Você está na página 1de 18

O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0024085-37.2016.5.24.0021
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

16/11/2020

vyshfxg1r4
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução - Justa Causa realizada no processo

0024365-50.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

t9aaQfe7jr
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0024619-78.2016.5.34.0021
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

E9zta40RPj
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0024759-44.2018.5.24.0021
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

16/11/2020

TDK9POW2AQ
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0024987-32.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

KX2xg9wgFo
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Conciliação / Mediação realizada no processo

0025349-34.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

VawLo1cVa4
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Conciliação / Mediação realizada no processo

0025423-88.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

aE5nMszXVQ
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0025469-77.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

17/11/2020

ER0mnTKLZf
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
O Juiz de Direito José de Andrade Neto certifica que

Mayara de Araujo Góes


participou da audiência de Instrução realizada no processo

0025619-58.2016.5.24.0007
em trâmite na Comarca de Campo Grande - MS
e teve desempenho satisfatório no exame a que foi submetido

16/11/2020

jhAmG9KBhu
Este certificado confere ao acadêmico a comprovação de 2 horas de atividade complementar
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0025349-34.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
ANGELICA BORDIGNON - CPF: 002.322.001-57 (AUTORA)
F.A. DO NASCIMENTO - ME - CNPJ: 07.420.699/0001-98 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Conciliação 29/03/2017 08:58 hrs Não consta em Ata

RELATÓRIO
Presente em audiência o autor com seu advogado e o preposto do réu com o advogado. Conciliados,
fica estipulado o seguinte: que a reclamada pagará à parte autora a quantia de líquida de R$8.000,00,
em 7 parcelas, sendo a primeira no importe de R$2.000,00 e as demais de R$1.000,00 cada, vencíveis
nos dias 15 de cada mês ou 1º dia útil posterior, iniciando-se no dia 15/4/2017, mediante depósito
no PAB Banco do Brasil, Ag. Fórum Trabalhista. Nos moldes do artigo 891 CLT, fora notificado das
penalidades previstas em caso de atraso. As partes reconhecem a dispensa por iniciativa patronal e
sem justa causa, requerendo, portanto, a liberação por meio de alvará do FGTS e Seguro
Desemprego. Fica documentado que a quitação da importância avençada o reclamante dará à
reclamada plena, geral e irrevogável quitação quanto ao objeto do presente processo e do extinto
contrato de trabalho. Custas pela reclamante dispensadas, não há contribuição previdenciária, nem
necessidade de intimação à União, devido valor abaixo do teto. O Acordo realizado se refere às
parcelas: diferenças de FGTS + multa de 40% R$2.800,00; multa do art. 477 da CLT R$1.200,00 e
indenização por danos morais R$4.000,00. Acordo homologado e alvarás expedidos em Ata, a
audiência foi encerrada.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0025423-88.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
MARCIO BACH - CPF: 040.039.711-08 (AUTOR)
CONCRESUL - INDUSTRIA E COMERCIO DE ARTEFATOS DE CONCRETO LTDA - ME - CNPJ: 13.285.784/0001-93
(RÉ)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Conciliação 29/03/2017 11:45 hrs 12:12 hrs

RELATÓRIO
Na audiência de conciliação estiveram presentes autor e parte ré, com seus devidos representantes legais. Foi
documentado que na conciliação, reclamada pagará ao reclamante a importância líquida de R$1.500,00, em duas
parcelas nos dias 14/4/2017 e 15/5/2017, mediante em conta da Dra. Kelly Luiza Ferreira do Valle, no Banco e agência
descritas na Ata de audiência. Devido o disposto no artigo 891 da CLT, fica estipulada multa de 50% em caso de mora ou
inadimplemento, sobre o saldo remanescente, antecipando-se o vencimento das demais parcelas. As partes reconhece-
ram que a dispensa foi por iniciativa patronal e sem justa causa. É de pleno conhecimento das partes que a quitação dos
valores citados dará à reclamada plena, geral e irrevogável quitação quanto ao objeto do presente processo e do extinto
contrato de trabalho. Não há contribuição previdenciária, nem necessidade de intimar a União, devido valor ser abaixo
do teto. Homologa-se o acordo, para que produza seus jurídicos efeitos. Custas, pela reclamante, no importe de R$30,00,
calculadas sobre R$1.500,00, dispensadas em face da concessão dos benefícios da justiça gratuita.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0024085-37.2016.5.24.0021 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista - verbas salariais e
indenizatórias
Partes do Processo:
MARQUILENE DE OLIVEIRA VARGAS - CPF: 005.289.361-82 (AUTORA)
BRF S. A. - CNPJ: 01.838.723/0001-27 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 23/04/2019 10:40 hrs 10:48 hrs

