Você está na página 1de 5

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PADRÃO
Responsável pela elaboração do Patrick Oliveira
POP Jardel Santos
Suelen Oliveira
Francisca Maynaira

Responsável pela revisão do POP Aderlaine da Silva Sabino


Responsável pela aprovação do Enfermeiros do centro cirúrgico
POP
Documento de Referência Artigos
Setor Centro Cirúrgico
Siglas CC
Descrição das etapas Escolha do tema da POP;
do procedimento Escolha dos filtros da
pesquisa;
Busca nas principais bases de dados
quanto as atualizações da temática;
Análise do material
encontrado; Confecção do
POP;
Local de guarda do documento Departamento de ensino e pesquisa
e o responsável pela guarda e do Hospital e pronto socorro Platão
atualização Araújo
Frequência da atualização 1 até 2 anos
Meios de guarda do documento Físico e Eletrônico na intranet.
Gestor do POP Diretor da unidade
Responsável pelo POP Coordenador do CC
1.Conceito

O período pré - operatório inicializa quando se atribui- se a decisão de realizar a


intervenção cirúrgica e finaliza com a transferência do cliente para a sala de
operação (SO). Outrossim, o período pré-operatório divide-se em mediato e
imediato. No período mediato o cliente é submetido a exames que auxiliam na
confirmação do diagnóstico e que auxiliarão o planejamento cirúrgico, o tratamento
clínico para diminuir os sintomas e as precauções necessárias para evitar
complicações pós-operatórias, ou seja, abrange o período desde a indicação para
a cirurgia até o dia anterior à mesma. Além disso, no imediato corresponde às 24
horas anteriores à cirurgia e tem por objetivo preparar o cliente para o ato cirúrgico
mediante os seguintes procedimentos: jejum, limpeza intestinal, esvaziamento
vesical, preparo da pele e aplicação de medicação pré-anestésica.

2.Finalidade

Aconselhar a equipe de enfermagem quanto a relevância dos cuidados de


enfermagem no período pré-operatório. O objetivo no período pré – operatório é
que o cliente esteja o mais saudável possível. Implementa – se todos os esforços
para avaliar e tratar os fatores de risco que podem contribuir para as complicações
pós- operatórias, bem como, para retardar a recuperação

3.Etapas do Procedimento
2. Orientações Após conferir este documento, o enfermeiro realiza as orientações
pré-operatórias:

2.1 Informar horário previsto da cirurgia;


2.2 Explicar de forma simples e lúdica qual procedimento cirúrgico será realizado;
2.3 Explicar ao paciente quanto ao manejo para reabilitação no pós-operatório
como exercícios respiratórios, manejo da dor, deambulação precoce, cuidados com
drenos e bolsas coletoras (quando necessário), cuidados com incisão cirúrgica,
dentre outras;

3. O enfermeiro deve organizar os prontuários dos pacientes que realizarão cirurgia


com exames de imagem e laboratoriais realizados, pareceres e realização do check
list pré-operatório;

4. Cuidados A equipe de enfermagem deve realizar os seguintes cuidados pré-


operatórios.
4.1 Orientar jejum pré-operatório;
4.2 Auxiliar nos cuidados de higiene-banho, realizar tricotomia (se necessário) e
atentar a importância da higiene oral;
4.3 Orientar esvaziamento vesical antes da cirurgia;
4.4 Orientar colocação de camisola cirúrgica e retirada de jóias, óculos, próteses
(dentárias e outras), aparelhos auditivos e esmaltes;

4.5 Administrar medicação pré-anestésica se prescrito e atentar para suspensão


de anticoagulantes e hipoglicemiantes orais conforme prescrição médica.
4.6 Realizar controle de sinais vitais e glicemia (nos diabéticos);
4.7 Realizar preparo gastrointestinal (se necessário);
4.8 Auxiliar o maqueiro do centro-cirúrgico quando o mesmo vier buscar o
paciente na unidade. Atentar para manter a proteção lateral elevada, uso de
lençóis e cobertores e cabeceira elevada.
4.Referências

JUNKES, Cintia; BALDESSAR, Cristiane. Cuidados de enfermagem realizados


no período préoperatório imediato. Santa Catarina, 2018.

