Você está na página 1de 10

ARTIGO DE REVISÃO

Realização da evolução de enfermagem em âmbito hospitalar: uma


revisão sistemática
Carrying out the evolution of nursing in hospitals: a systematic review

Realización de la evolución de la enfermería en hospitales: una revisión sistemática

Lima, Oséias José Lopes1; Lima, Ângela Roberta Alves2

RESUMO

Objetivo: realizar uma revisão sistemática de literatura sobre a frequência da realização da evolução
de enfermagem nas unidades de internação hospitalar e a adequação às prerrogativas legais.
Métodos: revisão sistemática, com coleta de dados na biblioteca eletrônica Scientific Eletronic
Library Online SCiELO, com os descritores controlados: registros de enfermagem; cuidados de
enfermagem, processos de enfermagem e o descritor não controlado: evolução. As buscas ocorreram
no mês de julho, 2016. Resultados: evidenciaram que produção sobre evolução de enfermagem nos
periódicos pesquisados, é pouco expressiva. Considerações Finais: a Sistematização da Assistência
de Enfermagem, método de consenso entre os enfermeiros, amplamente conhecido e legalmente
instituído, ainda enfrenta uma série de inconsistências e irregularidades. Identificou-se um grande
volume de inconformidades na implementação e execução dessa sistemática, revelando um oportuno
espaço de atuação para a auditoria de enfermagem a qual poderia contribuir para o exercício da
enfermagem de forma científica, segura, legal e de qualidade.
Descritores: Cuidados de enfermagem; Registros de enfermagem; Processo enfermagem.

ABSTRACT

Objective: to conduct a systematic review of the literature on the frequency of the evolution of
nursing in hospital admission units and the adequacy to legal prerogatives. Methods: systematic
review with data collection based on Scientific Electronic Library Online Scielo, with the controlled
descriptors: nursing care, nursing process and nursing records, and the uncontrolled descriptor:
evolution. The searches took place in July 2016. Results: evidenced that production on nursing
evolution in the journals surveyed, is not very expressive. Final considerations: Systematization of
Nursing Assistance, method of consensus among nurses, widely known and legally established, still
faces a number of inconsistencies and irregularities in its implementation and enforcement. The
existence of a large volume of non-compliance in the implementation and execution of this system
opens a timely performance space for the audit of nursing which could significantly contribute to
the practice of nursing science, safe, legal and quality.
Descriptors: Nursing care; Nursing records; Nursing process.

1 Enfermeiro. Especialista em Saúde da Família e Auditoria em Enfermagem. Enfermeiro da Universidade Federal


de Rio Grande. Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Email: oseiaseangela@hotmail.com http://orcid.org/0000-
0001-6762-7498
2 Enfermeira. Mestre em Ciências da Saúde. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas.

Enfermeira, Prefeitura Municipal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Email:
angelarobertalima@hotmail.com http://orcid.org/0000-0003-1328-5570
RESUMEN

Objetivo: realizar revisión sistemática sobre la frecuencia de la evolución de la enfermería en


unidades hospitalarias y el cumplimiento de las prerrogativas legales Métodos: revisión sistemática
con la compilación de datos de la biblioteca de Scientific Electronic Library Online Scielo, con los
descriptores controlados: cuidados de enfermería, proceso de enfermería y registros de enfermería
y lo descriptor no controlado: evolución. Las búsquedas se ocurrieran en julio de 2016. Resultados:
Evidenciaron que la producción sobre evolución de enfermería en los periódicos, es poco expresiva
Consideraciones Finales: Sistematización de la Asistencia de Enfermería, método de consenso entre
las enfermeras, conocidas y legalmente instituido, enfrenta una serie de inconsistencias e
irregularidades. La existencia de un gran volumen de incumplimiento en la implementación y
ejecución de este sistema abre espacio de actuación oportuna para el control de enfermería, que
podría contribuir significativamente a la práctica de la enfermería, segura, legal y de calidad.
Descriptores: Atención de enfermería; Registros de enfermería; Procesos de enfermería.

