansavelmente, movidos a comprimidos para não dormir e

a enxertos de pontes de safena. Sim, a justiça dos homens letrados está em crise.

CARVALHO, Olavo de. Entrevista. Fonte: Buscas na Internet .Disponível em: http://pensadoresbrasileiros.home.comcast.
net/OlavoDeCarvalho/19990826-AjusticaBrasileiraPeranteANovaOrdemMundial.htm

Texto IV

O Poder Judiciário esta sob ataque intenso – Executivo, Legislativo, mídia, até

de bandidos! – que lhe visa o alicerce: a independência. A mídia espetacular não

perdoa, pune, sem que lhe sejam exigidos ponderação, bom senso, educação, por-

quanto não lhe foi atribuído o poder de julgar. [...] O controle externo atinge a in-

dependência do poder inerte da República, que é garantia antes do cidadão do que

do juiz, a maior, diga-se. [...] Juiz é trabalhador e honesto, em regra, constituindo

o corrupto exceção intolerável. Violência, mesmo nas palavras, só gera mais vio-

lência. Que a mídia utilize sua força moral para auxiliar o poder a estruturar o mais

www.grancursosonline.com.br 55 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

evoluído dos controles: a democracia interna. Divulguem os casos de corrupção,

preservem a imagem e dignidade das pessoas, preservem a instituição da qual a

democracia não prescinde para sobreviver, preservem a autoridade do juiz. Não

ajudem a destruir a última barreira do cidadão frente ao abuso de poder, ajudem

a aumentar sua força para que atinja a todos, até aos poderosos. [...] Precisamos

ampliar a competência do júri para julgar crimes de agentes públicos. Júri, exemplo

de democracia interna, entre muitos.

BARBOSA, Alexandre Dalberto. Ataque ao Judiciário. Caros Leitores. Caros Amigos. Dez, 2003.

Com base na leitura dos textos acima, escreva uma DISSERTAÇÃO sobre o se-

guinte tema:

A Justiça precisa ser controlada pela sociedade?

www.grancursosonline.com.br 56 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 57 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

TSE – TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL – ANALISTA JUDICIÁRIO – ENGENHARIA

MECÂNICA 14

PROVA DISCURSIVA

• A prova discursiva para o cargo de Analista Judiciário:

• vale 10,00 (dez) pontos e consiste na elaboração de texto de, no mínimo, 30

(trinta) e, no máximo, 35 (trinta e cinco) linhas;

• tem o objetivo de avaliar o conteúdo – conhecimento do tema, a capacidade

de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal

culto da Língua Portuguesa, para tanto o candidato deverá produzir texto dis-

sertativo, primando pela coerência e pela coesão;

• deve ser manuscrita, em letra legível, com caneta esferográfica de tinta azul

ou preta indelével, fabricada em material transparente, não sendo permitida

a interferência ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de candi-

dato a quem tenha sido deferido atendimento especial para a realização das

provas. Nesse caso, o candidato será acompanhado por fiscal da CONSUL-

PLAN devidamente treinado, para o qual deverá ditar o texto, especificando

oralmente a grafia das palavras e os sinais gráficos de pontuação.

• A folha de texto definitivo da prova discursiva não poderá ser assinada, rubri-

cada, nem conter, em outro local que não o apropriado, qualquer palavra ou

marca que a identifique, sob pena de anulação da prova discursiva. Assim, a

detecção de qualquer marca identificadora no espaço destinado à transcrição

de texto definitivo acarretará a anulação da prova discursiva.

• A folha de texto definitivo será o único documento válido para avaliação da

www.grancursosonline.com.br 58 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

prova discursiva. A folha para rascunho no caderno de provas é de preenchi-

mento facultativo e não valerá para avaliação.

• A folha de texto definitivo não será substituída por erro de preenchimento do

candidato.

Textos de referência

Texto I

“Política” vem de polis, cidade. A cidade era, para os gregos, um espaço seguro,

ordenado e manso, onde os homens podiam se dedicar à busca da felicidade. O

político seria aquele que cuidaria desse espaço. A vocação política, assim, estaria a

serviço da felicidade dos moradores da cidade. (...)

Vocação é diferente de profissão. Na vocação a pessoa encontra a felicidade na

própria ação. Na profissão, o prazer se encontra não na ação. O prazer está no ga-

nho que dela se deriva. (...)

Nosso futuro depende dessa luta entre políticos por vocação e políticos por pro-

fissão. O triste é que muitos que sentem o chamado da política não têm coragem

de atendê-lo, por medo da vergonha de serem confundidos com gigolôs e de terem

de conviver com gigolôs.


(ALVES, Rubem. In: Folha de S. Paulo, 19/05/2000)

Texto II

(Toda Mafalda – da Primeira a Última Tira – Quino)

www.grancursosonline.com.br 59 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Texto III

A maioria dos governos no Oriente Médio está falhando ao reconhecer a im-

portância da Primavera Árabe e responde com repressão e mudanças meramente

superficiais às demandas do povo, afirma o último relatório da Anistia Internacional

sobre a região.

