Você está na página 1de 8

CONTRATO DE LOCAÇÃO - BLI - PORTO

SEGURO SEGUROS S.A


Contrato com Seguro-fiança

SUMÁRIO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO

A) Condições do Imóvel: O LOCATÁRIO declara ter previamente visto o imóvel, suas características e estado de
conservação e está completamente de acordo em alugá-lo nessas condições.

B) Vistoria: Uma vez notificadas a respeito da disponibilização através de seus e-mails cadastrados na BLI NETIMÓVEIS a
respeito da Vistoria inicial ou final, as partes terão o prazo de até 5 (cinco) dias para revisá-la e compará-la com o estado do
IMÓVEL e manifestar-se diretamente ao endereço, sac@bli.com.br, de forma específica e com fotos que comprovem
qualquer divergência a ser apontada. Caso não se manifestem no prazo indicado, será entendida como aceitação tácita e
integral do Laudo de Vistoria apresentado pela BLI NETIMÓVEIS.

C) Aluguel: O LOCATÁRIO é responsável pelo pagamento do aluguel e dos valores equivalentes aos encargos locatícios,
nos respectivos vencimentos, referentes ao mês vigente, e subsequentes. Caso o LOCATÁRIO não receba o boleto, ele
deverá retirá-lo pelo site www.bli.com.br ou contatar a BLI NETIMÓVEIS pelo e-mail adm@bli.com.br e solicitar a 2 via do
boleto antes do vencimento. Os aluguéis serão cobrados a partir da data informada no Quadro Resumo e é a partir desta data
que o LOCATÁRIO poderá entrar no imóvel.

D) Condomínio: O LOCATÁRIO é responsável pelo pagamento do valor integral do condomínio, caso exista, diretamente à
administradora ou síndico. Caso no mesmo boleto exista a cobrança de valores extraordinários de condomínio, o LOCATÁRIO
efetuará o pagamento e será reembolsado mediante abatimento na fatura do aluguel vigente.

E) Mudança: O LOCATÁRIO está ciente que caso o imóvel esteja em condomínio, deverá acordar diretamente com
administradora do condomínio ou com o síndico do prédio sobre as condições para a realização da mudança.

F) Serviços de Utilidade Pública: Caso os serviços de utilidade pública, tais como o fornecimento de luz, água, entre outros,
estejam indisponíveis, será responsabilidade do LOCATÁRIO fazer a contratação destes serviços. Além disso, deverá o
LOCATÁRIO, no início da locação, providenciar a religação/restabelecimento dos serviços/fazer a transferência das
titularidades das contas de consumo para seu nome ou para o nome de um dos moradores, assim como providenciar sua
baixa, ao final da locação.

G) Seguro Contra Incêndio: O Locatário será responsável pelo pagamento do prêmio do seguro complementar contra fogo,
consultar o site https://www.bli.com.br/assistencia-residencial/ para mais informações.

H) Reparos/Manutenções: O LOCADOR não tem a responsabilidade de reparar danos aparentes do imóvel anteriores ao
início da locação, ressalvados aqueles que afetem sua habitabilidade, mas a reparação destes danos também não será de
responsabilidade do LOCATÁRIO ao final da locação. Para a realização de qualquer benfeitoria, deverá o LOCATÁRIO
comunicar previamente o LOCADOR, por intermédio da BLI NETIMÓVEIS, e os reembolsos somente serão feitos mediante
expressa autorização do LOCADOR. Danos causados ao imóvel pelo LOCATÁRIO deverão ser imediatamente reparados por
este, nos termos do art. 23, V, da Lei do Inquilinato.

I) Rescisão: Pelo LOCATÁRIO: nos primeiros 12 (doze) meses: com multa. Após os primeiros 12 meses: sem multa, desde
que respeitado o aviso prévio com 30 dias de antecedência. Pelo LOCADOR: não pode rescindir, exceto ao final do prazo de
vigência deste Contrato e nos casos previstos no art. 9 da Lei do Inquilinato.

J) Desistência: O presente contrato é celebrado em caráter irretratável e irrevogável, vedado o arrependimento de ambas as
Partes e admitida a sua rescisão apenas nos casos previstos em lei e neste Contrato.

