Você está na página 1de 2

Estatuto científico da psicologia

Ao longo da nossa história o homem esteve na busca do conhecimento,


entre elas temos quatro conhecimentos obtidos que tiveram mais
destaques:

Empírico conhecimento que corrente e espontâneo advindo do cotidiano.

Religioso pode ser definido como produto da fé humana.

Filosófico que especula sobre os fenômenos da vida.

Cientifico baseia-se em trabalho racional, pesquisas, investigações


metódicas, controladas e sistemáticas.

Tendo a compreensão desses conhecimentos conseguimos analisar as


perspectivas filosóficas e fisiológicas. Temos diferentes abordagens do
processo da construção da psicologia como ciência independente, temos
períodos e alguns filósofos que contribuíram para o desenvolvimento e
ascensão a psicologia, na Filosofia clássica no século VI a.C os filósofos
gregos Sócrates, Platão, Aristóteles foram os primeiros a tentar uma
sistematização do estudo a psique.

Na Filosofia da idade Media entre o século V e XV novos paradigmas se


impuseram em razão a hegemonia do cristianismo. Os filósofos Santo
Agostinho e São Tomas de Aquino tiveram destaques em suas teorias, que
serviu de suporte para igreja católica que teve grande influencia na idade
media.

Entre o século XV E XVIII veio o período da idade moderna época de


descobertas de terras e acúmulos de riquezas com isso o capitalismo
colocou o mundo em movimento, nisso resultou a racionalidade do
homem em busca pelo conhecimento cientifico. Então surgiu estudiosos
como Friedrich Hegel, Charles Darwin com a teoria da evolução as
espécies, René Descartes que contribuiu para o avanço da ciência e
desenvolvimento da psicologia. Nesse período as questões a psicologia
passou a ser estudada pela fisiologia e Neurofisiologia. E nesse cenário
temos quatro cientistas responsáveis ao objeto de estudo a psicologia são
eles: Ernest Weber, Gustav Theodor Fechner, Herman Von Helmhholtz e o
alemão Wilhelm Wundt que foi fundador da psicologia como disciplina
acadêmica. Mas foi nos Estados Unidos que ocorreu o crescimento dessa
nova ciência e foi a partir de então que foram criadas as primeiras escolas
teóricas da psicologia, com suas divergências internas que são eles;
Estruturalismo, Funcionalismo, Associacionismo.

Essas três escolas que constituíram a psicologia cientifica e deram origem


no século XX a novas teorias como o Behaviorismo que estuda o
comportamento como objeto de estudo da psicologia.

Nesta abordagem temos dois pensadores que se destacaram John


Broadus Watson que defende o Behaviorismo metodológico abordava o
comportamento observável, e Burrhus Frederic skinner defensor do
Behaviorismo radical que estudava o comportamento observável,
pensamento emoção.

Outra teoria é Gestat seu conceito central é a percepção.

E temos a psicanalise criada efetivamente por Sigmund Schlomo Freud


como método de investigação, Freud inaugurou o método psicanalítico a
uma pratica terapêutica, que buscava o significado oculto das ações,
comportamento, palavras, sonhos. O seu conceito central era o
inconsciente.

De acordo com Freuda pulsão não pode ser reduzido ao conceito de


instinto. Em sua primeira teoria de pulsão a identificou a pela busca por
satisfação, em sua segunda teoria há dois tipos básicos: Eros e Thanatos.

Em 1900 Freud publicou seu primeiro livro que foi um marco para a
história da psicanalise (Interpretação dos Sonhos). Ele apresentou a
primeira concepção da estrutura e do funcionamento do aparelho
psíquico que é o consciente, pré-consciente, e inconsciente.

Aluna;Gilcilene silva sanches Martins

Turma :208, noite (202108489638)

Você também pode gostar