Você está na página 1de 4

ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO VISUAL

3º Ciclo PLANIFICAÇÃO* | 2020/21 AU


9ºANO 1º PERÍODO
ORGANIZADOR DOMÍNIO AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO AP AVALIAÇÃO
APROPRIAÇÃO E - Refletir sobre as manifestações culturais do património local e global - Enriquecer as experiências visuais dos alunos, estimulando hábitos de FORMATIVA
REFLEXÃO (obras e artefactos de arte – pintura, escultura, desenho, apreciação e fruição dos diferentes contextos culturais. Técnicas
assemblage, colagem, fotografia, instalação, land´art, banda Representação - Mobilizar saberes e processos, através dos quais perceciona, seleciona e -Inquérito
desenhada, design, arquitetura, artesanato, multimédia e linguagens organiza os dados, atribuindo-lhes significados novos.
técnica -Observação
cinematográficas). - Promover dinâmicas que exijam relações entre aquilo que se sabe, o que se
- Dominar os conceitos de plano, ritmo, espaço, estrutura, luz-cor,  Desenho técnico -Análise de conteúdo
pensa e os diferentes universos do conhecimento. -Testagem
enquadramento, entre outros, em diferentes contextos e  Sistemas de
- Incentivar práticas que mobilizem processos para imaginar diferentes
modalidades expressivas: pintura, escultura, desenho, design, projeção
possibilidades para gerar novas ideias.
fotografia, cinema, vídeo, banda desenhada.  Axonometrias INSTRUMENTOS
- Promover debates sobre as diferentes imagens, criando circunstâncias para a
- Enquadrar os objetos artísticos de diferentes culturas e períodos -Questionários
históricos, tendo como referência os saberes da História da Arte discussão e argumentação dos seus pontos de vista e dos outros.
-Grelhas de observação/
(estilos, movimentos, intencionalidades e ruturas). - Fazer apreciações fundamentadas em relação aos seus trabalhos e aos dos
seus pares. Listas de verificação
INTERPRETAÇÃO E - Compreender a importância da inter-relação dos saberes da - Descobrir progressivamente a intencionalidade das suas experiências
COMUNICAÇÃO comunicação visual (espaço, volume, cor, luz, forma, movimento, plásticas. -Escalas de classificação/
estrutura, ritmo, entre outros) nos processos de fruição dos - Selecionar técnicas e materiais ajustando-os à intenção expressiva das suas Grelhas de auto e
universos culturais. Sistemas de projeção representações. heteroavaliação
- Relacionar o modo como os processos de criação interferem na(s)  Projeção cónica - Utilizar sistematicamente processos de registo de ideias, de planeamento e
intencionalidade(s) dos objetos artísticos. de trabalho. -Planos de trabalho-
- Transformar os conhecimentos adquiridos em novos modos de  Princípios básicos
da perspetiva - Transferir para novas situações processos de análise e de síntese, de modo a Relatórios
apreciação do mundo.
cónica.
criar um conjunto de imagens e de objetos com possibilidades de desenvolver -Trabalhos de pesquisa-
EXPERIMENTAÇÃO E - Articular conceitos (espaço, volume, cor, luz, movimento, estrutura, trabalhos com um nível mais elevado de complexidade. Portefólios
CRIAÇÃO forma, ritmo), referências, experiências, materiais e suportes nas - Selecionar elementos de natureza diversa (plástica, escrita, entre outros) para -Diários de aprendizagens-
suas composições plásticas. criar dinâmicas na comunidade (exposições, debates, entre outras). Pósteres
- Manifestar expressividade nos seus trabalhos, selecionando, de - Participar em projetos de trabalho multidisciplinares. -Cadernos digitais-
forma intencional, conceitos, temáticas, materiais, suportes e - Identificar as suas capacidades e fragilidades e os materiais que melhor
técnicas.
Maquetes
domina para expressar as suas ideias.
- Justificar a intencionalidade das suas composições, recorrendo a -Guiões de trabalho-
- Criar regras relativas aos procedimentos com os materiais, à gestão do
critérios de ordem estética (vivências, experiências e Modelos
espaço e à realização de tarefas.
conhecimentos). - Manifestar sentido de comprometimento, respeitando o trabalho individual, a
- Organizar exposições em diferentes formatos – físicos e/ou digitais
par e de grupo. -Testes (tipologia variada)
–, individuais ou de grupo, selecionando trabalhos tendo por base -Questões de aula
os processos de análise, síntese e comparação, que conjugam as
- Respeitar os prazos de cumprimento dos trabalhos e criar o seu portefólio
com vista à autoavaliação. -Apresentações orais
noções de composição e de harmonia, de acordo com o objetivo
- Incentivar a importância de fazer propostas de projetos a realizar e de -Atividades de expressão
escolhido/proposto.
- Selecionar, de forma autónoma, processos de trabalho e de registo temáticas a investigar. plástica/motora
de ideias que envolvam a pesquisa, investigação e experimentação. - Organizar os espaços e os materiais, de acordo com as regras construídas
em grupo e/ou pelo professor.
- Partilhar ideias, no sentido de encontrar soluções e de compreender o ponto
de vista dos outros.
- Valorizar os saberes do outro, compreendendo as suas intenções e ajudando-
o a expressar as suas ideias.

