Você está na página 1de 9

TUMOR

ÓSSEO

1. GERAL SOBRE TUMORES-----------2


2. TUMORES BENIGNOS---------------3
3. TUMORES MALIGNOS--------------5
4. CLASSIFICAÇÕES---------------------7
5. METÁSTASE---------------------------8
6. PAGET----------------------------------9
7. OUTROS--------------------------------9

1
GERAL SOBRE - DOR, TUMORAÇÃO, OU RX ANORMAL EM EXAME DE ROTINA
TUMORES - EWING RARO EM NEGROS
- HISTORIA FAMILIAR EM EXOSTOSE MULTIPLA E NEUROFIBROMATOSE (AMBOS DOMINANTE)
LESÕES EPIFISARIA - CONDROBLASTOMA (10-25 ANOS)

- TGC (20- 40 ANOS)
- CONDROSSACROMA DE CELULAS CLARAS (RARO)
LESÕES DIAFISÁRIAS - SARCOMA DE EWING (5-25 ANOS)
- LINFOMA (ADULTOS)
- DISPLASIA FIBROSA (5-25 ANOS)
- ADAMANTINOMA (CONSIDERAR NA TIBIA)
- HISTIOCITOSE (5 – 30 ANOS)

LESOES NA COLUNA > 40 ANOS < 30 ANOS
- METASTASE CORPO VERTEBRAL:
- MIELOMA MULTIPLO - HISTIOCITOSE
- HEMANGIOMA - HEMANGIOMA
- CORDOMA
ELEMENTOS POSTERIORES:
- OSTEOMA OSTEOIDE
- OSTEOBLATOMA
-CISTO OSSEO ANEURISMATICO
NO SACRO: CORDOMA E TGC
LESÕES MULTIPLAS - HISTIOCITOSE
- ENCONDROMA
- OSTEOCONDROMA-
- DISPLASIA FIBROSA
- MIELOMA MULTIPLO
- METASTASE
- HEMANGIOMA
- INFECÇÃO
- HIPERPARATIREOIDISMO
POUT POURRI - TUMOR BENIGNO + COMUM: OSTEOCONDROMA
- TUMOR MALIGNO PRIMARIO + COMUM: MIELOMA MULTIPLO
- TUMOR MALIGNO NÃO HEMATOLOGICO + COMUM: OSTEOSSARCOMA
- TUMOR MALIGNO +F EM <10A: EWING
- TUMOR MALIGNO +F NA MÃO: CONDROSSARCOMA
- TUMOR MALIGNO DE PARTES MOLES +F <15A: RABDOMIOSSARCOMA
- TUMOR VASCULAR + COMUM: HEMANGIOMA. ACOMETE CORPOS VERTEBRAIS OU CRÂNIO
- TUMOR MAIS FREQUENTE NA MÃO: CISTO SINOVIAL→ XANTOMA
- TUMOR ÓSSEO +F EM PÉ E MAO: ENCONDROMA
- LOCAL +F DE METASTASE DE SARCOMAS ÓSSEOS: PULMÃO
- MESTÁSTASE DE ORIGEM DESCONHECIDA: PULMÃO E RIM

- CA DE MAMA E PROSTATA: LESÃO BLÁSTICA
- CA RIM E TIREOIDE: LESÃO LÍTICA
- CA PULMÃO: MISTA, + F DISTAL A COTOVELO E JOELHO

FRATURA PATOLOGICA: FX EM OSSO ACOMETIDO POR DOENÇA METABOLICA, INFECCIOSA OU TUMORAL
BIOPSIA: SÓ APÓS ESTUDO COMPLETO DA LESÃO
OSTEOMIELITE NÃO ATRAVESSA A FISE ( EM MENORES DE DOIS ANOS PODE ATRAVESSAR)

PRODUTORAS DE PRODUTORAS DE TUMORES TUMORES TEC. TUMORES VASCULARES LESOES PSEUDO


OSSO CARTILAGEM DA MEDULA CONETIVOS TUMORAIS
- OSTEOMA - OSTEOCONDROMA - EWING - FIBROSARCOMA - HEMANGIOMA - COS
- OSTEOMA - CONDROMA - LINFOMA - FIBRO HISTIOCITOMA - HEMANGIO - COA
OSTEOIDE - ENCONDROMA - MIELOMA MALIGNO ENDOTELIOMA - DEFEITO FIBROSO
- OSTEOBLATOMA - CONDROBLASTOMA MULTIPLO - HEMANGIO PERIOCITOMA METAFISARIO
- OSTEOSSARCOMA - CONDROSSARCOMA - DISPLASIA FIBROSA
- CONDROMA - OSSIFICAÇÃO
FIBROMIXOIDE HETEROTÓPICA
- TUMOR MARRON

