Você está na página 1de 33

6/14/19

Repertórios do Bom
Aprendiz
Whole Child Consulting, LLC
www.wholechildconsulting.com
http://www.facebook.com/wholechildconsulting

What dovocê
O que youacha
think
de of
Gareth?
Gareth?
.

1
6/14/19

How about ______?


.

And thisexemplo?
E este example?

2
6/14/19

Os Dados Vão Mostrar


— Que a maioria das respostas em cada caso estavam
corretas.
Gareth Mohammed Will

+ + +

+ +

+ +

No mínimo, seus dados


deveriam mostrar
Gareth Mohammed Will

+ + p

+ p p

+ p +

3
6/14/19

Ainda faltam dados


relevantes
Gareth Mohammed Will

Começa a trabalhar Trabalha bastante Claramente não está


sem precisar ser rápido, mas acaba interessado e sua
lembrado e inicia caindo em controle de resposta não deveria
conversas relevantes estímulo equivocado e ter sido reforçada de
sem sair pela tangente. pode acabar se jeito nenhum.
Aceite sem problemas distraindo.
correções de sintaxe.

Hoje vamos:
— Definir os temas de “repertórios de aprendiz”
— Introduzir O Inventario de Repertórios de um Bom
Aprendiz
— Pontuar exemplos de itens do IGLR
— Selecionar repertórios-alvo
— Abordar brevemente como ensinar os repertórios-
alvo do aprendiz

4
6/14/19

A maioria das avaliações


nos diz …
— Quantas imagens Bobby consegue rotular
— Se Bobby consegue contar
— A série correspondente ao nível de leitura de Bobby

Eu quero saber (e o IGLR


nos conta)…
— Por quanto tempo Bobby rotula imagens
— Se você precisa bloquear Bobby para ficar em sua área
— O que você tem que dar a Bobby para que ele use o
rótulo

— Cada quanto tempo você tem que reforçar


— Se Bobby responde a dicas
— Quais são os tipos de dicas aos quais Bobby responde
— O quão fácil é esvanecer uma dica

5
6/14/19

E se Bobby…
— Usa rótulos espontaneamente
— Usa rótulos de forma clara e rápida
— Usa rótulos para vários itens depois de receber um
instrução apenas uma vez
— Checa se nós observamos seu uso do rótulo
— Tolera (ou aprende através de) correções

“Aprendendo habilidades de
prontidão” (Wilczynski &
Christian, 2008)
— -imitação motora
— -seguir instruções
— -habilidade de sentar
— -prestar atenção a sons no ambiente
— -prestar atenção a tarefas

6
6/14/19

Mas o contexto também é


importante
— Em que circunstâncias seu estudante demonstra, ou
não, esses comportamentos de “prontidão para
aprender”?

3 componentes
instrucionais
.

Dificuldade
com o Qualidade
conteúdo da resposta

Nível de
Level of support
apoio

7
6/14/19

Meu estudante trabalha


bem contanto que …
— -
— -
— -
— -

Meu estudante trabalha


bem contanto que…
— -usemos muitos reforçadores comestíveis
— -estivermos falando de filmes ou animais preferidos
— -receba atenção 1:1
— -usemos ensino sem erro
— -sempre comecemos com atividades fáceis para
entrar no ritmo
— -usemos contratos de “primeiro-depois”

8
6/14/19

Então ensinar usando suas


áreas de competência
— Vamos arrumar...

“Sim, mas…..”
— “A instrução precisa ocorrer em grupo”

— “Ouvi dizer que é ruim usar reforçadores


comestíveis”

— “O mundo de verdade não funciona assim”

9
6/14/19

Se houvesse um jeito….

Roby está indo bem


100
95
90
85
80
75
70
65
60
55
50
45
40
35
30
25
20
15
10
5
Resilience Perseverance Learning Potential to
Behavior Behavior Consequence
Percent & Readiness & Flexibility Channel Spontaneity Benefit from
Excesses Supports s
Regulation Focus Preferences Inclusion

10
6/14/19

Conheça Titun (4 anos)


100
95
90
85
80
75
70
65
60
55
50
45
40
35
30
25
20
15
10
5
Resilience Perseverance Learning Potential to
Behavior Behavior Consequence
Percent & Readiness & Flexibility Channel Spontaneity Benefit from
Excesses Supports s
Regulation Focus Preferences Inclusion

Baseado apenas nessa grade, o


que você faria com Titun?
— -
— -
— -

— (*Voltaremos a falar de Titun mais tarde.)