“Com raras exceções, os governos falharam em reconhecer que tudo mudou”,

diz no relatório Philip Luther, diretor interino da Anistia Internacional para Oriente

Médio e o Norte da África. “Eles querem mudanças concretas em relação à forma

como são governados e querem que os crimes do passado sejam punidos”.

(Disponível em 15/ 02 /2012 – http://oglobo.globo.com/)

Texto IV

“Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos

ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

(Constituição da República Federativa do Brasil de 1988)

Nos nossos dias, temos visto e acompanhado movimentos revolucionários e

derrubada de ditadores cada vez mais frequentes em todo o mundo: Espanha, Gré-

cia, Nova York, Mundo Árabe... O Brasil teve, em sua história, movimentos sociais

que o conduziram à Democracia que vivemos hoje. Diante de tais fatos, algumas

questões exigem reflexões e discussões sérias por parte da sociedade.

Considerando os textos de referência, discorra sobre a participação social atra-

vés do voto, instrumento prático de cidadania, tendo em vista os direitos e deveres

do eleitor e do eleito.

www.grancursosonline.com.br 60 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

REDAÇÃO

Atenção: Deverão ser rigorosamente observados os limites mínimo de 20 (vinte)

linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos a serem atri-

buídos à Redação.

Para os destinos de uma sociedade, é indiferente conceber a máquina como um

engenho a serviço do homem, ou o homem como um apêndice da máquina?

Redija uma dissertação em que você, apresentando argumentos claros e consis-

tentes, defenda seu ponto de vista sobre a questão acima proposta.

www.grancursosonline.com.br 61 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 62 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Leia os textos abaixo:

ABAIXO A OBSOLESCÊNCIA

Nossos avós são de uma época em que a compra de um eletrodoméstico era

uma aquisição para a vida inteira. Uma geladeira, pois, tinha de perdurar por ge-

rações... Hoje a lógica do mercado é completamente oposta, e nós, consumidores,

vivemos um ciclo constante de compra, reposição e repetição. No início dos anos

1960, o visionário designer alemão Dieter Rams previu o crescimento desenfreado

dessa tendência e criou um produto que, nos 50 anos seguintes, iria nadar contra a

maré: o Sistema Universal de Prateleiras 606. Trata-se de um produto simples, mas

que foi concebido para durar ad eternum, pois a composição mantém os mesmos

padrões desde a primeira peça comercializada e a montagem é altamente flexível.

[...]
Vida Simples. São Paulo: Abril, n. 105, maio 2011. p.14.

O iPad estreou ontem com sucesso nas lojas – físicas e virtuais – do Brasil. As

filas que se formaram ainda na quinta-feira já indicavam o interesse pelo tablet.

[...] O economista Salmo Valentim já tem um iPad, mas não resistiu à novidade.

Levou para casa um modelo mais caro e completo, com 64 GB, Wi-fi e 3G. [...]

O Globo, Rio de Janeiro, 28 maio 2011. p. 37. Adaptado

Com base nos textos acima e em seus próprios conhecimentos, escreva um tex-

to dissertativo/argumentativo, expondo sua opinião e suas ideias sobre a sociedade

de consumo e como esse conceito afeta os consumidores, a indústria, o comércio

e o setor de serviços (oficinas de conserto, por exemplo). Aponte vantagens e des-

vantagens relacionadas a um ou mais desses grupos.

www.grancursosonline.com.br 63 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

www.grancursosonline.com.br 64 de 65
REDAÇÃO DISCURSIVA
Como Estruturar a sua Redação – Parte I
Prof. Elias Santana e Prof.a Tereza Cavalcanti

Instruções:

a) ao desenvolver o tema proposto, procure utilizar os conhecimentos adqui-

ridos e as reflexões feitas ao longo de sua formação. Selecione, organize e

relacione argumentos, fatos e opiniões para defender seu ponto de vista a

respeito do tema;

b) a produção do texto deverá demonstrar domínio da língua escrita padrão;

c) a Redação não deverá fugir ao tema;

d) o texto deverá ter, no mínimo, 20 linhas, mantendo-se no limite de espaço

a ele destinado;

e) o texto não deve ser escrito em forma de poema (versos) ou de narrativa;

f) o texto definitivo deverá ser passado para a folha para o desenvolvimento da

Redação, pois não será considerado o que for escrito na Folha de Rascunho;

g) a Redação definitiva deverá ser feita com caneta esferográfica transparente

de tinta na cor preta;

h) a Redação deverá ser feita com letra legível, sem o que se torna impossível

a sua correção;

i) a Redação não deverá ser identificada por meio de assinatura ou qualquer

outro sinal.

www.grancursosonline.com.br 65 de 65

Você também pode gostar