Você está na página 1de 15

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES


DEPARTAMENTO DE DIREITO

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA

IDENTIFICAÇÃO

Disciplina: Ética Geral e Deontologia Jurídica

Código: DIR 301 Créditos: 2

Professor: Luiz Filipe Araújo

CARGA HORÁRIA
Semestral: Semanal: 2h
A soma destas horas integraliza a CH da
CH estimada de dedicação do
disciplina
estudante à disciplina (não
Em sala de aula Em outros
30h contabiliza para
virtual (síncrona) ambientes
integralização)
(assíncrona)
1h 1h 2h

EMENTA
Ementa: Introdução Conceitual. Ética Eudemonista. Ética Deontológica e Ética Utilitarista.
Ética da Responsabilidade e Ética das Instituições. Ética, Economia e Solidariedade. Ética do
Discurso. Ética do Reconhecimento. Outras Perspectivas e Estudos de Casos.

Objetivos:
A disciplina se estrutura em dois eixos teóricos fundamentais: o primeiro, voltado à Ética
histórica, cuja tarefa é sedimentar as informações filosóficas essenciais para que o segundo
eixo possa se desenvolver; e o segundo, destinado à problematização da Deontologia Jurídica
por meio das correntes da Ética Filosófica. A DIR 301, assim, tem por missão permitir que o
estudante de direito perceba que o agir ético, através da mediação promovida pela consciência
moral, não se concretiza apenas pelo cumprimento da regra prevista no Estatuto da Carreira
Jurídica, mas sobretudo se constitui pela correlação entre regra e vida. Portanto, cabe à
disciplina fomentar a própria reflexão em torno da natureza acolhedora e formativa do ethos,
que encontra no Direito um dos seus modos de caracterização.

Cronograma de aulas, atividades e avaliações


Todo o cronograma da disciplina encontra-se no link abaixo. Nele estão ordenadas as cargas
horárias das aulas síncronas (ao vivo) e assíncronas (off-line), já com links para cada evento.
Trata-se de estimativas quanto às atividades, as quais poderão ser alteradas no decorrer do
semestre para adequação aos interesses do professor e das turmas. Neste caso, qualquer alteração
será comunicada por e-mail e discutida nos momentos síncronos.

As aulas síncronas serão via Google Meet.


As aulas assíncronas porão ser disponibilizadas previamente por links privados do
YouTube.

Formas de comunicação e acesso


Toda a comunicação do semestre se dará através de e-mail institucional ...@ufv.br, tanto para as
mensagens trocadas, assim como para o acesso às salas de reunião do Google Meet. Portanto, a
entrada nas salas de reunião do GoogleMeet só se dará através do referido e-mail institucional.

Orientações iniciais para uso da sala de aula online


- No início da aula, o discente deverá desabilitar a câmera e o microfone;

- Durante a exposição preliminar, somente o áudio e a câmera do professor deverão estar


habilitados;

- A participação dos discentes ao final da exposição preliminar do professor se dará por inscrição
via chat;

- O discente que se inscreveu deverá habilitar o áudio e vídeo, respeitando a ordem de inscrição
via chat e o direcionamento do professor;
- A aula síncrona será gravada e disponibilizada posteriormente no PVAnet.

Metodologia

Considerando a novidade do ensino remoto para os discentes e os docentes, tentaremos mesclar


elementos de aulas expositivas em modalidade assíncrona com atividades mais interativas para
aguçar o senso crítico dos discentes em momentos síncronos. Será oportunizado ainda aos
discentes reuniões em grupos para discutirem aspectos de conteúdo e troca de métodos quanto
ao estudo em isolamento.

Deste modo, serão utilizadas diversas metodologias, como aulas narradas, sala de aula invertida,
mapas mentais, organogramas e outros recursos didáticos.

A previsão das atividades síncronas e assíncronas no cronograma é meramente uma estimativa


para o semestre. Ao longo do semestre pequenos ajustes poderão ser feitos para adequar os meios
e fins do curso.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO (Aplicáveis a todas as avaliações)

Nota Descrição

De excelente a perfeito. O discente é capaz de descrever, em profundidade, o


conteúdo da questão, assim como posicionar-se criticamente acerca do seu conteúdo.
A O texto é claro, coeso e coerente, dotado de argumentação teórica substancial;
90%-100% inexistem erros conceituais, e há pouca ocorrência de erros de análise e/ou português.
Há utilização consistente de bibliografia primária e secundária, nacional e
internacional, sobre os temas do semestre.

