Você está na página 1de 55

Treinamento Completo - Viver de Youtube

1
Treinamento Completo - Viver de Youtube

ÍNDICE

1. Introdução ao mundo dos vídeos …………………………. 03


2. Como funciona o Youtube …………………………………. 05
3. O Mindset do Youtuber …………………………………….. 07
4. Criando seu canal …………………………………………… 11
5. Por dentro da plataforma …………………………………… 14
6. Como monetizar seu canal ………………………………… 24
7. Como planejar conteúdos ………………………………….. 27
8. Dicas para produção de vídeos …………………………… 29
9. Conhecendo e dominando o Analytics ……………………. 36
10.Como construir uma máquina de audiência ………………53

Sejam bem-vindos ao e-book oficial do Viver de Youtube, ao concluir este e-book


você estará apto a criar seu canal no Youtube, construir seus primeiros conteúdos
e já começar a faturar com esta incrível plataforma.

2
Treinamento Completo - Viver de Youtube

1. Introdução ao mundo dos vídeos


Sim, você irá aprender sobre a maior plataforma de vídeos do mundo.

Provavelmente, todos nós já passamos uma tarde perdida assistindo vídeos bobos
de memes um atrás do outro.

O YouTube sempre foi uma fonte de conteúdo divertido, mas também está se
firmando como uma ferramenta essencial para todos os tipos de profissionais.

Você pode estar pensando: "Isso é ótimo, mas meu público não está no YouTube."
Será?

Um terço do tempo total online é gasto assistindo a vídeos, e o YouTube tem mais
de um bilhão de usuários ativos. A plataforma é tão extensa que pode ser
acessada em 76 idiomas diferentes, representando 95% da população mundial.

Não apenas o seu público está no YouTube, mas como o segundo maior
mecanismo de busca da Internet, o YouTube pode ajudar a melhorar o seu SEO e
a presença geral do seu produto, mesmo que você seja o produto.

O YouTube permite que todos os profissionais apresentem conteúdo exclusivo que


é fácil para os espectadores consumirem e compartilharem.

Utilizar o YouTube como ferramenta de publicação de conteúdos pode ser uma


ferramenta intimidante para muitas marcas e empreendedores. 

Foi pensando nisso que criamos este guia completo para iniciantes e novatos no
YouTube.

A seguir, vamos percorrer cada etapa do que você precisa aprender para se tornar 
um mestre no YouTube e literalmente viver desta plataforma, desde como criar um

3
Treinamento Completo - Viver de Youtube

canal no YouTube, otimizar vídeos para SEO e até monetizar e analisar as


métricas do seu vídeo.

Por que dominar o Youtube?

Hoje, o Youtube tem mais de dois bilhões de usuários, o que representa quase um
terço da internet e esse número vem aumentando a cada ano.

Segundo dados do Alexa, essa audiência faz o Youtube ser o segundo site mais
acessado da web, atrás apenas do Google. No Brasil, o consumo de vídeos na
web cresceu 135% entre 2014 e 2018.

Não é por acaso que o site foi responsável por alavancar milhares de digital
influencers, que conquistaram uma audiência fiel com seus vídeos e deixaram os
programas da TV tradicional para trás.

Com eles, o Youtube também deixou de ser uma plataforma de passagem, que é
acessada por um link apenas para assistir a um vídeo e logo sair, e passou a ser
uma plataforma de destino, em que as pessoas vão para navegar, ver as
novidades e passar mais tempo.

De olho no poder da plataforma, as marcas começaram a explorar o que ela tinha


a oferecer como ferramenta de marketing.

Hoje, o Youtube oferece diversas possibilidades de ações de marketing e


comunicação, que podem aumentar o brand awareness, o poder de engajamento e
a autoridade das marcas.

E não pense que elas são limitadas à publicação de vídeos no canal.

Isso é essencial, claro, mas você também pode investir em anúncios, fazer
parcerias com marcas e influenciadores, interagir com os inscritos do canal e
aproveitar uma série de recursos.

4
Treinamento Completo - Viver de Youtube

2. Como funciona o Youtube


Para quem deseja viver de Youtube o que interessa são as visualizações. Elas são
uma das medidas utilizadas pelo sistema de monetização da plataforma, que
recompensa seus usuários, de acordo com o tamanho do canal. 

Da mesma forma que qualquer pessoa pode assistir aos vídeos publicados na
plataforma, qualquer pessoa também pode publicar um vídeo, desde que tenha
uma conta cadastrada.

No entanto, ganhar dinheiro com o YouTube não é tão simples assim. Você
precisará dominar algumas etapas fundamentais da plataforma, e por isso este e-
book caiu como uma luva para você que deseja viver de Youtube.

Como é feita a contagem de visualizações no Youtube?

O YouTube conta a visualização do vídeo assim que ele é aberto por um visitante.
Não há tempo mínimo para ficar assistindo. Se alguém abrir seu vídeo, a
visualização já é contabilizada, mesmo que a pessoa assista por apenas alguns
pouquíssimos segundo.

Porém se ele sair antes do final, contará negativamente contra a retenção do


vídeo, que é um índice que calcula por quanto tempo as pessoas assistiram ao
conteúdo – e pode impactar no alcance, mais tarde.

Resumindo: A visualização no YouTube é contabilizada assim que o vídeo é


executado.

O alcance não é medido apenas com base na retenção, mas ela auxilia o algoritmo
do YouTube a entender se o seu conteúdo é relevante ou não. Se a taxa retenção
for baixa, a plataforma, de maneira automatizada, pode entender que o vídeo não

5
Treinamento Completo - Viver de Youtube

é relevante e, assim, ele não será mostrado com tanta frequência para outros
visitantes.
Quero ganhar dinheiro, a partir de quantas visualizações começo a
faturar?

O sistema de monetização do YouTube mudou desde o início de 2018. Para


começar a ganhar dinheiro com seu canal, é necessário cumprir dois pré-
requisitos: o primeiro deles é ter, pelo menos, mil inscritos; em segundo lugar, é
preciso ter, pelo menos, 4 mil horas de conteúdo visualizado nos últimos 12 meses.
A partir daí, é possível ativar o sistema de pagamentos para o canal.

Além disso, se o seu canal e seus vídeos forem de conteúdo infantil, eles não
serão monetizados e não renderão dinheiro, conforme determinou o YouTube a
partir de janeiro de 2020, em nova mudança estabelecida e pré-comunicada.

6
Treinamento Completo - Viver de Youtube

3. O Mindset do Youtuber
Na sua opinião, o que define um youtuber de sucesso?

Ter milhares de inscritos? Ganhar muito dinheiro? Fechar muitas parcerias? Sim,
faz todo sentido, porém por trás de um Youtuber existem alguns fatores que
ninguém vê..

