Você está na página 1de 4

.

'

A proposta deste livro é apresentar as teorias da sociologia


da educação por meio do pensamento de seus idealizadores.
Começando pelos pais do estudo sociológico da educação -
Comle, Durkheim, Weber e Marx -, os autores percorrem a
obra de nomes expressivos nesse campo, como Althusser,
Gramsci, Foucault, enaltecendo a contribuição dos consagra-
dos brasileiros Fernando de Azevedo e Florestan Fernandes.
Nelson Pilelti e Waller Praxedes traçam também um pano-
rama da "nova sociologia da educação" - tendência surgida na
Nelson Piletti
década de 1970 que introduziu outras preocupações teóricas e
políticas na pesquisa educacional - e avaliam os problemas
Wa/ ter Praxedes. . /
,I

decorrentes das relações interétnicas e raciais no ensino brasI-



leiro, além de realizarem um interessante levantamento dos
estudos elaborados no Brasil por pens dores influenci do
pelo marxismo.
i I
Nelson Piletti é doutor e livre-doe nt m du
versidade de São Paulo (USP). 00 p ; ivi mo o udo ulturai
Walter Praxedes é doutor em Educação pela Unlversld
São Paulo (USP) e professor assoclado do Departamento e
Ciências Sociais da Universidade Estadual de Maringá (PR).

fr P,A ~l~ "'- 'é.o


\ P~L.Qó1 .o o
ISBN 978-85-08-13163-1
~~o
I IIII I
9 788508 131631
Nelson Piletti e Walter Praxedes

I Ido Horizonte:
UIleSCl) 110 Brasil, 2003.
Ed. da UFMG/Brasília: Representação da _~~7 __
MAi--J'ICOIU)A.
Mario A. O princípio educativo em Gramsci. Porto Ale-
~re:Artc:s Médicas, 1990. ., . ldeoloqia e educação: .
NC:'I,LLA, P;101o. A escola de Gramscí.Porto Alegre: Artes Médicas Sul, I
1<)92.
{ Althusser
I'Illl 110, .k:lll-Marc. EI pensamiento político de Gramsci. Barcelona: A. I
N:lS décadas de 1960-1970, o filósofo Louis Althusser (1918-
I{.cdondo, 1972.
-1990) promoveu um verdadeiro ressurgimento do pensamento teó-
rico marxista na França. Ao propor uma nova leitura da obra de
'. Marx, seu pensamento obteve um~ grande repercussão entre os pes-
quisadores da educação, principalmente com o estudo Aparelhos ide-
ológicos de Estado, que responsabiliza a instituição escolar por difundir
a ideologia da aceitação da dominação e das formas de exploração
capitalistas como legítimas pelas classes trabalhadoras.
Ao tornarrnos o pensamento de Louis Althusser corno hipótese de
trabalho para urna investigação em sociologia da educação - e não
como verdade absoluta e definitiva que não necessitaria mais passar
i pelo teste da validação da pesquisa empírica -, vamos localizar em sua
/
teoria sobre os aparelhos ideológicos do Estado alguns momentos im-
p rtan tes dos pr essos de estruturação da educação escolar nas socie-
dades 111 dernas.
Na concepção althusseriana, a educação escolar difunde as ideo-
logias que formam as concepções e Práticas dos sujeitos em socie-
dade, contribuindo, assim, para a reprodução das relações sociais de
produção, uma vez que torna inevitável e até "natural" a divisão em
classes sociais, e determinando a posição de cada ser humano na en-
grenagem. da produção capitalista, como patrão, administrador ou
operário braçal.
Além dos conteúdos técnicos e cognitivos necessários para viver
em sociedade, como o aprendizado de operações lógicas matemáticas,
a alfabetização e as profissões, a teoria de Althusser nos inspira n pl',

