Você está na página 1de 14

Suprimento de

Alimentos de Longa
Duração

Para períodos mais longos de necessidades e onde for permitido, faça


gradualmente uma reserva de alimentos que durem por muito tempo e que
possam ser usados para sobreviver, tais como trigo, arroz branco e feijão.
Esses itens podem durar 30 anos ou mais quando devidamente embalados e
armazenados em lugar fresco e seco. Pode-se
Pode se fazer uma rotação de uma parte
desses itens em seu estoque para três meses.

• Alimentos que Duram 30 Anos ou Mais


• Recomendações de Produtos
• Recomendações de Embalagens
• Condições
ições de Armazenamento
• Produtos Desidratados para Armazenamento de Alimentos a Longo Prazo
• Garrafas PET
• Absorventes de oxigênio
• Envelopes de alumínio
• Baldes plásticos

Alimentos que Duram 30 Anos ou Mais


Devidamente embalados, alimentos com baixa umidade armazenados em
temperatura ambiente ou refrigerado (24 °C/75 °F ou menos) permanecem
nutritivos e comestíveis muito mais do que se pensava anteriormente, de
acordo com descobertas de recentes estudos científicos. A validade estimada
de muitos produtos aumentou para 30 anos ou mais (ver tabela abaixo para
novas estimativas de prazo de validade).

As estimativas de longevidade anteriores eram com base na experiência e nas


recomendações “melhor-se-usado-até”. Embora não estudados, o açúcar, sal,
bicarbonato de sódio (essencial para por os grãos de molho) e vitamina C em
comprimidos também armazenam bem a longo prazo. Alguns alimentos
básicos precisam de rotação mais frequente, como óleo vegetal a cada 1 a 2
anos.

Embora haja uma redução na qualidade nutritiva e no sabor com o tempo,


dependendo da qualidade original do alimento e de como ele foi processado,
embalado e armazenado, os estudos mostram que mesmo depois de
estocados por muito tempo, os alimentos ajudam a suster a vida em uma
emergência.

Para dicas sobre como melhor preservar produtos de longa duração, ver
Suprimento de Alimentos de Longa Duração.

NOVAS ESTIMATIVAS DE “PRAZO


DE VALIDADE” NA PRATELEIRA
ALIMENTO (EM ANOS)

Trigo 30+

Arroz Branco 30+


NOVAS ESTIMATIVAS DE “PRAZO
DE VALIDADE” NA PRATELEIRA
ALIMENTO (EM ANOS)

Milho 30+

Açúcar 30+

Feijão Tipo Carioquinha 30

Flocos de Aveia 30

Massas 30

Flocos de Batata 30

Fatias de maçã 30

Leite em pó desnatado 20

Cenouras desidratadas 20

Recomendações para os Produtos


As seguintes sugestões são quantidades para um adulto.

TEMPO DE
QUANTIDADE PARA PRODUTOS ARMAZENAMENTO A
UM MÊS RECOMENDADOS LONGO PRAZO

Trigo, arroz branco,


11,5 kg (25 lbs) milho e outros grãos 30+anos

2,5 kg (5 lbs) Grãos secos 30+ anos

Você também pode acrescentar outros itens para o armazenamento a longo


prazo, como o açúcar, leite em pó desnatado, sal, bicarbonato de sódio e óleo
de cozinha. Para atender às necessidades nutricionais, também armazene
alimentos que contenham vitamina C e outros nutrientes essenciais.
Recomendações de Embalagens
Recipientes recomendados para armazenamento a longo
prazo incluem o seguinte:
• Latas nº 10 (disponíveis nos EUA e Canadá nos centros de armazenamento
doméstico da Igreja)
• Envelopes de alumínio (disponíveis nos Serviços de Distribuição da Igreja)
• Garrafas PET (para produtos desidratados, tais como trigo, milho e grãos)

Esses recipientes usados com pacotes absorventes de oxigênio, eliminam


insetos que nascem nos alimentos e ajudam a preservar o sabor e qualidade
nutritiva. Pacotes absorventes de oxigênio estão disponíveis online no site
store.ChurchofJesusChrist.org.