INTRODUÇÃO

A evolução de enfermagem é o em todos os ambientes, públicos ou


relato diário ou periódico das privados em que ocorre o cuidado
mudanças que ocorrem com o cliente.1 profissional de enfermagem.
Compõe uma das fases do processo de A evolução ocupa um papel
enfermagem e, mais recentemente, da importante na SAE, devido as suas
Sistematização da Assistência de implicações técnicas, éticas e legais
Enfermagem (SAE), proporcionando o que justificam a busca mais apurada
registro das ações profissionais, do pelo aprofundamento do conhecimento
estado de saúde e de todas as acerca da sua natureza e o vislumbre
mudanças ocorridas com o cliente. de um panorama que retrate a
O registro, em prontuário único, realidade assistencial hospitalar
da assistência prestada, abrange brasileira.
aspectos referentes à evolução clínica, Destarte a SAE permite a
procedimentos e cuidados de construção dinâmica do espaço
enfermagem. Esse registro qualifica o profissional, incorpora um sistema
cuidado, respalda ética e legalmente o próprio de valor social e cultural,
profissional, o cliente e a instituição. corroborando no enfrentamento da
Serve como fonte de investigação, inércia, da fragmentação e
instrumento de educação, de auditoria burocratização do fazer do enfermeiro,
e documento legal, além de constituir incentivando a criatividade, a
um dos direitos do cidadão garantido percepção da realidade, o
pela Carta dos Direitos dos Usuários de desenvolvimento do pensamento
Saúde.2 crítico e a inovação. Contribui para que
Em 2009, o Conselho Federal de a organização do cuidado se torne uma
Enfermagem (COFEN)3, instituiu prática reflexiva, habilitando os
mediante a resolução nº 358, a SAE e a profissionais ao desenvolvimento do
implementação do processo de raciocínio crítico sobre suas ações. E,
enfermagem, pautados por um evidencia as contribuições da
processo técnico, organizado, assistência de enfermagem no cuidado
deliberado e sistemático, desenvolvido à saúde, concorrendo para a produção

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 2


de conhecimento científico capaz de pergunta da revisão, os critérios de
sustentar a enfermagem enquanto inclusão e exclusão e estratégias de
disciplina.4-6 busca dos artigos. Num segundo
momento definiu-se a pergunta a qual
Diante do exposto, esse artigo
serviu como guia para a revisão: a
objetiva realizar uma revisão
evolução de enfermagem é realizada
sistemática sobre a frequência da
sistematicamente nas unidades de
realização da evolução de enfermagem
internação hospitalar no Brasil?
nas unidades de internação
hospitalares brasileiras e a adequação A biblioteca utilizada para o
às prerrogativas legais. rastreamento dos artigos foi a
Scientific Eletronic Library Online
MATERIAIS E MÉTODOS
(SCiELO). Os descritores utilizados
Este estudo utilizou como foram previamente consultados no
percurso metodológico a revisão Descritores em Ciências da Saúde
sistemática proposta dor Galvão e (DeSC), tendo sido utilizado o descritor
colaboradores7, que proporciona uma controlado: registros de enfermagem e
síntese do conhecimento baseado em o não controlado: evolução e o
pesquisas disponíveis em um dado booleano “and” e os descritores
momento, relativo a um tópico controlados: Cuidados de Enfermagem;
específico. É um recurso capaz de Processos de Enfermagem; Registros de
minimizar algumas barreiras para a Enfermagem, conforme Quadro 1.
utilização de resultados de pesquisas
A busca foi realizada no mês de
na prática assistencial. Conduzido
julho de 2016. Encontrou-se 52
conforme a metodologia Preferred
estudos, os critérios de inclusão
Reporting Items for Systematic
utilizados foram: artigos realizados por
Reviews and Meta-Analyses (PRISMA).8
enfermeiros, sobre evolução de
A revisão sistemática realizada enfermagem e registros de
foi composta por sete etapas: enfermagem. Em decorrência do
construção do protocolo; formulação interesse pelo conhecimento da
da questão de pesquisa; busca dos produção científica na temática de
estudos; seleção dos estudos; escolha a busca não foi delimitada
avaliação crítica dos estudos; coleta quanto ao ano de publicação e nem
dos dados e organização sistematizada quanto à metodologia utilizada.
dos dados, apontando lacunas e
Os critérios de exclusão foram:
limites. As etapas que envolveram a
estudos que não se aplicam em
busca e seleção dos dados foram
humanos; não realizados pela
realizadas por dois pesquisadores,
enfermagem brasileira; que não
concomitantemente, a fim de evitar o
tratarem de evolução ou registro de
viés na pesquisa.
enfermagem. Foram somente
Procedeu-se a elaboração de um avaliados artigos realizados pela
protocolo com a finalidade de garantir enfermagem brasileira devido à
o rigor metodológico da revisão. Os legislação especifica que a SAE possui
componentes deste protocolo foram: a no país.

