Você está na página 1de 5

DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA

Direção Defensiva e Ofensiva


Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA

Direção defensiva e ofensiva


O condutor deve dirigir com todo cuidado, atenção, previsão, decisão, com
habilidade e principalmente com conhecimento da legislação de trânsito e sua
aplicação no dia a dia. O Brasil tem um número excessivo de mortos, mais de
40.000 pessoas morrem anualmente vítimas de acidentes de trânsito, e mais de
400.000 pessoas ficam inválidas ou incapacitadas para o serviço. A grande causa
dos acidentes é falha humana, ou seja, o condutor deixou de fazer alguma coisa
para evitar aquele acidente.
O motorista defensivo é aquele que, antes de colocar o veículo em circula-
ção, cumpre o que determina a lei, observando as boas condições dos equipa-
mentos obrigatórios, os pneus, o limpador e o lavador de para-brisas, os faróis,
os espelhos retrovisores, bem como a existência de combustível suficiente para
chegar ao seu destino, o que também é importante para evitar acidentes, pois
se, por exemplo, faltar o combustível numa via sem acostamento, o condutor
terá uma dificuldade significativa para colocar o triângulo no mínimo a 30 metros
e poderá prejudicar o fluxo de outros veículos e causar riscos.
Os espelhos retrovisores não devem ser ajustados com o veículo em movimento.
A buzina também é outro dos elementos obrigatórios e é necessário verificar se
está funcionando. Entre as 22h00 e as 6h00 é proibida a utilização da buzina.
Caso o condutor seja abordado numa pista de trânsito por um policial, os
equipamentos precisam estar em funcionamento. A infração é grave (5 pontos
na carteira e R$ 195,00 – o valor da multa). Se o condutor atingir 20 pontos no
período de 12 meses, é aberto um processo contra o direito de dirigir.

Conceito
A direção defensiva/preventiva é o conjunto de técnicas cuja finalidade é
capacitar o condutor a dirigir de modo a evitar acidentes ou diminuir as ocorrên-
cias, apesar das condições adversas ou da ação incorreta dos outros condutores
ou pedestres.
ANOTAÇÕES

1
www.grancursosonline.com.br
DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA
Direção Defensiva e Ofensiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

O condutor deve dirigir de forma a não cometer infrações e, mesmo que as


outras pessoas estejam descumprindo as normas de trânsito, ele deve dirigir
de forma a prever essas situações, ter atenção e previsão. Ao visualizar que
determinada pessoa está dirigindo de forma abrupta ou fazendo ziguezagues na
pista, é preciso ter todo o cuidado necessário para evitar o acidente.
O motorista defensivo antecede as possíveis ocorrências e, se não for possí-
vel evitar, ele tentará, de todas as formas, minimizar a situação. Exemplo claro é
verificar se o cinto de segurança está sendo utilizado corretamente.
A direção ofensiva/evasiva é um conjunto de técnicas e manobras realiza-
das em situação de emergência, como acidentes de trânsito, surpresas na pista,
emboscadas para sequestros ou roubos.
Por exemplo, perante uma “fechada” inesperada, há que se efetuar uma
manobra para sair da situação. Há sérios riscos de emboscadas para seques-
tros e roubos e há a necessidade de dirigir sabendo sair das situações de risco
sem causar um acidente.

Causas dos acidentes de trânsito


IMPRUDÊNCIA: ocorre quando o condutor deixa de respeitar qualquer norma,
procedimento ou técnica que lhe ofereça segurança.
Por exemplo, o condutor sabe que não deve descer o veículo desengrenado
num declive, ou seja, o condutor sabe o que não deve fazer e faz.
NEGLIGÊNCIA: ocorre quando o condutor age com desleixo, quer com seu
carro, quer com seu próprio bem-estar.
Por exemplo, a negligência pode acontecer com aquela pessoa que dirige
com sono ou sob a influência de álcool, assim como com aquela que não faz a
manutenção preventiva do carro. Por vezes faz a manutenção corretiva, depois
que o problema já aconteceu. O condutor não deve dirigir excedendo a veloci-
dade permitida para a via e deve sempre respeitar as normas de trânsito.
IMPERÍCIA: ocorre quando o condutor é imperito na prática da direção e
todos os conceitos e habilidades que ela envolve.
O condutor precisa conhecer o seu veículo, saber sobre suas. No caso da
necessidade de uma manobra evasiva, é necessário saber manobrar o veículo.
Há veículos com freios ABS que, quando são acionados, fazem o veículo tremer
num processo de frenagem gradual. O condutor, desconhecendo isso, tira o pé
do freio e procura um mecânico, achando que está com problemas.

