Você está na página 1de 21

Como montar um

estúdio de Pilates

EMPREENDEDORISMO

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br


Expediente

Presidente do Conselho Deliberativo

Roberto Simões

Diretor-Presidente

Luiz Eduardo Pereira Barreto Filho

Diretor Técnico

Carlos Alberto dos Santos

Diretor de Administração e Finanças

José Claudio Silva dos Santos

Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial

Mirela Malvestiti

Coordenação

Luciana Rodrigues Macedo

Autor

Lauri Tadeu Corrêa Martins

Projeto Gráfico

Staff Art Marketing e Comunicação Ltda.


www.staffart.com.br
Apresentação
1. Apresentação
Exercícios para reabilitação e condicionamento físico que trabalham a mente e o
corpo, normalmente oferecidos em academias, clínicas de estética e estúdios.

Aviso: Antes de conhecer este negócio, vale ressaltar que os tópicos a seguir não
fazem parte de um Plano de Negócio e sim do perfil do ambiente no qual o
empreendedor irá vislumbrar uma oportunidade de negócio como a descrita a seguir. O
objetivo de todos os tópicos a seguir é desmistificar e dar uma visão geral de como um
negócio se posiciona no mercado. Quais as variáveis que mais afetam este tipo de
negócio? Como se comportam essas variáveis de mercado? Como levantar as
informações necessárias para se tomar a iniciativa de empreender?

O negócio Pilates está relacionado á saúde, bem estar e qualidade de vida.

Os princípios do método pilates foram criados por Joseph H. Pilates como um


programa de exercícios que visa à reabilitação e o condicionamento físico. Seus
exercícios buscam fortalecer os músculos fracos, alongar os músculos que estão
encurtando e aumentar a mobilidade das articulações. O alinhamento postural é
importante em cada exercício, ajudando na melhoria da postura global do individuo.

Pilates é um sistema com mais de quinhentos exercícios que trabalham a mente e o


corpo. É uma mistura balanceada com treino de força e flexibilidade que melhora a
postura, reduz o stress, alonga e tonifica a musculatura sem exageros. Pilates trabalha
vários grupos musculares simultaneamente, através de movimentos suaves e
contínuos, com ênfase na concentração, fortalecimento e estabilização do Core
(abdômen, coluna e região pélvica, também chamada de “powerhouse”).

No Mat pilates os exercícios podem ser feitos em grupos de até três praticantes por
horário no solo, ou individualmente em cinco equipamentos exclusivos, como o
“Reformer”, “Cadillac” , “Ladder”, “Chair” e “Wall Unit”. O conjunto desses
equipamentos é conhecido como estúdio pilates.

Segundo o empresário Sérgio Machado Cunha, sócio da empresa Metacorpus Studio


Pilates, citado na reportagem “Pilates, o negócio do momento”, da revista Meu Próprio
Negócio, edição 51, página 61, “o método veio para ficar, por ter unido as tendências
das duas últimas décadas: culto ao corpo e qualidade de vida”.

Um estúdio pilates pode oferecer cursos para capacitação de profissionais de


educação física e fisioterapia e também yoga, alongamento e consciência corporal,
além de fisioterapia para recuperação de processos traumáticos.

O público alvo é bastante abrangente, vai da adolescência à terceira idade.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 1


Mercado
Atualmente o pilates é oferecido em academias, clubes, clínicas de estética, navios,
hotéis, além dos chamados estúdios independentes.

Este documento não substitui o plano de negócio. Para elaboração deste plano
consulte o SEBRAE mais próximo.

2. Mercado
A professora Andrea Vidal, quando da sua participação em um fórum que discutia o
tema “Pilates: Conceito, Atuação do Profissional de Educação Física e Oportunidade
de Mercado”, durante a realização da Fitness Brasil em Santos/SP, citada pelo
Conselho Regional de Educação Física em Notícias “Conselho coloca pilates em
discussão na Fitness Brasil”, comentou que ainda há poucas estatísticas sobre o
assunto.

Entretanto o Portal da Educação Física listou o pilates entre as dez mais importantes
tendências para o fitness em 2010, nos Estados Unidos, com base em estudo
realizado pelo American College of Sports Medicine (ACSM).

Segundo o Conselho Federal de Educação Física, na aba CONFEF notícias de seu


portal, mais da metade dos paulistanos, ou 67% está insatisfeita com a freqüência com
que pratica atividades físicas, em uma pesquisa que entrevistou mais de 1,5 mil
moradores da capital com mais de 16 anos.
Katia Ramalho no artigo “A força do mercado de Fitness no Brasil”, citado no Portal da
Educação Física, comenta que o Brasil é o segundo maior mercado de fitness do
mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. E que no mundo inteiro existe uma
tendência de expansão do fitness associado à busca da qualidade de vida e também
pelo envelhecimento da população. E que grande parte dos brasileiros associa a
qualidade de vida a uma boa alimentação e um condicionamento físico compatível com
sua faixa etária.

