Você está na página 1de 1

Turismo como fator de desenvolvimento econômico e social

Resumo:

A Constituição Federal de 1988 previu, em seu art. 180, que a União, os Estados, o Distrito
Federal e os Municípios promoverão e incentivarão o Turismo como fator de desenvolvimento
social e econômico.

O turismo, nas últimas décadas, tem ganhado cada vez mais importância nos cenários nacional
e internacional, pois ele vem se mostrando uma atividade com enorme potencial para o
desenvolvimento econômico e social dos lugares. Em países como a França, por exemplo, que,
de acordo com a EMBRATUR, encontra-se na primeira posição na lista dos países mais
visitados do mundo, de 1985 a 1998, o fluxo de turistas cresceu de 37 milhões para 70 milhões,
assim, gerando um aumento considerável das divisas internas no país. Além disso, no Brasil, a
EMBRATUR aponta que de 1987 a 1995 o PIB turístico passou de R$ 38,7 bilhões para R$ 52,2
bilhões, assim, gerando um crescimento de 36% em menos de dez anos.

Nesse contexto, podemos perceber que o turismo é uma atividade com enorme potencial e
inúmeras cidades e municípios brasileiros têm grandes possibilidades para desenvolve-la,
sendo assim, se essas localidades forem devidamente administradas, receberem
planejamentos adequados, realizados por especialistas na área que podem focar nas
potencialidades dos locais, as vantagens geradas trarão inúmeros benefícios para a população
local. Entretanto, essas vantagens exigem um determinado tempo para serem consolidadas,
mas, após alcançado o sucesso dos planejamentos, elas irão se refletir das mais variadas
formas, como, por exemplo, na geração de empregos, devido ao surgimento de novos postos
de trabalho, que proporcionarão o crescimento da rentabilidade das famílias com menor
poder aquisitivo. Além disso, a necessidade de mão-de-obra especializada, como guias,
recepcionistas, recreacionistas, irá incentivar a população a se profissionalizar. Ademais, o
transporte coletivo deverá se modernizar o que irá favorecer não só os visitantes, mas também
os moradores.

Comentário:

O Turismo é uma atividade econômica que pode trazer inúmeros benefícios para determinado
local, pois, através dele, novos empregos podem ser gerados, pessoas podem melhorar de vida
com os postos de trabalhos que podem surgir a partir das atividades advindas da Cadeia
Produtiva do Turismo (CPT), como serviços de transporte, hospedagem, alimentos e entre
outros. Entretanto, apesar do turismo ser, indiscutivelmente, uma atividade que gere
desenvolvimento econômico e social, existem alguns obstáculos e riscos que devem ser
observados e devidamente ultrapassados. Assim, para o desenvolvimento da atividade
turística em determinada localidade é necessário que os possíveis desequilíbrios ambientais,
uma das principais preocupações mundiais, hoje, sejam devidamente estudados para que a
população e ecossistema local não sejam afetados de forma negativa. Portanto, o turismo é
sim um fator de desenvolvimento econômico e social, mas que deve ser devidamente
planejado e administrado.