2
www.grancursosonline.com.br
DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA
Direção Defensiva e Ofensiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Elementos da direção defensiva


CONHECIMENTO: das leis, dos riscos a que estamos expostos, das condi-
ções do caminho etc.
O sistema GPS e outros aplicativos não são suficientes para o conhecimento
das condições do caminho. O condutor precisa ter conhecimento acerca do
clima, do veículo, de si próprio, das condições da via e de condições adversas
que possam causar acidentes.

Atenção!
É preciso ter atenção constante, pois a qualquer momento pode acontecer
uma situação difícil.

O Código de Trânsito, no art. 28, estabelece que o “condutor deve ter a todo
momento domínio do seu veículo dirigindo com atenção e cuidado indispensá-
veis a segurança”. Há pessoas que dirigem lendo e fazendo uso do aparelho
celular. Por vezes, há pessoas na faixa da esquerda à sua frente, a 30/40 km
numa via que permite 80 km, o condutor solicita passagem (troca de luz alta e
baixa, lampejamento), mas não é concedida. O condutor efetua a passagem
pela direita e consta que a pessoa está utilizando um aparelho celular, portanto
desatenta. O risco de acidentes torna-se muito alto.
PREVISÃO: do desenvolvimento das condições do trânsito, com bastante
antecedência, e dos riscos a que estaremos sujeitos.
ANOTAÇÕES

3
www.grancursosonline.com.br
DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA
Direção Defensiva e Ofensiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

A previsão deve ser mediata e imediata. A previsão mediata é aquela que


antecede todo e qualquer problema a longo prazo, típica do motorista defen-
sivo. A previsão imediata ocorre ao se constatar que um veículo à frente executa
manobras tortuosas, fazendo-se possivelmente necessária uma manobra eva-
siva: é antever para não causar um acidente. Situação similar é aquela em que
há óleo na pista que obriga um desvio.
DECISÃO: que implica o reconhecimento das alternativas e o saber decidir a
tempo aquela que mais nos convém.
Visualizando um fato, é necessário decidir. O condutor é totalmente respon-
sável pelo controle do seu veículo.
HABILIDADE: a capacidade de manejar os controles do veículo e executar
perfeitamente as manobras necessárias.

Método básico para prevenção de acidentes


VER, PENSAR E AGIR.
Antecipe o perigo: VEJA.
Descubra o que fazer: PENSE.
Não espere para ver o que vai acontecer: AJA A TEMPO.

TIPOS DE COLISÕES – O que fazer para evitá-las:


a) Colisão com o veículo da frente – manter distância de seguimento (2
segundos). Ficar atento aos sinais emitidos pelo veículo da frente.
A distância de segurança é extremamente importante e necessária. Quando
o veículo da frente aciona os freios, as luzes traseiras vermelhas acendem, sinal
de que o veículo está reduzindo a velocidade.

b) Colisão com o veículo de trás – não parar bruscamente. Definir o trajeto


e sinalizar com antecedência. Facilitar a ultrapassagem.
Se o veículo que vem atrás está muito próximo, bastam toques leves no freio
para que as luzes traseiras acendam e assim o veículo de trás tenha ciência de
que a sua velocidade está sendo reduzida.
ANOTAÇÕES

4
www.grancursosonline.com.br
DIREÇÃO DEFENSIVA E OFENSIVA
Direção Defensiva e Ofensiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

c) Colisão frente a frente – ultrapassar com segurança. Entrar nas curvas


com velocidade reduzida.
Uma das piores colisões é a frontal, porque as velocidades de ambos os
veículos são somadas e os riscos de morte são grandes. Ultrapassar em faixas
contínuas constitui infração de natureza gravíssima (art. 203), multiplicada por 5,
multa de mais de R$ 1.400,00. Sempre que for efetuar uma ultrapassagem, faça
a sinalização correta e veja se a sinalização da via permite.

d) Colisão nos cruzamentos – diminuir sempre a velocidade. Aproximar do


cruzamento com o pé no freio e olhar primeiro para a esquerda.
Cruzamento é o local de risco onde são proibidas as ultrapassagens e onde
a velocidade deve ser moderada. O motorista defensivo, mesmo tendo a prefe-
rência, imobiliza o veículo e permite a passagem do outro motorista desatento.

e) Colisão ao ultrapassar ou ser ultrapassado – ficar atento às recomen-


dações previstas pelas regras de ultrapassagens.
Muitos acidentes ocorrem porque as pessoas não respeitam as regras de
ultrapassagem previstas nos art. 29 e 30 do Código de Trânsito.

f) Colisão misteriosa – causas incertas. Envolve apenas um veículo. Na


maioria das vezes, com vítimas fatais ou gravemente feridas.
Algumas colisões ocorrem sem qualquer explicação e precisam ser mais
investigadas. A maioria delas ocorre por imprudência do motorista.

�Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a
aula preparada e ministrada pelo professor Paulo Sérgio.
ANOTAÇÕES

5
www.grancursosonline.com.br

Você também pode gostar