Você está na página 1de 71

PROGRAMA DE PREVENÇÃO

DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA

LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS


DO TRABALHO

LTCAT

2013

EMPRESA: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS


DE DECORAÇÃO LTDA
ENDEREÇO: RS 130, KM 70 S/Nº
BAIRRO MOINHOS
LAJEADO - RS
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

1) OBJETIVO
o
1.1 O P.P.R.A. tem por objetivo atender o que preceitua a Portaria MTb/SSST n 025 de
29/12/94, publicada no D.O.U. do dia 30/12/94, a qual modifica a NR-9 da Portaria 3.214/78.
Esta NR visa estabelecer a obrigatoriedade da elaboração e implementação de um
programa, visando a preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da
antecipação, reconhecimento, avaliação e controle da ocorrência dos riscos ambientais
existentes ou que venham a existir futuramente no ambiente de trabalho, levando em
consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.
1.2 Este trabalho também tem por objetivo atender o que preceitua o Decreto n° 3.048
publicado no DOU de 06/05/99, o qual fixa parâmetros para o Regulamento dos Benefícios
da Previdência Social, no que tange a exposição a agentes nocivos à saúde, de forma que
indiquemos ou não as funções /atividades com direito a Aposentadoria Especial, se as
atividades são insalubres dentro do processo produtivo da empresa e atender a
INSTRUÇÃO NORMATIVA 78/2002 que: Institui o modelo do Perfil Profissiográfico
Previdenciário - PPP – anexo XV; que será elaborado com base no Laudo Técnico das
Condições Ambientais do Trabalho: L.T.C.A.T.. As interpretações constantes do presente
trabalho estão baseadas nas observações e dados colhidos quando de nossas inspeções,
bem como pelas informações prestadas pelos funcionários. Quaisquer modificações no
processo, equipamentos ou edificações da empresa, mesmo para neutralizar, diminuir ou
eliminar os agentes nocivos à saúde e/ou insalubres, poderão alterar os valores e conceitos
apresentados. O INSS, através da Lei n° 9.732 de 14/12/98, implementou o acréscimo das
alíquotas do Seguro Acidente do Trabalho – SAT, proporcionais à redução do tempo de
trabalho, conforme abaixo:
12% para atividade que enseje aposentadoria após 15 anos de contribuição;
9% para atividade que enseje aposentadoria após 20 anos de contribuição;
6% para atividade que enseje aposentadoria após 25 anos de contribuição;
Os acréscimos acima descritos incidem exclusivamente sobre a remuneração(folha de
pagamento) do (s) segurado (s) sujeito (s) às condições especiais, mas somente a eles. Os
demais ficam inalterados.
Finalmente, cabe ressaltar que:
O direito à Aposentadoria Especial, regulamentada pelo Ministério da Previdência,
independe do direito ao Adicional de Insalubridade e/ou Periculosidade imputado pela
Portaria 3.214/78 do ministério do Trabalho e Emprego. Assim , casos em que o
funcionário recebe adicional de insalubridade ou periculosidade, não quer dizer que
necessariamente tenha direito à Aposentadoria Especial. São Legislações totalmente
distintas e com critérios diferenciados.
É fundamental o correto preenchimento da GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e
Informações à Previdência Social, especialmente no que se refere ao campo 33 do
respectivo formulário. Para tanto, a empresa deverá se basear neste Laudo Técnico;
Com base nas tarefas e condições de trabalho descritas no Levantamento de Riscos,
concluímos que as mesmas não podem ser classificadas como ATIVIDADE ESPECIAL, eis
que não se constatou exposição a agentes de natureza física, química ou biológica que, por
sua intensidade, duração ou freqüência, permitam o enquadramento no Decreto 3.048, de
06 maio de 1999, em seu Anexo IV (Código: 00).
Conforme Instrução Normativa SRP número 3, de 14/07/2005, artigo 381, o LTCAT pode
ser substituído pelo PPRA.

1
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

SUMÁRIO

1. OBJETIVO ............................................................................................... PÁG. 01

2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA ............................................................. PÁG. 03

3. AVALIADOR RESPONSÁVEL ................................................................. PÁG. 03

4. LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS ........................................ PÁG. 04

4.1. Considerações Preliminares ........................................ PÁG. 04


4.2. Análise da Nrs ............................................................. PÁG 04
4.3. Atividades exercidas nos vários setores ...................... PÁG. 15
4.4. Reconhecimento dos Riscos Ambientais...................... PÁG. 53

5. MEDIDAS DE CONTROLE ...................................................................... PÁG. 57

6. PLANEJAMENTO E CRONOGRAMA .................................................... PÁG. 58

7. ANTECIPAÇÃO DE RISCOS ................................................................... PÁG. 63

8. DIVULGAÇÃO DOS DADOS E ADEQUAÇÃO DO PPRA....................... PÁG. 63

9. BIBLIOGRAFIA ........................................................................................ PÁG. 63

10. APARELHAGEM UTILIZADA ................................................................ PÁG. 63

ANEXO 1: DOSIMETRIAS ........................................................................... PÁG. 65

2
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

2) IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA

RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE


DECORAÇÃO LTDA
CNPJ: 91.155.424/0001-80
INSC. ESTADUAL:
ENDEREÇO: RS 130, Km 70 s/nº - Bairro Moinhos - Lajeado – RS
FONE: 51 3748 3622

CLASSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES:
ATIVIDADE: 31 Fabricação de Móveis
31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira.

GRAU DE RISCO: 3

3) AVALIADOR RESPONSÁVEL
ANGELO MARCELO HEINECK
Engº de Segurança do Trabalho
CREA/RS -79792

3
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

4) LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Relatório conclusivo da inspeção realizada na sede da empresa REEPS


INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO LTDA,
através da análise dos riscos ambientais, com observância dos dispositivos legais
vigentes.

4.1) CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES:


A matéria relativa à Segurança e Medicina do Trabalho está disciplinada no
capítulo V do Título II da Consolidação das Leis do Trabalho, alterado pela Lei nº
6.514/77, e regulamentada pela Portaria 3.214/78, através das respectivas Normas
Regulamentadoras (NR’s).
Com base nos preceitos legais vigentes, passamos a analisar os aspectos
relativos à matéria, objetivo do presente trabalho, aplicáveis à empresa
inspecionada, considerando sua classificação de acordo com as normas expedidas
pelo Ministério do Trabalho, em razão do número de empregados e a natureza do
risco de suas atividades.
Para tanto, foram efetuados os devidos levantamentos, em todos os setores da
empresa, sempre na companhia dos empregados que prestaram informações a
respeito das atividades desenvolvidas.

4.2) ANÁLISE DAS NORMAS RELATIVAS À SEGURANÇA E


MEDICINA DO TRABALHO
Através da Portaria 3.214, de 08 de Junho de 1978, foram aprovadas as Normas
Regulamentadoras do Capítulo V, Título II, da CLT, relativas à Segurança e
Medicina do Trabalho, disciplinando sua aplicação às empresas. Sendo assim,
passaremos a analisar as NR’s e sua aplicabilidade na empresa em questão, onde
temos:

4
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR-4 - SERVIÇOS ESPEC. EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E


MEDICINA DO TRABALHO
Segundo o preceito contido na NR em questão, as empresas que possuam
empregados regidos pela CLT, manterão, obrigatoriamente, Serviços Especializados
em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, na forma estabelecida,
considerando a graduação do risco da atividade principal da empresa e o número
total de empregados existente, conforme demonstrativos constantes no quadro II,
que integram a referida Norma (NR-4).
A empresa inspecionada, com grau de risco classificado sob número 3 e
considerando que o número de empregados que compõe o quadro da empresa é de
59, não necessita manter em seu quadro funcional nenhum membro do SESMT.

