Você está na página 1de 3

MINISTÉRIO DA DEFESA

EXÉRCITO BRASILEIRO
DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL
(Diretoria Geral do Pessoal/1860)
DIRETORIA DE SAÚDE

DIEx nº 156-Seç_CtBEN/Div_SAS/1ª Sdir_Sau


EB: 64485.002635/2021-61

Brasília, DF, 18 de março de 2021.

Do Vice-Chefe do Departamento-Geral do Pessoal


Ao Sr Comandantes das 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 10ª 11ª e 12ª RM
Assunto: orientações para alteração de validade para indeterminado de genitores maiores de 70
anos no FuSEx.
Referências: a) Portaria nº 493-Cmt Ex, de 19 de maio de 2020 (EB10-IG-02.032); e
b) Portaria DGP/CEx nº 273, de 14 de dezembro de 2020 (EB30-IR-02.039).

1. Versa o presente expediente sobre orientações para alteração de validade para


indeterminada no recadastramento de genitores maiores de 70 anos no FuSEx.

2. Em consonância com a Lei nº 13.954, de 16 de dezembro de 2019, que alterou a


Lei nº 6.880/80 (Estatuto dos Militares), foi publicada a Portaria nº 493-Cmt Ex, de 19 de maio
de 2020 (EB10-IG-02.032), a qual aprova as Instruções Gerais para o Fundo de Saúde do
Exército – FuSEx.

3. Conforme o Art 13 das IG EB10-IG-02.032 estabelecia que o


cadastramento/recadastramento dos beneficiários do FuSEx seria regulado pelo
Departamento-Geral do Pessoal (DGP), por intermédio de Instruções Reguladoras (IR)
específicas.

4. Neste sentido, a Portaria DGP nº 273, de 14 de dezembro de 2020


(EB30-IR-02.039) foi publicada, a fim de regular os procedimentos necessários ao
cadastramento e ao recadastramento dos beneficiários do FuSEx.

5. Como prevê o Art 84 das IR EB30-IR-02.039, o pai e/ou a mãe, se dependente(s)


do militar, pode(m) estar em uma das seguintes situações, de acordo com as condicionantes de
dependência à época de sua(s) respectiva(s) inclusão(ões) no CADBEN-FuSEx:

a) pai e/ou mãe – dependente direto tipo "A",(incluídos após 17 Dez 2019) desde
que não receba(m) rendimentos, conforme estabelece o art. 5º, inciso IV, alínea "b", em
consonância com o art. 3º, inciso XLI, das IG EB10-IG-02.032 e o art. 17, §2º, destas IR;

(DIEx nº 156-Seç_CtBEN/Div_SAS/1ª Sdir_Sau, de 18 de março de 2021 - EB


64485.002635/2021-61 ...... 1/3)
b) pai e/ou mãe – dependente indireto tipo "C" (incluídos de 30 Set 1995 02 Set
2005), desde que atendidas as regras de transição contidas no art. 23 da Lei nº 13.954/2019 e
incluído(s) até 02 SET 05, isto é, sob a vigência da Portaria Ministerial nº 571, de 11 SET 95 (IG
70-03), ou Portaria Ministerial nº 859, de 22 OUT 97 (IG 70- 03), ou ainda, Portaria nº 758-Cmt
Ex, de 19 DEZ 02; e

c) pai e/ou mãe – dependente indireto tipo "D" (incluídos até 29 Set 1995) desde
que atendidas as regras de transição contidas no art. 23 da Lei nº 13.954/2019 e incluído(s) até
29 SET 95, isto é, sob a vigência da Portaria Ministerial nº 1.277, de 16 Maio 79 (IG 10-24) ou
Portaria Ministerial nº 1.347, de 16 Dez 86 (IG 70-03).

6. Consoante o item “7” do anexo “J” das IR EB30-IR-02.039, (Quadro Resumo de


Validade do Cartão de Beneficiário do FuSEx), os pais e/ou mães incluídos até 02 Set 2005, bem
como os incluídos após 17 Dez 2019, (Tipo “A”, “C” e “D”), desde que sejam maiores de 70
(setenta) anos de idade e a partir do 3º recadastramento, poderão ter suas validades no
CADBEN-FuSEx alteradas para INDETERMINADO.

7. Cabe ressaltar que a referida alteração precede de um processo administrativo de


recadastramento no FuSEx (sindicância ou processo de averiguação), conforme estabelece o Art
20, §1º das IR EB30-IR-02.039.

8. A contagem dos recadastramentos deverá ser feita desde a inclusão do beneficiário


dependente no CADBEN-FUSEx.

9. Importante destacar que a UV deverá remeter a cópia integral do processo


administrativo para a DSau (digitalizada), a fim de realização da análise e posterior
recadastramento com a validade indeterminada, uma vez que o referido procedimento não será
realizado pela UV do beneficiário titular.

10. Ademais solicito para as respectivas UV, ao término dos processos


administrativos de recadastramento de genitores maiores de 70 (setenta) anos, que não realizem
o recadastramento no BID Online na condição de “pai incluído antes de 30 Ago 2005” ou
“mãe incluída antes de 30 Ago 2005”, posto que gerará o cadastro de 4 (quatro) anos,
inviabilizado a mudança para a validade indeterminada.

11. Caso a UV realize o recadastramento no BID Online, então deverá excluir esse
cadastro e, somente após o processamento do sistema e efetivação da exclusão no CADBEN
Online ocorrerem, que o processo administrativo deverá ser enviado para a DSau, a fim da
alteração da validade.

12. Por oportuno, solicito, ainda, a divulgação desta orientação para as UV


subordinadas e vinculadas a esse Grande Comando Administrativo.

Por ordem do Chefe do Departamento-Geral do Pessoal.

Gen Div ANISIO DAVID DE OLIVEIRA JUNIOR

(DIEx nº 156-Seç_CtBEN/Div_SAS/1ª Sdir_Sau, de 18 de março de 2021 - EB


64485.002635/2021-61 ...... 2/3)
Vice-Chefe do Departamento-Geral do Pessoal

"UM SÉCULO DE BLINDADOS NO BRASIL. BRAÇO FORTE NA DEFESA DA PÁTRIA.


AÇO!"

(DIEx nº 156-Seç_CtBEN/Div_SAS/1ª Sdir_Sau, de 18 de março de 2021 - EB


64485.002635/2021-61 ...... 3/3)

Você também pode gostar