Você está na página 1de 7

AULÃO FGV – SAÚDE PÚBLICA PROFA.

MICHELLE SAMPAIO

TJ SC – 2018 – FGV

01. Ao dar entrada em uma unidade pública de saúde, uma paciente foi atendida preferencialmente,
passando à frente de pacientes que estavam aguardando atendimento e que tinham uma classificação de
risco mais grave. Após reclamações, soube-se que o privilégio no atendimento se deu por tratar-se de amiga
de um deputado influente na cidade. De acordo com a Lei Orgânica da Saúde, a conduta feriu diretamente
o seguinte princípio do SUS:

(A) integralidade;

(B) igualdade;

(C) universalidade;

(D) imparcialidade;

(E) descentralização.

02. Ao realizar os trâmites de internação de sua irmã na clínica médica de um determinado hospital público,
a senhora Ana foi informada de que a paciente tinha direito a receber visitas diárias, porém, essas não
poderiam ultrapassar o tempo total de 30 minutos, para não atrapalhar a rotina hospitalar. É correto afirmar
que essa regra do hospital:

(A) não viola os direitos dos usuários do SUS, pois concede um tempo de visita maior que o previsto na norma
que dispõe sobre o assunto;

(B) está de acordo com a norma que dispõe sobre os direitos dos usuários do SUS, a qual estabelece que o
tempo de visita pode ser livremente determinado pela instituição;

(C) está em desacordo com a norma que dispõe sobre os direitos dos usuários do SUS, que garante um tempo
diário de visita não inferior a duas horas;

(D) viola os direitos dos usuários do SUS, pois a lei garante que o paciente tem direito a receber visita diária,
sem estipulação de tempo máximo;

(E) não viola os direitos dos usuários do SUS, já que concede um privilégio maior que o estabelecido em lei,
que prevê visitas em dias alternados.

1
#OCURSOQUEMAISAPROVA

03.Em um determinado município foram registrados 50 casos novos de hanseníase em 2017, além de 150
casos com tratamento em curso. Com base nesses dados, conclui-se que nesse município, em 2017:

(A) a prevalência de hanseníase foi de 50 casos;

(B) a incidência de hanseníase foi de 200 casos;

(C) a prevalência de hanseníase foi de 150 casos;

(D) a incidência de hanseníase foi de 50 casos;

(E) a prevalência de hanseníase foi menor que a incidência.

04. Durante o atendimento a uma paciente gestante, suspeitou-se que ela poderia estar com doença aguda
pelo vírus Zika. Após os encaminhamentos necessários, procedeu-se à notificação do agravo. De acordo com
as disposições acerca da notificação compulsória de doenças e agravos, é correto afirmar que:

(A) a notificação só pode ser realizada pelo médico;

(B) a notificação deve ser realizada em até 24 horas;

(C) a notificação só pode ser realizada pelo enfermeiro;

(D) a notificação deve ser realizada em até 7 dias;

(E) não cabe notificação de casos suspeitos.

TCE SE – 2015 – FGV – ENFERMEIRO

05. Considerando os objetivos do Sistema Único de Saúde (SUS), dispostos na Lei nº 8.080/90, analise as
afirmativas a seguir:

I – Um dos objetivos do SUS diz respeito à identificação e divulgação dos fatores condicionantes e
determinantes da saúde.

II – O SUS tem como objetivo principal a execução de ações de vigilância sanitária e epidemiológica e de saúde
do trabalhador.

III – Não está incluída nos objetivos do SUS a assistência às pessoas por intermédio de ações de promoção,
proteção e recuperação da saúde, com a realização integrada das ações assistenciais e das atividades
preventivas.

2
Está correto somente o que se afirma em:

(A) I;

(B) II;

(C) III;

(D) I e II;

(E) II e III.

06. Um paciente cadeirante procurou atendimento em uma unidade de saúde inaugurada há pouco tempo
em seu bairro. Ao chegar à unidade, ficou surpreso com o espaço físico. Havia rampas de acesso adequadas,
banheiros apropriados, portas mais largas e macas reguláveis. A situação descrita acima é um exemplo de
observância da seguinte diretriz norteadora da Política Nacional de Humanização:

(A) cogestão;

(B) acolhimento;

(C) transversalidade;

(D) ambiência;

(E) gestão participativa.

07. A respeito da organização do SUS, analise as afirmativas a seguir, considerando V para a verdadeira e F
para a falsa:

( ) As Regiões de Saúde serão referência para as transferências de recursos entre os entes federativos.

( ) Para ser instituída, a Região de Saúde deve conter, no mínimo, ações e serviços de atenção primária e
vigilância em saúde.

( ) As Redes de Atenção à Saúde estarão compreendidas no âmbito de uma Região de Saúde, ou de várias
delas, em consonância com diretrizes pactuadas nas Comissões Intergestores.

A sequência correta é:

(A) V – F – F;

(B) F – F – V;

(C) V – F – V;

(D) F – V – F;

(E) V – V – F.