Muito bom. O discente é capaz de descrever, em profundidade, o conteúdo da


B questão, assim como posicionar-se criticamente acerca do seu conteúdo. O texto é
claro, coeso e coerente, dotado de argumentação teórica substancial; há poucos erros
80%-89% conceituais e pouca ocorrência de erros de análise e/ou português. Há frequente
utilização de bibliografia primária e secundária sobre os temas do semestre.

Mediano. O discente é capaz de descrever, razoavelmente, o conteúdo da questão,


C assim como posicionar-se criticamente acerca do seu conteúdo. O texto é claro, coeso
e coerente, dotado de argumentação teórica substancial; há poucos erros conceituais
70%-79% e pouca ocorrência de erros de análise e/ou português. Há alguma utilização de
bibliografia primária e secundária sobre os temas do semestre.

D Acima da média. O discente é capaz de descrever, minimamente, o conteúdo da


questão, assim como posicionar-se criticamente acerca do seu conteúdo. O texto é
60%-69% claro, coeso e coerente, dotado de argumentação teórica substancial; há poucos erros
conceituais e erros de análise e/ou português, bem como existem elementos estranhos
à resposta, sem prejuízo do desenvolvimento dos argumentos. Há pouca utilização de
bibliografia primária e secundária sobre os temas do semestre.

Abaixo da média. O discente é incapaz de descrever, minimamente, o conteúdo da


questão, assim como posicionar-se criticamente acerca do seu conteúdo. O texto não é
E claro e com alguns erros de português. Admitidos erros de análise e conceituais, desde
50%-59% que não prejudiquem a argumentação. Nota-se a presença de elementos estranhos à
resposta sem prejuízo do desenvolvimento argumentativo. Há utilização fragmentária
de bibliografia primária e secundária sobre os temas do semestre.

Muito fraco. O discente apresenta pouca ou nenhuma qualidade nas avaliações, há


falhas formais e materiais em diversos graus. Não menciona, não explica ou o faz
com deficiência o conteúdo da questão, assim como não se posicionou criticamente
F a respeito de seu conteúdo. Citam-se elementos teóricos apenas para o
preenchimento de espaço destinado à resposta. O texto é obscuro e com grande
0%-49% quantidade de erros de análise, conceituais e/ou de português. Nota-se a presença
de elementos estranhos à resposta, com prejuízo do desenvolvimento argumentativo.
A faixa gradativa varia entre 0 e 49%. Não há utilização de bibliografia primária e
secundária sobre os temas do semestre.

AVALIAÇÕES

Avaliação 1 – Fichamentos Semanais

1 – Por fichamento entende-se a reconstrução das informações e argumentos do texto por meio de
paráfrase por parte do estudante tendo por base os textos indicados. Os discentes procederão com a
leitura do texto escolhido e apresentarão os seus conteúdos e argumentos, em linguagem própria,
indicando a paginação. O fichamento deverá conter: o número da série, a identificação do aluno (nome
completo e matrícula), dados completos do texto fichado e a respectiva paginação, conforme o exemplo
abaixo:

Fichamento 01/12

Aluno: Fulano de Tal. Matrícula: 00000.

Texto: SALGADO, Joaquim Carlos. A ideia de justiça em Kant. Seu


fundamento na liberdade e na igualdade. Belo Horizonte: Editora UFMG,
1986. p. 85-120 (que corresponde ao intervalo de páginas fichado).

“O autor (pág. 86) afirma que a liberdade é o fundamento do direito. Assim, é


ela o elemento marcante do jurídico [...]”.
2 - Os fichamentos devem versar sobre um dos textos da bibliografia indicada no semestre;

a) Os fichamentos devem ser digitados;


b) A extensão do fichamento variará entre 10% e 20% do texto original;

3 – Serão considerados para a avaliação os elementos indicados por Dominique Folscheid e Jean-
Jacques Wunenburger em sua obra “Metodologia Filosófica” no capítulo “A Contração de Texto”.

4 – Ao final do fichamento o discente deverá elaborar duas perguntas:

a) Uma pergunta que possui respostas a partir do texto fichado;


b) Uma pergunta que o texto não responde explicitamente, mas que seria um questionamento
plausível para um leitor atento.

