Você está na página 1de 1

O PNP é a sigla do pré-natal psicológico, não é apenas uma consulta feita por um

psicólogo a uma gestante como acontece em vários consultórios de Psicologia Clínica


e até na prática do psicólogo hospitalar, mas sim é um acompanhamento Perinatal
especializado. É voltado para uma escuta qualificada da mulher e do homem,durante
todo ciclo gravídico-puerperal.
O pré-natal psicológico trata-se de um programa aberto, do qual não se estabelece
limite de sessões as gestantes podem participar durante o período que desejarem ou
até o nascimento do bebê.
Denominado PNP esse acompanhamento grupos psicoeducativos sobre gestação parto e
pós-parto os suportes socioemocional informacional e instrucional. Focaliza apenas
em temas específicos indicados pela equipe ou gerados pelo grupo no que diz
respeito a fase de gestação os grupos possuem uma composição heterogênea, pois pais
e avós são convidados a participar para a conscientização acerca da importância dos
familiares não só faziam dificuldades dúvidas e expectativas são discutidas.
Em se tratando de saúde mental e atuação preventiva um importante tema vem ganhando
destaque a maternidade isso porque o fenômeno envolve no mínimo do campo de
prevenção fundamentais. O primeiro é a mulher, a mulher gestante e mãe que
vivenciam um período de muitas inseguranças e diz que o que torna muito relevante a
intervenção psicológica
Para algumas mulheres. A gravidez é um evento desejado e planejado para outras esse
processo é raramente planejado, nem sempre marcado por alegrias e realizações sendo
comum nessa fase o surgimento de sentimentos conflitantes tanto em relação ao bebê,
quanto a própria vida da gestante entre os transtornos psíquicos
O programa pré-natal psicológico apresenta uma atuação psicossomática por meio de
um grupo interventivo complementar ao tradicional pré-natal seu objetivo é auxiliar
na preparação para maternidade e a paternidade.
De acordo com pesquisas realizadas o pré-natal psicológico atual de forma positiva
na prevenção da depressão pós-parto em gestante de alto risco e pode ser
considerado um fator de proteção Nacional na medida em que proporcionam espaço de
escuta emocional e apoio onde o tema da depressão pós-parto pode ser adequadamente
abordado permitindo a livre expressão de tremores ansiedade defende-se que a
assistência psicológica na gestação por meio da utilização do PNP é um importante
instrumento
Benefícios experimentados pelas participantes aponta uma proposta de saúde
integrada e não se limita apenas a prevenção da depressão pós-parto. Mas permite
que as transformações da gestão e puerpério sejam vivenciada de forma saudável e
principalmente investimentos afetivos na vinculação com bebê sejam contemplados ao
propor um trabalho intervenção terapêutica envolvendo casal

Você também pode gostar