Você está na página 1de 2

s

TITULO: CONTROLE
MANUAL DE INSTRUÇÕES P/ ARMAZENAMENTO,
TRANSPORTE, MANUSEIO, INSPEÇÃO NO PL-0-663
RECEBIMENTO DOS SECIONADORES
ÁREA EMITENTE: ENGENHARIA
EMISSÃO: 11/05/88

1. EMBALAGENS

1.1 Mecanismo motorizado:


São envolvidos com saco plástico, que os mantém impermeáveis à umidade, e além disso são
embalados em caixas de madeira.
1.2 Isoladores:
São embalados em engradados de madeira, contendo um isolador por engradado.
1.3 Polos:
1.3.1 Secionadores até 72,5kV são embalados com os polos já montados, inclusive com os
isoladores em engradados individuais, e o secionador na posição fechado.
1.3.2 Secionadores de 145 à 362kV, todos os tipos são embalados em engradados individuais
sendo que a parte viva do secionador é montada direto na base (os isoladores são embalados
separadamente), na posição de contatos fechados.
Obs.: No caso de secionadores de 230 e 362kV, os acessórios (anéis, esferas anti-corona, etc)
são embalados à parte.
1.3.3 Secionadores de 460 à 800kV, todos os tipos são embalados em partes como segue:
• Conjunto do mecanismo é montado sobre a sub-base do mecanismo e embalados juntos.
• Conjunto do contato fixo é montado sobre a sub-base do contato fixo e embalados juntos.
• O sub-conjunto da base tubular é embalado separadamente .
• Conjunto do mecanismo da lâmina de terra (EVG) é embalado em caixas separadas
juntamente com as cantoneiras de sustentação e o conjunto fixo.
• Conjunto da lâmina principal é embalado em caixas individuais.
• Conjunto da lâmina de terra são embalados juntos.
• Anéis, esferas anti-corona e demais acessórios são embalados na mesma embalagem.
1.4 Acessórios de acionamento (tubos, braçadeiras, uniões, braços, etc) são embalados todos na
mesma embalagem.

2. TRANSPORTE E MANUSEIO.

Tratando-se de embalagens relativamente pequenas e simples, não exige-se cuidados especiais ao


manuseio, apenas deverá se ter o cuidado quanto ao empilhamento dos engradados.
Obs.: Deverá se ter em mente que as embalagens após prolongado armazenamento, podem perder
sua capacidade de carga, portanto, em caso de dúvida, antes de transportar os volumes, estas
deverão ser refeitas ou reforçadas.

ELABORADO: ANALISADO/APROVADO:
Diogo Leandro da Silva Sergio Luis Gornati FOLHA: 1/2 REVISÃO: 02
04/09/2001 04/09/2001
VISTO/DATA VISTO/DATA
RELATÓRIO: RRD-307/01
s
TITULO: CONTROLE
MANUAL DE INSTRUÇÕES P/ ARMAZENAMENTO,
TRANSPORTE, MANUSEIO, INSPEÇÃO NO PL-0-663
RECEBIMENTO DOS SECIONADORES
ÁREA EMITENTE: ENGENHARIA
EMISSÃO: 11/05/88

3. ARMAZENAMENTO.

3.1 Mecanismo motorizado:


Deverão ser retirados das embalagens, e removidos aos sacos plásticos, podendo depois serem
recolocados nas caixas (sem repor a lateral de acesso às portas), para permitir o empilhamento
de até duas caixas (uma na base e outra em cima) sempre com o mecanismo na posição da
porta na vertical.
O armazenamento deverá ser feito em um local abrigado e arejado e seu empilhamento deverá
ser feito em cima de paletes ou prateleiras para evitar o contato direto com o solo.
Após o armazenamento deverá ser ligado o sistema de aquecimento dos mecanismos (observar a
tensão de alimentação do sistema de aquecimento), devendo o termostato manter a temperatura
necessária para evitar a condensação de umidade para manter os componentes aquecidos e
evitar a oxidação dos mesmos.
3.2 Isoladores de pedestal:
Os isoladores de pedestal em sua embalagem deverão ser empilhados à parte, na posição vertical
e de montagem, em pilhas de 1,5 (um e meio) metros de altura. Os isoladores poderão ser
armazenados em local abrigado ou ao tempo, cobertos com material impermeável, sempre sobre
pranchões ou paletes, para evitar o contato direto com o solo.
3.3 Demais componentes poderão ser armazenados em local abrigado ou ao tempo, cobertos com
material impermeável, sempre sobre pranchões ou paletes, para evitar o contato com o solo.
O empilhamento poderá ser feito colocando sobre a base os volumes maiores e sobre estes, os
volumes menores (menos os isoladores) até uma máximo de 03 metros de altura.

4. INSPEÇÃO NO RECEBIMENTO E ARMAZENAGEM:

Deverá ser realizada uma inspeção visual do conteúdo das embalagens para verificar se não houve
eventuais danos durante o transporte. Deverão também ser comparados os conteúdos recebidos
com os Romaneios de Embarque, para detectar a eventual falta de algum componente.
Durante os longos períodos de armazenagem deverão ser observados o estado das embalagens e
empilhamento, e nos comandos motorizados deverão ser inspecionados periodicamente (cada 15
dias) o funcionamento do sistema de aquecimento.
Quando do recebimento dos comandos motorizados for constatado que o saco plástico que envolve
o mesmo está rasgado, deverá ser realizada minuciosa inspeção do interior do mecanismo para
verificar se houve danos ocasionados por corrosão.
Em nenhuma hipótese o saco plástico deverá permanecer envolvendo o mecanismo após sua
chegada, pois poderia provocar condensação de umidade, portanto, após a chegada, os
mecanismos deverão ser retirados do plástico que o envolve, estejam eles intactos ou não e as
resistências de aquecimento imediatamente ligadas.

ELABORADO: ANALISADO/APROVADO:
Diogo Leandro da Silva Sergio Luis Gornati FOLHA: 2/2 REVISÃO: 02
04/09/2001 04/09/2001
VISTO/DATA VISTO/DATA
RELATÓRIO: RRD-307/01

Você também pode gostar