Você está na página 1de 2

Virgínia Castro

ROTEIRO DE ANAMNESE PSIQUIÁTRICA

IDENTIFICAÇÃO: nome, idade, estado civil, de onde é (cidade, zona rural etc.), nome e
parentesco do acompanhante.

QUEIXA PRINCIPAL: “o que trouxe o paciente a consulta.”

HISTÓRIA DA DOENÇA ATUAL:

 Início da doença (idade)


 O que fazia na época do adoecimento (trabalhava — em que? estudava — que
serie?
 Acha que teve algum motivo que precipitou a doença? (gatilho) Fazia ou faz
uso de bebida alcoólica, tabaco ou drogas?
 Como iniciou a doença?
 Como evoluiu a doença?
 Como está agora em relação ao início do adoecimento?

ANTECEDENTES PESSOAIS E FAMILIARES

 Gestação: parto normal ou cesariana nasceu a termo ou extemporâneo,


intercorrências, uso de drogas ou medicamentos na gestação.
 Infância: relacionava bem com os colegas, bom comportamento na escola, bom
convívio social e familiar, desenvolvimento neuropsicomotor, teve alguma
doença na infância.
 Adolescência: relacionamentos amorosos/sexual, uso ou abuso de SPA.
 Faz uso ou já usou alguma medicação psiquiátrica.
 Convívio familiar: relacionamento com pais, irmãos e demais familiares.
 Histórico familiar: histórico de doenças psiquiátricas na família, dependência
química etc.
Virgínia Castro

AVALIAÇÃO GERAL:

 Como o paciente chega ao consultório; timidez, desconfiança, fácies


depressiva, tom de voz, como responde o médico, como olha para o médico
etc.
 Aparência: como é a constituição física, vestimenta, higiene etc.
 Fácies: triste, alegre, embotado, etc.

Consciência: Observar a expressão fisionómica (cansaço, sono, desinteresse,


incoerência das ideias, incapacidade de memorizar, pensamento lentificado etc.

Turvação da consciência: ocorre quando além da diminuição da consciência aparecem


sintomas produtivos (alucinações)

Orientação: saber quem se é (nome completo), onde está, dia, mês, ano etc.

Pensamento: tipos de pensamento. Acelerado (maníaco), desagregado (ideias sem


logica), incoerente etc.

Memória: capacidade de recordar ou de fixar informações

Afetividade: observar o humor (estado de ânimo) do paciente, sentimentos por si e


por outros.

Sensopercepção: é a capacidade de se apreender as impressões sensoriais, dando-lhes


significado. Seus transtornos são as alucinações auditivas, auditivas e gustativas, táteis
ou sinestésicas e visuais.

Vontade: disposição que um indivíduo tem para a ação. A alteração da vontade são os
distúrbios da vontade (negativismo, atos impulsivos, aumento da vontade — mania,
etc.).

Psicomotricidade: movimentos e gestos lentificados.

Inteligência: avaliar a inteligência.

Você também pode gostar