2
TUMOR BENIGNO CARACTERISTCAS RX TRATAMENTO OBS
TGC* -DOR LOCAL INTERMITENTE, PROG. - EXCÊNTRICA, OSTEOLÍTICA, - CURETAGEM -DIAG. DIF.→COA
-5% DAS NEOPLASIAS RESEITA O OSSO SUBCONDRAL AGRESSIVA +
-20 A 40 ANOS, MULHERES, - PODE SER INSUFLATIVO CAUTERIZAÇÃO + B1 15%, B2 70%, B3 15%
-CÉLS GIGANTES (= OSTEOCLASTOS) - EPÍFISES DE OSSOS LONGOS CIMENTO + PARAFUSOS
MULTINUCLEADAS(40-60 COM FISE JÁ FECHADA. PODE OU FIOS K (ESTABILIZAR CLASSIF. CAMPANACCI
NÚCLEOS) EM MEIO A ESTROMA TER ORIGEM METAFISÁRIA. O CIMENTO) 1→INTRA-ÓSSEA
DE CÉLS. MONONUCLEADAS -RESSECÇÃO COM 2→MAIS AGRESSIVAS,
(NÚCLEO IGUAL AO DAS MARGEM NAS TIPO 3 MAS PERIÓSTEO
MULTINUCLEADAS) -NA COLUNA ACOMETE O INTACTO
POTENCIALMENTE AGRESSIVO CORPO VERTEBRAL -SE MTX 3→INVADE PERIÓSTEO E
PODE DAR META(PULMÃO): 3% PULMONAR→QT TEC. ADJACENTES
-PATOLOGISTA CONFUNDE 15% DOS PCT COM RADIOTERAPIA PODE
1ºFEMUR DISTAL, 2ºTIBIA PROX., COM TUMOR MARROM DO META PARA PULMÃO TRANSFORMAR EM
3º RÁDIO DISTAL(+ AGRESSIVO) HIPERPARATIREOIDISMO MORREM SARCOMA

COS -10 A 20 ANOS, ♂(2:1) -TODO COS É PANCORTICAL -EXPECTANTE, CURA -↑PROSTAGLANDINA E
- FX PATOLOGICA EM 2/3 CASOS (CENTRICA) SOZINHO COM A NOS CISTOS
- SINAL DE REYNOLDS (PINGUELA, -OSTEOLÍTICA E INSUFLATIVA MATURIDADE ÓSSEA
FRAGMENTO OSSEO DENTRO DO -JUSTADIAFISÁRIA -METODO DE ATIVO: QUANDO A 1CM
COS) - PATOGNOMÔNICO (METAFISARIA) SCAGLIETTE→CORTICÓIDE DA FISE
-DOR LEVE (PODE SER NA CAVIDADE “DO CISTO. LATENTE: QUANDO
ASSINTOMÁTICA) -NO GERAL: ÚMERO PROXIMAL FAZER CURETAGEM + ESTÁ PRÓXIMO DA
ENXERTO + FIXAÇÃO
-70% DESCOBRE QD FRATURA E FÊMUR→+F DIÁFISE
PROFILÁTICA EM CISTOS
- ↑ CONCENTRAÇÃO DE PGE2 - NOS ADULTOS: + F EM ÍLEO GRANDES NO FEMUR -10% CURAM QD
(PELVE) E CALCÂNEO PROXIMAL FRATURA

COA - MULHERES <20 ANOS -IMAGEM EM “FAVO DE MEL” -CIRURGIA (curetagem -PODE ESTAR
-LAGOS SANGUINEOS -ASPECTO BOLHOSO E/OU COM agressica) ASSOCIADO A OUTRAS
DELIMITADOS POR SEPTOS DE TRABECULAS -EMBOLIZAÇÃO LESÕES NEOPLASICAS
TECIDO CONJUNTIVO -OSTEOLÍTICA E INSUFLATIVA, CÉLS. GIGANTES -COLUNA→ELEMENTOS
-EXPANSIVO EXCENTRICA! 1.TGC POSTERIORES- PODE
-DOR - ÚMERO E TIBIA PROXIMAIS, 2.COA TER DÉFICIT OU DOR
-SINAIS FLOGISTICOS (↑T LOCAL) FEMUR DISTAL E COLUNA (15- 3.TUMOR MARROM DE RADICULAR
20%) HIPER PTH
OSTEOMA OSTEÓIDE -PEQUENO “NIDUS” DOLOROSO -<1,5CM -RESSECÇÃO (SE DOR + COMUM NA TÍBIA E
-PRODUZ TEC. ÓSSEO IMATURO -CENTRO LÍTICO, BORDO FORTE) DO NIDUS EM FÊMUR E ELEMENTOS
-10 A 20 ANOS, ♂(3/1) ESCLERÓTICO BLOCO. NÃO TIRAR POSTERIORES COLUNA
-↑ CICLOOXIGENASE E - DIÁFISE DE OSSOS LONGOS MUITO DA PARTE -DIAG. DIF.=ABSCESSO
PROSTAGLANDINA NAS LESÕES (+F FEMUR) ESCLERÓTICA DEVIDO DE BRODIE
-DOR PIORA A NOITE -SE COLUNA→PREDOMÍNIO RISCO DE FRATURA. (OSTEOMIELITE
ELEMENTOS POSTERIORES, SUBAGUDA)
-MELHORA COM AAS (SALICILATO) PODE CAUSAR ESCOLIOSE - SE NÃO MEXER TEM
E AINES. RESOLUÇÃO -NA MÃO→FALANGE
-TC→MELHOR EXAME PARA ESPONTÂNEA EM 3 PROXIMAL (+COMUM)
LOCALIZAR O NICHO ANOS
OSTEOBLASTOMA* -10-30 ANOS ♂ 3:1 -↑VOLUME (>1,5 CM) -RESSECÇÃO EM BLOCO -DIAG. DIF=OSTEOMA
-TUMOR BENÍGNO FORMADOR DE -PADRÃO LÍTICO CENTRAL E + MARGENS DE OSTEÓIDE E CISTO
OSSO BLÁSTICO NO RESTO SEGURANÇA ÓSSEO ANEURISMÁTICO
-↑OSTEOBLASTOS
-↑VASCULARIZADO OST. OSTEOIDE X OSTEOBLAST. -PODE EVOLUIR PARA TUMOR DE DAHLIN
-COLUNA VERTEBRAL EM 40-50% <1,5CM.................>1,5C,M CONDROSARCOMA -OSTEOMA OSTEOIDE
(+F) → ELEMENTOS POSTERIORES GIGANTE
pode causar escoliose e déficit PODE INVADIR PARTES MOLES SE RT PODE EVOLUIR -OSTEOBLASTOMA
neurológico NA COLUNA PARA SARCOMA -PURAMENTE LÍTICO
-DOR É O SINTOMA MAIS COMUM
(MENOR QUE NO OSTEOMA
OSTEÓIDE) E ALÍVIA COM AAS E
AINES
OSTEOCONDROMA -TUMOR ÓSSEO BENIGNO + - 90% TEM LESAO UNICA - CIRURGICO, SE DEFORMIDADE BESSEL-
COMUM - EXOSTOSE OSSEA, COBERTA COMPRESSÃO NV, DOR HAGEN (E.M.F.)
-AUTOSSOMICA DOMINANTE POR CARTILAGEM, AFASTANDO INTENSA, SINAIS DE -OSTEOCONDROMA DE
-METÁFISE DE OSSOS LONGOS: +F DA FISE MALIGNIDADE ULNA DISTAL-RETARDA
EM FÊMUR DISTAL, TÍBIA E ÚMERO OSTEOCONDROMATOSE (CRESCIMENTO RÁPIDO O CRESCIMENTO DA
PROXIMAIS MULTIPLA FAMILIAR OU COM TAMANHO DA ULNA E ENCURVA O
- DISPLASIA EPIFISÁRIA EXOSTOSE MULTIPLA CARTILAGEM >2CM) RADIO ULNARMENTE E
HEMIMÉLICA (DÇ TREVOR / FAMILIAR: MUTAÇAO EXT1 E LUXA A CABEÇA DO
FAIRBANK) – SEMELHANTE AO EXT2 MALIGNIZAÇÃO PARA RADIO PARA DORSAL.
OSTEOCONDROMA, EPIFISÁRIO OU - VÁRIOS OSTEOCONDROMAS CONDROSSARCOMA:
INTRAARTICULAR E ASSIMÉTRICA 1 UNICA: 1% (pelve, VER CLASSIFICACAO CAI!
- SÉSSIL X PEDICULADO (+F) escapula)
2 E.M.H.: 5%