quisar em que rnedida a escola ensina a ideol gi:l d: uhnn ,li .1 1I1II1

68
Nelson Piletti e Walter Praxedes Sociologiada educação - Do positivisrno aos estudos culturais

disciplin« qUl' possibilita a exploração dos trabalhadores. A formação utilizam para compreender como o mundo social.ti.mciona, qual o
, , I
dos trabalhadores no sistema escolar é considerada, pois, fundamental seu lugar nele e o que devem fazer".
par:\ o desenvolvimento das forças produtivas e torna-os tanto capa- A escola é uma das instituições ou um dos "aparelhos ideo-
cit.u los tccnic.nuente para as atividades nas fábricas, lojas e escritórios lógicos do Estado'jque difunde as ideologias que reproduzem as re-
,'01110 concordantes com as relações sociais de produção vigentes na lações sociais de produção, quando. os agentes incorporam e colo-
~()(wdadc. Althusser defende que a aprendizagem escolar - além das cam na prática' tais ideologias. Para Althusser, em síntese, as
competências de leitura, escrita e cálculo, das técnicas e da chamada condutas práticas são orientadas por ideologias que formam as nos-
.ultura hurn.mística segmentada de acordo com a camada social a que sas ideias. Toda prática é resultado da ideologia que seu autor inte-
1'l'rlcncell1 cducandos, se virão a ser trabalhadores ou dirigentes,
()s
riorizou no inconsciente por meio' da experiência na vida familiar,
I'DI cxe n iplo - {, destinada ao ensino do respeito à ordem social, que nas escolas, fábricas, igrejas etc. Sempre agimos de acordo com urna
xe inicia COI1\ () aprendizado das regras de conduta.jía moral domi- ideologia, quer sejamos favoráveis ou contrários à sociedade capita-
nanre e das leis do Estado, segundo os preceitos que interessam às lista ou a determinada religião. É a ideologia que dá um significado
clasxes dominantes. Enfim, a educação é classista, segundo ele, pois os aparentemente coerente para urna decisão que tomamos. Até nossas
,duIIOS or iut idos das camadas populares assimilam CaIU a educação es- I experiências afetivas corno pais e filhos, alunos, trabalhadores e fiéis'
('01.1r a subi nissâo à ordem social dominante, enquanto os alunos ! de uma religião são determinadas pela ideologia que interiorizamos
oriundos das classes dom.inantes aprendem a dar ordens para os seus como membros da sociedade. Por isso, tais instâncias da vida social
luturos subordinados (Althusser, 1985, p. 57-58). são denominadas por Althusser "aparelhos ideológicos do Estado".
Para essa teoria althusseriana, portanto, os seres humanos não agem
A escola como aparelho ideológico do Estado corn autonomia e independência de valores, mas seguem as ideolo-
gias que lhes foram inculcadas pela estrutura social.
A ideologia contribui. para manter e reproduzir a forma de es- As ideologias recebidas da estrutura social é que formam a ma-
trut uraçâo da sociedade, com a continuidade das relações sociais de neira de pensar e agir dos indivíduos.A escola é uma dessas institui-
produçlo, pOl:que difunde a concordância com. as desigualdades ções que desempenham o papel de "equipar os sujeitos com as for-
qU;lllto ;'(apropriação dos meios de Produção e também. qualifica os mas de consciência necessárias para que assumam seus postos ou
t rab.ilhadores para a ocupação de postos na divisão social de traba- funções na produção material", como afirmou Terry Eagleton
lho. com competência técnica e disciplina, subordinados à organiza- (1997, p. 134). A ideologia, para um Althusser profundamente in-
,'lu hierárquica imposta pelos proprietários e aos objetivos de lucro fluenciado pelo pensamento de Antonio Gramsci, é um meio para
da, c-rnp resas. :"
formar as consciências dos seres humanos na vida em sociedade, e
I 'ara Althusser (1985), como expresso em seu escrito Aparelhos não apenas uma falsa consciência ou ilusão. Para o historiador Fran-
IrlC(I/.í.<;icos de Estado, a ideologia é uma concepção que orie?-ta a prá- çois Dosse (2007b, p. 212), que realizou um balanço da influência
tio dos agentes em sociedade. Como sintetiza Stuart Hall (2003, p. do pensamento estruturalista na França, a publicação de Aparelhos
17l), l13 concepção althusseriana "as ideologias constituem estrutu- ideológicos "de Estado, em 1970, exerceu uma grande influência sobr
1':\5 de pens;lI11ento e avaliação do m.undo - as ideias, que,as pessoas
as pesquisas em ciências humanas dentro e fora do país desd entã .