Ricardo Amorim, economista e apresentador do programa de televisão Manhattan


Conection, citado no mesmo artigo por Katia Ramalho, confirmando essa opinião,
afirma que “a renda da massa vai crescer mais que a renda da classe média ou média
alta, até por uma questão de iniciativas do governo com programas de distribuição de
renda e queda de inflação. Isso faz com que as regiões mais pobres do Brasil se
desenvolvam mais. Então alguns mercados que eram atrasados no fitness terão
grandes expansões”. Comenta ainda Ricardo Amorim “Com o mercado agrícola sendo
importante e o preço dos alimentos subindo, o interior adquire mais destaque que os
grandes centros urbanos. Saindo dos grandes centros urbanos é possível encontrar
mercados em grande expansão e que ainda não estão saturados”.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 2


Localização
Segundo Marjorie Avelar, no artigo “Academia: um negócio muito além da forma
física”, publicado no Portal da Educação Física, citando informações da Associação
das Academias do Brasil – ACAD, relativos a dados de 2008, afirma que o mercado de
fitness no país continua lucrativo, são quase três milhões de clientes que pagam em
média, mensalidade de R$ 55,00, gerando ganhos para o setor de R$ 1,5 bilhão por
ano.

Esse mercado cresce em torno de 40% ao ano. Dentre os motivos para esse
crescimento estão a busca por uma vida saudável e a mudança de perfil das
academias, que passaram a oferecer atividades ligadas ao bem estar.

3. Localização
A localização do estúdio de Pilates é fator muito importante para o sucesso do negócio.

De acordo com Miguel Daud e Walter Rabelo, no livro Marketing de Varejo “estar no
lugar certo é meio caminho andado para realizar boas vendas”. Então quais fatores
devem ser considerados quando o empresário vai localizar um estúdio de pilates?
Miguel Daud e Walter Rabelo, na mesma obra, afirmam que um dos conceitos mais
importantes quando se trata de localização é o de área de influência, e citam a
densidade populacional ao redor da loja como uma das variáveis a ser considerada.

Lovelock e Wright no livro Serviços – Marketing e Gestão, afirmam que “a conveniência


das localizações das fábricas de serviço e dos horários operacionais podem assumir
grande importância quando um cliente precisa estar fisicamente presente – seja
durante toda a transação ou mesmo apenas para iniciar a transação”, como é o caso
do estúdio de pilates.

Portanto, o estúdio de pilates deve estar localizado em bairros residenciais de


população de renda média e alta e sua localização deve identificar ruas de grande
fluxo de pessoas, ou em shoppings, centros comerciais, proximidade de hospitais, ou
locais de grande concentração de escritórios e clínicas.

Conveniência e acesso fácil são fatores fundamentais para que o consumidor escolha
um estúdio.

A acessibilidade é fator de extrema importância para o ponto comercial. Para os


clientes que utilizam veículo próprio, manobras e retornos arriscados e ainda a falta de
espaço para estacionar são itens que dificultam o acesso ao estúdio. Por outro lado,
um acesso seguro, amplo, bem sinalizado e iluminado encorajam o cliente.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 3


Exigências Legais e Específicas / Estrutura / Pessoal
4. Exigências Legais e Específicas
É necessário contratar um contador profissional para legalizar a empresa nos
seguintes órgãos:
- Junta Comercial;
- Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
- Secretaria Estadual de Fazenda;
- Prefeitura Municipal, para obter o alvará de funcionamento;
- Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa se enquadra (é
obrigatório o recolhimento da Contribuição Sindical Patronal por ocasião da
constituição da empresa e até o dia 31 de janeiro de cada ano);
- Caixa Econômica Federal, para cadastramento no sistema “Conectividade Social –
INSS/FGTS”;
- Corpo de Bombeiros Militar.

Além do cumprimento das exigências anteriores, é necessário pesquisar na Prefeitura


Municipal a legislação aplicada ao negócio de pilates.

O Sebrae local poderá ser consultado para orientação.

5. Estrutura
A estrutura de um estúdio de pilates é composta basicamente pelas seguintes áreas:
- sala de recepção para atendimento aos clientes;
- sala com armários individuais para guarda de objetos pessoais;
- sala de avaliação;
- estúdio de pilates;
- banheiros - masculino e feminino;
- escritório para a administração.

6. Pessoal
A quantidade de profissionais está relacionada ao porte do empreendimento. Para um
estúdio de pilates de pequeno porte pode-se começar com três empregados, sendo um
atendente e dois instrutores de pilates que podem ser um educador físico e um
fisioterapeuta.

Os instrutores devem ter formação em educação física ou fisioterapia, além de

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 4


Equipamentos
formação em pilates. No geral, o fisioterapeuta é habilitado para trabalhos com
diagnósticos, avaliação e reabilitação física, enquanto que o educador físico é
habilitado para trabalhar com a avaliação física, condicionamento físico, manutenção
de saúde, prevenção e reabilitação. Na prática pode ocorrer que não há uma
separação muito diferenciada entre o papel do fisioterapeuta ou do educador físico,
conforme citado no Portal da Educação Física, artigo “Pilates: educador físico ou
fisioterapeuta”.