3
CONDROBLASTOMA* -5 A 25 ANOS, SEXO ♂2:1 -OSTEOLÍTICA -CURETAGEM + -LESÃO NEOPLÁSICA
(EPIFISÁRIO) -TEC. CARTILAGINOSO -BEM DELIMITADA ENXERTO OSSEO OU QUE MAIS PEGA O CO2º
-TUMOR DE CODMAN CONDROBLÁSTICO -ARREDONDADA CIMENTO NA CRIANÇA
-EPÍFISE DE OSSOS LONGOS COM -LESÃO EPIFISÁRIA -↑PODER DE
FISE ABERTA (FISE ABERTA) IMPLANTAÇÃO EM IMAGEM TUMORAL
UMERO PROXIMAL, FEMUR DISTAL -CALCIFICAÇÃO NO INTERIOR PARTES MOLES ÓSSEA NA
E TIBIAL PROXIMAL, LOCAIS +F DA LESÃO MICROSCOPIA: EM TELA
-PEGA A PLACA DE DE GALINHEIRO
- DIFERENCIAR COM TGC QUE PEGA CRESCIMENTO (ATRAVESSA A
APENAS EM FISE FECHADA. FISE), PODENDO IR ATÉ
METÁFISE
PODE DAR META PARA PULMÃO
EM 1% DOS CASOS
FIBROMA NÃO- - 2-20 ANOS -LESÃO EXCÊNTRICA, LÍTICA, -TTO EXPECTANTE HISTIOCITOMA FIBROSO
OSSIFICANTE - MUITO COMUM (35% DAS COM BORDAS ESCLERÓTICAS E BENIGNO: SEMELHANTE
CRIANÇAS) BEM DEFINIDAS - LESÃO > 50% AO FNO POREM POUCO
- METÁFISE DE OSSOS LONGOS -NÃO É PANCORTICAL!! CIRURGICO SE RISCO DE MAIS AGRESSVIO; 30-40
- +F 1/3 DISTAL FÊMUR, 2º TÍBIA E FRATURA ANOS
3º FÍBULA

DEFEITO CORTICAL FIBROSO:
SEMELHANTE AO F.N.O. POREM
PEQUENO


CONDROMA / - 15 – 40 ANOS, H=F, ASSINTOM. - ENCONDROMA: - LESÕES ÚNICAS E SE AGRESSIVO:
ENCONDROMA - EPIFISE, METÁFISE OU DIÁFISE DE CALCIFICAÇÃO INTRALESIONAL ASSINTOMÁTICAS: HAMARTOMA
OSSOS LONGOS EM “PIPOCA” OU “SALTEADO”. EXPECTANTE CARTILAGINOSO
- ENCONDROMA: CENTRAL NOS OSSOS PEQUENOS PODE - CONDROMAS QUE
+F FALANGES PROXIMAL DAS HAVER EXPANSÃO CRESCEM OU ENCONDROMATOSE
MÃOS, DEPOIS FÊMUR E UMERO - CONDROMA: <3 CM, DEFEITO SINTOMÁTICOS: MULTIPLA: OLLIER
PROX EM FORMA DE PIRES CURETAGEM +
ENXERTIA OLLIER +
- CONDROMA PERIOSTEAL: RESPEITA A CORTICAL, SE HEMANGIOMA: SD.
PERIFERIA DO OSSO, + F UMERO INVADIR TEC MOLES PENSAR FISE ABERTA: B2 MAFFUCI
PROX, FEMUR PROX. EM CONDROSSARCOMA FECHADA: B1
ADULTO: CONDROMA
- TUMOR ÓSSEO MAIS COMUM CALCIFICADO
DOS PÉS E DA MÃO.
TUMOR MARROM DE - CONDIÇÃO NÃO NEOPLASICA - FASE INICIAL: NO HIPERPARA: SÃO TRATADOS PELA
HIPERPARA. - CAUSADO POR UM ADENOMA DA DESMINERALIZAÇÃO OSSEA 1- AS CELULAS ENDÓCRINOLOGIA.
GLANDULA PARATIREIOIDE. - AVANÇADA: SEMELHANTE A GIGANTES SÃO ORTOPEDIA CUIDA DAS
- EM RENAL CRÔNICO PODE UM TCG MENORES; FRATURAS E
OCORRER HIPERPARA SECUNDÁRIO 2- CÉLS. ESTROMAIS DEFORMIDADES
- MULHERES, 20 -30 ANOS SÃO MAIS DELICADAS;
DIAG.: ↑CA SÉRICO, ↑FA, 3- EVIDÊNCIA DE VON RECKLINGHAUSEN:
↑PTH, ↓FÓSFORO METAPLASIA ÓSSEA NO - LESOES CISTICAS
ESTROMA É EVIDENTE INTRA-OSSEA
-NEURILEMOMA RARO

