Você está na página 1de 2

Rádio do novo mundo do trabalho

por Carmen Pimentel - publicado em 17/01/2007

Carmen Pimentel*

Estamos vivendo um momento em que a imagem é a principal forma de transmissão de informação. É a


era do videoclipe, da televisão, dos outdoors, da internet. Apesar do poder da imagem, o rádio continua a
ser um importante meio de comunicação, pelos baixos custos dos equipamentos, pela facilidade de
produção dos programas e pela rapidez da transmissão de informações. Além disso, o rádio permite que
os ouvintes realizem outras atividades simultaneamente, já que mobiliza apenas um dos sentidos da
percepção humana - a audição.

O processo de construção de uma rádio (des)envolve vários aspectos pedagógicos, por ter caráter
educativo e cultural, além de incentivar a imaginação e a criatividade; favorecer a expressão oral e escrita
e a síntese na fala; desenvolver a convivência de grupo; incentivar a ludicidade na aprendizagem;
exercitar o ouvir o outro e o respeitar opiniões diferentes.

Montar uma rádio na sala de aula ou, até mesmo, na escola é um bom meio de exercitar a comunicação,
pois permite que os alunos a utilizem para mandar mensagens, divulgar debates sobre assuntos diversos,
informar sobre eventos internos e externos à escola, prestar serviços à comunidade escolar, entre outros.

A primeira etapa da atividade de construção de uma rádio é criar uma grade de programação a ser
desenvolvida por grupos de alunos. A grade deve ser voltada para o tema "O novo mundo do trabalho".
Para isso, o professor pode fazer, junto com os alunos, uma tempestade de idéias para que se lembrem
de programas que existem nas emissoras e também para que criem outros. Por exemplo: noticiário,
músicas da semana, comerciais, entrevistas, show de calouros, programas de perguntas e respostas, etc.

A segunda etapa é dividir a turma por essa grade de programação, de modo que cada grupo de três ou
quatro alunos fique com um bloco para desenvolver. A partir daí, o professor deve indicar fontes de
pesquisa (jornais, livros, revistas, internet, etc.) para que coletem informações necessárias e montar seu
trabalho. Um bom acervo de textos de apoio para o professor pode ser encontrado nas letras C e H da
chave. O professor deve, também, explicar a cada grupo que este será responsável por fazer a abertura e
o encerramento de seu bloco, usando música ou um jingle, por exemplo. Outra dica é sugerir que, sempre
que necessário, usem sonoplastia: barulho de porta fechando, passos, palmas, sons de animais, etc.

A próxima etapa consiste na apresentação da programação. Isso pode ser feito de várias maneiras. Uma
delas é para dentro da sala de aula: cada grupo apresenta seu trabalho para o resto da turma, que estará
de costas para poder apenas ouvir os sons. Depois, a turma faz comentários para o grupo dizendo o que
pode ser melhorado, se for o caso. Esse retorno é importante para valorizar o trabalho de cada grupo.
Outra forma de apresentação é, depois de ensaiarem bem, gravar todo o conjunto de programas e
reproduzi-lo na hora do recreio. O professor pode ver como montar uma rádio no site Nós da Escola, da
Multirio, no endereço http://www.multirio.rj.gov.br/portal/area.asp?box=N
%F3s+da+Escola&area=Na+Sala+de+Aula&objeto=na_sala_de_aula&id=2679

A quarta etapa é a da avaliação do processo de aprendizagem. Ao fim de todo o projeto, o professor


promove um debate. Cada aluno é convidado a refletir sobre o que aprendeu durante a construção de seu
bloco e com a apresentação dos outros grupos. Esse debate é importante para que os alunos percebam
que, mesmo numa atividade lúdica, pode-se aprender muito.

Exemplo de uma grade de programação

A grade abaixo é apenas uma sugestão. O professor deve montar a grade junto com os alunos para que
eles se sintam fazendo parte do processo.

