Você está na página 1de 40

www.dashofer.

pt

Primeiros socorros
– conceitos básicos –
Primeiros socorros – conceitos básicos

“Cobarde é o homem que numa emergência perigosa


pensa com as pernas.”

Ambrose Bierce

2
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Índice

04 Introdução
05 Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM)
07 Qualidades e deveres do socorrista
10 Como actuar numa situação de acidente ou doença súbita
15 Caixa de primeiros socorros
17 Figuras alusivas a primeiros socorros
40 Ficha técnica

3
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Introdução

Nas políticas de segurança e pessoal designado e qualificado


saúde do trabalho de empresa para intervir em tais situações.
evidenciam-se medidas de pre-
venção e medidas de protecção. Em tal âmbito, os primeiros
No âmbito destas últimas, socorros apresentam uma
conhecem uma importância especificidade considerável,
assinalável aquelas que se exigindo que se disponha na
destinam a desencadear as acções empresa de material adequado
adequadas perante situações de (caixa de primeiros socorros), de
emergência (primeiros socorros, pessoal tecnicamente habilitado
combate a incêndios e evacuação na prestação desses cuidados e
de trabalhadores). de um conhecimento suficiente
da rede de organismos junto de
Aliás, a lei obriga todas as empre- quem se poderá, ou deverá, pedir
sas a dispor de uma organização apoio em tais situações.
de recursos que compreenda

A prestação de socorro a vítimas de sinistros laborais na


empresa é uma obrigação laboral, cujo incumprimento
é passível de aplicação de sanções (coimas).

Mas, mais que isso, é um dever cívico e moral que não


pode deixar de estar presente na disciplina de gestão
de qualquer empresa.

4
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Sistema Integrado de Emergência Médica


(SIEM)

O Sistema Integrado de Emer- O SIEM é representado por uma


gência Médica (SIEM) é o estrela azul de seis lados, tendo
conjunto de meios humanos no meio um bastão e uma
e materiais, actividades e serpente (estrela da vida).
procedimentos que, actuando de
forma coordenada e organizada, Cada um dos lados representa as
permitem prestar cuidados de várias fases do sistema: detecção
saúde de forma rápida e eficaz a do acidente, alerta, pré-socorro,
vítimas em situação de compro- socorro, transporte e tratamento
misso vital (risco de vida). hospitalar.

O SIEM tem por objectivos:

– Promover a chegada rápida ao local


da ocorrência;
– A estabilização das lesões;
– O transporte adequado;
– O tratamento hospitalar.

5
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

O SIEM é coordenado pelo Estes serviços prestam atendi-


Instituto Nacional de Emergência mento e aconselhamento à
Médica (INEM), no qual distância de extrema utilidade
funcionam permanentemente: e devem ser contactados
sempre que necessário.
– O Centro de Informação
Anti-Venenos (CIAV);
– O Centro de Orientação de
Doentes Urgentes (CODU);
– O Centro de Orientação de
Doentes Urgentes no Mar
(CODUMAR).

Em caso de emergência, marque 112.

6
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Qualidades e deveres do socorrista

Ser socorrista é, sobretudo, ser poderá colher elementos que o


capaz de prestar com eficácia o ajudem a concluir sobre a causa do
primeiro auxílio a uma vítima de acidente e possíveis lesões. Esta
acidente, ou doença súbita, a fim qualidade pode permitir, de igual
de evitar o agravamento do seu modo, fazer chegar ao médico uma
estado. série de dados que facilitem o diagnós-
tico e permitam um tratamento mais
No desempenho do primeiro adequado e atempado.
socorro será desejável que cada
um tenha uma conduta norteada Perseverante
por princípios éticos e morais e
de respeito pelo seu semelhante. Com perseverança muitas situa-
ções consideradas irreversíveis
Enumeram-se, de seguida, algu- ou mesmo mortais conseguem
mas capacidades e alguns valores ter uma evolução positiva.
que devem estar presentes no
exercício do socorrismo. Uma ventilação artificial, por
exemplo, pode obter sucesso se
Bom observador o socorrista for persistente e não
se considerar antecipadamente
O socorrista deve observar com derrotado perante a gravidade
atenção e minuciosamente o local da situação.
do acidente e a vítima. Só assim

