Você está na página 1de 5

• Pergunta 1

1 em 1 pontos
Leia o trecho a seguir.
“A longevidade humana é um novo desafio. Não só pelo número crescente
de pessoas acima de sessenta anos, mas, muito mais pelas novas
necessidades que o segmento idoso está demonstrando, como também,
pelo fato desta sociedade idolatrar o novo, menosprezando as experiências
dos mais velhos e tudo o que se refere a ele. Como poderemos agir para
retirar da sociedade o estigma de velho? E de velhice? Aqueles que
envelhecem não podem e nem querem ser excluídos da luta pela
construção de uma nova sociedade, e consequentemente, de uma nova
velhice.”
LIMA, M. P. Reflexão – Longevidade humana: um novo desafio. Ideia
sustentável. (2006). Disponível
em: https://ideiasustentavel.com.br/reflexao-longevidade-humana-um-novo-
desafio/ . Acesso em: 20 maio 2020.

Acerca do tema ciclo da vida, analise as afirmações a seguir.


I. O auge da condição física e o seu rápido declínio são características da
fase de início da vida adulta.
II. Entrada na menopausa pelas mulheres e dupla responsabilidade de
cuidado da família caracterizam a fase de início da vida adulta.
III. Na fase adulta tardia, pode acontecer um início de deterioração da
memória.
IV. A busca por significado para a vida, bem como a chegada da
aposentadoria marcam a vida adulta tardia.
Está correto o que se afirma em:
Resposta Selecionada:
I, III e IV.
Resposta Correta:
I, III e IV.
Comentário da Resposta correta: cada etapa do desenvolvimento tem
resposta: características particulares que deixam o indivíduo mais
vulnerável a diferentes determinantes de saúde.

• Pergunta 2
1 em 1 pontos
Leia o trecho a seguir.
“As ciências humanas e sociais são um componente crucial para a
compreensão e a melhoria da saúde. Para a Wellcome Trust, não é
suficiente apoiar o desenvolvimento de medicamentos e vacinas. Se não
entendemos o contexto social da saúde e da doença, práticas e tecnologias
médicas tendem a falhar. Os recentes surtos de Ebola são um bom
exemplo: os esforços iniciais de controle de epidemia não atingiram os
objetivos esperados até haver uma compreensão clara das práticas
funerárias entre as comunidades afetadas.”
MANNHEIMER, V. Entender o contexto social da saúde e da doença é
crucial. HCS-Manguinhos , 2016. Disponível
em: http://www.revistahcsm.coc.fiocruz.br/entender-o-contexto-social-da-
saude-e-da-doenca-e-crucial/ . Acesso em: 20 maio 2020.

