Você está na página 1de 25

CURRÍCULO EM AÇÃO

CADERNO DO ALUNO

9º ano
ENSINO FUNDAMENTAL

GEOGRAFIA
VOLUME 3 – ESTENDIDO
GEOGRAFIA 1

GEOGRAFIA – 9º ano
(volume 3 estendido)

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 2 – BLOCOS


REGIONAIS DA EUROPA, DA ÁSIA E DA OCEANIA
Esta Situação de Aprendizagem apresenta atividades que visam contribuir para a
compreensão de fatos e situações referentes à integração mundial, com destaque para a
formação de blocos regionais da Europa e da Ásia, relacionando com a atuação de outros
blocos, em especial o Mercosul.

ATIVIDADE 1 – VAMOS DIALOGAR?


No 8º ano você aprendeu que a globalização expandiu as relações comerciais entre os
países. Alguns deles, para fortalecer sua economia e garantir maiores vantagens nas
negociações, fizeram acordos regionais com outros países, formando os blocos regionais.
Você também estudou o funcionamento das Organizações Mundiais e o papel dos blocos
regionais no continente americano, em especial na América do Sul. Agora, no 9º ano, os estudos
são direcionados para os blocos regionais da Europa, da Ásia e da Oceania e as suas relações
com outros blocos regionais, como o Mercosul. Para iniciar, observe as imagens 11 e 22
indicadas a seguir.

Imagem 1 Imagem 2

1 Imagem 1. Fonte: Pixabay. Disponível em: https://pixabay.com/pt/photos/dinheiro-c%C3%A9dula--m%C3% A3o-


notas-1005464/. Acesso em: 17 jul. 2020.
2 Imagem 2. Fonte: Pixabay. Disponível em: https://pixabay.com/pt/photos/hands-on-2-dois-dinheiro-dollar-53807

51/. Acesso em: 17 jul. 2020.


2 CADERNO DO ALUNO

Em seguida, dialogue com os(as) colegas e o(a) professor(a) com base nas seguintes
questões:

Você com certeza já ouviu falar nessas moedas! Quais são? Elas representam muito mais que
o valor monetário de uma país, tornando-se importantes símbolos desse mundo globalizado,
onde há intensos fluxos e trocas entre os países. Liste algumas características dessas duas
moedas.

Para ampliar o diálogo com os(as) colegas e o(a) professor(a), pesquise como a moeda
dos Estados Unidos da América tornou-se referência mundial. Antes do dólar, qual era o padrão
utilizado nas trocas comerciais entre os países? Aproveite e pesquise, em jornais e revistas
disponíveis na escola e/ou sites, a cotação do dólar e do euro no dia desta atividade e compare
com outros dias da semana, anotando as variações.
Feito isso, considere a seguinte situação:

Uma refeição simples em um restaurante nos Estados Unidos da América custa, em média,
US$15,00. Já na Europa, por exemplo, em Paris (França) uma refeição semelhante custa,
em média, € 20,00.

Agora, reflita e compare a situação descrita acima com a realidade brasileira: quanto custa
uma refeição simples no seu município? Quantas refeições você compraria com os valores
equivalentes aos dos EUA e da Europa, considerando a cotação dessas moedas na semana desta
atividade? Quais são os possíveis motivos para que os preços sejam distintos em cada um desses
lugares?
Para finalizar, registre as reflexões e os conhecimentos no seu caderno.

ATIVIDADE 2 – CONTEXTUALIZANDO: OS BLOCOS REGIONAIS DA


EUROPA, DA ÁSIA E DA OCEANIA
Você estudou no 8º ano que uma das soluções encontradas pelos países no atual cenário
do mundo globalizado, com destaque para o sistema capitalista, foi a integração econômica
entre países, na qual denominamos de blocos econômicos regionais que tiveram início na
Europa após a Segunda Guerra Mundial.
GEOGRAFIA 3

Para iniciar os estudos acerca dos blocos econômicos da Europa, da Ásia e da Oceania,
converse com o(a) professor(a) e os(as) colegas sobre os principais conceitos estudados no
percurso do Ensino Fundamental. Feito isso, pesquise em livros didáticos e/ou sites informações
sobre os tipos de blocos econômicos e preencha o quadro 1, indicado a seguir.

Quadro 1. Tipos de blocos econômicos3

Tipos de blocos econômicos Principais caractrísticas Exemplos

Zona de Livre Comércio

União Aduaneira

Mercado Comum

União Econômica e Monetária

Outros

Compare as características dos blocos econômicos pesquisados e dialogue com o(a)


professor(a) para esclarecer as eventuais dúvidas. Em seguida, juntamente com os(as) colegas
do seu grupo, participe de um seminário para aprofundar os conhecimentos sobre os principais
blocos regionais da Europa, da Ásia e da Oceania, indicados na imagem 34.
Siga as orientações do(a) professor(a) e as indicações do roteiro a seguir para pesquisar
e apresentar no seminário:

3Quadro 1. Tipos de blocos econômicos. Elaborado especialmente para o Material de Apoio ao Currículo Paulista.
4Imagem 3. Blocos Regionais (Europa, Ásia e Oceania). Elaborado especialmente para o Material de Apoio ao Currí-
culo Paulista.
4 CADERNO DO ALUNO

• Como e quando ocorreu a formação do


União bloco?
Europeia
• Quais são os países membros? Quais
são as exigências para fazer parte do
Anzcerta EFTA
bloco?
Blocos
• Quais são seus objetivos?
regionais
(Europa, Ásia • O que tem sido feito pelo bloco?
e Oceania)
• Quais são seus principais impactos
Apec CEI
para os países membros?