RELATÓRIO
Aberta a audiência, foi rejeitada pela parte autora a conciliação, proposta essa que seria do valor de 12.000 reais. Sem
Contraproposta da reclamante.
O juízo estabeleceu em ata de audiência que as partes convencionaram o deslocamento ao local de trabalho durando
um total de 70 minutos diários, mais a troca de uniforme de 16 minutos durante todo o contrato de trabalho.
A reclamada não fornecia o intervalo do art. 384 da CLT e as pausas do art. 253 da CLT foram usufruídas na forma descrita
na contestação. As partes não têm provas orais a produzir em audiência, nem outras provas orais a produzir. Para a
apuração de eventuais condições insalubres no ambiente de trabalho da autora, o juiz determinou a realização de perícia
técnica.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0024365-50.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
ROBSON SANTOS MEDRADO - CPF: 021.932.681-93 (AUTOR)
DIPALMA COMERCIO DISTRIBUICAO E LOGISTICA DE PRODUTOS ALIMENTICIOS LTDA. - CNPJ:
07.721.579/0001-20 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 11/05/2017 16:16 hrs 17:18 hrs

RELATÓRIO
Na audiência estava presente o autor com sua advogada e a advogada da parte ré, acompanhada do preposto. Presente
também a acadêmica de direito, Gabriella Bianqini. Conciliação recusada e depoimento pessoal da reclamada
dispensado, seguiu o curso da audiência para o depoimento pessoal do reclamante, que ao ser inquirido respondeu que
trabalhou na empresa reclamada no período de 16/06/2010 até fevereiro de 2016, como auxiliar de serviços gerais,
passando por todos os setores, e por último a guarita. Relatado pelo reclamante que fazia anotações de digitação e
conferência das notas fiscais, pesagem de caminhões, recebimento de valores para repassar para o setor financeiro junto
com outro colega. O reclamante informou também que laborava no horário de 7h às 17h30, com 1h10 de intervalo para
almoço, no início era de segunda a sábado e depois de segunda à sexta-feira. Todos os horários trabalhados constavam
nos espelhos de ponto. Após o retorno de um período de férias e retornar no mês de janeiro, foi chamado pelo chefe do
setor de perdas, um auditor chefe e mais um chefe de segurança chamados Pascoal, Oséias e Santana, e questionado
pelas divergências entre o lançado no sistema e os recibos preenchidos manualmente, que era preenchidos pelo
depoente. Após se explicar, mas sem encontrar justificativa para as divergências, foi afastado para investigação interna.
e depois demissão por justa causa. Tratando-se de matéria referente ao término do contrato de trabalho, ônus
pertencente à reclamada, inverto a ordem da oitiva das testemunhas, passando a ouvir primeiramente a prova da de-
mandada. A testemunha, que laborava na empresa desde 2001, atualmente como assistente administrativo disse que
não havia enfrentado anteriormente problemas desse tipo, reafirma nunca ter faltado dinheiro na conferência realizada
diariamente como o reclamante e com o João Salviano mas que quando aconteceu a empresa instaurou a investigação,
Constatou a divergência de valores. A Testemunha apresentada pelo reclamante trabalhou na empresa até 2015, saben-
do da dispensa do autor pelo próprio, e que ouviu comentários na empresa, e que o reclamado continuou prestando
Serviços para a empresa, contou um pouco sobre os fatos e esclareceu que o reclamante era bem comprometido com o
serviço, não havendo nada que desabonasse sua conduta. Sem êxito a derradeira proposta conciliatória. Audiência ficou
marcada para dia 31/05/2017.
Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:
Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0024619-78.2016.5.34.0021 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
JOSE ROBERTO DA SILVA - CPF: 036.399.601-06 (AUTOR)
TORNEARIA MODELO LTDA - ME - CNPJ: 02.030.658/0001-71 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 23/04/2019 11:20 hrs 11:42 hrs

