Você está na página 1de 2

AD2 – Disciplina Economia

Curso: Engenharia de
Produção

Nome: Polo:

Orientações gerais
cê refletir e consolidar sobre alguns conceitos e conteúdos relacionados às aulas ministradas, bem como os materiais de ap

deverá ser postada na plataforma dentro do prazo estabelecido! Não haverá entrega de documentação impressa no p
ações:
ivo da AD2 deve ser postado no formato pdf até o limite de 2MB.
o template em word para fazer a atividade e não se esqueça de colocar o nome e o polo ao qual pertence e enviar no form
mite para envio da AD2: Data limite para envio da AD2: 23/05/2021 (atenção ao horário limite informado na plataforma

Atenção: cada resposta deve ter no máximo 1 lauda

Questão 1
Conceitue a Demanda Agregada e Oferta Agregada: (3pts)

 Demanda agregada - É a demanda total de bens e serviços de uma economia a um


determinado nível de preços e período de tempo.

 Oferta agregada - São todos os bens e serviços que as empresas de uma determinada
localidade estão dispostas a oferecer para cada nível de preço.

Podemos dizer que a oferta agregada e demanda agregada interagem, determinando fatores
macroeconômicos como inflação, taxa de juros e desemprego. Elas são inversamente
proporcionais, ou seja, quando a oferta for maior que a demanda os preços tenderão a cair e
quando ocorrer o contrário os preços tenderão a subir.
Questão 2
Antônio Carlos Lacerda em recente reportagem sobre a inflação explicitou que
nada mais é que “a expressão da nossa desigualdade, das diferenças regionais, da
oligopolização da economia, dos desbalanços entre oferta e demanda.”.
Como pode-se perceber, o autor expôs um dos diferentes tipos de inflação que
ocorrem no Brasil. Com base na formação até aqui dada, exponha as
características das inflações estudadas (3 pts)

 Inflação de demanda. Refere-se ao aumento da demanda de um determinado bem,


sem que exista aumento proporcional da oferta. A inflação continua aumentando à
medida que o PIB aumenta e o desemprego cai. Devido à grande procura de bens, ou melhor,
muito dinheiro livre à procura de poucos bens, pode-se gerar aumento nos preços dos bens,
mas isso só é esperado acontecer quand se atinge o ponto de plano emprego.

 Inflação de custo (inflação de oferta). Ocorre quando há aumentos que incidem


diretamente sobre o produto. Quando ha fatores que implicam no aumento do valor
da matéria-prima, por exemplo, os derivados dessa matéria-prima irão sofrer uma
inflação. Outros fatores também podem incidir na inflação, como: Elevação das taxas
de juros, salários, combustíveis e tarifas públicas.

 Inflação inercial. A inflação inercial não tem ligação com a oferta e a demanda, mas
com a perspectiva de inflação futura, baseada no histórico da situação econômica de
um país, que indexa os parâmetros da economia Esta se relaciona com a ineficiência de
serviços fornecidos pela infraestrutura de uma determinada economia.

Questão 3
Quais são as diferenças fundamentais entre os diagnósticos de inflação feito pelos
inercialistas e o diagnóstico dos economistas monetários entre a década de 1980 e
começo da década de 1990? Contextualize também a conjuntura econômica da
época (4pts)

 Diagnóstico Inercialista – A inflação é gerada pela permanência dos altos índices de


preços e é conhecida como o mecanismo de indexação, que é um sistema que permite
um reajuste de preços, sendo que o índice é calculado pelo valor da inflação passada,
somada com a expectativa da inflação futura. A inflação inercial é o resultado do
aumento dos preços oriunda da resistência às politicas que tentam estabilizar a
inflação.
 Diagnóstico Monetarista – A inflação é gerada pelo aumento de moeda circulante,
onde há um excesso de demanda em relação ao ofertado.

Os anos 80 são conhecidos como a década perdida, no que se refere a o


desenvolvimento econômico. O Brasil e outros países da América latina sofreram
grande retração na produção industrial. Houve altos índices de inflação, baixo
crescimento o PIB, aumentos na desigualdade social entre outras coisas.