Você está na página 1de 2

Com base no que já foi estudado nas etapas anteriores, elaborem e/ou

aprofundem textos mais densos em relação aos elementos que compõe uma


pesquisa. Elaborem/aprofundem, com base nas normas de apresentação e escrita de
trabalhos acadêmicos, a introdução, o resumo, o problema, o referencial teórico, a
metodologia, entre outros itens.

ELEMENTOS QUE COMPÕE UMA PESQUISA.


1. Introdução - Nesse item o pesquisador deve explicar de forma completa e
detalhada sobre a natureza da pesquisa, os benefícios desejados, os objetivos
a serem alcançados, além de especificar qual o tio de pesquisa o projeto
propõe e os métodos e técnicas que serão utilizados segundo a Resolução
CNS 196(1996) “após explicação completa e pormenorizada sobre a
natureza da pesquisa, seus objetivos, métodos, benefícios previstos,
potenciais de risco e o incômodo que esta possa acarretar”.
2. Resumo – Esse item contem de forma resumida o que é falado a respeito do
tema pesquisado no projeto, e deve conter as premissas ou o que o
pesquisador pressupõe e sobre os quais fundamentará sua pesquisa e a
interpretação das informações alcançadas. Deve apresentar as ideias do
pesquisador, o objetivo e o resultado da pesquisa.. Segundo Prodanov e
Freitas (2013)Deve ser informativo e revelar “as informações específicas
contidas no documento.[...] relatar sobre objetivos, métodos, resultados e
conclusões. Sua precisão pode substituir a leitura do documento original”
3. Problema- A elaboração do Problema deve estra atrelada ao tema proposto,
pois este é a dificuldade específica com a qual o pesquisador se depara e que
deve ser resolvida por meio da pesquisa. Deve ser observado a

“viabilidade; relevância; novidade; exequibilidade; oportunidade.” Sua


formulação deve ser interrogativa, clara, precisa e objetiva, possuir solução
viável; expressar uma relação entre duas ou mais variáveis; ser fruto de
revisão de literatura e reflexão pessoal.” (PRODANOV e FREITAS 2013
p.121).
4. Referencial Teórico – Uma vez que uma pesquisa não é apenas um relatório ou
levantamento de fatos empíricos sobre determinado tema, torna-se imprescindível que que a
pesquisa seja correlacionada com o universo teórico que sirva de embasamento para a
correta interpretação dos dados e informações que a pesquisa colher ou levantar. “Nesse
sentido, todo projeto de pesquisa deve conter as premissas ou os pressupostos teóricos sobre

os quais o pesquisador fundamentará sua interpretação” Prodanov e Freitas (2013)


Devem ser analisadas as mais recentes obras científicas que tratem do
assunto, e venham dar suporte teórico e metodológico para o
desenvolvimento do projeto, além disso é nesse tópico que serão explicados
os principais conceitos e termos técnicos que serão utilizados na pesquisa.
5. Metodologia – A metodologia responde à pergunta “Como será realizada a
pesquisa?” e implica em um diversificado conjunto de procedimentos tanto
intelectuais quanto técnicos para que os objetivos do projeto possam ser
atingidos, ou seja os métodos científicos empregados e técnicas utilizadas no
processo de desenvolvimento do projeto que vão desde a identificação do
tipo de pesquisa a ser empregada, a linha de raciocínio que será seguida na
investigação. Envolve muitos critérios dependendo da natureza da pesquisa,
se é Básica ou Aplicada. Pois diferenciam-se: segundo Prodanov e Freitas
(2013) Básica: “Envolve verdades e interesses universais, procurando gerar
conhecimentos novos úteis para o avanço da ciência, sem aplicação prática
prevista”; mas também segundo os autores acima pode ser Aplicada e assim
buscará: “... produzir conhecimentos para aplicação prática dirigidos à solução de
problemas específicos.”

BIBLIOGRAFIA

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 196, de 10 de outubro de 1996. Diretrizes e


normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Bioética 1996, 4(2), Supl:
15-25.
PRODANOV, Cleber Cristiano. FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico
[recurso eletrônico] : métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. – 2. ed. – Novo
Hamburgo: Feevale, 2013.

Você também pode gostar