Sob certas condições, você também pode usar baldes plásticos para
armazenamento a longo prazo de trigo, feijão e outros produtos desidratados.

Advertência: A intoxicação por botulismo pode ocorrer se produtos úmidos


forem armazenados em embalagens que reduzem o oxigênio. Quando
armazenados em recipientes hermeticamente fechados com absorventes de
oxigênio, os produtos devem ser desidratados (com cerca de 10% ou com
menor teor de umidade).

Condições de Armazenamento
O tempo útil de armazenamento pode sofrer influência significativa das
seguintes condições:

• Temperatura: Armazene os produtos a uma temperatura de 75°F/24°C ou


inferior, sempre que possível. Se a temperatura de armazenamento for maior,
faça um rodízio com os produtos, conforme as necessidades, para manter a
qualidade.
• Umidade: Mantenha as áreas de armazenamento secas. É melhor manter os
recipientes fora do chão para permitir a circulação de ar.
• Luz: Proteja da luz o óleo de cozinha e os produtos armazenados em garrafas
PET.
• Insetos e roedores: Proteja os produtos armazenados em envelopes de
alumínio e garrafas PET do ataque de roedores e insetos.

Produtos desidratados para armazenamento


de alimentos a longo prazo
Os produtos para armazenamento a longo prazo devem ser desidratados (com
cerca de 10% ou com menor teor de umidade).

Advertência: A intoxicação por botulismo pode ocorrer se produtos úmidos


forem armazenados em embalagens que reduzem o oxigênio.
Produtos desidratados que são não adequados para o armazenamento a
longo prazo devido ao teor de umidade, óleos ou outras dúvidas incluem:

Carne, desidratadas (tais


Cevada, perolada como carne seca)

Ovos, desidratados Nozes

Farinha de trigo integral Arroz integral

Grãos, moídos (além de


flocos de aveia) Açúcar mascavo

Vegetais e frutas
desidratadas (a menos que
Granola sejam secos o bastante,
dentro e fora, que estalem
quando curvados)

Garrafas PET para Armazenamento a Longo Prazo


Garrafas de plástico PET (polietileno tereftalato) podem ser usadas com
absorventes de oxigênio para armazenar produtos como trigo, milho e grãos
secos. Garrafas PET são identificadas na embalagem com as letras PET sob o
símbolo de reciclagem.

Outros tipos de garrafas plásticas normalmente não fornecem uma barreira


adequada de umidade ou de oxigênio para uso com os absorventes de
oxigênio. Não use recipientes que foram usados previamente para armazenar
itens que não eram de gêneros alimentícios.

As garrafas PET também podem ser usadas para armazenamento a curto


prazo (até cinco anos) de outros alimentos desidratados que não precisam de
refrigeração, como o arroz branco.

O teor de umidade dos alimentos armazenados deve ser cerca de 10% ou


menos. Quando úmidos os produtos são armazenados em embalagens de
oxigênio reduzido, A intoxicação por botulismo pode ocorrer.

Armazenamento em Garrafas PET


1. Use garrafas PET que tenham tampa de rosca com vedação de plástico ou
borracha. Você pode verificar se a vedação da tampa não vaza, colocando
uma garrafa vazia fechada embaixo da água e apertando-a. Se escaparem
bolhas da garrafa, ela vaza.
2. Limpe as garrafas usadas com sabão e enxágue-as cuidadosamente para
remover qualquer resíduo. Escorra a água e espere as garrafas secarem
completamente antes de usá-las para armazenar alimentos.
3. Coloque um absorvente de oxigênio em cada garrafa. Os absorventes
podem ser usados com os recipientes de até capacidade de um galão (4
litros).
4. Encha garrafas de trigo, milho ou feijão.
5. Limpe a boca de cada garrafa com um pano seco e rosqueie bem a tampa
para fechá-la.
6. Armazene o produto em local fresco, seco e protegido da luz.
7. Proteja os produtos armazenados de roedores.
8. Use um novo absorvente de oxigênio a cada vez que encher novamente a
garrafa para armazenamento.

