Você está na página 1de 4

À 

COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS (CIDH)  


À SECRETARIA EXECUTIVA DA CIDH 
 
 
Organização dos Estados Americanos 
1889 F Street N.W. 
Washington D.C. 2006 
Estados Unidos da América 
 
 
 
Ref.: Caso P-1500-12 (Charles Eduardo Macedo) 
Assunto: Apresentação de observações adicionais
sobre o mérito da petição nº 1500-12 

ILUSTRÍSSIMOS(AS) SENHORES(AS) COMISSIONADOS(AS), 

O NÚCLEO ESPECIALIZADO DE CIDADANIA E


DIREITOS HUMANOS DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO /
BRASIL (NECDH), atuando em favor de CHARLES EDUARDO MACEDO, vem,
respeitosamente, por meio de seus representantes abaixo subscritos, perante esta
Comissã o Interamericana de Direitos Humanos (“CIDH”)2, e em observaçã o ao
disposto no artigo 37(1)3, do Regulamento da Comissã o Interamericana de
Direitos Humanos, apresentar complementação às observações adicionais ao
mérito enviadas em 31 de agosto de 2020.

2
É atribuiçã o expressa da Defensoria Pú blica postular perante os Sistemas Internacionais de
Direitos Humanos, vide art. 4º, VI da Lei Complementar nº. 80/94: Art. 4º Sã o funçõ es institucionais
da Defensoria Pú blica, dentre outras: VI – representar aos sistemas internacionais de proteçã o dos
direitos humanos, postulando perante seus ó rgã os; (Redaçã o dada pela Lei Complementar nº 132,
de 2009).
3
Regulamento da CIDH – Artigo 37(1.) Com a abertura do caso, a Comissã o fixará o prazo de quatro
meses para os peticioná rios apresentarem suas observaçõ es adicionais quanto ao mérito. As partes
pertinentes dessas observaçõ es serã o transmitidas ao Estado em questã o, para que este apresente
suas observaçõ es no prazo de quatro meses.

Rua Boa Vista, 150 – Mezanino – Sã o Paulo/SP – CEP: 01014-001 – Tel: (11) 3107-5080
nucleo.dh@defensoria.sp.def.br
Apó s o envio das observaçõ es adicionais ao mérito, a Defensoria
Pú blica teve acesso aos documentos anexos, que tratam do nú mero de ocorrências
de desacato registradas no Estado de Sã o Paulo, entre 2012 e julho de 2020.

Para obter tais dados, a Defensoria Pú blica oficiou à Secretaria de


Segurança Pú blica do Estado de Sã o Paulo e obteve as seguintes informaçõ es:

1) Nos ú ltimos 9 anos, foram mais de 55 mil ocorrências em todo


Estado, sendo que cada ocorrência pode envolver mais de uma
pessoa;

2) O ano de 2020 tem apresentado um decréscimo das


ocorrências no Estado, sendo o ano de menor incidência, o que
pode ter relaçã o com a pandemia do COVID-19.

A distribuiçã o das ocorrências ao longo dos anos está


representada pelo seguinte grá fico:

10,000

9,000 8,616

8,000 7,846

7,000 6,819
6,368 6,188 6,164
6,000
5,221
5,000 4,717
4,314
4,000

3,000

2,000

1,000

0
2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020

Rua Boa Vista, 150 – Mezanino – Sã o Paulo/SP – CEP: 01014-001 – Tel: (11) 3107-5080
nucleo.dh@defensoria.sp.def.br
Pelos dados obtidos também foi possível verificar que a maior
parte das ocorrências de desacato ocorre no interior do Estado de Sã o Paulo,
conforme o grá fico abaixo:

7000
6120
6000 5753

5000 4757 4653 4483 4355


4000
3102
2737
3000 2560

2000
1491 1470
1233 1168 1217 1082
991 1006
1000 748
993 924 894 876 1026
724 699 727
0 464
2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020

Capital Grande SP (sem capital)


Interior

Foi possível perceber, ainda, que, na Capital do Estado (cidade do


peticioná rio Charles Eduardo), há um maior registro de ocorrências de desacato na
regiã o central, o que pode ser explicado pela maior concentraçã o de ó rgã os
pú blicos na regiã o. Constatou-se que a maioria dos Distritos Policiais da capital
registrou até 200 ocorrências de desacato entre 2012 e julho de 2020, sendo que a
1ª Delegacia de Polícia (Sé - regiã o central) teve 422 ocorrências e o 3º DP
(Campos Elíseos – regiã o central) 379 ocorrências.

Os dados obtidos corroboram o alegado na petiçã o apresentada


pela Defensoria Pú blica no sentido de que, desde a ocorrência dos fatos que
ensejaram a presente denú ncia, o Estado brasileiro tem aplicado o tipo penal de
desacato de maneira frequente e em larga escala. Os dados aqui mencionados sã o

Rua Boa Vista, 150 – Mezanino – Sã o Paulo/SP – CEP: 01014-001 – Tel: (11) 3107-5080
nucleo.dh@defensoria.sp.def.br
expressivos e demonstram que a detençã o por desacato pode se mostrar como
instrumento de silenciamento daqueles que ousam se opor ou denunciar uma açã o
irregular de agentes estatais.

Assim sendo, resta clara a alarmante realidade do Estado de Sã o


Paulo em relaçã o ao crime de desacato, local de ocorrência dos fatos que
ensejaram a presente denú ncia. É atual e permanente, portanto, a ameaça que a
tipificaçã o penal desse delito representa aos direitos humanos de liberdade de
expressã o e liberdade pessoal assegurados na Convençã o Interamericana de
Direitos Humanos (artigos 13 e 7º, inciso II, respectivamente).

Diante do exposto, requer-se a juntada do documento anexo e


reitera-se os pedidos constantes nas informaçõ es adicionais ao mérito
apresentadas em 31 de agosto de 2020.

Sã o Paulo, 13 de September de 2021.

Davi Quintanilha Failde de Azevedo


Defensor Pú blico do Estado de Sã o Paulo
Nú cleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos

Fernanda Penteado Balera


Defensora Pú blica do Estado de Sã o Paulo
Nú cleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos

Letícia Marquez de Avelar


Defensora Pú blica do Estado de Sã o Paulo
Nú cleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos

Rua Boa Vista, 150 – Mezanino – Sã o Paulo/SP – CEP: 01014-001 – Tel: (11) 3107-5080
nucleo.dh@defensoria.sp.def.br

Você também pode gostar