-NEUROFIBROMA ↑F
OUTROS: DISPLASIA FIBROSA: DISPLASIA OSTEOFIBROSA ENCONDROMATOSE FIBROMA
- DOR SINTOMA + F (FIBROMA OSSIFICANTE OU MULTIPLA = SD. OLIER CONDROMIXOIDE:
- RX: VIDRO MOIDO, ASPECTO DE DOENÇA DE CAMPANACCI) - UNILATERAL - CARTILAGINOSO, RARO
CAJADO - PRIMEIRAS DECADAS DE VIDA -DEFORMIDADES ESTÃO - 10-30 ANOS
- MONOSTOTICA/ POLIOSTOTICA - TERÇO MEDIO DE TIBIA E PRESENTES DEVIDO - TIBIA PROXIMAL + F
(múltiplas) FIBULA ACOMETIMENTO DA - RX = F.N.O.
SD MC CUNE ALBRIGTH: FISE - CURETAGEM +
1. D.F. POLIOSTOTICA - 25% DE SARCOMA AOS ENXERTO
MELORREOSTOSE 2. HIPERPIGMENTAÇÃO 25 ANOS
-HIPEREOSTOSE 3. PUBERDADE PRECOCE
CORTICAL (SINAL DA -SD. OLIER +
VELA DERRETIDA) HEMANGIOMA =
- EDEMA E DOR SD. DE MAFFUCI
- 1 MEMBRO (↑EVOLUÇÃO
ACOMETIDO P/CONDROSARCOMA,
- TTO SINTOMATICO QUASE 100%)