Asean
Destacamos que outras questões podem
ser incorporadas ao roteiro a partir dos seus
conhecimentos sobre o tema e do diálogo
Imagem 3. Blocos regionais (Europa, Ásia e feito com os(as) colegas e o(a) professor(a).
Oceania)

ATIVIDADE 3 – PROBLEMATIZANDO: OS BLOCOS REGIONAIS DA


EUROPA, DA ÁSIA E DA OCEANIA

3.1 UNIÃO EUROPEIA (UE)

A União Europeia abrange um número significativo de países no continente europeu. É


considerado um bloco econômico e político em estágio avançado de integração regional. Dentre
os principais objetivos, destacam-se “reforçar a coesão econômica, social e territorial e a
solidariedade entre os países da UE” e “favorecer o desenvolvimento sustentável, [...] uma
economia de mercado altamente competitiva, com pleno emprego e progresso social, e a
proteção do ambiente"5. Apesar de ter expressiva representatividade nas relações comerciais
com diversos países do mundo, o bloco regional passa por transformações políticas,
econômicas, ambientais e culturais, entre elas: instabilidade econômica e territorial de alguns
países membros, novas ondas migratórias, movimentos de independência, desafios rela-
cionados às mudanças climáticas, entre outras questões que impactam a vida de populações
dos países que integram o bloco regional.

Com o apoio do(a) professor(a), acesse o site oficial da União Europeia6 (a partir
do QR Code ao lado) para obter outras informações relevantes sobre esse bloco
regional.

5 Fonte: União Europeia - A UE em poucas palavras. Disponível em: https://europa.eu/european-union/about-eu/eu-


in-brief_pt#objetivos-e-valores-da-ue. Acesso em: 26 out. 2020.
6 Site oficial da União Europeia. Disponível em: https://europa.eu/european-union/about-eu/eu-in-brief_pt#objeti

vos-e-valores-da-ue. Acesso em: 26 out. 2020.


GEOGRAFIA 5

Para contribuir, sugerimos alguns temas para aprofundar a investigação:

Direitos Ciência e Meio


Agricultura Comércio Transportes
Humanos Inovação Ambiente

No caso do tema comércio, amplie a pesquisa sobre as relações estabelecidas com o


Brasil. Destaque pontos relevantes sobre a balança comercial, os produtos comercializados, os
acordos firmados, os desafios, entre outras questões.
Para concluir, converse com o(a) professor(a) e verifique a possibilidade de incluir outros
temas nessa pesquisa. Se possível, utilize a ferramenta digital Padlet e crie um mural dinâmico
e interativo para registrar e compartilhar os resultados da pesquisa. Lembre-se de inserir um
título no mural, descrever o conteúdo, selecionar as palavras-chave, entre outros elementos
importantes para estruturar a sua postagem. Converse com o(a) professor(a) e verifique se esse
formato é coerente para a turma. Lembre-se de que a proposta é retomar a elaboração desse
mural em outros momentos desta Situação de Aprendizagem.

3.2 UNIÃO EUROPEIA E O BREXIT

Nesta atividade, a proposta é avançar na investigação das relações entre Reino Unido e
União Europeia, em especial no que diz respeito ao Brexit. Para começar, analise a imagem 47
e, com apoio do(a) professor(a), traduza o termo em destaque. Depois, se possível, assista ao
vídeo 18 e leia a reportagem 19, indicados a seguir. Registre as ideias principais no seu caderno.

Brexit
Britain Exit

_______ ________
Imagem 4

7 Imagem 4. Fonte: Pixabay. Disponível em: https://pixabay.com/pt/vectors/brexit-uni%C3%A3o-europeia-ue-


1477611/. Acesso em: 20 jul. 2020.
8 Vídeo 1. Fonte: Canal BBC News Brasil. Publicado em 31 jan. 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/

watch?v=B89CHy4Hj6o. Acesso em: 20 jul. 2020.


9 Reportagem 1. Fonte: BBC Brasil News, 30 jan. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/interna

cional-46335938. Acesso em: 20 jul. 2020.


6 CADERNO DO ALUNO

Vídeo 1 - Brexit: o que muda no Reino Unido depois da saída da União


Europeia. Panorama sobre o processo de aproximação e distanciamento entre o
Reino Unido e o bloco econômico da União Europeia.

Reportagem 1 - Entenda o Brexit e seus impactos em 8 perguntas. A


reportagem apresenta elementos sobre o Brexit a partir de oito perguntas.

Feito isso, responda às questões propostas.

a) O significa o termo Brexit? d) E o que acontecerá depois do Brexit?


e) Quais são os impactos econômicos,
b) Por que o Reino Unido decidiu sair da
políticos e culturais decorrentes des-
União Europeia?
se processo?
c) Quais procedimentos foram tomados f) Qual é a moeda oficial do Reino
a partir dessa decisão? Foi um Unido? Houve adesão ao euro?
processo rápido? Comente sua resposta.

g) Crie uma linha do tempo para indicar os principais acontecimentos relacionados ao Brexit
entre 2019 e 2020 e as tendências para 2021. Destaque os principais fatos, situações e
desafios enfrentados pelo Reino Unido para oficializar a saída da União Europeia. Se
possível, acrescente imagens para fundamentar a sua pesquisa.

Com apoio do(a) professor(a), pesquise em livros, revistas, jornais disponíveis na sua
escola e/ou sites notícias sobre o Brexit e os seus desdobramentos. É importante ressaltar que
esse tema é muito recente e que desdobramentos e decisões podem mudar o cenário,
especialmente com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).
Com intuito de ampliar os seus conhecimentos sobre o Brexit, participe, com os(as)
colegas, do planejamento de uma simulação de um programa de entrevistas que terá o seguinte
tema central: a discussão de pontos favoráveis e desfavoráveis da saída do Reino Unido
da União Europeia. Para desenvolverem o roteiro, pesquisem em jornais, revistas e/ou sites
exemplos de entrevistas de especialistas, moradores(ras) do Reino Unido, celebridades, entre
outros(as). Siga o passo a passo indicado e fique atento(a) às orientações adicionais do(a)
professor(a):
GEOGRAFIA 7

1º grupo: Entrevistador(a) – responsável pela elaboração do roteiro da entrevista, elencando


os acontecimentos recentes sobre o Brexit e das perguntas voltadas para os grupos 2 e 3;
2º Grupo: Entrevistados(as) favoráveis ao Brexit;
3º Grupo: Entrevistados(as) desfavoráveis ao Brexit.

Para aquecer as discussões, propomos que


investigue a campanha oficial pró-Brexit, o Vote
Leave (imagem 510). Aproveite e incorpore questões sobre
esse assunto no roteiro.
Sugerimos que o grupo elabore um conjunto de
perguntas para cada personagem, combinando com o(a)
professor(a) a quantidade de pessoas que serão
entrevistadas. Além disso, verifique a possibilidade de
gravar as entrevistas e, posteriormente, anexar no mural do
Imagem 5
Padlet para rever quando necessário.