NR-5 - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES -


CIPA
O dimensionamento da referida comissão está vinculado à Classificação
Nacional de Atividades Econômicas - CNAE e ao número de funcionários. A
empresa necessita manter CIPA conforme a presente NR.
A empresa atualmente possui 59 funcionários. A CIPA tem como objetivo
observar e relatar condições de risco nos ambientes de trabalho e solicitar medidas
para reduzir ou até eliminar os riscos existentes e/ou neutralizar os mesmos, discutir
os acidentes ocorridos, encaminhando aos Serviços Especializados em Engenharia
de Segurança e em Medicina do Trabalho e ao empregador o resultado da
discussão, solicitando medidas que previnam acidentes semelhantes e, ainda,
orientar os demais trabalhadores quanto à prevenção de acidentes.
A empresa inspecionada se enquadra nas condições supra mencionadas e
deverá manter CIPA em de acordo com esta NR.

NR-6 - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI


A empresa fornece, para os funcionários somente EPI’s homologados pelo Mtb,
ou seja, todos os equipamentos fornecidos possuem C.A., conforme preceitua a
esta NR.
5
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

O fornecimento do EPI é obrigatório, eis que não é possível adotar medidas de


proteção coletiva.
Com isto, os EPI’s foram adotados para proteção contra os riscos de acidentes
e/ou doenças profissionais do trabalho, durante o período em que as medidas de
proteção coletivas (se possível) estiverem sendo implantadas ou para atender
situações emergenciais.
A empresa fornece os EPI’s: (Protetor Auricular, Luvas Nitrílicas, Luva de Raspa
de Couro, Creme de Proteção, Óculos de Segurança, Calçado de Segurança,
Respirador PFF1, Respirador para Vapores Orgânicos, Respirador para Solda P2,
Avental de PVC, Avental de Raspa de Couro, Máscara para Solda e etc.) aos
empregados gratuitamente em perfeito estado de funcionamento e conservação,
adequando os mesmos aos riscos inerentes às atividades exercidas pelos mesmos.
Salientamos que o empregado deve trabalhar calçado ficando proibido o uso de
tamancos, sandálias e chinelos. Salientamos também que os funcionários que
realizam serviços em altura superior a 2 (dois) metros deverão receber
equipamentos e treinamento quanto ao uso correto.
A comprovação do fornecimento deve ser realizado através do "Recibo de EPI",
onde consta a relação dos EPI’s entregues ao empregado, a data da entrega,
orientações sobre a obrigatoriedade, o modo de uso e informações sobre as
sanções impostas no caso do não uso, que constitui ato faltoso, passível de
rescisão por justa causa, devidamente assinado pelo empregado, atestando o
efetivo recebimento.
Sabemos que não basta, entretanto, a empresa fornecer os EPI’s adequados, é
necessário que determine, controle e fiscalize o uso dos mesmos, sob pena de ser
autuada pelo descumprimento da NR-6.

Recomendações:
v Manter os funcionários treinados sobre utilização de EPIs.
v Os empregados devem trabalhar de calçado fechado ficando proibido o uso
de chinelos, sandálias e tamancos na produção.
v Fazer obrigatório o uso do cinto de segurança para todo o trabalho realizado
acima de 2m de altura.
v Fornecer somente EPI com CA (Certificado de Aprovação).
6
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

v Registrar na ficha de EPI todo EPI entregue.


v Fornecer aos funcionários os EPI’s indicados para cada função no PPRA.
v Tornar obrigatório o uso de EPIs.
v Controlar o uso de EPI’s de funcionários de empresas terceirizadas.
v Comunicar a Heineck Consultoria, sempre que houver uma nova contratação.
Para que a mesma possa realizar o Treinamento de Integração com o
funcionário contratado.

NR-7 PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE


OCUPACIONAL

Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade da elaboração


e implementação, por parte de todos os empregados e instituições que admitam
trabalhadores como empregados, do Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional - PCMSO, com o objetivo de promoção e preservação da saúde do
conjunto dos seus trabalhadores.
A empresa possui PCMSO e é coordenado pela empresa UNIMED.

NR-8 - EDIFICAÇÕES
Estabelece os requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas
edificações, para garantir segurança e conforto aos que nela trabalham. Assim,
temos:
· altura mínima de 3 metros de pé direito, do piso ao teto;
· pisos sem saliências nem depressões, possibilitando a circulação das
pessoas e a movimentação dos materiais;
· aberturas nos pisos e paredes, protegidas, impedido a queda de pessoas
ou objetos;
· os pisos, escadas e rampas devem oferecer resistência suficiente para
suportar cargas móveis e fixas;
· escadas e rampas fixas devem ser construídas, de acordo com as normas
técnicas oficiais e mantidas em perfeito estado de conservação;
· nos locais (corredores, passagens, escadas, etc...) onde houver perigo de
escorregamento, devem ser empregados materiais antiderrapantes;
7
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

· os andares acima do solo, que não forem vedados por paredes externas,
devem dispor de guarda-corpo de proteção contra quedas.
Além destes requisitos técnicos, deverão ser observadas também, formas de
proteção contra intempéries, de acordo com as normas relativas à resistência ao
fogo, isolamento térmico, isolamento e condicionamento acústico, resistência
estrutural e impermeabilidade.

Recomendações:
v Manter locais limpos e organizados.
v Instalar guarda corpo na escada de aceso a sala dos gerentes.
v Manter o portão da Expedição fechado, quando não estiver ocorrendo
carregamento ou descarregamento de material.

NR-10 - INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE


Esta norma fixa condições mínimas exigíveis para garantir a segurança dos
empregados que trabalham em instalações elétricas e em suas diversas etapas.
Registra-se que a empresa não possui nenhum profissional qualificado para
trabalhar em instalações elétricas, portanto os funcionários da empresa não deverão
realizar atividades com energia elétrica.

Recomendações:
v Aterrar todos os equipamentos;
v Somente os profissionais habilitados com possuam o curso de NR-10 poderão
executar serviços em eletricidade;
v As empresas que prestam serviços nesta área para a empresa Reeps
Indústria e Comércio de Móveis e Artigos de Decoração Ltda, também
deverão atender a NR-10, sendo que a habilitação dos funcionários da
empresa contratada deverá ser anexada ao contrato de prestação de serviços
ou apresentada antes do início do serviço;
v Realizar Prontuário e Laudo elétrico conforme NR-10.

8
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR- 11- TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE


MATERIAIS.

Esta NR determina norma de segurança para a operação de equipamentos


utilizados para a movimentação de materiais tais como talhas, empilhadeiras,
transportadores de diversos tipos, elevadores de carga, armazenamento de
materiais.

· Subitem 11.3.2. O material armazenado deverá ser disposto de forma a


evitar a obstrução de portas, equipamentos contra incêndio, saídas de
emergências etc.
· Subitem 11.3.3. Material empilhado deverá ficar afastado das estruturas
laterais do prédio a uma distância de pelo menos 50 (cinqüenta) centímetros.
· Subitem 11.3.4. A disposição da carga não deverá dificultar o trânsito, a
iluminação, o acesso às saídas de emergência.
· Subitem 11.3.5. O armazenamento deverá obedecer os requisitos de
segurança especiais a cada tipo de material.

NR-12 - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS


Dispõe sobre os critérios de segurança para a instalação de máquinas e
equipamentos e das áreas de trabalho onde são instalados.