Para contratar colaboradores o empresário deverá considerar as seguintes


competências inerentes ao perfil do fisioterapeuta e do educador físico:
- ter bom nível de conhecimento técnico;
- demonstrar interesse e respeitar cada participante;
- identificar, surpreender e superar as expectativas do cliente;
- interesse em aprender continuamente e buscar respostas constantemente;
- capacidade para estabelecer empatia entre professor e aluno;

Manter sempre a equipe atualizada através de cursos, ou através de treinamentos


oferecidos pelo próprio proprietário é uma boa estratégia para manutenção e
desenvolvimento contínuo da qualidade.

O empreendedor deverá participar de seminários, congressos e cursos direcionados


ao seu ramo de negócio, para manter-se atualizado e sintonizado com as tendências
do setor.

O Sebrae da localidade poderá ser consultado para aprofundar as orientações sobre o


perfil do pessoal e o treinamento adequado.

7. Equipamentos
São necessários os seguintes móveis e equipamentos:

Mobiliário para a área administrativa:


- microcomputador completo 1 – R$ 1.600,00;
- impressora 1 – R$ 299,00;
- telefone 2 – R$ 180,00;
- mesas 2 – R$ 860,00
- cadeiras 4 – R$ 804,00
- armário para o escritório 1 – R$ 780,00
- estante para o escritório 1 – R$ 1.200,00
- sofás 2 – R$ 1.600,00
- mesa de centro 1 – R$ 600,00
- porta revistas 1 – R$ 280,00
Total mobiliário: R$ 8.203,00

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 5


Matéria Prima/Mercadoria
Fontes: www.walmart.com.br
http://www.redecasa.com.br/detalhe.asp?P_ID=1133&SCT_ID=159
www.martinello.com.br

Equipamentos:
- Cadeira Combo 1 - R$ 2.150,00
- Cadillac com cama de 0,45 m de altura 1 - R$ 5.750,00
- Reformer 1 - R$ 4.580,00
- Ladder Barrel 1 - R$ 880,00
- Step Barrel 1 - R$ 520,00
- Wall Unit 1 - R$ 2.970,00
- Bola Gymnic Ø cm 45 Y 1 - R$ 68,00
- Bola Gymnic Ø cm 55 R 1 - R$ 82,00
- Bola Gymnic Ø cm 65 B 1 - R$ 99,00
- Bola Gymnic Ø cm 75 G 1 - R$ 116,00
- Bola Over Ki-Ball 1 - R$ 22,00
- Bola Reflexball gr 85 Ø cm 8 G 1 - R$ 16,00
- Bola Reflexball gr 85 Ø cm 8 G 1 - R$ 16,00
- Caixa do Reformer 1 - R$ 160,00
- Caixa do Wall Unit (geralmente usa-se o par) 2 - R$ 130,00
- Caixa grande da cadeira (e do cadillac H=0,60 m) 1 - R$ 200,00
- Caixa média da cadeira 1 - R$ 65,00
- Caixa pequena da cadeira 1 - R$ 55,00
- Jump Board 1 - R$ 180,00
- Magic Circle Ø cm 38 (Flex Ring) 1 - R$ 140,00
- Plataforma 1 - R$ 75,00

Total dos equipamentos: R$ 18.274,00

Fonte:
Metalcorpus
www.metalcorpus.com.br

8. Matéria Prima/Mercadoria
A gestão de estoques no varejo é a procura do constante equilíbrio entre a oferta e a
demanda. Este equilíbrio deve ser sistematicamente aferido através de, entre outros,
os seguintes três importantes indicadores de desempenho:
Giro dos estoques: o giro dos estoques é um indicador do número de vezes em que o
capital investido em estoques é recuperado através das vendas. Usualmente é medido
em base anual e tem a característica de representar o que aconteceu no passado.
Obs.: Quanto maior for a freqüência de entregas dos fornecedores, logicamente em

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 6


Organização do Processo Produtivo
menores lotes, maior será o índice de giro dos estoques, também chamado de índice
de rotação de estoques. Cobertura dos estoques: o índice de cobertura dos estoques é
a indicação do período de tempo que o estoque, em determinado momento, consegue
cobrir as vendas futuras, sem que haja suprimento. Nível de serviço ao cliente: o
indicador de nível de serviço ao cliente para o ambiente do varejo de pronta entrega,
isto é, aquele segmento de negócio em que o cliente quer receber a mercadoria, ou
serviço, imediatamente após a escolha; demonstra o número de oportunidades de
venda que podem ter sido perdidas, pelo fato de não existir a mercadoria em estoque
ou não se poder executar o serviço com prontidão.
Portanto, o estoque dos produtos deve ser mínimo, visando gerar o menor impacto na
alocação de capital de giro. O estoque mínimo deve ser calculado levando-se em conta
o número de dias entre o pedido de compra e a entrega dos produtos na sede da
empresa.Trata-se de prestação de serviço especializado - aulas compostas por
exercícios e atividades físicas utilizando o método pilates. O benefício desejado é o
bem estar e a melhoria da qualidade de vida. Não há produto tangível.

