Você está na página 1de 4

POLÍTICA

GUARDIÃO DA DEMOCRACIA
MOÇAMBICANA
Terça - feira, 27 de Abril de 2021 I Ano 03, n.º 112 I Director: Prof. Adriano Nuvunga I www.cddmoz.org

Juiz Efigénio Baptista à saída do tribunal onde foi julgado

MERITÍSSIMO JUIZ EFIGÉNIO BAPTISTA

Julgamento do caso das dívidas


ocultas será dirigido por um juiz
de conduta questionável
l O processo das dívidas ocultas sempre nas mãos da Juíza Evandra Uamusse, mas ela foi transferida da 6ª
para a 10ª secção do TJCM, quando falta pouco tempo para início do julgamento. O juiz Efigénio Baptista foi
colocado na 6ª secção e, ao que tudo indica, será ele a dirigir o julgamento mais esperado de Moçambique.
l O Meritíssimo Juiz Efigénio não tem um passado irrepreensível: No Distrito de Caia, onde iniciou a carreira,
foi alvo de contestação popular e os manifestantes incendiaram a sua residência de serviço; Em Manica,
indivíduos desconhecidos invadiram a sua residência de serviço e roubaram um computador portátil e, de
seguida, defecaram na entrada do Tribunal.
l Já foi julgado e condenado por duas vezes em Chimoio: primeiro, a uma pena de prisão de 5 meses de pri-
são, substituída por multa, por ameaças a um cidadão dono de um estabelecimento hoteleiro que ele tinha
ordenado o seu encerramento; a segunda, foi condenado a uma pena de 3 meses de prisão, substituída
por multa, por ofensas corporais à mesma vítima.
2 l Terça - feira 27 de Abril de 2021