Recomendações:
v Reparos, limpezas ou ajustes em máquinas ou equipamentos, deverão ser
realizados com a chave geral de energia elétrica desligada e sinalizada. Fica
expressamente proibido aos funcionários, que trabalham em máquinas e
equipamentos, realizarem qualquer tipo de reparo emergencial ou que envolva
conhecimento mecânico e/ou elétrico.
v Treinar todos os funcionários antes de operarem qualquer equipamento;
v Instalar proteções nas máquinas conforme NR-12;
v Sinalizar e bloquear os comandos de máquinas e equipamentos durante
limpeza ou manutenção (ou outras atividades) com a seguinte identificação
“PERIGO – Não ligue – homens trabalhando”. As máquinas e

9
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

equipamentos deverão permanecer sempre desligados e bloqueados durante


a realização destas atividades.
v As máquinas e equipamentos deverão permanecer sempre desligados
durante a realização de lubrificações, limpezas;
v Proibir o uso de cabelos longos soltos ou simplesmente amarrados, devendo
estar presos e cobertos por toucas ou similares, sempre que houver atividade
em máquina e/ou equipamento ou outra situação que possa haver risco de
acidente;

NR-13 - CALDEIRAS E RECIPIENTES SOB PRESSÃO


Trata dos aspectos relativos à utilização de equipamentos que trabalham sob
pressão, impondo para tanto: a observância de limite de tolerância permissível
quanto ao maior valor de pressão efetiva; a utilização de dispositivos de segurança;
a freqüente atualização dos dados que constituem o histórico da vida útil dos
equipamentos e especificações técnicas relativas para fins de segurança; critérios
para instalação dos equipamentos; exigência de inspeções periódicas nos
equipamentos por profissional habilitado e treinamento obrigatório para operadores.
A empresa possui 05 (cinco) equipamentos que se enquadram na referida norma,
que são:
- Schulz S/A Nº C-301891
- Schulz S/A Nº C-062006
- Schulz S/A Nº C-065953
- Schulz S/A Nº C-065958
- Schulz S/A Nº C-109895
Todos estão localizados na casa dos compressores.

Recomendações:
v Manter inspeções nos compressores em conformidade com a NR13.
v Atender as recomendações que constam nos laudos de inspeções.

10
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR-15 - ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES (Anexos 1 a 14)


Consideram-se atividades insalubres aquelas, que, por sua natureza, condições
ou métodos de trabalho, exponham os empregados a agentes nocivos à saúde,
acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza, intensidade do agente
e do tempo de exposição aos seus efeitos. Posteriormente faremos à análise destes
agentes, com as possíveis soluções coletivas e/ou individuais para neutralizá-los.

NR-16 - ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS


São consideradas atividades e operações perigosas as constantes dos Anexos
nº 1 e 2 desta NR, EXPLOSIVOS e INFLAMÁVEIS, respectivamente. Também,
temos as atividades e operações perigosas com RADIAÇÕES IONIZANTES ou
SUBSTÂNCIAS RADIOATIVAS, Anexo acrescentado pela Portaria 3393/87.
São consideradas em condições de periculosidade as atividades ou operações
executadas com explosivos sujeitos a: degradação química ou autocatalítica; ação
de agentes exteriores, tais como calor, umidade, faíscas, fogo, fenômenos sísmicos,
choque e atritos. Entretanto a empresa não deposita nem muito menos manipula
com tais produtos.
As operações de transporte de inflamáveis líquidos ou gasosos liquefeitos, em
quaisquer vasilhames e a granel, são considerados em condição de periculosidade,
com exclusão para o transporte em pequenas quantidades, até o limite de 200 litros
para os inflamáveis líquidos e 135 kg para os inflamáveis gasosos liquefeitos. As
quantidades de inflamáveis, contidas nos tanques de consumo próprio dos veículos
não serão consideradas para efeito desta Norma.
Por ocasião do levantamento, não constatamos a presença de inflamáveis
capazes de se caracterizarem como áreas de risco acentuado.
Atualmente na empresa o funcionário Airton Cecílio de Jesus, que tem acesso ao
depósito de inflamáveis da empresa, recebe adicional de periculosidade.
O quadro de funcionários que recebem adicional de periculosidade, poderá
sofrer alterações conforme contratações e desligamentos da empresa.

Recomendações:
v Manter a quantidade de inflamáveis líquidos sempre inferior a 200 litros.

11
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

v Pagar adicional de periculosidade para mais um funcionário. Assim o mesmo


será autorizado a entrar no depósito de inflamáveis.
v Realizar descarte ou armazenamento de produtos inflamáveis não utilizados,
que estão no almoxarifado e no setor de pintura.

NR-17 - ERGONOMIA
Esta Norma Regulamentadora visa estabelecer os parâmetros que possibilitam a
adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos
trabalhadores, de forma a proporcionar o máximo de conforto, segurança e
desempenho eficiente. Trata dos aspectos que envolvem o levantamento, transporte
e descarga de materiais, o mobiliário, os equipamentos, as condições ambientais do
posto de trabalho e a própria organização do trabalho. Consta no item
“Reconhecimento dos Riscos Ambientais” deste PPRA somente a questão do
iluminamento.

Recomendações:
v Realizar melhorias nos locais de trabalho onde a iluminação está abaixo do
mínimo exigido (resultado das avaliações de iluminação, se encontram no
quadro de cada função).
v Realizar melhorias na iluminação do setor de Lustração, adquirindo suporte
para as lâmpadas utilizadas na atividade.

NR-23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS


DISPOSIÇÕES GERAIS
Subitem 23.1.1 Todas as empresa deverão possuir:
a) Proteção contra incêndio;
b) Saídas suficientes para a rápida retirada do pessoal em serviço, em caso
de incêndio;
c) Equipamento suficiente para combater o fogo em seu início;
d) Pessoas treinadas no uso correto desses equipamentos.

12
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

Recomendações:
v Proibir de fumar em todos os setores da empresa.
v Sinalizar com placas proibição fumar.
v Manter pessoas treinadas para a utilização de extintores.
v Manter as inspeções dos extintores em dia.
v Evitar que os extintores fiquem no piso e manter desobstruídos.

NR-24 - CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE


TRABALHO
INSTALAÇÕES SANITÁRIAS
A empresa possui nas suas unidades banheiros a fim de atender às dimensões
mínimas, ou seja, 1 metro quadrado para cada sanitário, por 20 operários em
atividade e deverão ser separados por sexo. A empresa possui banheiros para os
homens e para as mulheres.
Diariamente os sanitários deverão ser submetidos a processo de higienização
por funcionário treinado para esta função. Nestes banheiros encontramos lavatórios
(pias), onde são utilizadas toalhas de uso coletivo. Esta situação não está adequada
conforme a legislação e deverá ser corrigida com o uso de toalhas de papel.
REFEITÓRIO
A empresa possui local para as refeições.
BEBEDOUROS
A empresa possui bebedouros com jato inclinado, nos diversos setores da
produção. Conforme legislação vigente não é permitido o uso de copos coletivos.

Recomendações:
v Recomendamos a eliminação de copo coletivo.
v Recomendamos a eliminação de toalhas de uso coletivo.

NR-26 - SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA


SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA
A empresa está adotando as cores padrões para sinalização de segurança,
conforme preceitua esta NR, tais como: equipamentos de combate a incêndio,
tubulações diversas, etc.