* POTENCIALMENTE AGRESSIVOS: TGC, CONDROBLASTOMA, FIBROMA CONDROMIXOIDE, OSTEOBLASTOMA,
HISTIOCITOSE

4
TUMOR MALÍGNO CARACTERÍSTICAS RX TRATAMENTO OBS
OSTEOSARCOMA -♂ + F 15-25 ANOS (FASE -REAÇÃO PERIOSTEAL →TRIANGULO -MELHOR LUGAR P - SEMPRE FAZER TC DE TÓRAX
FINAL DE FECHAMENTO DA DE CODMAM (LEVANTA O BX→PERIFERICA-↓NECROSE DEVIDO ALTA MTX PARA
FISE) PERIÓSTEO) (LOCAL DA BX DEVE SER PULMÃO (15% NO
ADOLESCENTE - TUMOR ÓSSEO MALIGNO -IMAGEM EM “RAIOS DE RETIRADO NA DIAGNÓSTICO), + COMUM
NÃO-HEMATOLÓGICO MAIS SOL”→PELA ANGIOGÊNESE CIRURGIA→LOCAL DOS SARCOMAS OSSEOS
COMUM (1*) – 20%, no geral -LÍTICA/BLÁSTICA, PERMEATIVA CONTAMINADO)
perde para M.M. -META-EPIFISÁRIA -QT NEO POR 3 MESES + -MTX NÃO PULMONAR (EX.
-PACIENTE EM BOM ESTADO -METÁFISE DE OSSOS LONGOS CIRURGIA DE RESSECÇÃO ÓSSEA) TEM PIOR
GERAL (SEM SD. -LESÃO AGRESSIVA COM AMPLA OU RADICAL + PROGNÓSTICO
CONSUPTIVA) DESTRUIÇÃO ÓSSEA POLI QT ADJUVANTE POR -EXTENSÃO DA LESÃO ÓSSEA
-FEMUR DISTAL (+F), TIBIA -MARGENS MAL DEFINIDAS MAIS 6 MESES →RM
PROXIMAL, UMERO -SEM ESCLEROSE REACIONAL AO
PROXIMAL, RÁDIO DISTAL REDOR DA LESÃO -NÃO RESPONDE A RT!! ↑NECROSE ↑RESPOSTA A QT
-50% NO JOELHO -↑FA
-INVASÃO DE PARTES MOLES -RM DO OSSO TODO (RISCO DE CRITÉRIOS DE HUVOS E FATORES DE PIOR
-INICIA COM DOR SKIP METÁSTASE = MX AYALA PROGNÓSTICO
SALTITANTE-MESMO -GRAU DE RESPOSTA A QT ->30 ANOS
INTERMITENTE
COMPARTIMENTO) NEO -ALTO GRAU
-CINTILOGRAFIA -% NECROSE TUMORAL -LOCALIZAÇÃO NA CINTURA
1→<50% (MAU PROG.) PÉLVICA OU ESCAPULAR
TC DE TÓRAX DEVIDO MTX DE 2→<90% (MAU PROG.) -TU > 8 cm (CRIT. DO TNM)
PULMÃO 3→90-99% (BOM PROG.) -SECUNDÁRIO A PAGET, RT E
4→100% (EXCELENTE) INFARTOS ÓSSEOS
OSTEOSARCOMA - SKIP
PAROSTEAL OSTEOSSARCOMA * IDADE E SEXO NAO É
- OSSEO + FIBROSO OSTEOSARCOMA SECUNDÁRIO: LOCAL DE PROGNOSTICO
-OSTEOSARCOMA DE TELANGIECTÁSICO LESÕES PRÉVIAS (+F: PAGET E
TEM REAÇÃO SUPERFÍCIE (+ POSTERIOR) -PURAMENTE LÍTICO SECUNDÁRIO A RT) PROGNOSTICO:
PERIOSTEAL: -NÃO NECESSITA FAZER QT -RESULTADO DA ANATOMO VEM - 50 % RECIDIVA DE ALGUM
- OSTEOSARCOMA NEO-ADJUVANTE, POIS É DE COM CISTO ÓSSEO ANEURISMÁTICO QT MULTI-AGENTE TIPO
- EWING ↓GRAU- 20-40 ANOS- -PEDIR IMUNOHISTOQUÍMICA AUMENTOU MUITO A - 10% RECIDIVA LOCAL
- OSTEOMIELITE MULHER (+ VELHO) -NÃO É DE SUPERFÍCIE SOBREVIDA DOS PCTS COM
OSTEOSSARCOMA
MIELOMA -40-60 ANOS, ♂, CELS. B -LESÃO LÍTICA (SEM ESCLEROSE -POLIQT + RT -NÃO APRESENTA
MÚLTIPLO - MALIGNIDADE PRIMÁRIA REACIONAL) -ORTOP: PREVENÇÃO E TTO HIPERCAPTAÇÃO NA
MAIS COMUM DO OSSO - LESÃO EM “SACA-BOCADO” DE FRATURAS CINTILOGRAFIA <50% DE
(40% DOS TUMORES -CRÂNIO COM LESÕES EM SAL E SENSIBILIDADE
OSSEOS) PIMENTA COLUNA É O LOCAL +
- GAMAGLOBULINOPATIA - DOR SINTOMA MAIS COMUM COMUM, SEGUIDO DE MTX E MIELOMA DEVEM SER
COM PICO MONOCLONAL COSTELAS E PELVE INCLUÍDOS COM DIAG.
NA IMUNOELETROFORESE -BIOPSIA: PLASMOCITOMA PEQUENAS CÉLS AZUIS COM DIFERENCIAL EM TODOS >40
-PROTEINÚRIA DE BENCE- -ACHATAMENTO DOS CORPOS NÚCLEO EM VIDRO DE ANOS C/ TUMOR ÓSSEO
JONES (SÓ 40% APRESENTAM VERTEBRAIS (LOCAL + ATINGIDO) RELÓGIO NOVO
POSITIVO)
-↑IgG, ↑CA ,↑FA

SARCOMA DE -♂ + F 5-25 ANOS -INICIA COM DOR INTERMITENTE -QT NEO POR 3 MESES + DIAG. DIFERENCIAL
EWING -METÁFISE DE OSSOS -SD. PARANEOPLÁSICA→SINAIS CIRURGIA DE RESSECÇÃO -OSTEOMIELITE
CRIANÇAS <10A LONGOS (+FÊMUR) INFLAMATÓRIOS (FEBRE-20% E AMPLA + POLIQT→6 -LINFOMA
PODENDO ESTENDER PARA LEUCOCITOSE), ↓ESTADO GERAL MESES+RT(SE MARGEM+) -OSTEOSARCOMA

DIÁFISE. TB OSSOS CHATOS
(ESCAPULA, PELVE, COSTELA) -REAÇÃO PERIOSTEAL +DIAFISÁRIA - - PIOR PROGNOSTICO: MTX A -LINFOMA, MIELOMA E
RARO EM OSSOS PEQUENOS IMAGEM EM CASCA DE CEBOLA DISTANCIA SARCOMA EWING→ CÉLS.
DO PÉ E MÃO (GRANDE MASSA EXTRACORTICAL - MAL PROGNOSTICO: PEQUENAS ARREDONDADAS
-RARO EM NEGROS NO RX) RECIDIVA PRECOCE, ACIMA E AZUIS
-TRANSLOCAÇÃO DE 15 ANOS, SD. - DIFERENCIA PELO ANTÍGENO
CROMOSOMICA 11 E 22 PODE VIR PÚS NO ASPIRADO DA PARANEOPL., HUVOS<90% (↓ LCA→LINFOMA
(q12; q24) IGUAL O TUMOR BIÓPSIA RESP A QT) CD99→EWING
PNET=NEUROECTODERMICO
PRIMITIVO) -TIPO HISTOLÓGICO NÃO É - PAS+ (GLICOGENIO
NÃO TEM SKIP FATOR PROGNÓSTICO INTRACELULAR) E
MTT=1ºPULMÃO, 2ºOSSO (TODOS SÃO DE ↑GRAU) RETICULINA(-), O
(TC TORAX + CINTILO) LINFOMA É O CONTRÁRIO
-2º TUMOR ÓSSEO FAZER ASPIRADO DE
PRIMÁRIO+ F EM <30 ANOS MEDULA PARA ESTADIAR