3.3 BREXIT E A QUESTÃO MIGRATÓRIA

Dentre os diversos desafios para concretizar a saída do Reino Unido da União Europeia,
podemos destacar a questão migratória. A seguir, apresentamos quatro exemplos de manchetes
de reportagens que apresentam elementos relacionados à essa questão. Leia com atenção e
esclareça as eventuais dúvidas com o(a) professor(a). Lembre-se de registrar as ideias
principais no seu caderno.

Reino Unido diz que acabará com livre


Europeu ou não, Reino Unido priorizará
circulação após Brexit sem acordo12
imigrante qualificado após 'brexit'11
Caso o Reino Unido deixe a União
Theresa May anuncia novas regras
Europeia sem acordo, a livre circulação de
baseadas na qualificação, e não na origem
europeus será interrompida no dia 31 de
dos trabalhadores.
outubro.
(02 out. 2018)
(19 ago. 2019)

10 Imagem 5. Vote Leave. Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/


commons/2/22/Vote_leave.jpg. Acesso em: 20 out. 2020.
11 Reportagem 1. Europeu ou não, Reino Unido priorizará imigrante qualificado após 'brexit'. Fonte: Folha de São Paulo,

2 out. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/10/europeu-ou-nao-reino-unido-priorizara-


imigrante-qualificado-apos-brexit.shtml. Acesso em: 20 out. 2020.
12 Reportagem 2. Reino Unido diz que acabará com livre circulação após Brexit sem acordo. Fonte: Exame, EFE, 19

ago. 2019. Disponível em: https://exame.com/mundo/livre-circulacao-terminara-com-brexit-sem-acordo-diz-go


verno-britanico/. Acesso em: 20 out. 2020.
8 CADERNO DO ALUNO

Reino Unido dificulta imigração no pós-


Brexit13 Reino Unido confirma sistema de
pontos para imigração14
Governo britânico anuncia sistema de
pontuação que deve privilegiar Profissionais de saúde terão permissões
qualificação profissional e conhecimentos facilitadas após Brexit.
de inglês a partir de 2021. (13 jul. 2020)
(19 fev. 2020)

Considerando as informações extraídas das manchetes e em pesquisas adicionais em


livros didáticos, jornais, revistas e/ou sites, elabore um comentário escrito com base em uma
das questões a seguir: 1. Como as novas regras de imigração do Reino Unido podem impactar
os cidadãos da União Europeia? 2. Imigrar para o Reino Unido pós-Brexit será mais difícil — para
quem? 3. Mudando as regras da imigração: quais serão as consequências para o Reino Unido?
Apresente os seus argumentos e conhecimentos sobre o tema. No desenvolvimento do
comentário, considere os seguintes elementos:

1) O sistema de pontuação de imigração da Austrália (Oceania).


2) Situações relacionadas à xenofobia no Reino Unido.
3) As características da demografia (população) do Reino Unido.

Esses aspectos contribuem para o aprofundamento dos estudos sobre o tema. Assim, ao
elaborar os argumentos para o comentário, busque fundamentos nas informações que obteve
sobre algum(ns) desses elementos. Se possível, transforme o comentário em um podcast e
utilize a ferramenta digital Padlet para compartilhar sua produção com os(as) colegas. Se
compartilhar nas redes sociais — indicadas pelo(a) professor(a) — utilize as hashtags
#GeoNaEscolaSP e #Brexit.

13 Reportagem 3. Reino Unido dificulta imigração no pós-Brexit. Fonte: G1, Deutsche Welle, 19 fev. 2020. Disponível
em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/02/19/reino-unido-dificulta-imigracao-no-pos-brexit.ghtml. Acesso
em: 20 out. 2020.
14 Reportagem 4. Reino Unido confirma sistema de pontos para imigração. Fonte: Época Negócios, Agência Ansa, 13

jul. 2020. Disponível em: https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2020/07/reino-unido-confirma-sistema


-de-pontos-para-imigracao.html. Acesso em: 20 out. 2020.
GEOGRAFIA 9

ATIVIDADE 4 – ORGANIZANDO IDEIAS E RETOMANDO CONCEITOS:


UNIÃO EUROPEIA E MERCOSUL
Outra questão que esteve nos noticiários envolvendo a integração entre países e blocos
regionais nos últimos anos refere-se ao acordo firmado entre a União Europeia e o Mercosul.
Para ampliar os seus conhecimentos, leia o texto 115 e os infográficos16. Registre no caderno
palavras, termos e expressões desconhecidas, bem como seus significados.

Texto 1 – Acordo Mercosul: UE deve baratear produtos, mas forçar eficiência e


produtividade
No dia 28 de junho (2019), os comitês negociadores do Mercosul e da União Europeia (UE)
divulgaram em Bruxelas, capital da Bélgica, a conclusão de um ambicioso acordo comercial
envolvendo os dois blocos econômicos. A espinha dorsal das novas regras é a redução
imediata ou gradual de tarifas de importação entre os países europeus e sul-americanos —
em muitos casos, baixando os tributos a zero. Em tese, a reorganização tarifária tornará mais
baratos os produtos agropecuários e industriais abrigados sob o guarda-chuva do acordo.
Negociado ao longo de 20 anos e festejado por ambas as partes como “o maior acordo de
livre comércio da história”.

Infográfico 1

15 Texto 1. Adaptado. Acordo Mercosul - UE deve baratear produtos, mas forçar eficiência e produtividade. Fonte:
VIEIRA, S. Agência Senado, 10 set. 2019. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/infomaterias/2019/
08/acordo-mercosul-ue-deve-baratear-produtos-mas-forcar-eficiencia-e-produtividade. Acesso em: 20 jul. 2020.
16 Infográficos 1 e 2. Fonte: Agência Senado. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/infomaterias/

2019/08/acordo-mercosul-ue-deve-baratear-produtos-mas-forcar-eficiencia-e-produtividade. Acesso em: 20 jul.