Onde Obter Absorventes de Oxigênio


Pacotes de absorventes de oxigênio estão disponíveis nos centros de
armazenamento doméstico e dos Serviços de Distribuição da Igreja, ou eles
podem ser encomendados online no site store.ChurchofJesusChrist.org.
Absorventes de oxigênio não usados podem ser armazenados em potes de
vidro com tampas de metal que tenha vedação.

Absorventes de oxigênio
Absorventes de oxigênio protegem alimentos desidratados do alcance de
insetos e ajudam a preservar a qualidade do produto. Eles são usados quando
alimentos desidratados são embalados em recipientes selados. Absorventes de
oxigênio podem ser comprados em centros de armazenamento doméstico e
nos Serviços de Distribuição da Igreja, ou podem ser encomendados
no store.ChurchofJesusChrist.org.
De que são feitos os absorventes de oxigênio?
Absorventes de oxigênio são pequenos pacotes que contêm pó de ferro. Os
pacotes são feitos de um material que permite que oxigênio e umidade entrem,
mas não permitem que o pó de ferro saia.

Como os absorventes de oxigênio funcionam?


A umidade em alimentos embalados fazem com que o ferro no absorvente de
oxigênio oxide. Ao oxidar o ferro absorve oxigênio. Absorventes de oxigênio à
razão de 300 centímetros cúbicos (cc) de oxigênio funcionam bem para
alimentos desidratados devidamente embalados em recipientes com
capacidade de até um galão (4 litros).

O uso de absorventes de oxigênio é equivalente a embalagem a vacuo?


Absorventes de oxigênio removem oxigênio com mais eficiência do que a
embalagem a vácuo. O ar é cerca de 20 por cento oxigênio e 80 por cento
nitrogênio. Os absorventes removem somente o oxigênio. O ar deixado no
recipiente principalmente nitrogênio e não afeta os alimentos nem permitem
que o crescimento de insetos.

Que tipos de produtos podem ser armazenados com absorventes de


oxigênio?
Os produtos devem ter baixo teor de umidade e óleo. Se o teor de umidade não
for suficientemente baixo (cerca de 10% ou menos), armazenar produtos em
embalagens de oxigênio reduzido pode resultar em intoxicação por botulismo .

Que tipos de recipientes podem ser usados com absorventes de oxigênio


para armazenamento doméstico?
Absorventes de oxigênio devem ser usados em recipientes que fornecem uma
barreira eficaz contra umidade e oxigênio. Os seguintes recipientes funcionam
bem:

• Latas de metal com tampas soldadas.

• Envelopes de alumínio (tais como os fornecidos pelos centros de


armazenamento doméstico da Igreja e à disposição
no store.ChurchofJesusChrist.org).
• Garrafas plásticas Pet com tampas herméticas, de rosca.

• Potes de vidros de conservas com tampas de metal com vedação.

Absorventes de oxigênio não são um método de tratamento eficaz para baldes


plásticos, garrafas de leite ou outros tipos de garrafas não identificados como
PET sob o símbolo de reciclagem.

Qual é a maneira correta de usar absorventes de oxigênio?