MATERIAIS E INSTRUMENTOS DE TRABALHO


- Materiais riscadores (lápis grafite, canetas, lápis de cor, pastel, etc. | Suportes diversos (papel cavalinho, papel aguarela, papel vegetal, papel craft, cartão, etc.) | Materiais de pintura (aquosos) | Borracha e afia-lápis | Régua, esquadro e compasso | Dossiê/Capa da disciplina | Caderno diário | Manual e
Caderno de Atividades adotado | Outros considerados necessários em cada projeto/trabalho.
____________________________________________________
Livro adotado: Manual de Educação Visual - 7.º/ 8.º/ 9.º Anos – Porto Editora
*Esta planificação tem por referência as Aprendizagens Essenciais para as Artes Visuais e o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.
AU

ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO VISUAL


3º Ciclo PLANIFICAÇÃO* | 2020/21 9ºANO 2º PERÍODO
ORGANIZADOR DOMÍNIO AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO AP AVALIAÇÃO
APROPRIAÇÃO E - Refletir sobre as manifestações culturais do património local e global - Enriquecer as experiências visuais dos alunos, estimulando hábitos de FORMATIVA
REFLEXÃO (obras e artefactos de arte – pintura, escultura, desenho, Visão e perceção apreciação e fruição dos diferentes contextos culturais. Técnicas
assemblage, colagem, fotografia, instalação, land´art, banda  Mecanismo da - Mobilizar saberes e processos, através dos quais perceciona, seleciona e -Inquérito
desenhada, design, arquitetura, artesanato, multimédia e linguagens organiza os dados, atribuindo-lhes significados novos.
visão -Observação
cinematográficas). - Promover dinâmicas que exijam relações entre aquilo que se sabe, o que se
- Reconhecer a importância das imagens como meios de  Perceção visual -Análise de conteúdo
pensa e os diferentes universos do conhecimento. -Testagem
comunicação de massas, capazes de veicular diferentes  Ilusões de ótica
- Incentivar práticas que mobilizem processos para imaginar diferentes
significados (económicos, políticos, sociais, religiosos, ambientais,  Figura-fundo possibilidades para gerar novas ideias.
entre outros).  Figuras reversíveis INSTRUMENTOS
- Promover debates sobre as diferentes imagens, criando circunstâncias para a
e ambíguas -Questionários
discussão e argumentação dos seus pontos de vista e dos outros.
INTERPRETAÇÃO E - Compreender a importância da inter-relação dos saberes da -Grelhas de observação/
comunicação visual (espaço, volume, cor, luz, forma, movimento, - Fazer apreciações fundamentadas em relação aos seus trabalhos e aos dos
COMUNICAÇÃO Listas de verificação
estrutura, ritmo, entre outros) nos processos de fruição dos seus pares.
universos culturais. - Descobrir progressivamente a intencionalidade das suas experiências
- Relacionar o modo como os processos de criação interferem na(s) plásticas. -Escalas de classificação/
intencionalidade(s) dos objetos artísticos. - Selecionar técnicas e materiais ajustando-os à intenção expressiva das suas Grelhas de auto e
- Perceber os “jogos de poder” das imagens e da sua capacidade de representações. heteroavaliação
mistificação ou desmistificação do real. - Utilizar sistematicamente processos de registo de ideias, de planeamento e
- Interrogar os processos artísticos para a compreensão da arte de trabalho. -Planos de trabalho-
contemporânea. - Transferir para novas situações processos de análise e de síntese, de modo a Relatórios
- Transformar os conhecimentos adquiridos em novos modos de Património
 Tipos de património
criar um conjunto de imagens e de objetos com possibilidades de desenvolver -Trabalhos de pesquisa-
apreciação do mundo. trabalhos com um nível mais elevado de complexidade. Portefólios
EXPERIMENTAÇÃO E - Articular conceitos (espaço, volume, cor, luz, movimento, estrutura,  Património e - Selecionar elementos de natureza diversa (plástica, escrita, entre outros) para -Diários de aprendizagens-
CRIAÇÃO forma, ritmo), referências, experiências, materiais e suportes nas sociedade criar dinâmicas na comunidade (exposições, debates, entre outras).
suas composições plásticas. Pósteres
 Património e - Participar em projetos de trabalho multidisciplinares.
- Manifestar expressividade nos seus trabalhos, selecionando, de -Cadernos digitais-
identidade nacional - Identificar as suas capacidades e fragilidades e os materiais que melhor
forma intencional, conceitos, temáticas, materiais, suportes e Maquetes
 Trajetórias domina para expressar as suas ideias.
-Guiões de trabalho-
técnicas.
históricas de - Criar regras relativas aos procedimentos com os materiais, à gestão do
- Justificar a intencionalidade das suas composições, recorrendo a Modelos
critérios de ordem estética (vivências, experiências e manifestações espaço e à realização de tarefas.
conhecimentos). culturais - Manifestar sentido de comprometimento, respeitando o trabalho individual, a
par e de grupo. -Testes (tipologia variada)
- Organizar exposições em diferentes formatos – físicos e/ou digitais  Museus e coleções -Questões de aula
–, individuais ou de grupo, selecionando trabalhos tendo por base - Respeitar os prazos de cumprimento dos trabalhos e criar o seu portefólio
os processos de análise, síntese e comparação, que conjugam as com vista à autoavaliação. -Apresentações orais
noções de composição e de harmonia, de acordo com o objetivo - Incentivar a importância de fazer propostas de projetos a realizar e de -Atividades de expressão
escolhido/proposto. temáticas a investigar. plástica/motora
- Selecionar, de forma autónoma, processos de trabalho e de registo - Organizar os espaços e os materiais, de acordo com as regras construídas
de ideias que envolvam a pesquisa, investigação e experimentação. em grupo e/ou pelo professor.
- Partilhar ideias, no sentido de encontrar soluções e de compreender o ponto
de vista dos outros.
- Valorizar os saberes do outro, compreendendo as suas intenções e ajudando-
o a expressar as suas ideias.