K) Devolução do Imóvel: O LOCATÁRIO deverá notificar a BLI NETIMÓVEIS previamente para que realize a vistoria de
saída, com o objetivo de comprovar a devolução do imóvel exatamente nas mesmas condições em que o recebeu. Deverá
comprovar ainda finda a Locação, que inexistem débitos em relação ao condomínio e às contas de consumo durante o período
da locação e deixar o imóvel livre de pessoas e objetos seus.

L) Cadastro no Site da BLI NETIMÓVEIS: As Partes obrigam-se a manter os registros (e-mail, endereços e telefones)
fornecidos a BLI NETIMÓVEIS atualizados no site www.bli.com.br / área do cliente e atentar-se para que as comunicações da
BLI NETIMÓVEIS não caiam na caixa de "lixo eletrônico". São por eles que notificações extrajudiciais ou judiciais serão feitas,
e cada Parte poderá ser responsabilizada caso seu registro não seja o mais atual.

1 de 8
Contrato de Locação - Quadro Resumo

01 - LOCADOR(A/ES): MARIA CLARA DE SOUZA AQUINO RAMOS, de nacionalidade Brasileira, casada, portadora da
cédula de identidade RG 0769080383/SSP/BA, inscrita no CPF sob o nº 942.791.105-06

02 - LOCATÁRIO(A/S): BRUNO NUNES SANTANA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, Autonomo, portador da cédula de
identidade RG 1479166901/ssp/ba, inscrito no CPF sob o nº 060.840.555-83

FERNANDA CAROLAINE DA SILVA ASSUNÇÃO, de nacionalidade Brasileira, portadora da cédula de identidade RG


1285708300/ssp/ba, inscrita no CPF sob o nº 018.291.615-47

03 – IMÓVEL: Alameda Gênova nº196, AP. 202, Pituba, Salvador-BA

04 - PRAZO, VENCIMENTO E VIGÊNCIA:

04.1 - PRAZO: 12(doze) meses

04.2 - VENCIMENTO MENSAL: DIA 5 (cinco)

04.3 VIGÊNCIA INÍCIO: 05/02/2021 / TÉRMINO: 04/02/2022

05 - FINALIDADE DA LOCAÇÃO: Residencial

06 - ALUGUEL MENSAL: R$ 1.850,00 (um mil e oitocentos e cinquenta reais)

07 - ESTADO DO IMÓVEL, MÓVEIS E ACESSÓRIOS: (LAUDO DE VISTORIA ANEXO)

08 - PERIODICIDADE DOS REAJUSTES: ANUAL

09 - GARANTIA: Porto Seguro Seguros S/A

10 – OBRA CERTA: O imóvel deverá ser devolvido, ao final da locação, nas mesmas condições e especificações de
pintura constantes no laudo de vistoria inicial

11 - GARAGEM: 01

2 de 8
CONTRATO DE LOCAÇÃO
CLAUSULAS GERAIS

I - LOCADOR e LOCATÁRIO, independentemente do número e gênero, sendo que o primeiro é representado por sua
Administradora, BITTENCOURT LOPES COBRANÇAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO DE IMÓVEIS LTDA , CNPJ
14.542.781/0001-50, nome fantasia BLI NETIMÓVEIS, com endereço à Rua Manoel Barreto nº 508 – Graça - Salvador –
Bahia – CEP 40150-360, mediante poderes outorgados pelo Contrato de Administração de Imóveis, pactuam entre si o
presente contrato de locação do imóvel descrito e caracterizado no quadro 3, na conformidade das disposições constantes
deste instrumento.

II- A locação ora ajustada terá a duração prevista no quadro 4, obrigando-se o LOCATÁRIO, desde já, e
independente de qualquer formalidade, notificação ou aviso, a devolver o imóvel locado, ao final deste prazo
completamente desocupado de coisas e pessoas, no mesmo estado, inclusive de limpeza, conservação e uso
como ora recebe. No mesmo sentido, afirma haver vistoriado o imóvel, achando-o em perfeitas condições de
habitabilidade e uso para o fim a que se destina, previsto no item 05 do quadro.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: O LOCATÁRIO deverá prontamente reparar os danos causados ao imóvel, às suas
instalações, ou a seus bens móveis, desde que ocasionados pelo LOCATÁRIO, demais moradores, familiares
ou seus visitantes independentes de culpa, nos termos do art 23, V, da lei do inquilinato.