2020.
10 CADERNO DO ALUNO

Infográfico 2

Com base nas informações extraídas dos materiais apresentados e em pesquisas


adicionais em livros didáticos, jornais, revistas e sites, responda às questões propostas no seu
caderno.

a) Qual é o principal objetivo do acordo c) Quais produtos da União Europeia


entre a União Europeia e o Merco- terão cotas anuais de importação
sul? pelo Mercosul? Há produtos com
regras especiais? Quais?
b) Quais produtos do Mercosul terão
cotas anuais de importação pela
União Europeia?
GEOGRAFIA 11

d) O acordo entre esses dois blocos f) Crie uma linha do tempo para indicar
econômicos prevê a redução à tarifa os principais acontecimentos relacio-
zero de importantes produtos euro- nados ao acordo entre União Euro-
peus vendidos no Brasil. Quais são peia e Mercosul em 2020 e a prová-
eles? E quais vantagens o Brasil vel tendência para 2021. Destaque
pode ter com essa aproximação? os principais fatos, situações e desa-
fios para implementar as relações
e) Indique que tipo de condições rela- comerciais, entre outras questões.
cionadas às questões ambientais a Se possível, acrescente imagens
União Europeia impôs aos países para fundamentar sua pesquisa.
membros do Mercosul para oficiali-
zar esse acordo. Dê exemplos,
especialmente no caso do Brasil.

Feito isso, sente-se com um(a) colega e compare as linhas do tempo elaboradas. Há algum
evento importante que você ou seu(sua) colega deixou de incluir? Qual? E a tendência que você
projetou para 2021 é a mesma projetada pela sua dupla? Se forem diferentes, qual cenário
projetado vocês consideram mais provável? Por quê?

ATIVIDADE 5 – AUTOAVALIAÇÃO
Reflita sobre esta Situação de Aprendizagem e registre em seu caderno as principais ideias
trabalhadas, os seus aprendizados e destaque o que é necessário revisar. Você chegou a
realizar todas as atividades propostas? Se não, por quê? Quais dificuldades você encontrou ao
longo das atividades? Quais estratégias você utilizou para superá-las?

SAIBA MAIS
Espaço de Aprendizagem — Site oficial da União Europeia —
Disponibiliza para estudantes jogos, concursos e livros de atividades que
permitem conhecer mais sobre a União Europeia.
Fonte: União Europeia. Disponível em: https://europa.eu/learning-corner/play-
games_pt. Acesso em: 16 jul. 2020.
12 CADERNO DO ALUNO

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 – AS TRANSFORMAÇÕES


URBANAS E OS IMPACTOS NOS PROCESSOS PRODUTIVOS
A Situação de Aprendizagem apresenta atividades que visam contribuir para a
compreensão de elementos relacionados à urbanização e às transformações nos processos
produtivos no mundo, em especial no Brasil.

ATIVIDADE 1 – VAMOS DIALOGAR?


Vamos dialogar sobre o processo de urbanização e as transformações ocorridas nos
processos de produção no mundo, em especial no Brasil. Para iniciar o diálogo com os(as)
colegas e o(a) professor(a), considere as seguintes questões:

Todo município é constituído por uma área urbana e outra rural? Explique. Quais são as
características consideradas marcantes de uma área urbana? E de uma área rural? O que
significa urbanização? Que tipos de mudanças contribuíram para transformar as cidades?
Quais são os impactos das transformações urbanas nas diferentes atividades econômicas
(como a agricultura, a indústria e o comércio)?

Registre as principais ideias desse diálogo no seu caderno.


Em seguida, pesquise as atividades econômicas que impulsionaram o processo de
urbanização. Para finalizar, destaque algumas atividades econômicas — presentes nas áreas
urbana e rural — que contribuem para a transformação do espaço geográfico.
Se possível, utilize uma ferramenta digital, como Padlet, e crie um mural dinâmico e
interativo para registrar e compartilhar os resultados da pesquisa. Lembre-se de inserir um título
para o mural, descrever o conteúdo, selecionar as palavras-chave, entre outros elementos
importantes para estruturar a sua postagem. Converse com o(a) professor(a) e verifique se esse
formato é coerente para a turma. Lembre-se de que a proposta é retomar a elaboração desse
mural em outros momentos desta Situação de Aprendizagem.
GEOGRAFIA 13

ATIVIDADE 2 – CONTEXTUALIZANDO: URBANIZAÇÃO NO BRASIL

2.1 POPULAÇÃO URBANA E RURAL NO BRASIL

A processo de urbanização refere-se ao período em que a população urbana cresce mais


do que a população rural. Esse processo ocorreu, e ainda ocorre, de maneira distinta no mundo,
devido a diversas variáveis, fenômenos e dinâmicas, sejam econômicas, políticas, culturais e/ou
ambientais. Como já estudado anteriormente, a Revolução Industrial e os avanços do processo
de industrialização contribuíram para transformar o espaço geográfico e, consequentemente,
impulsionaram o aumento da população urbana em diversos países e continentes.
Nesta atividade, o objetivo é retomar conceitos relacionados ao processo de urbanização
no Brasil. Mas fique atento(a) às orientações do(a) professor(a) no que se refere a outros países
e regiões do mundo. Com o apoio do(a) professor(a), assista ao vídeo 117 (a partir do QR Code
ao lado) e registre as ideias principais no seu caderno.

Vídeo 1. O que é concentração urbana. A produção audiovisual apresenta o


estudo que o IBGE realiza sobre a concentração populacional desde a década
de 1960, quando a urbanização se intensificou no Brasil. Apresenta também, a
definição dos arranjos populacionais: agrupamentos de dois ou mais municípios
com forte integração populacional.