5 – Os arquivos devem ser convertidos em PDF e anexados no PVANet Moodle de acordo com as
instruções previamente dadas;

6 – Cada fichamento, uma vez adequado aos critérios acima informados, será avaliado em até 1,5
pontos.

a) Os arquivos dos fichamentos devem ser identificados de acordo com a seguinte regra:
MATRÍCULA-FichamentonºX.pdf [Sem espaços no nome de arquivo]

7 – O discente deverá deverá conferir e manter consigo uma cópia do arquivo digitalizado caso ocorra
algum problema no upload do arquivo.

8 – Os arquivos dos fichamentos que não forem nomeados corretamente serão


desconsiderados. Portanto, sempre confira antes do upload.

Avaliação 2 – Seminários de Carreiras Jurídicas

Objetivo: Reflexão prática a partir de tópicos e problemas com centralidade na unidade 10 a 16


do curso que tratam de carreiras relacionadas à formação jurídica.

Conteúdo: a partir da carreira jurídica escolhida, cada grupo deve articular ao menos três
elementos:
1 – Exposição sobre o marco normativo da carreira;
2 – Exposição do problema/dilema ético em relação à normatividade brasileira;
3 – Respostas possíveis a partir dos modelos éticos escolhidos.

Membros: Grupos em torno de 5 alunos inscritos em tabela própria: Link.


Reuniões: Os grupos, uma vez formados, podem se reunir da forma que acharem mais adequada.
Por exemplo, salas criadas via Google Meet, Zoom ou mesmo ligações via Skype ou WhatsApp.

Duração: para esta atividade será estimada a duração de 4 horas para as reuniões e as discussões
via fórum do PVANet. Assim como, separadamente, os encontros em salas do Google Meet no
horário de aula, conforme o cronograma de curso.

Resultado primário: O próprio grupo irá postar no fórum do PVANet uma síntese das suas
discussões e conclusões sobre a carreira jurídica escolhida para todos os discentes tenho acesso
aos trabalhos dos grupos para momento posterior de apresentação e debates em encontros
síncronos.

Mídias: Considerando a temática da unidade, é possível a utilização de outras mídias, por


exemplo, link externo para vídeo, podcast, portfolio, website etc. Todavia, neste caso o grupo
deve se responsabilizar pela disponibilidade do conteúdo produzido ao longo de todo o semestre
letivo.

Extensão: 5 laudas de elementos textuais para formatos escritos ou 10 minutos para mídias
audiovisuais.

Dinâmica e interatividade: Em um primeiro momento as considerações dos outros discentes


serão também realizadas no fórum do PVANet e os membros do grupo deverão responder por
escrito. Em um segundo momento haverá a exposição dos resultados primários em momento
síncronos com questionamentos do docente e outros discentes.

Pontuação: 30 pontos
Dentro desta pontuação estará englobada a avaliação coletiva do resultado postado no fórum do
PVANet e apresentado em reuniões síncronas, bem como a capacidade do grupo de responder
os questionamentos dos outros discentes. Ainda haverá a avaliação individual a partir da
capacidade de participar, interagir, contribuir, auxiliar e expor dentro das discussões do
respectivo grupo e dos demais grupos. Será considerada não apenas a correção do uso da língua
portuguesa, assim como a cortesia e elegância no trato virtual.

Avaliações 3 e 4 - Considerações gerais sobre a avaliação


O objetivo da avaliação é explicitar e diferenciar o que significa tomar a perspectiva interna e a
perspectiva externa de um problema ao examiná-lo. Toma-se aqui os elementos discursivos de
uma compreensão por meio da retórica analítica1 de uma forma dialógica.

Numa primeira fase haverá uma questão a ser respondida oralmente. Neste momento a meta é
uma resposta de forma mais imediata e eficiente a partir dos conteúdos da disciplina. Assim,
neste primeiro momento oral deverá ser tão somente exposta uma perspectiva interna da
resposta, explicando e esclarecendo os temas correlatos da melhor forma possível. Já na
atermação do exame oral passa-se a uma explicitação não só da perspectiva interna, mas também
sobre as críticas externas ao tema ou à proposição.

Num segundo momento haverá um processo sucessivo de argumentação e contra-argumentação


a partir de duas figuras: um discente relator que iniciará a dinâmica e um discente revisor que
adentrará na discussão da questão.

