Você está na página 1de 1

O amor está em nossas mãos...

" Haverá um momento em sua vida em que o amor vai chegar. Antes disso, você terá feito tudo o que podia, tentado
tudo o que podia, sofrido o quanto podia e desistido muitas vezes. Mas com a mesma certeza com o que você está
lendo este texto, posso lhe garantir que esse dia virá."

Refletindo bastante, olha uma verdade...Fomos educados para alcançar resultados e não para valorizar os
processos, esses meios-tempos são indispensáveis para irmos construindo a auto - estima e a liberdade necessária
para fazermos as escolhas capazes de nos trazer felicidade. O meio-tempo é o espaço de aprendizagem em nossas
vidas.

Estou vivendo o meio-tempo, quem não está? Em nossas vidas passamos por várias mudanças, vários momentos
em que nos exige refletir, decidir alguma coisa, e muitas vezes não sabemos o que fazer!! Daí entramos no meio-
tempo, sentimos angustia, tristezas, alegrias...Em relação a relacionamentos, seja qual ele for, amamos nos outros o
que amamos em nós mesmos. Rejeitamos nos outros aquilo que não gostamos, mas conseguimos ver em nós
mesmos.

A verdade é que o amor é apoio e doação, não agressão e exigência. É protetor, não esmagador. Honre o que você
sente, acreditando que pode ter o que deseja. Respeite o ponto em que você está na vida, entendendo que irá
progredir, quando tiver completado a etapa. Apoie-se, ao se recusar a aceitar menos do que deseja. Está será sua
base - o que você faz e como se trata. Para estabelecê-la você deve criar reações novas para os desafios da vida,
baseadas no amor. Procure sempre fazer suas escolhas da forma que mais respeite seu amor próprio.

Vivendo concretamente o amor, será capaz de ensinar aos outros o seu significado verdadeiro.

Não podemos esquecer que para alcançar o amor às vezes é necessário uma faxina dentro de nós. Sim, estou me
referindo as coisas que ainda nos atormentam e pelas quais deixamos que outras pessoas nos culpem. O objetivo
desta faxina, é aprender a gostar do que temos e abrir espaço para coisas novas...

O amor conquista tudo certo? Errado! O amor não pode trabalhar contra a desonestidade, negação, medo ou
tentativa de agradar as pessoas. É fisicamente impossível que duas coisas ocupem o mesmo espaço ao mesmo
tempo. Quando existe medo o amor não pode resistir. O amor também não discrimina! Existe onde quer que seja
bem - vindo, reconhecido e respeitado!

Amar é dar sem se lembrar, receber sem esquecer. Isso não quer dizer que você deve permitir que as pessoas
façam que quiserem com você ou com sua vida. Significa apenas que deve viver cada dia como uma experiência de
partilha, sem questões obscuras ou expectativa de retorno do seu investimento.

O amor exige uma partilha honesta de tempo, espaço, meios e vida pelo simples prazer de partilhar, enquanto for
prazeroso. Esse nível do amor incondicional e consciente trará muitas recompensas, de incontáveis formas. Significa
que você fez uma escolha consciente sobre como amar, o que pode incluir amar alguém a distância.Portanto, dar
uma chance pra você, é dar uma chance para o amor. Não se vive sem o amor, seja ele como for.

Eu amo e não deixarei nunca de cultivar o amor, ele faz bem pra alma, pra vida!!!

O amor está em nossas mãos...

(Alguns trexos do livro "Enquanto o amor não vem" de Iyanla Vanzant)

Interesses relacionados