Depois, analise o gráfico 118 e responda às questões propostas:

Gráfico 1: Situação do domicílio da população brasileira de 1940 a


2010, em milhões de habitantes
250
Milhões de habitantes

200

150

100

50

0
1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000 2010

Urbana Rural Total

17 Vídeo 1. O que é concentração urbana. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Explica. Duração:
6’13”. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=G5YsSBc98Po. Acesso em: 14 jul. 2020.
18 Gráfico 1. Situação do domicílio da população brasileira de 1940 a 2010, em milhões de habitantes. Elaborado

especialmente para o Material de Apoio ao Currículo Paulista, com dados do Sistema IBGE de Recuperação Automática
– SIDRA. IBGE, Censo Demográfico 1940/2010. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/home/pimpfbr/brasil. Aces-
so em: 2 dez. 2020.
14 CADERNO DO ALUNO

a) Em que período representado no e) O crescimento populacional é um


gráfico 1 a população rural era maior fenômeno atrelado ao processo de ur-
que a urbana no Brasil? banização, porém eles não são
b) Qual foi a década que marcou o início sinônimos. Diante disso, o que são ar-
do processo de urbanização no ranjos populacionais de acordo com o
Brasil? IBGE?
c) Pesquise em livros didáticos e/ou sites f) Pesquise dados e informações sobre a
sobre os fatos e acontecimentos população urbana e rural do munícipio
históricos do Brasil no período de da sua escola no período de 1940 e
1940 a 2010 que influenciaram as 2010. Depois, compare com gráfico 1
transformações urbanas. Se e comente as semelhanças e
possível, selecione imagens para diferenças.
ilustrar a sua pesquisa.

d) O Brasil pode ser considerado um g) Pesquise dados e informações refe-


país predominantemente urbano? rentes ao crescimento ou ao de-
Justifique sua resposta. créscimo da população urbana e rural
do município da escola entre 2010 e
2020. Se possível, indique o que
motivou o aumento ou redução da
população.

Para saber mais do assunto, acesse o site do IBGE Educa Jovens19 (a partir do
QR Code ao lado) para conhecer dados e informações sobre a população brasileira.

2.2 CARACTERIZAÇÃO DOS ESPAÇOS URBANOS E RURAIS DO BRASIL

Leia o texto 120 e registre no caderno palavras, termos e expressões desconhecidas, bem
como seus significados.

Texto 1 – Espaços urbanos e rurais no Brasil


Conceitos centrais da Geografia, os espaços urbanos e rurais se apresentam na atualidade
com características diversas e são marcados por relações e funções cada vez mais
interligadas, o que evidencia a complexidade na definição de uma abordagem única para sua
delimitação. [...].

19 IBGE Educa Jovens. Disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/18313-popu


lacao-rural-e-urbana.html. Acesso em: 20 out. 2020.
20 Texto 1. Adaptado. Fonte: IBGE. Coordenação de Geografia. Classificação e caracterização dos espaços rurais e

urbanos do Brasil: uma primeira aproximação. Rio de Janeiro: IBGE, 2017. Disponível em: https://biblioteca.ibge.
gov.br/visualizacao/livros/liv100643.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.
GEOGRAFIA 15

As transformações que ocorreram no campo e nas cidades nos últimos 50 anos vêm a
demandar, nos dias de hoje, abordagens multidimensionais na classificação territorial. O rural
e o urbano, enquanto manifestações socioespaciais, se apresentam de forma bastante
complexa e heterogênea, portanto, a identificação de padrões dessas manifestações se
constitui um desafio principalmente ao se considerar a extensão do território brasileiro.
Em relação ao meio rural vale destacar elementos como o aumento das atividades não
agrícolas, a mecanização, a intensificação da pluriatividade, a valorização da biodiversidade,
a expansão do setor terciário e a intensificação de fluxos materiais e imateriais na
caracterização e maior compreensão de suas dinâmicas.
Por outro lado, a intensa urbanização vivenciada no país deve levar em conta hoje não
apenas os processos migratórios como também o fenômeno da periurbanização tanto pela
difusão do modo de vida urbano quanto pela construção de novas zonas residenciais. A
relação entre os espaços urbanos e rurais deve também considerar as ligações urbano-
rurais, que podem ser representadas pelos fluxos de bens, pessoas, recursos naturais,
capital, trabalho, serviços, informação e tecnologia, conectando zonas rurais, periurbanas e
urbanas. Essas conexões são complementares e sinérgicas e impactam na configuração
espacial brasileira. [...].

Agora, dialogue com os(as) colegas e professor(a) com base nas seguintes questões: o
Brasil é predominantemente urbano? O que aproxima os espaços urbanos e rurais no Brasil? O
que caracteriza o fenômeno da periurbanização?
Feito isso, reúna-se com um(a) colega para coletar imagens sobre o espaço urbano e rural
do município da escola, tendo como referência os elementos relacionados às atividades
econômicas. Depois, organize, junto com a turma, uma exposição fotográfica (virtual, por
exemplo). Lembrem-se de criar uma descrição para contextualizar as imagens selecionadas
(máximo de 10 linhas). Conversem com o(a) professor(a) sobre outras possibilidades para essa
apresentação e, se possível, utilizem a ferramenta digital Padlet para compartilhar os resultados
da pesquisa.

ATIVIDADE 3 – PROBLEMATIZANDO: AS MUDANÇAS OCORRIDAS


NOS PROCESSOS PRODUTIVOS
O processo de urbanização e as mudanças técnicas, científicas e informacionais
promoveram transformações significativas nos processos produtivos dos setores da economia.
Analise as imagens 121 e 222 e registre as percepções no seu caderno.

21 Imagem 1. Corte manual da cana de açúcar. Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.
wikimedia.org/wiki/File:Trabalho.JPG. Acesso em: 20 out. 2020.
22 Imagem 2. Corte mecanizado da cana de açúcar. Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.

wikimedia.org/wiki/File:Colhendo_cana.jpg. Acesso em: 20 out. 2020.


16 CADERNO DO ALUNO

Imagem 1 Imagem 2

Agora, sugerimos a leitura compartilhada do texto 223 e, em seguida, uma roda de diálogo
para aprofundamento do tema proposto.