9. Organização do Processo Produtivo


Os processos produtivos de um estúdio Pilates são divididos em:

Atendimento ao cliente – é o primeiro contato com o cliente, geralmente se dá na visita


ao estúdio ou por telefone e email ou através de preenchimento de cadastro no site da
empresa. Nessa fase inicial é realizada a pesquisa e análise dos objetivos e desejos
do cliente, quando é marcada uma avaliação clinica.

Avaliação clinica e postural – Na avaliação clinica e postural o instrutor de pilates


entrevista o cliente para conhecer seus objetivos, saber se ele sente alguma dor, se
veio por recomendação médica, curiosidade ou outros motivos, saber se praticou ou
pratica alguma atividade física e quais foram. Essa pequena avaliação já permite ao
instrutor um direcionamento em relação aos objetivos do cliente e também das suas
limitações. Diante do quadro exposto na avaliação o instrutor pode solicitar alguns
exames médicos. Após o resultado da avaliação clinica e postural é realizada a
programação das aulas e oferta das estratégias personalizadas, isto inclui a seqüência
dos exercícios e a utilização dos aparelhos.

Aulas de pilates – são executadas as aulas utilizando o método pilates. As aulas


podem ser realizadas com exercícios de solo, exercícios livres e com o uso da bola
suíça, e integrados com mobilizações e utilizações de aparelhos.

Administração – destina-se às atividades de relacionamento com fornecedores e


clientes, controle de contas a receber e a pagar, atividades de recursos humanos,
controle financeiro e de contas bancárias, acompanhamento do desempenho do
negócio e outras que o empreendedor julgar necessárias para o bom andamento do
empreendimento.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 7


Automação / Canais de Distribuição / Investimento
10. Automação
Há no mercado uma boa oferta de sistemas para gerenciamento de pequenos
negócios. Para uma produtividade adequada, devem ser adquiridos sistemas que
integrem as compras, as vendas e o financeiro. Os softwares possibilitam o cadastro
de clientes e fornecedores, controle de estoque, serviço de mala-direta para clientes e
potenciais clientes, cadastro de móveis e equipamentos, controle de contas a pagar e
a receber, fornecedores, folha de pagamento, fluxo de caixa, fechamento de caixa etc.

Deve-se procurar softwares de custo acessível e compatível com uma pequena


empresa. Existem sites na internet que oferecem downloads grátis de sistemas de
gestão empresarial. Alguns endereços são sugeridos a seguir:
www.downloads.uol.com.br/
http://www.bling.com.br/login.php
http://www.meugerenciamento.com.br/site/index.asp
www.superdownloads.com.br
www.wk.com.br

11. Canais de Distribuição


O canal de distribuição é o próprio estúdio de pilates. Trata-se de serviço especializado
que somente será realizado no estúdio.

12. Investimento
Investimento compreende todo o capital empregado para iniciar e viabilizar o negócio
até o momento de sua auto-sustentação. Pode ser caracterizado como:
- investimento fixo – compreende o capital empregado na compra de imóveis,
equipamentos, móveis, utensílios, instalações, reformas etc.;
- investimentos pré-operacionais – são todos os gastos ou despesas realizadas com
projetos, pesquisas de mercado, registro da empresa, projeto de decoração,
honorários profissionais e outros;
- capital de giro – é o capital necessário para suportar todos os gastos e despesas
iniciais, geradas pela atividade produtiva da empresa. Destina-se a viabilizar as
compras iniciais, pagamento de salários nos primeiros meses de funcionamento,
impostos, taxas, honorários de contador, despesas de manutenção e outros.

Para um estúdio de pilates o empreendedor deverá dispor de aproximadamente R$


53.977,00 para fazer frente aos seguintes itens de investimento:

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 8


Capital de Giro
- Mobiliário para a área administrativa – R$ 8.203,00
- Construção e reforma de instalações – R$ 15.000,00
- equipamentos – R$ 18.274,00
- despesas de registro da empresa, honorários profissionais, taxas etc. - R$ 3.500,00
- capital de giro para suportar o negócio nos primeiros meses de atividade – R$
9.000,00