PARÁGRAFO SEGUNDO: Fica expressamente convencionado que o locatário não poderá fazer qualquer
modificação ou benfeitoria no imóvel, ainda que necessária ou útil, sem a previa e expressa autorização do
LOCADOR por escrito, que devera detalhar o escopo das mudanças e os respectivos e eventuais direitos de
indenização. Fica desde já acertado que o LOCATARIO não terá direito a reter o imóvel, nem direito a
indenização por quaisquer benfeitorias voluptuárias nele implementados, ainda que expressamente
autorizada pelo LOCADOR.

PARÁGRAFO TERCEIRO: Caso o imóvel possua vícios aparentes anteriores à locação, assim entendidos
aqueles que são de fácil constatação e que tenham sido identificados na vistoria inicial, tais como pequenas
rachaduras em vidros e/ou ladrilhos, desgastes na pintura, falta de chaves internas, armários, dobradiças e
ferragens apresentando eventuais desgastes, piso com desgaste por uso natural, apresentando riscos ou
manchas, etc, o LOCADOR não estará obrigado a efetuar qualquer reparo, uma vez que o imóvel foi
apresentado nestas condições ao LOCATARIO, e o preço e demais condições negociadas pelo
LOCATÁRIO e aceitas pelo LOCADOR para atribuir o valor do aluguel foram definidos considerando estes
fatores. Por outro lado, o LOCATARIO também não estará obrigado a efetuar o reparo dos referidos vícios
quando da devolução do imóvel, tendo em vista que assim o recebera do LOCADOR.

PARÁGRAFO QUARTO: S e o imóvel apresentar vícios ocultos anteriores à locação e que não tenham sido
passiveis de identificação durante a visita do LOCATARIO ou vistoria em função de fornecimento de energia ,
agua ou gás não estar ativo, e que não comprometa o uso do imóvel, tais como tomadas que não estejam
funcionando ou problemas em torneiras, nos casos em que o imóvel estava sem funcionamento de luz e agua
respectivamente, fica o LOCADOR obrigado a tomar as providencias para realização do reparo ou autorizar
que o LOCATARIO as realize, no prazo de 15 (quinze) dias contados do envio exclusivamente através de
notificação nesse sentido.

PARÁGRAFO QUINTO: Caso o imóvel necessite de algum reparo urgente de responsabilidade do LOCADOR,
onde haja comprometimento nas condições de usabilidade do imóvel, tais como vazamentos ou infiltrações
na estrutura da residência, entre outros, fica o LOCADOR obrigado a tomar as providencias para a realização
do reparo em até 3 (três) dias contados do recebimento pelo LOCADOR de notificação nesse sentido.

PARÁGRAFO SEXTO: Se o LOCADOR não se manifestar no prazo indicado no paragrafo anterior, o


LOCATÁRIO poderá apresentar a BLI NETIMÓVEIS pelo menos 3 ( três ) orçamentos para realização do
reparo devido, que devera (a) analisar as solicitações do LOCATARIO, (b) aprovar o orçamento mais barato,
caso julgue ser uma solicitação pertinente, e (c) descontar o valor pago pelo LOCATARIO dos alugueis
subsequentes, no menor prazo possível, mediante apresentação pelo LOCATARIO de comprovação de
pagamento e da solução dos problemas.

3 de 8
PARÁGRAFO SETIMO: Caso o imóvel necessite de reparos emergenciais, com finalidade principal de controlar
maiores danos ao imóvel, tais como reparos de rompimento de canos hidráulicos com grandes vazamentos,
de curto circuito na rede elétrica com risco de incêndio, de vazamento de gás, entre outros, fica o
LOCATARIO autorizado a realiza-los às expensas do LOCADOR, desde que as manutenções sejam feitas a
custos médios de mercado e ressalvados os casos em que os danos forem causados pelo LOCATARIO ou
por terceiro que esteja no imóvel por intermédio dele. Neste caso, o LOCATARIO devera enviar comprovação
com fotos dos problemas a BLI NETIMÓVEIS antes do inicio dos reparos, a fim de comprovar a existência
deste dano, sua extensão, bem como a ausência de responsabilidade do LOCATARIO no evento.