3
#OCURSOQUEMAISAPROVA

Assembleia Legislativa MT – 2013 – FGV

08. Com relação às disposições legais a respeito do SUS, analise as afirmativas a seguir.

I. As Comissões Intersetoriais terão a finalidade de articular políticas e programas de interesse para


a saúde, cuja execução envolva áreas não compreendidas no âmbito do Sistema Único de Saúde.
II. Compete à direção nacional do SUS elaborar normas para regular as relações entre o Sistema
Único de Saúde e os serviços privados contratados de assistência à saúde.
III. A utilização da epidemiologia para o estabelecimento de prioridades, a alocação de recursos e a
orientação programática é um dos princípios previstos na Lei Orgânica da Saúde.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa I e II estiverem corretas.

(D) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

09.De acordo com a Lei n. 8.080/90, quando as disponibilidades do SUS não forem suficientes para
garantir a cobertura assistencial à população de uma determinada área, o sistema poderá recorrer aos
serviços ofertados pela iniciativa privada. Considerando as condições estabelecidas para essa
participação complementar, analise as afirmativas a seguir.

I. Os serviços contratados deverão submeter‐se às normas técnicas e administrativas e aos princípios


e diretrizes do Sistema Único de Saúde.
II. Os proprietários, administradores e dirigentes de entidades ou serviços contratados não poderão
exercer cargo de chefia ou função de confiança no Sistema Único de Saúde.
III. Os critérios e valores para a remuneração de serviços e os parâmetros de cobertura assistencial
serão estabelecidos pelo Conselho Nacional de Saúde e aprovados na Comissão Intergestores
Tripartite.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

4
Câmara de Recife / PE – FGV – 2014

10. Além do conceito ampliado de saúde, o SUS trouxe outros dois conceitos importantes, o de sistema
e a ideia de unicidade. Com base nesses conceitos, analise as afirmativas a seguir, considerando V para
a afirmativa verdadeira e F para a falsa:

Na lógica do sistema público, os serviços contratados e conveniados devem seguir os mesmos princípios
e as mesmas normas do serviço público;

Os elementos integrantes do sistema referem-se ao mesmo tempo às atividades de promoção, proteção


e recuperação da saúde;

A unicidade do sistema se dá, primordialmente, por meio dos princípios organizativos, dentre os quais
se destacam a universalidade e a descentralização.

A sequência correta é:

A) V –V – F;

B) F – V – F;

C) V – F – V;

D) F – V – V;

E) V – F – F.

FGV 2014 SUSAM- AM

11. A Constituição Federal de 1988 foi um marco na redefinição das prioridades da política do Estado na
área da Saúde Pública com a criação do SUS. A esse respeito assinale V para a afirmativa verdadeira e F
para a falsa.

( ) O texto constitucional demonstra claramente que a concepção do SUS estava baseada num modelo de
saúde voltado para as necessidades da população, procurando resgatar o compromisso do Estado para
com o bem‐estar social.

( ) O texto constitucional permite que as instituições privadas participem de forma complementar do


Sistema Único de Saúde, tendo preferência absoluta as entidades filantrópicas.

( ) O texto constitucional estabelece que a saúde é um direito de todos os cidadãos, sendo dever do
Estado garantir sua promoção, proteção e recuperação.

A) F, V e F.

B) V, V e F.

C) V, F e V.
5
#OCURSOQUEMAISAPROVA

D) F, V e V.

E) F, F e V.

12. A transferência de recursos pelo Fundo Nacional de Saúde para os Municípios, os Estados e o Distrito
Federal, de forma regular e automática, corresponde à execução do princípio da

A) universalidade.

B) descentralização.

C) hierarquização.

D) integralidade.

E) regionalização.

13. Considerando as normas para a aplicação e repasse de recursos destinados às ações e aos serviços
de saúde pelos entes públicos, analise as afirmativas a seguir.

I. Os recursos da União serão repassados ao Fundo Nacional de Saúde e às demais unidades


orçamentárias que compõem o órgão Ministério da Saúde, para aplicação em ações e serviços
públicos de saúde.
II. Os Estados e o Distrito Federal aplicarão, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no
mínimo, 12% (doze por cento) da arrecadação dos impostos sobre propriedade predial e territorial
urbana.
III. O Distrito Federal aplicará, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, 15%
(quinze por cento) do produto da arrecadação direta dos impostos que não possam ser segregados
em base estadual e em base municipal.

Assinale:

A) se somente a afirmativa I estiver correta.

B) se somente a afirmativa II estiver correta.

C) se somente a afirmativas III estiver correta.

D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

6
TJ PI – FGV – 2015 – Analista Judiciário

14. O princípio do SUS que objetiva garantir o acesso às ações e serviços de saúde em todos os níveis de
assistência e a todos que dele necessitem é:

A) integralidade;

B) universalidade;

C) descentralização;

D) hierarquização;

E) igualdade.

15. As ações de saúde, executados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) que são responsabilidades comuns
à União, Estados, Distrito Federal e Municípios são:

A) formar consórcios administrativos intermunicipais;

B) gerir laboratórios públicos de saúde e hemocentros;

C) formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição;

D) definir e coordenar os sistemas de vigilância sanitária;

E) elaboração e atualização periódica do plano de saúde.

Você também pode gostar