Todos os discentes devem se preparar para realizar as duas funções, porém cada discente
figurará, em regra, apenas como relator ou como revisor nesta avaliação. Sua posição só será
conhecida no dia da avaliação. Os relatores e revisores receberão e-mail comum com um link
compartilhado para a edição da folha de respostas.

Se, logo após o acerto final de matrícula, a turma se estabelecer em número ímpar, será aberta a
possibilidade de um discente se candidatar para figurar mais uma vez como revisor. Neste caso,
a atividade será bonificada na sua pontuação em cada um destes papéis na medida de sua
contribuição.

Se um relator faltar em sua atividade, o revisor tomará a posição de relator automaticamente e


será alocado um novo revisor, garantindo-se o prazo de cada fase.

Por fim, se um revisor faltar com suas funções, e não for possível encontrar outro discente para
substituí-lo, como última alternativa o relator deverá fazer um exercício de antecipação de quais
as críticas e observações que poderiam ser feitas em relação a sua resposta. Neste caso, o relator
será avaliado a partir da capacidade de engenho, no sentido da retórica clássica, garantindo-se o
prazo de cada fase.

As fases de exposição, revisão e réplica devem ocorrer com toda cordialidade e civilidade entre
os discentes. Se houver alguma altercação, pessoalidade ou má-fé entre os discentes, as
avaliações da segunda fase serão substituídas por uma prova oral individual a ser aplicada junto
com as avaliações substitutivas do semestre.

Avaliação 3a.1 – RELATOR: Exposição Oral Remota

1
ADEODATO, João Maurício. Uma teoria retórica da norma jurídica e do direito subjetivo. São Paulo: NOESES,
2014. p. 112 e seguintes.
Objetivo: Exame oral que abarca um ou mais temas dos conteúdos do semestre, sem consulta a nenhum
material didático ou paradidático, composto de uma questão que será enviada por e-mail institucional.

Duração: 60 minutos, considerando:

I - Gravação integral da resposta imediatamente nos primeiros 15 minutos de avaliação,


considerando:

a) Até 5 minutos para organização mental ou por escrito da linha de exposição;


b) Até 10 minutos para a efetiva resposta;

II – Envio do link do Google Drive do vídeo gravado pelo Google Meet dentro dos 45 min restantes
da avaliação2.

Orientações:

- Testar previamente a gravação de vídeo para evitar problemas técnicos no momento da prova e deixar
todos os aparatos preparados para o início da prova, especialmente a captação do áudio;

- Gravar o vídeo em pé, a 1m a 2m de distância da câmera através do Google Meet. A gravação deverá
ser enquadrada acima da cintura do discente;

- Considerar que a prova tem duração limitada, por isso, os 5 minutos iniciais para traçar a linha
argumentativa e até 10 minutos de resposta, ambos deverão ser gravados e enviados;

- Proceder à leitura do enunciado da pergunta, mostrar a folha em branco eventualmente utilizada para
anotações e iniciar os 5 minutos de organização da linha argumentativa da resposta, sem consulta a
materiais didáticos ou paradidáticos;

- Poderão ser utilizadas anotações feitas nos 5 minutos iniciais, desde que apresentada a folha em branco
perante a câmera e posteriormente as anotações durante 10 segundos de forma visível para cada lado
anotado;

- Após a utilização, ou não, dos 5 minutos preparatórios, iniciar a resposta oral com duração de até 10
minutos;

- Enviar a resposta em vídeo por meio de link do Google Drive decorrente da gravação com o Google
Meet, constando como “assunto” do e-mail: CÓDIGO DA DISCIPLINA - MATRÍCULA - RESPOSTA
EM VÍDEO e inserir o link no formulário da avaliação que foi disponibilizado por e-mail.

- Cada falha das regras acima estipuladas representará decréscimo de 10% da nota desta fase da avaliação;

2
Considerando que o vídeo tem duração de até 15 minutos, geralmente com até 10 minutos após o encerramento da
gravação a Google envia o link da gravação para o e-mail. Por isso, considerando qualquer atraso razoável com até 30
minutos o link estará disponível para envio por e-mail. Neste meio tempo, prepare o rascunho do e-mail a ser enviado
com a resposta e deixe tudo preparado para isso.
- Cada 10 minutos de atraso no envio do link representará decréscimo de 10% da nota desta fase da
avaliação, a contar do horário de término estipulado.