Segundo a manchete “Uma mexida Sus-


peita” do jornal “Magazine Independen-
te”, na sua edição de 21 de Abri, cujo con-
teúdo parcial foi publicado no seu pági-
na de internet1, o Juiz de Direito Efigénio
Baptista terá sido indicado para dirigir o
julgamento do mediático processo das dí-
vidas ocultas, no Tribunal Judicial da Cida-
de de Maputo (TJCM).
Através da Deliberação n° 71/CSMJ/
CP/2021, de 31 de Março, no ponto 13
relacionado com a movimentação de ma-
gistrados, no seu número 3), alínea f), o
Conselho Superior da Magistratura Judi-
cial (CSMJ) nomeou Efigénio José Baptis-
ta, Juiz de Direito B Interino, da 7ª secção
para a 6ª secção do TJCM. A justificação
foi a aparente substituição da Juíza de Di-
reito B Evandra Gonçalo Uamusse, que foi
transferida da 6ª secção para a 10ª secção
do TJCM. Evandra Uamusse é a juíza que
presidiu aos primeiros actos judiciais do
processo das dívidas ocultas.
Natural de Sofala, Efigénio Baptista ini- categoria de Juiz Desembargador ocorre 10ª Secção do TJCM para presidir ao jul-
ciou as funções de Juiz no Tribunal Judi- quando o Juiz de Direito A que tiver três gamento do mediático do caso “Carlos
cial do Distrito de Caia (em Sofala), tendo (3) anos de serviço na classe e classificação Cardoso” em 2002, como se naquela sec-
passado, sucessivamente, pelos Tribunais mínima de “Bom”, nos termos do artigo 13 ção não houvesse outros juízes de Direito
Judiciais dos distritos de Manica e Tete do EMJ. competentes para dar início/continuidade
(todos eles de nível distrital) até à sua mais Entretanto, estas promoções estão con- do processo.
recente transferência para o TJCM (por- dicionadas ao concurso público e à dispo- A transferência da Juíza Evandra Uamus-
tanto, de categoria provincial). nibilidade de vagas e orçamento (artigo se para a 10ª secção do TJCM a poucas
Nos termos do artigo 9, números 1 e 2 15, número 1 do EMJ). Se a promoção de semanas ou meses do início do julgamen-
do Estatuto dos Magistrados Judiciais um Juiz de Direito para uma outra cate- to do caso das dívidas ocultas é no míni-
(doravante EMJ), as categorias dos juízes goria está dependente de disponibilidade mo suspeita e estranha. O CDD defende a
de Direito são: Juiz de Direito D e C (ní- de vagas e do orçamento, não se com- Juíza Evandra Uamusse devia permanecer
veis distritais), Juiz de Direito B e A (níveis preende como é que um Juiz de Direito C com este processo até ao fim por forma
provinciais), Juiz Desembargador (nível re- (Efigénio Baptista) tenha sido promovido a garantir a integridade da sua actuação
gional, ou seja, actua num dos 3 tribunais interinamente (conforme a Deliberação n° e somente após o seu fim. A sua transfe-
superiores de recurso) e Juiz Conselheiro 71/CSMJ/CP/2021, de 31 de Março) a Juiz rência poderia ter lugar depois do julga-
(juízes do Tribunal Supremo). de Direito B para exercer as suas funções mento, tal como acontece na movimenta-
O início das funções do Juiz de Direito no TJCM, enquanto existem muitos juízes ção de outros juízes em que se respeita a
nos tribunais judiciais começa da categoria de categoria B e A que há bastante tem- continuidade do processo até ao fim para
D. Normalmente, a promoção de uma ca- po estão nos tribunais judiciais, sejam eles evitar situações de desgaste e mal-enten-
tegoria para a outra é feita por via de con- dos distritos municipais ou da própria Ci- didos desnecessários.
curso, tendo como critérios o tempo de dade de Maputo, e não foram indicados A justiça não basta ser e conhecida inte-
serviço e a produtividade laboral. Assim, o para preencher a vaga existente na secção rinamente, há que se preocupar com a sua
Juiz de Direito D é promovido à categoria que o visado foi nomeado. aparência diante do público. Mas parece
de Juiz de Direito C após três (3) anos de O Conselho Superior da Magistratura que o CSMJ perdeu essa sensibilidade
serviço na classe e com classificação míni- Judicial (CSMJ), sendo órgão de gestão constitucional e legal para com o público,
ma de “Bom”; o Juiz de Direito C é pro- e disciplina dos magistrados judiciais (ar- a quem deve prestar contas (artigos 248,
movido para Juiz de Direito B se tiver três tigo 219 da Constituição da República de 252/1 da CRM). Aliás, é dever do próprio
(3) anos de serviço na classe, classificação Moçambique - CRM), tem conhecimento Estado que decorre das suas obrigações
mínima de “Bom” e aprovado em provas desta situação, mas nada faz para garan- assumidas a nível internacional, nomeada-
específicas; o Juiz de Direito B é promovi- tir o cumprimento da lei, o levanta muitas mente através da Carta Africana sobre De-
do à categoria de Juiz de Direito A se tiver suspeitas e interrogações. Aconteceu o mocracia, Eleições e Governação (artigo
três (3) anos de serviço na classe e classifi- mesmo com o Juiz Augusto Paulino, que 12) e do Pacto Internacional sobre Direitos
cação mínima “Bom”. A passagem para a foi propositadamente transferido para a Civis e Políticos (artigo2).

1
LANGA, Neuton, CSMJ promove juiz problemático para dívidas ocultas: uma mexida suspeita, in Manchete, Política-Sociedade, Magazine
Independente, Terça-feira, 20 de Abril de 2021, p.3, disponível em https://magazineindependente.com/, consultado em 22 de Abril de 2021
Terça - feira 27 de Abril de 2021 l 3