MATERIAIS E INSTRUMENTOS DE TRABALHO


- Materiais riscadores (lápis grafite, canetas, lápis de cor, pastel, etc. | Suportes diversos (papel cavalinho, papel aguarela, papel vegetal, papel craft, cartão, etc.) | Materiais de pintura (aquosos) | Borracha e afia-lápis | Régua, esquadro e compasso | Dossiê/Capa da disciplina | Caderno diário | Manual e
Caderno de Atividades adotado | Outros considerados necessários em cada projeto/trabalho.
____________________________________________________
Livro adotado: Manual de Educação Visual - 7.º/ 8.º/ 9.º Anos – Porto Editora
*Esta planificação tem por referência as Aprendizagens Essenciais para as Artes Visuais e o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.

ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO VISUAL


3º Ciclo PLANIFICAÇÃO* | 2020/21 9ºANO 3º PERÍODO
ORGANIZADOR DOMÍNIO AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO AP AVALIAÇÃO
APROPRIAÇÃO E - Refletir sobre as manifestações culturais do património local e global - Enriquecer as experiências visuais dos alunos, estimulando hábitos de FORMATIVA
REFLEXÃO (obras e artefactos de arte – pintura, escultura, desenho, assemblage, apreciação e fruição dos diferentes contextos culturais. Técnicas
Arte
colagem, fotografia, instalação, land´art, banda desenhada, design, - Consciencializar que o(s) gosto(s) se desenvolve(m) e forma(m) através da
arquitetura, artesanato, multimédia e linguagens cinematográficas).  Obra e artefacto de -Inquérito
prática sistemática de experiências culturais diversificadas, quer seja nos
- Dominar os conceitos de plano, ritmo, espaço, estrutura, luz-cor, arte -Observação
âmbitos da fruição, quer da experimentação.
enquadramento, entre outros - em diferentes contextos e modalidades  Arte - Mobilizar saberes e processos, através dos quais perceciona, seleciona e -Análise de conteúdo
expressivas: pintura, escultura, desenho, design, fotografia, cinema, contemporânea -Testagem
organiza os dados, atribuindo-lhes significados novos.
vídeo, banda desenhada.
- Reconhecer a importância das imagens como meios de comunicação  Arte figurativa - Promover dinâmicas que exijam relações entre aquilo que se sabe, o que se
de massas, capazes de veicular diferentes significados (económicos,  Arte abstrata. pensa e os diferentes universos do conhecimento. INSTRUMENTOS
políticos, sociais, religiosos, ambientais, entre outros). - Incentivar práticas que mobilizem processos para imaginar diferentes -Questionários
- Enquadrar os objetos artísticos de diferentes culturas e períodos possibilidades para gerar novas ideias. -Grelhas de observação/
históricos, tendo como referência os saberes da História da Arte (estilos, - Promover debates sobre diferentes imagens, criando circunstâncias para a Listas de verificação
movimentos, intencionalidades e ruturas). discussão e argumentação dos seus pontos de vista e dos outros.
INTERPRETAÇÃO E - Compreender a importância da inter-relação dos saberes da - Fazer apreciações fundamentadas em relação aos seus trabalhos e aos dos
seus pares. -Escalas de classificação/
COMUNICAÇÃO comunicação visual (espaço, volume, cor, luz, forma, movimento,
estrutura, ritmo, entre outros) nos processos de fruição dos universos - Reinventar soluções para a criação de novas imagens relacionando Grelhas de auto e
culturais. Engenharia conceitos, materiais, meios e técnicas. heteroavaliação
- Relacionar o modo como os processos de criação interferem na(s) - Descobrir progressivamente a intencionalidade das suas experiências
