Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RIO

GRANDE

UNIVERSIDADE ABERTA DO
BRASIL

Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação

POSSIBILIDADES DE ABORDAGEM PARA SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

Ana Maria Barbosa Motta

Carla Beatriz Perez Guerreiro Braga

Clarice Lazzarin

Lucinéia Elizabeth Happeck

Salete Vargas Perini

• Temática:

Apresen tando as TICS aos Profes

• Justificativa:
A proposta parte da motivação para que os professores de todas as disciplinas e níveis
de ensino mudem seu comportamento como educadores e de nossos parceiros, os
alunos, no processo ensino-aprendizagem. Como dimensionar a importância da pesquisa
na educação como um fundamento básico de tornar a pesquisa com uma "maneira
escolar e acadêmica própria de educar?" "Educar pela pesquisa tem como condição
essencial primeira que o profissional da educação seja pesquisador, ou seja, maneje a
pesquisa como princípio científico e educativo e a tenha como atitude cotidiana" (p.2).
• Problematização:
Ao verificar que grande parte dos professores tanto da rede Estadual quanto da
rede Municipal demonstra uma desmotivação e descomprometi mento com
relação ao uso das Tics na educação e que não se percebe nenhum
comprometimento em relação a trabalhar com pesquisas, houve a dúvida e a
necessidade de investigar os motivos pelos quais induzem nossos professores
para essa realidade. Quais os motivos e conflitos existentes nesse corpo docente
que induzem a um forte sentimento de pessimismo e negatividade. Para que
consigamos mobilizar e valorizar o nosso profissional relacionado com questões
gravíssimas do estudo do meio precisou conhecer e temos como ponto de Partida
a pesquisa pretendendo com este projeto mobilizar a comunidade escolar (,
professores e alunos) da necessidade de conhecer e trabalhar a questão da
pesquisa e uso das tecnologias a fim de que haja uma apropriação dos problemas
e encontrar soluções coletivas, onde temos a pretensão de descobrir meios para
que consigamos resolver tais problemas.
• Rede de conteúdos:

• Procedimentos relacionados à construção de argumentos:


 Após conversar com professores sobre a unidade de ensinos, através de um
diálogo com os alunos, ver o que eles gostariam de investigar e relacionar com
os conteúdos da série e passando por esta etapa montar a unidade com etapas a
seguirem que pode ser modificada à medida que vamos construindo juntos. O
roteiro seguinte é uma sugestão para o trabalho dos grupos, podendo ser alterado
em função das necessidades da turma e da abordagem preferida por ambos
(professores e alunos).

 Pesquisa/Consulta: Bibliotecas, Internet, Links e edição de Textos.

 Pesquisa em jornais em revistas de exemplos de uso de novas tecnologias na


educação.
 Durante o trabalho, vale à pena identificar atividades que merecem um estudo
mais aprofundado.
• Fontes e materiais de pesquisa:

 Softwares Educacionais.

 A Internet é rica em informações que podem estar na forma de textos, gráficos,


figuras, sons, imagens vídeo. Além disso, permitindo realizarmos visitas
“virtuais” a museus localizados em diferentes partes do mundo e participando de
grupos de discussão nacionais e internacionais.
 Sites de pesquisa, Revista Carta na Escola, enfim, todo o material que for
consultado para elaboração do trabalho.

• Formas de comunicação dos conhecimentos construídos:


 Visualização dos textos, comentários sobre os textos, chat, email, mural e fórum.
 O trabalho do grupo docente deve ser discutido conjuntamente, de modo a se
evidenciarem conclusões gerais e pontos em comum entre as diferentes
investigações. Depois, é preciso planejar a organização, levando-se em conta os
diversos meios de comunicação, como murais com textos e fotos, cartografia,
apresentação de slides etc.
 Planos de Estudo e Projeto Político Pedagógico.