Você está na página 1de 1

Uma história sobre a Coroa Franciscana...

( TERÇO DAS
SETE ALEGRIAS DE MARIA)

“Naquele tempo ( 1422), foi admitido na Ordem dos Frades Menores


um certo jovem, que tinha uma devoção à Santíssima Virgem Maria.
Ele tivera o costume de enfeitar a estátua da Virgem com uma coroa
de flores. No noviciado, não podendo juntar as flores, resolveu
voltar ao mundo; mas antes de sair foi ao altar da Virgem para
despedir-se dela e pedir-lhe proteção, quando a Virgem apareceu-
lhe e disse-lhe: “Não fique triste e não desanime por não poder
coloc ar m ais a c or oa d e flore s n a min ha e státu a. Vou e nsinar -lhe
uma maneira de trocar este piedoso costume por outro que me
agradará mais e será mérito para a sua alma. Em lugar das flores
que logo murcham você pode tecer para mim uma coroa com as
flores de suas orações, que ficarão sempre frescas e você poderá
encontrá-las facilmente.
Reze um P ai-No sso e dez Ave-Marias enquanto você vai meditando
na alegria que senti, quando o anjo me anunciou a Encarnação do
Filho de Deus.
E repita essas mesmas orações, enquanto medita no gozo que
experimentei com a visita a minha prima Isabel.
E volte a rezá-las enquanto você pensa na suprema alegria que
encheu o meu coração, quando dei à luz o Cristo Salvador, sem dor e
sem perder minha virgindade.
Recite as mesmas orações uma quarta vez, em memória do gozo que
senti quando apresentei meu Divino Filho à adoração dos Magos.
E você vai repeti-las pela quinta vez, enquanto recorda a alegria que
estremeceu a minha alma quando, depois de procurar Jesus, com
profunda dor, durante três dias, encontrei-o no Templo, entre os
doutores.
E recite pela sexta vez um Pai-Nosso e dez Ave-Marias,
participando comigo no gozo que experimentei ao contemplar meu
Divino Filho, saindo gloriosamente da sepultura, no domingo de
Páscoa.
Por fim, repita essas orações pela sétima vez, enquanto você se
alegra comigo em minha gloriosíssima e jubilosa Assunção ao céu e,
quando fui coroada como Rainha do céu e da terra.
Se você recitar essas orações como lhe ensinei, pode ter certeza,
querido filho, que me tecerá a mais linda e agradável coroa que lhe
merecerá graças inumeráveis.
O noviço imediatamente começou a rezar aquele Rosário, com muita
devoção, tal como Nossa Senhora lhe tinha ensinado. Enquanto
estava absorvido nesta devoção, o Mestre dos noviços entrou
silenciosamente e viu o que estava acontecendo: o anjo tecia uma
grinalda de rosas e, depois de cada dez rosas, enfiavam um lírio
dourado. Quando a grinalda estava pronta, colocou-a na cabeça do
noviço.
Aí, o mestre pediu ao jovem que lhe contasse o que estava fazendo.
O noviço lhe disse que estava rezando o Rosário como a Santíssima
Virgem lhe havia ensinado a fazê-lo. Então, o mestre compreendeu o
significado da visão que acabara de presenciar...
Como resultado, o costume de rezar esta Coroa da Virgem
Santíssima espalhou-se por toda a Ordem Franciscana. Os frades
logo a propagaram por toda a parte.
A Coroa Franciscana consiste, pois em 7 Pai-Nossos e 72 Ave-
Mar ias, e m honr a dos 72 anos que a Vir ge m vive u na t err a e em
honra das sete alegrias principais que ela experimentou em sua
vida.A Coroa Franciscana alcançou uma propagação muito grande
por causa dos milagres que logo foram acontecendo... (Frei Lucas
Wadding, “Annales Minorun”, Quaracchi, 3ª ed., 1932 vol. X págs.
12-75.)

Você também pode gostar