1. Início da programação, com comercial "de nosso patrocinador"


2. Noticiário - três ou quatro notícias sobre o tema trabalho ou desemprego
3. Música - a primeira das dez mais votadas pelo telefone!
4. Receita prática, fácil e gostosa
5. Comercial - serviços para a comunidade
6. Entrevista ao vivo - assunto da semana: trabalho no século 21
7. Programa de perguntas e respostas (neste dia pode haver a final do concurso e a premiação do
vencedor)
8. Dicas da semana - novas profissões que estão surgindo
9. Música / poesia - sobre o tema trabalho
10. Chamada para evento de fim de semana (funcionários da escola convidam desempregados da
comunidade para um jogo de futebol)
11. Novela - "Em busca de um emprego"
12. Horóscopo - previsões voltadas para o trabalho para três signos (outros no decorrer da programação
do dia)
13. Fim da programação do dia: agradecimentos do patrocinador.

Sugestões de formatos para alguns blocos dessa grade:

Comerciais - divulgar serviços que os alunos gostariam de oferecer para a audiência. Perguntar quem tem
alguma profissão ou faz algum tipo de trabalho e gostaria de montar um texto do tipo classificado. Este irá
ao ar na programação da rádio. Colocar música de fundo e sonoplastia ou estimular que criem um jingle
para o comercial.

Noticiário - a partir da leitura de textos obtidos por meio de pesquisa, elaborar notícias. Exemplo: "As
profissões que surgiram nos últimos anos ligadas ao mundo digital"; "Jovens estão inseguros quanto a
que profissão escolher"; "O perfil do profissional do século 21"; ou ainda "Desemprego mundial aumenta".

Músicas/poesias - pesquisar músicas e poesias com temática relacionada ao trabalho. Os alunos podem
cantar ao vivo, recitar poesias ou reproduzir a música original. Exemplos: "Operário em construção", de
Vinícius de Moraes; "Construção", de Chico Buarque; "Capital de indústria", de Herbert Vianna;
"Ensaboa", de Cartola e Monsueto.

Receitas - se algum aluno souber cozinhar, pode divulgar seus serviços ("Aceitam-se encomendas") e dar
uma receita no ar.

Entrevista ao vivo - convidar uma pessoa (parente, amigo, personalidade, funcionários da escola, etc.)
para falar sobre trabalho. Os alunos deverão "bolar" o questionário da entrevista baseando-se em textos
lidos. Exemplos de temas: o trabalho no século 21; o desemprego no Brasil; falando sobre minha
profissão.

Programa de perguntas e respostas - os alunos destinados para esse bloco fazem a leitura de um texto
indicado pelo professor. Dois alunos do grupo fazem o papel de apresentadores e "bolam" de três a cinco
perguntas com três ou quatro opções de respostas, com apenas uma correta. Outros dois alunos fazem o
papel de participantes que irão responder às perguntas num jogo de competição. Vence o que acertar
mais respostas. O apresentador anuncia uma nova etapa com perguntas desenvolvidas a partir de um
outro texto. Outros alunos também podem participar. Pode-se fazer uma variação simulando ligações por
telefone em que alunos que não fazem parte desse bloco também possam responder e participar do
programa.

Novela - os alunos criam capítulos para uma novela sobre um tema ligado ao trabalho. Por exemplo, "Em
busca de um emprego" em que o protagonista pode passar por várias situações como entrevistas com o
futuro patrão; busca de emprego nos jornais; dificuldade de arrumar um novo emprego; falta de
habilidades para profissões novas; etc. Aqui, novamente, faz-se necessária a leitura de textos
informativos e a discussão sobre temas ligados ao trabalho. O grupo se encarrega de escrever os textos
no formato teatral, fazer a sonoplastia necessária, arranjar músicas de fundo, ensaiar e apresentar a
novela.

"Ampliando o sinal"

O professor pode sugerir que a rádio saia do espaço de sala de aula e ganhe toda a escola. Dessa forma,
alunos de outras turmas poderão participar sugerindo músicas, participando de concursos de perguntas e
respostas, sendo entrevistados, etc.

A rádio também pode ir para a internet. Se a escola tiver computadores ligados à web, veja como colocar
uma rádio no ciberespaço nos sites www.radios.com.br/criar.htm e
radio.terra.com.br/radiospessoais/rpessoais.php

(É importante informar-se sobre DIREITOS AUTORAIS de textos, imagens, músicas de outras pessoas,
no caso de querer publicar a rádio na internet.)

*Carmen Pimentel é professora e consultora do projeto Século XX1.

Você também pode gostar