13
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

ROTULAGEM PREVENTIVA DE PRODUTOS QUÍMICOS


A rotulagem dos produtos perigosos ou nocivos à saúde deverá ser feita
segundo as normas previstas nesta NR.
Para tal, a empresa deverá executar levantamento de todos os produtos
químicos utilizados na mesma e efetuar a sua rotulagem de forma que estes sejam
breves, precisos, redigidos em termos simples e de fácil compreensão.
O rótulo deverá conter os seguintes tópicos:
1. NOME TÉCNICO DO PRODUTO;
2. PALAVRA DE ADVERTÊNCIA (PERIGO para produtos de alto risco,
CUIDADO para produtos de médio risco e ATENÇÃO para produtos de leve risco);
3. INDICAÇÕES DE RISCO (Exemplo: EXTREMAMENTE
INFLAMÁVEIL, NOCIVO SE INALADO OU EM CONTATO COM A PELE, etc.);
4. MEDIDAS PREVENTIVAS (Exemplo: EVITAR INALAR A POEIRA,
EVITAR INALAR SEUS VAPORES, etc.)
5. PRIMEIROS SOCORROS;
6. INFORMAÇÕES PARA OS MÉDICOS
7. INSTRUÇÕES EM CASO DE FOGO, DERRAMAMENTO E/OU
VAZAMENTO.
A empresa deverá executar tal rotulagem em todos os recipientes de uso no
processo de produção, baseada nas fichas de emergência dos produtos químicos
utilizados pela mesma em seu processo de produção.

Recomendações:
v Isolar com sinalização toda e qualquer área de reformas ou que apresente
risco de acidente de trabalho.
v Delimitar com pintura no piso áreas de circulação, máquinas e de depósito.
v Identificar em todos os setores da fábrica, placas indicando todos os EPI’s
obrigatórios para cada função.

14
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

4.3) ATIVIDADES EXERCIDAS NOS VÁRIOS SETORES / LEVANTAMENTO DE


RISCOS
A empresa possui 59 funcionários distribuídos pelos vários setores da
empresa. A seguir procuraremos definir as tarefas executadas nos diversos setores
e os respectivos riscos:

15
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ADMINISTRAÇÃO FUNÇÃO: Auxiliar de Contabilidade JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de porcelanato, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar
condicionado. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Organizar documentos e efetuar sua classificação contábil;


Gerar lançamentos contábeis;
Auxiliar na apuração dos impostos;
Conciliar contas e preenchimento de guias de recolhimento e de solicitações, junto a órgãos do governo;
Emitir notas de venda e de transferência entre outras;
Realizar o arquivo de documentos.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Computador, Permanente NR-9 Dosimetria 58 dB(A)
Telefone, Impressora
QUÍMICO NA NA NA NA
BIOLÓGICO NA NA NA NA
RECOMENDAÇÕES: O nível de ruído medido não ultrapassa o limite de tolerância. / Neste setor não é necessário uso de EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 317 500

16
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ADMINISTRAÇÃO FUNÇÃO: Projetista de Móveis JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de porcelanato, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar
condicionado. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Interpretar solicitações de desenhos;


Elaborar desenhos de produtos ou serviços;
Submeter desenhos à aprovação;
Dar acabamento final em desenhos;
Indicar características de materiais e acabamento em desenhos.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Computador, Permanente NR-9 Dosimetria 58 dB(A) Protetor auricular (uso obrigatório na
Telefone, Impressora, produção)
Produção Calçado de Segurança (uso
QUÍMICO NA NA NA NA obrigatório na produção)
BIOLÓGICO NA NA NA NA
RECOMENDAÇÕES: O nível de ruído medido não ultrapassa o limite de tolerância. / Neste setor não é necessário uso de EPI’s.
Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 194 500

17
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ADMINISTRAÇÃO FUNÇÃO: Vendedor JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de porcelanato, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar
condicionado. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realiza venda de produtos em residências e escritórios;


Planejar e discutir metas e estratégicas de venda;
Contatar, visitar e entrevistar clientes;
Demonstrar produtos;
Avaliar o perfil dos clientes e fechar contratos de venda;
Orientar, informar e visitar clientes nos pós-venda;
Acompanhar entrega de produtos.
RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s
UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Telefone Permanente NR-9 Dosimetria 58 dB(A) Protetor auricular (uso obrigatório na
QUÍMICO NA NA NA NA produção)
Calçado de Segurança (uso
BIOLÓGICO NA NA NA NA obrigatório na produção)
RECOMENDAÇÕES: O nível de ruído medido não ultrapassa o limite de tolerância. / Neste setor não é necessário uso de EPI’s.
Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 154 500

18
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: PRODUÇÃO FUNÇÃO: Gerente de Produção JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de cerâmica, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar condicionado.
Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Exerce a gerência de produção nas indústrias de transformação;


Defini e implementar planos operacionais, analisando a demanda de produtos, a capacidade produtiva e recursos auxiliares e
necessidade de matérias – primas;
Planejar a produção, programando mão de obra e paradas ou intervenções em máquinas e equipamentos;
Gerenciar equipes de trabalho;
Desenvolver e implantar técnicas que visam melhorar e otimizar o processo de produção.
RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s
UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Computador, Permanente NR-9 Dosimetria 83,7 dB(A) Protetor auricular
Telefone, Impressora, Calçado de Segurança
Produção PFF1
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Uniforme.
Fabricação
BIOLÓGICO NA NA NA NA
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 414 500

19
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: PRODUÇÃO FUNÇÃO: Gerente de Processos JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de cerâmica, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar condicionado.
Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Exercer a gerência de produção na indústria;


Definir e implementar plano operacional;
Analisando a demanda de produtos, a capacidade produtiva e recursos auxiliares, elaborando plano de racionalização e
redução de custos, plano de investimentos;
Realizar orçamento de despesas e necessidade de matérias-primas;
Planejar a produção;
Gerenciar equipes de trabalho.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Computador, Permanente NR-9 Dosimetria 68,2 dB(A) Protetor auricular
Telefone, Impressora, Calçado de Segurança
Produção Óculos de Proteção
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Luva Nitrílica
Fabricação Creme de Proteção
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Uniforme.
EPC

Coletor de Pó

20
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 115 500

21
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: PRODUÇÃO FUNÇÃO: Desenhista Técnico Mobiliário JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria. O setor possui piso de cerâmica, forro em madeira. Ventilação natural por janela envidraçada e completada por ar condicionado.
Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Interpretar solicitações de desenhos;


Elaborar desenhos de produtos ou serviços;
Submeter desenhos à aprovação;
Dar acabamento final em desenhos;
Indicar características de materiais e acabamentos em desenhos.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Computador, Permanente NR-9 Dosimetria 68,2 dB(A) Protetor auricular (uso obrigatório na
Telefone, Impressora, produção)
Produção Calçado de Segurança (uso
QUÍMICO NA NA NA NA obrigatório na produção)
BIOLÓGICO NA NA NA NA

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 175 500

22
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Estofador JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto, sem forro. Ventilação natural por janela
envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Planejar a confecção e a instalação de estofados dos móveis;


Confeccionar moldes e cortar materiais;
Preparar materiais para a montagem e montar artefatos para estofar móveis;
Realizar acabamento e revisar estofados.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 73,4 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
Cola Colagem de Tecido Intermitente Qualitativo Respirador PFF1
NA NA NA NA Calçado de Segurança
BIOLÓGICO
Uniforme.
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 320 500

23
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Lustrador JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar acabamento em madeira e mobiliário;


Planejar o trabalho;
Organizar o local de execução;
Preparar máquinas e ferramentas;
Preparar as superfícies;
Realizar o acabamento em madeiras e móveis conforme normas e procedimentos técnicos;
Realizar processos e técnicas de acabamento, lustração, folheação e outros.
RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s
UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 84,5 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme protetor
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.
EPC

Coletor de Pó
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

24
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 361 500

25
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Mestre JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Assessorar aquisição de equipamentos e materiais;