Texto 2 –Tecnologia tira o boia-fria do campo


Trabalho braçal em colheitas de algumas culturas como a cana-de-açúcar foi substituído pela
máquina
O boia-fria, personagem que foi fundamental na agricultura brasileira desde sempre, é,
definitivamente, uma figura em extinção, principalmente a partir dos anos 90 do século
passado. Com o início da mecanização, a mão de obra no campo foi, paulatinamente, sendo
substituída pela máquina. A partir dos anos 2000, a mecanização ganhou automação e mais
uma onda avançou na substituição do emprego braçal na agricultura. Para se ter uma ideia,
no ano passado, o Brasil colheu safra recorde de grãos, 240 milhões, segundo o IBGE. Na
contramão do avanço de produção e produtividade, o número de empregos no setor caiu.
Nos últimos cinco anos, o recuo foi de 1,9%. Em 2012, eram 19,7 milhões de pessoas
empregadas no agronegócio brasileiro. No ano passado, foram 18 milhões de carteiras
assinadas no setor. Para o professor de Economia da Escola Superior de Agricultura Luiz de
Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba, Carlos Eduardo de Freitas Vian, os benefícios dessa
nova realidade são o fim do trabalho insalubre e sazonal da colheita manual para muitas
culturas e o aumento médio do salário pago ao trabalhador do campo. Para o professor, resta
saber o que está sendo feito dos ex-boias-frias.

Após a leitura, responda às questões propostas:

23 Texto 2. Tecnologia tira o boia-fria do campo. Fonte: FERRAZ JR., Jornal USP, 13 jun. 2018. Disponível em:
https://jornal.usp.br/atualidades/tecnologia-tira-o-boia-fria-do-campo/. Acesso em 14 jul. 2020.
GEOGRAFIA 17

a) Comente as diferenças na colheita da dáticos e/ou sites, o significado desse


cana-de-açúcar, evidenciadas pelas conceito. Em seguida, identifique no
imagens 1 e 2. texto a frase que trata desse fenô-
meno.
b) É possível afirmar que as mudanças e) Considerando o conceito de
técnicas e científicas transformaram desemprego estrutural, dialogue com
os espaços rurais? Justifique sua os(as) colegas e professor(a) com
resposta. base nas seguintes questões: apenas
c) O texto faz referência às relações de no espaço rural podemos encontrar
trabalho e às mudanças nos pro- evidências do desemprego estrutu-
cessos produtivos do setor primário ral? Comente sua resposta. Em
da economia. Aponte aspectos posi- qual(is) setor(es) da economia esse
tivos e negativos relacionados às fenômeno se manifesta com maior in-
transformações ocorridas nesse
tensidade? Pesquise e apresente e-
setor no Brasil.
xemplos de profissões que foram im-
d) O texto aborda uma das maiores pactadas com as mudanças provo-
problemáticas relacionadas ao pro- cadas pelos avanços tecnológicos nos
cesso de urbanização, o desempre-
espaços rurais.
go estrutural. Pesquise, em livros di-

ATIVIDADE 4 – ORGANIZANDO IDEIAS: CRESCIMENTO


POPULACIONAL
4.1 OS PROBLEMAS URBANOS PROVOCADOS PELO CRESCIMENTO POPULACIONAL

Leia o texto 324 e registre no caderno palavras, termos e expressões desconhecidas, bem
como seus significados.

Texto 3
Com o intenso e contínuo processo de urbanização em todo mundo as cidades vêm
crescendo e concentrando numerosa população, fazendo com que, em 2007, pela primeira
vez, a população urbana ultrapassasse a rural em níveis mundiais, segundo a ONU25.
Atualmente, 54% da população mundial vive em cidades, e a expectativa é que em meados
deste século esse percentual suba para 66%, segundo projeções das Nações Unidas. Nos
últimos 20 anos, houve um forte aumento do número de grandes e megacidades no mundo
— sendo as cidades grandes aquelas com 5 milhões a 10 milhões de habitantes, e as mega-

24Texto 3. Elaborado especialmente para o Material de Apoio ao Currículo Paulista.


25 ONU NEWS, 19 abr. 2007. Pela primeira vez, população urbana supera a rural no mundo. Disponível em:
https://news.un.org/pt/story/2007/04/1267511-pela-primeira-vez-populacao-urbana-supera-rural-no-mundo.
Acesso em 15 jul. 2020.
18 CADERNO DO ALUNO

cidades aquelas com mais de 10 milhões de habitantes26.


Enquanto em 1995 havia 22 grandes cidades e 14 megacidades no mundo, em 2015 esse
número era de 44 e 29, respectivamente. A maior parte das megacidades está localizada em
países em desenvolvimento, tendência que deve continuar já que muitas cidades de Ásia,
América Latina e África devem se tornar megacidades até 2030, segundo o relatório
“Cidades do Mundo” divulgado pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos
Humanos (ONU-Habitat) 27.

Diante desse cenário, de um planeta com maioria da população vivendo em cidades,


propomos uma reflexão sobre os principais desafios enfrentados nas áreas urbanas. Com o apoio
do(a) professor(a), analise as imagens 328 e 429 e registre as percepções no seu caderno.

Imagem 3. Engarrafamento na Imagem 4. Aglomerado subnormal


Índia, Ásia no Rio de Janeiro, Brasil

Depois, assista aos vídeos 230 e 331, e continue registrando as ideias principais e eventuais
dúvidas sobre os temas abordados.

26
ONU, 25 maio 2016. Atual modelo de urbanização é insustentável, diz ONU-Habitat em relatório. Disponível em:
https://brasil.un.org/pt-br/73154-atual-modelo-de-urbanizacao-e-insustentavel-diz-onu-habitat-em-relatorio.
Acesso em: 27 nov. 2020.
27 Fonte: Relatório das cidades mundiais 2016. Disponível em: http://wcr.unhabitat.org/. Acesso em: 15 jul. 2020.
28 Imagem 3. Engarrafamento na Índia. Fonte: Pixabay. Disponível em: https://pixabay.com/pt/photos/engarrafa

mento-tr%C3%A1fego-%C3%ADndia-rua-388924/. Acesso em: 16 jul. 2020.


29 Imagem 4. Aglomerado Subnormal no Rio de Janeiro, Brasil. Fonte: Pixabay. Disponível em: https://pixabay.

com/pt/photos/rio-de-janeiro-brasil-favela-3549794/. Acesso em: 16 jul. 2020.


30 Vídeo 2. Mega Cidades. Fonte: Matéria de Capa - TV Cultura, 12 jun. 2016. Duração: 26’57”. Disponível em: https://tv

cultura.com.br/videos/54114_materia-de-capa-megacidades-12-06-2016.html. Acesso em: 16 jul. 2020.