PARÁGRAFO OITAVO: Ainda que a benfeitoria seja autorizada pelo LOCADOR, o LOCADOR poderá exigir que
antes da devolução das chaves do imóvel, o locatário remova, às suas próprias custas, as benfeitorias
necessárias uteis e voluptuárias realizadas, a fim de que, com exceção das benfeitorias necessárias, o imóvel
seja restituído ao estado em que fora entregue ao LOCATARIO, conforme discrição constante no Laudo de
Vistoria inicial, ressalvadas as deteriorações decorrentes do uso normal do bem.
PARÁGRAFO NONO: O LOCATÁRIO se compromete a verificar a voltagem de todos os pontos elétricos existentes no
imóvel, isentando o LOCADOR de toda e qualquer responsabilidade pela ocorrência de danos em aparelhos eletroeletrônicos
de propriedade de LOCATÁRIO e/ou de terceiros.

PARÁGRAFO DECIMO: Compete ao LOCATÁRIO fazer o pedido de ligação em sua titularidade e desligamento de energia
elétrica, água, gás e outros fornecidos e/ou serviços junto aos respectivos fornecedores e/ou concessionárias no início e
quando no término deste contrato, sua respectiva baixa, na devolução do imóvel. Fica resguardado direito do LOCADOR, ou
seus ADMINISTRADORES, que desde logo é autorizado pelo LOCATÁRIO, a promover diretamente a referida mudança da
titularidade junto aos respectivos fornecedores e/ou concessionária, especialmente à COELBA, na hipótese exclusiva de não
cumprimento imediato desta obrigação no prazo de 10 (dez) dias após a assinatura do presente instrumento.

III- O LOCATÁRIO é responsável, a partir do início da locação, pelo aluguel mensal pactuado no item 06 do Quadro Resumo e
seus encargos, se obrigando a pagá-los pontualmente até o dia estipulado no item 04.2 acima, onde o LOCADOR ou seus
administradores indicarem. Qualquer recebimento fora deste prazo será mera tolerância, sem prejuízo de quaisquer cláusulas
deste contrato, e, ainda, por todas as despesas e encargos previstos. Fica estabelecido que o LOCATÁRIO pagará multa
moratória de 10% (dez por cento), após o vencimento, sobre o valor do aluguel mensal com seus respectivos acréscimos (tais
como: taxas condominiais ou IPTU) e juros de 1% calculados proporcionalmente pro rata die, mais variação do IGPM - Índice
Geral de Preços ao Consumidor Médio, sendo que qualquer recebimento fora deste prazo será mera tolerância, sem prejuízos
de outras despesas e encargos previstos neste instrumento.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: Após 15 (quinze) dias de vencido, o LOCATÁRIO deverá solicitar o boleto atualizado com os
encargos devidos, para imediata regularização, diretamente ao Advogado constituído pelo LOCADOR mediante o endereço
lopessouza@lopessouza.com.br.

PARÁGRAFO SEGUNDO : Desde logo, fica acordado que se o LOCATÁRIO não receber em até 05 (cinco) dias antes do
vencimento, no seu endereço do e-mail cadastrado na ADMINISTRADORA, o boleto bancário para pagamento do aluguel, o
mesmo deverá acessar o site www.bli.com.br, dirigir -se ao link acesso de clientes, informar o e-mail cadastrado na BLI
NETIMÓVEIS. Em seguida, será disponibilizada a 2ª via do boleto para pagamento em qualquer agência bancária participante
do sistema nacional de compensação. Fica deste já acordado que esse será o único meio de pagamento dos aluguéis e
encargos legais contratuais.

IV- O LOCATÁRIO não será obrigado pelas obras que importem na habitabilidade do imóvel, melhorias estruturais ou na
fachada do prédio, sendo estas de responsabilidade do LOCADOR. Todavia, obriga-se por todos os reparos por danos a que
tenha causado ao imóvel, devendo devolvê-lo na forma da Cláusula II. Benfeitorias são expressamente proibidas e ficarão,
sem direito a retenção ou indenização, restando ao imóvel incorporadas e ao LOCADOR pertencendo.