13. Capital de Giro


Capital de giro é o montante de recursos financeiros que a empresa precisa manter
para garantir fluidez dos ciclos de caixa. O capital de giro funciona com uma quantia
imobilizada no caixa (inclusive banco) da empresa para suportar as oscilações de
caixa.
O capital de giro é regulado pelos prazos praticados pela empresa, são eles: prazos
médios recebidos de fornecedores (PMF); prazos médios de estocagem (PME) e
prazos médios concedidos a clientes (PMCC).
Quanto maior o prazo concedido aos clientes e quanto maior o prazo de estocagem,
maior será sua necessidade de capital de giro. Portanto, manter estoques mínimos
regulados e saber o limite de prazo a conceder ao cliente pode melhorar muito a
necessidade de imobilização de dinheiro em caixa.
Se o prazo médio recebido dos fornecedores de matéria-prima, mão-de-obra, aluguel,
impostos e outros forem maiores que os prazos médios de estocagem somada ao
prazo médio concedido ao cliente para pagamento dos produtos, a necessidade de
capital de giro será positiva, ou seja, é necessária a manutenção de dinheiro disponível
para suportar as oscilações de caixa. Neste caso um aumento de vendas implica
também em um aumento de encaixe em capital de giro. Para tanto, o lucro apurado da
empresa deve ser ao menos parcialmente reservado para complementar esta
necessidade do caixa.
Se ocorrer o contrário, ou seja, os prazos recebidos dos fornecedores forem maiores
que os prazos médios de estocagem e os prazos concedidos aos clientes para
pagamento, a necessidade de capital de giro é negativa. Neste caso, deve-se atentar
para quanto do dinheiro disponível em caixa é necessário para honrar compromissos
de pagamentos futuros (fornecedores, impostos). Portanto, retiradas e imobilizações
excessivas poderão fazer com que a empresa venha a ter problemas com seus
pagamentos futuros.
Um fluxo de caixa, com previsão de saldos futuros de caixa deve ser implantado na
empresa para a gestão competente da necessidade de capital de giro. Só assim as
variações nas vendas e nos prazos praticados no mercado poderão ser geridas com
precisão. No caso de um estúdio de pilates, o empresário deve reservar em torno de
20% do total do investimento inicial para o capital de giro.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 9


Custos / Diversificação/Agregação de Valor
14. Custos
São todos os gastos realizados na produção de um bem ou serviço e que serão
incorporados posteriormente ao preço dos produtos ou serviços prestados, como:
aluguel, água, luz, salários, honorários profissionais, despesas de vendas e insumos
consumidos no processo de estoque e comercialização.

O cuidado na administração e redução de todos os custos envolvidos na compra,


produção e venda de produtos ou serviços que compõem o negócio, indica que o
empreendedor poderá ter sucesso ou insucesso, na medida em que encarar como
ponto fundamental a redução de desperdícios, a compra pelo melhor preço e o
controle de todas as despesas internas. Quanto menores os custos, maior a chance de
ganhar no resultado final do negócio.

Abaixo apresentamos uma estimativa de custos fixos mensais típicos de uma empresa
de estúdio de pilates:
1. água, luz, telefone, internet – R$ 620,00;
2. salários, comissões e encargos – R$ 4.800,00;
3. taxas, contribuições e despesas afins – R$ 320,00;
4. transporte – R$ 400,00;
5. refeições – R$ 750,00;
6. seguros – R$ 450,00;
7. assessoria contábil – R$ 600,00;
8. segurança – R$ 400,00;
9. limpeza, higiene e manutenção – R$ 620,00.

Foi considerada a média de salários de R$ 2.000,00 para cada profissional e R$


800,00 para o atendente, sem encargos sociais e benefícios.

15. Diversificação/Agregação de Valor


A agregação de valor acontece das mais diversas formas. Um meio bastante comum é
a comercialização de roupas para ginástica e acessórios, além de lanches, sucos
naturais, energéticos, etc.

Outra forma muito interessante é oferecer pacotes personalizados para clientes de


acordo com a faixa etária, tais como: programas para a terceira idade, infantil, etc.

Geralmente os estúdios de pilates oferecem uma aula experimental de cortesia aos


clientes interessados em conhecer esse método. É uma estratégia muito boa para

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 10


Divulgação
captar novos alunos.

A oferta de pacotes é uma ótima opção e que tem um altíssimo valor agregado. Podem
ser desenvolvidos pacotes: semanal, mensal, por hora-aula, tabela para pequenos
grupos, descontos para grupos da mesma empresa, ou para membros da mesma
família.

O atendimento de qualidade, o que inclui instrutores de alta competência, atenciosos e


gentis, aparelhos sempre com ótima qualidade, é também um fator de agregação de
valor.

É importante pesquisar junto aos concorrentes para conhecer os serviços que estão
sendo adicionados e desenvolver opções específicas com o objetivo de proporcionar
ao cliente um produto diferenciado. Além disso, conversar com os clientes atuais para
identificar suas expectativas é muito importante para o desenvolvimento de novos
serviços ou produtos personalizados, o que amplia as possibilidades de fidelizar os
atuais clientes, além de cativar novos.

O empreendedor deve manter-se sempre atualizado com as novas tendências, novas


técnicas, novos métodos, através da leitura de colunas de jornais e revistas
especializadas, programas de televisão ou através da Internet.