Coordenar diretamente equipes de trabalhadores e organizar ambiente de trabalho na empresa;
Preparar madeiras e supervisionar a produção;
Controlar estoque e expedição de materiais e produção e manutenção de máquinas, equipamentos e ferramentas.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 73,4 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme protetor
Fabricação Luva Nitrílica
Tintas, Solventes, Pintura de Móveis Eventual Qualitativo Respirador com filtro para vapores
Fundos orgânicos (Pintura) e PFF1 (Poeira)
Corantes Aplicação em Móveis Eventual Qualitativo Calçado de Segurança
Uniforme.
BIOLÓGICO NA NA NA NA

EPC

Coletor de Pó

26
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 370 500

27
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Pintor Móveis JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto polido e forro de madeira. Ventilação natural por
janela envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Analisar e preparar as superfícies a serem pintadas;


Calcular quantidade de materiais para pintura;
Identificar, preparar e aplicar tintas em superfícies e retocar superfícies pintadas;
Secar superfícies e reparar equipamentos de pintura.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 79,8 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Lixar Peças Eventual Qualitativo Creme de Proteção
Tintas, Solventes, Pintura de Móveis Intermitente Qualitativo Luva Nitrílica
Fundos Respirador com filtro para vapores
orgânicos
Corantes Aplicação em Móveis Intermitente Qualitativo
Calçado de Segurança
Avental de PVC
BIOLÓGICO NA NA NA NA
Uniforme.

EPC

28
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

Cabine de Exaustão
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 376 500

29
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Auxiliar Pintura JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto polido e forro de madeira. Ventilação natural por
janela envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Auxiliar o pintor a preparar as superfícies a serem pintadas;


Calcular quantidade de materiais para pintura;
Identificar, preparar e aplicar tintas em superfícies e retocar superfícies pintadas;
Secar superfícies e reparar equipamentos de pintura.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 79,8 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Lixar Peças Eventual Qualitativo Creme protetor
Luva Nitrílica
Tintas, Solventes, Pintura de Móveis Intermitente Qualitativo Respirador com filtro para vapores
Fundos orgânicos
Corantes Aplicação em Móveis Intermitente Qualitativo Calçado de Segurança
Avental de PVC
BIOLÓGICO NA NA NA NA Uniforme.

30
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

EPC

Cabine de Exaustão
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 376 500

31
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ACABAMENTO FUNÇÃO: Tingidor JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto polido e forro de madeira. Ventilação natural por
janela envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Auxiliar nas atividades de preparar as superfícies a serem pintadas;


Calcular a quantidade de materiais para pintura;
Auxiliar a aplicar tintas em superfícies e retocar superfícies pintadas;
Secar superfícies e reparar equipamentos de pintura.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 79,8 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Lixar Peças Eventual Qualitativo Creme protetor
Luva Nitrílica
Tintas, Solventes, Pintura de Móveis Intermitente Qualitativo Respirador com filtro para vapores
Fundos, orgânicos
Calçado de Segurança
Corantes Aplicação em Móveis Intermitente Qualitativo
Avental de PVC
BIOLÓGICO NA NA NA NA Uniforme.

EPC

Cabine de Exaustão

32
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 211 500

33
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: ALMOXARIFADO FUNÇÃO: Pintor Móveis JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto polido e forro de madeira. Ventilação natural por
janela envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar atividades de pintura (eventualmente);


Realiza pigmentação de tinta na máquina;
Atividades de almoxarifado: entrega de materiais, controle fichas de EPI;
Armazenar e retirar produtos inflamáveis do depósito de inflamáveis.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 79,8 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Lixar Peças Eventual Qualitativo Creme de Proteção
Tintas, Solventes, Pintura de Móveis Eventual Qualitativo Luva Nitrílica
Fundos Respirador com filtro para vapores
orgânicos
Corantes Aplicação em Móveis Eventual Qualitativo
Calçado de Segurança
Avental de PVC
BIOLÓGICO NA NA NA NA
Uniforme.

EPC

Cabine de Exaustão

34
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Mesa de Trabalho 161 500

35
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: LUSTRAÇÃO FUNÇÃO: Lustrador JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar acabamento em madeira e mobiliário;


Planejar o trabalho;
Organizar o local de execução;
Preparar máquinas e ferramentas;
Preparar as superfícies e realizar o acabamento em madeiras e móveis conforme normas e procedimentos técnicos;
Realizar processos e técnicas de acabamento, lustração, folheação e outros.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 84,5 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.

EPC

Coletor de Pó
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

36
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 375 500

37
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: LUSTRAÇÃO FUNÇÃO: Auxiliar de Lustrador / Auxiliar de Lustradora JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar acabamento em madeira e mobiliário;


Planejar o trabalho;
Organizar o local de execução;
Preparar máquinas e ferramentas;
Preparar as superfícies e realizar o acabamento em madeiras e móveis conforme normas e procedimentos técnicos;
Realizar processos e técnicas de acabamento, lustração, folheação e outros.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 84,5 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.
EPC

Coletor de Pó
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

38
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 361 500

39
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MÁQUINAS FUNÇÃO: Cortador de Lâmina JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar operações de desdobramento de madeiras e preparar máquinas para sua realização;


Seguir procedimentos de segurança e realizar regulagens de rotina em máquinas e equipamentos;
Efetuar atividades para produção de produtos de madeira e derivados;
Realizar procedimentos operacionais.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 72,5 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
Cola Processo de Intermitente Qualitativo Respirador PFF1
Fabricação Calçado de Segurança
BIOLÓGICO NA NA NA NA Uniforme

EPC

Coletor de Pó
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

40
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 195 500

41
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MÁQUINAS FUNÇÃO: Maquinista JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Preparar máquinas e equipamentos para operação e controlar o seu funcionamento;


Operar máquinas, equipamentos e controlar o funcionamento de máquinas fixas;
Efetuar atividades para produção de produtos de madeira e derivados;
Realizar procedimentos operacionais;
Realizar regulagens de rotina em máquinas e equipamentos.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 86,2 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.
EPC

Coletor de Pó

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

42
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 511 500

43
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MÁQUINAS FUNÇÃO: Auxiliar Máquinas JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realizar operações de desdobramento de madeiras e preparar máquinas para sua realização;


Seguir procedimentos de segurança e realizar regulagens de rotina em máquinas e equipamentos;
Efetuar atividades para produção de produtos de madeira e derivados;
Realizar procedimentos operacionais.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 86,2 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme protetor
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.

EPC

Coletor de Pó
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

44
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 511 500

45
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MARCENARIA FUNÇÃO: Maquinista JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Preparar máquinas e equipamentos para operação e controlar o seu funcionamento;


Operar máquinas, equipamentos e controlar o funcionamento de máquinas fixas;
Efetuar atividades para produção de produtos de madeira e derivados;
Realizar procedimentos operacionais;
Realizar regulagens de rotina em máquinas e equipamentos.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 86,2 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme de Proteção
Fabricação Luva Nitrílica
BIOLÓGICO NA NA NA NA Respirador PFF1
Calçado de Segurança
Uniforme.
EPC

Coletor de Pó

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

46
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 511 500

47
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MARCENARIA FUNÇÃO: Marceneiro JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Preparar o local de trabalho, orientando fluxos do processo de produção, e planejar o trabalho, interpretando projetos
desenhos e especificações e esboçando o produto conforme solicitação;
Confeccionar e restaurar produtos de madeira e derivados;
Entregar produtos confeccionados sob medida ou restaurados, embalando, transportando e montando o produto.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 91,8 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO Poeira Processo de Intermitente Qualitativo Creme protetor
Fabricação Luva Nitrílica
Cola Processo de Eventual Qualitativo Respirador PFF1
Fabricação Calçado de Segurança
BIOLÓGICO NA NA NA NA Uniforme.
EPC

