Você está na página 1de 9

01

MARCA DE
ROUPA
STREETWEAR
ESSE TRABALHO TEM COMO
OBJETIVO REUNIR AS
INFORMAÇÕES PARA
CONSTRUÇÃO DE MODELO DE
NEGÓCIOS PARA UMA MARCA DE
ROUPAS STREETWEAR
PROPOSTA DE RELACIONAMENTO SEGMENTO DE
VALOR COM O CLIENTE CLIENTES
Redes Socias
Parcerias com coletivo de grafiteiros
para estampas exclusivas Jovens modernos que estão
Ser um produto de desejo voltado para Cocriação de estamparia interessados na tendência de moda
os jovens com estilo de roupas do segmento Streetwear e
inspiradas na arte urbana, no skate e no preocupados na quebra dos padrões
rap. da sociedade, motivados pela
Quebra dos padrões já consolidados música (rap) e pela cultura urbana.
pela sociedade e valorização da cultura
popular vinda das minorias.
CANAIS Defendem vários movimentos
sociais, fazem parte de coletivos,
tom reflexivo quanto as questões
sociais, artisticas e culturais.
Redes Socias Levam uma vida calma e priorizam o
Site da marca bem estar social
Lojas de colaboração
Feiras de roupas

02
Os clientes que serão atingidos pela marca estão

SEGMENTO DE em um mercado segmentado, sendo aqueles que


possuem necessidade de vestir uma roupa na
qual eles acreditem, confiem e que siga os

CLIENTES mesmos ideais.

Eles possuem a necessidade de comprar


QUAIS CLIENTES SERÃO ATINGIDOS
PELA MARCA? produtos fabricados por lugares que tenham
posicionamento político e social claros e que
apoiem os coletivos.

Esses consumidores não se importam com o


valor das peças, contanto que cada uma
carregue uma história, um contexto, um ideal e
um estilo próprio. São jovens entre 16 e 25 anos,
das classes B e C, estudantes ou não, com
03 empregos normalmente na área de humanas.
O QUE O CLIENTE
PENSA E SENTE? 04
GABRIEL, 18
Estudante de administração e estagiário
numa multinacional. Busca abrir sua própria
loja de roupas.
FERNANDA, 24
Professora de dança especializada em
danças urbanas. Dá aulas em centros
comunitários e deseja ter projetos sociais e
uma academia.

CAIO, 16
Estudante do segundo ano do ensino médio.
Gosta de jogar vídeo game, andar de skate,
escutar e cantar rap e faz parte de um
coletivo negro .
GABRIEL, 18

O QUE O Que deve continuar investindo na carreira


dentro da multinacional que estagia.
05
CLIENTE
ESCUTA E FERNANDA, 24
Que precisa abrir sua própria academia de

VE? dança ao invés de dar aulas gratuitas.

CAIO, 16
Que precisa pensar no futuro e não em

STREETWEAR
coisas que não lhe levarão a lugar algum
como andar de skate e andar com
desconhecidos por ai.
06
O QUE O CLIENTE GABRIEL, 18
Pesquisa sobre a história das marcas

FALA E FAZ? enquanto planeja o estilo da sua própria.

FERNANDA, 24
Aprecia as coisas boas da vida e se
preocupa com o bem estar social do
próximo.

CAIO, 16
Sai com os amigos para andar de skate
dia de semana após às aulas e aos fins de
semana frequenta festas e rodas de rap.
CANVAS
07

QUAL A DOR E O FERNANDA, 24


Não conseguir criar um projeto social

GANHO DO oferecendo aulas de danças e ser incapaz


de ajudar quem precisa.

CLIENTE? Gostaria de ajuda para conhecer


coletivos e investir financeiramente
neles.

GABRIEL, 18 CAIO, 16
Medo de estar errado em querer abrir sua
Medo de não conseguir combater o
própria loja de roupa e não dar certo.
racismo com a sua música e não ser
reconhecido.
Quer colocar pra frente sua loja de
roupas e fazer cursos de marketing.
Ganhar apoio em casa e ajudar a dar voz
a arte de rua.
CANAIS
08

Os canais escolhidos serão as lojas


colaborativas, feiras de roupas e site.

Além desses também terá as redes


sociais onde as campanhas serão
veiculadas e os consumidores serão
atendidos de maneira mais próxima e
personalizada por meio de lives, caixas
de perguntas e sorteios.

MARCA STREETWEAR
TRABALHO DE DESENHO DE NEGÓCIOS
GRUPO:

JOACY JUNIOR E LETÍCIA


MAIA.

09