4 de 8
V-Nenhuma intimação dos poderes públicos ou de terceiros será motivo para o LOCATÁRIO abandonar o imóvel locado ou
pedir rescisão deste contrato, salvo após prévia vistoria judicial que prove estar a construção ameaçando ruir, obrigando-se, no
entanto, a levar ao conhecimento do LOCADOR ou de seus administradores quaisquer perturbações de terceiros, e, bem
assim, encaminhar aos mesmos quaisquer intimações, comunicações ou avisos recebidos referentes ao imóvel locado,
principalmente de impostos e taxas, ficando sob sua inteira responsabilidade a perda de descontos, os juros de mora, as
multas e outras despesas decorrentes de sua demora.

VI- O LOCATÁRIO não poderá sublocar, ceder ou emprestar a terceiros o imóvel locado, no todo ou em parte, sem prévia
autorização por escrito do LOCADOR ou de seus administradores, obrigando- se a utilizar o imóvel para o fim a que se
destina, sendo aquele descrito no item 05 do Quadro Resumo.

VII- Além do aluguel convencionado, pagará o LOCATÁRIO:

a) Imposto predial (IPTU) e taxa de coleta de lixo;


b) Prêmio de Seguro contra Incêndio, inclusive o complementar, relativo ao imóvel, seguro esse que será feito pelo Locatário,
em Companhia Seguradora de única e exclusiva escolha do Locador, e em valor que, na ocorrência de sinistro, lhe venha a
garantir a adequada indenização, ficando responsável também pelas suas renovações anuais;
c) As despesas decorrentes de água, luz e condomínio;
d) Seguro fiança locatícia.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: Os pagamentos referidos nos itens “a”, “b” , “d” serão efetuados nos recibos dos aluguéis
mensais, enquanto os do item “c” serão efetuados pelo LOCATÁRIO diretamente nas concessionárias dos serviços ali
referidos ou condomínio, porém, poderá o LOCADOR, se julgar conveniente, cobrar o condomínio mensal juntamente com o
aluguel e demais encargos contratualmente exigidos, sem a necessidade de aviso prévio ou autorização do LOCATÁRIO.

PARÁGRAFO SEGUNDO: O LOCATÁRIO ficará ainda responsável pelo pagamento de quaisquer outros danos ou estragos
causados ao imóvel durante a vigência do presente contrato, que será também identificado através da vistoria realizada no ato
da entrega das chaves e consequente rescisão contratual.

VIII- O LOCATÁRIO, desde já, se obriga a permitir ao LOCADOR ou aos seus administradores, examinar ou vistoriar o imóvel
locado, sempre que necessário, inclusive a fiscalização e execução de obras e consertos por seus representantes ou
profissionais do ramo. Também se obriga caso deseje o LOCADOR alienar o imóvel durante a locação mostrá-lo a terceiros
interessados em sua compra. Porem fica assegurado ao LOCATÁRIO seu direito de preferência conforme a lei 8.245/91 e
permanecer na locação até o final da vigência do prazo deste contrato.

IX- Fica estipulada a multa correspondente a 03 (três) aluguéis, multiplicados pelo valor contratado no item 06, do Quadro
Resumo do Contrato de Locação ou pelo valor da época da rescisão, caso o segundo seja o de maior valor, na qual incorrerá à
parte que infringir quaisquer das cláusulas deste instrumento, ressalvada a parte inocente a faculdade de considerar
simultaneamente rescindida a locação, independente de quaisquer formalidades.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: O LOCATÁRIO poderá rescindir a locação, mediante aviso prévio por escrito de 30 (trinta) dias e
devolver o imóvel mediante pagamento da multa pactuada no caput desta cláusula, sendo certo que esta será calculada
proporcionalmente ao tempo restante da vigência firmada para a locação. O LOCADOR, todavia, não poderá reaver o imóvel
antes do término do prazo estabelecido no item 04, do Quadro Resumo, do presente instrumento, tudo em consonância ao
artigo 4º, da Lei 8.245 de 18 de outubro de 1991 (Lei do Inquilinato).

PARÁGRAFO SEGUNDO: Acordam as partes que na hipótese de ocorrência de eventuais danos ou estragos acarretados no
imóvel durante a vigência desta locação, deverá o LOCATÁRIO arcar individualmente com o pagamento necessário para
sanar os retros mencionados vícios, conforme determinação do Parágrafo Terceiro, da Cláusula VII deste instrumento, sem
prejuízo da multa prevista neste caput.