7
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Performance técnica Solidário

Ao socorrista exige-se que tenha Os sinistrados e doentes estão


bons conhecimentos em matéria carentes de uma palavra de apoio
de primeiro socorro e que se e de confiança que lhes permita
actualize regularmente para aceitar melhor o sofrimento e
atingir um nível de capacidade reunir ânimo para superar as
que lhe permita ser um bom lesões físicas e a dor que
executante e sentir-se menos desencadeiam. As pessoas idosas
embaraçado perante as várias e as crianças, particularmente,
solicitações de intervenção. podem sentir-se aterrorizadas
pelo afastamento da família e
amigos. O socorrista deverá estar
sempre disponível para ajudar.

Calmo

O socorrista deverá sempre agir


com serenidade e delicadeza.
Só assim conseguirá transmitir
confiança e mais facilmente
manter uma vítima calma e
cooperante.

8
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Profissional consciente Só poderá pôr em prática


métodos e técnicas que se
O socorrista deve agir indepen- enquadrem no acto de socorro,
dentemente de aspectos rácicos, tendo sempre em conta o res-
religiosos, socioeconómicos, peito e a privacidade dos aciden-
culturais e outros. tados ou doentes e que visem, no
mínimo, estabilizar as lesões.
O socorrista não deve divulgar
aspectos íntimos dos sinistrados, A recolha de informação deverá
ou doentes, nem nada que possa ser feita de forma discreta e
pôr em causa a dignidade, sensata e só na medida do
privacidade e o bom nome necessário para ajudar no
das pessoas que socorre. diagnóstico e tratamento a ser
efectuado a nível hospitalar.

9
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Como actuar numa situação de acidente


ou doença súbita

O plano de acção do socorrista – Não se exponha;


deve ser estruturado de acordo – Pense antes de agir;
com um conjunto de princípios – Mantenha-se calmo;
que visam estabilizar as lesões – Procure afastar o perigo sem
e promover um transporte agravar o estado da vítima.
adequado da vítima. Assim, por exemplo, desligue
a corrente eléctrica, pare a
Tais princípios são: máquina, etc.;
– Sinalize os locais onde tenham
Prevenir / proteger ocorrido acidentes de viação
(triângulos, lanternas), pois,
A observância deste princípio
deste modo, está a avisar os
impõe-se se houver risco de
outros automobilistas e a
agravamento da situação ou
prevenir novos acidentes;
de ocorrerem novos acidentes.
– Procure identificar, rápida e
Regras fundamentais a observar objectivamente, possíveis
na aplicação deste princípio: lesões.

10
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Alertar  As lesões que apresentam;


 A idade aproximada das
O alerta deve obedecer às regras vítimas;
básicas seguintes:  Os factores agravantes (risco
de incêndio ou explosão;
– Procure falar com calma encarceramento em viaturas
e pausadamente; acidentadas; capotamento).
– Identifique-se (nome, número
de telefone e/ou telemóvel); Enquanto não chegam os técnicos
– Diga onde se encontra: de emergência, se tem formação
em primeiros socorros, actue.
 No caso de falar da empresa
para o exterior, mencione: Socorrer
nome da empresa e sua
localização (lugar, estrada, Procure identificar,
km, departamento, sector); prioritariamente, as situações de
 Falando do exterior da “Socorro Essencial” – ACHE:
empresa, mencione: cidade,
lugar, bairro, rua, porta, auto- – Alterações cardio-respiratórias;
-estrada, via de circulação – Choque;
(ascendente, descendente); – Hemorragia;
– Envenenamento.
– É, ainda, importante referir:
No acto de socorro assume
 O sucedido, tipo de acidente; importância fundamental
 O número de vítimas envolvidas;

11
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

o levantamento e transporte Exame da vítima


da vítima:
A abordagem do acidentado, ou
– O levantamento e transporte doente, passa pela observação de
de sinistrados estão a cargo um conjunto de elementos que
das equipas de socorro possam conduzir a uma hipótese
organizado; de diagnóstico que permita a
– As situações de emergência realização de um primeiro
exigem que o transporte se socorro adequado.
faça sempre em ambulância
e nunca em viatura ligeira Exame primário: Consiste em
de passageiros. identificar as situações que
possam fazer perigar a vida
no local do acidente. Este exame
passa pela verificação das
funções vitais.