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 3


I Artigos identificados na Scientific
D
E Eletronic Library Online SCiELO
N (n = 52)
T
I
F
I
C Artigos excluídos por não
A Artigos após eliminação dos
Ç duplicados serem brasileiros
à (n = 48) (n = 10)
O
S
E
L
E
Ç
à Artigos excluídos por não tratarem
O
Artigos rastreados do tema evolução e/ou registro de
E enfermagem
L
(n= 38) (n = 27)
E
G
I
B
I
L
I Artigos completos avaliados para Artigo excluído por não tratar
D
A elegibilidade do tema
D (n= 11) (n= 1)
E
I
N
C
L
U
Ç
Artigos incluídos na análise
Ã
O (n= 10)

Quadro 1 - Fluxograma da seleção das teses para a revisão integrativa, baseado no Modelo PRISMA
Após a eliminação de 04 artigos metodológico. Para isso foi construído
duplicados, restaram 48. Destes 10 um quadro contendo: ano de
foram excluídos por não se tratarem de publicação, tipo de estudo, amostra e
artigos realizados no território resultados encontrados.
brasileiro, 4 eram colombianos, 2 Após essa etapa, um artigo de
chilenos, 2 espanhóis e 2 portugueses. 201218 foi eliminado da análise,
Após a análise dos títulos e resumos 27 devido ao fato de que seu objetivo foi
artigos foram excluídos por não identificar as ações de enfermagem
tratarem do tema. prescritas por enfermeiros nos
Posteriormente realizou-se a prontuários de clientes internados, não
leitura na integra dos artigos, a se relacionando ao tema evolução de
identificação e a categorização dos enfermagem, portanto a amostra
estudos9-19 com o intuito de conhecer constituiu-se de 10 artigos.
o delineamento histórico e

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 4


RESULTADOS ano de publicação ficou assim
constituída: Em 200214, 200510 200613,
A amostra da revisão constituiu-
200817, 200912, 201016, 20129,15 201519 e
se de dez artigos9-17,19 publicados,
201611, conforme Quadro 2.
desde 2002 até 2016. A distribuição por

Artigo Ano Tipo de Estudo Revista


Implementação do processo de enfermagem
Relato de Revista Latino Americana de
em uma unidade de radioterapia: elaboração 2002
experiência Enfermagem
de instrumento para registro.
Avaliação da realização e do registro da Estudo descritivo,
Revista Brasileira de
Sistematização da Assistência de Enfermagem 2005 de caráter
Enfermagem
(SAE) em um hospital universitário. retrospectivo
Sistematização da assistência de enfermagem
Relato de Revista Brasileira de
em unidade de reabilitação segundo o modelo 2006
experiência Enfermagem
conceitual de horta.
Estudo inter-
Anotações de enfermagem em uma unidade Revista Brasileira de
2008 relacional,
cirúrgica de um hospital escola Enfermagem
retrospectivo
Avaliação da qualidade dos registros de
Estudo descritivo, Revista Acta Paulista de
enfermagem no prontuário por meio da 2009
retrospectivo Enfermagem
auditoria.
Estudo de
Análise da implementação da Sistematização abordagem
Revista Brasileira de
da Assistência de Enfermagem em uma 2010 quantitativa,
Enfermagem
unidade de reabilitação. exploratória e
retrospectiva
Avaliação dos registros de enfermeiros em
Não apresenta o Revista Acta Paulista de
prontuários de pacientes internados em 2012
tipo de estudo Enfermagem
unidade de clínica médica.
Tempo despendido na execução do processo de Descritivo,
enfermagem em um centro de tratamento 2012 observacional e Revista da Escola Anna Nery
intensivo. exploratório
Manual de monitoreo de la calidad de los
Revista Brasileira de
registros de enfermería en la atención 2015 Estudo de validação
Enfermagem
domiciliaria.
Estudo
Termos utilizados por enfermeiros em registros Revista Brasileira de
2016 quantitativo,
de evolução do paciente. Enfermagem
descritivo
Quadro 2 - Apresentação dos artigos que compõem a amostra
exploratória, um observacional15 (10%);
No que refere à tipologia do
um inter-relacional17 (10%). A análise
estudo, predominaram as pesquisas de
quantitativa é mencionada em apenas
abordagens do tipo descritivas
um artigo16 (10%), embora sejam
retrospectivas, dos dez estudos
apresentados dados coletados, com
analisados, quatro9-12 (40%) mencionam
tratamento estatístico, em seis
em sua metodologia de pesquisa a
estudos9-12, 15-16 (60%).
abordagem descritiva. Dois estudos13-14
(20%) são relatos de experiência não
possuindo amostra de dados. Dois
artigos16,19 (20%) possuem abordagem