PROCEDIMENTO OPERACIONAL
PADRÃO - POP

RESPONSÁVEIS: PATRICK OLIVEIRA; JARDEL SANTOS; SUELEN OLIVEIRA;


FRANCISCA MAYNAIRA

TÍTULO: SEGURANÇA DO PACIENTE NA REALIZAÇÃO DA


COLECISTECTOMIA

1. OBJETIVO

 Proporcionar o alívio de seus sintomas por meio da remoção da principal


causa, que neste caso é a vesícula biliar. Então a colecistectomia, nada mais
é que a retirada da vesícula biliar cirurgicamente.

2. TIPOS

 Colecistectomia convencional: É a remoção da vesícula biliar através de


um corte abdominal, é popularmente conhecida como “técnica aberta”. Esta
intervenção é indicada nos casos de inflamação da vesícula.

 Colecistectomia laparoscópica: É conhecida como “cirurgia por vídeo”,


realizada através de um pequeno corte na cicatriz umbilical.

3. PREPARO PARA A CIRURGIA


(PERIODO PRÉ OPERATÓRIO MEDIATO)
3.1 Prevenção de Infecções
 Equipe de Enfermagem com uniformes limpos, unhas curtas e limpas
 Lavagem das mãos antes e após cada procedimento
 Oferecer um ambiente limpo
 Evitar sinais de infecção

3.2 Exercicios
 O paciente deve ser orientado a fazer exercícios de tosse, deambulação
precoce e exercícios fisioterápicos

3.3 Medicações
 Administração da medicação, conforme prescrição médica.

4. PREPARO PARA A CIRURGIA


(PERIODO PRÉ OPERATÓRIO IMEDIATO)

4.1Alimentação
 O paciente é orientado a permanecer em jejum por 8 horas.

4.2 Preparo da pele para a cirurgia


 Banho com antissépticos específicos.
 Tricotomia.
 Retirada de esmalte (Caso seja paciente mulher).
 Retirada de objetos pessoais, próteses e outros.
4.3 Gastrointestinal e
 Esvaziamento Intestinal (8 a 12 hrs antes do procedimento).

4. MOMENTOS ANTES DE IR PARA O BLOCO CIRÚRGICO

 Troca de roupa por um avental hospital.


 Touca descartável para cobrir os cabelos.
 Todos os grampos ou acessórios deve ser retirado do cabelo.
 Retirar prótese dentária.
 Retirar joias,anéis e piercings.
 Esvaziamento da Bexiga.
5. ENCAMINHANDO AO CENTRO CIRÚRGICO (CC)
 Realizar a verificação dos sinais;
 Deve-se observar e comunicar quaisquer anormalidades em relação aos
preparos prescritos no dia anterior, tais como manutenção do jejum,
realização da higiene oral e corporal e administração de medicação
préanestésica.

 Encaminhamento para o Bloco Cirúrgico de uma maneira confortável, segura


e tranquila na companhia de um profissional de transporte( maqueiro),
profissional de saúde e também de seu acompanhante, que poderá
acompanhá-lo até o bloco.

REFERÊNCIAS
Aguilar-Nascimento JE, Dock-Nascimento DB, Faria MSM, Maria EV, Yonamine F,
Silva MR, et al. Ingestão pré-operatória de carboidratos diminui a ocorrência de
sintomas gastrointestinais pós-operatórios em pacientes submetidos à
colecistectomia. ABCD Arq Bras Cir Dig. 2007;20(2):77-80.

Chistóforo BEB, Zagonel IPS, Carvalho DS. Relacionamento enfermeiro-paciente


no pré-operatório: uma reflexão à luz da teoria de Joyce Travelbee. Cogitare
Enferm. 2006;11(1):55-60.

Ministério do Brasil (BR). Segundo desafio global para segurança do paciente.


Cirurgias seguras salvam vidas. Recomendações. Rio de Janeiro: OMS; 2009.

Christóforo BEB, Carvalho DS. Cuidados de enfermagem realizados ao paciente


cirúrgico no período pré-operatório. Rev Esc Enferm USP. 2009;43(1):14-22.

Você também pode gostar