31 Vídeo 3. Crescimento das cidades e a periferização. Fonte: Canal Futura, 1 jun. 2015. Duração: 13’. Disponível em:

https://www.youtube.com/watch?v=puIh8Hr8tX4. Acesso em: 16 jul. 2020.


GEOGRAFIA 19

Vídeo 2 – Megacidades Vídeo 3 – Crescimento das


cidades e a periferização

Para finalizar a etapa de acesso aos materiais de apoio do item 4.1, leia o texto 432 e
registre no caderno palavras, termos e expressões desconhecidas, bem como seus significados.
A partir da análise das imagens, leitura do texto e dos vídeos, responda às questões
propostas no seu caderno.

Texto 4 – Junto com as megacidades temos megaproblemas, diz colunista


Desde 2000 há uma profusão dessas cidades, que têm população composta de mais de 10
milhões de habitantes.
Na coluna desta semana, Arbix fala sobre as megacidades. Como comportam uma grande
quantidade de pessoas aglomeradas, com seus surgimentos, trazendo benefícios e
malefícios para a sociedade.
O professor cita como vantagens dessas grandes cidades a diversidade social, as
oportunidades de emprego e negócio, a educação de melhor nível, além da importância que
elas têm no desenvolvimento econômico e na área da inovação.
Apesar de tudo isso, um indicativo de que nem tudo são flores é que, até ano passado, das
33 megacidades do mundo, 26 estão localizadas nos países emergentes, explica Arbix.
Quando é feita uma análise, nota-se que, mesmo com altos índices de desenvolvimento
econômico, essas megacidades dos países em desenvolvimento não são tão produtivas, têm
taxas consideráveis de desemprego etc. “Juntamente com essas megacidades nós temos
megaproblemas”, reforça. [...].

a) As imagens 3 e 4 ilustram alguns dos c) Comente a afirmação do especialista


problemas enfrentados das grandes entrevistado no texto 4: “Juntamente
cidades. Quais são eles? com essas megacidades nós temos
megaproblemas”.

b) O texto 4 aborda o termo d) No vídeo 2 há a seguinte afirmação:


“megacidades”. Converse com o(a) “A administração das áreas urbanas
professor(a) e colegas a respeito do é um dos maiores desafios do século
termo e, se necessário, pesquise XXI”. Quais são as tarefas e os
informações e dados em livros didá- problemas recorrentes nas grandes
ticos disponíveis na escola e/ou em cidades que precisam ser solucio-
sites da internet. Registre as ideias nados?
principais.

32Fonte: ARBIX, G. Jornal da USP, 15 abr. 2019. Disponível em: https://jornal.usp.br/atualidades/junto-com-as-


megacidades-nos-temos-megaproblemas-diz-colunista/. Acesso em: 16 jul. 2020.
20 CADERNO DO ALUNO

e) O vídeo 3 apresenta informações e f) Pesquise informações e dados em


dados sobre como ocorre o cres- livros didáticos disponíveis na escola
cimento das cidades brasileiras. e/ou sites referentes a uma mega-
Indique qual é a forma mais comum cidade e descreva suas caraterísticas,
de crescimento urbano brasileiro e os desafios enfrentados por ela e as
quais são os problemas que essa políticas/ações desenvolvidas para
forma traz para a população, em sanar ou minimizar esses problemas
especial para as classes menos fa- urbanos.
vorecidas.

4.2 CIDADES INCLUSIVAS, SEGURAS, RESILIENTES E SUSTENTÁVEIS

Tornar as cidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis é um grande desafio


da atualidade e está na pauta da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e dos 17
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com apoio do(a) professor(a), assista ao
vídeo 433 e acesse o Dossiê Agenda 2030 da ONU34, publicado pela Revista ComCiência, da
Unicamp.

Vídeo 4. Cidades Sustentáveis – A produção audiovisual apresenta o conceito


de Cidades Sustentáveis que está contemplado no Objetivo de Desenvolvimento
Sustentável - ODS11: “Cidades e comunidades sustentáveis”, da Agenda 2030
da ONU.

Dossiê Agenda 2030 da ONU – Apresenta elementos relacionados ao debate


sobre as cidades “inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis”, os espaços
públicos e os processos de segregação socioespacial.

Siga as orientações do(a) professor(a) e, em grupo, elaborem um vídeo para apresentar


propostas de como tornar as cidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.
Aproveitem para pesquisar e indicar práticas e espaços sustentáveis já existentes na sua escola,
na sua casa e na sua comunidade/município.
Lembrem-se de que o vídeo deve conter título, desenvolvimento e conclusão. Feito isso,
participem de uma roda de diálogo com a turma e o(a) professor(a) para socializar as ideias. Se
possível, utilizem a ferramenta digital Padlet para compartilhar o vídeo com a turma.

33 Vídeo 4. Cidades Sustentáveis. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Explica, 19 jul. 2017.
Duração: 5:13. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=am2WOYu4iFc&t=186s. Acesso 17 jul. 2020.
34 Dossiê Agenda 2030. Fonte: Revista ComCiência. Disponível em: http://www.comciencia.br/criar-melhores-

cidades-implica-resolver-questao-do-automovel-do-terreno-periferico-caro-e-do-condominio-e-seus-muros/. A-
cesso em: 16 jul. 2020.
GEOGRAFIA 21

ATIVIDADE 5 – RETOMANDO CONCEITOS: AGLOMERADOS


SUBNORMAIS
Nesta etapa, participe, com os(as) colegas do seu grupo, de uma investigação sobre os
aglomerados subnormais no Brasil. De acordo com o IBGE, os aglomerados subnormais são
conhecidos por diversos nomes, como favelas, invasões, grotas, baixadas, comunidades, vilas,
ressacas, loteamentos irregulares, mocambos e palafitas, entre outros35. Para pesquisar sobre
o tema, siga as orientações do(a) professor(a) e do roteiro a seguir:

Etapa 1 – Aglomerados subnormais no Estado de São Paulo.


Investiguem a localização dos principais aglomerados subnormais no Estado de São Paulo
– os tipos de moradia e o perfil socioeconômico dos(as) moradores(as), incluindo a
escolaridade e o tipo de ocupação.

