Você está na página 1de 9

Scribd

Carregar um documento

Parte superior do formulário

Pesquisar Documentos

Parte inferior do formulário

Explorar

Documentos

• Livros - Ficção

• Livros - Não ficção

• Saúde e medicina

• Catálogos

• Documentos governamentais

• Guias/Manuais Como fazer

• Revistas e jornais

• Receitas/Menus

• Trabalho escolar

• + todas as categorias

• Apresentou
• Recente

Pessoas

• Autores

• Estudantes

• Pesquisadores

• Editores

• Governamental e sem fins lucrativos

• Negócios

• Músicos

• Artistas e designers

• Professores

• + todas as categorias

• Os mais seguidos

• Popular

• Registre-se

• |

• Logon

/ 24
Modo de exibição

LivroApres. de slidesRolar

Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário

Leitura deve ser uma coisa social! Publique uma mensagem nas suas redes
sociais para que as outras pessoas saibam o que você está lendo. Selecione
os sites abaixo e comece a compartilhar.

Faça readcast deste documento

Parte superior do formulário

b7e852212a34f2

Logon para adicionar um comentário


Parte inferior do formulário

Compartilhar e integrar

Baixar este documento gratuitamente

TEORIAS E TECNICAS DA COMUNICAÇÃO

Compilação do Livro:

Teorias da Comunicação

1 Cap.4 in Polistchuk, Ilana; Trinta, Aluizio Ramos – Teorias da Comunicação,


pp. 83-141.

ÍNDICE

1- Paradigma Funcionalista-
pragmático.........................................................p.3

2-Funcionalismo
Sociológico.........................................................................p.4

3- Modelo de
Laswell......................................................................................p.4

4-Modelo Teórico de Paul


Lazerfeld..............................................................p.5

5 - Modelo teórico dos efeitos de Joseph T.


Klapper.......................................p.6 6- O modelo teórico dos usos e
satisfações....................................................p. 7- Paradigma Matemático-
informacional.........................................................p. 8 - Modelo Teórico-
Matemático da Comunicação...........................................p. 9 - O Modelo
Teórico de Wilbur Schramm (1907-1987)..................................p. 10 -
Paradigma conceitual ou Crítico-Radical.................................................p. 11-
Paradigma Conflitual-Dialético..................................................................p.
12 - Modelo teórico
Neomarxista....................................................................p. 13- Paradigma
Culturológico...........................................................................p. 14 - Modelo
teórico dos Cultural Studies........................................................p. 15 -
Paradigma Midiológico.............................................................................p.
16- Modelo teórico da Midiologia
Francesa....................................................p.

“Modelos teóricos da Comunicação”

Aula 04 – Cap.4 in Polistchuk, Ilana; Trinta, Aluizio Ramos – Teorias da

Comunicação, pp. 83-141.

Compilação: Profa. Irinéia Franco

1 - Paradigma Funcionalista-pragmático

CONTEXTO

No período compreendido entre 1900 e final da década de 1930 =


convicção de que os seres humanos obedeciam a “automatismos
comportamentais”. Acentuou-se o sentimento de que os “meios de
comunicação” possuíam um poder incontrastável, absoluto. Sente-se que a
sociedade não se constituía mais por relações pessoais (intimidade,
solidariedade comunitária), adquire-se uma nova conformação definida por
relações impessoais, anônimas, portadoras de solidariedade por
conveniência (mecanicamente oferecida).

INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO. = As “cidades grandes”,

densamente povoadas, passavam a formar o cerne de uma mass society

(sociedade de massa) em que se anulavam as diferenças individuais. A


mídia

(jornais, cinema, rádio) foi tida como único meio apto de comunicar algo
àquela massa de indivíduos isolados (mass media), era uniforme, direto,
indiscreto e agia indiscriminadamente, a todos igualmente afetava.
MODELO DA AGULHA HIPODÉRMICA = punha extrema vantagem a fonte
EMISSORA, relegando ao RECEPTADOR a condição de integral passividade.

3
2 - Funcionalismo sociológico

Parte do princípio segundo o qual todo elemento que componha o que é


social, é solidário aos demais, não podendo ser compreendido fora da
totalidade que ele institui e que constituiu como parte.