1. Corte o topo da embalagem de absorventes. Não abra os pacotes
individuais do absorvente.
2. Remova o número de absorventes da sacola que você usará nos 20 a 30
minutos seguintes e espalhe-os em uma bandeja. Retire pacotes adicionais
de absorventes da embalagem quando necessários durante o processo de
empacotamento, mas não abra e feche a embalagem repetidas vezes para
retirar apenas alguns absorventes por vez.
3. Lacre o restante do suprimento de absorventes usando um dos métodos a
seguir. Não armazene absorventes em sacos ziplock.
• Sele o saco de absorventes com o fecho azul especial fornecido pelo centro
de armazenamento doméstico.
• Sele o saco de absorventes com uma seladora que lacra a embalagem à base
calor.
• Para o armazenamento mais prolongado, em que essa seladora que lacra à
base de calor não estiver disponível, remova os absorventes da embalagem
e coloque-os em um pote de vidro com uma tampa de metal com gaxeta.
Uma jarra de 500 ml, guarda 25 absorventes.
4. Coloque um absorvente em cada recipiente de alimentos quando este for
embalado.
Envelopes de alumínio para armazenamento a longo prazo
Que tipo de embalagens está disponível nos centros de armazenamento
doméstico, nos serviços de distribuição e online no site
store.ChurchofJesusChrist.org?
As bolsas são feitas com camadas múltiplas de plástico laminado e alumínio. O
material é de 0,007 de polegada de espessura (178 micrometro) e protege
contra a umidade e insetos.

Que tipos de alimentos podem ser empacotados nas bolsas?


As bolsas podem ser usadas para armazenar alimentos que sejam
desidratados (umidade cerca de 10% ou menos), que não precisam de
refrigeração e têm baixo teor de óleo. A intoxicação por botulismo pode ocorrer
caso produtos úmidos sejam armazenados em embalagens de oxigênio
reduzido.

Quando alimento cada bolsa pode armazenar?


Cada bolsa armazena um galão (4 litros) de produto. O peso varia por produto.
Uma bolsa comporta 7 libras (3,2 quilos) de trigo, 6,8 libras (3,1quilos) de arroz
branco ou 5 libras (2,3 quilos) de leite em pó.
Os alimentos reagem com o alumínio na bolsa?
Não. Os alimentos não entram em contato com o alumínio porque estão
separados por uma camada de plástico adequado para alimentos. A barreira de
metal é importante para proteger os alimentos da umidade e do oxigênio.

Qual é a melhor maneira de selar bolsas?


As bolsas devem ser seladas usando-se uma seladora que lacra a embalagem
à base calor (ver instruções relacionadas). Não use um ferro ou outro
dispositivo de aquecimento doméstico porque não haverá uma vedação
adequada, especialmente para produtos em pó como farinha ou leite em pó. As
seladoras que lacram a embalagem à base calor são usadas pelos Serviços de
Bem-Estar (American International Electric AIE 305 A1e Mercier ME 305 A1) e
atendem as especificações a seguir: 3/16 de polegada (5 mm) seladora de
boca larga, 11,5 polegadas (305 mm), bolsas de até 0,008 de polegada (205
micrometro) de espessura, equipados com um dispositivo de segurança para
cancelar operação se a boca estiver obstruída.

Onde posso encontrar um selador à base de calor?


Essas seladoras estão disponíveis na maioria dos centros de armazenamento
doméstico. Muitas estacas também têm essas seladoras à disposição. Se você
preferir, pode comprar um selador de impulso nos centros de distribuição ou
on-line no site store.ChurchofJesusChrist.org.

É necessário remover todo o ar das bolsas?


Não. Absorventes de oxigênio retiram o oxigênio do ar nas bolsas. O pouco
conteúdo de oxigênio elimina insetos que nascem nos alimentos e ajuda a
preservar a qualidade do produto.

É normal as laterais da bolsa se contraírem, uma vez que a bolsa é


selada?
Na maioria dos produtos, os lados da embalagem selada vão se contrair
ligeiramente alguns dias depois de embalados. Isso é mais notado em
alimentos granulados do que em produtos em pó.
Como as bolsas de alimento devem ser armazenadas?
As bolsas ficam melhor armazenadas em um local fresco e seco, livre de
roedores. Os recipientes armazenados não devem estar em contato direto com
o pisos ou paredes de concreto.

As embalagens são à prova de roedores?


