Você está na página 1de 1

Stralis / Sistema Eletroeletrônico / Sistema Multiplex MR 14 2008 -06-27

Neste caso, para o controle do ventilador do motor coloca-se à disposição da central


eletrônica FFC as seguintes informações:
- temperatura da água do motor (do EDC através do BC)
- temperatura do ar no duto admissão (do EDC através do BC)
- temperatura do óleo do motor (do FFC)
- informação do Intarder ativo (do EDC através do BC)
- temperatura externa (do BC)
- informação da PTO ativa (do BC)
- informação dos pressostátos do climatizador ativos (do BC)

As mensagens de diagnóstico (DM1) são enviados por todas as centrais de comando ao


Computador da Carroceria informando-o sobre seu estado de funcionamento. As diferentes
mensagens DM1 são usadas pelo BC para visualizar no Conjunto de Instrumentos os
eventuais erros e para comprovar que a central eletrônica, que tenha enviado o DM1, se
comunica no BUS. O Computador da Carroceria efetua uma monitoração do BUS
controlando a cada segundo a presença da mensagem DM1 de todas as centrais de
comandos conectadas às linhas CAN. Em caso de ausência da mensagem, o BC gera no
Conjunto de Instrumentos a informação que uma ou várias centrais de comando não se
comunicam no BUS. Em caso de falta de comunicação no Conjunto de Instrumentos aparece
a mensagem instantânea que contêm:
- Nome da ECU
- Erro FF
- A frase “ECU não se comunica”
Exemplo: EBS não se comunica com a FF
As outras centrais de comando em comunicação com a central eletrônica AVARIADA podem
gerar erros codificados com quatro grupos de caracteres identificáveis de acordo com
tabelas específicas para cada sistema:
- DTC 2 caracteres Função com erro
- FMI 2 caracteres Tipo de erro
- OC 3 caracteres Número de vezes ocorridas
- ATC 1 caractere Erro presente
Quando falta a comunicação de uma ou algumas centrais de comando ou inclusive de todas,
é necessário diagnosticar as avarias que podem ser:
- interrupção do cabo
- má conexão dos contatos
- curto-circuito da linha
- desconexão de ambas as duas resistências de fechamento
- transceptor de uma central eletrônica em curto-circuito
Para um diagnóstico eficaz é preciso:
- conhecer o tipo dos BUS
- conhecer o fluxo das informações
- saber analisar as informações de auto-diagnóstico interpretando as mensagens
de erro no IC (ou no MODUS)
- porém sobretudo, não substituir, se não for necessário as ECU.

59 / 206

Nova

Você também pode gostar