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 5


DISCUSSÃO Identificou-se a importância da
SAE enquanto método instrumental
O referencial teórico, utilizado na conceitual e técnico necessário para o
maioria dos artigos foi o modelo de exercício da enfermagem de forma
processo de enfermagem proposto por científica. Contudo constatam-se
Wanda de Aguiar Horta. Encontram-se deficiências no cumprimento de
citações diretas à obra da autora e os algumas fases e na documentação das
conceitos de cada fase do processo de etapas realizadas.
enfermagem. Cinco artigos9,13,15-17
Os artigos analisados constataram
(50%) retratam explicitamente
falhas na identificação do profissional
realidades institucionais onde o
que realizou registro, bem como a
referencial teórico utilizado na SAE
utilização de terminologia incorreta e
está fundamentado no modelo de
abreviaturas não convencionais,
Horta, um deles inclusive traz a
ilegibilidade, erros de ortografia,
referência ao modelo conceitual da
emprego de nomes comerciais de
autora no título.15
artefatos. Percebeu-se pouca
A evolução de enfermagem expressividade ou anotações e
encontra-se associada ao processo de evoluções de enfermagem indistintas
enfermagem e a SAE, sendo descrita quanto ao conteúdo, ausência dos
como uma de suas fases. Todos os enunciados de diagnósticos de
autores enfatizam a sua importância enfermagem, das necessidades
enquanto método instrumental psicossociais dos clientes e da
conceitual e técnico necessário para o existência de um sistema de
exercício da enfermagem de forma classificação padronizado na
científica e legal. instituição.11-12,16
A SAE, para 40% da amostra, Alguns estudos sugerem a
necessita de reorganização, ajustes e padronização dos registros (anotações
ações educativas tendo sido apontado e evoluções) de enfermagem,
dificuldades e inconsistências na reformulação de impressos próprios
implementação nos cenários das fases da SAE nas unidades e
estudados. elaboração de protocolos assistenciais
Nesse sentido, destaca-se a para a qualificação do registro10,12, a
correção do excesso de atribuições das revisão evidenciou que existem falhas
enfermeiras, a falta de recursos na implementação da SAE, a qual
materiais para o cuidado, insuficiência ocorre de forma fragmentada, tendo
de pessoal, mesmo quando atendido o com maior frequência apenas o
quantitativo recomendado de registro das etapas de prescrição e
dimensionamento, excesso de tarefas, histórico realizadas.16
falta de preparo para utilização desse Observou-se que mesmo em
método de trabalho, resistência na instituições que já tinham implantado
utilização e não valorização do método a SAE, a mais de cinco anos, e em
pelos próprios enfermeiros e demais instituições destinadas ao ensino e a
membros da equipe de enfermagem.9- pesquisa, ainda necessitam de
10,13,16
orientação e treinamentos para a