Aspectos a verificar:

– A vítima está consciente: vê, fala,


ouve, sente, reage a estímulos;
– A vítima ventila – ver, ouvir,
sentir: observe durante 10
segundos se há movimentos do
tórax ou do abdómen e se o ar
expirado se ouve e se sente;

12
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

– A vítima tem pulsação: coloque – A vítima apresenta feridas ou


dois dedos na artéria carótida, queimaduras.
no pescoço, sem exercer
grande pressão e avalie É, ainda, importante:
durante 10 segundos;
– Saber como ocorreu o
– A vítima sangra;
acidente, ou doença súbita;
– A vítima está em estado
– Observar a vítima e o local;
de choque.
– Interrogar a vítima, quando
Exame secundário: Consiste em consciente;
identificar as situações que não – Interrogar as testemunhas
constituam perigo para a vida da ocorrência.
no local do acidente, por não
afectarem funções vitais.
Levantamento e transporte

Aspectos a verificar: O levantamento e o transporte de


vítimas de acidente, ou de
– A vítima apresenta alterações doença súbita, implicam material
das pupilas (dilatação, adequado e formação específica
contracção, desigualdade); por parte dos socorristas.
– A vítima refere dor que possa
indiciar possível fractura ou As lesões deverão ser

traumatismo; estabilizadas no local, sempre


– A vítima apresenta zonas de que possível, e só depois será
edema ou deformação; realizada a evacuação
(levantamento e transporte).

13
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Não se devem fazer levanta- (“pluma”) que, pelo facto de se


mentos com menos de três separar em duas superfícies no
socorristas, no mínimo, o que sentido do comprimento, permite
significa haver 6 pontos de apoio. fazer o levantamento de forma
mais segura e com menos
Sempre que possível, será socorristas.
a maca que vai até à vítima
e não o contrário. Desta maca passará para uma
outra, de vácuo, que imobiliza
Existem hoje macas diferenciadas completamente o sinistrado e que
conforme o tipo de lesão. se conhece pela designação
francesa de “coquille”.
Assim, um traumatizado
vertebro-medular deverá ser O transporte será feito em
colocado numa maca de alumínio ambulância, a baixa velocidade.

14
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Caixa de primeiros socorros

Nos locais de trabalho deve variados (20 × 20 cm,


existir, obrigatoriamente, mate- 15 × 15 cm e 10 × 10 cm);
rial de primeiro socorro guardado – Algodão;
em caixas ou armários protegidos – Adesivo hipoalergénico;
do calor e humidade, em local de – Pensos rápidos de vários
fácil acesso, devidamente tamanhos;
sinalizado, e que esteja sempre – Penso rápido, tipo banda
disponível quando necessário. adesiva;
– Ligaduras indesmalháveis de
Não existem listas padronizadas vários tamanhos (10 × 10 cm,
que tenham de ser invariavel- 5 × 7 cm, 5 × 5 cm);
mente seguidas. – Ligaduras elásticas;
– Lenços triangulares (para
A caixa, ou armário, de primeiros
suspensão do braço);
socorros deve ser organizada de
– Talas de vários tamanhos para
acordo com o número de traba-
imobilizações;
lhadores, actividade desenvolvida
– Anti-séptico, tipo Betadine;
e riscos inerentes e deve conter:
– Água oxigenada;
– Soro fisiológico;
– Luvas esterilizadas de vários
– Álcool;
tamanhos (entre o n.os 6 e 8);
– Alfinetes-de-ama;
– Compressas embaladas indivi-
– Cotonetes;
dualmente e de tamanhos

15
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

– Pinça hemostática (duas); – Esfimomanómetro;


– Pinça de dissecção (duas); – Insuflador, tipo “ambu”;
– Tesoura com ponta recta e curva; – Colírio oftálmico (por indicação
– Tesoura forte para roupa; médica);
– Canivete; – Pomada para feridas e queima-
– Termómetro clínico; duras (por indicação médica);
– Lanterna pequena; – Comprimidos vários (por
indicação médica).