Coletor de Pó

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

48
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO


Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 590

49
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: MANUTENÇÃO FUNÇÃO: Mecânico Manutenção Geral JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em concreto polido, sem forro. Ventilação natural por janela
envidraçada. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Realiza manutenção em componentes, equipamentos e máquinas industriais;


Planejar atividades de manutenção;
Avaliar condições de funcionamento e desempenho de componentes de máquinas e equipamentos;
Lubrificar máquinas, componentes e ferramentas;
Documentar informações técnicas.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 74,0 dB(A) Protetor Auricular
Equipamentos Óculos de Proteção
Radiações não Solda Eventual Qualitativo Luva Nitrílica
Ionizantes Calçado de Segurança
QUÍMICO Fumos Metálicos Solda Eventual Qualitativo Creme de Proteção
Avental de Raspa
Graxa / Óleos Manutenção Intermitente Qualitativo Respirador P2
Luvas de Raspa de Couro
Poeira Processo de Eventual Qualitativo Máscara para Soldas
Fabricação Uniforme
BIOLÓGICO NA NA NA NA

50
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s. /
Evitar que materiais fiquem jogados no chão, causando acidentes. /
Obrigatório o uso de cinto de segurança para trabalhos acima de 2 m de altura.
NR 17 – ERGONOMIA – MEDIÇÕES DE ILUMINAMENTO
Local da Avaliação Nível Medido (Lux) Nível Médio Exigido (Lux)
Bancada de Trabalho 213 500

51
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

LEVANTAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS


RAZÃO SOCIAL: REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO CNAE: 31.01-2 Fabricação de móveis com predominância de madeira
LTDA
ENDEREÇO: RS 130 Km 70 s/nº - Bairro Moinhos CNPJ: 91.155.424/0001-80
Lajeado – RS CEP 95900-000 Fone: (51) 3748 3622 INSCRIÇÃO ESTADUAL: 072/0002117
SETOR: TRANSPORTE FUNÇÃO: Motorista JORNADA DE TRABALHO: 44H / SEMANA

DESCRIÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO:


Prédio construído com paredes de alvenaria, cobertura com estrutura e telhas metálicas. O setor possui piso em lajota, sem forro. Ventilação natural por janela envidraçada e
completada com ventilador. Iluminação natural por janela envidraçada e complementada por lâmpadas fluorescentes.
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

Dirigi e manobra veículos e transporta cargas;


Realiza verificações básicas do veículo e utiliza equipamentos e dispositivos especiais tais como sinalização sonora e
luminosa e outros;
Efetua carga e descarga de móveis e materiais.

RISCO AGENTE CAUSA/FONTE TIPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÕES – TÉCNICAS EPI’s


UTILIZADAS
FÍSICO Ruído Veículos, Máquinas e Permanente NR-9 Dosimetria 73,4 dB(A) Protetor auricular;
Equipamentos Óculos de segurança;
QUÍMICO NA NA NA NA Luva Nitrílica
Calçado de Segurança
BIOLÓGICO NA NA NA NA
Uniforme.
RECOMENDAÇÕES: Manter o funcionário treinado quanto ao uso correto, troca e conservação de tais EPI’s.

52
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

4.4) RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS


4.4.1) ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES (NR-15)
4.4.1.1) RUÍDO CONTÍNUO OU INTERMITENTE (Anexo 1)
1. Instrumental Utilizado
Para verificação dos níveis de ruído foram utilizados Dosímetros da marca
Instrutherm- modelo DOS 500, devidamente calibrados.
As leituras foram feitas no circuito de ponderação “A”, usando o circuito de
resposta lenta (SLOW), e próximo ao ouvido dos trabalhadores.
2. Níveis Medidos
Realizamos medições de nível sonoro em todos os setores da empresa.
Os níveis encontram-se junto ao quadro de atividades.
Logo, nos locais onde o nível de ruído for superior a 85 dB e a exposição
superior ao quadro do anexo 01 desta NR, serão consideradas as atividades como
insalubres em grau médio. A empresa fornece, fiscaliza e tornou obrigatório o uso
de protetores auriculares tipo plug (intra-auriculares) ou protetores auriculares do
tipo concha, os quais possuem o devido C.A. expedido pelo Mtb, a fim de atenuar
(minimizar) a ação de tal agente. Diante do exposto, as atividades são consideradas
salubres. Conforme legislação previdenciária, as atividades são consideradas não
especiais, isto é, código de gefip campo 33 é “00”.
4.4.1.2) RUÍDO DE IMPACTO (Anexo 2)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.3) CALOR (Anexo 3)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.4) ILUMINAMENTO (Anexo 4)
O Anexo 04 da NR-15, Portaria 3.214/78 vigorou até 25/02/91, data em que se
esgotou o prazo de 90 dias a que se refere o Parágrafo Único da Portaria nº 3.751
de 23/11/90, a qual revoga o referido anexo. A Portaria 3.751/90 alterou a NR-17
"ERGONOMIA" onde se encontra o subitem 17.5.3.3 que estabelece:
"Os níveis mínimos de iluminamento a serem observados nos locais de
trabalho são os valores de iluminância estabelecidas na NBR-5413,
norma esta registrada no INMETRO."
Analisaremos a questão do iluminamento junto com a NR-17.

53
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

4.4.1.5) RADIAÇÕES IONIZANTES (Anexo 5)


Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.6) PRESSÕES HIPERBÁRICAS (Anexo 6)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.7) RADIAÇÕES NÃO IONIZANTES (Anexo 7)
Constatamos a existência deste agente de forma eventual na manutenção de
máquinas realizada pelos mecânicos de manutenção. Nenhum outro funcionário
está autorizado a trabalhar em solda seja elétrica ou oxiacetilênica. O setor de
manutenção é isolado dos demais. Sabemos que a empresa, preocupada com a
saúde dos seus funcionários, fornece os EPI’s para solda, bem como para proteção
respiratória com a capacidade de elidir os agentes em questão.
4.4.1.8) VIBRAÇÕES (Anexo 8)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.9) FRIO (Anexo9)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.10) UMIDADE (Anexo 10)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.

4.4.1.11) AG. QUÍM. - LIM (Anexo. TOLERÂNCIA 11)


Segundo esta norma, todos os valores fixados no quadro nº 1 (tabela de limites
de tolerância), são válidos para absorção apenas por via respiratória. Na coluna
absorção também pela pele estão assinalados os agentes químicos que podem ser
absorvidos por via cutânea, e portanto exigindo na sua manipulação, o uso de luvas
adequadas, além do EPI necessário à proteção de outras partes do corpo.
Nas atividades ou operações nos quais os trabalhadores ficam expostos a
agentes químicos, a caracterização de insalubridade ocorrerá quando forem
ultrapassados os limites de tolerância constantes no quadro nº 1 deste anexo.
A empresa irá realizar avaliação quantitativa dos riscos ambientais.
4.4.1.12) POEIRAS MINERAIS (Anexo 12)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.1.13) AGENTES QUÍMICOS (Anexo 13)
No setor de manutenção, verificamos que no setor de Manutenção o funcionário
manipula de forma eventual ou intermitente óleo mineral quando no
54
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