As embalagens não são à prova de roedores. Se roedores ou outras pragas
forem um problema potencial significativo na área de armazenamento, as
embalagens devem ser colocadas em recipientes à prova de roedores ou
pragas. Não devem armazená-los em recipientes utilizados anteriormente para
itens que não eram gêneros alimentícios.

kits de Kits de emergência devem ser empacotados em embalagens?


Muitos itens de suprimentos de emergência não são adequados para
armazenamento em embalagens de alumínio. Itens de primeiros socorros e
rações alimentares, como barras de granola, são melhor armazenadas em
recipientes com tampas removíveis para permitir rodízio frequentes.

Instruções para Seladora de Embalagens


Para Operação Portátil de Operação de Seladoras AIE (e ME) 305 A1
Leia a página inteira antes de iniciar.

Montagem
1. Coloque a seladora em uma superfície firme a cerca de 5 polegadas (13 cm)
acima do topo da mesa. Isso fará com que a boca da seladora se abra cerca
de 8 1/2 polegadas (22 cm) acima da mesa para a posição correta de
selamento. Conectar o pedal na parte traseira da seladora e coloque o pedal
no chão. Conecte o cabo de energia. Atenção: Não permita crianças na
área quando o selador estiver ligado.
2. Ajuste o mostrador que indica o Ciclo para 2, o mostrador Solidificar para
6, o mostrador Selar para 4, e Seletor de Ação para Manual. Abra o saco
que contém os absorventes de oxigênio. Retire os pacotes que usará nos
29–30 minutos seguintes. Lacre o saco com a seladora à base de calor.
3. Abra e sele o saco quando precisar de pacotes adicionais de absorventes.

Enchimento das embalagens


1. Encha cada embalagem com um galão (4 litros) de produto. (Encher em
demasia resultará em um selamento mal feito.) Uma jarra de 2 litros,
cortada na linha de 2 litros, é uma boa medida para se usar quando você
estiver enchendo as embalagens. Preencha com duas medidas dessa jarra,
batendo de leve para ajudar a enchê-la.
2. Coloque um pacote de absorvente de oxigênio na parte superior do produto
em cada embalagem.
3. Para produtos em pó, limpe o pó do produto dentro da área de selamento
utilizando uma usando uma toalha seca.

Selamento das Embalagens


1. Ligue o interruptor. (Não permita crianças pequenas na área quando a
seladora estiver ligada.)
2. Coloque a embalagem na posição vertical na frente da seladora. Descanse o
peso sobre a mesa ou prateleira; não deve segurá-la.
3. Feche a embalagem, segurando as costuras laterais e puxando-as para fora.
Dobre o topo 1½ polegada da embalagem (40 mm) em ângulo reto e aperte
a embalagem para expulsar ar extra do pacote. Acomode o produto e nivele
a abertura da embalagem. Se o topo não nivelar e dobrar com facilidade,
verifique se a embalagem está muito cheia.
4. Segure a embalagem pelas costuras laterais e insira a parte superior da
embalagem na boca da seladora. Mantenha os dedos longe da abertura da
seladora.
5. Posicione a embalagem para que seja selada perto do topo. Estique a
embalagem pelas costuras laterais para retirar as dobras. Pressione o pedal
para ativar a seladora. Largue a bolsa depois que a mandíbula se fechar.
Remova a embalagem quando o ciclo se completar.
6. Coloque uma etiqueta na embalagem indicando o conteúdo e a data em que
foi embalada.

Teste de selamento
1. Inspecione as costuras para assegurar-se de que estão adequadas e sem
lugares queimados. A costura deve ser parecida com costuras feitas em
fábricas.
2. Verifique se a costura pode se desfazer.
3. Force a embalagem para ver se sai ar ou produto.
4. Se as costuras se abrirem, verifique se a limpeza da costura foi inadequada
ou se a embalagem estava muito cheia. Se necessário, ajuste selamento para
¼ a mais (por exemplo, de 4 para 4.25). Verifique se a solidificação foi
fixada em 6.
5. Se as costuras estiverem queimadas, diminua o selamento em ¼.