Analise as afirmativas a seguir e marque V para as verdadeiras e F para as


falsas.
I. ( ) Os determinantes de saúde são os vários fatores que influenciam a
saúde e o bem-estar.
II. ( ) A compreensão das razões que levam duas pessoas com o mesmo
quadro clínico terem desfechos diferentes pode ser verificada pelos
determinantes sociais que são diferentes entre elas.
III. ( ) O indivíduo está no centro do modelo de determinação da saúde
proposto por Dahlgren e Whitehead porque a herança genética é o
determinante mais importante.
IV. ( ) Os Determinantes Sociais da Saúde foram criados pela Lei 8.080 de
1990, que regulamenta o SUS.
Está correto o que se afirma em:
Resposta Selecionada:
I e II.
Resposta Correta:
I e II.
Comentário Resposta correta: os Determinantes Sociais da Saúde
da resposta: podem ajudar no entendimento de um quadro clínico e
auxiliar na compreensão do porquê uma mesma doença
pode se comportar de formas diferentes entre pessoas
biologicamente semelhantes. Elas podem ter condições
de moradia, de alimentação e renda diferentes, por
exemplo.
• Pergunta 3
1 em 1 pontos
Por muito tempo o modelo biomédico foi utilizado como padrão para cuidar
da saúde. Esse modelo ficou limitado na medida em que as doenças
persistiam, apesar de já existirem tratamentos para elas. Além disso, o
crescimento populacional e aumento da expectativa de vida trouxeram
novas doenças que não podiam ser explicadas somente pelo modelo
biomédico.
Nesse sentido, analise as afirmações a seguir.
I. O positivismo, que é uma característica do modelo biomédico, consiste em
ter uma perspectiva positiva de que a cura para a doença será encontrada.
II. As diversas especialidades médicas representam a fragmentação da
saúde.
III. O mecanicismo diz respeito a grande utilização de ferramentas
tecnológicas para diagnóstico e tratamento.
IV. O foco na pessoa e a exclusão do papel dos grupos sociais e
comunidades é uma das características do modelo biomédico.
Está correto o que se afirma em:
Resposta Selecionada:
II, IV.
Resposta Correta:
II, IV.
Comentário Resposta correta: as características do modelo biomédico
da resposta: permanecem ainda na formação dos profissionais de
saúde e das pessoas que utilizam o sistema de saúde.
Por isso, é importante compreender esse modelo para
poder atuar de forma diferente e centrada nos
Determinantes Sociais da Saúde.
• Pergunta 4
1 em 1 pontos
Leia o trecho a seguir.
“A influência da religiosidade e espiritualidade na saúde e qualidade de vida
de indivíduos é foco de interesse da sociedade há décadas. Enquanto
muitos acreditam em benefícios da crença como forma complementar de
tratamentos, outros enxergam nela prejuízos para os métodos da medicina
tradicional. Nos últimos anos aumentou o número de pesquisas que
pretendem resultados mais específicos sobre o tema. Apesar de ainda ser
uma área com escassez de publicações objetivas a respeito da
aplicabilidade clínica de intervenções religiosas e espirituais, alguns
resultados e conclusões já podem ser analisados e pretendidos como
padrões.”
BARRIO, L. Religião e espiritualidade influenciam índices de qualidade de
vida. Jornal da USP . 2017. Disponível em:
https://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-da-saude/religiao-e-espiritualidade-
influenciam-indices-de-qualidade-de-vida/ . Acesso em: 20 maio 2020.

Acerca do tema cultura e sua influência na saúde, analise as afirmações a


seguir.
I. A cultura engloba costumes, tradições, leis e valores, mas não envolve
práticas artísticas.
II. Etnia envolve a raça de um grupo de pessoas.
III. Os padrões culturais estão suscetíveis a rápidas mudanças por causa da
conectividade do mundo atual.
IV. Há uma tendência de os grupos minoritários crescerem nos próximos
anos, pois apresentam maior taxa de natalidade.
Está correto o que se afirma em:
Resposta Selecionada:
III e IV.
Resposta Correta:
III e IV.
Comentário Resposta correta: questões socioculturais têm forte
da resposta: relação com as fases de vida do ser humano. É
importante observar tendências de grupos específicos da
população a fim de garantir que as políticas
acompanhem o seu desenvolvimento.
• Pergunta 5
1 em 1 pontos
Leia o trecho a seguir.
“A leve recuperação econômica observada nos últimos dois anos no Brasil
não se refletiu de forma igual entre os diversos segmentos sociais.
Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas
produzidas no país) cresceu 1,1% em 2017 e 2018, após as quedas de
3,5% em 2015 e 3,3% em 2016, o rendimento dos 10% mais ricos da
população subiu 4,1% em 2018 e o rendimento dos 40% mais pobres caiu
0,8%, na comparação com 2017.”
NITAHARA, A. Extrema pobreza e desigualdade crescem há 4 anos, revela
pesquisa. Agência Brasil. 2019. Disponível em:
https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-11/extrema-pobreza-
e-desigualdade-crescem-ha-4-anos-revela-pesquisa . Acesso em: 20 maio
2020.

Analise as asserções a seguir e a relação entre elas.


I. As condições diárias em que as pessoas vivem têm uma forte influência
na igualdade de saúde.
POR ISSO
II. Devem ser realizados investimentos na disponibilidade de moradias e
acesso a serviços de saúde, por exemplo.
Está correto o que se afirma em:
Resposta
Selecionada: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II
é uma conclusão correta da I.
Resposta Correta:
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II
é uma conclusão correta da I.
Comentário Resposta correta: após enxergar a saúde como resultado
da resposta: de esforços intersetoriais, os países aderiram à proposta
da Organização Mundial de Saúde (OMS) de
enfrentamento às inequidades colocadas no documento
“Closing the Gap in a generation”. Esse documento
mostra que a saúde foi percebida como setor
responsável e único para enfrentar seus problemas. Hoje
sabemos que a saúde, muitas vezes, é resultado de
condições dignas de vida e trabalho.