Será de notar que os


medicamentos e o material de
penso utilizados devem ser
repostos de imediato. Só assim
se poderá garantir uma boa
operacionalidade e um primeiro
socorro adequado.

Deve verificar-se regularmente o


estado e validade dos
medicamentos contidos na caixa,
ou armário, de primeiros
socorros, com vista à sua
substituição.

16
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Figuras alusivas a primeiros socorros

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

17
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Máscaras de ventilação artificial

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

18
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Ventilação artificial por máscara

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

19
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Vários tipos de talas

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

20
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Vários tipos de talas

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

21
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Vários tipos de talas

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

22
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Colar cervical
(vítima com suspeita de traumatismo vertebro-medular)

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

23
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Maca scoop

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

24
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Meio plano

Plano rígido

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

25
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Maca de vácuo

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

26
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Bolsas de primeiros socorros

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

27
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Caixa de primeiros socorros

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

28
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Manobra de Heimlich

Colocação das mãos Em obesos ou grávidas

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

29
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Vítima inconsciente Verificar a ventilação


(elevação do maxilar inferior) (ver-ouvir-sentir)

Ventilações boca-a-boca

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

30
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Verificar a pulsação (durante 10 segundos)

Posição das mãos na compressão torácica

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

31
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Manobras em bebés
Ver-ouvir-sentir Ventilação artificial
(boca / nariz-boca)

Desobstrução das vias aéreas Verificação do pulso

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

32
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Transferência de sangue para o cérebro,


para prevenir o estado de choque
(vítima sem fracturas)

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

33
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Compressão directa e elevação do membro

Compressão indirecta

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

34
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Penso compressivo e elevação do membro superior


(para suster a hemorragia)

Protecção de “corpo estranho”

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

35
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Protecção de “corpo estranho”

com um copo com ligadura

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

36
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Fixação do penso

Lavagem dos olhos (do canto interno para o externo)

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

37
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Suspensão do antebraço

Imobilização do antebraço
com tala improvisada

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

38
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Imobilização da cabeça e pescoço

Técnica de rolamento (só por pessoal especializado)

Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

39
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/
Primeiros socorros – conceitos básicos

Ficha técnica

Título: Primeiros socorros – conceitos básicos

Coordenação: António Manuel Madeira Júlio

Editora: Verlag Dashöfer Portugal


Edições Profissionais, Lda.
Edifício Pessoa
Rua da Oliveira ao Carmo, n.º 8 - 4.º piso
1200-309 Lisboa
Tel.: +351 213 10 19 00
Fax: +351 213 10 19 99

www.dashofer.pt

Copyright © 2010 Dashöfer Holding Lt. e Verlag Dashöfer, Edições Profissionais Sociedade Unipessoal, Lda.

Os conteúdos deste guia fornecem informações e orientações de carácter geral para leitura, não podendo
ser considerados meios de consultadoria jurídica ou outra. A utilização deste guia não substitui a consulta
de um profissional e/ou de um jurista, assim como da legislação em vigor. Os conteúdos desta obra foram
elaborados de boa-fé e com base nos conhecimentos disponíveis à data da sua publicação. As constantes
alterações legislativas e/ou tecnológicas poderão levar à sua inexactidão. Pela falta de uniformização da
jurisprudência existente, pela constante mutação das decisões da Administração Pública e por todos os
fundamentos supra referidos, nem a Editora Verlag Dashöfer nem os seus autores podem garantir a
utilização rigorosa dos conteúdos para fins e objectivos a que os mesmos são alheios, devendo sempre o
leitor ter em conta o carácter geral dos mesmos.
Figuras gentilmente cedidas por:

AMC – A.M. Cunha, Lda.


Tel.: 234 524 210
Fax: 234 524 209

40
Saiba mais em: http://www.dashofer.pt/verlag/saude-seguranca.html/