Você está na página 1de 8

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Departamento de Medicina Veterinária

Graduação em Medicina Veterinária

Serviços Online para Extensão em Medicina Veterinária:

Casinhas com patas

Discentes: Izolda Claudia Rodrigues de Souza - SV3

João Paulo Brito da Costa - SV3

Recife, 2021
Serviços Online para Extensão em Medicina Veterinária:

Casinhas com patas

1. Casinhas com patas

Projeto que visa estruturar mecanismos para fornecimento de casinhas artesanais


para animais em situação de rua e para comunidades que possuam uma condição
social precarizada. Além do fornecimento de informações pertinentes à Medicina
Veterinária sobre os principais cuidados que os animais precisam.

2. Justificativa

Diante da problemática de visualizar determinada parcela da população em


condições de rua e aquelas que necessitam de informações sobre cuidados dos
animais, objetivou-se a criação do projeto intitulado “Casinhas com patas''.

Os Cães e gatos que possuem grande acesso à rua ou que acompanham os


moradores de rua estão expostos à inúmero riscos, sejam eles relacionados à
zoonoses (leptospiroses em tempo de chuvas, dirofilariose, leishmaniose e outros),
exposição a fortes chuvas, atropelamentos, violência urbana, frio durante o período
da noite, e esse obstáculo se estende também para pessoas que possuem
residência, porém, o animal passa maior parte do tempo fora de casa (terraço,
quintal, terreiro, sítio e etc.).

O projeto conta com parcerias de empresas que apoiam a iniciativa e conta com
parcerias com ONGs que apóiam a causa animal, bem como doações. Pessoas que
são protetoras de animais trabalham em parceria com a gente para indicar os locais
mais vulneráveis para ser feita a distribuição das casinhas. Essas pessoas podem
entrar em contato com o projeto através do Direct do Instagram ou mesmo por
Whatsapp. Identificado o público-alvo, o projeto vai até o local e faz a implantação
da casinha. Para aquisição das casinhas contaremos com o auxílio de ONGs e
pessoas que identificam comunidades e/ou cidadãos em condições de rua que
necessitam das casinhas, realizamos um cadastro simples de monitoramento
dessas pessoas e, em seguida, realizaremos visitas a esses locais.

Portanto, o projeto Casinha com patas propõe à população o acesso a pequenos


lares aos animais, além da disseminação de informações sobre os principais
cuidados que devemos ter com os animais no dia-a-dia.
3. Objetivo

Fornecimento de casinhas para animais em condições de rua e disseminação de


conteúdo informativos através da internet (Instagram) e encontros periódicos sobre
saúde animal.

4. Público-alvo

Pessoas em situação de rua e a população carente.

5. Materialidade da comunicação, linguagem e pedagogia dialógica

Para disseminação da informação será necessário a utilização de recursos


fornecidos pelas mídias digitais. Através do Instagram divulgaremos essa iniciativa
por postagem das redes (feed e story) com o perfil intitulado @casinhascompatas,
realizações de conversas periódicas com os seguidores sobre Saúde Animal via
lives e/ou vídeos informativos, semestralmente realizar a entrega das casinhas e
viabilizar a comunicação informativa para a população sobre as responsabilidades e
cuidados com os pequenos animais.

● Publicações no feed e story


● Lives e vídeos informativos
● Encontros semestrais com a população para entrega das casinhas e
conversação sobre Saúde Animal
● Instagram para divulgação do projeto A casinha
● Instagram para busca de parcerias para o desenvolvimento das casinhas e
doações.Parcerias essas que podem ser a população em geral, escritórios de
arquitetura e design, ONGs e programas de apoio a causa animal,
marcenarias e madeireiras para fornecimento da matéria-prima
● Incentivo a adoção

6. Plataforma

O meio de comunicação seria o Instagram. A escolha dessas plataformas tem como


justificativa o grande alcance de pessoas e pela facilidade de articular publicações,
interação e diálogo com os seguidores e contribuintes que enriquecem a mídia.
7. Desenho, ferramentas, dados de entrada e saída, e resultados.