A verdade é que o que define um youtuber de sucesso é uma soma de vários


fatores tudo com um único pro engajamento.

Um youtuber com engajamento relevante é capaz de influenciar e motivar seus


espectadores com sua produção de conteúdo. E essa é a base para o sucesso de
qualquer canal.

Quer ver só uma coisa? Abaixo, você confere o ranking de março de 2020 para os
5 maiores canais brasileiros do YouTube:

1. KondZilla – 60,1 milhões de inscritos


2. Whindersson Nunes – 40,6 milhões de inscritos
3. Felipe Neto – 39,3 milhões de inscritos
4. Você sabia – 36,8 milhões de inscritos
5. Luccas Neto – 32 milhões de inscritos

Mesmo sendo perfis muito diferentes eles têm várias coisas em comum:

• O público deles é muito bem definido;


• Oferecem conteúdo relevante para seu público;
• O volume de interações nos comentários é muito grande; 
• Todos os vídeos são visualizados por um número muito grande de
seguidores;
• São totalmente coerentes com o perfil de seu canal. 

7
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Em linhas gerais, são esses os elementos-chave para entender como virar um


youtuber de sucesso. 

Mas como colocar cada uma dessas missões em prática? É o que descobriremos
ao longo do próximo tópico!

1. Fale sobre algo que você ama

O primeiro passo para descobrir como ser um youtuber de sucesso é, sem


dúvidas, encontrar um assunto que você ame e domine.

O grande erro de muitos empreendedores do universo do YouTube é tratá-lo


exclusivamente como um negócio. Na verdade, o grande diferencial da “nova
comunicação” que surgiu com o boom dos influenciadores digitais é justamente o
quê de humanização presente no conteúdo.

Se ainda não sabe muito bem sobre o que falar, não se preocupe! Você pode
investir em técnicas para estimular a criatividade, como fazer um brainstorming e
anotar tudo que lhe vier à mente!

2. Faça um bom planejamento

Depois de encontrar seu nicho de atuação, é hora de planejar! A etapa de


planejamento é dividida em diversas fases, e todas elas devem ser cumpridas com
a máxima atenção e cuidado possíveis. Nunca se esqueça: este é o seu negócio!

Aqui nesta etapa devem ser levados em consideração o público-alvo;

• O tipo de conteúdo digital utilizado no canal (vídeos, vlogs, animações,


webinars, entrevistas etc.);
• A periodicidade de postagens;

8
Treinamento Completo - Viver de Youtube

• Os canais de comunicação com o público (seu YouTube será o único meio


de contato ou você também atuará nas redes sociais?);
• Seu posicionamento de marca (qual o objetivo do canal? Entreter? Informar?
Divertir? Ensinar?;
• Sua identidade visual;
• A linguagem de comunicação com o público.

3. Invista em bons equipamentos e bons processos

Calma, investir em bons equipamentos não significa que você terá de gastar rios
de dinheiro!

O mais importante é saber que a qualidade do conteúdo que você entrega importa,
independentemente do preço dos equipamentos. Ou seja, saber escolher de forma
estratégica é tudo.

Por exemplo: na hora de decidir qual a melhor câmera para gravar vídeos no
YouTube, lembre-se dos objetivos dos seus vídeos. Muitas vezes, o melhor
equipamento para cada caso não é o equipamento mais caro. Veja, por exemplo, o
caso dos youtubers gamers. Com uma webcam acoplada ao computador, é
possível criar vídeos de qualidade.

Além da captação, lembre-se também de investir em em bons editores de vídeo


(há inúmeros programas gratuitos para usar no computador ou até mesmo no
celular) e em uma boa finalização, como colocar música nos vídeos e bons efeitos
de transição e corte.

4. Estimule a interação com o público

Lembra do que falamos sobre a importância do engajamento? Para entender como


ser um youtuber de sucesso, você precisa ter essa palavra-chave em mente! 

9
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Insira, sempre que possível, chamadas para a ação (ou CTAs – Calls to action) em
seus vídeos. Seja como parte do roteiro (quando o youtuber pede que o
espectador “se inscreva no canal e ative o sino de notificações”, seja como parte
da descrição do vídeo (estimulando comentários e compartilhamentos), ou até
mesmo como comunicação complementar.

O segredo é criar relações próximas com os espectadores e fortalecer a sensação


de troca entre você e seus seguidores.

5. Seja presente

De nada adianta estimular a interação e não estar disponível para respondê-las.


Sabemos que, de acordo com o crescimento da popularidade do canal, a
disponibilidade do youtuber pode ser reduzida, o que dificulta a manutenção de
interações.

Entretanto, esse aspecto nunca pode ser deixado de lado! Ainda que a forma de se
comunicar com o público mude (o canal pode, por exemplo, ter uma nova série que
responde a diversos comentários de uma só vez), ela precisa continuar existindo,
uma vez que é o principal combustível do sucesso do canal.

Além disso, cumprir o cronograma de publicações desenhado na etapa de


planejamento também é essencial. A partir do momento em que o canal passa a
ser visto como um negócio, ele precisa ser levado a sério!

10
Treinamento Completo - Viver de Youtube

4. Criando seu canal


Para começar, é necessário criar uma conta no YouTube. Essa é a etapa mais fácil
de todo processo.

Se você tem uma conta no Google, você já tem uma conta no YouTube. Tudo o
que precisa fazer é abrir o YouTube e clicar em login no canto superior direito da
página. Caso sua empresa esteja cadastrada no Google Meu Negócio, você
também pode usar essa conta e garantir maior integração entre suas contas.

Você será redirecionado para digitar seu email e senha do Google no local
indicado.

Caso você ainda não tenha uma conta no Google, basta clicar em “mais opções” e
depois em “crie uma conta”. Você será redirecionado para fazer uma conta gratuita
no Google.

Vamos criar nosso canal agora!

Após fazer o login (ou criar sua conta) no YouTube, clique no seu avatar e depois
em “Crie um canal” no menu que aparece logo abaixo.

11
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Se você ainda não executou esse passo, abrirá uma tela assim:

Escolha o nome do canal, de preferência personalizando para que seja mais fácil
de encontrar. Se o objetivo for criar um canal empresarial, lembre-se de criar uma
conta com essa característica.

Depois disso você será redirecionado para o dashboard de seu recém criado canal
do YouTube.

Como criar seu canal no YouTube pelo celular?

Se você quer fazer o procedimento de abrir um canal no YouTube pelo celular, o


primeiro passo é baixar o aplicativo do YouTube, que está disponível para Android,
iOS e Windows Phone.