5 de 8
PARÁGRAFO TERCEIRO: A eventual tolerância do LOCADOR para qualquer infração contratual, atraso no pagamento dos
aluguéis, taxas ou impostos, não constituirá motivo para que o LOCATÁRIO alegue novação.

PARÁGRAFO QUARTO: O contrato poderá ser rescindido por ambas as partes após a fluência de sua vigência determinada,
momento em que passará a viger por prazo indeterminado, desde que se comunique por escrito e com antecedência mínima
de 30 (trinta) dias, da data de restituição do imóvel. Após 12 (doze) meses de vigência deste contrato o LOCATARIO poderá
rescindir a locação sem a obrigação de pagar multa contratual desde que notifique o LOCADOR com 30 (trinta) dias de
antecedência e esteja adimplente com todas as obrigações previstas no presente contrato.

PARÁGRAFO QUINTO: Finda a locação, independente do motivo, o LOCATÁRIO deverá (a) comprovar inexistência de
débitos perante os fornecedores de serviços públicos não incluídos nos Encargos Locatícios; (b) desocupar o imóvel
de pessoas e objetos seus; (c) certificar-se que não tem nenhuma pendência sobre as demais responsabilidades
assumidas neste contrato e que o IMÓVEL não tem nenhum outro impedimento; e (d) notificar a BLI Netimóveis
para realização da vistoria de saída (o "Laudo de Vistoria Final"), o qual deverá ser feito até a data da rescisão.

PARÁGRAFO SEXTO: Uma vez que o Laudo de Vistoria Final seja finalizado, as partes terão o prazo de 5 (cinco) dias
para revisar a Vistoria, compará-la com o estado do imóvel e manifestar-se, por escrito e com fotos que comprovem
qualquer divergência apontada. Caso as partes não se manifestem no prazo indicado nesta cláusula será entendida
como tácita e integral ao Laudo de Vistoria Final apresentado pela BLI Netimóveis.

PARÁGRAFO SETIMO: Na hipótese do Laudo de Vistoria Final reportar falta de algum item presente no Laudo de
Vistoria Inicial, ou danos causados ao IMÓVEL e / ou aos seus bens móveis, o LOCATÁRIO deverá prontamente
efetuar todas as reparações a fim de devolver o imóvel nas mesmas condições em que recebeu, ressalvados os
desgastes naturais, tendo prazo de 7 (sete ) dias para efetuar os reparos. Caso o LOCATÄRIO não devolva nas
mesmas condições em que recebeu o IMÖVEL, a BLI Netimóveis poderá realizar um orçamento para a realização do
reparo e reposição dos objetos faltantes ou danificados, todos no mesmo padrão e qualidade dos originais, e então
proceder à cobrança do orçamento ao LOCATÄRIO, que será Integralmente responsável por seu pagamento,
acrescido da multa no valor de 40%(quarenta por cento) do valor do orçamento, incluindo materiais, mão de obra e
eventuais outras despesas envolvidas. Neste caso, ficará então o LOCATÁRIO obrigado ao pagamento de 140%
(cento e quarenta por cento) do total a ser reparado pelo decumprimento de sua obrigação quando da rescisão do
contrato. Caso seja feita a cobrança mediante um terceiro, serão incluídos ainda os honorários de contratação deste,
desde já fixados em até 10% (dez por cento) na fase extrajudicial e até 20% (Vinte por cento na fase judicial, os quais
incidirão sobre o total do débito atualizado, incluindo multas , juros e correção monetária.

PARÁGRAFO OITAVO: Além do disposto na cláusula acima, caso o IMÖVEL fique impedido de ser locado em virtude
da extensão dos danos causados pelo LOCATÄRIO, ficará resguardado o direito do LOCADOR de exigir judicialmente
o arbitramento de indenização pelos Lucros Cessantes.

PARÁGRAFO NONO: Caso, ao final da locação, existam contas de consumo em aberto referentes ao período de
vigência do contrato a BLI Netimóveis fica, desde já autorizada a realizar a quitação de tais contas e incluir no boleto
de cobrança do LOCATÁRIO, independente de quem seja o titular da conta a ser quitada.

PARÁGRAFO DÉCIMO: Fica desde já convencionado que quando da devolução do imóvel, o LOCATÁRIO obriga-se a
entregar a pintura nas mesmas condições em que recebeu. Se recebeu com pintura nova deverá devolver nas mesma
condições e com a pintura na idêntica cor constante do Termo de Vistoria Inicial do imóvel.