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 6


execução da evolução de como método de coleta de dados,
enfermagem. 12,16 Esse fato justifica o tendo sido apontada como instrumento
investimento em educação fundamental na avaliação e detecção
permanente, apontado como dos problemas relativos aos registros
estratégia para a resolução dos de enfermagem, pois possibilita a
problemas e qualificação da avaliação das ações efetuadas, a
assistência prestada, corroborado com orientação para a equipe e a
dado encontrado em estudo realizado instituição, quanto ao registro
em uma instituição de ensino que apropriado das ações profissionais e o
identificou que a maioria, dos respaldo ético e legal, frente aos
enfermeiros investigados, conselhos, às associações de classe e a
desconhecem a legislação, mesmo os justiça.12,16
que reconhecem a importância da A existência de um grande volume
realização das anotações e evolução de de inconformidades na implementação
enfermagem.20 e execução dessa sistemática abre um
Entre todas as etapas da SAE oportuno espaço de atuação para a
identificou-se que a mais auditoria de enfermagem a qual
negligenciada foi a evolução de poderia contribuir significativamente
enfermagem, evidenciando que o para o exercício da enfermagem de
processo de enfermagem continua forma científica, segura, legal e de
inconsistente em muitos dos ambientes qualidade.
em que se dá o cuidado no Brasil, pois
não foram encontrados registros que CONSIDERAÇÕES FINAIS
descrevam o resultado dos cuidados
prestados em relação ao diagnóstico e A evolução de enfermagem
a prescrição de enfermagem. Entende- integra o processo de enfermagem e
se que a evolução de enfermagem vem constitui uma das fases da SAE, a qual
contemplando estritamente aspectos apresenta inconformidades e
de interesse médico em detrimento do deficiências na sua implementação.
seu campo próprio de atuação, Fato que evidencia a necessidade de
descritas sem análise clínica e sem maior investimento e pesquisa acerca
reportar-se devidamente ao cuidado do tema, principalmente se
prescrito.9 considerar-se os avanços tecnológicos
ocorridos no setor saúde na atualidade.
No entanto a qualificação desse
processo depende da valorização A SAE, embora seja um método de
profissional, visto que a evolução se consenso, amplamente conhecido e
constitui a etapa da SAE que mais legalmente instituído, ainda enfrenta
dispenda tempo na sua execuação15, uma série de inconsistências e
bem como da compreensão dos problemas em sua implementação e
enfermeiros em reconhecer que a SAE, execução. A evolução de enfermagem,
pode facilitar seu trabalho e direcionar enquanto integrante desse sistema,
a assistência prestada ao cliente.16-17 sofre os mesmos efeitos.
Em quadro estudos9,12,16-17 (40%) a Nesse contexto, destaca-se a
auditoria de enfermagem foi utilizada necessidade de ações de treinamento e

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 7


educação permanente, a construção content/uploads/2016/08/Guia-de-
de formulários padronizados e a Recomenda%C3%A7%C3%B5es-CTLN-
condescendência dos profissionais em Vers%C3%A3o-Web.pdf
relação à utilidade, à validade e à 4. Oliveira RS, Almeida EC, Azevedo
correta execução das fases do processo NM, Almeida MAP, Oliveira JGC.
de enfermagem. Salienta-se a ênfase Reflexões sobre as bases científicas e
na abordagem desse tema desde a fundamentação legal para aplicação da
graduação, visando à construção de sistematização do cuidado de
uma conduta prática cotidiana na
enfermagem. Rev UNIABEU. 2015
assistência de enfermagem. set/dez;8 (20):350-62.
Os possíveis caminhos para 5. Garcia TR, Nóbrega MML, Carvalho
contornar esse quadro são: EC. Nursing process: application to the
reorganização e padronização da SAE, professional practice. Online braz j
investimentos em treinamento e nurs. 2004;3(2):25-33.
educação permanente dos enfermeiros
e demais membros da equipe de 6. Malucelli A, Otemaier KR, Bonnet M,
enfermagem, e atividades de Cubas MR, Garcia TR. Sistema de
auditoria. Estas seriam estratégias informação para apoio à Sistema de
relevantes para promover as mudanças informação para apoio à
necessárias nos cenários assistenciais. Sistematização da Assistência de
Enfermagem. Rev bras enferm. 2010
O presente estudo, também, jul-ago;63(4): 629-36.
evidenciou a existência de algumas
lacunas acerca dos motivos da 7.Galvão CM, Sawada NO, Trevizan MA.
resistência à implementação da Revisão sistemática: recurso que
evolução de enfermagem, nos hospitais proporciona a incorporação das
do país, as quais merecem maiores evidências na prática da enfermagem.
investigações. Rev latino-am enfermagem. 2004
maio/jun;12(3):540-56.
REFERENCIAS 8. Galvão TF, Pansani TSA. Principais
itens para relatar revisões sistemáticas
1. Horta WA. Processo de enfermagem.
e meta-análises: a recomendação
2ª Ed. Rio de Janeiro: Editora
PRISMA. Epidemiol serv saúde. 2015
Guanabara; 2011.
abr-jun;24(2):335-42.
2. Ministério da Saúde (BR). Secretaria
9. Franco MTG, Akemi EM, D´Inocento
de Atenção à Saúde. Carta dos Direitos
M. Avaliação dos registros de
dos Usuários de Saúde. Brasília; 2011.
enfermeiros em prontuários de
3. Conselho Federal de Enfermagem pacientes internados em unidade de
(BR). Resolução Cofen 514, de 05 de clínica médica. Acta paul enferm
maio de 2016. Aprova o Guia de [Internet]. 2012 [acesso em 2016 jul
Recomendações para os registros de 3];25(2):163-70. Disponível em:
enfermagem no prontuário do paciente http://www.scielo.br/pdf/ape/v25n2
[Internet]. 2016 [acesso 2016 jul 04]. /a02v25n2.pdf
Disponível em:
http://www.cofen.gov.br/wp-