12
Treinamento Completo - Viver de Youtube

O procedimento é o mesmo. Faça o login no YouTube e clique no ícone de vídeo,


localizado na parte superior do aplicativo.

Se você não tem um canal no YouTube, automaticamente abrirá uma tela para
você criar esse canal.

Feito isso, sempre que você quiser colocar um vídeo no YouTube pelo celular, é só
clicar no mesmo ícone e selecionar o vídeo em sua galeria. É possível também
gravar um vídeo novo e publicá-lo logo em seguida.

É possível também fazer vídeo para o YouTube diretamente pelo celular, basta
gravar com a câmera do aparelho e publicá-lo diretamente pelo aplicativo.

13
Treinamento Completo - Viver de Youtube

5. Por dentro do seu canal


Como mudar o nome do canal do YouTube

Se você escreveu errado o nome do canal, se sua empresa mudou de nome ou


outro motivo qualquer, não há motivos para preocupação. O YouTube oferece a
opção de mudar facilmente o nome do canal do YouTube.

Clique no seu avatar do YouTube, no canto superior direito do painel, depois na


opção de “Seu canal” e por fim selecionar a opção “Personalizar o canal”.

Você será redirecionado para as configurações de conta. Clique no ícone de


configurações, ao lado do “Estúdio de criação”.

14
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Para fazer a alteração, clique na opção “editar no Google” ao lado do nome de seu
canal. Uma nova guia abrirá e mostrará a opção de editar nome.

Já o logo e capa do seu canal do YouTube podem ser editados clicando em


“Adicionar arte do canal”.

Como mudar o link do canal do YouTube

Para melhorar o seu trabalho no YouTube é bem importante que você personalize
a sua URL. Isso fará com que as pessoas possam encontrar seu canal mais
facilmente e também fará com que você possa compartilhar a URL de forma mais
fácil.

15
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Para criar uma URL personalizada, é necessário que seu canal do YouTube esteja
qualificado para isso.

Você pode escolher a URL personalizada com base no seu nome de exibição, seu
nome de usuário do YouTube, suas URLs curtas atuais ou o nome do seu website
vinculado. Tudo isso depende da disponibilidade.

Se estiver qualificado para uma URL personalizada, um aviso será mostrado nas
configurações avançadas da conta e você receberá uma notificação por email e
outra no painel do seu Estúdio de Criação.

Antes de começar: lembre-se de que não é possível alterar a URL personalizado


após a criação, incluindo o ajuste de letras maiúsculas ou minúsculas, acentos ou
sinais diacríticos (como cedilha e acentos). Se você quiser mudar a URL
personalizada, remova-a do canal e reivindique uma nova.

1. Clique no ícone do seu canal no canto superior direito e em configurações


para acessar as configurações avançadas da conta. Em seguida, clique em
“Avançado” abaixo do nome da sua conta;
2. Em “Configurações do canal”, selecione o link ao lado de “Você está
qualificado para uma URL personalizada”. Você só verá essa mensagem se
o seu canal estiver qualificado;
3. Na caixa “Receber uma URL personalizada”, você verá as URLs que foram
aprovadas para você. Não é possível alterar o texto da caixa cinza, mas
talvez você precise adicionar algumas letras ou números para tornar a URL
exclusivo;
4. Leia atentamente os “Termos de Uso da URL personalizada”, marque a caixa
de seleção para concordar e clique em “Alterar URL”.
5. Não é possível solicitar a alteração da URL personalizada depois da
aprovação. Então, quando tiver certeza de que fez a escolha certa, clique em
“Confirmar escolha”.

16
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Regras para adquirir uma URL personalizada

Para poder reivindicar uma URL personalizada, seu canal precisa seguir algumas
regras:

• Ter 10 ou mais seguidores (pessoas que adicionaram você aos círculos


delas);
• Sua conta deve ter pelo menos 30 dias;
• Seu perfil deve ter uma foto;
• Sua conta deve estar em situação regular.

Remover URL personalizada e reivindicar uma nova
Caso você precise mudar a sua URL personalizada, será necessário remover a
atual antes de reivindicar uma nova. Essa ação é limitada e pode ser feita até 3
vezes por ano.

Cuidado: ao fazer isso, sua URL antiga será desativada e não vai direcionar mais
os usuários para o seu canal. Por isso, é importante que isso seja feito se
realmente for necessário.
Para realizar essa ação, siga os seguintes passos:

1. Acesse a página sobre mim;


2. Na parte superior direita, selecione a conta do seu canal do YouTube. Caso
ela não esteja na lista, clique em “Todas as contas da sua marca”;
3. Encontre a URL personalizada atual em “Sites” e clique em editar;
4. Clique no X ao lado da URL que deseja remover;
5. Clique em OK.

Se estiver qualificado, você poderá reivindicar uma nova URL personalizada logo
após a remoção. Porém, pode levar alguns dias até que a URL anterior pare de
direcionar os usuários para o seu canal.

17
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Como colocar um vídeo no YouTube

Agora que você já sabe como criar um canal no YouTube e fazer as configurações
iniciais, é hora de falar sobre como fazer o upload de vídeos na plataforma.

Importante: antes de subir o vídeo, confira se sua conta está verificada! Para
confirmar sua conta, acesse a página youtube.com/verify. Você precisará informar
um número de telefone para concluir a confirmação. Feito isso, o YouTube enviará
um código de verificação por chamada de voz ou SMS.

Conta verificada, é hora de colocar seu primeiro vídeo no YouTube. Na parte


superior da tela do YouTube, tem um ícone com forma de câmera e um + no
centro. Ao clicar lá, você verá a opção de “Enviar vídeo”.

Clique neste ícone e você será redirecionado para essa tela:

Ao clicar em enviar, abrirá uma janela para você selecionar o arquivo. Escolha o
vídeo que você deseja subir e aguarde.

Enquanto o vídeo está sendo carregado, você já pode editá-lo nessa tela de status
de envio.

18
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Nessa tela, há 3 abas de edição disponíveis: informações básicas, traduções,


configurações avançadas:

• Detalhes
• Coloque título, descrição, marcações e adicione a uma playlist, caso
tenha uma;
• Após o vídeo ser processado, você pode escolher uma miniatura pré-
definida ou fazer o upload de uma imagem personalizada;
• Esse passo é muito importante, pois essa imagem será a capa do seu
vídeo. É essa imagem que aparecerá no seu canal, nos resultados de
pesquisa e também quando alguém compartilha o seu vídeo nas redes
sociais;
• Indique também se há alguma restrição de idade, marcando se ele
pode ser exibido para crianças ou não.
• Elementos do vídeo
• Aqui você pode colocar cards interativos e uma tela final para mostrar
vídeos relacionados, sites e calls-to-action aos espectadores;
• Você pode concluir essa etapa depois que a versão do seu vídeo tiver
sido processada.