Impossibilidade técnica momentânea:

- Em caso de impossibilidade técnica momentânea, como acesso à internet, deverá ser enviado e-mail,
em até 24 horas, com pedido de reagendamento de avaliação oral, a qual ocorrerá através de arguição
oral individual via Google Meet em horário estabelecido pelo professor;

- Neste caso, deve ser enviado print da tela que demonstra que não havia conexão da internet ou redução
drástica da velocidade, através do site www.speedtest.net, ou outra prova hábil.

- A impossibilidade técnica momentânea não implica em cancelamento da pergunta enviada por e-mail.
Assim, dentro das 24 horas da atermação o discente deverá proceder com a resposta por escrito da questão
e ainda terá uma avaliação oral substitutiva sobre outros temas do semestre, desde que falha técnica tenha
sido devidamente comprovada.

Observação: junto com o enunciado da prova será enviado um link de documento do Google Docs onde
serão inseridas as fases subsequentes da avaliação.

Pontuação: 15 pontos.

Momento: A partir da penúltima semana de aula.

Avaliação 3a.2 – RELATOR: Termo do exame oral

Objetivo: A partir da resposta da pergunta enviada inicialmente por e-mail, o discente passará a
termo sua resposta e aprofundamento das linhas argumentativas para ser avaliada a sua
capacidade de exposição e articulação dos temas estudados ao longo do semestre. Portanto, é
uma atividade que visa desenvolver as atividades de reflexão e articulação da pergunta
inicialmente respondida.

Dentro da atermação deve-se apresentar três manifestações:

I – Atermação básica: Capacidade de resposta adequada a partir da abordagem teórico-prática


exigida pela questão, já expostos inicialmente na resposta oral, podendo apresentar:
a) CORREÇÃO: Deve-se reconhecer erro ou equívoco meramente formal, identificando no
corpo do texto como "CORREÇÃO". Por exemplo, troca de datas, incorreções quanto aos
autores e teorias, menção a dispositivo legal inadequado etc.;
b) REVISÃO: Uma vez reconhecido erro grave no curso da atermação, poderá o discente refazer
a linha de abordagem da resposta oral ou inserir novas informações e argumentos que sequer
foram mencionados na resposta oral. Neste caso, deverá ser inserido um novo item após a
atermação chamado “REVISÃO”. Tal medida não terá o condão de substituir a resposta
inicialmente dada, mas poderá servir como modo de valoração para o conjunto da avaliação
escrita.

II – Exposição Interna: Deve-se aqui fazer um desenvolvimento da resposta na mesma linha


argumentativa, caso esteja correta. Expor sistematicamente com clareza e rigor conceitual a
partir da perspectiva interna da abordagem posta em questão, corrigindo eventuais problemas
que estavam presentes na resposta oral.

III – Crítica Externa: capacidade de apresentar um contraponto e crítica externa a partir de algum
dos outros campos de estudo do semestre sobre a abordagem posta em questão.

Extensão: Até 1.000 palavras.

Envio da resposta escrita: 24h após fim da fase oral.

Forma: redigir em separado a atermação da prova e inseri-la no link indicado. Portanto, não é
para redigir no documento, mas simplesmente inserir o texto após concluído.

Pontuação: 15 pontos.

Observação: Haverá indicação de auto-avaliação.

ATENÇÃO: As avaliações 3a.1 e 3a.2 serão somadas e lançadas conjuntamente no sistema Sapiens.

Avaliação 3b – REVISOR: Revisão do termo do exame oral

Objetivo: O discente revisará a resposta de outro discente, distribuídos aleatoriamente entre os


participantes. Podem ser feitas considerações formais e materiais. A revisão deve considerar dois
aspectos:

I – Internamente: Capacidade de resposta adequada a partir da abordagem teórico-prática exigida pela


questão;

II – Externamente: capacidade de apresentar um contraponto a partir de algum dos outros campos de


estudo do semestre sobre a abordagem posta em questão.

Extensão: Até 1.000 palavras.

Conclusão da revisão escrita: 24h após fim da fase de atermação.

Forma: redigir em separado e inserir no link indicado. Portanto, não é para redigir no documento,
mas simplesmente inserir o texto após concluído.

Pontuação: 30 pontos.
Observação: Haverá indicação de auto-avaliação.