Notas
1. A seladora vem de fábrica com dois parafusos salientes na frente da
máquina. Esses parafusos são para segurar a prateleira fornecida na caixa.
Remova os parafusos e não utilize a prateleira a menos que seja usada
como parte de uma plataforma separada.
2. Se a cobertura de Teflon no boca inferior ficar queimada, desconecte a
seladora, afrouxe e levante a tampa e limpe cuidadosamente quaisquer
queimaduras que estejam na faixa de aquecimento. Avance a cobertura
aproximadamente ½ polegada (12 mm), apare o excesso e reaperte.
3. Se a seladora não funcionar, verifique os dois fusíveis colocados na parte
inferior de trás da caixa. Se necessário, substitua-os com fusíveis do
tamanho correto.
4. Alimentos desidratados empacotados para armazenamento a longo prazo
devem ser limitados àqueles que melhor retém o sabor e valor nutritivo.
Esses alimentos devem ter pouca umidade (cerca de 10% ou menos), ser de
boa qualidade e livre de insetos. Evite expor alimentos desidratados a
condições de umidade quando forem embaladas. Advertência: Os produtos
com alta umidade não devem ser armazenados em embalagens de pouco
oxigênio porque pode ocorrer intoxicação por botulismo. Acesse
providentliving.org para diretrizes de um produto específico.
Baldes Plásticos para Armazenamento a Longo Prazo
Baldes plásticos podem ser usados para armazenar alimentos desidratados
(umidade a cerca de 10% ou menos) e de baixo teor de óleo. Somente baldes
de plástico específico para alimentos, com vedação nas tampas devem ser
utilizados. Não use recipientes que foram usados previamente para armazenar
itens que não eram gêneros alimentícios.

Para evitar infestação de insetos, o gelo seco (dióxido de carbono congelado)


deve ser usado para tratar de grãos e feijão armazenados em baldes plásticos.
Métodos de tratamento que dependem de falta de oxigênio para matar insetos,
tais como absorventes de oxigênio ou liberação de nitrogênio, não são eficazes
em baldes de plástico. Evite expor alimentos a condições de umidade quando
forem embalados.

Instruções para Tratamento com Gelo Seco


1. Use aproximadamente 28 gramas de gelo seco por galão (7 gramas por
litro) de capacidade do recipiente. Não use gelo seco em recipientes de
metal de qualquer tipo ou tamanho por causa do risco potencial de
selamentos inadequados ou de formação de um acúmulo excessivo de
pressão.
2. Use luvas ao lidar com gelo seco.
3. Limpe cristais congelados de gelo seco, usando uma toalha limpa e seca.
4. Coloque o gelo seco no centro da parte inferior do recipiente.
5. Despeje os grãos ou feijão desidratados sobre o gelo seco. Encha o balde
até uma polegada (2,54 cm) antes do topo.
6. Coloque a tampa na parte superior do recipiente e pressione metade dela ao
redor do recipiente. A tampa parcialmente selada vai permitir que o gás
carbônico escape do balde enquanto o gelo seco sublima (mudança do
estado sólido para gasoso).
7. Deixe que o gelo seco sublime completamente antes de selar o balde.
Toque o fundo do recipiente para ver se todo o gelo seco sublimou. Se o
fundo do recipiente estiver muito frio, ainda há gelo seco.
8. Monitore o balde por alguns minutos depois de selar a tampa. Se o balde ou
tampa formar uma protuberância, levante ligeiramente a borda da tampa
para aliviar a pressão.
9. É normal que a tampa do balde afunde um pouco, como resultado da
aspiração parcial, causada quando o carbono é absorvido pelo produto.

Armazenamento de Baldes Plásticos


• Conserve os baldes plásticos fora do chão a pelo menos ½ polegada (1,3 cm)
para permitir que o ar circule sob o balde.
• Não empilhe mais que três baldes de plástico. Se os baldes forem empilhados,
verifique-os periodicamente para assegurar-se de que as tampas não
quebraram com o peso.