19
Treinamento Completo - Viver de Youtube

• Visibilidade
• Escolha as opções de visibilidade entre:
• Público, onde qualquer pessoa pode ver;
• Não listado, quando apenas as pessoas com o link do vídeo
conseguem ver;
• Privado, quando o vídeo só pode ser visto por pessoas
selecionadas ou com acesso de login do canal do YouTube.
Após essas definições iniciais, você ainda pode utilizar a área de configurações
avançadas.

• Configurações avançadas
• Nessa aba você editará os seguintes pontos:
• Política de comentários;
• Licença e propriedade de direitos;
• Distribuição;
• Certificação de legenda;
• Opções de distribuição;
• Restrições de idade;
• Categoria;
• Local do vídeo;
• Idioma do vídeo;
• Contribuições comunitárias;
• Data da gravação;
• Estatísticas do vídeo;
• Vídeo 3D;
• Declaração de conteúdo.

Como editar vídeos no YouTube

Após subir o vídeo, você poderá editá-lo. É possível não só mudar títulos e
descrições como também fazer cortes, usar filtros e outras ações. Além disso,

20
Treinamento Completo - Viver de Youtube

poderá também dividi-lo em capítulos, facilitando a visualização de tutoriais, por


exemplo.

Para isso, acesse o “Estúdio de criação” no painel esquerdo do YouTube e clique


em “Vídeos”.

Nessa tela, você terá uma visão geral de todos os vídeos que estão em seu canal.
Clique em “Detalhes” logo ao lado da miniatura do vídeo. Para ter acesso a
configurações avançadas, clique em “Editor” no menu do lado esquerdo.
A tela de edição do YouTube é assim:

21
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Usando as opções disponíveis em detalhes, edição e legenda, você pode fazer as


seguintes mudanças nos vídeos:

• Informações e configurações
• Editar as informações básicas, as mesmas que você pode fazer
enquanto o vídeo está sendo carregado.
• Melhorias
• Aqui você pode fazer correções rápidas (como luz, contraste, cor,
saturação), editar a velocidade do vídeo, aplicar filtros e efeitos de
desfocamento.
• Áudio
• Para adicionar uma trilha sonora ao vídeo.
• Tela final e anotações
• Para configurar o que acontece depois que o vídeo chega ao fim
(como promover um novo vídeo, uma playlist, inscrições no canal,
outro canal ou link externo);
• Já as anotações do YouTube não estão mais disponíveis. Os vídeos
que possuem anotações não sofreram mudanças, mas não é possível
editá-las ou criar novas.
• Cartões

22
Treinamento Completo - Viver de Youtube

• Cartões servem para adicionar interatividade aos vídeos. Com os


cartões, você direciona os espectadores a uma URL específica (a
partir de uma lista de sites qualificados) e mostra imagens, títulos e
Calls-to-Action personalizados, dependendo do tipo de cartão;
• Legendas/CC
• Para inserir legendas ou closed captions em seu vídeo.

23
Treinamento Completo - Viver de Youtube

6. Como monetizar seu canal


O YouTube promoveu uma série de mudanças no sistema de remuneração dos
canais que integram a plataforma. Sabe o que precisa fazer para se adaptar?

Não é difícil entender a lógica por trás do sistema de monetização de vídeos no


YouTube: basicamente, os produtores de conteúdo são remunerados pelo volume
de visualizações da publicidade exibida em seus canais.

A métrica usada para fazer o cálculo é o CPM – Custo por Mil. Então, a cada mil
visualizações, o produtor recebe uma parte do valor pago pelo anunciante.

A mecânica da operação não é tão simples quanto a sua lógica. A distribuição dos
vídeos é feita a partir de algoritmos e o Google não revela muitos detalhes sobre
os critérios usados e os valores repassados.

E tem mais: a plataforma tem passado por mudanças. E, com a adoção de novas
regras, a monetização dos vídeos está mais difícil.

Mas não se preocupe, a proposta deste artigo é ajudar você a entender melhor o
que está acontecendo. Vamos lá?

Como ganhar dinheiro no YouTube?

Logo depois da sua aquisição pelo Google, em 2006, o YouTube encontrou uma
fórmula para remunerar os produtores de conteúdo: repassar uma parte da verba
obtida das empresas interessadas em veicular sua publicidade nos canais.

Desde o início foi estabelecido que os criadores interessados em monetizar seus


conteúdos deveriam fazer parte do YouTube Partner Program.

Lá no começo, como a concorrência ainda era baixa, o processo não era muito
complicado. Seguindo algumas regras simples, era possível obter algum ganho. O

24
Treinamento Completo - Viver de Youtube

principal, claro, era ter audiência no canal para conseguir mais visualizações para
as mensagens publicitárias.
Abordaremos daqui a pouco as mudanças. Por ora, vamos entender como os
anúncios funcionam na plataforma:

• A publicidade nos vídeos é inserida por meio do Google AdSense, a


plataforma de anúncios do Google. Então, para ganhar dinheiro com os
conteúdos produzidos, é preciso ter uma conta lá;

• Para conseguir isso, o criador precisa, em primeiro lugar, seguir as regras da


comunidade;

• O YouTube disponibiliza formatos diferentes de anúncios para as empresas,


e cabe ao criador escolher quais serão aceitos no seu canal;

• Entre os formatos, um dos mais atrativos é o TrueView In-stream, que vai


aparecer, se o usuário deixar, antes do vídeo;

• Tem também o Discovery, exibido nos resultados de pesquisa do YouTube,


ao lado de vídeos relacionados ao assunto e na página inicial do YouTube no
celular;

• O formato de exibição do Bumper é parecido — o que muda é o tempo de


duração: são vídeos de apenas 6 segundos;

• Além dos anúncios, outra forma de ganhar dinheiro no YouTube é com o


merchandising. Nesse caso, o criador faz a negociação diretamente com o
anunciante para inserir a marca nos seus vídeos. Atenção: a orientação do
Google é que essa prática seja comunicada à plataforma;

• Em troca de uma porcentagem dos ganhos, o criador também pode se


associar às multi-channel networks. Elas ajudam a gerenciar o canal e a
otimizar os investimentos.

25
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Como funciona atualmente o programa de parcerias?

Como já explicamos, para ter direito à remuneração, o criador do conteúdo precisa


fazer parte do Programa de Parcerias do YouTube.

Desde 2017, o Google mudou bastante o sistema de monetização dos vídeos. Foi
uma forma de atender às demandas dos anunciantes, tornando o ambiente mais
“saudável” para as marcas.