Das qualidades humanas e técnicas de um juiz


Reza o disposto no artigo 8 do EMJ que qualquer acto de improbidade, pelo con- a uma pena de cinco (5) meses de prisão,
o ingresso na carreira da magistratura judi- trário, devem ser profissionais reservados substituída em multa, pelo Tribunal Judi-
cial é condicionado ao preenchimento de às partes, senão apenas no lado da Justi- cial da Cidade de Chimoio.
certos requisitos, sendo o principal a for- ça, no seu sentido material. Ora, o magistrado não se conformou
mação específica no Centro de Formação O poder Judicial é a última instância que com o veredicto e procurou pelo cidadão
Jurídica e Judiciária da Matola, na Provín- o cidadão deverá ser decepcionado, por Sinaleua, tendo-o espancado em plena via
cia de Maputo. Uma das disciplinas leccio- se tratar de único poder estadual que foi pública, acção de que resultaram ferimen-
nadas é sobre Ética e Integridade, funda- dada a nobríssima missão de protecção tos nos joelhos.
mental para a formação de personalidade dos direitos, liberdades e garantias funda- Em 2015, um processo disciplinar contra
e carácter de um futuro servidor público mentais. Quando o público desconfia na o Juiz Efigénio Baptista foi desencadeado
que lida com a vida, direitos, liberdades e idoneidade, isenção e equidistância do pelo CSMJ e, através da Deliberação nº
propriedade das pessoas. sistema de administração da justiça, não 132/CSMJ/CP/2015, de 10 de Junho, foi-
Por isso, os magistrados devem pautar é errado afirmar que não poderá haver a -lhe aplicado a pena de advertência, como
pelos valores de boa administração e ho- justiça e bem-estar social. se a sua conduta fosse tão ligeira, suave e
nestidade, supremacia do interesse públi- Ora, o Juiz Efigénio Baptista é conhecido tolerável para um servidor que é o garan-
co, de decoro, de reserva e discrição, do na praça pública moçambicana e interna- te dos direitos, liberdades e garantias fun-
conhecimento das proibições no desem- cional (as noticiais hoje em dia são globais damentais dos cidadãos. Simplesmente é
penho das suas funções, entre os demais e dada a comunicação em massa e advento inexplicável.
infinitos deveres funcionais (vide artigos 9, da Internet bem como o empoderamento Foi novamente processado criminalmen-
16 da Lei da Probidade Pública; artigos 4 e digital do cidadão), não pelos actos nobres te, faltou ao julgamento sem justificação,
7 do Protocolo da SADC contra a Corrup- que seriam, logicamente, característicos em Março de 2018. Mas o julgamento aca-
ção, bem como o artigo 8 da Convenção de um juiz. Antes, ele é muito bem conhe- bou acontecendo em Maio de 2018 e o Juiz
das Nações Unidas contra a Corrupção). cido pelo lado mais extremo de todos que Efigénio Baptista foi julgado e condenado
Nos termos estatutários, os magistrados se pode pensar de um magistrado judicial. a uma pena de três (3) meses de prisão,
judiciais têm o dever de desempenhar as Conforme avançaram notícias da época substituída por multa, e ao pagamento de
funções com honestidade, seriedade, im- (2017 e 2018), o visado é extremamente uma multa de 15.000,00 meticais.
parcialidade e dignidade, dever de guar- atraído pelo lado oposto da Lei. Antes de Insatisfeito com a decisão de Tribunal
dar o sigilo profissional (artigos 36, 39 do ir trabalhar no Tribunal Judicial de Distrito Judicial da Província de Manica, ameaçou
Estatuto dos Magistrados Judiciais). Em de Manica, o visado já era repudiado pelos recorrer dela porque, no seu entender, não
suma, está-se a dizer que o juiz deve reunir habitantes de Distrito de Caia, em Sofala, resultou provado que ele terá cometido
duas características: reputado ou notório província de que ele é natural. Os mora- crime de ofensas corporais voluntárias de