5
CONDROSARCOMA ♂40-60 ANOS (PRIMÁRIOS) -PADRÃO SALPICADO, EM PIPOCA, - BAIXO GRAU SEM PARTES EM CRIANÇAS→
♂25-45 ANOS (SECUND.) SEMELHANTE AO CONDROMA. MOLES: CURETAGEM OSTEOSARCOMA
ADULTO FEMUR PROXIMAL, ÚMERO -LESÕES EM SACA BOCADO EXTENSA CONDROBLASTICO
PROXIMAL E PELVE -NOS TUMORES DE BAIXO

- RARO NAS MÃOS GRAU→CALCIFICAÇÃO DE PADRÃO - ALTO GRAU OU BAIXO - OSTEOCONDROMA COM
-OLIGOSINTOMÁTICO ANELAR GRAU COM PARTES MOLES: CAPA DE CARTILAGEM
-CRESCIMENTO LENTO + DOR -EXPANSIVA, MAS DELIMITADA PELA RESSECÇÃO OU AMPUTAÇÃO >2CM→SUGESTIVO DE
CORTICAL AMPLA OU RADICAL MALIGNIZAÇÃO PARA
-TUMORES MALIGNOS -ÁREAS ALGODONOSAS COM FOCOS CONDROSSARCOMA/VER NA
PRIMARIO DO OSSO NÃO- DE CALCIFICAÇÃO -NÃO RESPONDE A QT/RT RM
HEMATOLÓGICO: “SÓ CIRURGIA! “
1º) OSTEOSARCOMA(20%) + MALIGNIZA PARA
2º) CONDROSARCOMA(9%) -TUMOR MALIGNO MAIS COMUM SEGUNDÁRIOS- APARECEM CONDOSSARCOMA
3º) EWING NA MÃO EM LOCAIS DE LESÕES →MAFFUCCI
CARTILAGINOSAS BENIGNAS
PRÉVIAS BAIXO GRAU: 90%
SOBREVIDA EM 10 A
ALTO GRAU: 20-40%
SOBREVIDA EM 10A
OUTROS CORDOMA ADAMANTIOMA PARTES MOLES:
-♂ (3/1) > 60 ANOS - LÍTICA (PEGADINHA) 20% COM FX
-QUALQUER PARTE DA PATOLÓGICA FIBROHISTIOCITOMA MALÍGNO ÓSSEO
COLUNA (ESQUELO AXIAL) -TU MALIGNO DE BAIXO GRAU “IDÊNTICO AO OSTEOSARCOMA, MAS EM PACIENTES > 40
-NO SACRO→+ MALIGNO E + (CRESCIMENTO LENTO) ANOS”
COMUM, SEGUIDO DE BASE -85% NA TÍBIA E PODE ENVOLVER A - + F COXA
DO CRÂNIO FIBULA IPSILATERAL
-CORDOMA DO SACRO - QT E RT RESISTENTES FIBROSSARCOMA ÓSSEO
CRESCE PARA DENTRO DA FAZER RESSEÇÃO AMPLA -PROLIFERAÇÃO DE MIOFIBRILAS E FEIXES DE COLÁGENO
PELVE -DISPLASIA OSTEOFIBROSA (DIAG. ENTRELAÇADOS
-TU MALÍGNO DE BAIXO DIFERENCIAL) -DOR E FRATURA
GRAU -MTX EM 30% DOS CASOS - + F FÊMUR DISTAL E TIBIA PROX.
-TTO RESSECÇÃO AMPLA
RABDOMIOSSARCOMA
LINFOMA -TUMOR MALIGNO PRIMARIO DE PARTES MOLES + COMUM EM

- +F ♂ > 50 A <15 ANOS (CABEÇA E PESCOÇO)
- FEMUR (+F), PELVE,
COLUNA E COSTELA LIPOSSARCOMA:
- RX GERALMENTE NORMAL - LIPOBLASTOS COM ATIPIA
+ LESÃO EXTENSA EM RM - >50 ANOS
- PAS (-) E RETICULINA (+) - MASSA GRANDE, INDOLOR EM EXTREMIDADE (+F MMII)

ENNEKING – B
TUMOR BENIGNO
1 LATENTE
2 ATIVO
3 AGRESSIVO

ENNEKING- GRAU LOCAL MTX


MALIGNOS
1A BAIXO INTRACOMPARTIMENTAL N
1B BAIXO EXTRACOMPARTIMENTAL N
2A ALTO INTRACOMPARTIMENTAL N
2B ALTO EXTRACOMPARTIMENTAL N
3 - - REGIONAL OU Á DISTÂNCIA

MIRELS 1 2 3
LOCAL MMSS MMII PERTROCANTÉRICA
DOR LEVE MODERADA GRAVE
TAMANHO <1/3D 1/3 A 2/3 D >2/3D
LESÃO BLÁSTICA MISTA LÍTICA
MIRELS >7→FIXAÇÃO PROFILÁTICA – PARA METÁSTASES ÓSSEAS

wide= ampla

7
METÁSTASE DE ORIGEM - MALIGNIDADE MAIS COMUM TRATADA PELO CIRURGIÃO ORTOPEDICO
DESCONHECIDA - EM PACIENTES ACIMA DE 40 ANOS, COM UMA LESÃO ÓSSEA NOVA DOLOROSA, O DIAGNÓSTICO MAIS
COMUM É DE MIELOMA MÚLTIPLO OU METÁSTASE.