PARÁGRAFO DÉCIMO PRIMEIRO: Este contrato só será considerado encerrado ou rescindido mediante a entrega do
TERMO de Rescisão devidamente assinado por ambas as partes, atestando a devolução das chaves. Ficam aqui
ressalvadas as obrigações contratuais ainda não vencidas ou cumpridas pelas Partes, bem como despesas e ou
Infrações que o LOCATÁRIO der causa enquanto vigente o presente contrato, mesmo que não sejam de
conhecimento do LOCADOR e ou da BLI Netimóveis, que ainda serão exigidas mesmo após o fim da vigência do
presente contrato.

X- DA GARANTIA LOCATÍCIA – Os contratantes optam por aderir ao Seguro Fiança Locatícia nos termos da lei 8.245/91 e
circular SUSEP n. 01 de 14/01/92, ficando o LOCATÁRIO responsável pelo pagamento do prêmio em seus respectivos
vencimentos, constituindo-se os respectivos valores em encargos do aluguel, na forma abaixo estipulada.

PARÁGRAFO PRIMEIRO :O Seguro de Fiança Locatícia contratado pelo LOCADOR junto a PORTO SEGURO CIA. DE
SEGUROS GERAIS, cuja vigência será de 12 (doze) meses, seguida de renovações obrigatórias a cada período anual,
garantirá esta locação, nos termos do inciso III, do artigo 37 da Lei do Inquilinato, mediante pagamento de prêmio. São do
conhecimento do LOCADOR e LOCATÁRIO as Condições Gerais do seguro de Fiança Locatícia.

6 de 8
PARÁGRAFO SEGUNDO: Para efeito desta garantia, o prêmio inicial e as renovações anuais do seguro da fiança locatícia,
calculados conforme NORMAS VIGENTES, deverão ser pagos pelo(s) LOCATÁRIO(S), de acordo com o inciso XI, do artigo
23 da Lei do Inquilinato, sob pena de rescisão desta locação, com o consequente despejo e cancelamento desta apólice.

PARÁGRAFO TERCEIRO: A apólice garantirá exclusivamente as coberturas de aluguéis e encargos especificadas na


proposta do seguro fiança.

PARÁGRAFO QUARTO: Eventuais débitos decorrentes do presente contrato, não pagos pelo LOCATÁRIO, após
regularmente instados a tanto, serão comunicados às entidades mantenedoras de bancos de dados de proteção ao crédito
(Serasa, SPC, etc), quer pelos Locadores, quer pela Seguradora. Tais débitos incluem todas as despesas com as medidas
judiciais cabíveis. Em caso de sinistro indenizável, o segurado autoriza BITTENCOURT LOPES COBRANÇAS
ADMINISTRATIVAS E GESTÃO DE IMOVEIS LTDA, inscrita no CNPJ nº 14542781/0001-50 a receber e dar quitação para
os valores apurados pela Seguradora.

PARÁGRAFO QUINTO: Na qualidade de garantidora da locação e pelo exercício antecipado do direito de sub-rogação, por
conta dos adiantamentos mensais da indenização ao Segurado/Locador, a Porto Seguro Cia. Seguros Gerais poderá
providenciar a Ação de Despejo, isentando o Segurado/Locador da franquia prevista nas Condições Gerais do Seguro.

PARAGRAFO SEXTO: Para exercer os direitos e dar cumprimento às obrigações deste contrato, os Locatários declaram-se
solidários entre si e constituem-se reciprocamente PROCURADORES, conferindo-se mutualmente poderes especiais para
receber citações, notificações e intimações, confessar, desistir, e assinar tudo quanto se tornar necessário, transigir em juízo
ou fora dele, fazer acordos, firmar compromissos judiciais ou extrajudiciais, receber e dar quitação.

PARAGRAFO SETIMO: Não elidido o debito extrajudicial, independente dos procedimentos adotados, em qualquer hipótese
de descumprimento pelo Locatário das clausulas por este instrumento acordadas, poderá o Locador promover ação judicial
pertinente, quando o Locatário será responsável além da multa contratual, por todas as despesas judiciais ou extrajudiciais que
se verificarem e os honorários do advogado que o credor constituir para garantia de seus direito, numa base de 20% (vinte por
cento) sobre o valor da condenação.