Na busca desse ideal, foram criadas regras importantes para filtrar melhor os
canais aptos a receber anúncios. Vamos ver algumas delas:

• O canal precisa ter pelo menos 1 mil inscritos;


• Nos últimos 12 meses, deve ter acumulado no mínimo 4 mil horas de
conteúdo assistido;
• A veiculação dos anúncios passou a ser mais transparente. O anunciante
hoje consegue avaliar onde as mensagens estão sendo veiculadas,
analisando a pertinência do canal.

26
Treinamento Completo - Viver de Youtube

7. Como planejar conteúdos


DEFINA OS TEMAS

Na hora de determinar o assunto do vídeo, tento priorizar conteúdos que sejam as


principais dúvidas do seu público. Para isso, utilizo o Google Trends, uma
plataforma gratuita que exibe o número de buscas sobre diferentes palavras-
chaves. Essa pesquisa faz com que o conteúdo seja gerado a partir do interesse
que as pessoas demonstraram em suas buscas, o que o torna mais relevante para
o momento.

As dúvidas de alunos, espectadores do canal e seguidores das redes sociais


também são muito interessantes na hora de definir o tema do seu vídeo. Essas
perguntas ajudam tanto para saber que o assunto é relevante quanto como
termômetro para definir os próximos vídeos, que podem ser subtemas do que mais
gerou curiosidade sobre o primeiro conteúdo.

Vale lembrar que a curiosidade (Kotler menciona no livro Marketing 4.0), é um


fator importante do funil, que ao ser levada em consideração faz muita diferença no
resultado.

Uma terceira forma de escolher temas é monitorar a concorrência e verificar que


tipo de conteúdo engajou e que dúvidas surgiram.

Esse monitoramento pode servir de inspiração, não para copiar, mas para que
você crie o próprio tom e vá construindo seu estilo de comunicação.

Por fim, vale apostar em conteúdos que façam sentido para o sua história e que
tenham a ver com a sua construção de marca, mesmo que não gerem um grande

27
Treinamento Completo - Viver de Youtube

número de visualizações e likes. Esse tipo de conteúdo proporciona resultados


intangíveis, que afetam a percepção sobre a sua marca.

ORGANIZE A PAUTA

Definido o tema do vídeo, chega o momento da gravação. Para organizar as ideias


que você quer transmitir, é interessante encontrar seu próprio método. Funciona
muito bem você fazer suas pautas em tópicos, com alguns termos e sinônimos
que quero utilizar, mas procuro explicar de uma forma mais espontânea e natural.
Depois só organizo as informações na edição, para que o resultado tenha clareza
e fluidez.

TESTE, TESTE E TESTE

Mesmo planejando muito bem o seu conteúdo, sabemos que marketing precisa de
validação na prática. Depois de analisar tudo, com o resultado desses testes, você
pode se surpreender ao encontrar conteúdos que engajam mais do que esperava,
e outros que parecem grandes apostas, mas têm resultados aquém do esperado.

A criação de conteúdo para vídeos é um processo contínuo de aprendizado tanto


para quem está criando quanto para quem assiste.

Agora vamos ver algumas dicas para deixar sua produção de vídeos ainda melhor!

28
Treinamento Completo - Viver de Youtube

8. Dicas para produção de vídeos


Pré-produção: A parte mais importante para fazer um vídeo de
qualidade

Muita gente não leva a parte de pré-produção a sério e, no final, acaba ficando

decepcionado com o resultado. Para evitar esse tipo de frustração, lembre-se

sempre de dedicar atenção especial a cada uma das etapas a seguir.

Qual é o objetivo do vídeo?


Para saber como fazer um vídeo de qualidade, primeiro você precisa definir qual é

o seu objetivo com aquele conteúdo.

• Gerar mais leads?

• Converter vendas?

• Aumentar a sua autoridade?

Entender o resultado que você espera do vídeo facilita na hora de encontrar a

melhor abordagem.

Para quem ele é?

Quem é o público-alvo do meu vídeo? Que tipo de conteúdo essa pessoa consome

normalmente ou quais problemas ela enfrenta?

Esses questionamentos são fundamentais para criar vídeos alinhados às

necessidades do espectador e ser mais assertivo em sua proposta.

29
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Se você ainda não sabe quem é o espectador ideal para seus vídeos,

recomendamos que você faça uma análise de seu canal no YouTube ou de sua

base de clientes para traçar esse perfil.

Sobre o que ele é?

Em seguida, você precisa ter em mente o assunto sobre o qual gravará. Para isso,

pense em um roteiro do que é importante dizer ou de perguntas para um

entrevistado, caso tenha um.

Esse roteiro ajudará você a gravar de forma mais objetiva e facilitar todo o

processo de pós-edição, além de deixar o vídeo mais claro e atrativo para quem

está assistindo.

Não são apenas os atores que se beneficiam de um roteiro bem elaborado. Os

produtores, os editores, os apresentadores e até mesmo a pessoa responsável

diretamente pela manipulação das câmeras precisam ter acesso a um roteiro bem

escrito.

Criar um bom roteiro significa elaborar um documento prático, claro e

extremamente organizado, uma vez que praticamente todos os profissionais

envolvidos no processo de gravação do vídeo se guiarão por ele.

Por isso, é imprescindível que o roteiro esteja alinhado com os objetivos da

produção, de modo que esses possam ser alcançados com maior facilidade.

30
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Uma dica valiosa é sempre imprimir o roteiro para ter acesso fácil a ele durante as

gravações. Você pode deixar o documento colado em algum ponto de fácil

visualização, por exemplo, e até mesmo circular as palavras-chave, para se

lembrar dos tópicos sempre que precisar.

Experimente também salvar o roteiro na nuvem, como no Google Docs, e deixar o

arquivo aberto no celular. Isso facilita até para compartilhar com quem está do

outro lado da câmera, gravando ou no suporte.

Como organizar a gravação?

A organização do material a ser gravado é fundamental para um bom resultado em

seu vídeo. Por isso, você precisa conhecer a técnica da decupagem. Ela consiste,

basicamente, na divisão e no planejamento de gravação de um vídeo em planos e

sequências.

Na indústria cinematográfica, por exemplo, o processo de decupagem ajuda a

segmentar o roteiro, tornando-o mais claro com relação às cenas e situações que

serão usadas em cada etapa do vídeo.

É em um roteiro decupado que são descritos, ainda, os planos e enquadramentos

que serão utilizados em cada cena. Dessa forma, o processo de gravação é

facilitado e a edição é feita em cima de um planejamento prévio e pensado com

calma.

31
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Onde ele será gravado o seu vídeo?

O seu próximo passo, na etapa de pré-produção, é definir qual será a locação de

seu vídeo — ou seja, onde ele será gravado.