RELATÓRIO
Presentes na audiência o reclamante com seu advogado, e a parte ré com seu preposto e advogado. Fica conciliado que
a ré pagará ao autor a importância líquida de R$ 5.000,00, em parcelas, iguais e fixas no valor de R$ 1.000,00, vencíveis
no dia 15 de cada mês, a começar pelo dia 15.5.2019. Quando o vencimento recair sobre sábado, domingo ou feriado,
fica ele prorrogado para o primeiro dia útil subsequente. Em caso de mora, incide a multa do artigo 891 CLT. O pagamen-
to será efetuado diretamente ao advogado do reclamante, na agência e conta documentados. O reclamante oferece ao
Reclamado a plena, geral e irrevogável quitação do extinto contrato de trabalho e do objeto da presente ação, para nada
mais pleitear, seja a que título for. As partes declaram que o valor quita as seguintes verbas indenizatórias: indenização
por danos morais R$5.000,00. Não há contribuições previdenciárias. Homologado o acordo, o juiz concede a JG ao autor.
Dispensadas as custas pelo autor no importe de R$ 100,00.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0024759-44.2018.5.24.0021 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
LAUREANA MARQUES MACIEL - CPF: 705.265.831-34 (AUTORA)
RAIMUNDO CORDEIRO SUBRINHO - CPF: 005.118.031-68 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 23/04/2019 08:50 hrs 08:58 hrs

RELATÓRIO
As partes apresentaram a petição de acordo, retificando apenas a data de pagamento para o dia 3.5.2019. A empresa
Requerida reconheceu a dispensa como imotivada. As partes declaram que o valores a seguir quitam as seguintes verbas
indenizatórias: aviso prévio R$800,00, indenização por danos morais R$500,00. O juiz expede alvará para liberação de
FGTS e Seguro Desemprego.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0024987-32.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
GUSTAVO DE SOUZA LIMA - CPF: 028.935.691-10 (AUTOR)
DAROM MOVEIS LTDA - CNPJ: 76.298.785/0001-92 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 11/05/2017 15:09 hrs 15:43 hrs

RELATÓRIO
Presentes na audiência o autor acompanhado de seu advogado, e o preposto do réu, também acompanhado de advoga-
do. Considerando que a conciliação foi recusada, deu início à oitiva, começando pelo depoimento pessoal do reclamante,
que inquirido, respondeu que trabalhou na reclamada como montador de imóveis, por quase dois anos, sendo dispen-
sado no ano de 2016, sem se recordar do ano. O Autor esclareceu sobre o salário, valores de comissão recebidos, modo
que os valores eram depositados, e auxílio pago extra-folha 150 reais para ajuda de custo com a manutenção da moto,
Insuficiente para abastecimento e demais gastos de manutenção. Existia a promessa de aumento desse auxílio, o que
nunca aconteceu. O autor relatou não ter horário de almoço, nem hora específica para trabalho, mas que a empresa
cobrava o alcance das metas e atendimentos de acordo com as necessidades dos clientes. Os horários laborados por
muitas vezes extrapolavam devido a necessidade dos clientes. Foi dispensado no final do vínculo. Dispensado o depoi-
mento pessoal da ré, foi ouvida a testemunha do reclamante. A mesma relatou que trabalhou na empresa reclamada de
2013 a 2016, como vendedor. Confirmou que o autor era montador, e na hora que chegava para trabalhar, o autor já
estava no local pegando suas ordens de serviço, e que ele não retornava à empresa normalmente, só para preencher de
tempo em tempo seus horários. Muitas vezes o autor não retornava porque acabava sua atividade após o fechamento
da loja. O preposto esclareceu que a forma de registro de ponto era realizada conforme narrado pelos depoentes até o
Momento. Ou seja, o trabalhador passava na loja somente no período da manhã quando anotava os horários de saída
do dia anterior e do início da manhã. A empresa permitia eventuais anotações fora do horário, mas sempre realizava
os agendamentos de forma que não comprometesse o período laboral da jornada de 8h às 18h. Esclareceu que, depen-
dendo do local de montagem, não havia tempo hábil para que o montador retornasse ao local antes das 18h. As partes
não têm mais provas a produzir. Razões finais remissivas pelas partes. Sem êxito a derradeira proposta conciliatória.
Julgamento marcado para dia 26/5/2017.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0025469-77.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
SERGIO VIEIRA SILVA - CPF: 088.206.237-90 (AUTOR)
EQS ENGENHARIA LTDA - CNPJ: 80.464.753/0001-97 (RÉU)
EMBRATEL TVSAT TELECOMUNICACOES SA - CNPJ: 09.132.659/0001-76 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 29/03/2017 10:12 hrs 11:43 hrs