16. Divulgação
Podem ser usados anúncios em jornais de bairro, revistas locais e propaganda em
rádio.

A divulgação de panfletos junto aos freqüentadores do local é uma estratégia de


divulgação muito interessante.

Os autores Lovelock e Wright no livro Serviços – Marketing e Gestão, afirmam que o


termo cenário de serviço descreve o estilo e a aparência das condições físicas em que
os clientes e fornecedores de serviço interagem. Os cenários de serviço podem gerar
impressões positivas ou negativas sobre cada um dos cinco sentidos, e isto exige que
o estúdio de pilates busque permanentemente dedicar cuidadosa atenção à
apresentação pessoal dos seus colaboradores e à decoração, o design e aparência
das instalações físicas e equipamentos.

A divulgação através de site na internet deve ser considerada, apresentando as


instalações do estúdio, os horários de atendimento, formulários e email para contato,
expor noticias positivas na mídia sobre o método pilates e depoimentos de clientes,
pois o acesso de pessoas à rede cresce permanentemente e em larga escala. A
internet também pode ser utilizada para estimular a formação de redes sociais nos
sites de relacionamento.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 11


Informações Fiscais e Tributárias
Na medida do interesse e das possibilidades, poderão ser utilizados anúncios em
jornais de grande circulação, revistas e outdoor. Se for de interesse do empreendedor,
um profissional de marketing e comunicação poderá ser contratado para desenvolver
campanha específica.

17. Informações Fiscais e Tributárias


O segmento de PILATES, assim entendido pela CNAE/IBGE (Classificação Nacional
de Atividades Econômicas) 9313-1/00 como a atividade de condicionamento físico
(fitness), tais como: pilates, realizadas em academias, poderá optar pelo SIMPLES
Nacional - Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições
devidos pelas ME (Microempresas) e EPP (Empresas de Pequeno Porte), instituído
pela Lei Complementar nº 123/2006, desde que a receita bruta anual de sua atividade
não ultrapasse a R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais) para micro empresa,
R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) para empresa de pequeno porte
e respeitando os demais requisitos previstos na Lei.

Nesse regime, o empreendedor poderá recolher os seguintes tributos e contribuições,


por meio de apenas um documento fiscal – o DAS (Documento de Arrecadação do
Simples Nacional), que é gerado no Portal do SIMPLES Nacional (<a
href="http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/"
type="Reference">http://www8.receita.f azenda.gov.br/SimplesNacional/</a>):

• IRPJ (imposto de renda da pessoa jurídica);


• CSLL (contribuição social sobre o lucro);
• PIS (programa de integração social);
• COFINS (contribuição para o financiamento da seguridade social);
• ISSQN (imposto sobre serviços de qualquer natureza);
• INSS (contribuição para a Seguridade Social relativa a parte patronal).

Conforme a Lei Complementar nº 123/2006, as alíquotas do SIMPLES Nacional, para


esse ramo de atividade, variam de 17,50% a 22,90%, dependendo da receita bruta
auferida pelo negócio. No caso de início de atividade no próprio ano-calendário da
opção pelo SIMPLES Nacional, para efeito de determinação da alíquota no primeiro
mês de atividade, os valores de receita bruta acumulada devem ser proporcionais ao
número de meses de atividade no período.

Se o Estado em que o empreendedor estiver exercendo a atividade conceder


benefícios tributários para o ICMS (desde que a atividade seja tributada por esse
imposto), a alíquota poderá ser reduzida conforme o caso. Na esfera Federal poderá
ocorrer redução quando se tratar de PIS e/ou COFINS.

MEI (Microempreendedor Individual): para se enquadrar no MEI o CNAE de sua

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 12


Eventos / Entidades em Geral
atividade deve constar e ser tributado conforme a tabela da Resolução CGSN nº
94/2011 - Anexo XIII (<a
href="http://www.receita.fazenda.gov.br/legislacao/resolucao/2011/CGSN/Resol94.h<br
/>tm"
type="Reference">http://www.receita.fazenda.gov.br/legislacao/resolucao/2011/CGSN/
Resol94.htm </a>), Neste caso, este segmento não pode se enquadrar no MEI,
conforme Res. 94/2001.

Para este segmento, tanto ME ou EPP, a opção pelo SIMPLES Nacional sempre será
muito vantajosa sob o aspecto tributário, bem como nas facilidades de abertura do
estabelecimento e para cumprimento das obrigações acessórias.