Avaliação 4a – RELATOR: Réplica ao revisor

Objetivo: O discente irá responder aos questionamentos do Revisor. Podem ser feitas
considerações formais e materiais. A revisão deve considerar dois aspectos:
I – Internamente: Capacidade de resposta adequada a partir da abordagem teórico-prática exigida
pela questão;
II – Externamente: capacidade de apresentar um contraponto a partir de algum dos outros campos
de estudo do semestre sobre a abordagem posta em questão.

Extensão: Até 1.000 palavras.

Forma: redigir em separado e inserir no link indicado. Portanto, não é para redigir neste
documento, mas simplesmente inserir o texto de outro editor após concluído.

Conclusão da revisão escrita: 48h após fim da fase de atermação.

Forma: redigir em separado e inserir no link indicado. Portanto, não é para redigir no documento,
mas simplesmente inserir o texto após concluído.

Pontuação: 30 pontos.

Observação: Haverá indicação de auto-avaliação.

Avaliação 4b – REVISOR: Resposta final e comentários

Objetivo: O discente revisor deverá replicar os argumentos do relator, considerando os aspectos


internos e externos. Por fim, a partir de todos os elementos discutidos ao longo do processo
avaliativo deverá:

I – Réplicas aos argumentos opostos pelo Revisor.

II - Redigir uma versão final de sua resposta, indicando sinteticamente e sucessivamente a


perspetiva interna e a perspectiva externa do problema tratado, a partir da seguinte estrutura:
1. Introdução;
2. Perspectiva Interna;
3. Perspectiva Externa;
4. Conclusão.

III – Por fim, poderá fazer considerações finais à luz das discussões que foram empreendidas,
podendo apontar eventuais equívocos de análise do relator e tecer comentários finais sobre os
problemas teórico-práticos discutidos e que eventualmente não surgiram ao longo do processo
de avaliação.

Extensão: Até 2.000 palavras.

Conclusão da réplica escrita: 48h após fim da fase de revisão.

Pontuação: 30 pontos.

Observação: Haverá indicação de auto-avaliação.

RESUMO DAS AVALIAÇÕES

RELATOR REVISOR
3a - Exposição Oral Remota e Termo do
3b - Revisão do termo do exame oral
exame oral
4a - Réplica ao revisor 4b - Resposta final e comentários

Cada fase valerá 30 pontos

Frequência nas atividades

A frequência nas atividades síncronas se dará por meio de mensagem no chat ao final do encontro
com os dados pessoais na seguinte ordem: Matrícula – Nome Completo. Após a inserção destes
dados, o discente poderá se retirar da sala de aula para o fechamento da mesma. Nesta
modalidade, os discentes devem participar de ao menos 75% da carga horária nos termos do
Regime Didático da UFV.

A frequência nas atividades assíncronas estará pressuposta já que possuem disponibilidade para
acessar os conteúdos ao longo do semestre de acordo com a agenda pessoal de estudos.

Bibliografia
Poderão ser utilizados os textos disponíveis na Plataforma Pearson, conforme a aquisição por
parte da UFV, ou outros textos em domínio público.

As referências bibliográficas elencadas no programa analítico disponível no site


www.catalogo.ufv.br ainda são importantes para a formação do discente. Neste sentido,
recomendamos a familiarização com tais textos caso consigam acessá-los por outras fontes ou
mesmo em outra oportunidade.

Segunda Chamada de Avaliações, Prova Final


e outras orientações sobre avaliações

1 - Os estudantes que deixarem de realizar os fichamentos e os estudos dirigidos, os que não