desenvolvimento de suas atividades, os quais possuem hidrocarbonetos em sua


formulação.
Este funcionário recebe o creme protetor para as mãos e luvas nitrílicas, EPIs
que possuem a capacidade de elidir o agente em questão. As atividades são
consideradas não insalubres conforme NR-15. As atividades também são
consideradas não especiais (Código Gefip “00”).
Junto ao setor de Acabamento, Máquinas e Marcenaria, se utiliza cola a base de
água. Somente nas atividades de Estofador e Cortador de Lâmina e Marcenaria é
utilizada cola produto a de solvente, que é utilizado para colar madeira. Os
funcionários utilizam luvas nitrílicas, óculos de proteção e creme de proteção. No
setor de Pintura, existe solvente e outros produtos químicos, que são utilizados na
pintura das peças. Os funcionários utilizam luvas nitrílicas, avental impermeável,
óculos de proteção e respirador facial com filtro para vapores orgânicos e gases
ácidos. Diante do exposto, as atividades são consideradas salubres conforme NR-
15 e não especiais conforme Legislação Previdenciária.
4.4.1.14) AGENTES BIOLÓGICOS (Anexo 14)
Constatamos que a empresa possui uma pessoa terceirizada que efetua a
limpeza dos banheiros, eventualmente uma funcionária da empresa auxilia. A
mesmas receberam EPI’s e foram treinadas sobre a utilização. Os EPI’s são luvas
de Nitrílica. O uso correto de tais EPI’s elide a ação de tal agente.

4.4.2) ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS (NR-16)


Nos termos da legislação vigente, quatro são as hipóteses de enquadramento
das atividades dos trabalhadores em geral:
· Anexo 1 da NR-16: Atividades e operações perigosas com explosivos.
· Anexo 2 da NR-16: Atividades e operações perigosas com inflamáveis.
· Decreto 93412/86: Trabalhos no setor de energia elétrica.
· Portaria 3393/87: Trabalhos com radiações ionizantes ou substância
radioativas.
4.4.2.1) EXPLOSIVOS (Anexo 1)
Não constatamos a existência deste agente nos diversos setores de trabalho.
4.4.2.2) INFLAMÁVEIS (Anexo 2)

55
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

Recomendamos atender as orientações citadas no item 4.2 (NR-16) deste


programa.
4.4.2.3) RADIAÇÕES IONIZANTES OU SUBSTÂNCIAS RADIOATIVAS (Portaria
3393/87)
Não constatamos a existência deste agente.

4.4.3) RISCOS ERGONÔMICOS (NR-17)


Esta Norma Regulamentadora visa estabelecer parâmetros que permitam a
adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos
trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e
desempenho eficiente.
Esta norma salienta que em todos os locais de trabalho, deve haver iluminação
adequada, natural ou artificial, geral ou suplementar, apropriada à atividade.
Os níveis mínimos de iluminamento a serem observados nos locais de trabalho
são aqueles estabelecidos na Norma Brasileira 5413 registrada no INMETRO.
Análise do Iluminamento:
Instrumental Utilizado:
Na avaliação dos níveis de iluminamento foi utilizado o Luxímetro LD 500 da
ICEL, dotado de fotocélula independente do corpo do aparelho, e nível de precisão
de 5%, junto aos campos de trabalho. Quando estes campos não estavam
perfeitamente definidos, as medições se realizaram a 75 cm do piso.

Define-se “campo de trabalho” campo sendo, toda a região do espaço onde,


para qualquer superfície nela situada, sejam exigidas condições de iluminamento,
apropriadas ao trabalho a ser realizado.
Orientações para melhorias no iluminamento:
Devem ser efetuadas manutenções periódicas das instalações, incluindo-se:
- A substituição de lâmpadas queimadas ou deficientes.
- A limpeza das lâmpadas com o intuito de aumentar a iluminação.
Nos locais em que o nível de iluminamento não atingir o mínimo, as luminárias
deverão ser abaixadas e/ou aumentadas conforme o caso.

56
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

5) MEDIDAS DE CONTROLE

Após levantarmos todos os possíveis agentes que podem prejudicar a saúde dos
trabalhadores e estudá-los de forma científica, podemos adotar, quando possível,
medidas de proteção e controle coletivas e/ou individuais, conforme a forma de
atuação, concentração, meio de propagação, etc.
Para eliminação ou neutralização dos agentes acima descritos são fornecidas
idéias sobre medidas de controle de caráter geral que poderão ser estudadas pela
empresa, verificando sua aplicabilidade.

5.1) RUÍDO
-Manutenção das máquinas e equipamentos, com ajustes de folgas,
lubrificações, etc.;
-Limitação do tempo de exposição;
-Adotar medidas de proteção individual (protetores auriculares tipo plug ou tipo
conchas acústicas) nos locais onde não são possíveis as medidas de proteção
coletiva. A empresa fornece, treina, fiscaliza a utilização por parte dos funcionários
que ali trabalham dos protetores auriculares, todos com Certificado de Aprovação do
Mtb.

5.2) AGENTES QUÍMICOS


O fornecimento, treinamento e fiscalização de creme protetor para a pele, luvas
nitrílicas, respiradores, óculos de proteção, botas de borracha e botinas adequadas
para cada caso, eliminam a ação de tais agentes.

5.3) AGENTES BIOLÓGICOS


A empresa fornece luvas nitrílicas e botas de borracha para as pessoas que
mantém contatos com tais agentes. As mesmas também recebem treinamento
sobre o uso de tais EPI’s.

5.4) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL:

57
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

Todos os funcionários da linha de fabricação deverão utilizar os EPIs descritos


junto ao quadro de atividades.
Para um controle e fiscalização eficaz, deve a empresa registrar o recebimento
por parte dos funcionários de todos os EPI’s fornecidos, bem como renovar os
mesmos quando necessário, mediante registro e assinatura dos funcionários nas
fichas de registro de EPI’s. Esta deve ser individual, ou seja, cada funcionário deve
ter a sua ficha de registro de EPI’s. É obrigação da empresa fornecer, treinar, tornar
obrigatório e fiscalizar o uso correto dos EPI’s.

6) PLANEJAMENTO E CRONOGRAMA DE MEDIDAS


DE CONTROLE A SEREM ADOTADAS PELA EMPRESA

Baseado nos dados levantados acima, bem como a adoção já feita pela empresa
em questão, de algumas medidas de controle individuais, procuraremos estipular um
cronograma de ação e a elaboração de programas que visem a conscientização e
treinamento de todos os funcionários quanto as condições do seu ambiente de
trabalho, assim como, prevenir possíveis acidentes, perdas auditivas, doenças
profissionais ou qualquer outro inconveniente que possa vir a aparecer em
decorrência do ambiente ou condições de trabalho dos mesmos.

6.1) RUÍDO
Através de medidas por nós já efetuadas por ocasião do levantamento de riscos
ambientais feito anteriormente, constatamos a existência de ambientes com Nível de
Pressão Sonora acima do limite máximo permitido pela Portaria 3.214/78 em sua
NR-15, Anexo 01, qual seja, 85 dB(A) durante uma jornada de 08 horas de trabalho.
Medidas de conservação da audição devem ser aplicadas tão logo se suspeite
da presença de problema de ruído. Por este motivo, a empresa executou palestras
educativas ministradas por profissionais do trabalho (pelo Técnico de Segurança do
Trabalho) e adota o uso de protetores auriculares do tipo plug tamanho único e
protetor auricular tipo concha, a fim de minimizar os efeitos do ruído sobre a audição
dos funcionários que ali laboram.