Procure escolher um lugar onde você possa ter um controle maior sobre a

interferência de ruídos externos, assim, fica mais fácil ter uma qualidade melhor de

áudio.

Evite locais muito movimentados, perto de obras ou com muito trânsito, por

exemplo. E se você conseguir encontrar um espaço que combine silêncio e um

ambiente agradável, melhor ainda. Afinal, a aparência do vídeo também é um

aspecto a ser levado em consideração.

Se o cenário for sua casa, opte por gravar em frente a paredes de cor sólida (sem

papéis de parede, e de preferência em tons mais escuros).

A locação escolhida para a gravação do seu vídeo interfere, também, em aspectos

como a iluminação. Um ambiente externo apresenta uma luz mais inconstante,

enquanto em um local interno é quase sempre necessário pensar em

equipamentos de iluminação artificial.

Quais cuidados ter com a iluminação?

32
Treinamento Completo - Viver de Youtube

O horário escolhido para realizar a gravação é muito importante. A luz natural é

uma importante aliada na hora de fazer um bom vídeo, e você deve utilizar ela ao

máximo. Um lugar que seja muito bonito, mas que tenha pouca luz, pode não ser

tão interessante quanto um lugar simples e com uma ótima iluminação.

Também existem algumas faixas de horário que podem ajudar na hora de planejar

sua gravação.

A luz natural de um dia começando, de 6 às 8 horas, costuma ser uma luz mais

dourada, com o sol mais baixo. Esse tipo de luz ajuda a dar um visual bem

interessante para o vídeo. Já de 8 às 11 horas da manhã, mesmo com o sol mais

forte e a luz mais clara, a iluminação ainda apresenta menos sombras duras, se

tornando uma opção também interessante.

Você também consegue uma boa luz de 14 às 17 horas. Neste intervalo, o cenário

é semelhante ao começo da manhã, permitindo uma boa iluminação para suas

gravações. Porém, atenção!

A partir das 17 horas, você começa a ter uma luz de crepúsculo e o dia escurece

rápido. Apesar de conseguir o mesmo aspecto dourado do início da manhã,

conhecido como Golden Hour (ou Hora de Ouro), o tempo para gravar o vídeo é

muito reduzido, o que pode fazer com que o seu planejamento vá por água abaixo.

Então, tenha cuidado com gravações nesse período, pois você pode acabar

ficando sem iluminação e precisando encerrar o trabalho no meio do caminho.

33
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Por fim, evite o horário de 11 até aproximadamente 14 horas. Nesta parte do dia,

temos o conhecido sol de meio-dia, com sombras mais duras e marcadas, que

formam bolsas nos olhos e deixam a imagem com uma qualidade pior.

Entretanto, se esse for exatamente o aspecto que você quer trazer para o seu

vídeo, procure explorar o contraste entre luz e sombra de maneira criativa e

explícita. Dessa forma, você não passa a impressão de que não deu atenção para

o horário da gravação.

Iluminação artificial

Por mais que o ambiente da gravação esteja bem iluminado, a câmera não

consegue captar toda a luz, o que pode render imagens menos nítidas ou

granuladas. Além disso, a iluminação natural é inconstante, podendo variar

rapidamente entre as cenas gravadas.

Já os ambientes iluminados artificialmente são mais previsíveis. Você consegue

identificar quando a luz está estourada, se a cor está uniforme e, quando não,

consegue resolver isso apenas mudando os equipamentos de lugar.

É claro que uma iluminação com aspecto profissional requer investimento em

equipamentos, mas não se preocupe: você não precisará gastar uma fortuna para

construir seus cenários.

34
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Vale lembrar que sem luz não há imagem. Portanto, a iluminação do vídeo é tão

importante quanto a qualidade do conteúdo que será abordado!

35
Treinamento Completo - Viver de Youtube

9. Conhecendo e dominando o Youtube


Analytics

Verificar e entender os dados gerados por seu público é importantíssimo para

evoluir seu negócio. Saber, por exemplo, se as pessoas assistem em média a 30%

ou 90% da duração de seus vídeos pode te ajudar a moldar seu conteúdo e

entregar cada vez mais valor.

Porém, cada canal tem suas particularidades. Desse modo, não existe um padrão

universal de comparação de dados.

O que é o Youtube Analytics?

Trata-se de uma ferramenta de métricas disponível na própria plataforma. Ela será

utilizada para monitorar o desempenho dos seus vídeos e do seu canal.

A ferramenta mostra relatórios atualizados diariamente com dados de origem de

tráfego, informações demográficas sobre a audiência, número de inscritos, tempo

de visualização dos vídeos, comentários e compartilhamentos.

Ele serve basicamente para você acompanhar as métricas e resultados do seu

canal na plataforma.

36
Treinamento Completo - Viver de Youtube

É por meio desses dados que você consegue entender se os conteúdos que você

produz estão agradando ou não a sua audiência e o que pode ser feito para

melhorar o desempenho dos seus vídeos.

Como acessar os dados no YouTube Analytics?

Primeiro, vamos acessar o painel do YouTube Analytics. Para isso, faça login e

clique na imagem de sua conta, no canto superior direito. Depois, clique em

Estúdio de Criação.

Na próxima tela, clique em Analytics, no menu lateral esquerdo, e aí você já terá

acesso a vários dados disponíveis.

Essa primeira tela mostra a visão geral, compilando várias informações, como

tempo de exibição, duração média da visualização, número de visualizações etc.

No próprio menu lateral esquerdo, você pode acessar cada um desses itens

separadamente, para mais detalhes.

Logo que você acessa esse painel, são exibidos dados relativos a todo o canal.

Para analisar um vídeo em específico ou playlist, basta utilizar o campo de

pesquisa de conteúdo.

À direita desse campo, você também pode especificar um período de tempo, por

exemplo: últimos 7 dias, este trimestre, este ano etc.

37
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Dica importante: caso você escolha uma playlist para analisar, saiba que os

dados exibidos serão relativos aos acessos provenientes da própria playlist,

desconsiderando os números de acessos individuais de cada vídeo.

A análise de dados de uma playlist pode levar a uma interpretação equivocada por

parte do usuário. Para fazer uma analogia simples, é como se você pedisse um

prato de comida ao Youtube e de fato ele te desse um prato de comida, mas sem a

comida.

Tal situação não seria tecnicamente enganosa, pois você literalmente teria

recebido o que pediu, porém é certo que isso poderia gerar uma grande frustração.

38
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Como analisar os dados de seu canal?

Como já falamos, sua melhor base de referência de parâmetros são seus próprios

vídeos, então, faça bastante uso da ferramenta.

Comparação, localizada na parte superior da tela. Assim, você pode colocar

dados de vídeos, playlists ou grupos lado a lado e então tirar suas próprias

conclusões.

