Você está na página 1de 2

Técnica para Alcançar Novo Perfil de Tensão em Estudos de Regime Permanente

Baseada na Otimização dos Incrementos de Corrente de Campo das Máquinas


Síncronas
(10) Advanced Computation Techniques Applied to Power Systems

SUMMARY

Os problemas de estabilidade de tensão são cada vez mais frequentes devido ao esgotamento do uso dos
equipamentos da rede destinados ao controle de tensão, o que torna fundamental a monitoração desses
recursos. As máquinas síncronas são equipamentos que podem ser utilizados para o controle de tensão e,
por isto, a monitoração de seu limite de sobreexcitação é necessária. Isto porque as máquinas deixam de
controlar a tensão quando esse limite de sobrecorrente de campo é alcançado.
Nos programas atuais para o cálculo do fluxo de carga, atribuem-se limites mínimo e máximo para a
potência reativa absorvida e gerada por máquinas síncronas. A cada iteração do algoritmo de solução, o
valor da grandeza potência reativa é comparado com os limites e, caso seja violado um deles, a potência
reativa é fixada nesse limite com a tensão deixando de ser controlada. Nas iterações posteriores é
verificada a possibilidade de retornar o controle da tensão e, então, ao final do processo iterativo, a tensão
estará no valor especificado apenas caso a potência reativa não viole os limites. Entretanto, a potência
reativa absorvida ou gerada pela máquina é uma consequência dos valores de outras variáveis, inclusive
de grandezas da rede, externas à máquina e, portanto, a monitoração da potência reativa não é adequada.
Em outras palavras, não é possível relacionar a variável potência reativa (informação disponível no estudo
de regime permanente) com a corrente de campo que é a variável real de controle da máquina.
Visto isso, adota-se um modelo para representação de máquinas síncronas (tipo polos salientes e rotor
liso) que permite incorporar suas variáveis de estado em equilíbrio no problema geral de fluxo de
potência (por exemplo, a variável corrente de campo da máquina). Esta representação da máquina é
chamada de Modelo Eq , que é constituído de uma tensão terminal constante atrás de uma reatância
síncrona de eixo em quadratura, o que possibilita calcular a grandeza corrente de campo (em equilíbrio)
pela simples solução do problema de fluxo de carga.
Ademais, a inclusão do modelo no problema de fluxo de carga possibilita o cálculo de uma matriz de
sensibilidades que relaciona as variáveis de controle (corrente de campo) e controlada (tensão terminal)
das máquinas. A aplicação de técnica de otimização nessa matriz de sensibilidades permite aperfeiçoar as
ações para o controle de tensão do sistema, pois se torna possível: i- identificar conflito entre os controles,
ii- apontar os ajustes de tensão nos geradores que apresentam maior sensibilidade (ou eficácia) para dada
ação desejada e iii- evitar que haja a perda do controle de tensão de máquinas do sistema (quando
possível).
A técnica proposta é aplicável para análise de eventos que consistem no crescimento da carga durante a
operação do sistema, assim como para avaliação de ações de controle de tensão, isto é, mudanças nas
tensões de referência por decisão do operador. Por fim, a aplicabilidade da técnica é testada em exemplos
com sistemas-teste fictício (sistema de pequeno porte) e real (sistema de grande porte).

KEYWORDS

3 to 10 words or phrases (Times New Roman, size 11). As for “SUMMARY”, please keep the title
“KEYWORDS”.
All pages after title page must show this header.

Você também pode gostar