saber jurídico e conduta moral irrepreensí- dores incendiaram a residência de serviço que resultou doença ou impossibilidade
vel. Os juízes devem ter uma conduta pau- do magistrado em decorrência do descon- para o trabalho. Perguntado pelo jorna-
tada na lisura, exemplo, modéstia, antes tentamento popular contra a sua actuação. lista Carlitos Cadangue, da STV, sobre a
de domínio técnico do Direito. Acto contínuo, em Manica, indivíduos des- veracidade dos factos, o juiz escusou-se a
Não é por acaso que PIERO CALAMAN- conhecidos invadiram a residência de ser- responder, esquivando-se naquilo que, no
DREI disse que “tão elevada é, na nossa viço do magistrado e roubaram um com- seu entendimento, o Tribunal tomou como
estima, a missão do juiz e tão necessária putador portátil e, de seguida, defecaram provados factos de que não deveria2.
é a confiança nele depositada, que as de- na entrada do Tribunal. Perante essa saga processual toda, este
bilidades humanas que não se notam ou Ora, foi neste mesmo Tribunal Judicial juiz já afecto no Tribunal Judicial da Cida-
que se perdoam noutro qualquer funcio- de Distrito de Manica que em 2015, o Juiz de de Tete, veio a ser transferido para o
nário público, parecem inconcebíveis num Efigénio Baptista terá ordenado o encer- maior tribunal judicial do País: Tribunal Ju-
magistrado… Os juízes são como os que ramento de estabelecimento hoteleiro do dicial da Cidade de Maputo. Este Tribunal
pertencem a uma ordem religiosa. Cada cidadão Ricardo Sinaleua, numa aparente representa a imagem da justiça moçam-
um deles tem que ser um exemplo de vir- situação de abuso de poder, contrário aos bicana onde se espera que estejam afec-
tude, se não quiserem que os crentes per- princípios éticos da actuação de magis- tos os melhores Juízes de Direito que o
cam a fé”. trados judiciais, e servidores públicos em País pode ter. Melhores em termos éticos,
Por esta razão, não é de estranhar que geral. principalmente, e de competência técnica
popularmente seja habitual dizer-se nos Segundo o Jornal “O País”, a vítima da comprovada.
corredores judiciais que para se ser um ordem judicial aparentemente ilegal con- Não se percebe, diante de todo histórico
bom juiz é necessário ser uma boa pes- tactou o juiz para saber das razões do en- de domínio público, como é que o CSMJ
soa e, se souber Direito, melhor ainda. Os cerramento, mas o magistrado terá reagi- transfere um juiz, com uma conduta des-
juízes lidam com os direitos, liberdades e do com ameaças feitas na própria casa de merecedora do cargo, para um tribunal ju-
garantias dos cidadãos, por isso eles não Ricardo Sinaleua. Inconformado, Sinaleua dicial de referência do País? Como é que
devem transparecer qualquer suspeita de abriu um processo-crime contra o Juiz Efi- fica a imagem do Estado moçambicano
favorecimento de uma parte ou de fazer génio Baptista, que veio a ser condenado perante os seus cidadãos?

2
Vide STV Play, disponível em https://play.stv.co.mz/noticiario/c/0, matéria de 28 de Maio de 2018, consultado em 22 de Abril de 2021, e
4 l Terça - feira 27 de Abril de 2021

INFORMAÇÃO EDITORIAL:

Propriedade: CDD – Centro para Democracia e Desenvolvimento


Director: Prof. Adriano Nuvunga
Editor: Emídio Beula
Autor: CDD
Equipa Técnica: Emídio Beula, Ilídio Nhantumbo, Isabel Macamo, Julião Matsinhe, Janato Jr. e Ligia Nkavando.
Layout: CDD

Contacto:
CDD_moz
Rua Dar-Es-Salaam Nº 279, Bairro da Sommerschield, Cidade de Maputo.
E-mail: info@cddmoz.org
Telefone: +258 21 085 797
Website: http://www.cddmoz.org

PARCEIRO PROGRAMÁTICO PARCEIROS DE FINANCIAMENTO

Comissão Episcopal de Justiça


e Paz, Igreja Católica