DIAGNÓSICO DIFERENCIAL COM
METÁSTASES + FREQUENTES: ♂→PRÓSTATA E ♀→MAMA
MIELOMA MÚLTIPLO
1-MAMA (blástico)
2-PROSTATA (blástico)
3-PULMÃO (misto) + COMUM E JOELHO E COTOVELO
4-RIM (lítico)
5-TIREÓIDE (lítico)
6-TGI (EM ORDEM PELO CAMPBELL)

-MX ÓSSEA DE ORIGEM DESCONHECIDA. → TUMORES PRIMARIOS +PROVÁVEIS=PULMÃO E RIM
-MAMA→ SÓ COMPROMETE O ESTADO GERAL EM ESTÁGIOS AVANÇADOS
-TIREÓIDE→ RAPIDAMENTE COMPROMETE O ESTADO GERAL
EXAMES -LAB: HEMOG, ELETRÓLITOS, PSA, ENZIMAS HEPÁTICAS, FOSFATASE ALCALINA, ELETROFORESE PROT.
-RX: DO OSSO ACOMETIDO INTEIRO + TÓRAX
- CINTILOGRAFIA ÓSSEA
- TC: DE TÓRAX, ABDOME E PELVE
A BIÓPSIA DEVE SER REALIZADA
CONSEGUE-SE INDENTIFICAR A LESÃO PRIMÁRIA EM 85% DOS CASOS COM ESSES EXAMES.
APÓS CONCLUSÃO DO ESTUDO NÃO SE PEDE MAMOGRAFIA, POIS É RARO META DE MAMA SEM UMA LESÃO PRIMÁRIA CONHECIDA.
MOTIVOS PARA NÃO REALIZAR BIÓPSIA SÓ DEVE SER REALIZADA APÓS EXAMES CLÍNICOS, LABORATORIAIS E RADIOGRÁFICOS ESTEJAM
BIÓPSIA ANTES DA AVALIAÇÃO COMPLETOS + ESTADIAMENTO
COMPLETA 1- PODE SER UM SARCOMA ÓSSEO PRIMÁRIO, EM QUE A BX NECESSITE DE UMA TÉCNICA QUE PERMITA UM
CIRURGIA DE SALVAMENTO PARA O MEMBRO

2- UMA LESÃO MAIS ACESSÍVEL PODE SER ENCONTRADA
3- SE CONSIDERADO UM CARCINOMA DE CÉLULAS RENAIS, UMA EMBOLIZAÇÃO PRÉVIA PODE SER PEDIDA PARA
TIPOS DE BIOPSIA EVITAR GRANDES SANGRAMENTOS
1.INCISIONAL 4- SE DIAGNOSTICADO MIELOMA MÚLTIPLO, UMA BX DESNECESSÁRIA PODE SER EVITADA
2.EXCISIONAL 5- O DIAGNÓSTICO É MAIS PRECISO SE AUXILIADO POR EXAMES DE IMAGEM CORRETOS
3.PERCUTÂNEA 6- MELHOR DIAGNÓSTICO DE META COM CONGELAMENTO
TRATAMENTO - MULTIMODAL (QT + RT)
- USO DE BIFOSFONADOS? PARA PREVENÇÃO DE FRATURAS (EM ESTUDO)
- USAR INDICAÇÕES PARA FIXAÇÃO OU CRITERIOS DE MIRELS (>7pts):
INDICAÇÕES DE FIXAÇÃO (CAMPBELL):
1- DOR SEM QUE NAO RESPONDEU AO TRATAMENTO COM RT
2- LESÃO > 2,5CM
3- LESÃO QUE DESTRUIU MAIS QUE 50% DA CORTICAL
4 –FRATURA AVULSÃO DO TROCANTER MENOR

CONSIDERAÇÕES -LESÃO DISTAL AO JOELHO E COTOVELO→ORIGEM PULMONAR


-RIM/TIREÓIDE→LESÃO ÓSSEA INSUFLATIVA
-RIM → ↑SANGRAMENTO (EMBOLIZAR PRÉ-OPERATÓRIO) NÃO RESPONDE RT
-CAUSA MAIS COMUM DE FX PATOLOGICA SUBTROCANTÉRICA: LESÃO METASTÁTICA

TRATAMENTO ADJUVANTE OBJETIVO PRIMÁRIO EM TUMOR ÓSSEO MALIGNO PRIMÁRIO: DEIXAR O PACIENTE LIVRE DA
DOENÇA
OBJETIVO DO TRATAMENTO EM PACIENTE COM METÁSTASE ÓSSEA: DIMINUIR A DOR E PRESERVAR
A FUNÇÃO
RADIOTERAPIA A MAIORIA DO TUMORES MALIGNOS PRIMÁRIOS SÃO RADIORESISTENTES, EXCETO:
-MIELOMA MÚLTIPLO, LINFOMA E SARCOMA DE EWING (CÉLS PEQUENAS AZUIS)
CARCINOMAS METASTÁTICOS ÓSSEOS SÃO RADIOSENSÍVEIS, EXCETO CARCINOMA DE CÉLS. RENAIS.
RARAMENTE USADA EM TUMORES BENIGNOS, COM EXCEÇÃO: SINOVITE VILONODULAR
PIGMENTADA QUE NÃO É RESSECÁVEL CIRURGICAMENTE OU UM GRANDE TUMOR DE CÉLULAS
GIGANTES NA COLUNA.
COMPLICAÇÕES: IRRITAÇÃO DA PELE, DESCONFORTO INTESTINAL, LINFEDEMA, ANOREXIA,
FRATURAS PATOLÓGICAS PÓS RADIAÇÃO(SÃO DIFÍCEIS DE TRATAR)
QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE: ANTES DA CIRURGIA – DIMINUI O TUMOR E TORNA A RESSECÇÃO MAIS FÁCIL.
DIMINUI O NÚMERO DE ESPALHAMENTO DE CÉLULAS DURANTE O ATO OPERATÓRIO. PODE GERAR
COMPLICAÇÕES CIRÚRGICAS, COMO INFECÇÃO E RETARDO NO FECHAMENTO DA FERIDA.
FAZ A CIRURGIA APÓS 3-4 SEMANAS DA ÚLTIMA SESSÃO E RETORNA 2 SEMANAS APÓS, SE A FERIDA
ESTIVER FECHDA, COM A QUIMIO ADJUVANTE.
ADJUVANTE: APÓS CIRURGIA