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 8


10. Reppetto MÂ, Souza MF. Avaliação despendido na execução do processo
da realização e do registro da de enfermagem em um centro de
Sistematização da Assistência de tratamento intensivo. Esc Anna Nery
Enfermagem (SAE) em um hospital [Internet]. 2012[acesso em 2016 jul
universitário. Rev bras enferm 3];16(2):292-6. Disponível em:
[Internet]. 2005[acesso em 2016 jul http://www.scielo.br/pdf/ean/v16n2
2];58(3):325-9. Disponível em: /12.pdf
http://www.scielo.br/pdf/reben/v58 16. Neves RS, Shimizu HE. Análise da
n3/a14v58n3.pdf
implementação da Sistematização da
11. Gomes DC, Cubas MR, Pleis LE, Assistência de Enfermagem em uma
Shmeil MAH, Peluci APVD. Termos unidade de reabilitação. Rev bras
utilizados por enfermeiros em registros enferm [Internet]. 2010[acesso em
de evolução do paciente. Rev bras 2016 jul 3];63(2):222-9. Disponível em:
enferm. 2016;37 Suppl:S539-27. http://www.scielo.br/pdf/reben/v63
n2/09.pdf
12. Setz VG, D'Innocenzo M. Avaliação
da qualidade dos registros de 17. Venturini DA, Marcon SS. Anotações
enfermagem no prontuário por meio da de enfermagem em uma unidade
auditoria. Acta paul enferm [Internet]. cirúrgica de um hospital escola. Rev
2009[acesso em 2016 jul 2];2(3):313-7. bras enferm [Internet]. 2008[acesso
Disponível em: em 2016 jul 3];61(5):570-7. Disponível
http://www.scielo.br/pdf/ape/v22n3 em:
/a12v22n3.pdf http://www.scielo.br/pdf/reben/v61
n5/a07v61n5.pdf
13. Neves RS. Sistematização da
assistência de enfermagem em unidade 18. Salgado PO, Tannure MC, Oliveira
de reabilitação segundo o modelo CR, Chianca TCM. Identificação e
conceitual de horta. Rev bras enferm mapeamento das ações de
[Internet]. 2006[acesso em 2016 jul enfermagem prescritas para pacientes
3];59(4):556-9. Disponível em: internados em uma UTI de adultos. Rev
http://www.scielo.br/pdf/reben/v59 bras enferm [Internet]. 2012
n4/a16v59n4.pdf mar/abr[acesso em 2016 jul
3];65(2):291-6. Disponível em:
14. Vaz AF, Macedo DD, Montagnoli
http://www.scielo.br/pdf/reben/v65
ETL, Lopes MHBM, Grion RC.
n2/v65n2a14.pdf
Implementação do processo de
enfermagem em uma unidade de 19. Barbosa SF, Tronchin DMR. Manual
radioterapia: elaboração de de monitoreo de la calidad de los
instrumento para registro. Rev latino- registros de enfermería en la atención
am enfermagem [Internet]. domiciliaria. Rev bras enferm
2002[acesso em 2016 jul 3];10(3):288- [Internet]. 2015 mar/abr [acesso em
97. Disponível em: 2016 jul 3]; 68(2):253-60. Disponível
http://www.scielo.br/pdf/rlae/v10n3 em:
/13339.pdf http://www.scielo.br/scielo.php?scrip
15. Almeida MA, Severo IM, Chaves EB, t=sci_arttext&pid=S0034-
71672015000200253&lang=pt
Barreto LNM, Borba DM. Tempo

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 9


20. Borges FFD, Azevedo CT, Amorim
TV, Figueiredo MAG, Ribeiro RGM.
Importância das anotações de
enfermagem segundo a equipe de
enfermagem: implicações profissionais
e institucionais. Rev enferm cent-oeste
min [Internet]. 2017 [acesso em 2017
jul 23];7(1):1-8. Disponível em:
http://www.seer.ufsj.edu.br/index.p
hp/recom/article/view/1147/1310
Data de submissão: 28/02/2017
Data de aceite: 21/10/2017
Data de publicação: 26/12/2017

J Nurs Health. 2017;7(2): e177302 10

Você também pode gostar