70 71
\ '
Nelson Piletti e Walter Praxedes Sociologia da educação - Do positivismo aos estudos culturais
. ,i

A diferenciação que Althusser realiza entre o uso da vio ência pelos e equipados para reagir às exigências de suas condições de existên-
up.uclhosrepressivos do Estado e os aparelhos ideológicos de Esta- cia" (A1thusser, 1969, apud Eagleton, 1997, p. 136).
do (ALE) que transrnitern as ideologias é amplamente empregada
pelos pesquisadores, uma vez que explicita de que maneira as insti-
tuiçô es sociais, como as igrejas, a família, a escola e os partidos polí-
ticos, difundem os valores e as concepções que favorecem a manu- 1. Segundo o pensamento de Althusser, como a educação escolar
ten cão da ordem estabelecida pelas classes dominantes. Segundo contribui para a manutenção dias desigualdades das sociedades
CSS.Ian.il isc, a escola seria constituída no aparelho ideológico res- capitalistas?
pous.ive l pela difusão da ideologia que possibilita a construção de 2. Em sua opinião, a educação escolar desempenha exclusivarnen-
urn.i hegcmouia da burguesia nas sociedades capitalistas, tomando o te esse papel de contribuir para a manutenção.' da ordem social
ILI~~.lrqll,' c.ibi» à Igreja Católica na ordem social feudal. capitalista? Justifique sua respos.ta.
I 'aLI ;1 tL'()I'I;l althusseriana, a escola funciona corno um aparelho
Id('(llógi,'o do Estado, uma vez que contribui decisivamente para a Referências bibliográficas
m.u rute nçâo das relações sociais de produção que garantem a explo-
r;t~;lú dos trabalhadores pela classe capitalista. Embora cada aparelho ALBuQuERQuE,josé Augusto Guilhon. "Introdução: Althusser, a ide-
1<..1.-(ilógico, corno igrejas, sindicatos e meios de comunicação, por ologia e as instituições". In ALTHUSSER,Louis. Aparelhos ideológi-
,'X"lltp]O, desempenhe urna função que lhe é peculiar, cabe à escola cos de Ilstado: nota sobre 05 aparelhos ideológicos de Estado (AlE). Rio
,) p.ipc l domiuante nas sociedades capitalistas, pois, desde a mais de Janeiro: Edições Graal, 1985.
tenra idade das crianças, vai lhes incutindo os valores próprios das ALTHUSSER,Louis. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os apare-
ideologias das classes dominantes, até o momento em 9~~ s.e for- lhos ideológicos de Estado (AlE). Rio de Janeiro: Edições Graal,
11];J111. para o ingresso no mercado de trabalho corno seres submissos 1985.
;IS orderis dos dirigentes (Alrhusser, 1985, p. 78-79). DOSSE, François. História do estruturalismo. v.I. Bauru (SP): Edusc,
A teoria de Althusser contribui para investigarmos em que medi- I 2007a.
;
da a educação escolar transmite aos alunos os valores que são domi- __ o História do estruturalismo. V. 2. Bauru (SP): Edusc, 2007b.
n.u ites na sociedade e as práticas que ajudam na manutenção do po- EAGLETON,Terry. Ideologia. Uma introdução. São Paulo: Ed. Unesp/
der das classes dominantes, Assim, as ideologias se materializam en1 . :: Boitempo, 1997 .
pr.u icas que os membros da sociedade realizam nas instituições em 1

,
.,"

; HALL, Stuart. "Significação, representação, ideologia: A1thusser e os


qUL' atuam, mantendo cada qual em um posto que lhe é designado debates pós-estruturalistas". In o Da diáspora - Identidades e
11;1 divisão social do trabalho, ocupando uma posição na hierarquia da mediações culturais. Belo Horizonte: Ed. da UFMG/Brasilia: Re-
socrcdade dividida em classes sociais - em resumo, cada indivíduo presentação da Unesco no Brasil, 2003.
dt'\('ITlpCnha urna função em beneficio da ordem social capitalista. A
ideologia torna-se assim, segundo Althusser, "indispensável, em qual-
qun sociedade, para que os homens sejam formados, transformados
l'

72 73

..•

Você também pode gostar