XI – Correrão ainda por conta do LOCATÁRIO, após 15 (quinze) dias de atraso, contados a partir da data de vencimento
estipulada para o pagamento dos aluguéis no item 04, do Quadro Resumo, além da multa moratória pactuada na Cláusula III,
os honorários advocatícios incidentes em 10% (dez por cento) sobre os débitos vencidos oriundos da locação se ela for
liquidada amigavelmente, sem procedimento judicial.

XII - O imóvel é alugado para o fim determinado no quadro 05, encontrando-se em perfeito estado de conservação e uso, com
e em pleno funcionamento das partes elétricas e hidráulicas, devendo o LOCATÁRIO devolvê-lo conforme recebe neste ato,
sem qualquer formalidade do LOCADOR ou de seus administradores, principalmente quanto a sua destinação, não podendo
ela ser alterada.

7 de 8
XIII- A periodicidade de reajustes dos aluguéis é aquela identificada no quadro 08, aplicando-se a
variação do IGP -M- ÍNDICE GERAL DE PREÇOS editado pela Fundação Getúlio Vargas. No caso da extinção do índice aqui
pactuado, será utilizado aquele que legalmente venha a substituí-lo ou, não havendo índice legal em substituição, fica desde já
pactuado que será adotado aquele índice de preços, oficial ou não, que venha a representar fielmente a variação de preços no
período.

XIV- Manifestando o LOCADOR intenção de vender o imóvel locado, o LOCATÁRIO se obriga a permitir a visita das pessoas
interessadas pela compra, se não quiser exercer o seu direito de preferência de adquiri-lo em igualdade de condições com o
terceiro.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: Poderá o imóvel ser vendido, mesmo durante a vigência do contrato de locação por tempo
determinado, conforme a previsão do caput desta Cláusula.

PARÁGRAFO SEGUNDO: Se a venda, entretanto, for feita após o término da vigência do referido contrato de locação, o
adquirente, poderá denunciar o contrato de locação, com o prazo de 90 (noventa) dias para a desocupação.

XV- Caso haja desapropriação por ente público ou apropriação por instituição fiduciária do imóvel objeto desta locação, este
contrato ficará rescindido de pleno direito, sem qualquer indenização, ressalvado a relação de benfeitorias autorizadas por
escrito pelo locador constante de termo anexo I deste contrato desde que e exclusivamente seja considerado pelo ente público
ou instituição fiduciária os valores específicos no ato da desapropriação e pagamento da indenização correspondente recebida
pela locadora.

XVI- O presente contrato em caso de separação de fato, separação judicial divórcio ou dissolução da união estável de
qualquer das partes, prosseguirá sem qualquer prejuízo, com o cônjuge ou companheiro que permanecer no imóvel. Contudo,
na hipótese de falecimento, seguirá conforme o disposto abaixo, tudo de acordo com a alteração em 25 de janeiro de 2010, da
Lei 8.245/1991.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: Morrendo o LOCADOR, a locação transmite-se aos herdeiros.

PARÁGRAFO SEGUNDO : Morrendo o locatário, ficarão sub-rogados nos direitos e obrigações: o cônjuge sobrevivente ou
companheiro e, sucessivamente, os herdeiros necessários e as pessoas que vivam na dependência econômica do de cujus,
desde que residentes no imóvel;

PARÁGRAFO TERCEIRO: Nas hipóteses previstas nesta Cláusula, a sb-rogação será comunicada por escrito ao LOCADOR,
sendo certo que o descumprimento desta obrigação ensejará a rescisão contratual e a insurgência da multa pactuada na
Cláusula IX.

XVII- Tudo quanto for devido em razão deste contrato e não comportar a forma sumária será cobrado pelo processo executivo,
sem prejuízo da ação ou procedimento judicial ou extrajudicial de rito mais específico, no foro da Comarca de Salvador, que é
o da situação do imóvel, com renúncia de qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

E, por estarem assim justas e convencionadas, as partes assinam o presente instrumento de CONTRATO DE LOCAÇÃO na
presença das testemunhas abaixo assinadas, para um só fim de direito.

Salvador, Bahia, 24/01/2021

8 de 8

Você também pode gostar