39
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Como você vai perceber, são muitos dados disponíveis. Para deixar tudo mais

claro, vamos nos basear em algumas perguntas para entender melhor o que cada

seção do YouTube Analytics significa.

Por exemplo:

1.Como meu canal está desempenhando?

2.Quem é o público que assiste meus vídeos e no que ele se

interessa?

3.Qual o nível de engajamento?

1. Desempenho do canal

O desempenho de seu canal pode ser medido através do progresso do tempo de

exibição, número de visualizações e quantidade de inscritos.

Tempo de exibição

O tempo de exibição é uma das métricas mais importantes de desempenho no

YouTube. Ela mostra o interesse pelo conteúdo e o tempo que o público dedica a

consumi-lo.

40
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Essa métrica é mostrada em minutos e você pode fazer uma análise conjunta com

a retenção de público. A porcentagem dessa retenção pode ser exibida de

maneira absoluta ou relativa.

Retenção absoluta

A retenção absoluta diz respeito unicamente ao vídeo escolhido para análise.

Nessa tela, você pode ver a média e o gráfico que mostra o desempenho ao longo

do tempo.

A porcentagem média é muito afetada pela duração do vídeo. Vídeos mais curtos,

com menos de 2 minutos, provavelmente terão uma média maior (vamos supor,

75%). Vídeos longos, com 30 minutos de duração, podem mal chegar a 40%.

Lembre-se disso ao comparar vídeos de tamanhos muito diferentes.

Essa tela pode te dar ótimas indicações de desempenho.

41
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Vale a pena se atentar à curva desse gráfico, principalmente nos primeiros 15

segundos. Se a descida for muito brusca, isso pode ser um indicativo de que você

não está conseguindo convencer seu espectador a continuar assistindo seus

vídeos.

Uma sugestão é analisar suas introduções e ver se elas estão interessantes ou se

deixam claro qual conteúdo aquele vídeo abordará. Uma perda de retenção muito

grande no início também pode ser consequência de thumbnails enganosas.

Caso em algum momento a curva do gráfico volte a subir, isso demonstra que

aquele trecho gerou maior interesse, podendo indicar que parte de seu público até

voltou naquele ponto do vídeo. Tente entender o que pode ter agradado mais seus

espectadores. Crie suas hipóteses e busque repetir o efeito nos próximos vídeos.

Do mesmo modo, analise os momentos de perda de retenção e tente encontrar

o motivo, para evitar esses pontos fracos. Essas observações podem te ajudar a

planejar os melhores lugares para posicionar CTAs, por exemplo.

Retenção relativa

A retenção relativa é uma forma de comparar seu vídeo com todos os outros do

YouTube, de mesma duração, independentemente do tema.

Apesar de ser um recurso super interessante, tome cuidado ao se basear nesses

dados. Esse é um bom modo de ter uma noção geral, mas especificidades de seu

conteúdo podem te levar a tirar conclusões equivocadas.

42
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Número de visualizações

O número de visualizações é talvez a métrica mais evidente no YouTube. Muita

gente acredita que é o fator determinante para o sucesso de um vídeo ou canal.

Porém, em alguns casos, o número de visualizações pode representar uma

métrica de vaidade, ou seja, um dado que impressiona se avaliado fora de

contexto, mas que não necessariamente traz resultado prático.

Apesar do grande número de visualizações, a retenção foi péssima, já que a maior

parte dos espectadores apenas clicou no link por curiosidade, assistiu por poucos

segundos e fechou o vídeo.

Nos próximos dias, tudo voltou ao normal, e seu canal não teve crescimento no

número de inscritos, não teve mais acessos em outros conteúdos, nem mais

43
Treinamento Completo - Viver de Youtube

engajamento. Nesse caso, um grande número de visualizações pode não ter

gerado benefício algum para você.

Enquanto isso, um outro canal de culinária divulgou o próprio vídeo ensinando a

fazer brigadeiros em um grupo específico de Whatsapp, com pessoas

superinteressadas no assunto.

Esse vídeo concorrente, comparado ao seu, teve menos de 10% de visualizações,

porém se beneficiou muito mais do seleto grupo que alcançou, ganhando

inscrições e gerando maior engajamento.

Quantidade de inscritos

A quantidade de inscritos é um termômetro muito importante para avaliar o

crescimento de seu canal. Inscritos podem assistir até duas vezes mais seu

conteúdo e ajudam muito nas visualizações iniciais quando você publica algo novo,

pois recebem notificações de uploads.

O desempenho de um vídeo nas primeiras horas pode determinar o sucesso em

relação ao ranqueamento, assim, esses espectadores que optaram por te seguir,

ajudam a melhorar seus números de maneira expressiva.

Você pode avaliar a quantidade de inscrições obtidas por cada vídeo, assim

como a quantidade de inscrições perdidas. Analise quais são os vídeos que mais

44
Treinamento Completo - Viver de Youtube

ganharam inscritos e os que mais causaram cancelamentos de inscrições. Tente

formular hipóteses para esses comportamentos.

Você pode testar novos modos de incentivar seus espectadores a se inscrever, por

meio de CTAs em diferentes trechos do vídeo, incluindo letreiros, ou mesmo

convites na seção de comentários, fixados no topo. Acompanhe os resultados

pelo Analytics e veja o que mais funciona para você.

2. Dados Demográficos

Entender os dados demográficos de seu canal te ajudará a criar melhores

conteúdos para seu público.

45
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Para ver esses dados, vá em Informações demográficas, no menu lateral

esquerdo. Ali, você poderá saber qual porcentagem de seu público é masculina ou

feminina, quais são as faixas etárias mais presentes, além da localização por país.

Dispositivos

É interessante investigar os dados sobre dispositivos também.

Sabemos que o consumo de vídeo em smartphones tem aumentado drasticamente

nos últimos anos, e que essa é uma tendência que deve continuar, mas existem

diferenças no comportamento de quem assiste vídeos pelo celular ou pelo

computador (desktop e notebook).

46
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Vídeos mais longos, ou que demandam maior imersão, assim como tutoriais de

softwares, têm mais chances de serem visualizados em computadores, pois os

usuários se beneficiam de uma tela maior e, provavelmente, de um ambiente mais

silencioso e controlado.

Voltando a nosso hipotético exemplo do canal de culinária, vamos supor que você

percebeu que o acesso através de smartphones e tablets superou o acesso via

computadores.

Com esses dados, você pode se perguntar: será que os espectadores assistem os

vídeos enquanto tentam replicar as receitas, com o celular na cozinha?

47
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Se sim, isso pode indicar que você deve dar mais atenção ao tamanho da

informação de letterings e dados visuais, afinal, telas de celulares são pequenas.