Ordem social é concebida como um todo assegurado pela integração mútua

de suas partes. (procedimento científico do domínio da sociologia).

Funcionalismo analisa os mecanismos de integração.

O paradigma funcionalista-pragmático surgiu nos EUA (décadas de 1940 a


1960 aproximadamente); por solo filosófico, tem o positivismo (o rigor
científico exclui, por improcedentes, explicações de natureza metafísica ou
teológica) e o pragmatismo (para o qual a função do pensamento é a de
produzir hábitos de ação); tem por método a investigação empírica
(consideração da relevância da experiência espontânea), obrigando à
pesquisa; enfim, seu objeto de estudo pode dizer respeito às incontáveis
trocas sociais que têm lugar nas sociedades organizadas.

3 - Modelo de Harold D. Lasswell (1902-1978) – Professor da Universidade


de

Yale – EUA.

Baseado na Arte Retórica de Aristóteles (384-322 a.C.) – a mais conhecida e


citada caracterização do processo de comunicação. “Pelo recurso à arte da
palavra artificial”, comunicar significa persuadir. Em tal processo há uma
pessoa que fala (quem); pronuncia um discurso, dizendo alguma coisa (o
que); e se dirige a alguém que a ouve (a quem). Esse é, portanto, o
paradigma clássico.

Lasswell observa que a propaganda política e comercial dá contornos

dramáticos às situações às quais faça referência, induzindo uma catarse


ou4

precipitando uma crise. Assim, pretende determinar a “estrutura e a função


da

comunicação na sociedade”.

Conclusões de Lasswell

A mídia afeta o público pelos conteúdos que dissemina;

Os efeitos produzidos equivalem a reações manifestas do público;

Essas reações compreendem: atenção, compreensão, fruição, avaliação,

ação;
As reações do publico dependem de identificações projetivas, anseios e

expectativas, latentes ou não, dos membros que o compõem;

Há clara influência do contexto (social, cultural, ideológico) e de

predisposições especiais nas reações manifestas pelo público;

Os conteúdos disseminados pela mídia estão inseridos no contexto;

Os conteúdos disseminados constituem, portanto, um dos fatores que

provocam reações por parte do público.

4- Modelo teórico de Paul Lazarsfeld (1901-1976) – Professor da

Universidade de Columbia, EUA.

Suas premissas de base estabeleciam ser característica de todo ser humano


a capacidade de “fazer escolhas”. Nega, portanto, que um público tido por
“massivo” somente “reaja”.

Linha teórica = administrative research em oposição à critical research (a


Escola de Frankfurt). Para Lazarsfeld único mérito do método crítico residia
em explicar filosófica e politicamente a organização dos meios de
comunicação (pelo férreo controle que sobre eles tentam exercer eventuais
detentores de poder político) sem considerar porém o que realmente
fossem tais meios.

Lazarsfeld afirma que cada indivíduo é capaz de procurar e encontrar um


meio de comunicação cujo conteúdo mostre compatibilidade às suas
convicções e a seus modos de ver. No entanto, aponta umanarcoti zing5

Compilacao Livro Teorias e Tecnicas Da Comunicacao

Baixar este documento gratuitamenteImprimirCelularColeçõesDenunciar


documento

Informar sobre este documento?

Diga-nos a(s) razão(ões) para denunciar este documento

Parte superior do formulário

b7e852212a34f2

doc

Spam ou lixo eletrônico


Conteúdo pornográfico adulto

Detestável ou ofensivo

If you are the copyright owner of this document and want to report it, please
follow these directions to submit a copyright infringement notice.

Relatório Cancelar

Parte inferior do formulário

Este documento é particular.

Informações e classificação

Leituras:

3,604

Carregado:

09/13/2009

Categoria:

Não classificado.

Classificação:

Copyright:

Atribuição não comercial

critico radical

paradigma culturologico

principais

shannon

paul lazarsfeld

funcionalista pragmatico

(mais tags)

critico radical

paradigma culturologico
principais

shannon

paul lazarsfeld

funcionalista pragmatico

massiva

ilana

(menos)

Seguir

dafnepantaroto

Compartilhar e integrar

Mais coisas deste usuário

AnteriorPróximo

1.

4 p.

24 p.

scribd. scribd. scribd. scribd. scribd.