Você está na página 1de 7

Prof.

ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

Recurso Ordinário

Hipóteses de cabimento

Art. 895 CLT - Cabe recurso ordinário para a instância superior:


I - das decisões definitivas ou terminativas das Varas e Juízos, no prazo de 8 (oito)
dias; e
II - das decisões definitivas ou terminativas dos Tribunais Regionais, em processos de
sua competência originária, no prazo de 8 (oito) dias, quer nos dissídios individuais,
quer nos dissídios coletivos.

Estrutura do Recurso Ordinário

O Recurso Ordinário é formado pela folha de rosto e pela folha de razões. A


folha de rosto é endereçada ao juízo que proferiu a decisão recorrida. A folha de razões,
por sua vez, é endereçada ao Tribunal competente para julgar o recurso.

➢ Folha de rosto
A folha de rosto é dirigida para o juízo a quo, para que seja realizado o primeiro
exame dos pressupostos de admissibilidade do recurso.
Preenchidos os pressupostos, o juízo a quo recebe o recurso, abre vista à outra
parte para apresentar contrarrazões no prazo de oito dias e, em seguida, remete os
autos para o juízo ad quem, que analisará o mérito e julgará o recurso.

Exemplo:

AO DOUTO JUÍZO DA … VARA DO TRABALHO DE …

NOME DO RECORRENTE, já qualificado nos autos em epígrafe, em que contende


com NOME DO RECORRIDO, também qualificado, vem respeitosamente perante
Vossa Excelência, por intermédio de seu advogado adiante assinado, com fulcro no
artigo 895, I, da CLT, interpor:
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

RECURSO ORDINÁRIO
para o Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da ... Região.

Encontram-se presentes todos os pressupostos de admissibilidade do recurso,


dentre os quais destacam-se:

a) Depósito recursal: recolhido, no valor de R$ ..., no prazo do recurso, conforme guia


anexa.
b) Custas processuais: recolhidas no valor de R$ ..., correspondentes a 2% do valor
da condenação, no prazo do recurso, consoante guia anexa.

Diante do exposto, requer o recebimento do presente recurso, a intimação da


outra parte para apresentar contrarrazões ao recurso ordinário no prazo de 8 dias, nos
termos do artigo 900 da CLT e a posterior remessa ao Egrégio Tribunal Regional do
Trabalho da ... Região.

Nestes termos,
Pede deferimento.

Local e data.

Advogado (a)
OAB n°...

➢ Folha de razões
A folha de razões é o recurso propriamente dito e observa a seguinte estrutura:

I. Preliminares de Mérito;
II. Prejudiciais de Mérito;
III. Mérito;
IV. Requerimentos Finais.
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

1. Endereçamento
A folha de razões do Recurso Ordinário deve ser endereçada ao TRT, na
circunstância do artigo 895, I, da CLT (decisão proferida por um juiz do trabalho –
sentença):

EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA ... REGIÃO

Para o TST, na hipótese do artigo 895, II, da CLT (decisão proferida pelo TRT
em ações de sua competência originária), nos moldes do exemplo abaixo:

COLENDO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO

Após o endereçamento, faz-se um elogio à sentença ou ao acórdão, e em


seguida um pedido de reforma para, ato contínuo, expor as razões propriamente ditas.
Exemplo:

RAZÕES DO RECURSO ORDINÁRIO


A respeitável sentença não merece ser mantida, razão pela qual requer a sua
reforma.

2. Preliminares de mérito
As preliminares de mérito do recurso ordinário estão relacionadas com as
nulidades processuais, as alegações do recorrente versam sobre matéria processual.
No tópico da preliminar de mérito requer-se:
• Nulidade da sentença, e
• Retorno dos autos ao juízo a quo ou o julgamento do processo no estado em
que se encontra (art. 1.013, §3º, do CPC).
Os exemplos mais comuns no Exame de Ordem são:
• Nulidade de citação; e
• Cerceamento de defesa (exemplos: Súmula 357 do TST e ausência de prova
pericial quando há pedido de adicional de periculosidade ou insalubridade).
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

Exemplo:

I. PRELIMINAR
1. Cerceamento de Defesa
O juiz indeferiu a oitiva das duas testemunhas do Reclamante por estarem
litigando contra o Reclamado, sob protestos daquele. (Fato)
Segundo a súmula 357 do TST, não torna suspeita a testemunha o simples fato
de estar litigando ou de ter litigado contra o mesmo empregador. Tal indeferimento da
prova implica cerceamento de defesa e, portanto, violação ao art. 5°, LV, da CRFB/88.
(Fundamento)
Diante do exposto, requer a nulidade da sentença e o retorno dos autos para o
juízo a quo, a fim de que seja reaberta a instrução processual e ouvidas as
testemunhas. (Pedido)

3. Prejudiciais de mérito
Englobam os assuntos relacionados à prescrição e à decadência, matéria que,
se acolhida, obsta a análise do direito material, pois enseja a extinção do processo com
resolução do mérito.