Do mesmo modo, esses dados podem te levar a ser mais cuidadoso com o áudio.

Se as pessoas assistem os vídeos enquanto fazem as receitas em um ambiente

com ruídos, você pode pensar em descartar trilhas de fundo e priorizar um áudio

bem limpo, com o mínimo de interferências possível.

Origem de tráfego

Informações sobre origem de tráfego te mostram como seus espectadores chegam

até você.

Se, ao analisar esses dados, você constatar que grande parte de seu público vem

de vídeos sugeridos, pesquisa do YouTube e recursos de navegação, isso pode te

indicar que você tem feito um ótimo trabalho de SEO, afinal, o público tem

encontrado seu conteúdo de forma orgânica.

48
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Caso você perceba que a maior parte vem de origem externa, vale investigar

quais são os sites que geram esse tráfego para você. Se você constatar algum

blog ou página específica, talvez seja o caso de entrar em contato e tentar fazer

parcerias mais concretas ou collabs, para potencializar essas visualizações.

Buscas mais populares

Avaliar quais são as buscas mais populares no YouTube e Google que levam a

seu canal também é uma ótima maneira de entender melhor seu público e o que

49
Treinamento Completo - Viver de Youtube

ele procura. Para isso, após clicar em Origem de tráfego, no menu lateral

esquerdo, vá em Pesquisa do YouTube na seção que aparece abaixo do gráfico.

Voltando a nosso exemplo, se você percebeu que a maior parte das buscas têm

relação com receitas vegetarianas, pode ser uma ótima ideia focar um pouco mais

nesse tipo de culinária.

3. Nível de engajamento

Para finalizar, podemos avaliar as ações dos espectadores com o YouTube

Analytics, ou seja, o engajamento.

Curtidas positivas e negativas

Um ótimo modo de perceber se seu conteúdo está agradando é reparar nas taxas

de curtidas, apresentadas como gostam e não gostam.

Os usuários podem positivar ou negativar seu conteúdo e, assim como outros tipo

de métricas, é bom tomar cuidado com o que esses números representam.

Naturalmente, é esperado que a grande maioria dos espectadores marque seu

vídeo como positivo. Isso ajuda outros usuários a perceberem se vale a pena ou

não assistir seu conteúdo. Porém, nem sempre ser marcado como negativo indica

um problema com sua produção.

50
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Até por isso, há indicadores fortes de que votos negativos não atrapalham no

ranqueamento de um vídeo e, em alguns casos, podem até ajudar, pois apenas

demonstram que o conteúdo gerou reações no público, ou seja: maior

engajamento.

Como esses casos costumam ser exceções, recomendamos sempre que você

faça conteúdos que levem os usuários a marcarem seus vídeos como gostei.

Comentários

Os comentários são outra métrica de engajamento importantíssima.

Além de ajudarem a ranquear vídeos, você pode aprender diretamente com seu

público. Então, é sempre bom estimular seus espectadores a comentarem.

Você pode incluir em seu roteiro alguma fala pedindo para o público comentar algo

bem específico, por exemplo: “Qual parte desse vídeo você mais gostou e quer

saber mais?”, ou “O que você gostaria que eu abordasse no próximo vídeo?”.

Fazendo testes desse tipo e acompanhando os números pelo YouTube Analytics,

você poderá ter uma ótima ideia do que funciona ou não com seu público. E nunca

deixe de estimular o diálogo na seção de comentários, pois isso ajuda ainda mais

no engajamento.

Compartilhamentos

51
Treinamento Completo - Viver de Youtube

Analisar a quantidade de compartilhamentos pode te ajudar a definir qual tipo de

conteúdo é ideal caso você queira expandir o alcance de seu canal.

Nessa seção do YouTube Analytics, você também pode ver quais são os locais

onde seus vídeos foram mais compartilhados e usar isso a seu favor.

52
Treinamento Completo - Viver de Youtube

10. Como construir uma máquina de


audiência
Será que existe alguma fórmula secreta para ganhar seguidores no Youtube?

Infelizmente, ainda não há mágica ou ciência exata que faça o número de inscritos
de um canal alavancar.

No entanto, boas estratégias de marketing podem ajudar no aumento desse que é


um dos principais indicadores de desempenho de um canal no Youtube.

Afinal de contas, quanto mais inscritos, maior será a visibilidade dos seus vídeos e,
consequentemente, a quantidade de conversões.

Como já vimos hoje, é possível sim usar essa plataforma de vídeos para
impulsionar seus negócios. Mas, para começar a obter sucesso, você deverá atrair
e reter uma audiência significativa em seu canal.

Pensando nisso, quero te convidar a dominar as técnicas para criar, popularizar e


monetizar seu canal e aprender agora mesmo como ser um verdadeiro Youtuber!

Em nosso treinamento completo ensinamos você a construir, nutrir, popularizar e


ganhar muito dinheiro com seu canal do Youtube. Este treinamento é perfeito para
todos os níveis de profissionais, tanto os que estão começando agora quanto os
que querem aperfeiçoar seus aprendizados.

E além de seu conteúdo você conta com a qualidade que só a Danki Code e o Ei
Nerd podem te oferecer!

53
Treinamento Completo - Viver de Youtube

O que você irá aprender na prática para ter


um canal de sucesso?
• Como ter o mindset do youtuber vencedor!
• Dominar por completo a plataforma do Youtube.
• Quais os melhores equipamentos para começar.
• Como editar profissionalmente seus vídeos em minutos.
• Como criar e gerenciar sua equipe profissional.
• Produza diferentes conteúdos recorrentemente e monetize seu canal de
múltiplas formas de um jeito simples e prático.

Você terá um instrutor que dispensa


apresentações, se você não o conhece,
veja quem é Peter Jordan

Peter Jordan é apresentador e criador do canal Ei Nerd e Acredite ou Não. Ele é


um dos maiores produtores de conteúdo geeks do Brasil, e conta com o maior
canal nerd apresentado do mundo, com mais de 9 milhões de inscritos e
mais de 100 milhões de visualizações. Por lá ele posta vídeos sobre filmes de
heróis, histórias em quadrinhos, animes, mangás e muito mais. Além disso,
ainda produz reacts, vlogs e bastidores de filmagens no canal Peter Aqui.

No Youtube desde 2014, o veterano é responsável por grandes virais como


Cenas Proibidas do Dragon Ball
Z e Goku Vs Naruto que juntos
contam com mais de 14 milhões
de visualizações.

E agora, Peter Jordan está aqui

54
Treinamento Completo - Viver de Youtube

para ensinar você a ser um youtuber de sucesso no Curso Viver de


Youtube. É fã?

Torne-se ídolo com seu canal!

55

Você também pode gostar