comparecerem à avaliação escrita, bem como aqueles que se atrasarem por período superior a 30 (trinta)
minutos após o horário de início das aulas destinadas às avaliações, receberão nota 0 (zero) no sistema
Sapiens. Os discentes ausentes e atrasados não têm direito de participação na prova de segunda chamada,
salvo nas hipóteses de justa causa prevista nos artigos 80 e 82 da Resolução n. 14, de 2017, que
disciplina o Regime Especial:
Art. 80. Será concedido Regime Especial ao estudante que se ausentar das atividades
acadêmicas regulares, pelos motivos a seguir:
I. Quando se enquadrar nas determinações do Decreto-Lei n.º 1.044/1969 e da Lei n.º
6.202/1975;
II. Para atender à convocação do Serviço Militar, conforme estabelecido na legislação em
vigor;
III. Por motivo de convocação pelo Poder Judiciário;
IV. Para participar, como representante discente legal, de reuniões dos Órgãos Colegiados
da Universidade;
IV. Para doar sangue, de acordo com legislação vigente;
V. Para participar de viagem acadêmica, definida no Programa Analítico da Disciplina e
comprovada pelo Coordenador da disciplina;
VI. Para representar a Universidade em práticas esportivas, reconhecidas pela
Divisão de Esporte e Lazer e referendada pela Coordenação do curso;
VII. Para representar a Universidade em competição acadêmica, reconhecida pela
coordenação da atividade e referendada pela Coordenação do curso de graduação;
VIII. Para participar de eventos científicos, com apresentação de trabalho, realizar palestras,
participar de mesa redonda, referendados pela Coordenação do curso de graduação.
02 - Todos os requerimentos, atestados e documentos em prol da concessão de REGIME ESPECIAL
devem ser apresentados no PROTOCOLO DA SECRETARIA DE GRADUAÇÃO – SEG, no prazo
previsto no artigo 80 da Resolução n. 14, de 2017. Não compete ao Professor da disciplina receber
requerimento, nem proferir deliberações acerca de requerimentos de concessão de REGIME ESPECIAL.
Apresentado o pedido de REGIME ESPECIAL na SECRETARIA DE GRADUAÇÃO – SEG, o discente
deverá comunicar imediatamente ao Professor da disciplina, no prazo máximo de 03 (três) dias úteis, a
fim de receber as orientações relativas às atividades acadêmicas a serem desenvolvidas, sob pena de
perda do direito ao benefício do Regime Especial, conforme o disposto no artigo 81 da Resolução n. 14,
de 2017.

03 - Em caso de Regime Especial, o estudante poderá realizar as avaliações que perdeu no dia 09/07/2018,
data em que lhe será aplicada a segunda chamada. Portanto, somente será aplicada a segunda chamada
em casos de Regime Especial, nos termos do artigo 80 e 81 da Resolução 14/2007 do CEPE.

04 - Caso o estudante obtenha, após as três avaliações, nota final entre 40 (quarenta) e 59 (cinquenta
e nove) pontos, inclusive 59 (cinquenta e nove), não serão aprovados diretamente, mas poderão realizar
o Exame Final, que ocorrerá no dia 11 de julho de 2018, quinta-feira, às 10h, no DPD, de acordo com
o artigo 88 da Resolução 14/2007:
Art. 88 - Será facultado um exame final na disciplina ao estudante que não estiver reprovado
por infrequência e que, no conjunto das avaliações, ao longo do período letivo, tiver nota
igual ou superior a 40 (quarenta) e inferior a 60 (sessenta), o qual, respeitado o mínimo de
3 (três) dias após o término do período letivo, será realizado no prazo previsto no Calendário
Escolar.
§ 1º - Para o estudante que se submeter ao exame final, será recalculada a nota final pela
fórmula: NF= CA+EF 2, em que: NF simboliza a nota final; CA é o conjunto das avaliações
ao longo do período letivo; e EF representa a nota do exame final.
§ 2º - Será aprovado na disciplina o estudante que obtiver NF igual ou superior a 60
(sessenta).

Assim, caso, v.g., o estudante tenha obtido 50 (cinquenta) pontos ao longo do semestre, para que seja
aprovado é necessário que obtenha a nota 70 (setenta) no Exame Final, como determina o § 1º acima
transcrito.
Os discentes com notas inferiores a 40 (quarenta) pontos serão reprovados diretamente, sem
oportunidade de realização de Exame Final, conforme o disposto no artigo 88 da Resolução n. 14, de
2017.
Serão reprovados os discentes com nota igual ou inferior a 59 (cinquenta e nove) pontos que não
participarem ou não tiverem rendimento suficiente no Exame Final.
Em nenhum caso será concedido ponto adicional, seja para discentes com notas inferiores a 40
(quarenta) pontos, seja para discentes com notas inferiores a 60 (sessenta) pontos.
Serão aprovados diretamente os discentes com nota igual ou superior a 60 (sessenta), inclusive. Discentes
aprovados diretamente não têm direito de realização do Exame Final.
Observações finais

Os demais procedimentos seguirão as regras do Regime Didático da UFV; omissões ou exceções


serão decididas pelo professor.