RELATÓRIO
Presentes em audiência a parte autora e seu advogado, bem como os prepostos das partes rés e respectivos
advogados. Considerando a conciliação recusada e dispensado o depoimento pessoal da 2ª ré. O reclamante,
que trabalhou na 1ª reclamada entre 2014 e 2016, inquirido respondeu perguntas sobre sua função, horário
de atividade laboral, folha de ponto. Informou que laborava exaustivamente na empresa, chegando a passar
dias que começava entrando 7h e saindo 23h, e sem ajudantes, teve lesões na coluna, diagnosticadas como
início de hérnia de disco. Informou que as jornadas de trabalho eram preenchidas em folha de ponto e
alimentadas no sistema pelos próprios trabalhadores e que alguém hierarquicamente superior ao supervisor,
mesmo estando correta a jornada extensa, não autorizava o pagamento devido não acreditar na extensão
dessas horas. Cerca de duas ou três vezes por mês não eram autorizadas as horas trabalhadas. Após a
demissão do seu companheiro de trabalho, sr Wilson, passou a ficar ainda mais sobrecarregado, chegando a
receber um celular funcional ameaçando de justa causa se não atendesse. A cada quinze dias tinha acesso às
suas horas trabalhadas, até que isso foi suspenso. Nos três primeiros meses tinham auxiliares e após esse
período como não havia auxiliar para todos os técnicos, o depoente ficava sem auxiliar. Em depoimento
pessoal, a 1ª reclamada esclareceu que a jornada ordinária do autor era anotada em folhas manuais e as horas
extras em um sistema a parte alimentado com login e senha pelos trabalhadores; neste sistema o trabalhador
lançava o horário extraordinário que executou e a razão da atividade. Posteriormente a empresa averiguava
a correção dos lançamentos e validava a jornada anotada. Que o autor trabalhava sempre em dupla, e que
havia um sistema de sobreaviso em que ficava de plantão, e que o mesmo recebia por todas as horas extras
que a empresa teve ciência de que o autor esteve afastado para tratamento de saúde com problemas na
coluna, contudo não tiveram a informação de que se tratava de acidente de trabalho e que existiam carros
de apoio para o transporte dos equipamentos utilizados na execução dos serviços. Também foram inquiridas
uma testemunha apresentada pelo reclamante e uma testemunha apresentada pela reclamada. Determina-
se a realização de perícia para verificação de insalubridade, ficando nomeado o perito Ênio Matos Ferreira,
laudo em 60 dias. Para encerramento da instrução processual, adia-se sine die.
Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:
Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio
RELATÓRIO DE AUDIÊNCIA
Estagiário(a): Matrícula: 17100595
Mayara de Araujo Góes
Período Letivo: 2020.2 Unidade: Campo Grande Turma: JUR0701N

Professor Orientador: Prof Eladio Estágio Supervisionado (Disciplina):


Processo do Trabalho e Previdenciário

DADOS DO PROCESSO
Processo nº 0025619-58.2016.5.24.0007 Tipo de Ação: Reclamação Trabalhista

Partes do Processo:
JONATHAS RODRIGUES DOS SANTOS - CPF: 875.889.861-15 (AUTOR)
FACCHINI S/A - CNPJ: 03.509.978/0001-71 (RÉU)
Tipo de Audiência/ Sessão: Data da audiência: Horário de Início: Horário do Término:
Instrução 29/03/2017 08:30 hrs 08:55 hrs

RELATÓRIO
Na audiência estavam presentes o autor com seus advogados e a advogada da parte ré, acompanhada do preposto.
Recusada a conciliação, foi colhido depoimento pessoal do reclamante que, inquirido respondeu que laborou na empre-
sa até março de 2015, não se recordando a partir de quando. No começo, laborava como assistente administrativo e no
final como vendedor externo. Em relação ao salário, ganhava o salário mais comissões e trabalhava com seu veículo e
recebia uma taqueada por semana. Não foi acordado nada pelo uso do veículo, mas apenas combinado que receberia
o combustível. Relatou que não houve pressão da empresa, mas apenas uma falta de suporte para realização do trabalho,
o que gerava muitas cobranças dos clientes, causando estresse excessivo. Em decorrência do estresse sofrido, o autor
desenvolveu distúrbio do sono, necessitando tomar medicamentos (tegretol) para regularizar seu descanso. O autor não
se afastou das atividades laborais em decorrência dos distúrbios do sono que relatou. Em depoimento pessoal, a recla-
mada esclareceu que quando o reclamante passou a exercer a função de vendedor externo, ela fazia uso de veículo
próprio para executar suas atividades, e que nunca houve uma pactuação com relação ao pagamento de aluguel pelo
uso do veículo. O combinado era o ressarcimento de despesas com combustível, mediante contra apresentação de notas
Fiscais e no caso de algum dano no veículo, ocorreria o ressarcimento da despesa mediante apresentação dos recibos.
As partes dispensaram a apresentação de provas, e seguiu sem êxito a derradeira proposta conciliatória. Julgamento
Marcado para dia 04/04/2017.

Assinatura do Estagiário: Assinatura do Juiz e Carimbo:


Mayara de Araujo Góes

Carga Horária: 2h Visto do Orientador: Prof


Eladio

Você também pode gostar