Fundamentos Legais: Leis Complementares 123/2006 (com as alterações das Leis


Complementares nºs 127/2007, 128/2008 e 139/2011) e Resolução CGSN - Comitê

18. Eventos
Congresso Brasileiro de Pilates - Cobrapi
Evento: anual
Local: Porto Alegre-RS
www.acfeiras.com.br

Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde


Evento: anual
Local: em cidades diferentes a cada ano
www.cbafs.org.br

Feira Brasil Esporte – Febraesp


Evento: anual
Local: Santa Maria-RS
www.redebrasilesportes.com.br

Fitness Brasil Internacional


Evento: anual
Local: Santos-SP
www.fitnessbrsil.com.br

19. Entidades em Geral


Relação de entidades para eventuais consultas:

Associação Brasileira de Pilates - Abp

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 13


Normas Técnicas
www.abpilates.com.br

Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde - Sbafs


www.sbafs.org.br

Procurar na localidade:

Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Conselho Regional de Educação Física

Alguns Fornecedores / Fabricantes

Metacorpus Studio Pilates


08002826051
www.metacorpuspilates.com.br

Mardam
(21) 3327-6653
www.mardam.com.br

Eletromóveis Martinello
Avenida Goiás, 1682-S, Bairro Alvorada - Lucas do Rio Verde - MT
(65)3549-1331
www.martinello.com.br

Fermara
Av. Interdistrital, 810, Distrito Industrial-Santa Barbara d´Oeste-SP
CEP 13456-120
(11)3455-1333
www.fermara.com.br

Obs.: Pesquisa na internet indicará outros fornecedores de produtos para pilates, que
poderão estar localizados mais próximos ao local de instalação do negócio.

20. Normas Técnicas


As normas técnicas são documentos de uso voluntário, utilizados como
importantes referências para o mercado.
As normas técnicas podem estabelecer requisitos de qualidade, de desempenho, de
segurança (seja no fornecimento de algo, no seu uso ou mesmo na sua destinação

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 14


Glossário / Dicas de Negócio
final), mas também podem estabelecer procedimentos, padronizar formas, dimensões,
tipos, usos, fixar classificações ou terminologias e glossários, definir a maneira de
medir ou determinar as características, como os métodos de ensaio.
As normas técnicas são publicadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas –
ABNT.
A norma NBR 15599 – Acessibilidade – Comunicação na prestação de serviços –
fornece diretrizes gerais a serem observadas para acessibilidade em comunicação na
prestação de serviços, consideradas as diversas condições e percepção e cognição,
com ou sem a ajuda da tecnologia assistiva ou outra que complemente as
necessidades individuais. Define que toda a informação deverá ser prestada
diretamente à pessoa com deficiência interessada, mesmo que a pergunta tenha vindo
de seu acompanhante (guia, interprete de LIBRAS ou outro). É aplicável ao estúdio de
pilates.

21. Glossário
Core - também chamado de “powerhouse”. Compreende o abdômen, a lombar e o
quadril, região de onde deve partir a força para todo movimento no pilates. É
considerado o centro do corpo.

Fitness – palavra de origem inglesa e um dos seus significados é “em bom estado”, ou
seja, “em forma”. Essa palavra é largamente utilizada para designar uma área de
atuação dentro das academias de ginásticas. O fitness compreende os departamentos
de ginástica e musculação.

Reabilitação – é processo de consolidação de objetivos terapêuticos, não


caracterizando área de exclusividade profissional, e sim uma proposta de atuação
multiprofissional voltada para a recuperação e o bem-estar biopsicosocial do indivíduo.

Tecnologia Assistiva – Traduz-se por uma ampla gama de equipamentos, serviços,


estratégias e práticas concebidas e aplicadas para minorar os problemas encontrados
pelos indivíduos com deficiências.

22. Dicas de Negócio


- Investir na qualidade de atendimento ao cliente, ou seja: qualidade das aulas,
ambiente agradável, profissionais atenciosos, respeitosos e interessados pelo cliente.
- Nunca esquecer as ações de manutenção do cliente tais, como: remessa de cartões
de aniversário, contato telefônico lembrando eventos e promoções.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 15


Características / Bibliografia
- Tratar o cliente de forma individualizada, lembrando da aula anterior, das suas
preferências, etc.
- Ter sempre em mente que o aluno está em busca de melhoria da qualidade de vida a
través da saúde. Isto exige trabalho sério e de qualidade. A fidelização do cliente
depende da permanente satisfação com o estúdio.
- Nessa área, cliente satisfeito traz novos clientes e contribui para a ampliação do
negócio.
- Lembre-se que o lucro é resultado de um bom desempenho dos profissionais do
estúdio, ou seja, o lucro não deve ser objetivo, e sim, conseqüência.

23. Características
O empreendedor envolvido com atividades relacionadas a estúdio de pilates precisa
adequar-se a um perfil que o mantenha na vanguarda do setor. É aconselhável uma
auto-análise para verificar qual a situação do futuro empreendedor frente a esse
conjunto de características e identificar oportunidades de desenvolvimento. A seguir,
algumas características desejáveis ao empresário desse ramo.
- Ter paixão pela atividade e estar sempre atualizado sobre as últimas novidades, quer
seja em novos equipamentos, tecnologia, métodos, e etc.
- Pesquisar e observar permanentemente a dinâmica do mercado, oferecendo sempre
o melhor.
- Ter atitude e iniciativa para promover as mudanças necessárias.
- Acompanhar constantemente o desempenho dos concorrentes, suas práticas,
inovações em relação aos serviços ofertados e novas programações de exercícios e
aulas.
- Planejar e acompanhar o desempenho financeiro da empresa.
- Manter o foco definido para o objetivo do estúdio de pilates.
- Acompanhar de perto a gestão das pessoas, quanto à motivação e qualificação,
atuando proativamente na busca de atualizações sobre o método pilates.