11
6/14/19

Em geral,
— A programação de Roby deveria visar à remoção de
suportes artificiais persistentes e consistir em um
ensino agressivo de objetivos curriculares
— Titun precisa de um programa muito flexível e este
programa não será facilmente replicado

Alguns usos gerais do IGLR


— Planejar transições
— Identificar alvos (superando a resistência precoce à
remoção de suportes para alunos estáveis)
— Arranjar suportes
— Treinamento do professor
— Rastrear, acompanhar, o progresso

12
6/14/19

Nem tudo está mudando…


a instrução deveria enfatizar:
— Reforçamento positivo
— “Aumento de comportamento” mais que
“diminuição de comportamento”

— Ensino sem erro (inicialmente)


— Habilidades críticas, tais como solicitação, imitação
e compreensão

— Condicionamento de atenção como reforçador

Mas, nós deveríamos


também:
-procurar oportunidades para resolução antecipada de
problemas

-selecionar suportes alvo para remoção ao fazer a


transição para situações menos restritivas

-às vezes estruturar programações especificamente


para lidar com alunos “dispersos”, “desligados”

13
6/14/19

Tentativas Discretas (também


conhecidas como “Unidades de
Aprendizagem”)

Antecedente Comportamento
Consequência
“Mão na (Aluno põe a
“Muito bem!”
cabeça” mão na cabeça)

Chato e fácil, certo?


— Agora, o que você faz se seu aluno responder de
maneira incorreta?

“É fácil também…. apenas


conduza um procedimento
de correção”

14
6/14/19

“OK…em todo caso?”


— Por favor, pare um momento e responda a esta
questão não teórica.

?s
— Seu aluno realmente aprende com procedimentos
de correção? (D14)
— Ele, pelo menos, tolera correções? (C3)
— Se “sim”, quais habilidades ele tem aprendido por
meio de correções?
— Como, exatamente, você está conduzindo os
procedimentos de correção?
— Com que frequência você acha que é necessário
conduzir procedimentos de correção?

15
6/14/19

Mais ?s
— Por que o seu aluno erra?
— Você apresenta o SD alvo corretamente?
— Seu aluno está tentando?

Seu aluno estava tentando?


Teste: inicie sessões com, pelo menos, um programa
fácil. Se seu aluno não responder bem durante este
programa, ele não está tentando.

Você tem um reforçador potencialmente efetivo?

16
6/14/19

O que é aprendido?

Antecedente Comportamento
Consequência
“Mão na (Aluno põe a
“Muito bem!”
cabeça” mão na cabeça)

Rapidamente, pontuando o
IGLR…
— Há uma página 91 “Pontuando o IGLR” GRATUITA
disponível em: www.wholechildconsulting.com

17
6/14/19

Quais tarefas…
— Seu aluno se sai bem em?
_____________________________________

— Seu aluno resiste a?


_____________________________________

— Você consegue ver algum padrão?

Como você define “ir bem”?


O quão sensíveis são suas medidas?

Confira estes vídeos...

18
6/14/19

Philip está aprendendo


Forca

Jon está aprendendo a falar


mais alto

19
6/14/19

Subjetivamente…
Aluno Atividade Approximate Comentários
“Steam”

Philip Forca

Jon Tatear volume

Objetivamente
Atividade Respostas do Respostas dos Duração da
professor alunos observação
(direcionamentos,
dicas,
redirecionamentos,
feedback positivo)
Forca 19 8 1’00”

Tatear volume 42 5+ 2’30”


12-

20
6/14/19

Medidas sensíveis nos proveem


com mais ABCs
— Se nós pontuássemos apenas os comportamentos
problema, teríamos “0” para todos os vídeos.

— Se nós pontuássemos apenas +/-, teríamos escores altos e


algumas informações sobre a dificuldade da tarefa.
— Se nós também monitorássemos dicas, teríamos muito
mais informações sobre a dificuldade da tarefa e o
empenho/esforço do aluno.

— Acrescente medidas de taxa e de repetição de


direcionamentos e nós teremos muitas informações para
nos ajudar a distinguir as fortalezas dos alunos, de suas
fraquezas.

Suportes comportamentais
— Vamos pontuar “Suportes comportamentais” para
um aluno que você conhece.

21
6/14/19

Prontidão
— Vamos pontuar “Prontidão” para um aluno que você
conhece.

Preferências por canais de


aprendizagem
— Vamos pontuar “Canais de aprendizagem” para um
aluno que você conhece.

22
6/14/19

Ótimo, mas agora vamos


usar isto?

Selecionando Alvos-Uma
Perspectiva Alta
— Em geral, o quão cooperativo é o seu aluno?
— *Se sua resposta é < “mais ou menos”, elabore a
maioria dos programas do seu aluno em torno de
suas fortalezas e preferências, por enquanto. Use os
escores do IGLR para construir uma história de
sucesso.

