Você está na página 1de 1

CURSO DE PERICIA PSICOLÓGICA

POLICIAL E CRIMINAL

Autópsia psicológica em casos de suicídios


 O objetivo é firmar sintomas que sejam determinantes de suicídio, com os quais
um número satisfatório de analistas concordem, para que se possa a partir daí
avaliar pessoas que corram o risco de se matar e prevenir o problema. A
avaliação é importante porque o suicídio está entre as dez principais causas de
morte entre pessoas de todas as idades em todo o mundo, embora tenha pouca
atenção dos meios médicos e psicológicos.
 Os critérios para a autópsia psicológica foram estabelecidos com base em
algumas estratégias como a avaliação da intenção da vítima em relação à sua
própria morte (ponto principal), dos precipitadores ou estressores, da motivação
e da letalidade (o grau de gravidade do gesto suicida). Com base nesses critérios,
a pesquisadora acredita ser possível estabelecer com razoável grau de certeza os
"aspectos psicológicos de uma morte específica",

METODO
 Entrevista Semi-estruturada para Autópsia Psicológica (ESAP) é constituída por
itens para avaliação dos temas-chave associados ao suicídio: precipitadores e/ou
estressores, motivação, letalidade e intencionalidade.
 Autópsia psicológica do suicídio (um estudo detalhado da pessoa, revendo sua
vida, seus diários, falando com amigos). "O objetivo é entender o que aconteceu,
o que poderia ter mudado o curso desta história“.

CONTRATO ENTRE O PSICOLOGO


E O PACIENTE PARA ADIAR O
SUICIDIO
 O paciente e o Terapeuta ficarem falando sobre se vale a pena se suicidar ou
não.
 Precisa ouvir a voz de alguém que lembre da sua ligação com a vida, dos laços
afetivos que tem com que os rodeiam.

INVESTIGAÇÃO DO SUICIDIO
 SUICIDIO, PERICIA DE LOCAL, NECROPSIA E AUTOPSIA
PSICOLÓGICA.

Você também pode gostar