24. Bibliografia
AIUB, George Wilson et al. Plano de Negócios: serviços. 2. ed. Porto Alegre: Sebrae,
2000.

BARBOSA, Mônica de Barros; LIMA, Carlos Eduardo de. A Cartilha do Ponto


Comercial: Como escolher o lugar certo para o sucesso do seu negócio. São Paulo:
Clio Editora, 2004.

BIRLEY, Sue; MUZYKA, Daniel F. Dominando os Desafios do Empreendedor. São

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 16


Bibliografia
Paulo: Pearson/Prentice Hall, 2004.

CREF4SP, Conselho Regional de Educação Física. Conselho Coloca Pilates em


discussão na Fitness Brasil. Disponível na internet
http://www.crefsp.org.br/noticiasExibe.asp?id=309 > acesso em 14 de março de 2010.

COSTA, Nelson Pereira. Marketing para Empreendedores: um guia para montar e


manter um negócio. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2003.

DAUD, Miguel; RABELLO, Walter. Marketing de Varejo: Como incrementar resultados


com a prestação de Serviços. São Paulo: Artmed Editora, 2006.

DOLABELA, Fernando. O Segredo de Luisa. 14. ed. São Paulo: Cultura Editores
Associados, 1999.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing: a edição do novo milênio. 10. ed. São
Paulo: Prentice Hall, 2000.

LOVELOCK, Christopher e WRIGHT, Lauren. Serviços – Marketing e Gestão. Ed.


Saraiva. São Paulo, 2003.

PARENTE, Juracy. Varejo no Brasil. São Paulo: Ed Atlas, 2000.

PORTAL DA EDUCAÇÃO FISICA. Pesquisa da ACSM indica as tendências para o


fitness em 2010 nos Estados Unidos. Disponível em
http://www.educacaofisica.com.br/noticias_mostrar.asp?id=7956 > acesso em 18 de
março de 2010.

RATTO, LUIZ. Comercio – Um Mundo de Negócios. Rio de Janeiro: Ed. Senac


Nacional, 2004.

REVISTA PILATES. O que exatamente é pilates. Disponível na internet


http://www.revistapilates.com.br/faq/ > acesso em 16 de março de 2010.

SEBRAE DF. Oportunidades de Negócio Estúdio de Pilates, Yoga e Fisioterapia.


Disponível em www.df.sebrae.com.br/downloads/pdf/oportunidades/12.pdf > acesso
em 15 de março de 2010.

SILVA, José Pereira. Análise Financeira das Empresas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

VIANA, Geórgia, CIRELLO, Gisela e LAZARINI, Rosana. Plano de Negócios


Fisiotherapy Espaço de Saúde e Bem Estar – Trabalho como requisito parcial para
obtenção do título do MBA Gestão Empresarial da Universidade Morumbi. São Paulo,
2009.

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 17


URL
25. URL
http://www.sebrae.com.br/momento/quero-abrir-um-negocio/que-negocio-abrir/ideias-
1/ideias-de-negocios/ideias-de-negocio/visualizar-
ideias/documento/AC2522563F82BB4083257A1A004CB88E/campo/impNeg

Ideias de Negócios | www.sebrae.com.br 18


URL
Sumário

1. Apresentação ......................................................................................... 1
2. Mercado ................................................................................................. 2
3. Localização ............................................................................................ 3
4. Exigências Legais e Específicas ............................................................ 4
5. Estrutura ................................................................................................ 4
6. Pessoal .................................................................................................. 4
7. Equipamentos ........................................................................................ 5
8. Matéria Prima/Mercadoria ...................................................................... 6
9. Organização do Processo Produtivo ..................................................... 7
10. Automação ........................................................................................... 8
11. Canais de Distribuição ......................................................................... 8
12. Investimento ......................................................................................... 8
13. Capital de Giro ..................................................................................... 9
14. Custos .................................................................................................. 10
15. Diversificação/Agregação de Valor ...................................................... 10
16. Divulgação ........................................................................................... 11
17. Informações Fiscais e Tributárias ........................................................ 12
18. Eventos ................................................................................................ 13
19. Entidades em Geral ............................................................................. 13
20. Normas Técnicas ................................................................................. 14
21. Glossário .............................................................................................. 15
22. Dicas de Negócio ................................................................................. 15
23. Características ..................................................................................... 16
24. Bibliografia ........................................................................................... 16
25. URL ...................................................................................................... 18

Você também pode gostar