58
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

6.2) AGENTES QUÍMICOS (Anexo 13)


HIDROCARBONETOS E OUTROS COMPOSTOS DE CARBONO
Como vimos na etapa de levantamento de riscos ambientais, um funcionário do
setor Manutenção que realiza a lubrificação de máquinas, mantém o contato
eventual com óleos e graxas.
Baseado nisto, estipulamos um cronograma de ação e a elaboração de um
programa que vise a conscientização e treinamento deste funcionário quanto as
condições do seu ambiente de trabalho, assim como, prevenir possíveis acidentes,
doenças profissionais ou qualquer outro inconveniente que possa vir a aparecer em
decorrência do agente agressor ou condições de trabalho dos mesmos. Isto tudo
visa a efetiva utilização do creme protetor para as mãos e luvas de nitrílicas, quando
se fizer necessário.
Para tanto, para que o funcionário da empresa tenham consciência dos males
que o contato com óleos e graxas causam, foram ministradas palestras a respeito
do assunto.
Após estas, ficou ciente para os funcionários que o uso de tais equipamentos é
obrigatório e indispensável, com o objetivo de resguardar a integridade física dos
próprios funcionários que com estes agentes têm contato.
A empresa realizou treinamento para este funcionário.
Prazo para conclusão: indeterminado, pois o programa uma vez implantado jamais
deve ser abandonado (haverá sempre atualizações a serem introduzidas no
mesmo).

AGENTES QUÍMICOS
O fornecimento, treinamento e fiscalização de creme protetor para a pele, luvas
nitrílicas, óculos de proteção, máscaras e respiradores contra gases, eliminam a
ação de tais agentes.
Prazo para conclusão: Concluído e não deverá ser abandonado, pois, sempre
haverá atualizações a serem feitas.

59
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

6.3) AGENTES BIOLÓGICOS (Anexo 14)


Constatamos que a empresa possui uma pessoa terceirizada e uma funcionária
que eventualmente auxilia nas atividades, que efetuam a limpeza dos banheiros. As
mesmas recebem EPI’s e foram treinados sobre a utilização. Os EPI’s são luvas
nitrílicas e botas de borracha. O uso correto de tais EPI’s elide a ação de tal agente.
Diariamente os sanitários são submetidos a processo de higienização.
Prazo para conclusão: Concluído e não deverá ser abandonado a recomendação.

6.4) TREINAMENTO
Os funcionários admitidos pela empresa e os funcionários com troca de função
(setor) deverão receber treinamento sobre os riscos existentes no setor onde
executará suas atividades e sobre o uso de equipamentos de proteção individuais.
Prazo para conclusão: Sempre em andamento.

6.5) ILUMINAMENTO
A substituição de lâmpadas queimadas ou deficientes,
A limpeza das lâmpadas com o intuito de aumentar a iluminação.
Nos locais em que o nível de iluminamento não atingir o mínimo, as luminárias
deverão ser abaixadas e/ou aumentadas conforme o caso.
Prazo para conclusão: Dezembro de 2013.

6.6) SERVIÇOS TERCEIRIZADOS


Deverá ser elaborado um contrato para todo e qualquer serviço a ser efetuado
por empresas prestadoras de serviço. Estas empresas deverão atender as normas
internas da empresa e também deverão atender as Normas Regulamentadoras,
conforme Portaria 3214/78. Junto ao contrato a empresa deverá exigir a
documentação que aprova ou não a habilitação profissional dos funcionários da
empresa contratada, ficando com o Técnico em Segurança do Trabalho a
responsabilidade de avaliar se está de acordo com as Normas Regulamentadoras
da Portaria 3214/78.
Prazo para conclusão: Em andamento.

60
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

6.7) RECOMENDAÇÕES GERAIS


Todas as Recomendações citadas neste trabalho deverão ser cumpridas pela
empresa.
Prazo para conclusão: Dezembro 2013.

6.8) AMBIENTES (LOCAIS) CONFINADOS


Se caso a empresa necessitar realizar alguma atividade em ambiente confinado,
ou em qualquer ambiente não destinado ao uso humano (Ex.: caixas de água, etc),
deverá providenciar a comunicação prévia para um profissional na área de
segurança do trabalho, para que este realize a avaliação prévia da atividade e
estabeleça procedimentos de segurança para realizar a atividade de forma de
preservar a saúde e integridade física de todos os colaboradores.
Prazo para conclusão: Comunicação antes da realização de qualquer atividade.

61
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

6.9) OUTRAS RECOMENDAÇÕES - CRONOGRAMA

Nº RECOMENDAÇÕES Data de
Conclusão
01 Instalar proteções em máquinas conforme NR-12.
02 Manter a quantidade de inflamáveis líquidos sempre Permanente
inferior a 200 litros no prédio da empresa.
03 Pagar adicional de periculosidade para mais um
funcionário. Para que o mesmo possa acessar o depósito
de Inflamáveis.
04 Realizar descarte ou armazenamento de produtos
inflamáveis no depósito específico de inflamáveis.
05 Não reutilizar embalagens de produtos inflamáveis.
06 Realizar melhorias nos locais de trabalho onde a
iluminação está abaixo do mínimo exigido.
07 Realizar melhorias na iluminação do setor de Lustração,
adquirir suporte para as lâmpadas utilizadas na atividade.
08 Implantar PPR
09 Realizar com Laboratório especializado avaliação
quantitativa de poeira nos setores de Lustração,
Marcenaria e Máquinas. Realizar avaliação de químicos
no setor de Pintura e manipulação de cola a base de
solventes. No setor de Manutenção de Fumos Metálicos
(Ferro, Manganês, Cobre, Cádmio e Chumbo).
10 Fiscalizar o uso de EPI na produção.
11 Controlar o uso de EPI (Equipamento de Proteção
Individual) de funcionários de empresas terceirizadas.
12 Instalar guarda corpo na escada de acesso a sala dos
gerentes.

62
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

7) ANTECIPAÇÃO DE RISCOS

Este PPRA foi elaborado baseado nas informações fornecidas pelo


representante da empresa Sr. Mathias Gustavo Sander e está baseado nas
atividades exercidas atualmente na empresa. Conforme informado, a empresa não
tem previsão de alterar setores e ou atividades.
Se a empresa (ou funcionário da empresa ou contratado) realizar qualquer
atividade que não está citada neste PPRA, deverá consultar antecipadamente
um profissional da área de segurança do trabalho para executar a avaliação
prévia da atividade, definindo procedimentos de segurança, com o objetivo de
evitar acidentes do trabalho e ou doenças profissionais.

8) DIVULGAÇÃO DOS DADOS E ADEQUAÇÃO DO PPRA

Este plano é elástico e provavelmente receberá várias modificações e


implantação de medidas complementares, eis que as atividades são bastante
diversificadas e dinâmicas.

9) BIBLIOGRAFIA
- Manual de Legislação Atlas - Segurança e Medicina do Trabalho, Editora Atlas
- Decreto 3048/99
- Instruções Normativas do INSS.

10) APARELHAGEM UTILIZADA


- Dosímetro Instrutherm modelo DOS 500.
- Luxímetro LD 240 – LIGHT METER.

63
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

A empresa REEPS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E ARTIGOS DE


DECORAÇÃO LTDA tem como Sócio Gerente a Sra. Uta Lore Reeps Sander que
será o responsável pela execução das medidas propostas, assim como pela efetiva
implantação e execução do programa, como também pela sua eficácia.

Lajeado, Maio de 2013.

___________________________
Diretora
Uta Lore Reeps Sander

___________________________
Mathias Gustavo Sander

___________________________
Engº Angelo Marcelo Heineck
CREA/RS 79792

64
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

ANEXO 1: Dosimetrias

65
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

66
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

67
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

68
ANGELO MARCELO HEINECK
Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho
Inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão
CREA-RS 79792-D Fones: (051) 37101800 - 81468808
Rua Alberto Torres, 603 sala 201 - 95900 000 Lajeado - RS

69

Você também pode gostar