7.1 Meio de acesso


O acesso será pelo Instagram @casinhascompatas, demonstrado na figura abaixo a
página incial do perfil:

1. Perfil: @casinhascompatas
2. Descrição do perfil: dados
do objetivo do projeto, link
com o contato para cadastro
e parcerias.
3. Opção de seguir o perfil e
enviar uma mensagem via
direct para mais
informações
4. Lista de stories contendo
informações gerais sobre o
projeto e as campanhas.
5. Publicações referentes ao
projeto Casinha com patas.
7.1.1 Detalhes do perfil através das publicações.

As publicações contém informações gerais do projeto, tais como lista informativas


sobre zoonoses, entregas das casinhas aos moradores de rua e comunidades,
incentivo à adoção de animais de rua com o apoio de ONGs associadas ao projeto,
mecanismos de colaboração para desenvolvimento das casinhas (marceneiros,
doações financeiras ou de materiais, arquitetos, designers e população em geral) e
programas de incentivos futuros.
7.1.2 Story do Instagram
Nesta aba contém informações gerais sobre as ações do projeto Casinhas com
patas. Ao clicar nas sugestões abaixo o seguidor irá visualizar publicações referente
ao projeto através dos stories.

7.1.3 Publicações no feed do Instagram


As publicações referem-se aos programas e iniciativas do projeto, o seguidor poderá
ter acesso a todas elas. Como exemplificação, abaixo está demonstrando a
publicação sobre a raiva.
7.1.4 Cadastro
O cadastro é feito por um link disponibilizado na descrição do perfil do Instagram. O
formulário possui as seguintes informações importantes:

Termo de posse responsável (Casinhas com Patas)

Dados da ONG/protetor(a):

Nome:
Endereço:
Fone/celular:
E-mail:

Responsável pelos dados do seguinte beneficiário do projeto:

Nome:
Endereço/Área:
Espécie:
Quantidade de animais:

A ONG ou protetor se compromete a deixar o tutor ou responsável pelo animal


ciente de:
1. Dar abrigo adequado, local limpo e seco, com espaço suficiente para brincar,
dormir e defecar.
2. Não manter o animal preso a uma corrente por mais de 4 horas diárias.
3. Não deixá-lo exposto ao sol excessivo, frio ou chuva.
4. DEVOLVER A CASINHA À ONG OU AO PROTETOR RESPONSÁVEL PELO
CADASTRO DO BENEFICIÁRIO SE NÃO FOR UTILIZAR.
5. Comunicar qualquer outro destino que envolva o animal, tais como
desaparecimento ou morte.
6. Permitir a visita da ONG ou protetor(a) responsável para verificar a adaptação
do animal ao abrigo (casinha).
7. Quaisquer outros atos que configuram maus tratos.
8. Além disso, o responsável pelo animal pode procurar a ONG ou protetor (a)
quando o animal necessitar de atendimento médico, que poderá intervir junto a
órgãos públicos de assistência médica como a UFRPE ou o Hospital Veterinário
do Recife.
__________________________________

(assinatura)

__________________________

(local e data)

Lembre: Amor, Respeito, Carinho, Amizade, Companheirismo e Sinceridade


certamente seu animalzinho lhe dará por toda a vida. Retribua tudo isso
acompanhando sua velhice com dignidade e carinho.

ONG Casinhas com Patas

7.1.5 Link do formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSckkrPQ0j24lxbSK-viX2rXPfDfhc6f--LdC
kUjvGdbcNjnvw/viewform

7.2 Resultados

A partir do tema exposto, o projeto busca alcançar grande público para conseguir o
material necessário para produção das casinhas, além de promover encontros duas
vezes ao ano para informar a população sobre as principais doenças zoonóticas de
importância a saúde pública, incentivar doações de animais em situação de rua,
estimular a divulgação de informações nas redes sociais do projeto e impulsionar
ONGs a encontrar maior números de pessoas para adquirirem as casinhas para os
animais.