Você está na página 1de 1

Exame Espiritual Diário (EE 43)

Um caminho para descobrir Deus em tudo o que vivemos e agradecer, reconhecer as falhas, pedir perdão e
renovar-se com um bom propósito. O exame de consciência consiste em recordar como foi o meu dia. Não
é um momento para julgar os meus atos, mas para tomar consciência deles.

Um coração que discerne. O exame é prece e se relaciona com minha oração pessoal diária. É na oração do
dia que o Senhor se revela gradualmente a mim, juntamente como o mistério do seu Plano para todo o
universo em Cristo.

É a oração que com seus convites interiores ordena minha vida e assim a transforma. Daí a necessidade de
estar atento a estes convites que me apontam Jesus e seu Reino como critério de ação no cotidiano da vida.

Muito bem, eis os 5 pontos para realizar o exame de consciência, seguindo os passos de Santo Inácio de
Loyola... Busque um lugar tranquilo, uma posição agradável, sinta-se sempre na presença amorosa de Deus.

1. Agradecer a Deus pelos dons recebidos... Repasso o que vivi no dia: atividades, experiências, encontros,
trabalho etc. Agradeço a Deus por tudo o que vivi, pelo bem que acontece em mim, no mundo, nos meus
irmãos e irmãs.

Pelo que experimentei interiormente, posso perceber esta proximidade: esperança, entrega, gratidão,
serviço, liberdade, etc. Estes movimentos internos vêm acompanhados por convites e, por isso, é importante
reconhecê-los e agradecê-los.

2. Pedir luz e graça para descobrir Deus no vivido... Sereno o meu coração para compartilhar o que vivi com
um Amigo muito especial, para reconhecer a obra que realiza em mim e rejeitar o mal.

Peço luz para conhecer os sinais e a ação de Deus neste dia que passou. Recordo que Jesus deixou seu
Espírito Santo para levar a Criação à plenitude e restaurá-la segundo o plano do Criador.

3. Exame... Retomo meu dia... Penso nos descuidos que não permitiram obter maiores frutos no dia.
Reconheço se houve alguma insensibilidade diante das necessidades que encontrei no caminho. Assumo as
falhas na construção da fraternidade e da justiça com os irmãos.

4. Pedir perdão... Peço perdão aos que eu ofendi hoje, pelo bem que deixei de fazer. Dou o meu perdão aos
que me machucaram. Dou a mim mesmo o perdão que Jesus me oferece.

5. Fazer um propósito... Pedir a graça de ser fiel e de permanecer na busca da Vontade de Deus. Se houve
alguma falha, vejo a maneira de corrigi-la para o dia de amanhã. Renovo a minha amizade e meu desejo de
“Em tudo amar e servir”.

Termino com uma oração simples e amorosa... “Senhor, tu sabes tudo, tu sabes que eu te amo”... Pai
Nosso... Ave Maria...