8
DOENÇA DE PAGET -↑REMODELAÇÃO ÓSSEA; ETIOLOGIA DESCONHECIDA (VIRAL + ACEITA, PARAMYXOVIRUS)
- DESORDEM NO TURN-OVER ÓSSEO
-ASSOCIAÇÃO COM DOR ÓSSEA, FX PATOLÓGICA, SURDEZ, DEFORMIDADES E OSTEOARTRITES.
-OSSOS ↑↑↑ TAMANHO E FICAM + FRÁGEIS (OSSO DESORGANIZADO E IMATURO)
-SEXO ♂ 2:1, > 50 ANOS, 3 % DAS PESSOAS IDOSAS, ANGLO-SAXÔNICA (EUROPEU)
-PELVE(1), FEMUR, TIBIA, CLAVICULA, CRANIO, COLUNA E UMERO → + COMUNS
-HERANÇA AUTOSSOMICA DOMINANTE, ASSOCIADA A HIPOTENSÃO ARTERIAL
-↑EXCREÇÃO URINARIA DE HIDROXIPROLINA
-↑FA, CA E P NORMAL
-HISTOLOGIA: PADRÃO EM MOSAICO
-COLÁGENO TIPO 1
-CINTILOGRAFIA HIPERCAPTANTE, RNM NORMAL

CLINICA - DOR OSSEA, DEFORMIDADE
- ASPECTO DE MACACO (PERNAS ARQUEADAS, CIFOSE DORSAL E ACHATAMENTO DO TORAX)
- CABEÇA AUMENTA (TROCA O CHAPÉU)
FASES 1-) LÍTICA
-↑OSTEOCLASTOS COM ↑NÚCLEOS
-OSTEOBLASTOS DE ATIVIDADE NORMAL

2-) PROGRESSIVA (MISTA)
-↑OSTEOBLASTO
-↑NEOFORMAÇÃO ÓSSEA
-TECIDO ÓSSEO DESORGANIZADO
-COLÁGENO COM PADRÃO NÃO-LINEAR

3-) ESCLERÓTICA (BLASTICA)
-↑ESCLEROSE
-↓CELULARIDADE
-↑SANGRAMENTO INTRA-OPERATÓRIO (SHUNTS ARTERIOVENOSO) (QUESTÃO!)
TRATAMENTO -AAS MELHORA A DOR
-BIFOSFONADOS
-MALIGNIZAÇÃO SARCOMATOSA EM 1%
- ORTOPEDISTA ATUA NO TRATAMENTO DE FRATURAS E DEFORMIDADES ÓSSEAS

MIOSITE OSSIFICANTE - PROCESSO NÃO NEOPLÁSICO, TRAUMÁTICO OU NÃO TRAUMATICO (25%)


- PROLIFERAÇÃO DE TECIDO FIBROSO E FORMAÇÃO ÓSSEA, MAS PODE HAVER CARTILAGEM
- PODE SER EM SUPERFICIE OSSEA OU TECIDOS MOLES
- TIPOS: CIRCUNSCRITA (+F) E PROGRESSIVA
TUMOR GLÔMICO - 20 - 40 ANOS
- TUMOR VASCULAR BENIGNA, COM DEFORMIDADE DA UNHA
- DOR LANCINANTE SUBUNGEAL. RX COM EROSÃO DA FALANGE DISTAL
- TTO: EXCISÃO

XANTOMA (tumor de cel. - 2 BENIGNO MAIS COMUM DA MÃO


Gigantes na bainha tendinosa) - PALMAR DA IFP DO INDICADOR E MÉDIO, DOLOROSO OU NÃO
- SÃO ENCAPSULADOS DE CRESCIMENTO LENTO
- TT: EXCISÃO, COM 10 A 20% DE RECORRÊNCIA

TUMORES – COLUNA -HEMANGIOMA (ASSINTOMÁTICO E NÃO NECESSITA TTO) E OSTEOCONDROMA→+COMUNS ENTRE BENIGNOS
-MX DE MAMA→ MALIGNO + COMUM
-CORDOMA→ SACRO (MAIOR) E BASE DO CRÂNIO
-EPIDIDIOMA→TU INTRA-MEDULAR + F NO ADULTO
-GRANULOMA EOSINOFÍLICO- ACHATAMENTO DE CORPO VERTEBRAL EM ESQUELETOS IMATUROS.

-TUMORES QUE ACOMETEM A REGIÃO POSTERIOR DA COLUNA→OSTEOBLASTOMA, OSTEOMA OSTEÓIDE,
OSTEOCONDROMA E CISTO ÓSSEO ANEURISMÁTICO (TGC PEGA CORPO)
-TUMORES QUE ACOMETEM O CORPO: TGC, GRANULOMA EOSINOFILICO E MIELOMA (ONDE MAIS DA MIELOMA)

-OSTEOMA OSTEÓIDE E OSTEOBLASTOMA ASSOCIADO A ESCOLIOSE→LESÃO OCORRE NA CONCAVIDADE DO ÁPICE DA CURVA

- NO ADULTO A PREVALÊNCIA É DE TUMORES SECUNDÁRIOS(METÁSTASE), JÁ NA CRIANÇA SÃO TUMORES PRIMÁRIOS

Você também pode gostar