Em síntese:

Prescrição se o juiz:

• Tratou da prescrição na sentença:


- Poderão arguir a prescrição: Reclamante e Reclamado, se o juiz julgou mal.
- Pedido: reforma da sentença.

• Não tratou da prescrição na sentença:


- Poderá arguir a prescrição: Reclamado se identificar a prescrição bienal ou
quinquenal apenas nessa fase do processo.
- Pedido: extinção do processo com resolução do mérito (art. 487, II, do CPC).
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

Exemplo (RO interposto pelo Reclamante em face de sentença que acolheu a


prescrição bienal):

II – PREJUDICIAL DE MÉRITO
1. Prescrição bienal
O juiz acolheu a prescrição bienal, muito embora a reclamatória trabalhista tenha
sido ajuizada antes de decorridos dois anos do término do contrato de trabalho. (Fato)
A sentença não merece ser mantida, pois nos termos dos artigos 7º, XXIX, da
CRFB/88 e 11 da CLT e Súmula 308, I, do TST, a ação, quanto a créditos resultantes
das relações de trabalho, prescreve em dois anos após a extinção do contrato de
trabalho. Ocorre que é de apenas 1 ano o lapso temporal entre a extinção do contrato
de trabalho e a propositura da reclamatória trabalhista. (Fundamento)
Diante do exposto, requer a reforma da sentença, a fim de que seja afastada a
prescrição bienal. Sucessivamente, requer a análise do mérito. (Pedido)

4. Mérito
O mérito do RO deve demonstrar os fatos e fundamentos que dão ensejo à
reforma da decisão recorrida.
É aconselhável que cada argumento seja desenvolvido em um tópico específico,
cujo título evidencie a matéria alegada, pois isso garantirá clareza e objetividade à
prova prático-profissional. Na finalização de cada tópico do mérito deve-se requerer a
reforma da sentença.

Exemplo:

III – MÉRITO
1. Horas Extras
O juízo a quo julgou improcedente o pedido de condenação do Reclamado ao
pagamento de horas extras, bem como, os seus reflexos. (Fato)
A sentença não merece ser mantida, pois restou comprovada a jornada
extraordinária, por meio da confissão do preposto do Recorrido, o qual afirmou que a
jornada de trabalho do Recorrente somava 50 horas semanais. Claramente houve
violação dos artigos 7º, XIII, da CRFB/88 e 58 da CLT, os quais determinam que é um
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

direito do trabalhador a duração máxima do trabalho de 44 horas semanais.


(Fundamento)
Diante do exposto, requer a reforma da sentença para julgar procedente o
pedido de pagamento das horas extraordinárias. (Pedido)

5. Requerimentos finais
Nos requerimentos finais do Recurso Ordinário deve-se protestar pelo:
• Conhecimento do recurso;
• Acolhimento das preliminares para... (se houver);
• Acolhimento das prejudiciais para... (se houver);
• E, sucessivamente, no mérito, provimento do recurso para fins de reforma da
sentença.

Exemplo:

Diante do exposto, requer conhecimento do recurso, bem como o acolhimento


da preliminar de mérito para..., o acolhimento da prejudicial de mérito para...
Sucessivamente, no mérito, requer o seu provimento, para fins de reforma da sentença.

6. Encerramento
Para finalizar a peça, deve-se utilizar as seguintes expressões:

Nestes termos,
Pede deferimento.

Local e data.

Advogado (a)
OAB n.º ...
Prof.ª: Barbara Largura
Disciplina: Prática Simulada do Trabalho
Nome da Aula: Recurso Ordinário

Referências

SARAIVA, Renato; LINHARES, Aryanna. TRABALHO: Prática. 12ª ed. Salvador:


JusPODVM, 2019.

SARAIVA, Renato; LINHARES, Aryanna. TRABALHO: Teoria e Prática. 8ª ed.


Salvador: JusPODVM, 2017.

Você também pode gostar