intencionalidade(s) dos objetos artísticos.  Evolução histórica plásticas. -Planos de trabalho-
- Perceber os “jogos de poder” das imagens e da sua capacidade de  Áreas da - Reconhecer a importância do património cultural e artístico nacional e de Relatórios
mistificação ou desmistificação do real. engenharia outras culturas, como valores indispensáveis para uma maior capacidade de -Trabalhos de pesquisa-
- Interrogar os processos artísticos para a compreensão da arte participação e intervenção nas dinâmicas sociais e culturais.
contemporânea. Portefólios
- Selecionar técnicas e materiais ajustando-os à intenção expressiva das suas
- Transformar os conhecimentos adquiridos em novos modos de
representações. -Diários de aprendizagens-
apreciação do mundo. Pósteres
- Utilizar sistematicamente processos de registo de ideias, de planeamento e
EXPERIMENTAÇÃO E - Articular conceitos (espaço, volume, cor, luz, movimento, estrutura,
de trabalho. -Cadernos digitais-
CRIAÇÃO forma, ritmo), referências, experiências, materiais e suportes nas suas
composições plásticas.
- Transferir para novas situações processos de análise e de síntese, de modo a Maquetes
- Manifestar expressividade nos seus trabalhos, selecionando, de forma criar um conjunto de imagens e de objetos com possibilidades de desenvolver -Guiões de trabalho-
intencional, conceitos, temáticas, materiais, suportes e técnicas. trabalhos com um nível mais elevado de complexidade. Modelos
- Justificar a intencionalidade das suas composições, recorrendo a - Questionar as diferentes circunstâncias culturais, ambientais, urbanísticas,
critérios de ordem estética (vivências, experiências e conhecimentos). entre outras, e perceber o seu contributo para uma ação cívica, junto das
-Testes (tipologia variada)
- Organizar exposições em diferentes formatos – físicos e/ou digitais –, comunidades.
individuais ou de grupo, selecionando trabalhos tendo por base os - Selecionar elementos de natureza diversa (plástica, escrita, entre outros) para -Questões de aula
processos de análise, síntese e comparação, que conjugam as noções criar dinâmicas na comunidade (exposições, debates, entre outras). -Apresentações orais
de composição e de harmonia, de acordo com o objetivo - Participar em projetos de trabalho multidisciplinares. -Atividades de expressão
escolhido/proposto. - Incentivar a importância de fazer propostas de projetos a realizar e de plástica/motora
- Selecionar, de forma autónoma, processos de trabalho e de registo de temáticas a investigar.
ideias que envolvam a pesquisa, investigação e experimentação. - Organizar os espaços e os materiais, de acordo com as regras construídas
em grupo e/ou pelo professor. Partilhar ideias, no sentido de encontrar
soluções e de compreender o ponto de vista dos outros

MATERIAIS E INSTRUMENTOS DE TRABALHO


- Materiais riscadores (lápis grafite, canetas, lápis de cor, pastel, etc. | Suportes diversos (papel cavalinho, papel aguarela, papel vegetal, papel craft, cartão, etc.) | Materiais de pintura (aquosos) | Borracha e afia-lápis | Régua, esquadro e compasso | Dossiê/Capa da disciplina
| Caderno diário | Manual e Caderno de Atividades adotado
____________________________________________________
Livro adotado: Manual de Educação Visual - 7.º/ 8.º/ 9.º Anos – Porto Editora
*Esta planificação tem por referência as Aprendizagens Essenciais para as Artes Visuais e o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.