23
6/14/19

O Que a sua programação


baseada em fortalezas irá
apresentar?
— -
— -
— -
— -
— -

O Que a sua programação


baseada em fortalezas irá
evitar?
— -
— -
— -
— -

24
6/14/19

Programa de Titun
— Instrução embutida em atividades
interessantes/relevantes

— Esquema de reforçamento denso


— Muitas brincadeiras e mandos
— Reforce ecoico/mandos e ecoico/tatos (esp. com
letras no quadro branco)

— Ecoe suas vocalizações espontâneas durante os


vídeos e reforce se acontecer de ela ecoar

Titun, 4 meses depois


100
95
90
85
80
75
70
65
60
55
50
45
40
35
30
25
20
15
10
5
Resilience Perseverance Learning Potential to
Behavior Behavior Consequence
Percent & Readiness & Flexibility Channel Spontaneity Benefit from
Excesses Supports s
Regulation Focus Preferences Inclusion

25
6/14/19

Você deveria abordar um


repertório específico?
— Há algo de fundamental que impede o aprendizado?

— Vamos usar as suas pontuações para “Prontidão” e


use a grade “Perfurar em baixo” (veja “Adendos”)
para considerar quais repertórios abordar

Quais repertórios você pode


colocar como alvo?
— -
— -
— -
— -

26
6/14/19

O seu aluno é um candidato


para…
— interventions specifically targeting a “learner turn-
off”?

— increased challenges or decreased supports?

How can you tell? Let’s discuss.

“Amostragem de reforçador” vs.


“contratação”
— Você deve avaliar a motivação atual de um aluno no
início de algumas sessões de trabalho. Às vezes,
você pode fornecer algumas oportunidades para
mando e REFORÇAR esses mandos.

O que você Claro, aqui


Pretzel
quer? está!

27
6/14/19

Você NÃO deve…


— Perguntar ao aluno o que ele deseja para fazer a
atividade, e depois apresentar a atividade.

O que você
Está bem, abra
quer para fazer Pretzel
o seu livro.
a atividade?

“Contratação” pode resultar


em:
— Generalizações pobres.
— Excessivas negociações.
— Decréscimo no nível de mando.
— Subornos e persuasões.

28
6/14/19

E quanto à conclusão de tarefas


independentes?
Data Atividade Respostas Instruções e Redireciona- Reforçadores Duração
Suporte. mentos

Então, EM ALGUM momento,


devemos oferecer ajuda?
— Sim, é claro, especialmente quando estamos
ensinando novas habilidades. Mas, você deve
apenas ajudar quando o seu aluno está pronto para
responder a essa ajuda (ex: se atentar, rastrear
apropriadamente, tentar solucionar desafios, etc.)

29
6/14/19

Suporte em momento
oportuno.

Modelação
— Reforços diferenciais de aproximações sucessivas
para um comportamento definitivo.

— Jogo de Modelação

— “Podemos modelar muito mais do que os exemplos de


articulação que usamos com frequência nas oficinas”
(Ward, neste momento).

30
6/14/19

Algumas respostas dos


alunos são…
— Mais claras do que outras.
— Mais audíveis do que outras.
— Mais rápidas do que outras.
— Mais calmas do que outras.
— Mais independentes do que outras.
— Demonstram melhor rastreamento.

Você deveria reforçar em um


cronograma de RV: 3 (digamos)
Resposta# Estava Independente? Clara? Rápida? Reforço?
correta?
1 S N S S

2 S S S S

3 S S S S

4 N S N N

5 S N S N

6 N S S N

31
6/14/19

Você consegue “ver” estes


dados em um role-play?
Exercício: Aplaudir quando o professor deve reforçar
E se a prioridade máxima for:

ü Independência?
ü Rapidez?
ü Responder de maneira calma?

“Uma ajudinha, por favor?”,


perguntou o ajudante observador
para o seu professor solidário e
flexível.
Mais sucesso Menos sucesso
Tarefas mais curtas. Tarefas mais longas.

Tarefas mais fáceis. Tarefas mais difíceis.

Reforço frequente. Reforço pouco frequente

Reforçadores de alta magnitude. Reforçadores fracos.

32
6/14/19

Dificuldades de resolver
problemas com seus alunos.
— Grades de Dimensões e a Lei do Pareamento
— (ver adendo)

Muito Obrigado!
— Consultoria para todas as crianças, LLC
— www.wholechildconsulting.com
— http:www.facebook.com/wholechildconsulting

33

Você também pode gostar