Etapa 2 – Aglomerados subnormais no Brasil.


Investiguem a localização dos principais aglomerados subnormais no Brasil; os tipos de
moradias e o perfil socioeconômico dos(as) moradores(as), incluindo a escolaridade e o
tipo de ocupação.

Para auxiliar na sistematização desta atividade, sugerimos a elaboração de um quadro-


síntese e de dois mapas para representar a distribuição dos aglomerados subnormais. Para
finalizar, combinem com o(a) professor(a) o formato de apresentação da atividade. Se possível,
utilizem a ferramenta digital Padlet, para registrar os resultados da pesquisa.

ATIVIDADE 6 – AUTOAVALIAÇÃO
Reflita sobre esta Situação de Aprendizagem e registre em seu caderno as principais ideias
trabalhadas, os seus aprendizados e destaque o que é necessário revisar. Você chegou a
realizar todas as atividades propostas? Se não, por quê? Quais dificuldades você encontrou ao
longo das atividades? Quais estratégias você utilizou para superá-las?

35 Aglomerados Subnormais. Fonte: IBGE. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/geociencias/organizacao-do-


territorio/tipologias-do-territorio/15788-aglomerados-subnormais.html?=&t=o-que-e. Acesso em: 20 out. 2020.
22 CADERNO DO ALUNO

SAIBA MAIS
Futuro das Cidades — Trata-se de um especial produzido pela Rede
Vanguarda, filial da Rede Globo no Vale do Paraíba. O projeto divide-se em
três partes: bloco 1 - Cidade Inteligente, projetos em desenvolvimento pelas
autoridades e iniciativas de moradores para o futuro no Vale do Paraíba; bloco
2 – Cidade do Futuro, sobre a cidade de Songdo, na Coréia do Sul, que conta
com soluções inteligentes para reduzir os impactos ao meio ambiente e
proporcionar mais qualidade de vida para os seus moradores; bloco 3 –
Felicidade, uma reflexão sobre comprometimento, participação e
colaboração das pessoas.
Fonte: G1, 12 dez. 2015. Disponível em: http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-
regiao/o-futuro-das-cidades/2015/noticia/2015/12/veja-o-especial-futuro-
das-cidades.html. Acesso em: 16 jul. 2020.

Programa Município Verde Azul (PMVA) — Tem como propósito de


medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e
valorização da agenda ambiental nos municípios. O objetivo do PMVA é
estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas
políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado
de São Paulo.
Fonte: Secretaria de Estado do Meio Ambiente, atual Secretaria de Infraestrutura e
Meio Ambiente. Disponível em: https://www.infraestruturameioambiente.sp.
gov.br/verdeazuldigital/. Acesso em: 20 out. 2020.
GEOGRAFIA 23

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO


COORDENADORIA PEDAGÓGICA – COPED
Coordenador
Caetano Pansani Siqueira
Diretora do Departamento de Desenvolvimento
Curricular e de Gestão Pedagógica – DECEGEP
Viviane Pedroso Domingues Cardoso
Diretora do Centro de Ensino Médio – CEM
Ana Joaquina Simões Sallares de Mattos Carvalho
Diretora do Centro de Anos Finais do Ensino Fundamental – CEFAF
Patricia Borges Coutinho da Silva
Assessoria Técnica
Bruno Toshikazu Ikeuti, Isaque Mitsuo Kobayashi e Danielle Christina Bello de
Carvalho

ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS – GEOGRAFIA


Organização:
Andréia Cristina Barroso Cardoso
Mariana Martins Lemes
Milene Soares Barbosa
Sergio Luiz Damiati
(Integrantes da Equipe Curricular de Geografia - SEDUC/COPED/CEFAF/CEM)

Redação:
Andréia Cristina Barroso Cardoso – SEDUC/COPED/Equipe Curricular de Geografia
Mariana Martins Lemes – SEDUC/COPED/Equipe Curricular de Geografia
Milene Soares Barbosa – SEDUC/COPED/Equipe Curricular de Geografia
Sergio Luiz Damiati – SEDUC/COPED/Equipe Curricular de Geografia
Laís Barbosa Moura Modesto – SEDUC/COPED
André Baroni – PCNP da D.E. Ribeirão Preto
Alexandre Cursino Borges Júnior – PCNP da D.E. Guaratinguetá
Beatriz Michele Moço Dias – PCNP da D.E. Taubaté
Bruna Capóia Trescenti – PCNP da D.E Itu
Daniel Ladeira Almeida – PCNP da D.E. São Bernardo do Campo
Camilla Ruiz Manaia – PCNP da D.E. Taquaritinga
Cleunice Dias de Oliveira Gaspar – PCNP da D.E. São Vicente
Cristiane Cristina Olímpio – PCNP da D.E. Pindamonhangaba
Dulcinéa da Silveira Ballestero – PCNP da D.E. Leste 5
Elizete Buranello Perez – PCNP da D.E. Penápolis
Maria Julia Ramos Sant’Ana – PCNP da D.E. Adamantina
Márcio Eduardo Pedrozo – PCNP da D.E. Americana
Patrícia Silvestre Águas
Regina Célia Batista – PCNP da D.E. Piraju
Roseli Pereira De Araujo – PCNP da D.E. Bauru
Rosenei Aparecida Ribeiro Libório – PCNP da D.E. Ourinhos
Sandra Raquel Scassola Dias – PCNP da D.E. Tupã
Sheila Aparecida Pereira de Oliveira – PCNP da D.E. Leste 2
Shirley Schweizer – PCNP da D.E. Botucatu
Simone Regiane de Almeida Cuba – PCNP da D.E. Caraguatatuba
Telma Riggio – PCNP da D.E. Itapetininga
Viviane Maria Bispo – PCNP da D.E. José Bonifácio.

Leitura crítica, revisão geral e validação (versão 2021):


Andréia Cristina Barroso Cardoso
Mariana Martins Lemes
(Integrantes da Equipe Curricular de Geografia - SEDUC/COPED/CEFAF)

Revisão Conceitual:
Joelza Ester Domingues

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO S/A – IMESP (2020)


Projeto Gráfico
Fernanda Buccelli e Ricardo Ferreira
92

Secretaria de Educação